Resolver o Simulado VUNESP - Nível Médio

0 / 60

Química

1

Analise a fórmula que representa a estrutura do gás conhecido como gás mostarda, substância capaz de causar sérias lesões na pele.



Esse gás, cuja fórmula molecular é __________ , foi empregado como arma ___________ durante a ___________ Guerra Mundial.


As lacunas do texto são preenchidas, respectivamente, por:

  • A C4 H4 Cℓ2 S – química – Primeira.
  • B C4 H8 Cℓ2 S – química – Segunda.
  • C C4 H8 Cℓ2 S – química – Primeira.
  • D C4 H4 Cℓ2 S – biológica – Segunda.
  • E C4 H8 Cℓ2 S – biológica – Primeira.
2

Folha de ouro mais fina do mundo

Sunjie Ye, pesquisadora da Universidade de Leeds, no Reino Unido, chegou muito perto do ouro monoatômico: ela criou uma folha de ouro com espessura equivalente ao diâmetro de apenas dois átomos desse elemento.

A quase monocamada de ouro mede 0,47 nanômetro de espessura, a mais fina camada de ouro já fabricada sem um suporte; falta apenas o equivalente ao diâmetro de um átomo para chegar à camada de ouro mais fina possível — que provavelmente se chamará oureno, quando sintetizada.

(www.inovacaotecnologica.com.br. Adaptado.)


Considerando que a densidade do ouro seja 19 g/cm3 , que 1 nm = 10–9 m e que uma possível folha retangular de ouro tenha 2 átomos de espessura e demais dimensões iguais a 5 cm de largura e 10 cm de comprimento, a massa de ouro nessa folha será da ordem de

  • A 10–5 g.
  • B 10–2 g.
  • C 10–1 g.
  • D 10–3 g.
  • E 10–4 g.
3

Analise as reações.


Reação 1 – Obtenção de água sanitária

Cℓ2 (g) + 2NaOH (aq) → NaCO (aq) + NaC (aq) + H2O ()


Reação 2 – Reação de carga de uma bateria chumbo/ácido

2PbSO4 (s) + 2H2O () → Pb (s) + PbO2 (s) + 2H2SO4 (aq)


Reação 3 – Combustão de magnésio metálico

Mg (s) + 1/2 O2 (g) → MgO (s)


Reação 4 – Obtenção de cal

CaCO3 (s) → CaO (s) + CO2 (g)


São exemplos de oxirredução, que apresentam um reagente atuando simultaneamente como oxidante e redutor, as reações

  • A 1 e 3.
  • B 2 e 3.
  • C 1 e 4.
  • D 2 e 4.
  • E 1 e 2.
4

Por que o biogás é uma opção de energia renovável?

O biogás é um biocombustível gasoso produzido a partir da decomposição da matéria orgânica por bactérias fermentadoras, em um processo chamado biodegradação anaeróbia, isto é, o processo ocorre na ausência de oxigênio. Nesse processo, produz-se um gás rico em metano (de 40% a 80% de sua composição, sendo o resto dióxido de carbono e pequenas quantidades de hidrogênio, nitrogênio, amônia, ácido sulfídrico, entre outros). Para gerar energia elétrica usando biogás, utiliza-se a conversão da energia química do gás em energia mecânica, por meio de um processo controlado de combustão, que ativa um gerador. O biogás também pode ser purificado para a geração de biometano, que é equivalente ao gás natural veicular.



A tabela a seguir compara as composições químicas médias dos principais componentes do biogás e do biometano.


Gás Principais componentes (% em volume)

Biogás 60% metano; 40% dióxido de carbono

Biometano 95% metano; 5% dióxido de carbono

Quando se comparam volumes iguais de biogás e de biometano sob pressão de 2,0 atm, é possível calcular a diferença:


Pressão parcial de metano no biometano – Pressão parcial de metano no biogás


O valor dessa diferença é

  • A 0,20 atm.
  • B 0,35 atm.
  • C 1,05 atm.
  • D 0,70 atm.
  • E 1,5 atm.
5

Por que o biogás é uma opção de energia renovável?

O biogás é um biocombustível gasoso produzido a partir da decomposição da matéria orgânica por bactérias fermentadoras, em um processo chamado biodegradação anaeróbia, isto é, o processo ocorre na ausência de oxigênio. Nesse processo, produz-se um gás rico em metano (de 40% a 80% de sua composição, sendo o resto dióxido de carbono e pequenas quantidades de hidrogênio, nitrogênio, amônia, ácido sulfídrico, entre outros). Para gerar energia elétrica usando biogás, utiliza-se a conversão da energia química do gás em energia mecânica, por meio de um processo controlado de combustão, que ativa um gerador. O biogás também pode ser purificado para a geração de biometano, que é equivalente ao gás natural veicular.



A tabela a seguir compara as composições químicas médias dos principais componentes do biogás e do biometano.


Gás Principais componentes (% em volume)

Biogás 60% metano; 40% dióxido de carbono

Biometano 95% metano; 5% dióxido de carbono

Para a obtenção de biometano a partir do biogás, este deve passar por purificação, de modo a aumentar o teor de metano pela diminuição do teor de dióxido de carbono. Um procedimento que pode ser empregado com essa finalidade é fazer o biogás

  • A borbulhar em uma solução aquosa concentrada de ácido clorídrico.
  • B borbulhar em uma solução aquosa saturada de hidróxido de cálcio.
  • C atravessar tubulações preenchidas com o secante sílica-gel.
  • D atravessar filtros de areia, como os empregados nas estações de tratamento de água.
  • E atravessar filtros de papel, como os empregados nos filtros de ar em automóveis.
6

Uma amostra de água mineral natural a 25 °C foi testada com três indicadores ácido-base. Os resultados desse teste estão indicados na última coluna da tabela.



Analisando as informações da tabela e sabendo que o produto iônico da água a 25 °C, Kw, é igual a 1 × 10−14, a concentração de íons OH (aq) nessa água mineral, em mol/L, está entre

  • A 1 × 10–9 e 1 × 10–8 .
  • B 1 × 10–10 e 1 × 10–9 .
  • C 1 × 10–5 e 1 × 10–4 .
  • D 1 × 10–6 e 1 × 10–5 .
  • E 1 × 10–12 e 1 × 10–10.
7

Analise o diagrama, que representa as fases da água conforme as condições de pressão e temperatura.



Um dos métodos de conservação de alimentos, conhecido como liofilização, consiste em congelar toda a água neles presente e fazê-la sublimar, ou seja, passar diretamente para o estado gasoso, sem passar pelo estado líquido. São condições de temperatura e pressão em que há possibilidade de ocorrer a sublimação da água:

  • A temperatura superior a 374 °C e pressão superior a 22 100 kPa.
  • B temperatura igual a 300 °C e pressão superior a 0,61 kPa.
  • C temperatura inferior a 0,0025 °C e pressão superior a 101,3 kPa.
  • D temperatura igual a 0,01 °C e pressão igual a 0,61 kPa.
  • E temperatura inferior a 0,0025 °C e pressão inferior a 0,61 kPa.
8

Um professor de química fez uma demonstração em que produziu hidrogênio gasoso (H2 ) pela reação, a quente, de ácido clorídrico (HCℓ) com 6,75 g de alumínio sólido (Aℓ) sob forma de folhas amassadas.



A equação que representa essa reação é:


Aℓ (s) + 3HCl (aq) → AℓCℓ3 (aq) + 3/2H2 (g)


Considere que o hidrogênio seja um gás ideal, que a massa molar do alumínio seja 27 g/mol e que 1 L = 10–3 m3 . Adote para a constante universal do gases o valor R = 8 J/(mol · K). Supondo que todo o gás hidrogênio produzido nessa reação seja armazenado a uma temperatura constante de 27 ºC em um recipiente rígido de volume 10 L, a quantidade de hidrogênio produzida nessas condições ficaria submetida a uma pressão de

  • A 6 × 104 N/m2 .
  • B 8 × 104 N/m2 .
  • C 5 × 104 N/m2 .
  • D 9 × 104 N/m2 .
  • E 4 × 104 N/m2 .
9

Analise as equações termoquímicas.

A partir dessas equações, pode-se prever que o ∆H da reação de decomposição do calcário que produz cal viva (cal virgem) e dióxido de carbono seja igual a

  • A +573 kJ/mol.
  • B +1601 kJ/mol.
  • C –2235 kJ/mol.
  • D –1028 kJ/mol.
  • E +179 kJ/mol.
10

O álcool isopropílico (CH3 CH(OH)CH3 ), entre outras aplicações, é empregado na limpeza de circuitos eletrônicos. Em um experimento, um estudante utilizou um frasco conta- -gotas com álcool isopropílico a 20 ºC e verificou que eram necessárias 65 gotas desse álcool para perfazer o volume de 2 mL. Sabendo que a densidade do álcool isopropílico nessa temperatura é aproximadamente 0,8 g/mL, a quantidade desse álcool, em mol de moléculas, presente em cada gota é próxima de

  • A 1 × 10–2 mol.
  • B 4 × 10–3 mol.
  • C 3 × 10–5 mol.
  • D 3 × 10–6 mol.
  • E 4 × 10–4 mol.

Física

11

Um veículo (I) está parado em uma rodovia retilínea quando, no instante t = 0, outro veículo (II) passa por ele com velocidade escalar de 30 m/s. Depois de determinado intervalo de tempo, os dois veículos passam a trafegar com velocidades escalares iguais, conforme demonstra o gráfico.



Desprezando as dimensões dos veículos, a distância que os separava no instante em que suas velocidades escalares se igualaram é de

  • A 600 m.
  • B 650 m.
  • C 550 m.
  • D 500 m.
  • E 700 m.
12

Para alcançar o teto de uma garagem, uma pessoa sobe em uma escada AB e fica parada na posição indicada na figura 1. A escada é mantida em repouso, presa por cordas horizontais, e apoiada no chão. Na figura 2 estão indicadas algumas distâncias e desenhadas algumas forças que atuam sobre a escada nessa situação: seu peso PE = 300 N, a força aplicada pelo homem sobre a escada FH = 560 N e a tração aplicada pelas cordas, . A força de contato com o solo, aplicada no ponto B, não está indicada nessa figura.



Considerando um eixo passando pelo ponto B, perpendicular ao plano que contém a figura 2, para o cálculo dos momentos aplicados pelas forças sobre a escada, a intensidade da força de tração é

  • A 375 N.
  • B 280 N.
  • C 430 N.
  • D 525 N.
  • E 640 N.
13

A figura representa um feixe formado por dois raios de luz monocromática, um azul e um vermelho, que se propagam juntos pelo ar em uma direção definida pela reta r e incidem, no ponto P, sobre uma lâmina de faces paralelas constituída de vidro homogêneo e transparente.



Após atravessarem a lâmina, os dois raios de luz emergem separados e voltam a se propagar pelo ar. Sendo nA e nV os índices de refração absolutos do vidro para as cores azul e vermelha, respectivamente, e sabendo que nA > nV, a figura que melhor representa a propagação desses raios pelo ar após emergirem da lâmina de vidro é:

  • A
  • B
  • C
  • D
  • E
14

Em uma pista de patinação no gelo, um rapaz e uma garota estão inicialmente em repouso, quando ele começa a empurrá-la, fazendo com que ela percorra cinco metros em linha reta. O gráfico indica a intensidade da resultante das forças aplicadas sobre a garota, em função da distância percorrida por ela.



Sabendo que a massa da garota é 60 kg, sua velocidade escalar, após ela ter percorrido 3,5 m, será

  • A 0,4 m/s.
  • B 0,6 m/s.
  • C 0,8 m/s.
  • D 1,2 m/s.
  • E 1,0 m/s.
15

Uma família saiu de casa no mês de julho de 2020 e esqueceu de desligar da tomada alguns dos aparelhos elétricos de sua residência, deixando-os em stand-by (modo de espera). As figuras mostram as indicações no medidor da energia elétrica na residência nos dias 01.07.2020 e 30.07.2020, período de 30 dias em que essa família esteve ausente.



A potência total de todos os aparelhos que permaneceram em modo de espera durante a ausência da família é de

  • A 20 W.
  • B 50 W.
  • C 2,0 W.
  • D 0,5 W.
  • E 5,0 W.
16

Quando a velocidade de um avião aumenta, o deslocamento das moléculas da atmosfera provoca um aumento da chamada pressão dinâmica (Pd ) sobre o avião. Se a altitude de voo é mantida constante, a pressão dinâmica, dada em Pa, pode ser calculada por Pd = k · v2 , sendo v o módulo da velocidade do avião em relação ao ar, em m/s, e k uma constante positiva, que depende da altitude.


O gráfico que representa a relação correta entre Pd e v é:

  • A
  • B
  • C
  • D
  • E
17

A figura mostra a visão aérea de um parque onde existem ruas que podem ser utilizadas para corridas e caminhadas. Nesse parque há uma pista ABCA em que uma pessoa corre dando voltas sucessivas.

Considerando que as medidas dos segmentos AB, BC e AC são, respectivamente, 60 m, 80 m e 100 m, e que o tempo cronometrado para dar uma volta no trecho BCDB foi de 40 s, a velocidade escalar média desenvolvida por essa pessoa nessa volta foi de

  • A 4,1 m/s.
  • B 6,0 m/s.
  • C 5,2 m/s.
  • D 4,8 m/s.
  • E 3,6 m/s.
18

Para simular o sistema respiratório humano, um aparato com duas bexigas representando os pulmões, uma membrana elástica representando o músculo diafragma e um tubo flexível em forma de “Y”, representando a traqueia e os brônquios, foi montado dentro de um recipiente plástico que representava a caixa torácica. Na figura 1, as bexigas estão vazias. Deslocando-se a membrana elástica para baixo, as bexigas se enchem, conforme a figura 2.

Em uma analogia entre esse aparato e o sistema respiratório humano, o deslocamento da membrana elástica para baixo corresponde

  • A à contração do diafragma, que aumenta o volume da caixa torácica, fazendo com que a pressão interna dos pulmões fique maior do que a pressão ambiente.
  • B à contração do diafragma, que diminui o volume da caixa torácica, fazendo com que a pressão interna dos pulmões fique menor do que a pressão ambiente.
  • C à contração do diafragma, que aumenta o volume da caixa torácica, fazendo com que a pressão interna dos pulmões fique menor do que a pressão ambiente.
  • D ao relaxamento do diafragma, que aumenta o volume da caixa torácica, fazendo com que a pressão interna dos pulmões fique maior do que a pressão ambiente.
  • E ao relaxamento do diafragma, que aumenta o volume da caixa torácica, fazendo com que a pressão interna dos pulmões fique menor do que a pressão ambiente.
19

Três esferas, x, y e z, feitas com materiais diferentes e de massas iguais estavam, inicialmente, à mesma temperatura ambiente (θamb) e foram mergulhadas, simultaneamente, em água pura em ebulição, até entrarem em equilíbrio térmico com a água. Em seguida, foram retiradas da água e deixadas sobre uma superfície isolante, até voltarem à mesma temperatura ambiente. Os calores específicos dos materiais das esferas são cx , cy e cz , de modo que cx < c y < cz . Com os resultados desse experimento, foram construídos o gráfico 1, relativo ao aquecimento das esferas até a temperatura de ebulição da água, e o gráfico 2, relativo ao resfriamento das esferas, até retornarem à temperatura ambiente.

Considerando que as trocas de calor tenham ocorrido a uma taxa constante, a representação dos gráficos 1 e 2 é:

  • A
  • B
  • C
  • D
  • E
20

Para analisar a queda dos corpos, um estudante abandona, simultaneamente, duas esferas maciças, uma de madeira e outra de aço, de uma mesma altura em relação ao solo horizontal. Se a massa da esfera de aço fosse maior do que a massa da esfera de madeira e não houvesse resistência do ar, nesse experimento

  • A a esfera de madeira chegaria ao solo com menor velocidade do que a de aço.
  • B as duas esferas chegariam ao solo com a mesma energia mecânica.
  • C a esfera de madeira cairia com aceleração escalar menor do que a de aço.
  • D a esfera de aço chegaria ao solo com mais energia cinética do que a de madeira.
  • E a esfera de aço chegaria primeiro ao solo.

Biologia

21

(Adriano Figueiró. Biogeografia, 2015.)


A distribuição do gênero Tapirus no tempo e no espaço indica que

  • A classes naturalmente modificadas exemplificam a pluralidade ecológica do determinismo geográfico.
  • B famílias deslocadas terão suas existências comprometidas com os limites meridionais dos continentes.
  • C espécies de um mesmo gênero podem surgir conforme as mudanças ambientais na escala do tempo geológico.
  • D espécies em distribuição contínua registram fácil adaptação devido à ausência de barreiras geográficas.
  • E famílias derivadas de um mesmo gênero demonstram a adaptação dos seres vivos às características locais.
22

Efeitos de erupções vulcânicas na atmosfera


(César Soares e Josélia Pegorim.

www.climatempo.com.br, 11.04.2020. Adaptado.)


São consequências do fenômeno apresentado no esquema:

  • A a concentração de enxofre na forma de piroclastos na estratosfera e o aumento prolongado da temperatura nas superfícies.
  • B a interrupção na reação química do oxigênio com os gases nobres e o desequilíbrio biogeográfico em ecossistemas costeiros.
  • C a ionização de átomos de nitrogênio na termosfera e a perda do equilíbrio isostático na crosta continental.
  • D a maior absorção da radiação ultravioleta por superfícies e a contaminação em microescala de correntes de ar convectivas.
  • E a formação de compostos de enxofre prejudiciais aos seres vivos e a diminuição da temperatura local pela reflexão da luz solar.
23

Pesquisadores caracterizaram uma nova família de toxinas antibacterianas presente em bactérias como a Salmonella enterica. Nesta espécie, a proteína tóxica é usada para matar outras bactérias da microbiota intestinal e facilitar a colonização do intestino de hospedeiros infectados. A proteína tóxica ataca precursores de formação da parede celular bacteriana. Desta forma, a bactéria-alvo que é intoxicada continua crescendo, porém, sua parede celular fica bastante enfraquecida.

(André Julião. https://agencia.fapesp.br, 14.09.2020. Adaptado.)


Uma maneira de neutralizar a ação da Salmonella enterica e de uma bactéria-alvo intoxicada por ela seria mantê-las, respectivamente, em soluções

  • A hipotônica e hipertônica.
  • B hipertônica e hipotônica.
  • C isotônica e hipotônica.
  • D hipertônica e isotônica.
  • E hipotônica e isotônica.
24

Pesquisadores desenvolveram um sensor para monitorar o amadurecimento de frutos. Trata-se de um selo com nanopartículas de um composto à base de sílica, que pode ser colado na embalagem ou na superfície do fruto. À medida que amadurecem, alguns frutos liberam uma substância que reage com o sensor e o faz mudar de cor. Um aplicativo para celular, que lê um código de barras e a cor do selo, permite conhecer o estágio de maturação do fruto e as informações sobre sua origem.

(https://revistapesquisa.fapesp.br, abril de 2020. Adaptado.)


O sensor terá sua cor alterada ao reagir com

  • A o etileno.
  • B a giberelina.
  • C a citocinina.
  • D a auxina.
  • E o ácido abscísico.
25

A quitosana é um biopolímero obtido da quitina e tem diversas atividades biológicas importantes, como antioxidante, anti-inflamatória, anticoagulante, antitumoral e antimicrobiana.

(Mariana Pezzo. https://sinteses.blogfolha.uol.com.br, 21.03.2020. Adaptado.)


Este biopolímero pode ser obtido a partir de macerados

  • A da casca de eucaliptos.
  • B de algas marrons.
  • C do esqueleto de tubarões.
  • D de chifres de bovinos.
  • E da carapaça de caranguejos.
26

Algumas doenças parasitárias humanas são frutos da nossa coevolução com endoparasitas e artrópodes hematófagos. Por meio da picada na pele, esses invertebrados se alimentam de sangue e possibilitam a continuidade do ciclo de vida dos endoparasitas. A picada causa inchaço, vermelhidão e irritação na pele, processos inflamatórios decorrentes da lesão e da injeção de substâncias provenientes das glândulas salivares do artrópode. A grande maioria dessas doenças é transmitida durante a picada. No entanto, a irritação da pele, posterior à picada, é uma reação fisiológica fundamental para a transmissão da

  • A febre amarela.
  • B filariose.
  • C febre maculosa.
  • D doença de Chagas.
  • E malária.
27

Mediante aprovação pelo Comitê de Ética na Experimentação Animal, um laboratório realizou um experimento no qual um animal foi colocado em contato com água pura (c = 1 cal/g ·ºC), contida no interior de um recipiente fechado e isolado termicamente. As massas do animal e da água eram equivalentes e iguais a 500 g. As temperaturas iniciais do animal e da água eram 38 ºC e 20 ºC, respectivamente. Ao final do experimento, o animal foi recuperado sem sofrimento ou risco à vida e com a mesma taxa metabólica do início do experimento. Constatou-se que a água atingiu o equilíbrio térmico a 38 ºC.


O animal utilizado no experimento e a quantidade de calorias transferida para a água foram

  • A um peixe e 18000 calorias.
  • B uma galinha e 9000 calorias.
  • C uma galinha e 18000 calorias.
  • D um sapo e 18000 calorias.
  • E um sapo e 9000 calorias.
28

Analise os desenhos.



Neste trabalho de Leonardo da Vinci, transparece a sua dedicação alicerçada no racionalismo, no experimentalismo científico e no antropocentrismo, características do movimento _________ , que, mais de três séculos depois, também influenciaram os ideais evolucionistas de Charles Darwin. A análise desta brilhante investigação científica evidencia a relação evolutiva entre órgãos ________ e de origem embrionária.


As lacunas do texto são preenchidas, respectivamente, por:

  • A iluminista – análogos – diferente.
  • B iluminista – homólogos – mesma.
  • C renascentista – homólogos – mesma.
  • D renascentista – análogos – mesma.
  • E iluminista – homólogos – diferente.
29

Uma cabra que nasceu sem uma das patas da frente e com a outra deformada foi criada em um campo gramado. Rapidamente, ela desenvolveu um estilo próprio de se locomover. Ela se apoiava nas patas traseiras para erguer o corpo e pulava. Um especialista em anatomia investigou o esqueleto da cabra e descobriu que seus ossos haviam começado a se adaptar. Os ossos do quadril e das patas eram mais grossos do que o esperado e estavam anormalmente angulados para permitir uma postura mais ereta, e os ossos do tornozelo estavam esticados. Em outras palavras, a estrutura óssea da cabra começou a se parecer muito com a dos animais que saltam, como o canguru.

(Zaria Gorvett. www.bbc.com, 15.08.2020. Adaptado.)


As modificações adaptativas do esqueleto da cabra, relatadas pelo especialista, estão relacionadas

  • A à seleção de genes compatíveis com características adaptativas.
  • B a alterações genéticas direcionadas pelo meio.
  • C à hipertrofia desencadeada por exigências comportamentais.
  • D à seleção natural de características adaptativas.
  • E à variabilidade genética gerada por acúmulo de mutações.
30

Uma comunidade de equatorianos com nanismo apresenta a rara Síndrome de Laron, também observada em populações judias do Mediterrâneo. Pessoas com essa síndrome carregam uma mutação no gene que determina a produção de uma proteína que compõe o receptor do hormônio de crescimento (GH). O hormônio circula no sangue da pessoa, mas o organismo não reage a ele, o que impede o desenvolvimento pleno de seus corpos.

(Hugo Aguilaniu. https://cienciafundamental.blogfolha.uol.com.br, 02.04.2020. Adaptado.)

A mutação responsável pela Síndrome de Laron compromete

  • A o equilíbrio do pH do meio intracelular, provocando a desnaturação das proteínas do receptor do hormônio.
  • B a formação de vesículas de secreção no complexo golgiense, que contêm as proteínas do receptor do hormônio.
  • C a polimerização adequada dos aminoácidos das proteínas do receptor do hormônio, realizada pelos ribossomos.
  • D a transcrição do RNA mensageiro, responsável pela informação da produção das proteínas do receptor do hormônio.
  • E a conformação estrutural das proteínas do receptor do hormônio, presente na membrana plasmática da célula.

História

31

A indicação de qualquer natureza, seja concreta ou simbólica, conservada ou registrada que tem a finalidade de representar, reconstituir ou provar um fenômeno físico ou intelectual se refere à definição de

  • A ciência.
  • B conhecimento.
  • C educação.
  • D documento.
  • E linguagem.
32

Adotou-se a convenção de dividir o movimento em fases distintas, abrangendo o “bandeirismo defensivo”, o apresamento, o movimento colonizador, as atividades mercenárias e a busca de metais e pedras preciosas. Contudo, apesar dos pretextos e resultados variados que marcaram a trajetória das expedições, a penetração dos sertões sempre girou em torno do mesmo motivo básico. (John M. Monteiro, Negros da terra: índios e bandeirantes nas origens de São Paulo) Para Monteiro, esse “motivo básico” das expedições dos bandeirantes foi

  • A o combate persistente aos invasores dos espaços coloniais, caso dos espanhóis ao Sul e dos franceses ao Norte.
  • B o imperativo crônico da mão de obra indígena para os empreendimentos agrícolas dos paulistas.
  • C o acordo tácito, renovado em períodos irregulares, com as ordens religiosas para controlar os povos indígenas.
  • D a atuação de guarda-mor das terras coloniais, evitando a formação de potentados locais e destruindo os já formados.
  • E a busca pela ampliação constante do território colonial, sempre em acordo com as autoridades portuguesas.
33

Bem nas primeiras linhas da sua História geral das guerras angolas (1681), Cadornega, o pai da historiografia angolista, menciona o “resgate de peças que servem de utilidade ao comércio, e com estes resgates se evitam não haver tantos açougues de carne humana, e instruídos na Fé de Nosso Senhor Jesus Cristo indo batizados e catequizados se embarcam para as partes do Brasil ou para outras que têm uso católico”. (Luiz Felipe de Alencastro, O trato dos viventes: formação do Brasil no Atlântico Sul. Texto adaptado)
Na sua manifestação, Cadornega parece

  • A identificar o estabelecimento do tráfico negreiro como uma iniciativa que se contrapunha aos interesses das lideranças políticas africanas.
  • B separar as dimensões econômicas, representadas pelo tráfico de escravos, da dimensão religiosa, marcada pela expansão da fé cristã.
  • C condenar o uso das práticas religiosas para convencer as pessoas a virem trabalhar na América.
  • D reconhecer a existência de incompatibilidades entre as práticas escravistas e as doutrinas essenciais do catolicismo.
  • E justificar o tráfico negreiro para a América, por permitir que povos africanos fossem salvos das práticas antropofágicas e das guerras intertribais.
34

As constantes reclamações, não só aquelas publicadas em periódicos da Corte, mas também as diversas cartas e petições enviadas para a Secretaria de Polícia da Província, informavam que os habitantes destes mocambos praticavam frequentes roubos na região, principalmente pirateando barcos, carregados de produtos, que navegavam os rios. Segundo as denúncias, os quilombolas usavam canoas – que mantinham escondidas nos manguezais dos inúmeros riachos afluentes do Iguaçu e Sarapuí — em seus assaltos e, “para evitarem os insultos dos salteadores – [quilombolas], alguns mestres daquelas lanchas têm pactuado com eles, pagando-lhes tributo de carne, farinha, etc.”. As dificuldades alegadas pelas autoridades para destruir os mocambos eram, entre outras, sua localização em regiões pantanosas de difícil acesso e a “conivência” com os quilombolas de comerciantes, taberneiros, cativos das plantações vizinhas, escravos remadores e lavradores. (Flávio dos Santos Gomes, Quilombos do Rio de Janeiro no século XIX. In: Flávio dos Santos Gomes e João José Reis (orgs.), Liberdade por um fio: história dos quilombos no Brasil) A partir do excerto, é correto afirmar que, em geral, as comunidades de escravos fugidos

  • A apresentaram a tendência a um considerável isolamento, condição essencial para a sua preservação, e construíram, dessa forma, espaços autossuficientes na produção de alimentos e outros produtos básicos, como armas feitas com ferro e outros minerais já conhecidos pelos africanos.
  • B organizaram espaços de exploração econômica, com a produção de alimentos e de algodão, matéria- -prima básica para a manufatura de vestimentas rústicas direcionadas à parcela mais pobre da população, e estiveram articulados com proprietários rurais que se opunham à ordem política do Império.
  • C tiveram, como um fator central de sobrevivência e autonomia, a sua localização geográfica, com o intuito de proteger-se contra as expedições repressoras e de permanecer em contato com áreas de cultivo, dos pequenos centros de comércio e entrepostos mercantis circunvizinhos.
  • D alargaram a sua influência social por meio de uma série de estratégias voltadas a estabelecer alianças com pequenos e médios proprietários rurais, que eram auxiliados pelos quilombolas na sabotagem econômica dos grandes proprietários de terras com a organização de fugas de escravos.
  • E desenvolveram uma forma de organização política que prescindia da presença de lideranças, cabendo ao coletivo formador do espaço de rebelião o papel de gestor da defesa e do abastecimento de alimentos e armas, que eram obtidos, essencialmente, por meio de saques em espaços urbanos.
35

Nas eleições para a regência única, realizadas em abril de 1835, o Padre Feijó derrotou seu principal competidor, Holanda Cavalcanti, proprietário rural de Pernambuco. O corpo eleitoral era extremamente reduzido, somando cerca de 6 mil eleitores. Feijó recebeu 2.826 votos, e Cavalcanti, 2.251. Pouco mais de dois anos depois, em setembro de 1837, Feijó renunciou. Ele sofrera pressões do Congresso, sendo acusado de não empregar suficiente energia na repressão aos farrapos, entre cujos chefes estava um de seus primos. Nas eleições que se seguiram, triunfou Pedro Araújo Lima, futuro Marquês de Olinda, antigo presidente da Câmara e senhor de engenho em Pernambuco. A vitória de Araújo Lima simbolizou o início do “regresso”. (Boris Fausto, História do Brasil)
O “regresso” representava uma corrente política

  • A conservadora, que tinha o objetivo de fazer voltar a centralização política e o reforço da autoridade.
  • B ultraconservadora, que advogava a imediata volta de Dom Pedro I ao poder.
  • C liberal, que lutava pelo estabelecimento da autonomia política das províncias e dos municípios.
  • D reformista, que defendia a estabilização política do Império com a aproximação entre liberais e conservadores.
  • E progressista, que propunha a preservação e a amplificação das medidas liberais do Ato Adicional.
36

A “Política de Apaziguamento“ é um ponto que deve ser analisado com cuidado quando se discute a questão das origens da Segunda Guerra Mundial. Na medida em que a situação internacional tornava-se mais tensa, ao longo da década de 1930, e o militarismo fascista (japonês, italiano e alemão) se agudizava, as potências ocidentais democráticas, aparentemente para evitar um conflito de maiores proporções ou adiar uma confrontação inevitável, fecharam os olhos às agressões do nazifascismo contra regiões e países vizinhos. (Ricardo de Moura Faria, História – volume 3, p. 304. Adaptado)
A “Política de Apaziguamento“ esteve presente

  • A no processo de criação da Liga das Nações, porque esta entidade, com o apoio francês e inglês, defendia que os acordos assinados após a Primeira Guerra não tinham validade porque não contaram com a participação da Alemanha e da Rússia.
  • B na crise da Manchúria, porque essa região chinesa foi invadida pelo Japão e, apesar dos protestos da Alemanha e da Bélgica, a diplomacia estadunidense fez uma decisiva defesa do direito japonês em expandir o seu território.
  • C no acordo de Munique, firmado entre Alemanha, Áustria, França, Inglaterra e Itália, com a chancela dos Estados Unidos, que acabou a autonomia nacional da Polônia e incorporou a maior parte do seu território à Tchecoslováquia.
  • D na crise da Renânia, região fronteiriça entre Alemanha, Bélgica e França, que foi ocupada pelos franceses, com o aval da Liga das Nações, apesar das determinações do Tratado de Versalhes que havia determinado que esse espaço pertencia à Bélgica.
  • E na Guerra Civil Espanhola, porque as forças chefiadas pelo general Franco, interessadas em derrubar um governo republicano, receberam apoio da Alemanha e da Itália, enquanto França e Inglaterra não defenderam a ordem democrática espanhola.
37

Leia o excerto de um discurso do líder soviético Nikita Kruschev, em 06 de junho de 1956.
Pode ser que vosso vizinho vos seja simpático, ou não. Não tendes a obrigação de ser seus amigos ou de visitá-los. Porém, viveis lado a lado, e que fazer se nem nós nem ele se dispõem a deixar o lugar a que estão habituados, para se fixar em outra cidade? Com muito maior razão, o mesmo ocorre nas relações entre os Estados. […] Quer nosso vizinho vos agrade ou não, não há outra coisa a fazer senão encontrar um terreno de entendimento com ele, pois nós temos um só planeta. (apud Adhemar Martins Marques et al., História do tempo presente)
Considerando o contexto histórico dessa manifestação, é correto afirmar que o líder soviético

  • A avalia como positivas as ações soviéticas nos processos de libertação colonial na Ásia e na África.
  • B aceita a criação da OTAN, mas exige que o Ocidente tenha a mesma relação com o recém-fundado Pacto de Varsóvia.
  • C sinaliza a possibilidade de um acordo em bases diferentes entre as duas superpotências.
  • D condena a interferência dos EUA em países da Cortina de Ferro, sob a influência soviética.
  • E considera o armamentismo dos EUA um perigo à paz mundial, decidindo dotar a URSS com armas nucleares.
38

A convocação para as eleições, visando à composição da Assembleia Constituinte, e os novos partidos, organizações políticas de massa que surgiam, agitavam os anos que vão de 1932 a 1935. Nesse período, são perceptíveis ao menos quatro grandes tendências político-ideológicas: autoritarismo cientificista, liberalismo, esquerdismos e fascismo. (Marcos Napolitano, História do Brasil República: da queda da Monarquia ao fim do Estado Novo, p. 101. Texto adaptado) Sobre a tendência fascista, é correto afirmar que

  • A se formou a Ação Integralista Brasileira (AIB) como principal grupo, que tinha apoio da classe média e uma ideologia caracterizada pelo nacionalismo, civismo, corporativismo e catolicismo ultraconservador.
  • B se organizou em um partido de abrangência nacional, o Partido Republicano Constitucional (PRC), que tinha amplo apoio das classes populares e defendia o direito inviolável da propriedade e a liberdade de expressão.
  • C teve origem nas organizações sindicais-operárias e sua influência esteve presente, em especial, nas grandes cidades do Nordeste ao fazer a defesa de uma intervenção estatal para industrializar o Brasil.
  • D esteve presente em vários partidos políticos, de ideologias variadas, que apoiavam medidas estatais para livrar o país da influência das grandes potências econômicas da época, como a França e a Inglaterra.
  • E se organizou em movimentos sociais e não em partido político, e fazia uma defesa radical das riquezas nacionais, caso do minério de ferro e do petróleo, que deveriam ser explorados pela iniciativa privada.
39

A primeira Constituição republicana, promulgada em fevereiro de 1891, inspirou-se no modelo norte-americano […]. (Boris Fausto, História concisa do Brasil, p. 141) Esta Constituição

  • A concentrou as atribuições tributárias no governo central, e cabia aos municípios, a partir de recursos transferidos pela presidência da República, a organização da segurança, da saúde e da educação.
  • B decidiu que o Poder Executivo deveria ser exercido pelo presidente da República, com mandato de cinco anos e com direito à reeleição, desde que o candidato fosse escolhido em uma convenção partidária.
  • C ampliou a participação política dos cidadãos, com o direito ao voto para todos os homens e mulheres maiores de 21 anos, com exceção dos cidadãos que não estudassem ou exercessem alguma atividade profissional remunerada.
  • D permitiu, ao menos implicitamente, aos estados exercerem diversas atribuições, como contrair empréstimos externos e organizar forças militares próprias, além do direito expresso de decretar imposto sobre a exportação de suas mercadorias.
  • E criou a Justiça Eleitoral, responsável pelo processo eleitoral em todos os estados brasileiros, e a Justiça do Trabalho, a quem cabia conciliar os interesses dos setores empresarias e os trabalhadores organizados em sindicatos por categoria.
40

No dia 12 [de dezembro de 1968], o pedido chegou ao plenário, e a votação se estendeu por horas. Finalmente, confrontando os militares, a Câmara dos Deputados rejeitou o pedido de suspensão das imunidades parlamentares de Márcio Moreira Alves por 216 votos contra 141 e 12 abstenções. Celebrando o resultado, os parlamentares cantaram o Hino Nacional. No dia seguinte, o Conselho de Segurança Nacional aprovou o Ato Institucional n. 5, tornando perenes os poderes discricionários que atribuía ao presidente da República. (Carlos Fico, História do Brasil contemporâneo: da morte de Vargas aos dias atuais, p. 66)
O Ato Institucional, aprovado em dezembro de 1968, permitia ao presidente da República

  • A escolher os presidentes do Senado, da Câmara dos Deputados e das Assembleias Legislativas de cada Estado.
  • B indicar um senador indireto por estado e escolher os secretários estaduais de Segurança Pública.
  • C proibir o habeas corpus em todas as ações penais e referendar as eleições legislativas estaduais.
  • D cassar mandatos e suspender direitos políticos, assim como demitir ou aposentar servidores públicos.
  • E escolher os prefeitos e os governadores de estado, além de aprovar, ou não, os orçamentos públicos em todos os níveis de poder.

Geografia

41

Oferta interna de energia, Brasil, 1940-2012


(Empresa de Pesquisa Energética (Brasil).

Balanço energético nacional 2013, 2013. Adaptado.)


Considerando as características da matriz energética brasileira, no gráfico,

  • A IV corresponde a lenha e carvão vegetal, que a partir de 1985 voltaram a ser empregados por famílias com baixo poder aquisitivo.
  • B I corresponde aos produtos da cana-de-açúcar, que em 1975 teve o crescimento de sua oferta incentivado com a instituição do Proálcool.
  • C V corresponde à hidráulica, que desde 1945 mantém crescimento acelerado pelos incentivos do Procel para a construção de usinas.
  • D III corresponde ao carvão mineral, que alcançou estabilidade no início dos anos 2000 com a proibição de novas termoelétricas.
  • E II corresponde a petróleo, gás e derivados, que a partir de 1980 tiveram uma queda gradual na participação, devido à escassez desses recursos.
42

No dia 28 de fevereiro deste ano, segundo a agência UOL, “o Amazonia 1, primeiro satélite de observação da Terra totalmente projetado, integrado, testado e operado pelo Brasil, foi lançado à 1h54 de hoje na Índia. O satélite foi colocado em órbita pela missão PSLV-C51, da agência espacial indiana Indian Space Research Organisation (ISRO)”. (Uol. Disponível em https://bit.ly/2UbblU0. Acesso em 12.08.2021)
Entre outros objetivos, o Amazonia 1 deverá fornecer dados de sensoriamento remoto da região amazônica e

  • A capturar imagens da Região Nordeste, principalmente da região de caatinga.
  • B monitorar a agricultura no país.
  • C mensurar os índices de poluição da Região Norte.
  • D oferecer dados meteorológicos da Região Nordeste.
  • E monitorar as fronteiras brasileiras da Região Norte.
43

O Amazônia 1, primeiro satélite completamente brasileiro, foi lançado ao espaço na madrugada deste domingo (28.02.2021). O lançamento ocorreu às 1h 54min, no Centro de Lançamento Sriharikota, na Índia.

(G1 <https://glo.bo/3gHZWDh> Acesso em 25.08.2021)


Um dos objetivos do satélite brasileiro é

  • A monitorar o comportamento das frentes polares que atingem o território brasileiro.
  • B ampliar as redes de telecomunicações para reduzir a dependência das redes estrangeiras.
  • C controlar a circulação atmosférica, principalmente em períodos de estiagem.
  • D controlar a expansão da agropecuária e da mineração na região central do Brasil.
  • E auxiliar na observação e no monitoramento do desmatamento na região amazônica.
44

Ao considerar a macrocompartimentação do relevo brasileiro, não se pode negligenciar sua natureza morfogenética. A compartimentação atual tem fortes ligações genéticas com o soerguimento da plataforma sul-americana e com processos erosivos muito marcantes nas bordas das bacias sedimentares em concomitância com o soerguimento da plataforma sul-americana. (Jurandyr Luciano Sanches Ross. Geografia do Brasil, 2001, p. 52. Adaptado)
O relevo brasileiro apresenta três tipos de unidades geomorfológicas, que refletem sua gênese, que são:

  • A intrusões, coberturas residuais e planícies.
  • B planaltos, depressões e planícies.
  • C planaltos, processos erosivos e terrenos cristalinos.
  • D montanhas, vales e planície costeira.
  • E planaltos, plataforma continental e terrenos sedimentares.
45

Observe os conceitos: I. estabelece(m)-se sobre áreas urbanizadas, causando elevação de temperatura e desconforto térmico; II. responsável(is) pelo agravamento da poluição atmosférica em virtude do papel de bloqueio que exerce(m); III. leva(m) ao colapso a rede de escoamento, produzindo extravasamento e danos em áreas extensas. (José Bueno Conti e Sueli Ângelo Furlan. Geoecologia: o clima, os solos e a biota. IN: ROSS, J. L. S. Geografia do Brasil, 2001, p. 86-87. Adaptado) Os conceitos apresentados nos itens I, II e III representam sequencialmente:

  • A ilhas de calor, camada de ozônio e poluição do ar.
  • B radiação ultravioleta, camada de ozônio e enchentes urbanas.
  • C inversão térmica, radiação de onda longa e poluição do ar.
  • D inversão térmica, calmarias e enchentes urbanas.
  • E ilhas de calor, inversão térmica e enchentes urbanas.
46

Observe o mapa.

(Taioli, Fábio. Recursos energéticos. In: TEIXEIRA, W. et. al. (org.). Decifrando a Terra, 2000, p. 474)

A área indicada em branco no mapa representa um importante recurso mineral explorado no Brasil nos depósitos da Bacia do Paraná. Trata-se das reservas de

  • A gás natural.
  • B urânio.
  • C petróleo.
  • D potássio.
  • E carvão mineral.
47

Observe os gráficos da população total, urbana e rural (em milhões de habitantes) do Brasil entre os anos de 1950 e 2010. Fonte: THÉRY, H.; MELLO, N. A. Atlas do Brasil. Disparidades e dinâmicas do território, 2018, p.123. Baseando-se nos totais absolutos representados no eixo das ordenadas e na evolução temporal da população rural e urbana, é correto apontar que os gráficos A, B e C representam, respectivamente, as regiões brasileiras:

  • A Sul, Nordeste e Norte.
  • B Nordeste, Sul e Sudeste.
  • C Norte, Centro-Oeste e Sul.
  • D Sudeste, Nordeste e Sul.
  • E Sudeste, Norte e Centro-Oeste.
48

Observe os gráficos que representam a distribuição das Unidades de Desenvolvimento Humano (UDHs) segundo as faixas do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) entre o período de 2000 e 2010 para a Região Metropolitana de Natal, Rio Grande do Norte. (Atlas do Desenvolvimento Humano nas Regiões Metropolitanas Brasileiras, 2014, p. 68) A análise do gráfico e a comparação entre o período de 2000 a 2010 permitem afirmar que

  • A ocorreu um acréscimo de concentração das UDHs nas faixas de menor IDHM em especial na categoria ‘muito baixo’ e ‘baixo’
  • B no período estudado, há uma concentração das UDHs nas faixas mais elevadas do IDHM, com uma redução das UDHs que trazem os índices mais baixos.
  • C do ponto de vista do IDHM, é possível dizer que houve uma piora na qualidade de vida da população entre os dois anos considerados na análise.
  • D os resultados comparativos entre os dois períodos não permitem obter conclusões significativas acerca da distribuição das UDHs e tampouco sobre o IDHM.
  • E a categoria de IDHM ‘muito alto’ indica que a faixa etária da população apresenta aumento da expectativa de vida, assim como redução do nível de escolaridade da população.
49

Analise a charge.


Blog do Lute. www.hojeemdia.com.br. 20.12.2019. Adaptado)


Ironizado na charge, o efeito estufa é

  • A um fenômeno restrito às grandes cidades.
  • B o aquecimento anormal das águas do Oceano Pacífico.
  • C a precipitação carregada de ácidos nítrico e sulfúrico.
  • D o resultado da elevação do nível do mar.
  • E um fenômeno natural intensificado por atividades humanas
50

Examine o climograma.

(https://pt.climate-data.org)

Os valores anuais de temperatura do ar e de precipitação média mensal registrados no gráfico são típicos do clima

  • A tropical, caracterizado pela ação irregular das massas de ar e restrito ao sertão nordestino e ao norte de Minas Gerais.
  • B litorâneo úmido, determinado pela massa tropical marítima e encontrado nas regiões Nordeste e Sudeste brasileiras.
  • C Tropical semiárido, particularizado por seu verão úmido e seu inverno frio e localizado na grande área central brasileira.
  • D equatorial úmido, influenciado pela convergência dos ventos alísios e predominante na região amazônica brasileira.
  • E subtropical úmido, controlado pela ação da massa tropical continental e presente na região Sul brasileira.

Noções de Informática

51

Usando o Microsoft Word 2016, em sua configuração original, um usuário criou um e imprimiu um documento de 10 páginas, contendo um rodapé com a numeração das páginas. No entanto, após a impressão, o usuário notou um erro e teve que alterar um conteúdo nas páginas 3, 5 e 6, e também no rodapé. Depois de serem feitas as correções, o usuário precisou imprimir novamente o documento. Considerando que o rodapé não tem nenhuma configuração especial na primeira página, tampouco é diferente nas páginas pares e ímpares, assinale a alternativa que indica o conteúdo a ser informado no campo Páginas, destacado a seguir na janela Imprimir, para imprimir as páginas que foram alteradas.



  • A Deixar o campo vazio.
  • B 3-5-6
  • C 3,5,6
  • D 3,5-6
  • E 3-6
52

Tem-se o seguinte documento do Microsoft Word 2016, em sua configuração padrão, com apenas 1 linha:



Assinale a alternativa com o resultado quando o usuário seleciona essa linha e configura o alinhamento para Justificado.

  • A
  • B
  • C
  • D
  • E
53

Tem-se a seguinte planilha criada com o Microsoft Excel 2016, em sua configuração padrão:



Assinale a alternativa com o resultado correto ao inserir o conteúdo =PROCURAR("SR0";B2) na célula C2.

  • A SR0138293
  • B VERDADEIRO
  • C SR0
  • D SR0138293 foi resolvido com sucesso
  • E 8
54

Um usuário criou a seguinte planilha no Microsoft Excel 2016, em sua configuração original, e a partir dela criou um gráfico, conforme imagem a seguir:



Esse gráfico contém

  • A legenda, apenas.
  • B título e legenda, apenas.
  • C título, legenda e rótulos de dados, apenas.
  • D título, legenda, rótulos de dados e linhas de grade, apenas.
  • E título, legenda, rótulos de dados, linhas de grade e tabela de dados.
55

Tem-se a seguinte planilha, criada no Microsoft Excel 2016, em sua configuração original:



Considerando que a célula A4 possui a mesma formatação das células A1 até C2, assinale a alternativa com a resposta quando o usuário insere na célula A4 o conteúdo =MAIOR(A1:C2;1)

  • A 14
  • B 14/12/2021
  • C 12
  • D 01/12/2021
  • E 2021
56

Em um computador com Microsoft Windows 7 instalado, em sua configuração padrão, uma pasta contém os seguintes arquivos, todos criados com o Bloco de Notas:


Arq1.txt        

Arq2.txt        

Arquivo A.txt

Arquivo B.txt


Assinale a alternativa que apresenta o resultado correto, ao selecionar todos os arquivos e pressionar a tecla ENTER.

  • A Será aberta apenas uma janela do Bloco de Notas, com o primeiro arquivo apenas, o Arq1.txt.
  • B Será aberta apenas uma janela do Bloco de Notas, com o último arquivo apenas, o Arquivo B.txt.
  • C Serão abertas quatro janelas do Bloco de Notas, cada uma delas com um dos arquivos.
  • D Será aberta apenas uma janela do Bloco de Notas, mesclando o conteúdo dos 4 arquivos selecionados.
  • E Serão abertas quatro janelas do Bloco de Notas, mas todas sem nenhum conteúdo.
57

No Microsoft Word 2010, em sua configuração original, um usuário vai configurar as margens de um documento. Ao ________ a margem esquerda, _________ a área disponível para digitação de texto. Ao _________ a margem direita, _________ a área disponível para digitação de texto.


Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, as lacunas do enunciado.

  • A aumentar … aumenta-se … diminuir … aumenta-se
  • B aumentar … reduz-se … diminuir … aumenta-se
  • C diminuir … reduz-se … aumentar … reduz-se
  • D diminuir … aumenta-se … diminuir … reduz-se
  • E diminuir … reduz-se … diminuir … aumenta-se
58

No Microsoft PowerPoint 2010, em sua configuração original, em uma apresentação contendo 10 slides, a quantidade máxima de slides que podem ser configurados como ocultos é

  • A 0.
  • B 1.
  • C 2.
  • D 5.
  • E 10.
59

Tem-se a seguinte planilha, criada no Microsoft Excel 2010, em sua configuração padrão.



Assinale a alternativa que apresenta a função correta a ser inserida na célula B7 para calcular o tempo médio de duração das chamadas telefônicas.

  • A =MÉDIA(B2:B6)
  • B =MÉDIA(A1:B6)
  • C =TELEFONE(B2:B6)
  • D =MÉDIA(B7)
  • E =TELEFONE(B7)
60

Utilizando o Microsoft Internet Explorer 11, em sua configuração padrão, um usuário, visitou os seguintes sites, nesta ordem:


https://www.google.com.br               

http://www.camarasuzano.sp.gov.br

 https://www.uol.com.br                     


Depois de carregado o último site, o usuário clicou no botão voltar, que é a seta para a esquerda, e o resultado é ilustrado na imagem a seguir, parcialmente extraída do aplicativo.



Assinale a alternativa que indica qual é o resultado ao se clicar no botão avançar, que é uma seta para a direita.

  • A Atualiza a página http://www.camarasuzano.sp.gov.br.
  • B Insere o site http://www.camarasuzano.sp.gov.br nos Favoritos.
  • C Abre o site https://www.google.com.br.
  • D Abre o site https://www.uol.com.br
  • E Remove o site http://www.camarasuzano.sp.gov.br do histórico de navegação.