Questões de SQL Server (Banco de Dados)

Limpar Busca

A versão 2016 do MS SQL SERVER adicionou uma nova funcionalidade que permite gerenciar a exibição de dados confidenciais, em nível de coluna, de acordo com o usuário que está executando uma determinada consulta. Essa tecnologia é denominada

  • A Asymmetric Key.
  • B Row Level Security.
  • C Always Encrypted.
  • D Dynamic Data Masking.

Strech DB é uma funcionalidade introduzida na versão 2016 do MS SQL SERVER, que permite transferir parte ou a totalidade dos dados armazenados, de forma transparente e segura, para a nuvem, usando o Microsoft Azure. Essa funcionalidade pode ser usada em tabelas que

  • A não tenham mais do que 500 colunas ou 998 indíces.
  • B sejam referenciadas por uma chave estrangeira.
  • C possuam índices full-text.
  • D não contenham dados do tipo FILESTREAM.

Considere a seguinte instrução SQL, utilizando o T-SQL do Microsoft SQL Server 2016.


SELECT PessoaID, Nome,

Email, Telefone AS 'Contato Telefônico'

FROM Application.Pessoa ORDER BY PessoaID ASC <INSTRUÇÃO>;


Para retornar o resultado da consulta em formato JSON, o trecho constante como <INSTRUÇÃO> deve ser substituído por

  • A AS JSON PATH
  • B FOR JSON PATH
  • C JSON.PATH
  • D TO JSON.PATH

JSON é um formato de dados utilizado para representação e troca de dados entre sistemas, possuindo estrutura própria de representação, que difere da representação usada em banco de dados relacionais. No Microsoft SQL SERVER 2016 em diante, para manipular/apresentar dados JSON em um formato tabular, utiliza-se a função

  • A FROMJSON
  • B OPENJSON
  • C AS_JSON
  • D READ_JSON

Considere a seguinte instrução SQL, utilizando o T-SQL do Microsoft SQL Server 2016.




Para retornar o resultado da consulta em formato JSON, o trecho constante como <INSTRUÇÃO> deve ser substituído por

  • A JSON.PATH
  • B AS JSON PATH
  • C FOR JSON PATH
  • D TO JSON.PATH