Questões de História do Brasil (História)

Limpar Busca

Leia o excerto e, em seguida, responda ao que se pede:
“Alimento vegetal básico dos índios e que foi adotado pelos colonos, consumido por homens e animais domésticos. Exigia cuidados especiais em seu preparo pois só podia ser consumido depois de descascada, ralada e espremida, operações que retiravam o perigoso veneno de seu sumo.” (FONTE: o Brasil nos primeiros séculos. Laima Mesgravis. São Paulo. Contexto. 1998. p 13).
O alimento em que a autora se refere é:

  • A Fumo.
  • B Pimenta.
  • C Amendoim.
  • D Mandioca.
  • E Cana-de-açúcar.

A atividade nas grandes unidades produtoras voltadas para o mercado externo era repetitiva, cansativa e extremamente laboriosa e demandava a utilização de mão de obra compulsória. Nos grandes engenhos, os escravos rurais poderiam chegar a cem ou mais e os domésticos eram menos numerosos. Apesar das altas taxas de mortalidade entre os cativos, os escravizados jamais abriram mão de serem agentes de suas vidas. A respeito da prática da escravidão no Brasil, analise as assertivas a seguir e assinale a alternativa correta.
I. Houve uma especificidade no modelo brasileiro de escravidão, que foi a brecha da alforria. As manumissões relacionavam-se ao bom comportamento, mas também à compra da liberdade pelo próprio escravo. Na colônia, permitia-se que este acumulasse um pecúlio, e não poucas vezes mulatos que exerciam funções especializadas podiam ter a esperança de ser livres. II. Os escravizados criaram laços de afeição entre si, associações religiosas e sociais e redes. Além do mais, eles reagiram a sua rotina de trabalhos forçados fazendo, quando podiam, pequenas e médias barganhas, negando-se a executar certas tarefas, ou apenas contrariando a vontade dos seus senhores. III. O quilombo, agrupamento de cativos fugidos, não era só um lugar transitório; significava uma alternativa concreta à ordem escravista e, por isso, tornou-se um problema para a sociedade colonial, que precisava combatê-lo. As autoridades logo proibiram a aglomeração de mais de seis escravos fora do trabalho.

  • A Todas estão corretas.
  • B Todas estão incorretas.
  • C Apenas I e II estão corretas.
  • D Apenas I e II estão incorretas.
  • E Apenas II e III estão corretas.

No início do século XX (1904), ocorreu no Rio de Janeiro uma revolta popular contra medidas que visavam erradicar a febre amarela. A população pobre, principalmente, reagia à vacinação obrigatória contra a varíola. Da parte da República, a questão era mencionada de forma objetiva: era necessário priorizar a saúde, tema que era parte da agenda intelectual e política brasileira desde fins do século XIX. Os intelectuais estavam atentos à forte incidência de moléstias tropicais e outras doenças da cidade e do meio rural. A respeito desse contexto, assinale a alternativa INCORRETA.

  • A Apesar de questionáveis as teorias elaboradas ao longo do século XIX por profissionais brasileiros como Nina Rodrigues, o país sofria com uma série de epidemias e nas estatísticas médicas a lista de moléstias contagiosas era enorme.
  • B As patologias do Brasil atingiam a todos, eram consideradas um problema emergencial e os grandes alvos das expedições higienistas eram os moradores do centro das cidades, proprietários de escravos e grandes comerciantes, que desejavam prevenir os males.
  • C A manifestação contra a operação liderada pelo médico sanitarista Oswaldo Cruz foi resultado da má informação. A incompreensão provocou a quebra de meios de transportes, a depredação de edifícios e ataques a agentes higienistas. O governo reagiu com violência e decretou estado de sítio.
  • D Naquele contexto, a mestiçagem era considerada um grande mal, visto que, de acordo com o darwinismo racial e a antropologia criminal de Cesare Lombroso, os mestiços eram passíveis de todo o tipo de degeneração hereditária: eles estariam mais propensos à criminalidade, à loucura e outros estigmas.
  • E O cenário das epidemias da cólera, febre amarela, varíola e peste bubônica era agravado pelo predomínio de habitações populares que eram chamadas de choças. Eram feitas de barro, o habitat natural para o inseto barbeiro, transmissor da doença de Chagas.
No que resultou o desgaste político crescente de D.Pedro I em 07 de Abril de 1931?
  • A Abdicação do trono.
  • B Primeiro Reinado.
  • C Proclamação da Independência.
  • D Emancipação Nacional.

O estado de Minas Gerais, durante o período colonial, foi um dos centros econômicos mais importantes do Brasil, justamente pela sua atividade mineradora durante o Ciclo do Ouro. Além do auge dessa época, o estado continua sendo um importante produtor de minério, com presença de indústrias e outros ramos produtivos. Levando em consideração os seus conhecimentos sobre Minas Gerias, complete corretamente a seguinte frase.
A economia de Minas Gerais é caracterizada, principalmente, pela atividade mineradora, sendo o principal estado do país nesse setor. Nele, encontra-se uma das três minas de ___________ existentes em todo o mundo, com uma duração estimada de 400 anos, desde que mantidos os níveis atuais de extração. Assim, o estado é responsável por 29% de todos os minérios extraídos no país. Além disso, há uma forte presença de____________, com destaque para o ramo automobilístico. Na agropecuária, destaca-se a produção de__________, milho, soja, cana-de-açúcar e, principalmente, leite e café.
Assinale a alternativa que contém as palavras que preenchem corretamente as lacunas, de cima para baixo:

  • A Ferro, revendedoras, carne caprina.
  • B Manganês, indústrias, carne caprina.
  • C Titânio, revendedoras, carne bovina.
  • D Nióbio, indústrias, carne bovina.
  • E Ferro, indústrias, carne bovina.