Questões de Cinemática Vetorial (Física)

Limpar Busca

Uma bola de massa m = 0,5 kg está presa por um fio de comprimento L = 0,5 m.
A bola se
movimenta em uma trajetória circular no plano horizontal, conforme a figura a seguir.
A tensão máxima
que o fio pode suportar é de 324 N.
O valo
r máximo possível da velocidade angular da bola é de

  • A 9 rad/s.
  • B 18 rad/s.
  • C 27 rad/s.
  • D 36 rad/s.

Uma partícula de massa m move-se em um trilho circular vertical de raio R sem atrito, por dentro do círculo, como mostra a figura:
Na extremidade inferior a velocidade da partícula é vo. Para que m percorra todo o trilho sem perder contato com ele, vo tem que ser no mínimo igual a:

  • A (gR)1/2
  • B (2gR)1/2
  • C (3gR)1/2
  • D (4gR)1/2
  • E (5gR)1/2

A Figura abaixo mostra um guindaste, que consiste em um trilho horizontal indeformável, que está a uma altura H, constante, do solo, por onde se desloca um carro T. Um cabo de aço inextensível sustenta a carga P. O operador do guindaste comanda tanto a velocidade horizontal do carro T quanto a velocidade de descida/subida da carga P. 


                          


Sabendo-se que a velocidade VP da carga P em relação ao trilho e a velocidade absoluta do carro VT são constantes e respectivamente iguais a 0,4 m/s e 0,3 m/s, o módulo da velocidade absoluta, em m/s, da carga P, é igual a

  • A 0,1
  • B 0,5
  • C 0,7
  • D 1,6
  • E 2,5

Em um espectrômetro de massa, um composto orgânico de massa M, positivamente ionizado com carga Q, penetra numa região de vácuo com campo magnético uniforme de módulo B = 1,0 T, direção perpendicular ao plano da figura e sentido saindo da página. Sabendo que a velocidade com que o composto entra na região de campo tem módulo v0 = 2,0 × 104 m/s e que o raio da sua trajetória circular é R = 0,20 m, calcule a razão M/Q deste composto orgânico.

  • A 1,0 × 10-5 kg/C
  • B 2,0 × 10-5 kg/C
  • C 3,0 × 10-5 kg/C
  • D 4,0 × 10-5 kg/C
  • E 5,0 × 10-5 kg/C
Um pêndulo simples preso no teto descreve um movimento oscilatório em um plano vertical. A figura ilustra o instante em que ele atinge seu deslocamento angular máximo A direção e o sentido da aceleração do pêndulo nesse instante são ilustrados em:
  • A
  • B
  • C
  • D