Questões de Estrutura da Despesa Pública: Classificações e Programações Qualitativa e Quantitativa (Administração Financeira e Orçamentária)

Limpar Busca

Segundo a classificação da despesa orçamentária, a informação gerencial que tem por finalidade indicar se os recursos são aplicados diretamente por órgãos ou entidades no âmbito da mesma esfera de governo ou por outro ente da Federação e suas respectivas entidades é:

  • A a modalidade de aplicação.
  • B o elemento de despesa.
  • C o grupo de natureza de despesa.
  • D a categoria econômica.
  • E a fonte de recursos.
A classificação funcional segrega as dotações orçamentárias em funções e subfunções, buscando responder basicamente à indagação “em que área” de ação governamental a despesa será realizada. De acordo com o texto apresentado, essa classificação funcional é representada por
  • Certo
  • Errado
Segundo o Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público, consoante ao art. 5º da Portaria Interministerial STN/SOF nº 163/2001, e suas atualizações, a estrutura da natureza da despesa orçamentária a ser observada na execução orçamentária de todas as esferas de governo será representada pela
  • Certo
  • Errado

Associe as duas colunas abaixo, relacionando as classificações da despesa orçamentária e suas definições:


1 Classificação Institucional

2 Classificação Funcional

3 Classificação por Estrutura Programática

4 Classificação da Despesa Orçamentária por Natureza


( ) Organiza a ação do Governo, estruturando-a em programas orientados para a realização dos objetivos estratégicos definidos no Plano Plurianual (PPA) para o período de quatro anos.

( ) Segrega as dotações orçamentárias em funções e subfunções, buscando responder basicamente à indagação “em que área” de ação governamental a despesa será realizada.

( ) Categoria Econômica, Grupo de Natureza da Despesa e Elemento de Despesa.

( ) Reflete a estrutura de alocação dos créditos orçamentários e está estruturada em dois níveis hierárquicos: órgão orçamentário e unidade orçamentária.


A sequência CORRETA dessa associação é:

  • A 1, 2, 3 e 4.
  • B 3, 2, 4 e 1.
  • C 2, 3, 4 e 1.
  • D 4, 2, 1 e 3.
  • E 4, 2, 3 e 1.

A estrutura da Matriz de Saldos Contábeis é composta de uma relação de contas contábeis associadas a um conjunto de informações complementares, de forma que permita a disponibilização de informações detalhadas sobre a contabilidade dos entes da federação e que seja capaz de gerar tanto as demonstrações contábeis quanto os demonstrativos fiscais exigidos pela LRF. Sobre estas informações complementares, indique qual dentre as alternativas abaixo, contém o rol de informações complementares para o exercício de 2019:

  • A Classificação Institucional - Classificação Funcional - Dívida Consolidada - Fonte ou Destinação de Recursos - Natureza da Receita - Natureza da Despesa - Classificação Funcional da Despesa - Ano de Inscrição de Restos a Pagar - Despesas com FUNDEB.
  • B Classificação Institucional - Indicador do Superávit Financeiro - Dívida Consolidada - Fonte ou Destinação de Recursos - Natureza da Receita - Natureza da Despesa - Classificação Funcional da Despesa - Ano de Inscrição de Restos a Pagar - Despesas com MDE e ASPS.
  • C Classificação Funcional - Indicador do Superávit Financeiro - Dívida Consolidada - Fonte ou Destinação de Recursos - Natureza da Receita - Natureza da Despesa - Classificação Funcional da Despesa - Ano de Inscrição de Restos a Pagar - Despesas com FUNDEB.
  • D Poder/Órgão - Indicador do Superávit Financeiro - Dívida Consolidada - Fonte ou Destinação de Recursos - Natureza da Receita - Natureza da Despesa - Classificação Funcional da Despesa - Ano de Inscrição de Restos a Pagar - Despesas com MDE e ASPS.
  • E Poder/Órgão - Indicador do Superávit Financeiro - Dívida Consolidada - Fonte ou Destinação de Recursos - Natureza da Receita - Natureza da Despesa - Classificação Funcional da Despesa - Ano de Inscrição de Restos a Pagar - Despesas com FUNDEB.