Resumo de História - Causas da Revolução Industrial

As Causas da Revolução Industrial foram eventos que promoveram muitas mudanças amplas e significativas nos sistemas econômico, político e social da Inglaterra, com o início do século XVIII.

A oferta de mão de obra era bem maior do que a oferta de trabalho, por causa do êxodo rural e a frota naval britânica realizava transações comerciais com várias partes do mundo.

Esses eventos retratavam a grande capacidade de mercado que a Inglaterra tinha e por consequência, provocava uma concentração de capital para a classe média, também chamada de burguesia. Todo esse processo possibilitou os investimentos nas indústrias.

Quando a burguesia constatou que seria possível haver um aumento de produtividade, caso houvesse investimento em máquinas direcionadas para a produção industrial, começaram a investir em aperfeiçoamentos e assim aumentaram a produção em larga escala.

As Causas da Revolução Industrial

Além das causas da Revolução Industrial terem ajudado a promover mudanças nos sistemas econômico, político e social da Inglaterra, todo o processo acabou se espalhando gradualmente, por todos os países da Europa e do mundo.

O surgimento da Revolução Industrial foi um referencial de industrialização excessiva através da utilização de máquinas, causando desvantagem para o trabalho artesanal e manual. Entre as causas da Revolução Industrial na Inglaterra, é possível citar:

  • A consolidação do sistema de Capitalismo Industrial.
  • A criação de máquinas para as indústrias.
  • A diminuição do uso da mão de obra disponível, por causa do aumento gradual do uso das máquinas.
  • A evolução dos métodos relacionados à agricultura.
  • A grande disponibilidade de matéria-prima na Inglaterra.
  • A inexistência de barreiras alfandegárias que promove o livre comércio da Europa.
  • A influência do Iluminismo e da Revolução Intelectual.
  • A introdução de cultivo do algodão, já que os ingleses compravam e transformavam em produtos têxteis.
  • A introdução do Liberalismo Econômico e Político.
  • A mecanização dos processos de produção.
  • A Revolução Comercial e a expansão do comércio internacional.
  • A supremacia naval da Inglaterra e sua posição geográfica estratégica.
  • As inovações e aperfeiçoamentos das técnicas de produção.
  • As invenções das máquinas a vapor, de fiar e de tear mecânico.
  • As matérias primas em excesso e mais baratas.
  • O aumento da riqueza e o acúmulo de capital.
  • O crescimento demográfico da Europa.
  • O crescimento do êxodo rural, ou seja, mão de obra mais barata.
  • O crescimento do mercado consumidor mundial.
  • O desenvolvimento da indústria metalúrgica e siderúrgica.
  • O fim da Monarquia e do Absolutismo Inglês.
  • O Fortalecimento e investimento da burguesia.
  • O progresso científico e técnico.
  • O surgimento do Parlamentarismo.

As Fases

As causas da Revolução Industrial provocaram muitas renovações nos setores econômico, social e tecnológico, com isso surgiu uma nova maneira de organização da sociedade e provocou o começo de uma nova maneira de produção e consumo de bens e serviços.

Quando a Revolução Industrial começou em meados do século XVIII, ficou restrita à Inglaterra, mas com os avanços atingidos, surgiram novas possibilidades de transformações para além dos limites da Europa Ocidental.

Todos os desdobramentos ocorridos nesse período, ficaram conhecidos como as fases da Revolução Industrial, que retratam o desenvolvimento das sociedades por meio das novas tecnologias que foram aplicadas em cada período específico.

Mesmo sendo exposta em fases distintas, a Revolução Industrial não teve interrupção, pelo contrário, foi um processo consecutivo de transições socioeconômicas que modificou a produção capitalista.

Primeira Revolução Industrial

A primeira fase desse processo, está relacionada com uma das principais causas da Revolução Industrial, que foi exatamente, o seu surgimento no século XVIII, mais precisamente, entre os anos de 1760 e 1850, sendo restrita apenas à Europa Ocidental e com a Inglaterra sendo a precursora.

A primeira fase da Revolução Industrial simboliza o conjunto de mudanças que ocorreram tanto no setor econômico quanto no setor social, que só foi possível, por causa da evolução tecnológica. Seu marco foi a substituição da manufatura (trabalho humano) pela maquinofatura (introdução das máquinas). As indústrias começaram a se expandir.

Principais avanços tecnológicos da primeira Revolução Industrial:

  • Ampliação da indústria siderúrgica.
  • Desenvolvimento da máquina a vapor e criação da locomotiva.
  • Invenção do telégrafo.
  • Surgimento das indústrias têxteis, como de algodão.
  • Uso de carvão como fonte de energia para máquina a vapor.

Segunda Revolução Industrial

A segunda fase desse processo, está relacionada com as causas da Revolução Industrial, que foi o método de evolução das tecnologias que transformaram bastante o contexto econômico, industrial e social. Esse período teve início na metade do século XIX e durou até o começo do século XX, terminando no decorrer da Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945).

A segunda fase da Revolução Industrial simbolizou os avanços não somente tecnológicos, mas também os avanços geográficos, isso representa o momento em que a revolução se espalhou para diversos países como: Alemanha, Estados Unidos, França e Japão.

Essa fase surgiu como consequência principal das revoluções burguesas, responsável pelo fim do Antigo Regime e pela industrialização. Nesse período surgiu o Capitalismo Financeiro e importante inovações como: novas fontes de energia, novas técnicas de produção, eletricidade na indústria, uso do petróleo como combustível e a invenção do motor a explosão.

Principais destaques da segunda Revolução Industrial:

  • Construção de ferrovias e navios a vapor.
  • Invenção do telefone, da televisão e da lâmpada incandescente.
  • Substituição do ferro pelo aço.
  • Surgimento dos antibióticos.
  • Uso de máquinas e fertilizantes químicos na agricultura.

Terceira Revolução Industrial

A terceira Revolução Industrial começou em meados do século XX, depois que terminou a Segunda guerra Mundial. Esse período ficou conhecido também como Revolução Técnico-Científica.

A sua principal transformação está relacionada com o desenvolvimento tecnológico atribuído tanto ao processo produtivo quanto ao campo científico. Foi a partir desse momento que a industrialização se espalhou pelo mundo a fora.

Esse período sinalizou um novo patamar atingido pelos avanços tecno-científicos e os seus marcos são observados nos constantes avanços das áreas de: eletrônica, genética, infraestrutura, robótica, telecomunicações e transporte. Fatores que transformaram as relações sociais e modificaram o espaço geográfico.

Nesse período, a globalização é muito expressiva, pois representa o avanço tecnológico, principalmente no sistema de comunicação e transporte, possibilitando uma integração econômica e política. A partir dessa fase, a tecnologia fez diminuir a distância e o tempo, ultrapassando as barreiras culturais, físicas e sociais.

Voltar

Questões