Questões de Implantodontia (Odontologia)

Limpar Busca
O risco de pacientes desenvolverem osteonecrose dos maxilares em decorrência do uso de medicamentos à base de bisfosfonatos, indicados no tratamento de câncer e osteoporose, é relativo quando submetidos a procedimentos cirúrgicos, inclusive para implantes. Assim, assinale a alternativa que apresenta as condições que podem elevar o risco dessa ocorrência.
  • A O uso do bisfosfonatos via intravenosa.
  • B O uso de bisfosfonatos via oral.
  • C O uso associado da clorexidina durante o processo de reparo da ferida cirúrgica.
  • D O uso de antibióticos durante o processo de reparo da ferida cirúrgica.
Sempre que possível, sob o ponto de vista biomecânico, nas reabilitações de espaços edentados posteriores mediante uma prótese parcial fixa com componentes múltiplos, mas com inserção única, quando forem indicados 3 ou 4 implantes, por exemplo, idealmente seria interessante dispô-los
  • A de forma linear ao longo do arco e com distintas inclinações em relação ao longo eixo, a fim de resistir às cargas laterais e excêntricas, seguindo o conceito “All on 4”.
  • B em maior número na região posterior, transferindo o cantilever para a região anterior, diminuindo a possibilidade de falhas por sobrecarga nos implantes.
  • C de forma linear ao longo do arco, utilizando os implantes mais longos possíveis, a fim de diminuir o braço de alavanca no sentido anteroposterior.
  • D de forma escalonada ao longo do arco, a fim de que sejam mais resistentes às forças de torque decorrentes de cargas laterais e oclusais descentralizadas.
Paciente masculino, 67 anos, apresenta histórico de perda óssea e uso de prótese total convencional por mais de 40 anos. Atualmente, possui uma prótese tipo protocolo inferior em condição satisfatória, mas se queixa de dificuldades de alimentação por conta da falta de retenção da prótese total convencional superior. Ao exame clínico, verifica-se que ele demonstra atrofia maxilar severa e, entre as alternativas para ganho de rebordo no sentido horizontal, estariam os procedimentos de Regeneração Óssea Guiada (ROG). Entretanto o paciente relata não estar disposto a passar por longo período de espera, do primeiro momento cirúrgico até a instalação de uma prótese tipo protocolo superior. Mesmo que, por meio do exame de imagem tomográfico, detecte-se pouca espessura para a instalação convencional de implantes, qual é uma alternativa técnica passível de ser executada dentro das perspectivas do paciente?
  • A Utilização de osso autógeno, associado à inserção de implantes de pequeno diâmetro no mesmo momento cirúrgico.
  • B Utilização de matriz mineral bovina em grande quantidade, associada a fatores de crescimento que diminuem em 90% o período de cicatrização óssea.
  • C Approach palatino, em que implantes de diâmetro reduzido são inseridos na vertente palatina da crista óssea remanescente e permanecem travados no osso basal, mesmo com possível exposição de espiras palatinas.
  • D Associação de enxerto em seio maxilar bilateral, permitindo a instalação de implantes posteriores, deslocando assim o braço de alavanca protético para a região anterior da maxila atrófica.
As complicações decorrentes do diabete mellitus mal controlado podem, por exemplo, levar a alterações como a xerostomia, retardo na cicatrização de feridas e maior propensão para doenças periodontais. Dessa forma, em pacientes a serem submetidos a procedimentos cirúrgicos para instalação de implantes, é de extrema importância o monitoramento do nível glicêmico e a avaliação prévia ao procedimento. Considerando o exposto, assinale a alternativa que apresenta a relação direta do nível de glicose sanguínea em jejum com o risco de infeção.
  • A > 230 mg/100mL eleva o risco de infeção em 80%.
  • B Entre 207 e 229 mg/100mL eleva o risco de infeção em 80%.
  • C Entre 70 e 206 mg/100mL eleva o risco de infeção em 80%.
  • D < 70 mg/100mL eleva o risco de infeção em 80%.
A estabilidade primária dos implantes depende de vários fatores, entre os quais estão as características da cortical óssea e a macrogeometria (macromorfologia) do implante. Qual é a macrogeometria do implante que apresenta maior potencial técnico de assegurar tecnicamente a estabilidade primária, independentemente das características do leito ósseo receptor?
  • A Implantes de paredes paralelas, por exercerem compressão no tecido ósseo de maneira constante ao longo do seu comprimento.
  • B Implantes de paredes cônicas, com duplo passo de roscas e corte apical, por promoverem maior condensação óssea durante a inserção em comparação aos implantes de paredes paralelas.
  • C Implantes de paredes paralelas e com corte apical, pois possibilitam a mudança de direção no momento da inserção e promovem maior compressão óssea em sua porção cervical.
  • D Implantes de paredes cônicas, com duplo passo de roscas, por possibilitarem melhor corte durante a inserção.