Questões de Implantação e Situação (Arquitetura)

Limpar Busca

As curvas de nível são muito utilizadas em topografia para demonstrar os níveis dos terrenos. As alternativas a seguir apresentam propriedades das curvas de nível, COM EXCEÇÃO DE:

  • A Todos os pontos localizados sobre uma curva de nível têm a mesma altitude.
  • B Dependendo da situação do terreno, uma curva de nível pode se bifurcar.
  • C Terrenos planos possuem curvas de nível mais espaçadas entre si do que terrenos acidentados.
  • D Uma curva de nível tem seu início e fim coincidindo, ou seja, fecha-se em si mesma.
Os volumes de terra medidos pela topografia são diferentes dos que precisam ser carregados no caso de aterros ou cortes no terreno. Por isso, é preciso calcular a quantidade de caminhões e caçambas em serviços de terraplenagem fazendo o cálculo de empolamento e contração do solo. É possível saber o quanto de terra solta será necessário transportar para fazer um aterro que será compactado, seguindo o(s) seguinte(s) passo(s):
  • A cálculo do empolamento apenas.
  • B cálculo do empolamento seguido do cálculo de contração do solo.
  • C cálculo de contração do solo apenas.
  • D cálculo de contração do solo seguido do cálculo do empolamento.
  • E cálculo apenas do volume do corte.
A Topografia ocupa-se, tradicionalmente, da representação plana de regiões da superfície terrestre. Sobre a topografia, analise as assertivas e assinale a alternativa que aponta a(s) correta(s).
I. A planimetria é uma das divisões principais da topografia. Ela representa as grandezas sobre um plano horizontal, ou seja, deve ser feita através de uma vista de cima e será representada na planta. II. A altimetria é representada através de vista lateral, perfil, corte ou elevação, ou seja, planos verticais. III. O azimute de uma linha é o ângulo que essa linha faz com a direção norte-sul, medido a partir do norte ou do sul, para direita ou para esquerda, variando de 0º a 90º.
  • A I, II e III.
  • B Apenas I e III.
  • C Apenas II e III.
  • D Apenas I.
  • E Apenas I e II.

Planejar é prever as ações e os recursos que serão necessários para realizar uma atividade em um determinado período de tempo. Sobre o planejamento de obras é correto afirmar que:

  • A em um cronograma de obras não há necessidade de estabelecer uma hierarquia de atividades a serem executadas.
  • B o levantamento topográfico, estudos geotécnicos e demolições são alguns exemplos de serviços preliminares que podem compor um cronograma.
  • C o movimento de terra somente deve ser realizado em terrenos com aclive, visando o máximo rendimento e economia.
  • D a instalação provisória de luz somente deve ser realizada após a locação da obra.
  • E o canteiro de obras deve estar posicionado aos fundos do terreno, visando não interferir no fluxo de operários e máquinas.

A Topografia é a base para diversos projetos de arquitetura, onde o conhecimento das formas e dimensões do terreno se torna necessária. Sobre o levantamento topográfico planialtimétrico afirma-se que:

  • A as condições exigíveis para a execução de um levantamento topográfico devem compatibilizar medidas angulares, medidas lineares e medidas de desníveis, assegurando que não haja quaisquer propagações de erros.
  • B é o levantamento dos limites e confrontações de uma propriedade, pela determinação do seu perímetro, incluindo, quando houver, o alinhamento da via ou logradouro com o qual faça frente, sem a necessidade de orientação e amarração a pontos materializados no terreno de uma rede de referência cadastral.
  • C o levantamento altimétrico dos pontos de detalhe deve ser realizado apenas por nivelamento trigonométrico, a partir dos vértices das poligonais, cujas altitudes ou cotas devem ser determinadas a partir das referências de nível do apoio topográfico.
  • D a representação topográfica do relevo, dependendo da finalidade do levantamento e do relevo, pode ser por curvas de nível complementadas com pontos cotados, por curvas de nível ou somente por pontos cotados.
  • E é o levantamento que objetiva, exclusivamente, a determinação das alturas relativas a uma superfície de referência, dos pontos de apoio e/ou dos pontos de detalhes, pressupondo-se o conhecimento de suas posições planimétricas, visando à representação altimétrica da superfície levantada.