Questões de NAT (Network Address Translation) (Redes de Computadores)

Limpar Busca

Para que o computador do Aluno A tenha acesso à internet é necessário que o seu IP local seja convertido para um IP público. Qual o protocolo abaixo tem essa função?

  • A NAT
  • B IP
  • C TCP
  • D UDP
  • E HTTP

O iptables é um utilitário de rede que permite a criação e administração de regras de Firewall e NATs. O comando abaixo foi executado em um sistema operacional Linux Ubuntu 18.04.
iptables -A INPUT -p icmp -s 10.56.23.46/24 -j ACCEPT
A execução desse comando libera o ping

  • A do IP 10.56.23.46, incluindo uma nova regra.
  • B do IP 10.56.23.46 usando a porta 53.
  • C para o IP 10.56.23.46, substituindo uma regra anterior.
  • D para o IP de destino 10.56.23.46.

Uma empresa contratou um serviço de conexão à Internet baseado no Network Address Translation (NAT), que

  • A para estabelecer uma conexão TCP com um processo remoto, associa-se a uma porta TCP não utilizada na máquina origem, para informar para onde devem ser enviados os pacotes que chegarem pertencentes a essa conexão.
  • B pode ser utilizado apenas quando os pacotes IP se utilizam do protocolo UDP, o mesmo não ocorrendo para o protocolo TCP.
  • C quando um computador da rede interna da empresa envia um pacote, o NAT converte o endereço IP desse computador para o endereço IP verdadeiro da empresa. Contudo, as respostas a esse pacote serão perdidas, pois não há como se determinar que computador da rede interna da empresa encaminhou o pacote.
  • D se trata da utilização do IPv4 fornecido por uma empresa de serviços de Internet que ainda possui um estoque antigo de endereços IP para serem vendidos aos seus clientes.
  • E se trata da utilização do IPv6, resolvendo o problema do esgotamento de endereços IP que vem ocorrendo com o IPV4.

A escassez atual de endereços IP é um motivo de preocupação para os Administradores de Redes. Uma das formas de contornar essa situação, atualmente, é por meio do uso do Network Address Translation (NAT). Ao implantar o NAT, o Administrador de Rede e Telecomunicações

  • A não precisa configurar a interface externa do NAT com a faixa de endereços públicos, fornecidos pelo provedor de Internet, pois eles são obtidos sempre de forma automática.
  • B deverá se lembrar que ele se baseia em um único intervalo de endereços IP declarados como privativos, que as redes empresariais ou residenciais podem utilizar internamente, que é: 192.168.0.0 − 192.168.255.255/16.
  • C deverá configurar o NAT com no máximo dois endereços IP, fornecidos pelos provedores de Internet.
  • D poderá excluir faixas de endereços a serem atribuídos aos clientes de uma rede interna, como as de alguns equipamentos presentes nessa rede e que devam ter um número IP fixo, como impressoras e switchs.
  • E deve saber que o NAT converte todos os endereços dos clientes de uma rede interna para o mesmo endereço externo, não possibilitando o seu uso para consultas na Internet, pois não existe um meio de as respostas serem entregues a quem fez a solicitação. Assim, o uso do NAT deve ser apenas para o envio de pacotes.

Uma rede de computadores de uma empresa acessa a Internet por meio de um único roteador via NAT (Network Address Translation). O roteador tem uma única conexão com a Internet, a qual possui um endereço IP público. Diversos computadores e dispositivos dentro da rede da empresa possuem endereços IP privados. Nesse cenário, assinale a alternativa que apresenta um endereço IP possível da interface de conexão do roteador com a Internet.

  • A 10.43.206.187
  • B 169.254.206.187
  • C 172.16.206.187
  • D 192.168.206.187
  • E 201.43.206.187