Questões de Auditoria Interna e Externa: Órgãos de Controle (Auditoria Governamental)

Limpar Busca

Acerca dos aspectos gerais do exercício de auditoria interna e de auditoria no âmbito do Setor Público, julgue o item.

A auditoria interna deve fiscalizar a administração da entidade com o objetivo de impedir a realização de fraudes.

  • Certo
  • Errado

A atividade de auditoria interna deve ser independente; e os auditores internos, objetivos ao executar seus trabalhos. Independência é a imunidade quanto às condições que ameaçam a capacidade da atividade de auditoria interna de conduzir as responsabilidades de auditoria interna de maneira imparcial.

Nesse sentido, pode ser considerada situação de prejuízo à independência ou à objetividade do trabalho do auditor interno a prestação de serviço de

  • A consultoria em operações pelas quais ele tenha sido responsável anteriormente.
  • B avaliação de operações que anteriormente contaram com sua consultoria objetiva.
  • C avaliação de operações pelas quais o chefe de auditoria é ou foi responsável.
  • D consultoria sob demanda do conselho de administração.
  • E avaliação de operações que ele mesmo avaliou no ano anterior.

De acordo com a Instrução Normativa nº 9, de 09 de Outubro de 2018 do Ministério da Transparência de Controladoria-Geral da União sobre o Plano Anual de Auditoria Interna (PAINT), é CORRETO afirmar:

  • A A proposta de PAINT das Unidades de Auditoria Interna (Audin) deve ser encaminhada ao Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), às Secretarias de Controle Interno (Ciset) ou às unidades setoriais do Sistema de Controle Interno (SCI), conforme o caso, até o primeiro dia útil do mês de outubro do exercício anterior ao de sua execução.
  • B O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), as Secretarias de Controle Interno (Ciset) e as unidades setoriais do Sistema de Controle Interno (SCI) devem comunicar os seus PAINT às Unidades de Auditoria Interna (Audin) no prazo de 60 dias úteis após a aprovação do plano, de forma a estabelecer um ambiente de cooperação e harmonia, excetuando-se os casos que possam comprometer sua efetividade.
  • C O PAINT aprovado das Secretarias de Controle Interno (Ciset), juntamente com os PAINT das respectivas unidades setoriais do Sistema de Controle Interno (SCI), devem ser encaminhados ao Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) até o último dia útil do mês de março do ano da execução para exercício da supervisão técnica.
  • D O PAINT aprovado das Unidades de Auditoria Interna (Audin) singulares e das unidades setoriais do Sistema de Controle Interno (SCI) deve ser encaminhado ao Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), às Secretarias de Controle Interno (Ciset) ou às unidades setoriais do SCI, conforme o caso, até o último dia útil do mês de janeiro do ano da execução para exercício da supervisão técnica.

Segundo a Instrução Normativa nº 9, de 09 de Outubro de 2018 do Ministério da Transparência de Controladoria-Geral da União, o Plano Anual de Auditoria Interna (PAINT) deverá conter os seguintes itens mínimos, EXCETO:

  • A Exposição, sempre que possível, das premissas, restrições e riscos associados à execução do Plano de Auditoria Interna.
  • B Previsão da atividade de monitoramento das recomendações emitidas em trabalhos anteriores e ainda não implementadas pela Unidade Auditada.
  • C Relação das atividades a serem realizadas para fins de gestão e melhoria da qualidade da atividade de auditoria interna governamental.
  • D Previsão de, no mínimo, 60 horas de capacitação para cada auditor interno governamental.

De acordo com a Instrução Normativa nº 3, de 09 de Junho de 2017 do Ministério da Transparência de Controladoria-Geral da União, a estrutura de controles internos dos órgãos e entidades da Administração Pública Federal deve contemplar as três linhas de defesa da gestão ou camadas, a qual deve comunicar, de maneira clara, as responsabilidades de todos os envolvidos, provendo uma atuação coordenada e eficiente, sem sobreposições ou lacunas. Considere as seguintes afirmações sobre essas linhas de defesa: I. A primeira linha de defesa é responsável por identificar, avaliar, controlar e mitigar os riscos, guiando o desenvolvimento e a implementação de políticas e procedimentos internos destinados a garantir que as atividades sejam realizadas de acordo com as metas e objetivos da organização. II. A segunda linha de defesa contempla os controles primários, que devem ser instituídos e mantidos pelos gestores responsáveis pela implementação das políticas públicas durante a execução de atividades e tarefas, no âmbito de seus macroprocessos finalísticos e de apoio. III. A terceira linha de defesa é representada pela atividade de auditoria interna governamental, que presta serviços de avaliação e de consultoria com base nos pressupostos de autonomia técnica e de objetividade. IV. As instâncias de primeira linha de defesa estão situadas ao nível da gestão e objetivam assegurar que as atividades realizadas pela primeira linha sejam desenvolvidas e executadas de forma apropriada. De acordo com a referida instrução normativa, estão CORRETAS as afirmações:

  • A I e III, apenas.
  • B I, II e III, apenas
  • C I e II, apenas.
  • D III e IV, apenas.