Questões de Escola Clássica (Economia)

Em períodos anteriores a 1936, os macroeconomistas eram denominados “clássicos” e apresentavam alguns pressupostos que buscavam explicar os eventos econômicos até aquele momento, posteriormente contrapostos por Keynes. Analise os pressupostos abaixo acerca do modelo macroeconômico clássico.
I- Os economistas consideravam os preços e salários da economia perfeitamente rígidos. II- As informações de mercado sobre preços eram imperfeitas, considerando todos os seus participantes. III- A produção era dependente da população, da tecnologia e da formação de capital.
Está correto o que se afirma em

  • A I e II, apenas.
  • B I, apenas.
  • C III, apenas.
  • D II e III, apenas.

Qual afirmação é mais consistente com a Teoria Novo Clássica?

  • A A velocidade do dinheiro é instável.
  • B Os agentes são míopes em termos de expectativas.
  • C O Banco Central deve definir metas de taxa de juros.
  • D A política fiscal funciona melhor que a política monetária
  • E Políticas fiscal e monetária causam mais instabilidade econômica do que estabilidade.

No modelo ricardiano de vantagem comparativa, o principal fator que determina a capacidade relativa de cada país para exportar está relacionada ao (à)

  • A potencial para produzir bens diferenciados
  • B benefício decorrente das economias de escala
  • C diferencial de produtividade relativa de sua mão de obra
  • D dotação relativa de seus fatores de produção
  • E conquista das preferências dos consumidores

A discussão sobre se uma economia apresenta propriedades keynesianas ou clássicas é de grande importância na teoria econômica, especialmente para se determinar o produto e o nível de preços. Sobre esse tema, analise as assertivas abaixo e assinale V, para as verdadeiras, ou F, para as falsas.


( ) Expansão da demanda agregada aumenta a produção e o nível de preços, tanto para a explicação clássica quanto para a keynesiana.

( ) Para a concepção keynesiana, o salário nominal é rígido no curto prazo, o que não permite manter, também no curto prazo, o pleno emprego.

( ) Políticas fiscais expansionistas levam ao aumento da demanda agregada, mas, na explicação clássica, resultam em aumento de preços, sem efeito na produção.

( ) Um choque de oferta, resultante, por exemplo, de um surto de inovações, conduz a novo equilíbrio com maior produção e menor nível de preços, ocorrendo a mesma variação de preços, tanto para a explicação keynesiana quanto para a clássica.


A ordem correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

  • A V – V – V – F.
  • B V – F – V – V.
  • C V – F – F – V.
  • D F – V – V – F.
  • E F – F – V – F.

Com base na teoria da livre concorrência, e com a presença de um Estado regulador,

  • A o princípio da concorrência é um regime de iniciativa privada em que as empresas competem entre si, e nenhuma delas tem algum tipo de supremacia.
  • B a fiscalização da livre concorrência no Brasil é de responsabilidade exclusiva do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).
  • C a regulação dos mercados é uma atividade inerente ao Estado moderno, para zelar pelo bem-estar da sociedade, e mantê-la em constante equilíbrio.
  • D o monopólio estatal desempenha um importante papel na sociedade para oferecer bens e serviços que a iniciativa privada não tem interesse em produzir.
  • E a investigação e a denúncia de atividades anticompetitivas ou o abuso do monopólio concedido incluem-se entre as principais funções dos órgãos reguladores.