Resumo de História - Deus Hades

O deus Hades ou Plutão, como é chamado na mitologia romana, é um entre os diversos deuses gregos. Na mitologia grega, ele é o deus dos mortos, do mundo subterrâneo, onde só existe a tristeza. Além dele, os seus pais (Cronos e Réia) tiveram mais 4 filhos. Seus irmãos são: Zeus, Héstia, Deméter, Hera e Poseidon.

A conquista do submundo aconteceu em uma luta contra os titãs, na qual o Deus Hades mais os seus dois irmãos, Poseidon e Zeus, venceram e tomaram o reino Olimpo das mãos de seu pai, que fazia parte da geração de titãs.

Com isso, Zeus passou a dominar o céu e a Terra, Poseidon ficou com a posse dos mares e oceanos, e Hades com o mundo inferior. Quer saber mais sobre o reino do deus? Assista o vídeo a seguir:

Características do deus Hades

O deus Hades era um deus silencioso, porém muito temido, seu nome era pouco pronunciado. Na Grécia Antiga, Hades era descrito como um homem de pele morena e com barba cumprida.

Intitulado como austero e impiedoso, o deus Hades era insensível às preces e sacrifícios, além de intimidativo e distante. Era invocado, normalmente, por meio de eufemismos, a exemplo de Clímeno (ilustre) ou Eubuleu (aquele que dá bons conselhos).

Nas mãos, o deus segurava um cetro e a chave do seu submundo. Já na cabeça, o deus usava um capacete confeccionado por Hefesto, cujo acessório o tornava invisível.

Não só as sombras e almas protegiam o palácio do deus Hades no submundo, mas também o seu cão de três cabeças, chamado cérbero. O objetivo do animal era proteger a entrada do reino dos mortos.

Diferente do que os gregos acreditavam, Hades não era o deus da morte, mas sim da pós-morte. Ele governava as almas depois que as pessoas morriam e iam para o submundo, ou seja, ele não tinha a capacidade de restituir a vida de um homem, apenas vigiar e punir a alma.

No entanto, poucas vezes e a pedido de sua esposa, o deus restituía algumas vidas. Para transitar com sua rainha entre os dois mundos, o dos vivos e dos mortos, o deus Hades usava uma carruagem.

Vida conjugal

Hades era casado com Perséfone, filha de Zeus e Deméter, ambos seus irmãos, logo, a filha deles era também sua sobrinha. A mitologia conta que Hades raptou Perséfone da superfície e a trouxe para ser a rainha do seu submundo. Este mito ficou conhecido como o “rapto de Cora”, pois ela era chamada assim na mitologia romana.

Para raptá-la, Hades a seduziu e enganou. Ele induziu a rainha a comer um fruto proibido, que, nesse caso, era a romã. Se ela não tivesse comido o fruto, teria o direito de voltar ao mundo dos vivos, mas como ela ingeriu a romã no submundo, só teria o direito de voltar 9 meses por ano.

Na mitologia, o retorno da rainha Perséfone é considerado o mito das estações do ano, levando em consideração o humor de Deméter (mãe da rainha).  Assim, o inverno era a estação em que a mãe se sentia mais triste com a ausência de sua filha.

Já o verão, o outono e a primavera representavam meses de alegria para Deméter, pois eram os períodos que Perséfone retornava ao mundo dos vivos.

Contudo, a paixão do Deus Hades e da rainha Perséfone não era somente flores. Isso porque o deus enganou a rainha, quando a traiu por duas vezes. A primeira quando teve um caso com a ninfa do Cócito e a segunda quando se apaixonou por Leuce, filha do Oceano.

Segundo a mitologia, os filhos de Hades e Perséfone são: Melinoe, deusa dos fantasmas, pesadelos e da loucura; Zagreu, deus da religião órfica; e Macária, considerada a deusa da morte abençoada.

Outros deuses gregos

Além do deus Hades, a mitologia grega reúne diversos deuses descritos como seres fortes e imponentes, que estão representados em pinturas e esculturas para descrever a religião da Grécia Antiga.

Para aprimorar e enriquecer o conhecimento sobre a vida de Hades, o Guia Estudo preparou um resumo, relatando a vida e os atributos dos outros deuses dessa mesma família.

Cronos

Pai de Hades, Cronos era tido como a principal divindade da primeira geração de titãs. Filho de Urano (deus do Céu) e Gaia (deusa da Terra), ele era o mais jovem da sua geração. Segundo a mitologia, o deus tirou seu pai do poder e casou-se com sua irmã Reia. Ele governou a Idade Dourada na mitologia até ser retirado do poder pelos seus filhos: Zeus, Poseidon e Hades.

Reia

Filha de Urano e Gaia, Reia casou-se com seu irmão Cronos e teve 5 filhos. Por ser a mãe de todos os deuses do Olimpo, ela era considerada a deusa da fertilidade. Reia protegeu o seu sexto filho, Zeus, da profecia dada por um oráculo de Urano, a qual dizia que Cronos seria destronado pelos seus filhos. A fim de evitar que o seu marido também o engolisse, assim como fez com os outros, ela o enganou e deu-lhe uma pedra enrolada no pano.

Zeus

Assim como Hades, Zeus era filho de Cronos e Reia. Para não ser engolido pelo pai, sua mãe o levou para um bosque, onde foi criado e alimentado a base de mel e leite de cabra.

Em Algumas histórias, o deus foi criado pela sua avó, Gaia. Outras histórias dizem que Zeus foi criado pela ninfa Adamanteia.

Sabendo disso, quando cresceu, Zeus foi em busca de seu pai e deu-lhe uma bebida mágica para restituir todos os irmãos que haviam sido engolidos no passado.

Héstia

Deusa virgem da arquitetura, do lar e da família, Héstia era mais uma irmã de Hades. Entre as doze divindades gregas que habitavam o Olimpo, ela era considerada uma das mais modestas, bondosas e gentis.

Deméter

Deméter era a terceira irmã de Hades, também sua sogra, pois era mãe de sua esposa: Perséfone, que também era filha de seu irmão Zeus. Ela era considerada a deusa da fertilidade e da agricultura, além de detentora do ciclo da vida e da morte.

Hera

Considerada a deusa da monogamia e da felicidade conjugal, diversos templos foram construídos em sua homenagem. A deusa Hera também era chamada de deusa do paraíso.

Poseidon

Irmão de Hades, Poseidon era um dos principais deuses do Olimpo. Na mitologia romana, era chamado de Netuno. Ele era o deu responsável por vigiar os mares e oceanos, logo era muito respeitado por pescadores e navegantes.

Voltar

Questões