Questões de População (Geografia)

Limpar Busca
Em 2020 o mundo mergulhou em uma crise social, econômica política e sanitária, sem precedentes em escala jamais vista. A pandemia mundial causada pelo novo Coronavírus, desorganizou a economia local, regional e global, alterou as relações entres Estados, e entre diversos setores como comércio, serviços, e principalmente a estrutura de saúde de todos os países atingidos pelo covid -19. Essa escala de abrangência do vírus se deu graças as grandes inovações tecnológicas do setor de transporte, que encurtou o tempo e as distâncias, fazendo com que o vírus viajasse juntamente com pessoas, atingindo uma escala global em um curto espaço de tempo. Sobre a expansão do novo coronavírus no mundo podemos destacar entre os principais fenômenos que possibilitou seu rápido estágio de contaminação:
  • A A disseminação de uma guerra biológica
  • B A criação do vírus em laboratório e exportado para o mundo
  • C O fenômeno das migrações
  • D Foi difundido pelos refugiados em países da Europa
  • E Fenômeno natural que se originou nas zonas tropicais do planeta e se disseminou para o mundo.
Conforme MOREIRA (2016) No processo histórico de povoamento e ocupação econômica do Brasil, as migrações internas sempre tiveram um papel de destaque. No tocante a migração interna no Brasil analise a figura abaixo e marque a alternativa correta sobre qual migração está retratada.
Fonte: http://andergeo2012.blogspot.com/2013/07/movimentos-migratorios-em-charges.html
  • A Migração Rural Urbana
  • B Migração Inter-regional
  • C Migração Sazonal
  • D Migração Pendular
  • E Migração Urbana-urbana
Marque a alternativa na qual corresponde a teoria escrita e defendida no século XVIII, no qual comparando dados do crescimento da população e da produção de alimentos na época, publicou o estudo Ensaio sobre população, no qual propunha a seguinte teoria demográfica, enquanto a população mundial tenderia a crescer em progressão geométrica (2,4,8,16,32...), a produção de alimentos cresceria em progressão aritmética (2,4,6,8,10...):
  • A Teoria Malthusiana;
  • B Teoria Reformista;
  • C Teoria Neomalthusiana;
  • D Teoria transição demográfica;
  • E Teoria da Natalidade e da fecundidade.

De acordo com dados do IBGE (2018), em 2043 um quarto da população brasileira terá mais que 60 anos.
Considerando-se essa informação, preencha corretamente as lacunas do texto sobre os desafios trazidos pelo envelhecimento populacional no âmbito das políticas públicas.
Um dos maiores desafios para a construção de políticas públicas para os idosos é que essa população não é ______________. Isso significa que dentro do grupo de pessoas acima de 60 anos estão indivíduos muito diferentes e que têm, portanto, ____________ diferentes. Compreender melhor essa pluralidade contribui para o desenvolvimento de políticas que garantam os direitos dessa população nas áreas da saúde, educação, cultura, dentre outras. Nesse sentido, para os profissionais que trabalham com essa população é importante conhecer esses direitos expressos, principalmente no ______________.
A sequência que preenche corretamente as lacunas do texto é

  • A estratificada / valores / direito civil.
  • B identificada / idades / direito do idoso.
  • C organizada / desejos / texto da categoria.
  • D homogênea / necessidades / Estatuto do Idoso.


Tendo a figura anterior como referência sobre a dinâmica da população brasileira, assinale a opção correta.

  • A O território brasileiro apresenta zonas de concentração intensa de população ao longo dos principais rios da bacia Amazônica.
  • B A interiorização da ocupação do território se revela na região Nordeste, que apresenta índices elevados de concentração demográfica no interior e a diminuição da população no litoral.
  • C A figura apresenta a concentração de população nas diferentes regiões brasileiras, que se mantém inalterada desde a segunda metade do século XX.
  • D As faixas de fronteira apresentam uma concentração demográfica em expansão, principalmente ao sul e norte do país.
  • E A região concentrada corresponde à área de maior concentração de população no Brasil e também de maior infraestrutura, sendo formada pelo Sudeste e Sul do país.