Questões de Disfunção Temporomandibular (DTM) (Odontologia)

Limpar Busca

Um dos principais fatores etiológicos de patologia do Aparelho Estomatognático é constituído pelas alterações da oclusão dentária e distúrbios oclusais, cujas sequelas patológicas consistem em alterações no periodonto de sustentação, abrasão oclusal acentuada, bruxismo e alterações do mecanismo neuromuscular e das articulações temporomandibulares (ATMs). Assinale a alternativa que corresponde a uma característica dos pacientes em disfunção ou parafunção (não fisiológico) oclusal.

  • A Direção da força aplicada é horizontal/lateral.
  • B Duração dos contatos dentários em 24 h é de 4 a 10 minutos.
  • C Magnitude da força aplicada é de 9 a 18 kg/pol2.
  • D Influência ou proteção proprioceptiva arco adaptável.

O tratamento restaurador atraumático (ART, do original em inglês Atraumatic Restorative Treatment) tem sido proposto como tratamento eficaz para a abordagem de pessoas com deficiência, como alternativa preventiva e terapêutica. Por suas características técnicas, o ART possibilita a quebra de algumas das barreiras inerentes à abordagem clínica desses pacientes, como a infiltração anestésica e a vibração e o som dos instrumentos rotatórios. Tais aspectos podem desencadear reações desproporcionais de incômodo no paciente, que terminam com a falta de colaboração e a oposição ao tratamento. Com base nessas informações, assinale a alternativa que apresenta o material dentário utilizado para a prática do ART.

  • A amálgama de prata
  • B cimento de ionômero de vidro
  • C hidróxido de cálcio
  • D resina fotopolimerizável
  • E cimento de óxido de zinco

Ao atender um paciente em dentição mista, o cirurgião‐dentista restaurou os dentes 36, 75 e 84 por ART. Com base nesse caso hipotético, assinale a alternativa que apresenta os nomes dos dentes que ele restaurou, respectivamente.

  • A primeiro molar inferior esquerdo, segundo molar decíduo inferior esquerdo e primeiro molar decíduo inferior direito
  • B primeiro pré‐molar inferior esquerdo, segundo molar decíduo direito e primeiro pré‐molar inferior direito
  • C primeiro molar inferior direito, segundo molar decíduo inferior direito e primeiro molar decíduo inferior esquerdo
  • D primeiro molar superior esquerdo, segundo pré‐molar superior esquerdo e primeiro pré‐molar superior direito
  • E segundo molar inferior esquerdo, primeiro molar inferior esquerdo e primeiro molar inferior esquerdo

O tratamento restaurador atraumático (TRA) é uma abordagem de intervenção mínima tanto para prevenir a cárie quanto para deter sua progressão. Ele consiste no selamento de fóssulas e fissuras propícias à cárie e na restauração de lesões cavitadas em dentina. Em relação ao TRA, é INCORRETO afirmar:

  • A O TRA envolve a aplicação de um ionômero de vidro de alta viscosidade que é prensado para dentro das fóssulas e fissuras ou cavidades sob pressão digital.
  • B O TRA foi inicialmente desenvolvido em resposta à necessidade de encontrar um método para preservar os dentes cariados em indivíduos de todas as idades tanto em países em desenvolvimento quanto em comunidades com desvantagens.
  • C As restaurações TRA podem ser aplicadas dentro e fora do ambiente de consultório porque não necessitam de eletricidade e água corrente.
  • D Uma restauração TRA envolve a remoção do tecido dentário cariado decomposto e mole com instrumentos rotatórios, seguida por restauração da cavidade com um material dentário adesivo.
Paciente de 20 anos, sexo masculino, refere estar passando por período de estresse emocional devido às provas na universidade. Nega fazer uso de medicamentos. Sua queixa principal é “mandíbula pesada e limitação de abertura bucal ao acordar, além de sensação de dentes moles”. Relata estar dormindo pouco e com qualidade ruim. À palpação dos músculos, apresenta dor no músculo masseter e relata que essa dor se espalha e se direciona para região das têmporas. Além disso, refere cefaleias frequentes (dor em repouso). À palpação do músculo trapézio, observam-se regiões endurecidas e hipersensíveis (dolorosas) que desencadeam dores reflexas nas regiões de têmporas e ângulo da mandíbula. No exame intrabucal, apresenta relação de molares em Classe I de Angle, sem giroversões, porém apresenta desgastes dentários. Com base nesse caso e nas disfunções temporomandibulares (DTM), assinale a alternativa que apresenta o diagnóstico correto
  • A Co-Contração protetora, que é uma resposta do sistema nervoso central às injúrias ou às ameaças de injúrias. Também denominada, no passado, como sendo uma Contratura Muscular.
  • B Dor miofascial, que é uma condição de dor miogênica regional caracterizada por áreas locais firmes hipersensitivas de tecidos musculares conhecidos como pontos de gatilho.
  • C Mioespasmo (Mialgia de contração tônica), que é uma contração muscular tônica involuntária, induzida pelo sistema nervoso central.
  • D Sensibilidade dorolorosa muscular local (Mialgia não inflamatória), desordem de dor miogênica, não inflamatória e primária. Frequentemente é a primeira reposta dos tecidos musculares à continuidade da co-contração protetora.