Questões de Curva de Phillips (Economia) Página 1

A curva Demanda Agregada-Inflação (DAI) mostra, para cada taxa de inflação, o nível do produto de equilíbrio determinado pela análise de renda-demanda. Existem fatores que aumentam a demanda agregada a cada taxa de inflação (e deslocam a curva DAI para a direita). Um desses fatores denomina-se:

  • A aumento de impostos.
  • B diminuição da riqueza.
  • C aumento de aquisições do governo.
  • D aumento do pessimismo de empresas.
  • E diminuição do pessimismo do governo.

Por volta da década de 50 foi verificada a existência de uma relação inversa entre duas variáveis macroeconômicas relevantes. Verificou-se que, quando as taxas de desemprego são mais elevadas, os salários monetários crescem mais lentamente. Por sua vez, quando as taxas de desemprego são baixas, os salários monetários aumentam mais rapidamente. Essa relação ficou conhecida como:

  • A Lei de Marshall.
  • B Curva de Phillips.
  • C Lei de Okun.
  • D Curva de Keynes.
  • E Curva não aceleradora da inflação.

Considerando que determinada taxa de emprego esteja abaixo de sua taxa natural e que a economia esteja em um nível de sobre-emprego, julgue o próximo item.



Pela teoria da curva de Phillips, se for nula a expectativa inflacionária, a taxa de crescimento real do PIB será maior que a taxa de crescimento potencial do PIB, o que implica uma inflação de oferta.
  • Certo
  • Errado

Considerando o perfil demográfico brasileiro e as condições do mercado de trabalho, assinale a opção correta.

  • A A previdência oficial brasileira oferece mais benefícios que a previdência privada em regime de capitalização.
  • B A taxa de fecundidade no Brasil é superior a dois filhos por mulher.
  • C A concentração de renda no Brasil subiu nos anos 2000.
  • D A diferença salarial entre os gêneros se justifica pelo fato de o nível de instrução dos homens ser mais elevado que o das mulheres.
  • E As diferenças entre as expectativas de vida, aos 65 anos, entre brasileiros e europeus justifica o hiato entre as idades mínimas de aposentadoria evidenciadas no velho continente e no Brasil.

Considere o seguinte comentário do economista Bradford DeLong:


Desde a década de 1970, os economistas mantiveram uma convicção de que a Curva de Phillips tem uma inclinação significativa, o que significa que os preços reagem violentamente a variações da demanda. De acordo com essa visão, aumentos relativamente pequenos na demanda agregada, superiores a níveis compatíveis com o pleno-emprego, têm impacto significativo não apenas sobre a inflação como também sobre as expectativas de inflação. Um período de rápida aceleração da inflação no passado recente leva as pessoas a acreditar que a inflação aumentará no futuro também.

DELONG, J. Bradford. Por que a baixa infl ação não surpreende. Valor Econômico, São Paulo, p. A9, 04 jan. 2018.


O comentário faz referência à interpretação da Curva de Phillips consoante com a hipótese de

  • A expectativas adaptativas, de Friedman
  • B expectativas racionais, de Lucas
  • C origem neokeynesiana, conhecida como “síntese neoclássica”
  • D rigidez de preços e salários, dos novos keynesianos
  • E flexibilidade de preços e salários, dos novos-clássicos