Resolver o Simulado Nível Médio

0 / 30

Segurança e Transporte

1

Ao realizar a análise do acesso de funcionários de uma instituição que adota o registro de entrada e saída por leitura de cartão pessoal de identificação, constatou-se que tais entradas e saídas não são correspondentes, pois o sistema apenas realiza a leitura do cartão e identificação de funcionários, sem nenhuma regra de atividade de fluxo. Assim, se uma pessoa, sem submeter seu cartão à leitura, sair acompanhando outra que utilizou a leitura do cartão, poderá adentrar normalmente no dia seguinte sem ter registrado sua saída.


O melhor sistema de controle de acesso, que estabelece regras de entrada e saída, impedindo a situação narrada acima é

  • A anti-dupla passagem ou anti-passback.
  • B dupla custódia four eyes .
  • C zona de alarme.
  • D central de monitoramento.
  • E sistema de posicionamento global − GPS.
2

O Técnico de Segurança deve conhecer as vulnerabilidades da instituição, de forma a considerá-las em suas ações.


Para tanto, deve considerar que as vulnerabilidades

  • A não devem existir, pois por si só provocam incidentes.
  • B necessitam da ação de um agente causador ou uma condição favorável para provocar um incidente.
  • C apenas provocam incidentes se submetidas a uma condição favorável. O agente causador nunca atua sobre uma vulnerabilidade.
  • D nada tem a ver com as condições favoráveis à ocorrência de um acidente.
  • E são sinônimos de incidentes, pois a sua simples existência pode ser considerada uma ameaça.
3

Considere as medidas de proteção das informações e seus ativos expressos nos itens abaixo:


I. Campanhas e palestras de conscientização de usuários sobre procedimentos de segurança.

II. Esforço para identificação de condições e indivíduos causadores de ameaças.

III. Implantação de sistemas de alarme.

IV. Execução de um plano de recuperação de desastres.

V. Implementação de políticas de segurança.


Os itens acima referem-se respectivamente às seguintes medidas:

  • A I - preventivas II - corretivas III - detectivas IV- corretivas V - preventivas
  • B I - preventivas II - corretivas III - detectivas IV - corretivas V - corretivas
  • C I - corretivas II - preventivas III- corretivas IV- preventivas V - detectivas
  • D I - preventivas II - detectivas III- detectivas IV- corretivas V - preventivas
  • E I - detectivas II - corretivasIII- corretivas IV- detectivas V - preventivas
4

Considere as informações abaixo:

Na coluna da esquerda, enumeramos denominações de agentes de segurança de dignitários; na coluna da direita, enumeramos atividades de cada um desses agentes:


Denominações

1. Mosca ou sombra

2. Ala

3. Precursor

4. Avançado


Atividades

I. Aguarda a chegada da autoridade no local do evento.

II. Aquele que fica mais próximo possível da autoridade.

III. Agente responsável pela cobertura lateral da autoridade.

IV. Responsável pelo planejamento da segurança.


A correspondência entre as denominações de agentes de segurança de dignitários e as respectivas atividades está correta em:

  • A 1-III; 2-I; 3-IV; 4-II.
  • B 1-II; 2-IV, 3-I; 4-III.
  • C 1-II; 2-III, 3-IV; 4-I.
  • D 1-IV; 2-I; 3-III; 4-II.
  • E 1-III; 2-IV; 3-II; 4-I.
5

O Sistema Nacional de Armas − Sinarm, instituído no Ministério da Justiça, no âmbito da Polícia Federal, tem circunscrição em todo o território nacional. É parte de suas competências:

  • A informar às Secretarias de Segurança Pública dos Estados e do Distrito Federal os registros e autorizações de porte de armas de fogo nos respectivos territórios, bem como manter o cadastro atualizado para consulta.
  • B informar exclusivamente às Polícias Federais e às Forças Armadas os registros e autorizações de porte de armas de fogo nos respectivos territórios, bem como manter o cadastro atualizado para consulta.
  • C identificar as características e a propriedade de armas de fogo das Forças Armadas e Auxiliares, bem como as demais que constem dos seus registros próprios, mediante cadastro.
  • D cadastrar as apreensões de armas de fogo, exceto as vinculadas a procedimentos policiais e judiciais.
  • E cadastrar as autorizações de porte de arma de fogo, exceto as renovações expedidas pela Polícia Federal.
6

Após a tomada das medidas iniciais de controle e condução de uma crise (conter, isolar e iniciar contato sem concessões), o Técnico de Segurança responsável pelo gerenciamento de determinada ocorrência crítica deverá determinar respectivamente quantos e quais são os perímetros táticos para sua atuação, do seguinte modo:

  • A 1 perímetro / perímetro crítico.
  • B 2 perímetros / perímetro interno e perímetro externo.
  • C 4 perímetros / perímetro de visualização, perímetro de alcance, perímetro de monitoramento e perímetro de ação.
  • D 3 perímetros / perímetro vermelho (interno), perímetro amarelo (intermediário) e perímetro verde (externo).
  • E 5 perímetros / perímetro de análise, perímetro de visualização, perímetro de alcance, perímetro de monitoramento e perímetro de ação.
7

Para estabelecer a estratégia de segurança de uma instituição, considerando os riscos e ameaças potenciais e demais condições que devem compor um planejamento de segurança, deve-se elaborar um diagnóstico, que nos trará subsídios para a adoção da melhor estratégia de ação possível. Dentro do diagnóstico, a atividade de inspecionar, visitar, entrevistar pessoas e checar variáveis que podem trazer danos, dentre outras verificações levadas a efeito nos locais a serem considerados pelo diagnóstico, é chamada de

  • A gerenciamento de crises.
  • B trabalho de campo.
  • C gerência de risco.
  • D correção de erros.
  • E controle de danos.
8

Dentro do planejamento de contingências, podem-se considerar quatro componentes, que são grupos de ações a serem adotadas quando da ocorrência de eventos que podem comprometer a rotina de uma instituição e que seguem uma sequência de ações. O primeiro desses componentes é a ..I.., que é a reação imediata à contingência ocorrida. A manutenção da operação das funções vitais da instituição após a contingência é chamada de ..II.. . A retomada da operação das funções menos críticas, na busca da normalidade é a ..III.. . Já a ..IV.. é o retorno ao processo normal, com desativação das equipes emergenciais.


Preenchem corretamente as lacunas I, II, III e IV, na ordem em que aparecem no enunciado:

  • A resposta − reassunção − restauração − recuperação
  • B reassunção − recuperação − restauração − resposta
  • C recuperação − restauração − resposta − reassunção
  • D restauração − reassunção − recuperação − resposta
  • E resposta − reassunção − recuperação − restauração
9

É fundamental que o técnico de segurança tenha sempre em mente que no(a) ...I... o dano é real e na ameaça é potencial. Também deve saber que dano é resultado e ..II.... , consequência.

(BRASILIANO, A. Manual de planejamento e gestão de riscos corporativos. São Paulo: Sirecuzza, 2003)


Preenchem, correta e respectivamente, as lacunas I e II:

  • A perda − risco
  • B falha − ameaça
  • C ameaça − perda.
  • D risco − perda.
  • E atenção − falha
10

João, técnico de segurança, propõe que sejam instalados dois sensores de segurança física internos na sede da instituição que protege. Um deles, baseado em contato eletromecânico e magnético é capaz de acionar um alarme caso este contato seja interrompido. O outro é acionado por iniciativa do próprio funcionário, na percepção de um perigo iminente.


Esses são, respectivamente, tipos de sensores por

  • A abertura e manipulação.
  • B ruptura e movimento.
  • C ruptura e manipulação.
  • D movimento e abertura.
  • E manipulação e movimento.

Segurança

11
Analise as assertivas e assinale (V) ou (F), conforme seja verdadeiro ou falso, no que se refere aos procedimentos de prevenção e combate a incêndios:
( ) São considerados agentes extintores por abafamento a areia, a terra, os cobertores, os pós e gases especiais. ( ) Os combustíveis da classe A são todos aqueles que são sólidos e comuns, tal como a madeira, o papel, o plástico, a borracha, cuja queima deve ser combatida eficazmente com utilização de pó químico. ( ) Os combustíveis da classe B são os líquidos inflamáveis, líquidos combustíveis e gases inflamáveis, dado que todos eles queimam em superfície e não deixam resíduos provenientes de sua queima. ( ) Os combustíveis da classe C são os equipamentos que estão submetidos à energia elétrica, já que a utilização de água, nestes casos, pode resultar na condução da energia e em risco para quem combate o fogo.
  • A F, V, V, F.
  • B V, F, V, V.
  • C V, V, V, V.
  • D F, F, V, V.
  • E V, F, F ,F.
12
Assinale a alternativa CORRETA no que se refere aos procedimentos de combate a incêndios:
  • A Os metais combustíveis (maioria alcalinos), em geral queimam de forma violenta, com elevada produção de luz e calor e devem ser combatidos somente com extintores à base de água.
  • B A maior recomendação do uso do gás carbônico é para incêndios envolvendo equipamentos e materiais sólidos não energizados.
  • C Para evitar que o líquido em chamas se espalhe, recomenda-se voltar os jatos de espuma para a parede do recipiente que contém o líquido, para que a espuma escorra e vá, gradualmente, cobrindo toda a superfície exposta do líquido.
  • D Por não conter água, a utilização de espumas é sempre indicada para focos em equipamentos energizados e, por possuir uma pressão de utilização menor, também é adequada para focos em gases inflamáveis.
  • E Uma forma de extinção de incêndio em painéis energizados é a aplicação de misturas de areia seca, limalha de ferro e outros componentes inertes ao metal que está sendo queimado.
13

Quanto ao manuseio do extintor de incêndio portátil, é INCORRETO afirmar que:

  • A Deve-se manter uma distância segura do foco de incêndio.
  • B Sempre que possível, alinhar-se a favor do vento, para combater as chamas.
  • C Sempre observar e utilizar o extintor mais adequado em relação à classe do foco de incêndio que se vai combater.
  • D Após ser utilizado, o extintor terá de passar por manutenção e recarga imediatamente, para que esteja pronto para ser utilizado em uma nova ocasião.
  • E O combate com extintores portáteis serve para todos os tipos e estágios de incêndios.
14
Levando em consideração as normas de conduta para a utilização de equipamentos e as regras básicas para o vigilante, assinale a alternativa correta.
  • A Os funcionários e vigilantes têm autorização temporária para guardar ou manter-se de posse de armas de clientes, visitantes e policiais.
  • B Quando a porta de segurança travar durante a passagem de policial civil ou militar, deve-se solicitar a identidade funcional do policial, exceto se ele estiver fardado, observando a fotografia e a data de validade do documento para, então, liberar a porta.
  • C A porta giratória com detector de metais é um sistema preventivo de extrema importância que, quando trava, detém a pessoa, impedindo a sua entrada ou retorno.
  • D Quando a porta de segurança travar, o vigilante deve perguntar à pessoa que provocou o travamento se ela está portando objeto metálico e, em caso afirmativo, deve pedir para vê-lo e solicitar que ela o entregue para, então, liberar a porta.
  • E Quando o travamento da porta de segurança ocorrer com pessoa que possui arma de fogo, avisando o vigilante a respeito dessa condição e apresentando o porte de arma, o vigilante deverá perguntar à pessoa se ela é cliente daquela agência, liberando a porta somente após autorização da gerência.
15
Sobre armamento e tiro, assinale a alternativa correta.
  • A O revólver é classificado como arma portátil, individual e de repetição.
  • B No momento do tiro, o tambor do revólver gira da esquerda para a direita, ou seja, no sentido horário.
  • C O percussor, ou percutor, é uma peça interligada no gatilho que serve para acionar o cão da arma.
  • D Linha de visada é a linha que parte do olho, passa pela alça de mira nivelada na massa de mira e termina no alvo.
  • E A ação dupla ocorre quando o atirador engatilha a arma, ou seja, traz o cão para trás, e depois aciona a tecla do gatilho.
16
Nas transmissões via rádio, o Código “Q” é utilizado para abreviar o conteúdo da mensagem e facilitar a comunicação entre os operadores. O significado correto para esse código é:
  • A QTH: hora certa.
  • B QAP: aproximação permitida.
  • C QTJ: rota veicular.
  • D QTO: sanitário.
  • E QUB: socorro.
17
Arma é todo meio capaz de aumentar o poder ofensivo e defensivo de uma pessoa. O armamento leve é classificado, segundo suas características principais, em diferentes grupos. Levando em consideração a classificação do armamento leve e suas características, assinale a alternativa correta.
  • A Quanto ao tipo, o armamento é classificado como individual e coletivo.
  • B Quanto ao funcionamento, a arma é classificada como automática, semiautomática e de repetição.
  • C Arma de porte é aquela que, em razão de seu peso e volume, só pode ser transportada embarcada em viaturas, ou dividida em partes e transportada por grupos de homens.
  • D Arma de repetição é aquela que realiza automaticamente todos os processos do tiro, com exceção do disparo.
  • E Arma portátil é aquela que, em razão do seu pouco peso e volume, pode ser acondicionada em um coldre.
18
No que diz respeito às regras de segurança, durante a instrução em um estande de tiro, deve-se:
  • A virar a arma para os lados com o dedo no gatilho.
  • B virar a arma para trás, sem o dedo no gatilho, em caso de problemas.
  • C avançar a linha de tiro sem o comando do instrutor.
  • D utilizar, obrigatoriamente, os óculos e, facultativamente, o protetor auricular.
  • E continuar apontando para o alvo, tirar o dedo do gatilho, gritar “incidente de tiro” e aguardar o instrutor, em caso de problemas.
19
Analise as afirmativas e marque (V) para verdadeiro e (F) para falso, no que se refere aos procedimentos de prevenção de incêndios:
( ) Não se deve acumular lixo em local não destinado para este fim. ( ) Não se deve armazenar líquidos inflamáveis em locais de risco. ( ) Não se deve sobrecarregar a instalação elétrica e também não estocar G.L.P. em ambientes fechados. ( ) Deve-se manter desobstruídos os extintores, hidrantes e saídas de emergência.
  • A V, V, V, F.
  • B F, V, F, F.
  • C V, V, V, V.
  • D F, F, V, V.
20
Com base na Portaria nº 3.233/2012-DG/DPF, a respeito dos direitos e deveres do vigilante, é correto afirmar:
  • A É dever do vigilante manter-se adstrito ao local sob vigilância, observando-se as peculiaridades das atividades de transporte de valores, escolta armada e segurança pessoal.
  • B Portar a Carteira Nacional de Vigilante (CNV) é um direito do vigilante, não um dever.
  • C Não é direito do vigilante o recebimento de uniforme, devidamente autorizado, às expensas do empregador.
  • D É assegurado ao vigilante o direito ao porte de arma, estando ou não em efetivo exercício.
  • E O vigilante não possui direito a prisão especial por ato decorrente do serviço.

Fonoaudiologia

21
De acordo com o alfabeto fonético, a pronúncia das letras: “C”, “R” e “F” é:
  • A “Casa”, “Rato” e “Faca”.
  • B “Charlie” “Romeu” e “Fox-trot”.
  • C “Casa”, “Rato” e “Fox-trot”.
  • D “Charlie”, ”Rato” e “Fox-trot”.
  • E “Casa”, “Romeu” e “Faca”.

Segurança Pública

22
Quanto aos procedimentos de proteção e vigilância das repartições públicas, é INCORRETO afirmar que:
  • A As rondas noturnas, em regra, devem ser feitas somente na parte externa dos prédios públicos.
  • B Após o expediente, as entradas e saídas da repartição devem permanecer trancadas.
  • C Durante o período em que a repartição estiver fechada, não é permitida a entrada de terceiros, salvo com expressa autorização do superior imediato.
  • D Faz parte dos procedimentos da ronda noturna a verificação das portas, portões e janelas da repartição.
23
São procedimentos do servidor público quando assumir o posto de segurança da portaria, EXCETO:
  • A Fazer a leitura do livro de ocorrências.
  • B Conferir os materiais que pertencerem ao posto de trabalho.
  • C Fazer uso do telefone fixo estritamente para ligações de emergência ou a serviço da unidade.
  • D É permitido ao vigilante, quando solicitado e por breve período, fazer outro tipo de trabalho alheio à área da segurança, mesmo que não tenha sido autorizado pelo seu superior imediato.
24
Assinale a alternativa CORRETA no que se refere ao controle de entrada e saída de veículos e pessoas na repartição com controle de entrada:
  • A Os servidores lotados na repartição são dispensados da identificação mediante a apresentação do crachá funcional, mas as entradas e saídas de colaboradores terceirizados durante o horário de expediente serão sempre controladas através da utilização do crachá.
  • B O acesso de cidadãos em repartições com entrada controlada poderá ser feito mediante apresentação de documento oficial de identificação sem foto, sem necessidade de registro nominal de entrada e saída.
  • C Em caso de contratação de empresas prestadoras de serviços, o responsável deverá encaminhar à portaria uma relação com o nome e documento oficial de identificação com foto das pessoas autorizadas a acessar a repartição.
  • D O acesso de fornecedores poderá ser realizado mediante autorização verbal do superior imediato.
25

O policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública são atribuições constitucionais da Polícia:

  • A Civil.
  • B Militar.
  • C Federal.
  • D Municipal.
  • E Rodoviária Federal.
26

O trecho a seguir contextualiza a questão.

“Eis algumas máximas de que deves impregnar-te antes de pensar em sitiar cidades ou ganhar batalhas. (...) Um hábil general jamais se encontrará reduzido a tais extremos. Ele conhece a arte de humilhar os seus inimigos sem travar batalhas. Sem derramar uma gota de sangue, sem mesmo desembainhar a espada, consegue tomar as cidades. Sem colocar os pés em reinos estrangeiros, descobre o meio de conquistá-Ios.”

(TZU, Sun. A arte da guerra / Tradução de Sueli Barros Cassal. Porto Alegre: L&PM, 2006.)

São exemplos de táticas de negociação, EXCETO:
  • A Evitar respostas negativas diretas (“não”), uma vez que podem provocar reação violenta do indivíduo.
  • B Demonstrar flexibilidade na conduta do negociador, sendo salutar, assim, realizar pequenas concessões ao indivíduo causador do evento.
  • C Ser honesto (sempre que possível), pois leva a uma confiança mútua entre negociador e causador do conflito que pode contribuir para o sucesso da negociação.
  • D Ao tentar ganhar tempo, convém que o negociador fale mais do que ouça, questionando o que o indivíduo tem como exigência e evitando, assim, que o indivíduo faça pedidos de forma planejada.
27
Em relação ao Sistema de Segurança Pública do Brasil e ao seu cenário atual, é correto afirmar que:
  • A Um estado marcado fortemente pela implementação de um sistema penal pode ser fruto de uma desregulamentação da economia e das relações sociais do trabalho.
  • B A segurança pública é um processo estático e desarticulado, à medida que as necessidades da população mudam ao longo do tempo.
  • C A prestação de serviços públicos de segurança engloba apenas a segurança repressiva, sendo a segurança preventiva função da segurança privada.
  • D A segurança pública é direito do Estado; dever e responsabilidade de todos.
  • E A segurança pública brasileira é composta pelos seguintes órgãos: Polícia Federal, Polícia Civil e Forças Armadas.
28

“Determinado nível de força só pode ser empregado quando níveis de menor intensidade não forem suficientes para atingir os objetivos legais pretendidos.” Este enunciado trata do seguinte princípio que rege o uso da força por agentes de segurança pública:

  • A Princípio da Necessidade.
  • B Princípio da Proporcionalidade.
  • C Princípio da Moderação.
  • D Princípio da Conveniência.
29

Quais os principais pontos de atrito existentes entre as organizações policiais na sociedade brasileira?

  • A Atualmente, no Brasil, há duas Polícias por estado, quatro Polícias da União, mais uma série de Guardas Municipais.
  • B Atualmente, no Brasil, há duas Polícias por estado, cinco Polícias da União, mais uma série de Guardas Municipais.
  • C Atualmente, no Brasil, há duas Polícias por estado, duas Polícias da União, mais uma série de Guardas Municipais.
  • D A estrutura do sistema de policiamento brasileiro, multiplamente descoordenado e descentralizado, se alterou ao longo do tempo.
  • E A estrutura do sistema de policiamento brasileiro, multiplamente descoordenado e descentralizado, não se alterou ao longo do tempo.
30

Com relação às propostas e experiências de ações integradas entre as organizações na sociedade brasileira, é correto afirmar que:

  • A a existência da Secretaria Nacional de Segurança Pública implica uma centralização do Comando Policial.
  • B as forças policiais são estimuladas a se coordenarem com um objetivo comum de controle e repressão da violência e da criminalidade.
  • C a tendência atual no Brasil aponta para a subordinação, coordenação e integração entre as forças policiais. A criação da SENASP, órgão subsidiado e direcionado pelo Governo Federal, é indicativo desse processo.
  • D a Constituição de 1988 marca o momento a partir do qual a sociedade brasileira passa a reivindicar uma polícia “cidadã”, respeitadora dos direitos civis, políticos e sociais.
  • E a tendência atual no Brasil aponta para a colaboração, coordenação e integração entre as forças policiais. A criação da SENASP, órgão subsidiado e direcionado pelo Governo Estadual, é indicativo desse processo.
Voltar para lista