Questões de Clareamento Intracoronário (Odontologia)

Limpar Busca
Este quadro clínico é compatível com o diagnóstico de reabsorção radicular
  • A inflamatória periférica.
  • B interna.
  • C inflamatória externa.
  • D superficial.
  • E por substituição.
O mecanismo de reabsorção radicular envolve
  • A a chegada dos osteoclastos na dentina, ao encontrar elementos bacterianos da polpa infectada no interior dos túbulos dentinários expostos.
  • B a inflamação perirradicular causada por produtos infecciosos liberados para os tecidos adjacentes pelos túbulos dentinários expostos pela reabsorção.
  • C a progressão lateral do processo de reabsorção na ausência da polpa e, por conseguinte, não inibição da reabsorção na forma de pré-dentina odontoblástica.
  • D o início subsequente ao dano da camada de cementoblastos, atraindo osteoclastos que irão reabsorver o tecido duro.
  • E a proliferação de células do ligamento periodontal após a reabsorção superficial, conjugada ao estabelecimento de células do tecido ósseo.
Está correto o que consta APENAS em
  • A I e IV.
  • B I e II.
  • C II e III.
  • D II e IV.
  • E III e IV.
Alguns procedimentos operatórios devem ser realizados para reduzir a possibilidade de reabsorção radicular, como
  • A colocar um tampão na embocadura do canal radicular, promovendo um selamento dos canalículos nesta região.
  • B orientar os pacientes sobre não haver necessidade de uso complementar de clareadores dentais em técnica caseira.
  • C deixar o dente sem material restaurador no interior da câmara pulpar no período entre as sessões de clareamento.
  • D orientar os pacientes a evitar associação com o fumo durante o tratamento clareador.
  • E orientar os pacientes a evitarem sobrecargas para o dente durante a mastigação.

A técnica do clareamento não-vital está associada a algum risco de reabsorção cervical nos dentes tratados se o agente clareador entra em contato com o tecido gengival através dos túbulos dentinários. Para evitar isso, indica-se o selamento cervical biomecânico do canal radicular, que deve ser realizado com:

  • A guta percha termoplastificada e cimento ionômero de vidro;
  • B cimento ionômero de vidro e resina composta;
  • C adesivo dentinário e resina composta;
  • D hidróxido de cálcio P.A. e cimento ionômero de vidro;
  • E adesivo dentinário e resina fluida.