Questões de Administração da Produção (Engenharia de Produção)

Limpar Busca

O objetivo do arranjo físico de uma unidade produtiva é possibilitar um melhor desempenho dos profissionais, máquinas e equipamentos, envolvidos no processo de produção. Quando um layout é definido como por posição fixa, temos como principais características:

  • A As pessoas, os materiais e os equipamentos ficam estacionados e o produto é movimentado ao redor deles.
  • B As pessoas que executam as mesmas atividades ficam agrupadas em um mesmo lugar e os materiais se movimentam entre elas.
  • C O produto fica fixo e as pessoas, equipamentos e materiais movimentam-se ao redor dele.
  • D Os equipamentos ficam fixos e o produto e as pessoas se deslocam ao redor deles.
  • E O produto e os equipamentos ficam fixos e os operadores se movimentar ao seu redor.

São benefícios do Marketing Industrial:

  • A Visa somente os benefícios ligados a questão da aproximação de outras empresas já que a função principal é o relacionamento com clientes industriais.
  • B O fortalecimento da Marca não pode ser considerado um benefício no Marketing (B2B), essa função é exclusiva do Marketing para cliente (B2C), os benefícios, são a obtenção de lucros por meio da transação direta com os clientes industriais.
  • C Não se utiliza de ferramentas sofisticadas, sendo então um benefício, pois são diminuídas as verbas destinadas pela empresa, para o trabalho do marketing.
  • D Permite, caso seja bem administrado, o aumento dos lucros das empresas.
  • E No Marketing Industrial não se faz necessário as empresas buscar no mercado empresas para parcerias. O processo se dá de forma natural dependendo apenas, das necessidades do mercado. Isso facilita e se torna um benefício, para as empresas pois diminui os seus gastos com verbas destinadas ao marketing.

O tempo requerido à execução dos elementos de uma operação varia ligeiramente de ciclo para ciclo. Sobre o estudo de tempos podemos afirmar que:
I. As variações no tempo podem resultar de diferenças das peças e ferramentas usadas pelo operador; II. Com matérias-primas altamente padronizadas, ferramentas e equipamentos em boas condições, o operador qualificado, bem treinado e condições ideais de trabalho, a variação nas leituras para um elemento não seria grande; III. O estudo de tempos é um processo de amostragem, quanto maior o número de ciclos cronometrados, quanto mais representativos serão os resultados para atividade em estudo; IV. Quanto maior variabilidade das leituras de um elemento, maior terá de ser o número de observações para que se obtenha a precisão desejada.
Quais das proposições são verdadeiras:

  • A I, II, III
  • B I, II, III, IV.
  • C I, II e IV.
  • D I, III e IV.
  • E II, III e IV.

O estudo geral do processo produtivo resultará na redução da distância percorrida pelo operador, na redução do emprego de materiais e ferramentas, originando procedimentos ordenados sistemáticos. O que deve ser analisado para um adequado estudo de tempos?

  • A Materiais; Manuseio de materiais; Ferramentas, disposição e gabaritos; Máquinas; operador e condições de trabalho.
  • B Materiais; Manuseio de materiais; Ferramentas, Mobiliários.
  • C Mobiliários; Transportes; Métodos.
  • D Materiais; Manuseio de materiais; Ferramentas; Transporte.
  • E Mobiliários; Transportes carregado e Transporte vazio;

Segundo Kotler, as etapas para desenvolvimento dos produtos seguem a seguinte sequência:

  • A Geração de ideias, desenvolvimento de conceito, plano de desenvolvimento, desenvolvimento de teste, lançamento;
  • B Geração de ideias, triagem de ideias, desenvolvimento e teste, estratégia de marketing, análise comercial, desenvolvimento do produto, testes de mercado, comercialização;
  • C Identificação e seleção de oportunidades, geração de conceito, avaliação de conceito/ projeto, desenvolvimento técnico, lançamento;
  • D Geração de ideias, seleção de ideias, conceito do produto, análise de performance de mercado; desenho do mix de marketing, teste de mercado, comercialização;
  • E Identificação e seleção de oportunidades, seleção de ideias, conceito do produto, avaliação de conceito/ projeto, desenvolvimento técnico, testes de mercado, comercialização;