Questões de Efluentes Atmosféricos (Engenharia Ambiental e Sanitária)

Limpar Busca

O Pronar (Programa Nacional de Controle da Qualidade do Ar) foi criado como um dos instrumentos básicos da gestão ambiental para a proteção da saúde e o bemestar das populações. Considerando a necessidade de uma avaliação permanente das ações e controles estabelecidos no Pronar, é estratégica a adoção de padrões de qualidade do ar como ação complementar e referencial.


São tipos de qualidade do ar:

  • A Primários e secundários.
  • B Mínimos e máximos.
  • C Classe I e classe II.
  • D Urbano e rural.

A indústria de fertilizantes fosfatados possui relevância no Brasil, tendo em vista o uso intensivo de fertilizantes como insumo na produção agrícola do país. Na produção de fertilizantes compostos, os chamados NPK (nitrogênio, fósforo e potássio), são empregados os ácidos sulfúrico, nítrico e fosfórico, além da amônia. Entre os principais impactos ambientais resultantes da produção de fertilizantes, estão as emissões atmosféricas e a produção de resíduos sólidos, principalmente o fosfogesso. Em relação aos poluentes atmosféricos, são emitidos gases de efeito estufa, como o gás carbônico e o óxido nitroso, e diversos compostos resultantes da transformação das matérias-primas em produtos. Entre eles, destacam-se os óxidos de enxofre e a névoa ácida, responsáveis pela chuva ácida e irritação dos pulmões. Equipamentos de controle ambiental são empregados para tratar os gases, respeitando os limites de emissão previstos na legislação ambiental.


Dos equipamentos de controle ambiental listados a seguir, o mais indicado para tratar a névoa ácida é o

  • A ciclone.
  • B precipitador eletrostático.
  • C filtro de mangas.
  • D lavador de gás.

São equipamentos usados na remoção de partículas que minimizam os impactos da poluição do ar, exceto:

  • A Coletores inerciais.
  • B Precipitadores eletrostáticos.
  • C Torres de pratos.
  • D Filtros de manga.

Deseja-se tratar o efluente gasoso de uma indústria por meio de um lavador de gases. Análises químicas desse efluente indicaram a presença de monóxido de carbono (CO), sulfeto de hidrogênio (H2S), metano (CH4 ) e sulfeto de carbonila (COS).

Para entender o comportamento de absorção desses gases em água, um engenheiro fez um levantamento de suas propriedades, que estão apresentadas na tabela a seguir.



Considerando que no efluente cada poluente tenha a mesma pressão parcial e sabendo que na lei de Henry a pressão parcial de uma espécie no gás é proporcional à sua fração molar na fase líquida, em equilíbrio, a espécie que é mais solúvel em água é

  • A CO.
  • B H2S.
  • C CH4.
  • D COS.

Existem diversas formas de descrever a estrutura da atmosfera e a classificação feita de acordo com o perfil de variação de temperatura com a altitude é a mais adequada do ponto de vista ambiental. Neste contexto, duas camadas podem ser destacadas, uma por ser responsável pela ocorrência das condições climáticas da Terra e a outra por ser a camada que tem a capacidade de bloquear as radiações solares (principalmente a radiação ultravioleta). Essas camadas são, respectivamente:

  • A troposfera e estratosfera.
  • B troposfera e mesosfera.
  • C mesosfera e termosfera.
  • D estratosfera e mesosfera.
  • E troposfera e termosfera.