Resolver o Simulado Assistente Social - Nível Superior

0 / 30

Serviço Social

1

De acordo com a Lei nº 8.662, de 7 de junho de 1993, que dispõe sobre a profissão de Assistente Social e dá outras providências, é correto afirmar sobre as competências e atribuições privativas do Assistente Social, EXCETO:

  • A Assumir, no magistério de Serviço Social tanto a nível de graduação como pós-graduação, disciplinas e funções que exijam conhecimentos próprios e adquiridos em curso de formação regular.
  • B Prestar assessoria e consultoria e órgãos da Administração Pública direta e indireta, empresas privadas e outras entidades, em matéria de Serviço Social.
  • C Prestar assessoria técnico-consultiva aos organismos públicos ou privados, em matéria de Serviço Social.
  • D Prestar assessoria e apoio aos movimentos sociais em matéria relacionada às políticas sociais, no exercício e na defesa dos direitos civis, políticos e sociais da coletividade.
2

É INCORRETO afirmar que, o Benefício de Prestação Continuada (BPC) criado em 1993:

  • A É pago pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).
  • B É direito a idosos a partir de 65 anos ou pessoas com deficiência em situação de vulnerabilidade social.
  • C É pago pela Loas (Lei Orgânica da Assistência Social).
  • D O valor pago no BPC é de um salário mínimo mensal (do ano vigente).
3
Considerando o Art. 5 da Lei nº 8.662/1993, estão dentre as competências privativas do/da Assistente Social:
  • A Depor como testemunha sobre situação sigilosa do/a usuário/a de que tenha conhecimento no exercício profissional.
  • B Participar de instituição que, tendo por objeto o Serviço Social, não esteja inscrita no Conselho Regional;
  • C Dirigir serviços técnicos de Serviço Social em entidades públicas ou privadas;
  • D Apresentar à justiça, quando convocado na qualidade de perito ou testemunha, as conclusões do seu laudo ou depoimento, sem extrapolar o âmbito da competência profissional e violar os princípios éticos contidos no código de ética.
4

Sobre as garantias do direito à convivência familiar e comunitária das crianças e dos adolescentes, previstas no Capítulo III do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), Lei Nº 8.069, de 13 de julho de 1990, analise as afirmações a seguir.
BRASIL. Lei Nº 8.069, de 13 de julho e 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. (Edição atualizada – 2018).

I – A permanência da criança e do adolescente em programa de acolhimento não deve ser superior a 18 (dezoito) meses, ressalvada as disposições dessa Lei.

II – A criança e o adolescente em programa institucional ou familiar poderão participar de programa de apadrinhamento, o qual consiste em proporcionar à criança e ao adolescente vínculos externos à instituição que favoreçam o seu desenvolvimento pleno.

III – O apadrinhamento de crianças e adolescentes pode ser feito, desde que cumpridas as observâncias da Lei, por pessoas maiores de 18 (dezoito) anos e pessoas jurídicas.

É CORRETO o que se afirma em

  • A I, apenas.
  • B II, apenas.
  • C II e III, apenas.
  • D I e III, apenas
  • E I, II e III.
5

A Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) menciona que são “atividades continuadas que visem à melhoria de vida da população e cujas ações, voltadas para as necessidades básicas”. A elas dá-se o nome de:

  • A Benefícios Eventuais.
  • B Programas de Assistência Social.
  • C Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos.
  • D Serviços
  • E Programa Bolsa Família.
6
Os serviços socioassistenciais no SUAS são organizados segundo algumas referências, assinale a alternativa que NÃO apresenta uma dessas referências:
  • A A Informação, o Monitoramento e a Avaliação.
  • B A Vigilância Social.
  • C A Proteção Social.
  • D Defesa Social e Institucional.
7
No âmbito da saúde, os Assistentes Sociais atuam em alguns eixos, assinale a alternativa que não apresenta esses eixos:
  • A Atendimento direto aos usuários.
  • B Mobilização, participação e controle social.
  • C Ivestigação, planejamento e gestão
  • D Assessoria, qualificação e perícia social.
8
A Política Nacional de Saúde Mental apresenta, entre outros, os níveis de complexidade que regem os equipamentos e serviços de saúde. Nesse sentido, assinale a alternativa que apresenta os equipamentos que estão classificados como nível secundário:
  • A Hospitais Gerais e Hospitais Psiquiátricos Especializados.
  • B Unidade Básica de Saúde.
  • C Assistência Multidisciplinar de Média Complexidade em Saúde Mental (AMENT), Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e Serviços de Urgência e Emergência.
  • D Unidade de Acolhimento (UA), Serviço Residencial Terapêutico (SRT) e Comunidade Terapêutica.
9
O controle social no âmbito da saúde permite que a sociedade participe da Gestão do SUAS, o que representa um avanço relevante para a política pública de saúde brasileira. Assinale a alternativa que apresenta as instâncias colegiadas:
  • A Conferência de Saúde e Conselho de Saúde.
  • B Plano Nacional de Saúde e Fundo Nacional de Saúde.
  • C Organizações da Sociedade Civil e Organizações Governamentais.
  • D Centro de Referência da Assistência Social e Centro de Referência Especializado de Assistência Social.
10
A Lei Orgânica de Assistência Social apresenta algumas definições importantes, assinale a alternativa que apresenta o conceito de Programas de Assistência Social:
  • A Provisões suplementares e provisórias que integram organicamente as garantias do Suas e são prestadas aos cidadãos e às famílias em virtude de nascimento, morte, situações de vulnerabilidade temporária e de calamidade pública.
  • B Atividades continuadas que visem à melhoria de vida da população e cujas ações, voltadas para as necessidades básicas.
  • C Compreendem ações integradas e complementares com objetivos, tempo e área de abrangência definidos para qualificar, incentivar e melhorar os benefícios e os serviços assistenciais.
  • D Compreendem a instituição de investimento econômico-social nos grupos populares, buscando subsidiar, financeira e tecnicamente, iniciativas que lhes garantam meios, capacidade produtiva e de gestão para melhoria das condições gerais de subsistência, elevação do padrão da qualidade de vida, a preservação do meio-ambiente e sua organização social.

Português

11
Assinale a alternativa que corresponde ao emprego CORRETO das regras de ortografia apresentadas pelo Novo Acordo Ortográfico em vigor no Brasil:
  • A Ascenssão.
  • B Macro-estrutura.
  • C Preaquecimento.
  • D Salvaguarda.
12

Instrução: A questão refere-se ao texto abaixo. O destaque ao longo do texto estão citados na questão.


Considerando as regras de concordância verbal e nominal, assinale a alternativa que indica quantas outras alterações deveriam ser feitas para a manutenção da correção gramatical do período a seguir, retirado do texto, caso substituíssemos a palavra “abordagem” por sua forma plural: “A abordagem traz esperança para o leitor ou telespectador, o deixa menos amedrontado e mostra que existem caminhos para superar os problemas.”.

  • A 2.
  • B 3.
  • C 4.
  • D 5.
  • E 6.
13

A SUA SUPERDESENVOLVIDA HABILIDADE DE LER MENTES

Renato Caruso Vieira

Você é encarregado de conduzir uma reunião com quatro diretores de filiais da sua empresa: a Srª A., o Sr. B., a Srª C. e o Sr. D. Dirigindo-se à sala de reuniões, você é saída, ainda no corredor, por um de seus assessores, com quem trava o seguinte diálogo:

Você: — Todos os diretores chegaram?

Assessor: — Alguns chegaram.

Adentrando a sala, você avista, já acomodados e preparados, a Srª A., o Sr. B., a Srª C. e o Sr. D. Confuso, você interpela discretamente o assessor:

— Por que você disse alguns que dos diretores anteriores chegado se todos eles já chegaram?

— Tudo o que eu disse foi que alguns dos diretores chegados chegados. A Srª A. e o Sr. B são alguns dos diretores e eles chegaram. Portanto, eu falei a verdade.

Apesar de reconhecer uma consistência lógica irretocável da justificativa, você dificilmente absolveria seu assessor da culpa de ter feito mau uso da linguagem. [...]

A correta interpretação de uma sentença proferida por um falante depende da habilidade de reconhecimento das intenções que ele pretendeu comunicar com aquela escolha de palavras. E a escolha de palavras do falante depende da avaliação que ele faz da habilidade do ouvinte de reconhecer as intenções comunicadas por ele. Assim, a culpa pelo mau uso da linguagem que atribuímos ao assessor, na narração ilustrativa que introduziu este texto, adveio de sua incapacidade de reconhecer a indução à inferência de “somente alguns [diretores chegaram], mas não todos” provocada pela escolha de palavras que fez naquele contexto particular.

[...] Podemos identificar as interações conversacionais como constantes exercícios de metarrepresentação (representação mental da representação mental do outro) sustentados pela superdesenvolvida habilidade humana de “leitura de mentes” [...].
A “leitura de mentes”, que conceitualmente se confunde com a capacidade de reconhecimento das intenções alheias, é uma adaptação humana com participação em todas as grandes conquistas evolutivas da nossa espécie em termos de cognição social. Não se observa no reino animal capacidade comparável à humana de comunicação, de cooperação, de compartilhamento de informações, de negociação. [...]


Adaptado de: <http://www.roseta.org.br/pt/2020/03/16/a-suasuperdesenvolvida-habilidade-de-ler-mentes/>. Acesso em 13 jul.2020.

Usar alternativa em que “meta” tem o mesmo significado que na palavra “metarrepresentação”.
  • A Metade.
  • B Metalinguagem.
  • C Metáfora.
  • D Metaleiro.
  • E Metafísica.
14

Ética Profissional: o que é e qual a sua importância


A ética profissional é um dos critérios mais valorizados no mercado de trabalho. Ter uma boa conduta no ambiente de trabalho pode ser o passaporte para uma carreira de sucesso. Mas afinal, o que define uma boa ética profissional e qual sua importância? Acompanhe!

A vida em sociedade, que preza e respeita o bem-estar do outro, requer alguns comportamentos que estão associados à conduta ética de cada indivíduo. A ética profissional é composta pelos padrões e valores da sociedade e do ambiente de trabalho que a pessoa convive.

No meio corporativo, a ética profissional traz maior produtividade e integração dos colaboradores e, para o profissional, ela agrega credibilidade, confiança e respeito ao trabalho.

Contudo, há ainda muitas dúvidas acerca do que é ética, por isso, antes de falar sobre ética profissional, é importante entender um pouco sobre o que é ética e qual é a diferença entre ética e moral. Confira:

O que é ética?

A palavra Ética é derivada do grego e apresenta uma transliteração de duas grafias distintas, êthos que significa “hábito”, “costumes” e ethos que significa “morada”, “abrigo protetor”.

Dessa raiz semântica, podemos definir ética como uma estrutura global, que representa a casa, feita de paredes, vigas e alicerces que representam os costumes. Assim, se esses costumes se perderem, a estrutura enfraquece e a casa é destruída.

Em uma visão mais abrangente e contemporânea, podemos definir ética como um conjunto de valores e princípios que orientam o comportamento de um indivíduo dentro da sociedade. A ética está relacionada ao caráter, uma conduta genuinamente humana e enraizada, que vêm de dentro para fora.

Embora “ética” e “moral” sejam palavras usadas, muitas vezes, de maneira similar, ambas possuem significados distintos. A moral é regida por leis, regras, padrões e normas que são adquiridos por meio da educação, do âmbito social, familiar e cultural, ou seja, algo que vem de fora para dentro.

Para o filósofo alemão Hegel, a moral apresenta duas vertentes, a moral subjetiva associada ao cumprimento de dever por vontade e a moral objetiva que é a obediência de leis e normas impostas pelo meio.

No entanto, ética e moral caminham juntas, uma vez que a moral se submete a um valor ético. Dessa forma, uma ética individual, quando enraizada na sociedade, passa a ter um valor social que é instituído como uma lei moral.

A ética profissional é o conjunto de valores, normas e condutas que conduzem e conscientizam as atitudes e o comportamento de um profissional na organização.

Além da experiência e autonomia em sua área de atuação, o profissional que apresenta uma conduta ética conquista mais respeito, credibilidade, confiança e reconhecimento de seus superiores e de seus colegas de trabalho.

A conduta ética também contribui para o andamento dos processos internos, aumento de produtividade, realização de metas e a melhora dos relacionamentos interpessoais e do clima organizacional.

Quando profissionais prezam por valores e princípios éticos como gentileza, temperança, amizade e paciência, existem bons relacionamentos, mais autonomia, satisfação, proatividade e inovação.

Para isso, é conveniente que se tenha um código de conduta ética, para orientar o comportamento de seus colaboradores de acordo com as normas e postura da organização.

[...]

Cultivar a ética profissional no ambiente de trabalho traz benefícios e vantagens a todos, uma vez que ela proporciona crescimento a todos os envolvidos.


Adaptado de: https://www.sbcoaching.com.br/etica-profissionalimportancia/.

Acesso em: 10 mai. 2021.

Analise o trecho a seguir e assinale a alternativa INCORRETA quanto ao que se afirma sobre o termo em destaque em: “A vida em sociedade, que preza e respeita o bem-estar do outro, requer alguns comportamentos que estão associados à conduta ética de cada indivíduo.”.
  • A É uma conjunção que liga os itens da oração.
  • B É um pronome relativo.
  • C Tem a função de retomar o termo anterior.
  • D Introduz uma oração, nesse caso, com função de apresentar mais informações sobre o termo antecedente.
  • E É um dêitico, pois tem a função de fazer uma referência.
15

Ética Profissional: o que é e qual a sua importância


A ética profissional é um dos critérios mais valorizados no mercado de trabalho. Ter uma boa conduta no ambiente de trabalho pode ser o passaporte para uma carreira de sucesso. Mas afinal, o que define uma boa ética profissional e qual sua importância? Acompanhe!

A vida em sociedade, que preza e respeita o bem-estar do outro, requer alguns comportamentos que estão associados à conduta ética de cada indivíduo. A ética profissional é composta pelos padrões e valores da sociedade e do ambiente de trabalho que a pessoa convive.

No meio corporativo, a ética profissional traz maior produtividade e integração dos colaboradores e, para o profissional, ela agrega credibilidade, confiança e respeito ao trabalho.

Contudo, há ainda muitas dúvidas acerca do que é ética, por isso, antes de falar sobre ética profissional, é importante entender um pouco sobre o que é ética e qual é a diferença entre ética e moral. Confira:

O que é ética?

A palavra Ética é derivada do grego e apresenta uma transliteração de duas grafias distintas, êthos que significa “hábito”, “costumes” e ethos que significa “morada”, “abrigo protetor”.

Dessa raiz semântica, podemos definir ética como uma estrutura global, que representa a casa, feita de paredes, vigas e alicerces que representam os costumes. Assim, se esses costumes se perderem, a estrutura enfraquece e a casa é destruída.

Em uma visão mais abrangente e contemporânea, podemos definir ética como um conjunto de valores e princípios que orientam o comportamento de um indivíduo dentro da sociedade. A ética está relacionada ao caráter, uma conduta genuinamente humana e enraizada, que vêm de dentro para fora.

Embora “ética” e “moral” sejam palavras usadas, muitas vezes, de maneira similar, ambas possuem significados distintos. A moral é regida por leis, regras, padrões e normas que são adquiridos por meio da educação, do âmbito social, familiar e cultural, ou seja, algo que vem de fora para dentro.

Para o filósofo alemão Hegel, a moral apresenta duas vertentes, a moral subjetiva associada ao cumprimento de dever por vontade e a moral objetiva que é a obediência de leis e normas impostas pelo meio.

No entanto, ética e moral caminham juntas, uma vez que a moral se submete a um valor ético. Dessa forma, uma ética individual, quando enraizada na sociedade, passa a ter um valor social que é instituído como uma lei moral.

A ética profissional é o conjunto de valores, normas e condutas que conduzem e conscientizam as atitudes e o comportamento de um profissional na organização.

Além da experiência e autonomia em sua área de atuação, o profissional que apresenta uma conduta ética conquista mais respeito, credibilidade, confiança e reconhecimento de seus superiores e de seus colegas de trabalho.

A conduta ética também contribui para o andamento dos processos internos, aumento de produtividade, realização de metas e a melhora dos relacionamentos interpessoais e do clima organizacional.

Quando profissionais prezam por valores e princípios éticos como gentileza, temperança, amizade e paciência, existem bons relacionamentos, mais autonomia, satisfação, proatividade e inovação.

Para isso, é conveniente que se tenha um código de conduta ética, para orientar o comportamento de seus colaboradores de acordo com as normas e postura da organização.

[...]

Cultivar a ética profissional no ambiente de trabalho traz benefícios e vantagens a todos, uma vez que ela proporciona crescimento a todos os envolvidos.


Adaptado de: https://www.sbcoaching.com.br/etica-profissionalimportancia/.

Acesso em: 10 mai. 2021.

1. A ética profissional é composta pelos padrões e valores da sociedade e do ambiente de trabalho que a pessoa convive.

2. A ética está relacionada ao caráter, uma conduta genuinamente humana e enraizada, que vêm de dentro para fora.

Há, em cada um dos trechos anteriores, uma inadequação gramatical. Assinale a alternativa que, respectivamente, designa essas inadequações.

  • A Regência verbal; concordância verbal.
  • B Regência verbal; concordância nominal.
  • C Concordância nominal; concordância verbal.
  • D Pontuação; ortografia.
  • E Regência nominal; acentuação gráfica.
16

A busca por um sentido


“Os dois dias mais importantes da sua vida são aqueles em que você nasceu e aquele em que descobre o porquê.” A máxima atribuída ao escritor americano Mark Twain (1835- 1910), autor de clássicos como As Aventuras de Tom Sawyer (1876), resume com precisão o valor de encontrar um propósito para a própria existência. Naturalmente, nunca é demais sublinhar, a busca por um sentido para estar vivo se confunde com o humano – ou, melhor ainda, com “ser” humano.

    Há cerca de 50000 anos, quando, segundo achados recentes, o Homo Sapiens começou a pintar nas paredes das cavernas, desenhávamos figuras místicas, como caçadores dotados de superpoderes, que pareciam auxiliar os homens daquela época a situar a si mesmos em meio ao desconhecido. De lá para cá, não existem indícios de que se possa chegar a uma razão única que justifique o viver – porém cada indivíduo pode descobrir a sua.

    Diante da pergunta “por que estamos aqui?”, feita durante uma entrevista, o escritor Charles Bukowski (1920- 1994), alemão radicado nos Estados Unidos, destacou: “Para quem acredita em Deus, a maior parte das grandes questões pode estar respondida. Mas, para aqueles que não aceitam a fórmula de Deus, as grandes respostas não estão cravadas na pedra. Nós nos ajustamos a novas condições e descobertas”.

    No rastro desse debate, outra indagação se impõe: afinal, vale tanto assim o esforço de refletir acerca dos motivos de estar na Terra? Um estudo publicado em dezembro no periódico científico Journal of Clinical Psychiatry (EUA) foi pioneiro ao garantir que, até mesmo do ponto de vista da saúde física e mental, vale, sim, a pena. O veredito do estudo: aqueles que revelavam ter descoberto sentido em sua vida demonstravam também melhores condições de saúde, tanto psicológica como física. Enquanto isso, ocorreu o contrário com os que declaravam estar no máximo em um processo de busca. Esses apresentavam, com maior frequência, problemas de saúde.

(Sabrina Brito, Veja, 15.01.2020. Adaptado)

Assinale a alternativa em que o trecho destacado está substituído, nos colchetes, de acordo com a norma-padrão de emprego e colocação do pronome.

  • Adesenhávamos figuras místicas… [lhes desenhávamos]
  • B … pareciam auxiliar os homens daquela época… [auxiliar-lhes]
  • C … chegar a uma razão única que justifique o viver… [justifique-o]
  • D … aqueles que revelavam ter descoberto sentido… [tê-lo descoberto]
  • E … para aqueles que não aceitam a fórmula de Deus… [aceitam-na]
17

A alternativa redigida de acordo com a norma-padrão de regência nominal e verbal é:

  • A Até hoje ele prefere jogar futebol a frequentar bares, e fica indiferente aos apelos dos amigos.
  • B Parte da população foi imunizada da varíola, mas algumas pessoas evitam de tomar a vacina.
  • C Gosta de argumentar e é hábil para convencer aos outros naquilo que ele quer.
  • D Mostra desobediência para com os superiores e sempre chega atrasado no serviço.
  • E Aconselhei a que ele viaje durante as férias e fique um tempo alheio do que acontece no trabalho.
18

Mulher sofre

Erberth Vêncio

Disponível em https://www.revistabula.com/29542-mulher-sofre/ Acessado em 7/03/2020 

Em A dor do parto. A anatomia destroçada. As tetas bufadas de leite. As noites trincadas, não dormidas. Os filhos que ganham o mundo. A síndrome do ninho vazio. A capacidade de realizar múltiplas tarefas ao mesmo tempo. A língua destravada. A vocação para o perdão. (linhas 20 a 23), as ideias foram separadas por pontos (e não por vírgulas) para expressar

  • A ironia.
  • B humor.
  • C preconceito.
  • D ênfase.
  • E tristeza.
19

Leia a tira para responder à questão.


(Beck, Alexandre. Armandinho Cinco. Florianópolis, SC: A. C. Beck, 2015, p. 33)

No contexto da tira, constrói-se o efeito de sentido por meio da

  • A veemência com que o garoto refuta a ideia de que possa vir a praticar exercícios físicos.
  • B divergência dos personagens sobre a quantidade de exercícios necessária à boa forma física.
  • C desmotivação do garoto para adotar práticas que possam resultar em melhoria da saúde.
  • D atribuição de sentidos distintos pelos dois personagens à ideia de corpo perfeito.
  • E resistência do garoto em assumir a sua indisposição para a prática de exercícios físicos.
20

Leia a tira para responder à questão.


(Beck, Alexandre. Armandinho Cinco. Florianópolis, SC: A. C. Beck, 2015, p. 33)

Na frase do primeiro quadrinho – ... é preciso muito esforço para ter um corpo perfeito! –, o sentido expresso pelo termo “para” também pode ser corretamente identificado em:

  • A Para onde quer que fosse, seria preciso ajustar-se a um novo ambiente.
  • B Para manter-se à altura do cargo que ocupava, enfrentava grandes desafios.
  • C Como já estivesse muito tarde, postergou a atividade para o dia seguinte.
  • D Decidiu que aquela era a hora de mudar para um lugar mais tranquilo.
  • E De um momento para outro, a temperatura caiu sem que se percebesse.

Conhecimentos Gerais

21
A guerra do contestado foi uma disputa entre quais Estados do Brasil?
  • A São Paulo e Paraná .
  • B Paraná e Santa Catarina.
  • C Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
  • D São Paulo e Minas Gerais.
22
São características do bioma Amazônia:
  • A Quente e úmido.
  • B Quente e seco.
  • C Frio e úmido.
  • D Frio e seco.
23
Dos produtos abaixo quais são os mais exportados pelo Brasil:
  • A Celulares e minério de ferro.
  • B Carne bovina e celulares.
  • C Soja e celulares.
  • D Soja e carne bovina.
24
Qual a função de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI)?
  • A Exercer um papel fiscalizador.
  • B Criar leis sobre determinado assunto.
  • C Revogar leis sobre determinado assunto.
  • D Intermediar as tratativas entre governo e setor privado.
25
Amazônia 1 é um satélite brasileiro que foi lançado em 28 de fevereiro de 2021, está em órbita baixa e pode servir de base para o desenvolvimento de outros satélites, qual a principal função do Satélite Amazônia 1?
  • A Emitir ondas de rádio.
  • B Recepção de dados para telefonia móvel.
  • C Sensoriamento remoto.
  • D Recepção de dados para TV.
26
Com relação a vacinação contra Covid-19, a única das vacinas abaixo que NÃO é aplicada no Brasil é:
  • A Astrazeneca.
  • B Jansen.
  • C Pfizer.
  • D Covaxin.
27
Um dos principais tipos de bioma que existe no Brasil é o bioma dos Pampas, quais as características da vegetação desse tipo de bioma?
  • A Vegetação campestre (Gramíneas, herbáceas e algumas árvores).
  • B Vegetação rasteira (Liquens e musgos).
  • C Vegetação xerófita (Adaptadas a pouca quantidade de água, cactos, palmas e mandacaru).
  • D Vegetação higrófila (Adaptadas a muita quantidade de água, samambaia e vitória régia).
28
Entre setembro e outubro de 2020, um grande incêndio destruiu cerca de 30% do Pantanal, cujo território tem 150 mil km2. Desde que é monitorado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), foi o ano mais grave em incêndios. O único dos Estados abaixo que tem o pantanal como bioma é:
  • A Amazonas.
  • B Mato Grosso do Sul.
  • C Goiás.
  • D Amapá.
29

“No Brasil, o primeiro caso foi registrado em 1980, mas confirmado apenas dois anos mais tarde, quando a doença foi reconhecida. Por algum tempo, foi chamada de "doença dos 5 H". Os infectados morriam em pouco tempo. Não demorou para que a condição fosse referida na imprensa. Seu vírus foi isolado e descrito em 1983 pelo virologista francês Luc Montagnier e confirmado pelo norte-americano Robert Gallo.” Disponível em: https://vivabem.uol.com.br/noticias/redacao/2018/12/04.htm. Acesso: 20 de agosto de 2021.
O trecho REFERE-SE a:

  • A Aids.
  • B Gripe.
  • C Influenza.
  • D Pneumonia.
30

Leia o trecho a seguir:
O município de Dores do Indaiá/MG é fundador e sede do____________________________________, criado em 2008 para potencializar o turismo naquela região.
Assinale a alternativa que preenche CORRETAMENTE a lacuna.

  • A Circuito das Águas
  • B Circuitos Caminhos do Sul de Minas
  • C Circuito Turístico Caminhos do Indaiá
  • D Circuito dos Diamantes
Voltar para lista