Resolver o Simulado CONSULPLAN - Nível Fundamental

0 / 30

Português

1

Considere o seguinte trecho:


A popularização do modelo de educação _____ distância (EAD) tornou-a praticamente um sinônimo de acesso _____ tecnologia, refletindo os tempos atuais de amplo acesso _____ internet. No entanto, esse modelo já é secular. Data de meados de 1904 o primeiro curso profissionalizante por correspondência no Brasil. Após essa fase, tornaram-se comuns os cursos por rádio e televisão. O advento da internet – considerada a principal ferramenta do EAD – e a popularização dos microcomputadores pessoais impulsionaram _____ modalidade.

(Disponível em: http://www.amanha.com.br/posts/view/7188/un inter-democratizando-o-conhecimento)


Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas acima, na ordem em que aparecem no texto.

  • A à – à – à – à
  • B à – à – à – a
  • C à – a – à – à
  • D a – à – à – a
2

Em relação às regras de concordância verbal, assinale a alternativa CORRETA:

  • A Precisam-se de encanadores.
  • B Plastifica-se documentos.
  • C Necessita-se de porteiros.
  • D Aluga-se apartamentos na praia.
3

Léia o texto a seguir e responda ao que se pede.



Texto 1


Água


A água é um recurso natural abundante essencial para a existência de vida na Terra. O planeta Terra é constituído por uma extensa massa de água, correspondendo ao que conhecemos como hidrosfera. Além de estar presente na composição do planeta, a água também compõe parte do nosso corpo, permitindo-nos pensar que falar de água é falar de sobrevivência. Essa substância é utilizada em atividades essenciais ao ser humano, como a produção agrícola, e também usada como solvente universal.

A água era considerada um recurso inesgotável. Contudo, desde que foi considerado um símbolo de riqueza, por ter sido transformada em uma mercadoria, passou também a ser sinônimo de conflito. O mau uso, o desperdício, sua distribuição, bem como sua ocorrência são responsáveis por criar conflitos em diversas regiões do mundo. A preocupação com a disponibilidade de água é pauta frequente nas discussões ambientais e geopolíticas.

Água no Brasil

O Brasil é um país abundante em recursos hídricos, representando cerca de 12% do total mundial. Contudo, sua distribuição não é uniforme no território. Segundo a Agência Nacional das Águas (ANA), a água doce é distribuída nas regiões brasileiras da seguinte maneira: Região Norte corresponde a 68% dos recursos hídricos; Região Centro-Oeste corresponde a 16% dos recursos hídricos; Região Sul corresponde a 7% dos recursos hídricos; Região Sudeste corresponde a 6% dos recursos hídricos e Região Nordeste corresponde a 3% dos recursos hídricos.

Quanto à Distribuição de água no Brasil, há um contraste visível em relação à distribuição populacional. A Região Norte, que detém o maior volume de água doce do país, é a região com menor densidade demográfica, ou seja, é uma das regiões menos povoadas, contando com apenas 7% da população. Já a Região Sudeste, a mais povoada do país com cerca de 42,63% da população, conta com apenas 6% da disponibilidade de recursos hídricos.

No que tange ao desperdício de água, o Brasil, segundo o Ministério do Meio Ambiente, desperdiça entre 20% a 60% da água destinada ao consumo ao longo da distribuição. Os hábitos dos brasileiros também não favorecem a economia de água, já que boa parte dessa substância é desperdiçada seja em uso pessoal ou atividades de limpeza.



(Texto adaptado de

https://brasilescola.uol.com.br/geografia/agua.htm, acesso em

janeiro de 2020).





Texto 2


Planeta Água

Água que nasce na fonte serena do mundo

E que abre um profundo grotão

Água que faz inocente riacho e deságua na corrente do ribeirão

Águas escuras dos rios que levam a fertilidade ao sertão

Águas que banham aldeias e matam a sede da população

Águas que caem das pedras no véu das cascatas, ronco de trovão

E depois dormem tranquilas no leito dos lagos, no leito dos lagos


Água dos igarapés, onde Iara, a mãe d'água é misteriosa canção

Água que o sol evapora, pro céu vai embora, virar nuvem de algodão

Gotas de água da chuva, alegre arco-íris sobre a plantação

Gotas de água da chuva, tão tristes, são lágrimas na inundação

Águas que movem moinhos são as mesmas águas que encharcam o chão

E sempre voltam humildes pro fundo da terra, pro fundo da terra


Terra, planeta água, Terra, planeta água, Terra, planeta água


Água que nasce na fonte serena do mundo

E que abre um profundo grotão

Água que faz inocente riacho e deságua na corrente do ribeirão

Águas escuras dos rios que levam a fertilidade ao sertão

Águas que banham aldeias e matam a sede da população

Águas que movem moinhos são as mesmas águas que encharcam o chão

E sempre voltam humildes pro fundo da terra, pro fundo da terra

Terra, planeta água, Terra, planeta água, Terra, planeta água

Terra, planeta água, Terra, planeta água, Terra planeta água.


Guilherme Arantes

(Fonte: https://www.letras.mus.br/guilherme-arantes/46315/, acesso em janeiro de 2020.)



Na composição de Guilherme Arantes, no trecho: “Água que nasce na fonte serena do mundo/ E que abre um profundo grotão” destaca-se um verbo que possui a mesma regência que o verbo indicativo alternativa a seguir:

  • A As pessoas precisam de ajuda para viver bem.
  • B Os fãs necessitavam do amor do artista.
  • C Os livros são incríveis!, disse o leitor.
  • D O ídolo morreu ontem.
  • E É importante que as pessoas façam o que amam.
4

Léia o texto a seguir e responda ao que se pede.



Texto 1


Água


A água é um recurso natural abundante essencial para a existência de vida na Terra. O planeta Terra é constituído por uma extensa massa de água, correspondendo ao que conhecemos como hidrosfera. Além de estar presente na composição do planeta, a água também compõe parte do nosso corpo, permitindo-nos pensar que falar de água é falar de sobrevivência. Essa substância é utilizada em atividades essenciais ao ser humano, como a produção agrícola, e também usada como solvente universal.

A água era considerada um recurso inesgotável. Contudo, desde que foi considerado um símbolo de riqueza, por ter sido transformada em uma mercadoria, passou também a ser sinônimo de conflito. O mau uso, o desperdício, sua distribuição, bem como sua ocorrência são responsáveis por criar conflitos em diversas regiões do mundo. A preocupação com a disponibilidade de água é pauta frequente nas discussões ambientais e geopolíticas.

Água no Brasil

O Brasil é um país abundante em recursos hídricos, representando cerca de 12% do total mundial. Contudo, sua distribuição não é uniforme no território. Segundo a Agência Nacional das Águas (ANA), a água doce é distribuída nas regiões brasileiras da seguinte maneira: Região Norte corresponde a 68% dos recursos hídricos; Região Centro-Oeste corresponde a 16% dos recursos hídricos; Região Sul corresponde a 7% dos recursos hídricos; Região Sudeste corresponde a 6% dos recursos hídricos e Região Nordeste corresponde a 3% dos recursos hídricos.

Quanto à Distribuição de água no Brasil, há um contraste visível em relação à distribuição populacional. A Região Norte, que detém o maior volume de água doce do país, é a região com menor densidade demográfica, ou seja, é uma das regiões menos povoadas, contando com apenas 7% da população. Já a Região Sudeste, a mais povoada do país com cerca de 42,63% da população, conta com apenas 6% da disponibilidade de recursos hídricos.

No que tange ao desperdício de água, o Brasil, segundo o Ministério do Meio Ambiente, desperdiça entre 20% a 60% da água destinada ao consumo ao longo da distribuição. Os hábitos dos brasileiros também não favorecem a economia de água, já que boa parte dessa substância é desperdiçada seja em uso pessoal ou atividades de limpeza.



(Texto adaptado de

https://brasilescola.uol.com.br/geografia/agua.htm, acesso em

janeiro de 2020).





Texto 2


Planeta Água

Água que nasce na fonte serena do mundo

E que abre um profundo grotão

Água que faz inocente riacho e deságua na corrente do ribeirão

Águas escuras dos rios que levam a fertilidade ao sertão

Águas que banham aldeias e matam a sede da população

Águas que caem das pedras no véu das cascatas, ronco de trovão

E depois dormem tranquilas no leito dos lagos, no leito dos lagos


Água dos igarapés, onde Iara, a mãe d'água é misteriosa canção

Água que o sol evapora, pro céu vai embora, virar nuvem de algodão

Gotas de água da chuva, alegre arco-íris sobre a plantação

Gotas de água da chuva, tão tristes, são lágrimas na inundação

Águas que movem moinhos são as mesmas águas que encharcam o chão

E sempre voltam humildes pro fundo da terra, pro fundo da terra


Terra, planeta água, Terra, planeta água, Terra, planeta água


Água que nasce na fonte serena do mundo

E que abre um profundo grotão

Água que faz inocente riacho e deságua na corrente do ribeirão

Águas escuras dos rios que levam a fertilidade ao sertão

Águas que banham aldeias e matam a sede da população

Águas que movem moinhos são as mesmas águas que encharcam o chão

E sempre voltam humildes pro fundo da terra, pro fundo da terra

Terra, planeta água, Terra, planeta água, Terra, planeta água

Terra, planeta água, Terra, planeta água, Terra planeta água.


Guilherme Arantes

(Fonte: https://www.letras.mus.br/guilherme-arantes/46315/, acesso em janeiro de 2020.)



Assinale a alternativa que possua os vocábulos devidamente acentuados, conforme norma padrão da Língua Portuguesa:

  • A aldéia, igarapé, sotáo.
  • B igarapé, água, arco-íris.
  • C aguá, igarapê, áldeia.
  • D cháo, igarapê, .Térra.
  • E Têrra, igarapê, âgua.
5

Léia o texto a seguir e responda ao que se pede.



Texto 1


Água


A água é um recurso natural abundante essencial para a existência de vida na Terra. O planeta Terra é constituído por uma extensa massa de água, correspondendo ao que conhecemos como hidrosfera. Além de estar presente na composição do planeta, a água também compõe parte do nosso corpo, permitindo-nos pensar que falar de água é falar de sobrevivência. Essa substância é utilizada em atividades essenciais ao ser humano, como a produção agrícola, e também usada como solvente universal.

A água era considerada um recurso inesgotável. Contudo, desde que foi considerado um símbolo de riqueza, por ter sido transformada em uma mercadoria, passou também a ser sinônimo de conflito. O mau uso, o desperdício, sua distribuição, bem como sua ocorrência são responsáveis por criar conflitos em diversas regiões do mundo. A preocupação com a disponibilidade de água é pauta frequente nas discussões ambientais e geopolíticas.

Água no Brasil

O Brasil é um país abundante em recursos hídricos, representando cerca de 12% do total mundial. Contudo, sua distribuição não é uniforme no território. Segundo a Agência Nacional das Águas (ANA), a água doce é distribuída nas regiões brasileiras da seguinte maneira: Região Norte corresponde a 68% dos recursos hídricos; Região Centro-Oeste corresponde a 16% dos recursos hídricos; Região Sul corresponde a 7% dos recursos hídricos; Região Sudeste corresponde a 6% dos recursos hídricos e Região Nordeste corresponde a 3% dos recursos hídricos.

Quanto à Distribuição de água no Brasil, há um contraste visível em relação à distribuição populacional. A Região Norte, que detém o maior volume de água doce do país, é a região com menor densidade demográfica, ou seja, é uma das regiões menos povoadas, contando com apenas 7% da população. Já a Região Sudeste, a mais povoada do país com cerca de 42,63% da população, conta com apenas 6% da disponibilidade de recursos hídricos.

No que tange ao desperdício de água, o Brasil, segundo o Ministério do Meio Ambiente, desperdiça entre 20% a 60% da água destinada ao consumo ao longo da distribuição. Os hábitos dos brasileiros também não favorecem a economia de água, já que boa parte dessa substância é desperdiçada seja em uso pessoal ou atividades de limpeza.



(Texto adaptado de

https://brasilescola.uol.com.br/geografia/agua.htm, acesso em

janeiro de 2020).





Texto 2


Planeta Água

Água que nasce na fonte serena do mundo

E que abre um profundo grotão

Água que faz inocente riacho e deságua na corrente do ribeirão

Águas escuras dos rios que levam a fertilidade ao sertão

Águas que banham aldeias e matam a sede da população

Águas que caem das pedras no véu das cascatas, ronco de trovão

E depois dormem tranquilas no leito dos lagos, no leito dos lagos


Água dos igarapés, onde Iara, a mãe d'água é misteriosa canção

Água que o sol evapora, pro céu vai embora, virar nuvem de algodão

Gotas de água da chuva, alegre arco-íris sobre a plantação

Gotas de água da chuva, tão tristes, são lágrimas na inundação

Águas que movem moinhos são as mesmas águas que encharcam o chão

E sempre voltam humildes pro fundo da terra, pro fundo da terra


Terra, planeta água, Terra, planeta água, Terra, planeta água


Água que nasce na fonte serena do mundo

E que abre um profundo grotão

Água que faz inocente riacho e deságua na corrente do ribeirão

Águas escuras dos rios que levam a fertilidade ao sertão

Águas que banham aldeias e matam a sede da população

Águas que movem moinhos são as mesmas águas que encharcam o chão

E sempre voltam humildes pro fundo da terra, pro fundo da terra

Terra, planeta água, Terra, planeta água, Terra, planeta água

Terra, planeta água, Terra, planeta água, Terra planeta água.


Guilherme Arantes

(Fonte: https://www.letras.mus.br/guilherme-arantes/46315/, acesso em janeiro de 2020.)



No fragmento: “No que tange ao desperdício de água, o Brasil, segundo o Ministério do Meio Ambiente, desperdiça entre 20% a 60% da água destinada ao consumo ao longo da distribuição.” A palavra destacada é classificada como:

  • A numeral.
  • B artigo.
  • C conjunção.
  • D verbo.
  • E pronome.
6

Léia o texto a seguir e responda ao que se pede.



Texto 1


Água


A água é um recurso natural abundante essencial para a existência de vida na Terra. O planeta Terra é constituído por uma extensa massa de água, correspondendo ao que conhecemos como hidrosfera. Além de estar presente na composição do planeta, a água também compõe parte do nosso corpo, permitindo-nos pensar que falar de água é falar de sobrevivência. Essa substância é utilizada em atividades essenciais ao ser humano, como a produção agrícola, e também usada como solvente universal.

A água era considerada um recurso inesgotável. Contudo, desde que foi considerado um símbolo de riqueza, por ter sido transformada em uma mercadoria, passou também a ser sinônimo de conflito. O mau uso, o desperdício, sua distribuição, bem como sua ocorrência são responsáveis por criar conflitos em diversas regiões do mundo. A preocupação com a disponibilidade de água é pauta frequente nas discussões ambientais e geopolíticas.

Água no Brasil

O Brasil é um país abundante em recursos hídricos, representando cerca de 12% do total mundial. Contudo, sua distribuição não é uniforme no território. Segundo a Agência Nacional das Águas (ANA), a água doce é distribuída nas regiões brasileiras da seguinte maneira: Região Norte corresponde a 68% dos recursos hídricos; Região Centro-Oeste corresponde a 16% dos recursos hídricos; Região Sul corresponde a 7% dos recursos hídricos; Região Sudeste corresponde a 6% dos recursos hídricos e Região Nordeste corresponde a 3% dos recursos hídricos.

Quanto à Distribuição de água no Brasil, há um contraste visível em relação à distribuição populacional. A Região Norte, que detém o maior volume de água doce do país, é a região com menor densidade demográfica, ou seja, é uma das regiões menos povoadas, contando com apenas 7% da população. Já a Região Sudeste, a mais povoada do país com cerca de 42,63% da população, conta com apenas 6% da disponibilidade de recursos hídricos.

No que tange ao desperdício de água, o Brasil, segundo o Ministério do Meio Ambiente, desperdiça entre 20% a 60% da água destinada ao consumo ao longo da distribuição. Os hábitos dos brasileiros também não favorecem a economia de água, já que boa parte dessa substância é desperdiçada seja em uso pessoal ou atividades de limpeza.



(Texto adaptado de

https://brasilescola.uol.com.br/geografia/agua.htm, acesso em

janeiro de 2020).





Texto 2


Planeta Água

Água que nasce na fonte serena do mundo

E que abre um profundo grotão

Água que faz inocente riacho e deságua na corrente do ribeirão

Águas escuras dos rios que levam a fertilidade ao sertão

Águas que banham aldeias e matam a sede da população

Águas que caem das pedras no véu das cascatas, ronco de trovão

E depois dormem tranquilas no leito dos lagos, no leito dos lagos


Água dos igarapés, onde Iara, a mãe d'água é misteriosa canção

Água que o sol evapora, pro céu vai embora, virar nuvem de algodão

Gotas de água da chuva, alegre arco-íris sobre a plantação

Gotas de água da chuva, tão tristes, são lágrimas na inundação

Águas que movem moinhos são as mesmas águas que encharcam o chão

E sempre voltam humildes pro fundo da terra, pro fundo da terra


Terra, planeta água, Terra, planeta água, Terra, planeta água


Água que nasce na fonte serena do mundo

E que abre um profundo grotão

Água que faz inocente riacho e deságua na corrente do ribeirão

Águas escuras dos rios que levam a fertilidade ao sertão

Águas que banham aldeias e matam a sede da população

Águas que movem moinhos são as mesmas águas que encharcam o chão

E sempre voltam humildes pro fundo da terra, pro fundo da terra

Terra, planeta água, Terra, planeta água, Terra, planeta água

Terra, planeta água, Terra, planeta água, Terra planeta água.


Guilherme Arantes

(Fonte: https://www.letras.mus.br/guilherme-arantes/46315/, acesso em janeiro de 2020.)



Considere o trecho: “a Região Sudeste corresponde a 6% dos recursos hídricos e a Região Nordeste corresponde a 3% dos recursos hídricos” e marque a alternativa que contém o verbo utilizado com a concordância verbal correta:

  • A 3% dos recursos hídricos corresponde ao total divulgado.
  • B 5% das pessoas desperdiça água sem perceber.
  • C 1% das pessoas usa água com moderação.
  • D 1% da economia empregam água na agricultura.
  • E 99% das regiões utiliza os recursos hídricos sem cuidado.
7

Assinale a alternativa que apresenta o emprego do pronome e a colocação pronominal corretos de acordo com a norma-padrão da língua portuguesa.

  • A Os membros de uma família bem estruturada nunca se preocupam com as possíveis alterações sociais.
  • B É possível dizer que nos dias de hoje a família passa por forte reestruturação, mesmo assim precisamos preservar-lhe.
  • C Se fala pouco sobre a adoção de crianças, porque as famílias ainda preferem insistir em ter filhos biológicos.
  • D Quando sabe-se que pais e filhos são felizes, todos felicitam-los.
  • E A inclusão da mulher no mercado de trabalho causou-a transtornos, pois ela não dedica-se mais exclusivamente aos afazeres domésticos
8


E há o capitalismo de “stakeholders” (partes interessadas), que posiciona... (2º parágrafo)

O segmento sublinhado acima exerce a mesma função sintática daquele sublinhado em:

  • A está sendo lançando um novo “Manifesto de Davos”.
  • B Os líderes empresariais têm neste momento uma grande oportunidade.
  • C não existe outra alternativa.
  • D a adesão ao atual sistema econômico representa uma traição às futuras gerações.
  • E as empresas devem mostrar tolerância zero à corrupção.
9

Briga de casal

        Ana teve uma discussão com o marido e se trancou no quarto, chateadíssima. Encostou-se na cama, fechou os olhos e começou a respirar fundo para se acalmar, porque o que sentia naquela hora era vontade de avançar nele. Mas o cansaço falou mais alto que a raiva. Um trabalho estressante, filhos dando preocupações, pais idosos para cuidar. A exaustão cobrou seu preço e Ana adormeceu.

      Quando acordou, ela lembrou-se que tinha discutido com o marido, lembrou-se da raiva que sentiu quando se fechou no quarto, mas... qual era mesmo o motivo da briga? Ana foi tomada por um esquecimento total, irremediável. Por nada deste mundo conseguia se lembrar. O esgotamento que vem enfrentando parece ter comprometido profundamente a memória dela. Ela se esquece de tudo e, naquele momento, o motivo da briga havia sumido completamente de sua cabeça.

      Ana saiu do quarto devagar, foi até a cozinha, preparou um chá e voltou para o quarto. Daí a pouco, Douglas, o marido, entrou, já era hora de dormir, e perguntou: “Tá mais calma?”. Ela sacudiu a cabeça, dizendo: “Você não é fácil...” e voltou a ler um livro em silêncio até adormecer. Na manhã seguinte, cada um saiu correndo para o trabalho, à noite eles se encontraram como se na véspera nada houvesse acontecido e até hoje Ana não tem a menor ideia do que a fez brigar com o marido.

      A maioria das brigas de casais é provocada por razões absolutamente tolas, risíveis, motivos que merecem ser esquecidos. Se as pessoas fizessem as contas de quanto tempo já perderam nessas discussões desnecessárias, o resultado seria assustador. É muito desperdício de vida. São tardes jogadas pela janela, sábados que não voltam mais, noites que poderiam ser dedicadas a um bom filme, manhãs de verão que poderiam ter se desdobrado em dias de absoluta leveza, em vez de produzir amargura, ressentimento, mau humor e fazer as pessoas consumirem mais um comprimido para dor de cabeça ou dor de estômago.

(Leila Ferreira. Viver não dói. São Paulo: Globo, 2013. Adaptado)

Assinale a alternativa em que a palavra destacada atribui uma qualidade ao vocábulo anterior.

  • A Um trabalho estressante, filhos dando preocupações...
  • B ... ela lembrou-se que tinha discutido com o marido...
  • C Ana saiu do quarto devagar, foi até a cozinha...
  • D É muito desperdício de vida.
  • E São tardes jogadas pela janela...
10

Briga de casal

        Ana teve uma discussão com o marido e se trancou no quarto, chateadíssima. Encostou-se na cama, fechou os olhos e começou a respirar fundo para se acalmar, porque o que sentia naquela hora era vontade de avançar nele. Mas o cansaço falou mais alto que a raiva. Um trabalho estressante, filhos dando preocupações, pais idosos para cuidar. A exaustão cobrou seu preço e Ana adormeceu.

      Quando acordou, ela lembrou-se que tinha discutido com o marido, lembrou-se da raiva que sentiu quando se fechou no quarto, mas... qual era mesmo o motivo da briga? Ana foi tomada por um esquecimento total, irremediável. Por nada deste mundo conseguia se lembrar. O esgotamento que vem enfrentando parece ter comprometido profundamente a memória dela. Ela se esquece de tudo e, naquele momento, o motivo da briga havia sumido completamente de sua cabeça.

      Ana saiu do quarto devagar, foi até a cozinha, preparou um chá e voltou para o quarto. Daí a pouco, Douglas, o marido, entrou, já era hora de dormir, e perguntou: “Tá mais calma?”. Ela sacudiu a cabeça, dizendo: “Você não é fácil...” e voltou a ler um livro em silêncio até adormecer. Na manhã seguinte, cada um saiu correndo para o trabalho, à noite eles se encontraram como se na véspera nada houvesse acontecido e até hoje Ana não tem a menor ideia do que a fez brigar com o marido.

      A maioria das brigas de casais é provocada por razões absolutamente tolas, risíveis, motivos que merecem ser esquecidos. Se as pessoas fizessem as contas de quanto tempo já perderam nessas discussões desnecessárias, o resultado seria assustador. É muito desperdício de vida. São tardes jogadas pela janela, sábados que não voltam mais, noites que poderiam ser dedicadas a um bom filme, manhãs de verão que poderiam ter se desdobrado em dias de absoluta leveza, em vez de produzir amargura, ressentimento, mau humor e fazer as pessoas consumirem mais um comprimido para dor de cabeça ou dor de estômago.

(Leila Ferreira. Viver não dói. São Paulo: Globo, 2013. Adaptado)

A forma verbal destacada está no tempo presente em:

  • A Ana teve uma discussão com o marido...
  • B Ela se esquece de tudo...
  • C Se as pessoas fizessem as contas...
  • D ... quanto tempo já perderam nessas discussões...
  • E ... o resultado seria assustador.

Matemática

11

Para pintar 3 peças, um artesão demora 4 horas e 30 minutos. Quanto tempo o mesmo artesão leva para pintar 5 peças?

  • A 5 horas e 30 minutos
  • B 6 horas
  • C 6 horas e 30 minutos
  • D 7 horas e 30 minutos
12
Na compra de um ventilador, Rogério recebeu 15% de desconto, por ter feito o pagamento à vista. Se Rogério pagou R$ 204,00, pode-se afirmar que o preço original desse ventilador é de:
  • A R$ 153,00
  • B R$ 195,00
  • C R$ 204,00
  • D R$ 240,00
13

Uma escola de ensino fundamental e médio tem um total de 690 alunos. Sabe-se que o número de alunos no ensino fundamental é o dobro do número de alunos do ensino médio aumentado de 30 alunos. Nessas condições, o número de alunos matriculados no ensino fundamental e no ensino médio, é, respectivamente:

  • A 230 e 460
  • B 220 e 470
  • C 470 e 220
  • D 460 e 230
  • E 490 e 230
14

Na secretaria de uma prefeitura, 5 assistentes administrativos, trabalhando em um mesmo ritmo, atendem 20 pessoas em 3 horas. Se dois desses assistentes administrativos se aposentarem, quanto tempo será necessário para que os assistentes restantes, trabalhando nesse mesmo ritmo, atendam 50 pessoas?

  • A 12 horas e 30 minutos
  • B 12 horas e 50 minutos
  • C 4 horas e 30 minutos
  • D 4 horas e 50 minutos
  • E 7 horas e 50 minutos
15

Em um campeonato de ciclismo, o percurso consiste de 15 voltas em uma pista circular de raio 50 metros. Nestas condições, sabendo que π = 3,14 , a distância total percorrida por cada ciclista para concluir o percurso é:

  • A 314 metros
  • B 3.140 metros
  • C 4.710 metros
  • D 31.400 metros
  • E 47.100 metros
16

6,2 m3 equivale a:

  • A 620 litros.
  • B 6,2 litros.
  • C 62 litros.
  • D 6.200 litros.
  • E 62.000 litros.
17

A decomposição do número 360 em fatores primos é:

  • A 5 x 8 x 9
  • B 24 x 33 x 5
  • C 22 x 3 x 5 x 6
  • D 26 x 32 x 5
  • E 23 x 32 x 5
18

Nas eleições de uma cidade com 12.000 habitantes, um candidato a vereador obteve 1,25% dos votos. O número de votos que este candidato obteve foi:

  • A 150
  • B 1.500
  • C 15.000
  • D 15
  • E 300
19

Na bula de um frasco de simeticona com 15 ml, de um determinado laboratório, é informado que cada ml corresponde a 12 gotas. Se um médico receitou para um paciente 10 gotas 3 vezes ao dia, um frasco deste medicamente será suficiente para exatamente:

  • A 30 dias
  • B 12 dias
  • C 15 dias
  • D 18 dias
  • E 6 dias
20

Dos R$ 3.500,00 que Helena tinha, 3/4 foram usados para quitar uma dívida. Desse modo, o montante de dinheiro que foi usado para quitar a dívida foi de:

  • A R$ 875,00
  • B R$ 1.525,00
  • C R$ 2.500,00
  • D R$ 2.625,00

Raciocínio Lógico

21

Conhecida por suas belas praias, Porto Seguro – BA é um dos destinos turísticos mais visitados no Brasil. O turista que estiver em Porto Seguro e tiver interesse em visitar Arraial D’Ajuda – BA deve fazer uma travessia em uma balsa, cuja capacidade máxima é de 26 automóveis.

Se, em certo momento do dia, há uma fila com 234 carros para fazerem a travessia, o número mínimo de viagens que essa balsa deverá fazer é

  • A 8 viagens.
  • B 9 viagens.
  • C 10 viagens.
  • D 11 viagens.
22

Em uma sala de aula há 46 alunos. Destes, 27 são mulheres. Sabe-se que 8 mulheres usam óculos e o total de alunos que usam óculos é 14. O número de homens que não usam óculos é:

  • A 6.
  • B 8.
  • C 13.
  • D 16.
  • E 18.
23
Assinale a alternativa que representa a quantidade de vezes que o algarismo 9 aparece ao escrever uma sequência numérica de 1 a 100.
  • A 11
  • B 12
  • C 19
  • D 20
24

Bruna disse o seguinte: “Se gosto de filmes, então gosto de cinema”.

Uma proposição que é logicamente equivalente à dita por Bruna é:

  • A Se não gosto de filmes, então não gosto de cinema.
  • B Não gosto de filmes ou gosto de cinema.
  • C Gosto de filmes ou não gosto de cinema.
  • D Gosto de filmes e de cinema.
25

A sala de reuniões de uma empresa é composta por uma grande mesa retangular e oito cadeiras dispostas da seguinte maneira: quatro de um lado da mesa e quatro do outro.


Duas cadeiras específicas (na representação marcadas com x) são ocupadas, em todas reuniões, somente pelo presidente e vice-presidente da empresa, que, entre si, podem trocar de lugar. As demais cadeiras são sempre ocupadas, em qualquer ordem, pelos seis conselheiros dessa mesma empresa.

De acordo com a organização descrita, o número de maneiras distintas em que presidente, vice-presidente e os seis conselheiros podem se sentar em uma reunião em que todos estiverem presentes é igual a

  • A 720.
  • B 1440.
  • C 2880.
  • D 5040.
26

Considere a sentença: “Se corro ou faço musculação, então fico cansado”.

Uma sentença logicamente equivalente a essa é:

  • A Se não corro ou faço musculação, então não fico cansado;
  • B Se não corro e não faço musculação, então não fico cansado;
  • C Não corro e não faço musculação ou fico cansado;
  • D Corro ou faço musculação e não fico cansado;
  • E Não corro ou não faço musculação e fico cansado.
27
Os integrantes de um grupo de 50 pessoas foram classificados em homens ou mulheres e em altos ou baixos. Entre homens altos e mulheres baixas, havia 28 pessoas. Sabendo que havia 9 mulheres altas, a quantidade de homens baixos era de:
  • A 13.
  • B 19.
  • C 22.
  • D 31.
  • E 37.
28
Um saco contém cinco fichas e em cada uma está escrito um dos seguintes algarismos: 1, 2, 3, 4 e 5. Isabel sorteou uma ficha, anotou o número, devolveu a ficha ao saco, sorteou mais uma ficha e novamente anotou o número. Se, por exemplo, na primeira ficha sorteada estava escrito 3 e na segunda estava escrito 1, o resultado final do experimento de Isabel foi o número 31. Quantos números diferentes Isabel pode escrever repetindo o processo?
  • A 55.
  • B 25.
  • C 20.
  • D 18.
  • E 15.
29

João acordou atrasado para o trabalho, e verificou que o tempo restante até o final do dia era igual à metade do tempo já decorrido do dia. Com base nessas informações, concluímos que ele acordou às:

  • A 16 h
  • B 12 h
  • C 8 h
  • D 9 h
  • E 14 h
30

Beto vai à lanchonete Super Rango, onde encontra a seguinte tabela de opções:


Beto deseja pedir um lanche composto por um sanduíche, um suco e um sorvete de duas bolas (dois sabores distintos). O total de opções possíveis para o lanche de Beto é:

  • A 90
  • B 120
  • C 180
  • D 200
  • E 360
Voltar para lista