Resumo de História - Primeira Guerra Mundial

A Primeira Guerra Mundial foi um conflito que envolveu as principais nações do mundo e aconteceu entre os anos de 1914 a 1918. Até a Segunda Guerra Mundial era chamada de Grande Guerra ou Guerra das Guerras.

O conflito aconteceu entre 17 países, que se dividiram em duas alianças opostas, a Tríplice Aliança e a Tríplice Entente, inicialmente organizadas da seguinte forma:

  • Tríplice Aliança: Alemanha, Império Austro-húngaro e Itália;
  • Tríplice Entente: França, Reino Unido e Rússia.

A medida que o conflito ocorria, essa organização foi se modificando e os países passaram a se movimentar dentro dessas alianças. Com, por exemplo, a inclusão dos países Reino da Sérvia, Austrália, China, Brasil, Império Turco-Otomano, Japão, Luxemburgo, Países Baixos, Portugal, Reino da Romênia, Estados Unidos e Império Britânico.

Início da Primeira Guerra Mundial

Diversas situações causaram a primeira guerra, mas a maior motivação foi o assassinato de Francisco Ferdinando, herdeiro da Áustria, por um sérvio. Essa morte provocou o conflito entre a Áustria-Hungria e o Reino da Sérvia.

As políticas imperialistas das grandes potências europeias também influenciaram o conflito, já que existiam muitas disputas pelo poder. A Rússia utilizava o Pan-Eslavismo Russo como justificativa aos seus interesses imperialistas, no intuito de dominar as regiões da Europa Oriental.

Outros motivos que fizeram parte da primeira guerra foram:

  • A construção da estrada de ferro Berlin-Bagdá;
  • A disputa dos alemães, ingleses e franceses pela região do Marrocos;
  • Os conflitos do Império Turco;
  • O nacionalismo da Sérvia;
  • A Primeira e Segunda Guerra Balcânica.

Imperialismo

O Imperialismo foi estabelecido pelas nações europeias, e tinha como premissa dominar uma área específica a partir de interesses políticos. Os principais participantes dessa prática foram França, Inglaterra, Alemanha e Holanda, que tinham como objetivo a expansão política e o domínio territorial, cultural e econômico. Por conta disso, existiam muitas disputas e foi um dos motivos para o início da primeira guerra mundial.

Nacionalismo

O Nacionalismo teve início no século XIX na região europeia. Ele era um movimento político em que a população demonstrava um sentimento de pertencimento nacional. Esse fato gerava diversos problemas políticos e militares entre as nações, já que todos queriam mostrar que tinham poder sobre os outros.

Guerra Balcânica

A primeira e segunda guerra balcânicas tiveram grandes influências nas disputas da primeira guerra mundial. Tal fato se deu porque as grandes potências da Europa queriam dominar a península balcânica, localizada na região sudeste da Europa. A península unia os continentes europeu e asiático, o que fazia com que tivesse grande representatividade.

Fases da Primeira Guerra Mundial

A primeira guerra mundial passou por três fases, que são:

  • Primeira Fase: momentos iniciais da guerra; foi nessa fase que as alianças foram formadas. Ficou conhecida como a Guerra de Movimento.
  • Segunda fase: momento de grandes disputas. Pode-se chamar essa fase de Guerra de Trincheiras, pois os combatentes faziam escavação do solo denominadas trincheiras. Nesse momento também apareceram novas armas, como metralhadoras e tanques.
  • Terceira fase: ofensivas.

No começo da guerra havia um equilíbrio de forças entre os países, pois eles possuíam uma quantidade equivalente de soldados, equipamentos e recursos. Por exemplo, apesar de algumas potências não possuírem artilharia pesada, tinham o poder em relação aos mares.

A Alemanha possuía um armamento pesado e por isso teve facilidade em atravessar a Bélgica e chegar até Paris, após vencer a fronteira francesa. A partir daí aconteceu a Batalha de Marne, e os alemães foram obrigados a recuar após serem derrotados pelos franceses.

Posterior a essa batalha, teve início a segunda fase da primeira guerra mundial com a construção das trincheiras, dando o nome de Guerra das Trincheiras. As batalhas foram comandadas principalmente pelos exércitos alemães e franceses, que se enfrentaram com metralhadoras e canhões na frente ocidental.

Até o ano de 1917 os Estados Unidos ainda não participavam diretamente da batalha, apenas emprestavam dinheiro aos países da Aliança Entente. No entanto, resolveu entrar na disputa com medo de perder o poder industrial e imperialista para a Alemanha.

No mesmo ano, ocorreu a Revolução Russa, que implantou o regime socialista no país. Tal fato foi o motivo para a saída do país da batalha.

Nesse momento, a Alemanha já havia sofrido diversas derrotas, mas os seus representantes não desistiam da luta. Foi aí que a população, que não aguentava mais, se revoltou contra o imperador e provocou a sua saída do poder.

A partir daí houve a criação de um novo governo, e no dia 11 de novembro de 1918 a primeira guerra mundial foi finalizada. Apesar disso, a paz só foi firmada de fato com a assinatura do Tratado de Versalhes no ano de 1919.

Participação do Brasil na Primeira Guerra Mundial

O Brasil se manteve neutro durante muito tempo da primeira guerra mundial. No começo a sua participação se dava através da ajuda aos alemães com o envio de oficiais para compor o exército.

Apesar disso, no ano de 1917, a Alemanha bombardeou 3 navios brasileiros, o que provocou a ruptura das relações diplomáticas entre as duas nações. Por conta disso, o Brasil tomou diversas atitudes contra os alemães e proibiu que os imigrantes pudessem ter qualquer tipo de relação com o comércio exterior, cassou as licenças de bancos e seguros alemães e ainda confiscou os navios que estavam em seus portos.

O Brasil foi o único país da América do Sul que participou diretamente da primeira guerra mundial. Os outros preferiram a neutralidade em relação a disputa e apenas romperam as relações diplomáticas com a Alemanha.

Em 1919, aconteceu em Versalhes a Conferência da Paz, que promoveu a assinatura do Tratado de Versalhes. No mesmo ano surgiu a ligação das nações, que possibilitou a criação da ONU – Organização das Nações Unidas.

Voltar

Questões