Questões de Anestesiologia em Odontologia (Odontologia)

Limpar Busca

O uso de anestésicos tópicos durante a prática odontológica é rotineiro para alguns procedimentos; porém, independentemente do uso ou não por parte dos cirurgiões dentistas, é fundamental saber suas indicações e contraindicações, bem como os demais aspectos de utilização. No Brasil, um dos anestésicos tópicos mais utilizados e disponibilizados é o que possui na fórmula principal a lidocaína, em suas mais diversas fórmulas.
Com relação aos anestésicos tópicos, assinale a alternativa incorreta.

  • A A quantidade utilizada deve ser considerada para o cálculo da Dose Máxima Total.
  • B A incidência de alergia é excepcionalmente baixa.
  • C A frequência considerável de overdose deve ser ponderada antes do uso.
  • D Ao serem utilizados em versão spray, é válido usar um dosador por motivos de segurança.

Entre as alterações que podem ocorrer durante um tratamento odontológico destaca-se a toxidade anestésica, que é causada principalmente por um alto nível plasmático de anestésico, seja por injeção intravascular acidental ou repetidas infiltrações. O anestésico local gera uma reação bifásica no sistema nervoso central: excitação seguida por depressão. Reconhecer e diagnosticar rapidamente esse quadro é fundamental para a boa condução e prevenção do agravamento de potenciais pioras.
São sinais subjetivos iniciais desse quadro, exceto:

  • A Diplopia.
  • B Tinitus.
  • C Confusão mental.
  • D Tremores.

Antes de se efetuar a administração anestésica, é essencial o conhecimento da dose máxima com base no peso, por exemplo, especialmente em crianças. Para uma criança eutrófica, com 25 kg, dez anos, optou-se pela analgesia pela lidocaína a 2% com epinefrina 1:100.000, tendo em vista que a dose máxima seria de 4,4 mg/kg.

Nesse contexto, qual deve ser o número máximo de tubetes de lidocaína a 2% com epinefrina 1:100.000 utilizado?

  • A Dois tubetes.
  • B Três tubetes.
  • C Quatro tubetes.
  • D Seis tubetes.

Umas das intercorrências que podem acontecer, embora seja rara após procedimento anestésico, é a parestesia. Sabe-se que alguns anestésicos locais possuem maior potencial para gerar tal intercorrência.


Assinale a alternativa que apresenta o anestésico que possui maior potencial para gerar parestesia.

  • A Lidocaina.
  • B Prilocaina.
  • C Mepivacaína.
  • D Bupivacaina.

Para a realização de um procedimento anestésico em um paciente pediátrico, deve-se levar em consideração a dose máxima do anestésico local e o peso do paciente. A quantidade máxima de tubetes de Articaína a 4% permitidos para um paciente de aproximadamente 25 kg, segundo Malamed, 2005 é a seguinte:

  • A 1 tubete.
  • B 1,5 tubetes.
  • C 2 tubetes.
  • D 3 tubetes.
  • E 3,5 tubetes.