Questões de Teoria do Consumidor (Economia)

Limpar Busca

A análise ordinal do comportamento do consumidor tem como pressuposto o fato de que suas preferências são completas, monotônicas e transitivas. As preferências são

  • A transitivas porque o consumidor sempre prefere cestas de consumo que contenham maiores quantidades de bens.
  • B transitivas porque o consumidor pode trocar uma cesta de consumo por outra cesta, se desejar fazer a troca.
  • C completas porque os bens que o consumidor deseja adquirir podem ser encontrados no mercado.
  • D monotônicas porque cestas com maiores quantidades de bens são preferíveis às que possuem menores quantidades.

Um consumidor dispõe de $ 1.000 para adquirir os bens X e Y, cujos preços são, respectivamente, $ 4 e $ 2. A respeito da reta orçamentária (ou linha de orçamento), compatível com dados apresentados, é correto afirmar que

  • A sua expressão matemática Y = f(X) é representada pela equação Y = 500 – 2X.
  • B aumentos no preço de um dos bens, mantido constante o preço do outro bem, provocarão deslocamentos paralelos da reta orçamentária.
  • C ocorrendo variações proporcionais e na mesma direção nos preços dos dois bens (duplicarem simultaneamente, por exemplo), a reta orçamentária não sofrerá deslocamento.
  • D as combinações das quantidades de X e Y situadas na reta orçamentária possibilitam ao consumidor poupar parte dos recursos de que dispõe para adquirir os bens.

A curva de Engel relaciona a quantidade adquirida de um bem com a renda do consumidor e pode ser obtida a partir da curva de renda-consumo. A respeito da curva de Engel e de sua relação com a curva de renda-consumo é correto afirmar o seguinte:

  • A no caso dos bens inferiores, a curva de Engel apresenta declividade positiva.
  • B quando se trata de um bem inferior, a curva de renda-consumo apresenta declividade negativa.
  • C o coeficiente de elasticidade-renda da demanda dos bens normais apresenta sinal negativo.
  • D no caso dos bens normais, tanto a curva de renda-consumo como a curva de Engel apresentam declividade negativa.

A função utilidade de um consumidor é expressa por U = AB, onde A e B representam as quantidades dos bens e U, o grau de satisfação alcançado. Representando por R a renda do consumidor e operando-se as condições da escolha ótima da combinação dos bens A e B, chega-se ao resultado de que a demanda do bem B é expressa pela equação

  • A B = R/Pb.
  • B B = R/2Pb.
  • C B = R/3Pb.
  • D B = R/4Pb.

A função de produção de curto prazo Q = f(L), na qual Q representa a quantidade de produto obtido e L, a quantidade de trabalho empregado no processo produtivo, apresenta, inicialmente, rendimentos físicos marginais crescentes. Funções com essa característica apresentam 03 (três) regiões, denominadas de estágios da produção. Em relação a esses estágios é correto afirmar que

  • A a fronteira entre os estágios I e II está localizada no ponto da função de produção onde a produtividade marginal é máxima.
  • B o estágio II da função de produção caracteriza-se por apresentar produtividade média do trabalho crescente.
  • C no estágio III da função de produção a produtividade marginal do trabalho é negativa.
  • D o estágio I corresponde à região relevante da função de produção.