Questões de Clinica Médica para Suínos (Veterinária)

Limpar Busca
Sobre a Peste Suína Clássica, assinale a alternativa INCORRETA:
  • A É causada por um vírus da família flaviviridae, gênero pestivirus;
  • B O vírus é encontrado em todas as secreções e excreções do animal infectado e pode ser transmitido pelas vias direta (contato entre animais, aerossóis e suas secreções e excreções, sangue e sêmen) ou indireta (água, alimentos, fômites, trânsito de pessoas, equipamentos, materiais, veículos, vestuários, alimentos de origem animal), entrando no organismo por via oral e nasal;
  • C A PSC se manifesta de forma Aguda, Crônica e Congênita;
  • D O período de incubação é de 2 a 22 dias;
  • E O diagnóstico laboratorial consiste na detecção de anticorpos pelo ensaio de neutralização viral; detecção do RNA viral por RT-PCR em tempo real; e isolamento viral em linhagem celular;

A raiva é uma doença aguda do Sistema Nervoso Central que pode acometer todos os mamíferos, inclusive os seres humanos, e é caracterizada por uma Encefalomielite fatal causada por vírus do gênero Lyssavírus, da família:

  • A Coronaviridae.
  • B Rhabdoviridae.
  • C Parvoviridae.
  • D Picornaviridae.
  • E Adenoviridae.

Duas doenças de importância econômica que acometem o rebanho suíno brasileiro são a Pneumonia Enzoótica Suína e o Complexo Enteropatia Proliferativa.
Relacione corretamente as enfermidades com suas características:
Coluna 1 Enfermidades
1. Pneumonia enzoótica suína 2. Enteropatia Proliferativa de suínos
Coluna 2 Características
( ) O agente causador é um micoplasma que tem a habilidade de mimetizar várias superfícies antigênicas e utilizar-se dessa variação para evadir-se do sistema imune. ( ) Suínos podem se tornar assintomáticos e eliminam o agente nas fezes e, com isso, desempenham papel importante na disseminação da infecção. ( ) O diagnóstico diferencial inclui a disenteria suína (Brachyspira hyodysenteriae), salmonelose e úlceras gástricas. ( ) O agente primário é Lawsonia intracellularis, bactéria intracelular obrigatória.
Assinale a alternativa que indica a sequência correta, de cima para baixo.

  • A 1 • 2 • 1 • 2
  • B 1 • 2 • 2 • 1
  • C 1 • 2 • 2 • 2
  • D 2 • 1 • 1 • 1
  • E 2 • 2 • 2 • 1

Segundo os dados do IBGE (2018), no Município de Alpestre, o rebanho de suínos conta com 11.200 cabeças, sendo 780 matrizes. O trato respiratório dos suínos pode ser comumente colonizado por patógenos bacterianos e virais. As doenças respiratórias são responsáveis por grandes perdas econômicas, com destaque para pleuropneumonia suína (PPS). Com relação à PPS, analise as assertivas abaixo e assinale V, se verdadeiras, ou F, se falsas.
( ) A forma aguda ou superaguda da doença caracteriza-se por um quadro de pleuropneumonia exsudativa, fibrino-hemorrágica e necrótica não purulenta. ( ) Aderências de pleura e pericárdio e focos de necrose pulmonar encapsulados são comuns na forma crônica da PPS. ( ) Nos suínos jovens, artrites e artroses são sequelas frequentes da PPS. ( ) O agente da doença é um vírus RNA que infecta os macrófagos alveolares.
A ordem correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

  • A V – V – V – F.
  • B V – V – F – F.
  • C F – V – F – V.
  • D F – F – V – F.
  • E F – F – V – V.

Peste Suína Clássica (PSC) é uma doença de origem viral (pestivírus), altamente contagiosa, que se manifesta na forma aguda, subaguda, crônica ou clínica inaparente. A infecção ocorre pela via oronasal, sendo as tonsilas o primeiro sítio de replicação do vírus, que em seguida penetra na corrente circulatória alcançando linfonodos, baço, rins, porção distal do íleo e cérebro. Entre as alterações macroscópicas, observam-se congestão, infarto e hemorragias em diversos graus (petéquias e equimoses) em quase todos os órgãos e tecidos. Apresenta esplenomegalia, congestão ou petéquias e sufusões na epiglote, principalmente, nos casos crônicos, presença de amigdalite necrótica purulenta. Próximo à junção ileocecal, podem ser vistas pequenas úlceras que geralmente são resultado de infecção secundária comumente causada por:

  • A Clostridium perfringens.
  • B Escherichia coli.
  • C Vírus de Aujeszky.
  • D Ascaris suum.
  • E Salmonella sp.