Questões de Linguística e outras ciências – Neurolinguística, Psicolinguística, Sociolinguística (Linguística)

Limpar Busca

“... pode-se considerar a licença poética como uma manobra linguística válida para diversos gêneros textuais, que permite aos autores expressarem o que desejam do modo que considerem mais adequado.”, neste fragmento destaca-se o fundamento de:

  • A sociolinguística.
  • B gramática normativa.
  • C gramática estrutural.
  • D linguística histórico-comparativa.
  • E gramática universal.
A literatura sociolinguística costuma descrever a variação linguística segundo os seguintes fatores: região, tempo na história, situação social, profissão, grupo social, idade, sexo, grau de escolaridade, situação comunicativa, situações de in/formalidade, etc. Qual das seguintes alternativas relacionadas a esses fatores NÃO corresponde aos pressupostos apregoados pela Sociolinguística?
  • A A variação regional ou diatópica (do grego dia = através de; topos = lugar), também chamada de variação geográfica, tem a ver com as diferenças linguísticas observáveis entre falantes oriundos de regiões distintas de um mesmo país ou oriundos de diferentes países.
  • B A variação social (também conhecida como variação diastrática) está relacionada a fatores concernentes à organização socioeconômica e cultural da comunidade. Entram em jogo fatores como a classe social, o sexo, a idade, o grau de escolaridade, a profissão do indivíduo.
  • C A variação histórica acontece ao longo de determinado período e pode ser identificada ao serem comparados dois estados de uma língua. O processo de mudança é gradual.
  • D A variação estilística é aquela considerada a correta pela escola, trata-se de prescrição de regras a serem seguidas sob pena de se incorrer em erro. Nessa variação, considera-se somente a “norma culta”, que remete aos usos da classe social de prestígio, daquela parcela da população que é plenamente escolarizada e que está em contato com a cultura escrita historicamente legitimada.
  • E A variação contextual ou de registro se manifesta nas diferentes situações comunicativas no nosso dia a dia. Em contextos socioculturais que exigem maior formalidade, usamos uma linguagem mais cuidada e elaborada – o registro formal; em situações familiares e informais, usamos uma linguagem coloquial – o registro informal.