Questões de Odontologia e Doenças Ocupacionais (Odontologia)

Limpar Busca

Estes sintomas estão presentes em doenças do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo relacionadas com o trabalho, como

  • A síndrome cérvico-braquial (codificada na CID 10 como M53.1).
  • B lumbago com ciática (codificada na CID 10 como M54.4).
  • C síndrome do manguito rotador (codificada na CID 10 como M75.1).
  • D sinovite crepitante crônica da mão e do punho (codificada na CID 10 como M70.0).
  • E tendinite bicipital (codificada na CID 10 como M75.2).

Após um período de licença para tratamento desta enfermidade, a cirurgiã-dentista deve adotar algumas condutas na rotina do seu trabalho odontológico, tais como:
I. evitar o uso de visão direta, efetuando o posicionamento da cabeça do paciente, com movimentos para frente, para trás, flexão lateral ou rotação, de forma a ter uma visão perpendicular do campo de trabalho. II . evitar a visão direcionada perpendicularmente ao campo de trabalho, pois a consequência deste direcionamento é a mudança automática de movimentação corporal, resultando em postura inclinada e assimétrica. III . sentar em postura ereta relaxada, simétrica, com os braços junto ao corpo e minimizar os movimentos laterais e para a frente dos braços, sendo que rotações laterais do tronco devem ser evitadas. IV. alternar a postura sentada sem apoiar no encosto com a postura sentada apoiada no encosto, o que ativa o efeito da bomba hidráulica muscular pela contração dos músculos, quando o sangue contendo produtos residuais e catabólitos é removido, seguida de relaxamento dos músculos, que permite o suprimento de oxigênio para o sangue.
Está correto o que se afirma APENAS em

  • A I e IV.
  • B II e IV.
  • C II e III.
  • D I e III.
  • E III e IV.

Além da queixa principal, a história médica, familiar e social da paciente auxiliam o cirurgião-dentista em suas decisões preliminares sobre a informação diagnóstica, que devem levar em conta

  • A a confiabilidade gerada pela exatidão das sensações descritas pela paciente, destacando que a recordação de problemas recentes é mais precisa quando comparada com a lembrança de problemas bucais que ocorreram há muitos anos.
  • B a coerência sugerida pela sinceridade da paciente ao descrever sensações de dor e queimação, bem como o modo firme como detalha as informações ao responder a diferentes questões.
  • C a fidedignidade da fonte da informação, podendo-se considerar que o sintoma objetivo observado pelo profissional é mais confiável que o sinal subjetivo descrito pela paciente.
  • D a coerência existente entre os dados propiciados pela história médica e social da paciente e que se relacionam à ausência de alterações visíveis, mostrando como a dor na língua e a ausência de casos na família constituem achados contraditórios.
  • E o significado clínico do advento da menopausa que, no contexto da condição não dentária da cavidade bucal, é irrelevante para o cirurgião-dentista.

Profissionais da odontologia possuem risco elevado para contrair infecção pelo vírus da hepatite B. Essa doença é transmitida pelo sangue ou outros fluidos corporais, incluindo a saliva.


Como medida primária para a prevenção da contaminação pelo vírus da hepatite B, a equipe odontológica deve:

  • A tomar a primeira dose da vacina contra hepatite B e realizar o teste pós-vacinação. Caso o indivíduo não desenvolva anticorpos contra a doença, as duas outras doses são então recomendadas;
  • B utilizar corretamente as barreiras de proteção e equipamento de proteção individual durante as consultas, incluindo máscaras com tripla proteção e óculos de proteção contra respingos;
  • C tomar as três doses da vacina contra a hepatite B e realizar o teste pós-vacinação, recomendado de 1 a 6 meses após a terceira injeção, para garantir que tenham se desenvolvido os anticorpos necessários à imunidade;
  • D utilizar corretamente as barreiras de proteção e equipamento de proteção individual durante as consultas e certificar-se de que o paciente possui todas as doses da vacina contra hepatite B;
  • E utilizar corretamente as barreiras de proteção e equipamento de proteção individual durante as consultas e realizar periodicamente os testes sanguíneos para verificar o estado sorológico em relação ao vírus HBV.

Na Odontologia, o profissional e equipe são expostos diariamente a uma grande variedade de microrganismos. Assinale a afirmativa que apresenta procedimentos odontológicos críticos e semicríticos, respectivamente.

  • A Procedimento restaurador, raspagem supragengival.
  • B Exodontia de dente impactado, exodontia de dente decíduo.
  • C Raspagem subgengival, instalação de aparelho ortodôntico.
  • D Cirurgia periodontal, exodontia.