Questões de Meio Ambiente, Sustentabilidade e Aquecimento Global (Atualidades)

Limpar Busca

Observe a imagem a seguir.


Foto: Fernando Tabagiba. Publicado no UOL Notícias em 25 out. 2017.

O incêndio mostrado na foto destruiu 65 mil hectares de terra de um parque natural localizado na região nordeste do estado de Goiás, em outubro de 2017. Que parque é esse?

  • A Parque Estadual da Serra de Caldas.
  • B Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.
  • C Parque Estadual da Serra dos Pireneus.
  • D Parque Nacional das Emas.

O Brasil tem uma extensão territorial de 851.196.500 hectares, ou seja, 8.511.965 km2 . As terras indígenas somam 717 áreas, ocupando uma extensão total de 117.403.045 hectares (1.174.030 km2). Assim, 13.8% das terras do país são reservados aos povos indígenas. (Dados do Instituto Socioambiental – ISA). Com base nessa afirmação, assinale a alternativa correta.


I. A Política Nacional de Gestão Territorial e Ambiental de Terras Indígenas - PNGATI, tem como objetivo garantir e promover a proteção, a recuperação, a conservação e o uso sustentável dos recursos naturais das terras e territórios indígenas.

II. A Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 e o Decreto 5051/04, que ratifica a Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho no Brasil, garantem, aos povos indígenas, a posse exclusiva de seus territórios e o respeito às suas organizações sociais, costumes, línguas, crenças e tradições.

III. Os povos indígenas estão presentes nas cinco regiões do Brasil, sendo que a região Norte é aquela que concentra o maior número de indivíduos, 305.873 mil, sendo aproximadamente 37,4% do total.

IV. Os povos indígenas estão presentes somente na região Norte do Brasil e é a região que concentra o total de indivíduos, 305.873 mil.

  • A I, II, III e IV.
  • B I e III.
  • C I, II e III.
  • D II e III.
  • E I, II e IV.

A Política Nacional sobre Mudança do Clima (PNMC, Lei nº 12.187/2009) aponta as diretrizes de enfrentamento da mudança climática que o Brasil deve executar para a redução de emissão de gases do efeito estufa, reduzindo a vulnerabilidade dos sistemas naturais e humanos frente aos efeitos atuais e esperados da mudança do clima. Sobre este tema:

  • A Os estudos relacionados a mudanças climáticas e os efeitos na saúde das populações comprovam que não há relação direta entre a ação humana na natureza e a propagação de doenças.
  • B A interferência humana no clima vai alterar a terra, os mares e a atmosfera por milhares de anos.
  • C Os cientistas têm denominado como antropoceno a ação humana que altera o clima do planeta.
  • D O foco dessa política é o combate do desmatamento no bioma Amazônia.
  • E Considera-se mudança climática as ações que possam ser diretas ou indiretamente atribuídas à atividade humana que altere a composição da atmosfera mundial, gerando impactos nos ecossistemas naturais.

“Atualmente, uma das principais fontes de contaminação ambiental por mercúrio são os garimpos de ouro. O mercúrio é um metal pesado que se deposita no organismo humano e seus compostos têm como alvos primários de toxicidade os sistemas nervoso central, urinário e cardiovascular” (Relatório de Avaliação da exposição ambiental ao mercúrio proveniente de atividade garimpeira de ouro na Terra Indígena Yanomami, Roraima, Amazônia, Brasil, 2016).


Com base nessa afirmação, assinale a alternativa correta.

  • A O Brasil está em diálogo para adesão a Convenção de Minamata (2017) que tem por objetivo proteger a saúde humana e o meio ambiente das emissões e liberações antropogênicas de mercúrio estabelecendo um conjunto de medidas para atingir esse objetivo.
  • B A manipulação do mercúrio e o risco de contaminação é restrito as áreas de garimpo, o que garante o controle do impacto ambiental.
  • C As concentrações mais altas de mercúrio geralmente são encontradas em peixes e em outros predadores aquáticos. Portanto o consumo de peixes constitui uma das principais fontes de exposição humana ao mercúrio, sobretudo em populações indígenas, ribeirinhas e outros grupos que tem como base da alimentação o pescado.
  • D O solo amazônico é naturalmente rico em mercúrio, portanto, toda população está exposta a contaminação por mercúrio.
  • E Os garimpos de ouro na Amazônia e o relevante impacto socioeconômico nas economias locais deve pressionar o Estado a aderir a Convenção de Minamata (2017).

“Desde 2008, o Brasil ocupa o lugar de maior consumidor de agrotóxicos do mundo. Os impactos na saúde pública são amplos, atingem vastos territórios e envolvem diferentes grupos populacionais, como trabalhadores em diversos ramos de atividades, moradores do entorno de fábricas e fazendas, além de todos nós, que consumimos alimentos contaminados. Tais impactos estão associados ao nosso atual modelo de desenvolvimento, voltado prioritariamente para a produção de bens primários para exportação.” (Dossiê ABRASCO: um alerta sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde, 2015).


Com base nessa afirmação, assinale a alternativa incorreta.

  • A A PL 6.299/2002, prevê a criação da Comissão Técnica Nacional de Fitossanitários (CNTFito), que em suas atribuições avaliará quais agrotóxicos seriam liberados, desde que não haja um “risco inaceitável” na sua utilização.
  • B Os serviços e os profissionais da saúde estão devidamente capacitados para diagnosticar os efeitos relacionados com a exposição aos agrotóxicos, tais como neuropatias, imunotoxicidade, alterações endócrinas, neoplasias, entre outros danos à saúde.
  • C Um terço dos alimentos consumidos, cotidianamente, pelos brasileiros está contaminado pelos agrotóxicos, segundo análise de amostras coletadas em todas os 26 estados do Brasil, realizada pelo Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA) da Anvisa (2011).
  • D Mato Grosso é o maior produtor brasileiro de soja, milho, algodão e gado bovino, e no ano de 2010 cultivou 9,6 milhões de hectares entre soja, milho, algodão e cana e pulverizou nessas lavouras cerca de 110 milhões de litros de agrotóxicos (IBGE, 2011).
  • E Outra situação que deve merecer a atenção da saúde pública são as plantas transgênicas direta ou indiretamente destinadas à alimentação humana, uma vez que utilizam o uso de agrotóxicos em sua produção.