Questões de Oftalmologia (Medicina)

Limpar Busca

O retinoblastoma é um tumor maligno que tem origem na membrana neuroectodérmica da retina embrionária, compreende de 2% a 4% dos tumores malignos pediátricos, é o tumor maligno ocular mais frequente na infância. Sobre o retinoblastoma é CORRETO afirmar que:

  • A Os sinais e os sintomas de retinoblastoma em estágio mais avançado dependem muito dos locais acometidos, havendo chances de manifestação como massa de órbita e o globo ocular deslocado para fora, no caso de comprometimento de órbita.
  • B Na forma hereditária, o tumor é unilateral que afeta apenas um olho.
  • C Este tipo de câncer é classificado como esporádico, é um tumor que pode ser unilateral ou bilateral, que afeta os dois olhos.
  • D O retinoblastoma é um tumor maligno que tem origem na membrana neuroectodérmica da retina embrionária, compreende de 15% a 20% dos tumores malignos pediátricos, é o tumor maligno ocular mais raro na infância.
  • E Esse tumor afeta crianças acima de 3 a 4 anos, sendo a média de idade do diagnóstico de 6 anos. Em crianças menores de 2 anos é raro.

Assinale a alternativa que caracteriza a enxaqueca retiniana.

  • A Episódios frequentes de cefaleia, tipicamente bilateral, sentida como pressão ou aperto, de intensidade ligeira a moderada, durando de minutos a dias. A dor não piora com atividade física de rotina, não se associa a náuseas, mas pode haver fotofobia.
  • B Dor abdominal crônica, dor abdominal funcional, dispepsia funcional, síndrome do intestino irritável, síndrome da dor abdominal funcional.
  • C Episódios pouco frequentes de cefaleia, tipicamente bilateral, com caráter de pressão ou aperto, de intensidade média a moderada, durando de minutos a dias.
  • D Episódios repetidos de perturbação visual monocular, incluindo cintilações, escotomas ou amaurose, associados a cefaleia tipo enxaqueca.
  • E Crises de hemicrância paroxística que ocorrem durante mais de um ano sem remissão, ou com períodos de remissão que duram menos de um mês.
Portadores de doenças oftalmológicas dirigem com menos segurança e tem alto risco de provocar acidentes. O condutor profissional deve ter uma acuidade visual mínima que propicie condições de detectar e reagir a obstáculos, pedestres, outros veículos e sinalizações. Analise as afirmativas abaixo sobre algumas condições oftalmológicas causadoras de diminuição da acuidade visual e dê valores Verdadeiro (V) ou Falso (F):
( ) Para Cegueira Profissional Absoluta ou Cegueira Legal, no enquadramento da perda visual, são considerados os valores de acuidade visual abaixo de 40/400 (Snellen).
( ) O pterígio caracteriza-se pelo crescimento de um tecido fibrovascular neoformado encobrindo a esclera, podendo, em raras ocasiões, comprometer o campo visual pela delaminação da córnea. Sua prevalência é mais elevada nas regiões equatoriais.
( ) A degeneração macular relacionada à idade constitui a principal causa de cegueira legal no mundo ocidental acima dos 50 anos de idade. Ocorre em aproximadamente 18% dos indivíduos acima dos 65 anos e se caracteriza pela presença de drusas no exame de fundo de olho. Caracteriza-se por diminuição da acuidade visual, com piora no período noturno.
( ) O descolamento da retina, definido como separação da retina sensorial do epitélio pigmentar da retina, pode acarretar cegueira se ocorrer na mácula. O principal descolamento é o regmatogênico, causado por ruptura retiniana geralmente espontânea. Cerca de 40% dos descolamentos de retina ocorre em olhos míopes.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta de cima para baixo.
  • A F, F, V, V
  • B F, V, V, V
  • C V, V, F, F
  • D V, V, V, F

A síndrome de Claude Bernard-Horner é consequente a um bloqueio da inervação simpática do olho e da face em qualquer ponto do seu trajeto. Cursa, clinicamente, com uma ptose palpebral discreta à moderada da pálpebra superior, devida a uma paresia do músculo tarsal superior ou de Müller. A pupila apresenta uma:

  • A Midríase variável.
  • B Midríase média fixa.
  • C Discoríase bilateral.
  • D Anisocoria variável, que depende da localização.
  • E Miose variável.

Relacione a Coluna 1 à Coluna 2, associando as doenças ou condições com os respectivos quadros clínicos e seus aspectos epidemiológicos.
Coluna 1 1. Descolamento da retina. 2. Oclusão da artéria central da retina. 3. Neurite óptica.
Coluna 2 ( ) Perda súbita da visão unilateral, normalmente sem sinal de percepção de luz, associada a fatores de risco para doença aterosclerótica. ( ) Perda de visão unilateral progressiva, variável, ao longo de dias, desconforto retro-ocular com movimento dos olhos, associada com esclerose múltipla. ( ) Aparecimento súbito de flashes de luz, moscas volantes ou escotomas, seguido de turvamento visual unilateral, com piora progressiva, associada com degeneração do vítreo ou retinopatia diabética.
A ordem correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

  • A 1 – 2 – 3.
  • B 2 – 1 – 3.
  • C 2 – 3 – 1.
  • D 3 – 1 – 2.
  • E 3 – 2 – 1.