Secretaria de Estado de Saúde - Distrito Federal (SES-DF) - Farmacêutico (2020) Questão 129

Esta questão foi anulada pela banca organizadora.
Um paciente de 78 anos de idade foi internado há dois dias após ter sofrido um segundo infarto agudo do miocárdio, seguido de parada cardiorrespiratória (PCR). Durante a reanimação, recebeu medicamento cardioestimulante, respondendo de forma satisfatória. Está mantido, desde então, sedado e com sonda nasogástrica para alimentação e administração de medicamentos. Antes desse evento, fazia uso de ácido acetilsalicílico (100 mg), atenolol e nifedipino (liberação controlada), em virtude de hipertensão e arritmia cardíaca. Durante a internação, deu-se seguimento aos cuidados ao paciente e à farmacoterapia. No posto da enfermagem, os medicamentos prescritos foram então separados, triturados e administrados via sonda nasogástrica. Depois de algumas horas, o paciente evolui para o óbito.  


Com base nesse caso clínico e nos conhecimentos correlatos, julgue o item a seguir.


O paciente não poderia ter recebido nifedipino triturado pela sonda nasogástrica, uma vez que assim esse paciente torna-se de liberação imediata, o que aumenta o risco de toxicidade e óbito.

  • Certo
  • Errado

Encontre mais questões

Voltar