Resumo de Inglês - Aprender inglês sozinho

Aprender inglês sozinho é a vontade de muitas pessoas e, acredite, é possível! Atualmente, existem no mercado diversas opções que são alternativas às matrículas nas escolas de inglês como aplicativos, vídeos no Youtube, jogos didáticos e clubes de conversação.

O valor das mensalidades, o tempo de estudo e a didática das aulas nas escolas de idiomas são os principais fatores que fazem alguém preferir aprender inglês sozinho.  

Para tanto, antes de começar a aprender inglês sozinho é necessário saber que o contato diário com o idioma é fundamental para a aprendizagem. Contudo, alguns termos já são usados com naturalidade no dia a dia dos brasileiros, como as expressões “hot-dog”, “tablet”, “smartphone” e etc.

Dicas para aprender inglês sozinho

Altere o idioma dos seus dispositivos eletrônicos

Para se familiarizar com as expressões comuns do inglês, a sugestão é configurar os aparelhos eletrônicos para esse idioma, visto que será uma forma de assimilar as palavras em português aos comandos no outro idioma, já que será fácil lembrar as palavras e os comandos utilizados em cada menu.  

Ouça frases em inglês

Essa prática é fundamental para qualquer iniciante.  A escuta (listening) é uma das melhores formas para aprender inglês e qualquer outro idioma. Isso porque a partir da escuta dá-se início à assimilação de vocábulos.

Antes de uma criança aprender a falar ela trabalha muito a audição, o que possibilita a sua assimilação às coisas e posterior repetição. Nesse processo a gramática torna-se coadjuvante, uma vez que a aprendizagem natural é feita pela escuta para, depois, aprender a inserir as palavras de acordo com as regras gramaticais.

Assista séries e vídeos

Outra forma natural e divertida para ter acesso à língua inglesa é assistir às séries as quais já está habituado a acompanhar, mas com áudio em inglês. Posteriormente, também é recomendado assistir com a legenda em inglês.

Com isso, será possível trabalhar o listening, compreender os sentidos das palavras dentro de um contexto, descobrir a pronúncia correta das palavras vendo a grafia de determinados vocábulos, além de perceber as estruturas gramaticais das frases.

Ouça músicas em inglês

Assim como assistir séries e vídeos ajudam, ouvir música também torna-se interessante para aprender inglês sozinho.

Ouvindo músicas em outro idioma, é possível aprimorar a compreensão do que é dito e pronunciado. No início, a sugestão é tocar e pausar frase por frase, e ir anotando os termos.

Acorde pensando em inglês

Essa dica é excelente para quem começou a familiarizar-se com o novo idioma. Ao acordar, pode-se pensar nos dias da semana em inglês e se questionar “que dia é hoje?” e responder em inglês.

Também sugere-se perguntar “que horas eu acordei hoje?” e responder também com base no que já sabe das horas em inglês.

A dica também vale para associar ao que vai ser consumido no café da manhã como brad (pão), milk (leite), cake (bolo) e etc.

Erros comuns ao aprender inglês sozinho

Traduzir palavra por palavra

A ânsia por descobrir como falar inglês traduzindo o significado de cada palavra é um dos erros mais comuns na hora de aprender inglês sozinho.

Essa prática é considerada perigosa porque muitas palavras, certas estruturas e alguns tempos verbais são diferentes da Língua Portuguesa e, inclusive, algumas palavras sequer têm traduções para outros idiomas fora da língua nativa.

Como exemplo, tem-se o substantivo “saudade”, que não existe em inglês. A expressão que corresponde ao sentimento é “to miss” (sentir falta). Assim como o tempo verbal Present Perfect Simple não possui correspondência em Português.

Outro ponto importante é considerar o contexto da frase e da situação, ao invés de focar em palavras isoladas.

Não ter assiduidade

Já diz o ditado: “a prática leva à perfeição”. A mesma observação serve para quem está aprendendo um novo idioma sozinho.

Recomenda-se dedicar entre meia hora e uma hora por dia ao estudo. Isso pode ser feito no trajeto para a escola, para o trabalho, para o médico ou durante uma caminhada, por exemplo. 

Para ter assiduidade é preciso estímulo, caso contrário, em um dia estuda-se uma hora, no outro quinze minutos e, no dia seguinte, nenhum minuto. Para evitar que isso ocorra, recomenda-se ter em mente o objetivo de estar aprendendo o novo idioma e persistir. Pode-se, ainda, adotar o mantra “Hoje, sim. Amanhã, não” e repeti-lo todos os dias para acostumar-se a estudar diariamente.

Voltar

Questões