Questões de Vocativo e Termos Acessórios da Oração: Adjunto Adnominal, Diferença entre Adjunto Adnominal e Complemento Nominal, Adjunto Adverbial e Aposto (Português)

Limpar Busca

Em todas as alternativas, há vírgulas separando, obrigatoriamente, adjuntos adverbiais deslocados (oracionais ou não oracionais), EXCETO em

  • A “O da Saúde, Marcelo Castro, formado em psiquiatria, depois de espalhar piadinhas de mau gosto com mulheres grávidas, cometeu o pecado fatal: foi sincero.” (Linhas 23-25)
  • B “Pode continuar a trocar o ministro da Saúde, o ministro da Fazenda, o ministro do Planejamento, o ministro da Educação [...]” (Linha 20-21)
  • C “Na vida real, os juros batem recorde e famílias endividadas precisam refinanciar seus débitos porque não podem lançar mão do dinheiro alheio.” (Linhas 47-48)
  • D “Se erram, é por ingenuidade ou por falta de memória.” (Linha 29)
No trecho "Vieira Junior só retomaria a história vinte anos depois, quando, formado geógrafo e funcionário público do INCRA, conheceu as realidades de indígenas, quilombolas, ribeirinhos e assentados no sertão baiano e maranhense.", temos um emprego de vírgula exigido:
  • A pela inversão entre sujeito e predicado.
  • B pela presença de enumeração.
  • C pelo emprego de conjunção adversativa.
  • D pelo vocativo.
  • E pela oração subordinada substantiva apositiva.
No trecho "O torto arado que dá nome ao livro é um objeto que, usado pelos antepassados das protagonistas na lida com a terra, atravessa o tempo para representar essa herança escravocrata de tantas desigualdades.", os termos destacados exercem, respectivamente, a função sintática de:
  • A adjunto adnominal na forma de oração adjetiva restritiva e núcleo do objeto direto.
  • B complemento nominal e núcleo do objeto indireto.
  • C adjunto adverbial e núcleo do complemento nominal.
  • D adjunto adnominal na forma de oração adjetiva explicativa e núcleo de adjunto adnominal.
  • E aposto e agente da passiva.
Assinale a alternativa em que a expressão destacada NÃO é um vocativo.
  • A “Oh, Chico Buarque, pois não é que recebi uma carta [...]”.
  • B “Ela, Chico, não entendeu que você não é meu ídolo [...]”.
  • C “Olhe, moça simpática, sua carta é um amor [...]”.
  • D “Mas é só, meu caro amigo.”.
  • E “Pois se Chico tem candura, e você acha que também tenho, você, minha amiguinha, é mil vezes mais cândida do que nós.”.