Resolver o Simulado SELECON

0 / 41

Português

1

Em relação às regras de concordância verbal, assinale a alternativa CORRETA:

  • A Precisam-se de encanadores.
  • B Plastifica-se documentos.
  • C Necessita-se de porteiros.
  • D Aluga-se apartamentos na praia.
2

Considere o seguinte trecho:


A popularização do modelo de educação _____ distância (EAD) tornou-a praticamente um sinônimo de acesso _____ tecnologia, refletindo os tempos atuais de amplo acesso _____ internet. No entanto, esse modelo já é secular. Data de meados de 1904 o primeiro curso profissionalizante por correspondência no Brasil. Após essa fase, tornaram-se comuns os cursos por rádio e televisão. O advento da internet – considerada a principal ferramenta do EAD – e a popularização dos microcomputadores pessoais impulsionaram _____ modalidade.

(Disponível em: http://www.amanha.com.br/posts/view/7188/un inter-democratizando-o-conhecimento)


Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas acima, na ordem em que aparecem no texto.

  • A à – à – à – à
  • B à – à – à – a
  • C à – a – à – à
  • D a – à – à – a
3

Leia: 


No contexto da tira, funciona como verbo de ligação:
  • A parece
  • B disse
  • C jogar
  • D jogando
4

Considere o seguinte trecho de um texto publicado na revista Mente Curiosa (Ano 3, nº 49, fev. 2019): As selfiessão comuns nas redes sociais. O termo americano não tem tradução para o português, elas basicamente funcionam como __________. O que as pessoas não sabem é que essas publicações revelam muito sobre a __________ de quem posta e têm um impacto direto na de quem vê.


Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas acima, na ordem em que aparecem no texto.

  • A auto retrato – auto estima.
  • B autorretrato – autoestima.
  • C auto-retrato – autoestima.
  • D auto-retrato – auto-estima.
  • E autorretrato – auto-estima
5

Assinale a alternativa em que a palavra, no texto, exerça papel adjetivo.

  • A norte (linha 10)
  • B recentemente (linha 14)
  • C adquirido (linha 19)
  • D esses (linha 39)
6

Texto 1


Antes que elas cresçam


Há um período em que os pais vão ficando órfãos dos próprios filhos.

É que as crianças crescem. Independentes de nós, como árvores, tagarelas e pássaros estabanados, elas crescem sem pedir licença. Crescem como a inflação, independente do governo e da vontade popular. Entre os estupros dos preços, os disparos dos discursos e o assalto das estações, elas crescem com uma estridência alegre e, às vezes, com alardeada arrogância.

Mas não crescem todos os dias, de igual maneira; crescem, de repente.

Um dia se assentam perto de você no terraço e dizem uma frase de tal maturidade que você sente que não pode mais trocar as fraldas daquela criatura.

Onde e como andou crescendo aquela danadinha que você não percebeu? Cadê aquele cheirinho de leite sobre a pele? Cadê a pazinha de brincar na areia, as festinhas de aniversário com palhaços, amiguinhos e o primeiro uniforme do maternal?

Ela está crescendo num ritual de obediência orgânica e desobediência civil. E você está agora ali, na porta da discoteca, esperando que ela não apenas cresça, mas apareça. Ali estão muitos pais, ao volante, esperando que saiam esfuziantes sobre patins, cabelos soltos sobre as ancas. Essas são as nossas filhas, em pleno cio, lindas potrancas.

Entre hambúrgueres e refrigerantes nas esquinas, lá estão elas, com o uniforme de sua geração: incômodas mochilas da moda nos ombros ou, então com a suéter amarrada na cintura. Está quente, a gente diz que vão estragar a suéter, mas não tem jeito, é o emblema da geração.

Pois ali estamos, depois do primeiro e do segundo casamento, com essa barba de jovem executivo ou intelectual em ascensão, as mães, às vezes, já com a primeira plástica e o casamento recomposto. Essas são as filhas que conseguimos gerar e amar, apesar dos golpes dos ventos, das colheitas, das notícias e da ditadura das horas. E elas crescem meio amestradas, vendo como redigimos nossas teses e nos doutoramos nos nossos erros.

Há um período em que os pais vão ficando órfãos dos próprios filhos. Longe já vai o momento em que o primeiro mênstruo foi recebido como um impacto de rosas vermelhas. Não mais as colheremos nas portas das discotecas e festas, quando surgiam entre gírias e canções. Passou o tempo do balé, da cultura francesa e inglesa. Saíram do banco de trás e passaram para o volante de suas próprias vidas. Só nos resta dizer “bonne route, bonne route”, como naquela canção francesa narrando a emoção do pai quando a filha oferece o primeiro jantar no apartamento dela.

Deveríamos ter ido mais vezes à cama delas ao anoitecer para ouvir sua alma respirando conversas e confidências entre os lençóis da infância, e os adolescentes cobertores daquele quarto cheio de colagens, pôsteres e agendas coloridas de Pilot. Não, não as levamos suficientemente ao maldito “drive-in”, ao Tablado para ver “Pluft”, não lhes demos suficientes hambúrgueres e cocas, não lhes compramos todos os sorvetes e roupas merecidas.

Elas cresceram sem que esgotássemos nelas todo o nosso afeto.

No princípio subiam a serra ou iam à casa de praia entre embrulhos, comidas, engarrafamentos, natais, páscoas, piscinas e amiguinhas. Sim, havia as brigas dentro do carro, a disputa pela janela, os pedidos de sorvetes e sanduíches infantis. Depois chegou a idade em que subir para a casa de campo com os pais começou a ser um esforço, um sofrimento, pois era impossível deixar a turma aqui na praia e os primeiros namorados. Esse exílio dos pais, esse divórcio dos filhos, vai durar sete anos bíblicos. Agora é hora de os pais na montanha terem a solidão que queriam, mas, de repente, exalarem contagiosa saudade daquelas pestes.

O jeito é esperar. Qualquer hora podem nos dar netos. O neto é a hora do carinho ocioso e estocado, não exercido nos próprios filhos e que não pode morrer conosco.

Por isso, os avós são tão desmesurados e distribuem tão incontrolável afeição. Os netos são a última oportunidade de reeditar o nosso afeto. Por isso, é necessário fazer alguma coisa a mais, antes que elas cresçam.



Affonso Romano de Sant´ Anna (Fonte: http://www.releituras.com/arsant_antes.asp, acesso em janeiro de 2020.)




Texto 2


POEMA ENJOADINHO


Filhos... Filhos?

Melhor não tê-los!

Mas se não os temos

Como sabê-lo?

Se não os temos

Que de consulta

Quanto silêncio

Como o queremos!

Banho de mar

Diz que é um porrete...

Cônjuge voa

Transpõe o espaço

Engole água

Fica salgada

Se iodifica

Depois, que boa

Que morenaço

Que a esposa fica!

Resultado: filho,

E então começa

A aporrinhação:

Cocô está branco

Cocô está preto

Bebe amoníaco

Comeu botão. F

ilhos? Filhos.

Melhor não tê-los

Noite de insônia

Cãs prematuros

Prantos convulsos

Meu Deus, salvai-o!

Filhos são o demo

Melhor não tê-los...

Mas se não os temos

Como sabê-los?

Como saber

Que macieza

Nos seus cabelos

Que cheiro morno

Na sua carne

Que gosto doce

Na sua boca!

Chupam gilete

Bebem xampu

Ateiam fogo

No quarteirão

Porém, que coisa

Que coisa louca

Que coisa linda

Que os filhos são!


(Fonte: Vinícius de Moraes. Poesia completa & prosa. Rio de Janeiro: Aguilar, 1987. p. 261-2.)

Como recurso de embelezamento textual, a “licença poética” autoriza que os desvios em relação à normapadrão façam parte dos textos, por exemplo, em “Como sabê-los?”, assinale a alternativa com colocação pronominal correta:

  • A “Melhor não tê-los!”
  • B “Se não os temos”
  • C “Meu Deus, o salvai!”
  • D “Como queremo-nos”
  • E “Iodificar-se-ia”
7

(Aurélien Casta. Le monde diplomatique. 7 de janeiro de 2020.)

Assinale a alternativa em que a palavra, no TEXTO I, apresente papel adjetivo.

  • A que (linha 5)
  • B menos (linha 7)
  • C estudantes (linha 14)
  • D vinte (linha 30)
8

A questão diz respeito ao Texto. Leia-o atentamente antes de respondê-la.



(Adaptado de Folha de S.Paulo, em 29/01/2020)

“... em vez de simplesmente entregarem ao turista o lugar para onde ele vai.” (linhas 32 a 34). É correto afirmar que o verbo “vai” utilizado na frase acima está regido de forma:

  • A Correta, pois apresenta o sentido de “deslocar-se para algum lugar”, sendo, contudo, preferível a utilização da preposição “a”.
  • B Incorreta, pois apresenta o sentido de “desejar algo”, devendo ser regido pela preposição “a”.
  • C Incorreta, pois apresenta o sentido de “chegar a outro nível”, devendo ser regido pela preposição “de”.
  • D Correta, pois apresenta o sentido de “emancipar-se”.
  • E Correta, pois apresenta o sentido de “ir além dos limites de algo”.
9

Segundo os autores de um novo estudo, a Stupendemys geographicus tinha uma distribuição geográfica ampla, num grande arco que ia do estado do Acre ao norte da Venezuela, passando pelo Peru e pela Colômbia. (linhas 7 a 11)


No trecho acima, há

  • A onze artigos e oito preposições.
  • B nove artigos e seis preposições.
  • C dez artigos e sete preposições.
  • D doze artigos e nove preposições.
10

A questão diz respeito ao Texto. Leia-o atentamente antes de respondê-la.



(Adaptado de Folha de S.Paulo, em 29/01/2020)

De acordo com as regras de concordância, é correto afirmar que a locução verbal “seja comprado” (linha 6) do texto está flexionada de forma:

  • A Incorreta, pois o verbo “ser”, quando empregado no sentido de “existir”, é impessoal.
  • B Incorreta, pois a concordância nas locuções verbais deve ser efetuada no verbo principal.
  • C Correta, pois concorda com seu sujeito simples “o livro” (linha 5).
  • D Incorreta, pois deveria concordar em número, pessoa e gênero com o núcleo do sujeito simples “espécie” (linha 7).
  • E Incorreta, pois deveria concordar em número, pessoa e gênero com os núcleos do sujeito composto “curso” (linha 7), “palestra” (linha 7) e “exposição” (linha 8).

Noções de Informática

11

Uma pessoa, utilizando a ferramenta de busca na internet do Google, disponível em www.google.com, deseja encontrar apenas arquivos do tipo pdf que não contenham as palavras concurso público, exatamente nesta ordem, e que contenham a palavra Edital.


Para isso, é correto afirmar que, na caixa de pesquisa do Google, pode ser digitado

  • A Edital -concurso público pdf
  • B Edital -concurso –público pdf
  • C Edital -"concurso público" pdf
  • D Edital -concurso público filetype:pdf
  • E Edital -"concurso público" filetype:pdf
12

Sobre o Excel, qual a opção NÃO ESTÁ CORRETA:

  • A no excel 2010, para congelar painéis na planilha, clique na guia exibição e no botão Congelar Painéis do grupo janelas.
  • B a função CONVERTER é utilizada para converter um numero de um sistema de medidas para outro que poder ser, por exemplo, peso, distância, tempo, pressão, força, energia, etc.
  • C para classificar dados no Excel em ordem crescente ou decrescente, de acordo com seu proposito, basta selecionar os dados a serem classificados, e na guia Pagina Inicial, clique no botão Classificar e Filtrar, em seguida escolher Classificar A a Z ou Classificar Z a A.
  • D para somar os itens da coluna A, da linha 1 até linha 5, basta selecionar a célula A6 e selecionar a função AUTOSOMA disponível na guia INSERIR.
  • E no Excel, é possível gerar números aleatórios utilizando duas funções: ALEATÓRIO e ALEATÓRIOENTRE.
13

O Linux também possui um padrão para ambiente gráfico. Os sistemas Unix mais antigos são baseados somente em caracteres, mas hoje praticamente qualquer sistema Unix, incluindo o Linux, dispõe de um sistema gráfico de janelas. Qual o nome deste sistema?

  • A Apache
  • B X Windows
  • C Fedora
  • D Sendmail
  • E Mozilla Firefox
14

Um código malicioso é um programa desenvolvido para executar ações danosas e atividades maliciosas em um computador. Um dos tipos de códigos maliciosos permite o retorno de um invasor a um computador comprometido, por meio da inclusão de serviços criados ou modificados para este fim.


Esse tipo de código malicioso denomina-se, corretamente,

  • A Spam.
  • B Phishing.
  • C Backdoor.
  • D Brute force.
  • E Frontdoor.
15

Pedro deseja exibir em sua planilha de controle mensal de gastos, a data atual, independentemente de quando a planilha for aberta. Qual formula poderia ajudar Pedro?

  • A =hoje()
  • B =data()
  • C =hoje(atual)
  • D =data(atual)
  • E =data(hoje)

Administração Pública

16

Julgue os itens a seguir, no que se refere ao planejamento e à formulação de políticas públicas.

I A formulação e o desenvolvimento de políticas públicas seguem etapas sequenciais no chamado ciclo de políticas públicas; nesse ciclo, uma tarefa típica da etapa de construção de agendas é designar atores responsáveis pela execução de tarefas intermediárias para a implementação de um programa público.

II A criação de políticas públicas envolve unicamente as seguintes atividades, que compõem o ciclo das políticas públicas e ocorrem como uma progressão linear: formulação, implementação e avaliação.

III Na fase de implementação, regras, rotinas e processos sociais são convertidos de intenções a ações.

Assinale a opção correta.

  • A Apenas o item I está certo.
  • B Apenas o item II está certo.
  • C Apenas os itens I e III estão certos.
  • D Apenas os itens II e III estão certos.
  • E Todos os itens estão certos.

Atualidades

17

É uma feição específica da Geopolítica contemporânea que emergiu como proposta de cooperação internacional com base em nova relação sociedade-natureza. […] Trata-se de uma tentativa de ajustar o sistema capitalista por meio de conciliação das tendências da lógica da acumulação com as da lógica cultural, particularmente os movimentos ambientalistas.

(Castro, Iná Elias et al. Geografia: Conceitos e Temas. Adaptado)


O texto refere-se ao surgimento

  • A da gestão do território.
  • B da consciência ecológica.
  • C da pressão ecológica.
  • D do desenvolvimento sustentável.
  • E do globalismo ecológico.
18

O Brasil confirmou 3.339 novos casos de sarampo no país desde junho, quando um novo surto da doença teve início. De acordo com o boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, publicado nesta sexta-feira (13 de setembro), dezesseis estados registram surto ativo da doença. (G1, 13/09/2019. Disponível em: <https://glo.bo/3bmFLq4>. Adaptado)
Sobre o Sarampo no Brasil é correto afirmar que:

  • A a maioria dos casos confirmados foi em São Paulo (97,5%).
  • B o governo conseguiu interromper a transmissão do vírus do sarampo na região sudeste.
  • C em todo o país a vacinação contra sarampo na rede pública só ocorre até os 19 anos.
  • D apesar deste recente surto, o Brasil manteve o certificado de eliminação da doença concedido pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).
  • E nas últimas duas décadas o país registrou dezenas de mortes por causa do sarampo.
19

Autoridades sanitárias da China confirmaram neste sábado (18 de janeiro), quatro novos casos da misteriosa pneumonia viral detectada (...), na região central do país. O surto da doença, iniciado em dezembro, é causado por um tipo de coronavírus semelhante ao da Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars).

(G1, 18/01/2020. Disponível em: < https:// https://glo.bo/3bhs4c2>. Adaptado)


O surto da misteriosa doença teve início na cidade de:

  • A Pequim.
  • B Wuhan.
  • C Xangai
  • D Dongguan
  • E Nanjing
20

Desde que a Austrália começou a ser colonizada, em 1788, a queimada cultural foi lentamente erradicada. Mas, nos últimos anos, surgiram movimentos para reintegrar a prática.


(G1, 13/01/2020. Disponível em: < https://glo.bo/2uxSQMD>.Adaptado)


Após a recente escalada de incêndios na Austrália, a “queimada cultural” ganhou destaque nos noticiários. Sobre a “queimada cultural” é correto afirmar, EXCETO:

  • A são chamadas de "queimadas frias" (cool burning), com chamas na altura dos joelhos, foram concebidas para serem realizadas de forma contínua e ao longo da paisagem.
  • B são formas de manejo do fogo, que hoje, são as grandes responsáveis pelos incêndios na Austrália.
  • C as queimadas culturais promovidas pelos indígenas atuam no ritmo do meio ambiente, atraindo marsupiais e mamíferos que os aborígenes podem caçar.
  • D a queimada cultural pode reduzir o combustível no solo de 10 toneladas para 1 tonelada, mas é apenas uma proteção eficaz para incêndios moderados.
  • E elas queimam material combustível sobre o solo, como gravetos e detritos de folhas, de modo que um incêndio florestal natural tem menos chance de se alastrar.
21

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pediu hoje, (08/11/2019), à justiça, que o petista deixe a prisão imediatamente.


(Uol, 08/11/2019. Disponível em: < http://bit.ly/2Sevi8J>.Adaptado)


Em qual fato específico a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se baseou para pedir sua soltura:

  • A no pedido de anulação da sua condenação por falta de prova material que o caracterize como proprietário do triplex em Guarujá.
  • B na decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello, com liminar para soltura de réus presos após condenação em segunda instância em processos sem trânsito em julgado.
  • C na anulação do processo do triplex por imparcialidade do juiz federal Sergio Moro por motivo de aceitação do juiz federal Sergio Moro para o posto de ministro da Justiça.
  • D na decisão do desembargador plantonista José Favareto a favor do habeas corpus formulado pelos deputados petistas Wadih Damous (RJ), Paulo Teixeira (SP) e Paulo Pimenta (RS).
  • E na decisão de do STF (Supremo Tribunal Federal), que passou a proibir prisão após condenação em segunda instância.

Atendimento ao Público

22
O atendimento ao público pode ser feito de forma presencial ou por meio de telefone e requer conhecimentos, atitudes e comportamentos adequados. Em relação às atitudes e comportamentos, assinale a alternativa que apresenta alguns dos aspectos implícitos no atendimento ao público.
  • A Palavras, diferenciação e apoio pessoal.
  • B Aparência, expressão corporal e voz.
  • C Roteiro padrão, idoneidade e sigilo.
  • D Honestidade, praticidade e visão.
  • E Confrontação, impessoalidade e zelo.
23
É responsável pela comunicação, interlocução e relacionamento entre a organização e seus colaboradores, utilizando-se de diversas estratégias, como produção e disseminação de conteúdo (impresso, online, interativo, verbal), programas de treinamentos, campanhas diversas, entre outras, buscando manter o público de interesse motivado e engajado, para garantir a satisfação e o bem-estar do profissional e um bom resultado organizacional. Trata-se da comunicação
  • A interna.
  • B lateral.
  • C ascendente.
  • D mercadológica.
24

São distúrbios indesejáveis que podem provocar erros na mensagem e a má compreensão da informação transmitida. Barulho de construções, trânsito, som alto, entre outros, são exemplos de __________________.


Assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna.

  • A ruídos fisiológicos
  • B ruídos psicológicos
  • C ruídos semânticos
  • D ruídos físicos
25
A cordialidade é fundamental para um bom atendimento. Assinale a alternativa que não apresenta uma atitude cordial no atendimento ao público.
  • A Iniciar a conversa com uma atitude amigável e prestativa.
  • B Indicar ao usuário um local para se sentar enquanto aguarda.
  • C Informar que o assunto sobre o qual deseja tratar não é de sua competência e deixar o usuário localizar o setor correto.
  • D Finalizar o atendimento com um “Tenha uma boa tarde!”, “Até logo!”, “Continuamos à disposição!”.
26
São atitudes corretas em um atendimento telefônico, exceto:
  • A atenda a chamada nos primeiros toques, dizendo o nome da empresa, setor, seu nome, e “bom dia/boa tarde!”.
  • B ouça o usuário com atenção e o interrompa quantas vezes forem necessárias para compreender qual a sua necessidade.
  • C se a ligação não se referir à sua área, informe que irá transferir para a área responsável e faça a transferência.
  • D caso seja necessário anotar recado, confirme os dados para evitar erros.

Redação Oficial

27
Leia o texto para responder à questão:

Qual é o papel de um museu que
conta histórias de vida?

    O Museu da Pessoa foi criado em 1991 com o objetivo de registrar e preservar histórias de vida de todo e qualquer indivíduo. A ideia é valorizar essas memórias e torná-las uma fonte de compreensão, conhecimento e conexão entre as pessoas, dos narradores aos visitantes que a instituição atrai.
    O Museu da Pessoa é colaborativo, ou seja, qualquer pessoa pode se voluntariar para contar sua história. Todas as pessoas que se dispõem a falar são entrevistadas por colaboradores da instituição, que durante longas conversas buscam estimular os participantes a lembrar os detalhes de sua trajetória. É possível encontrar nos arquivos histórias de professores, poetas, comerciantes e trabalhadores rurais, de variadas idades e regiões do país
     A curadora e fundadora do Museu da Pessoa, Karen Worcman, teve a ideia de criar a instituição no fim dos anos 1980, quando participou de um projeto de entrevistas com imigrantes no Rio e percebeu que os depoimentos ouvidos ajudavam a contar a história mais ampla do país. Mais de 25 anos depois da fundação do museu, Worcman pensa o mesmo. “A história de cada pessoa é uma perspectiva única sobre a história comum que todos nós vivemos como sociedade”, disse a curadora ao jornal Nexo.
      Para Worcman, as narrativas do acervo podem fazer o público do museu não só conhecer a vida de outras pessoas mas também “aprender sobre o mundo e a sociedade com o olhar do outro”. Abertas a outros pontos de vista, as pessoas transformam seu modo de ver o mundo e criam uma sociedade mais justa e igualitária.

(Mariana Vick, Nexo Jornal, 29 de junho de 2020. Adaptado)

Assinale a alternativa correta quanto à norma-padrão de concordância verbal, em conformidade com o Manual de Redação da Presidência da República.

  • A No Museu da Pessoa, existe colaboradores que entrevistam as pessoas dispostas a falar.
  • B O mundo e a sociedade torna-se objeto de conhecimento quando se conhece a vida de outras pessoas.
  • C Histórias comuns das pessoas compõe o acervo do Museu da Pessoa, concebido por Karen Worcman.
  • D Worcman teve a ideia de criar o museu quando participou de um projeto no qual se entrevistavam imigrantes no Rio.
  • E No Museu da Pessoa, tratam-se de questões relevantes para o debate público nacional.
28
Qual é o papel de um museu que
conta histórias de vida?


        O Museu da Pessoa foi criado em 1991 com o objetivo de registrar e preservar histórias de vida de todo e qualquer indivíduo. A ideia é valorizar essas memórias e torná-las uma fonte de compreensão, conhecimento e conexão entre as pessoas, dos narradores aos visitantes que a instituição atrai.
        O Museu da Pessoa é colaborativo, ou seja, qualquer pessoa pode se voluntariar para contar sua história. Todas as pessoas que se dispõem a falar são entrevistadas por colaboradores da instituição, que durante longas conversas buscam estimular os participantes a lembrar os detalhes de sua trajetória. É possível encontrar nos arquivos histórias de professores, poetas, comerciantes e trabalhadores rurais, de variadas idades e regiões do país.
       A curadora e fundadora do Museu da Pessoa, Karen Worcman, teve a ideia de criar a instituição no fim dos anos 1980, quando participou de um projeto de entrevistas com imigrantes no Rio e percebeu que os depoimentos ouvidos ajudavam a contar a história mais ampla do país. Mais de 25 anos depois da fundação do museu, Worcman pensa o mesmo. “A história de cada pessoa é uma perspectiva única sobre a história comum que todos nós vivemos como sociedade”, disse a curadora ao jornal Nexo.
         Para Worcman, as narrativas do acervo podem fazer o público do museu não só conhecer a vida de outras pessoas mas também “aprender sobre o mundo e a sociedade com o olhar do outro”. Abertas a outros pontos de vista, as pessoas transformam seu modo de ver o mundo e criam uma sociedade mais justa e igualitária.


(Mariana Vick, Nexo Jornal, 29 de junho de 2020. Adaptado)

Assinale a alternativa correta quanto à norma-padrão de concordância verbal, em conformidade com o Manual de Redação da Presidência da República.

  • A O mundo e a sociedade torna-se objeto de conhecimento quando se conhece a vida de outras pessoas.
  • B No Museu da Pessoa, existe colaboradores que entrevistam as pessoas dispostas a falar.
  • C Histórias comuns das pessoas compõe o acervo do Museu da Pessoa, concebido por Karen Worcman.
  • D No Museu da Pessoa, tratam-se de questões relevantes para o debate público nacional.
  • E Worcman teve a ideia de criar o museu quando participou de um projeto no qual se entrevistavam imigrantes no Rio.
29

Qual é o papel de um museu que conta histórias de vida?


    O Museu da Pessoa foi criado em 1991 com o objetivo de registrar e preservar histórias de vida de todo e qualquer indivíduo. A ideia é valorizar essas memórias e torná-las uma fonte de compreensão, conhecimento e conexão entre as pessoas, dos narradores aos visitantes que a instituição atrai.

    O Museu da Pessoa é colaborativo, ou seja, qualquer pessoa pode se voluntariar para contar sua história. Todas as pessoas que se dispõem a falar são entrevistadas por colaboradores da instituição, que durante longas conversas buscam estimular os participantes a lembrar os detalhes de sua trajetória. É possível encontrar nos arquivos histórias de professores, poetas, comerciantes e trabalhadores rurais, de variadas idades e regiões do país.

    A curadora e fundadora do Museu da Pessoa, Karen Worcman, teve a ideia de criar a instituição no fim dos anos 1980, quando participou de um projeto de entrevistas com imigrantes no Rio e percebeu que os depoimentos ouvidos ajudavam a contar a história mais ampla do país. Mais de 25 anos depois da fundação do museu, Worcman pensa o mesmo. “A história de cada pessoa é uma perspectiva única sobre a história comum que todos nós vivemos como sociedade”, disse a curadora ao jornal Nexo.

    Para Worcman, as narrativas do acervo podem fazer o público do museu não só conhecer a vida de outras pessoas mas também “aprender sobre o mundo e a sociedade com o olhar do outro”. Abertas a outros pontos de vista, as pessoas transformam seu modo de ver o mundo e criam uma sociedade mais justa e igualitária.

(Mariana Vick, Nexo Jornal, 29 de junho de 2020. Adaptado)

Assinale a alternativa correta quanto à norma-padrão de concordância verbal, em conformidade com o Manual de Redação da Presidência da República.

  • A Histórias comuns das pessoas compõe o acervo do Museu da Pessoa, concebido por Karen Worcman.
  • B No Museu da Pessoa, existe colaboradores que entrevistam as pessoas dispostas a falar.
  • C Worcman teve a ideia de criar o museu quando participou de um projeto no qual se entrevistavam imigrantes no Rio.
  • D O mundo e a sociedade torna-se objeto de conhecimento quando se conhece a vida de outras pessoas.
  • E No Museu da Pessoa, tratam-se de questões relevantes para o debate público nacional.
30

Qual é o papel de um museu que conta histórias de vida?


    O Museu da Pessoa foi criado em 1991 com o objetivo de registrar e preservar histórias de vida de todo e qualquer indivíduo. A ideia é valorizar essas memórias e torná-las uma fonte de compreensão, conhecimento e conexão entre as pessoas, dos narradores aos visitantes que a instituição atrai.

    O Museu da Pessoa é colaborativo, ou seja, qualquer pessoa pode se voluntariar para contar sua história. Todas as pessoas que se dispõem a falar são entrevistadas por colaboradores da instituição, que durante longas conversas buscam estimular os participantes a lembrar os detalhes de sua trajetória. É possível encontrar nos arquivos histórias de professores, poetas, comerciantes e trabalhadores rurais, de variadas idades e regiões do país.

    A curadora e fundadora do Museu da Pessoa, Karen Worcman, teve a ideia de criar a instituição no fim dos anos 1980, quando participou de um projeto de entrevistas com imigrantes no Rio e percebeu que os depoimentos ouvidos ajudavam a contar a história mais ampla do país. Mais de 25 anos depois da fundação do museu, Worcman pensa o mesmo. “A história de cada pessoa é uma perspectiva única sobre a história comum que todos nós vivemos como sociedade”, disse a curadora ao jornal Nexo.

    Para Worcman, as narrativas do acervo podem fazer o público do museu não só conhecer a vida de outras pessoas mas também “aprender sobre o mundo e a sociedade com o olhar do outro”. Abertas a outros pontos de vista, as pessoas transformam seu modo de ver o mundo e criam uma sociedade mais justa e igualitária.

(Mariana Vick, Nexo Jornal, 29 de junho de 2020. Adaptado)

Assinale a alternativa correta quanto à norma-padrão de concordância verbal, em conformidade com o Manual de Redação da Presidência da República.

  • A No Museu da Pessoa, existe colaboradores que entrevistam as pessoas dispostas a falar.
  • B Worcman teve a ideia de criar o museu quando participou de um projeto no qual se entrevistavam imigrantes no Rio.
  • C Histórias comuns das pessoas compõe o acervo do Museu da Pessoa, concebido por Karen Worcman.
  • D O mundo e a sociedade torna-se objeto de conhecimento quando se conhece a vida de outras pessoas.
  • E No Museu da Pessoa, tratam-se de questões relevantes para o debate público nacional.
31

Leia o texto para responder à questão.


Qual é o papel de um museu que conta histórias de vida?


O Museu da Pessoa foi criado em 1991 com o objetivo de registrar e preservar histórias de vida de todo e qualquer indivíduo. A ideia é valorizar essas memórias e torná-las uma fonte de compreensão, conhecimento e conexão entre as pessoas, dos narradores aos visitantes que a instituição atrai.

O Museu da Pessoa é colaborativo, ou seja, qualquer pessoa pode se voluntariar para contar sua história. Todas as pessoas que se dispõem a falar são entrevistadas por colaboradores da instituição, que durante longas conversas buscam estimular os participantes a lembrar os detalhes de sua trajetória. É possível encontrar nos arquivos histórias de professores, poetas, comerciantes e trabalhadores rurais, de variadas idades e regiões do país.

A curadora e fundadora do Museu da Pessoa, Karen Worcman, teve a ideia de criar a instituição no fim dos anos 1980, quando participou de um projeto de entrevistas com imigrantes no Rio e percebeu que os depoimentos ouvidos ajudavam a contar a história mais ampla do país. Mais de 25 anos depois da fundação do museu, Worcman pensa o mesmo. “A história de cada pessoa é uma perspectiva única sobre a história comum que todos nós vivemos como sociedade”, disse a curadora ao jornal Nexo.

Para Worcman, as narrativas do acervo podem fazer o público do museu não só conhecer a vida de outras pessoas mas também “aprender sobre o mundo e a sociedade com o olhar do outro”. Abertas a outros pontos de vista, as pessoas transformam seu modo de ver o mundo e criam uma sociedade mais justa e igualitária.

(Mariana Vick, Nexo Jornal, 29 de junho de 2020. Adaptado)

Assinale a alternativa correta quanto à norma-padrão de concordância verbal, em conformidade com o Manual de Redação da Presidência da República.

  • A O mundo e a sociedade torna-se objeto de conhecimento quando se conhece a vida de outras pessoas.
  • B No Museu da Pessoa, tratam-se de questões relevantes para o debate público nacional.
  • C No Museu da Pessoa, existe colaboradores que entrevistam as pessoas dispostas a falar.
  • D Histórias comuns das pessoas compõe o acervo do Museu da Pessoa, concebido por Karen Worcman.
  • E Worcman teve a ideia de criar o museu quando participou de um projeto no qual se entrevistavam imigrantes no Rio.

Administração de Recursos Materiais

32

As decisões sobre localização de instalações, estoques, transporte, processamento de pedidos, serviço aos clientes, armazenagem e compra são tomadas nos diferentes níveis organizacionais, cada qual com sua abordagem e especificidade.
Assinale a alternativa que apresenta corretamente a relação entre a decisão e o nível de decisão.

  • A Decisões de reposição de estoque são realizadas no nível operacional.
  • B Decisões sobre compras antecipadas são realizadas no nível operacional.
  • C Decisões sobre localização de estoques são realizadas no nível tático.
  • D Decisões sobre layout das instalações são realizadas no nível tático.
  • E Decisões sobre níveis de estoque de segurança são tomadas no nível estratégico.
33

O conceito do tempo do ciclo do pedido pode ser compreendido a partir dos quatro componentes independentes que o compõem, que são:

  • A produção do pedido, processamento e montagem, transmissão do pedido e tempo de entrega.
  • B transmissão do pedido, processamento e montagem do pedido, tempo de aquisição de estoque adicional e tempo de entrega.
  • C transmissão do pedido, produção do pedido, tempo de entrega e tempo de reposição.
  • D transmissão do pedido, processamento do pedido, estocagem do pedido e tempo de aquisição do estoque adicional.
  • E produção do pedido, processamento do pedido, montagem do pedido e tempo de entrega.
34

Um sistema de controle logístico baseado no método KANBAN/JIT possui especificidades que tornam a gestão de estoques, o tamanho dos lotes, a relação com os fornecedores e a visão sobre a qualidade distintas de outras metodologias.
Considerando tais características, é correto afirmar que na programação KANBAN/JIT

  • A o estoque de produtos em processo é um investimento necessário.
  • B os tempos de reposição devem ser exíguos.
  • C a manutenção dos equipamentos deve ocorrer conforme a necessidade.
  • D o estoque é visto como um ativo.
  • E alguns defeitos são toleráveis, no processo de qualidade.
35

Em uma Organização Militar, que é uma unidade escola, a partir do conhecimento sobre a quantidade de exercícios militares que serão realizados ao longo do ano, a decisão sobre estocagem de rações operacionais visa suprir a demanda média ao longo do tempo entre os sucessivos reabastecimentos, com o objetivo de garantir a execução das missões.
Esse tipo de estoque é chamado de estoques

  • A de segurança.
  • B em processo.
  • C no canal.
  • D regulares.
  • E especulativos.
36

Analise as afirmativas a seguir sobre armazenagem e preservação de materiais:


I. O armazenamento de produtos químicos exige a adoção de cuidados especiais, de forma a garantir a utilização de tais produtos em condições de segurança.

II. A técnica de paletização do armazém, dada a sua comprovada ineficiência, está proibida no âmbito da armazenagem de materiais.

III. Os bens perecíveis e não perecíveis podem ser armazenados em gôndolas por até 30 (trinta) dias, após o que deverão ser preservados, por prazo indeterminado, em planos metálicos.


É correto o que se afirma

  • A apenas em I.
  • B apenas em I e III.
  • C apenas em II e III.
  • D em nenhuma das afirmativas.

Arquivologia

37

A guarda de documentos está entre as rotinas da conferência dos processamentos diários de movimentação de materiais, determinadas no Instrumento Normativo PO29-098 do Metrô-SP. Todos os documentos deverão ser arquivados: físicos e digitalizados. Quanto ao arquivamento dos documentos físicos, assinale a alterativa correta.

  • A Devem ser arquivados na área de reserva pelo período de 1 ano.
  • B Devem ser arquivados na secretaria geral pelo período de 2 anos.
  • C Devem ser arquivados na própria área pelo período de 3 anos.
  • D Devem ser arquivados no estoque geral pelo período de 4 anos.
38

A reunião de documentos conservados, visando à oportunidade que poderão oferecer futuramente. Para ser funcional deve ser planejado, instalado, organizado e mantido de acordo com as necessidades inerentes aos setores. Trata-se da definição de:

  • A Dossiê.
  • B Acervo.
  • C Biblioteca.
  • D Arquivo.
  • E Pasta.
39

Assinale a denominação atribuída a setores encarregados do recebimento, registro, distribuição e movimentação dos documentos em curso.

  • A Arquivo.
  • B Processo.
  • C Anexação.
  • D Triagem.
  • E Protocolo.
40

Na organização de arquivos correntes, ao colocar os documentos em uma sequência alfabética, numérica ou alfanumérica, de acordo com o método de arquivamento previamente adotado, denomina-se:

  • A Indexação.
  • B Arranjo.
  • C Anexação.
  • D Triagem.
  • E Depósito.
41

O conjunto de todos os documentos genéricos de um arquivo é denominado de:

  • A Legado.
  • B Acumulação.
  • C Dossiê.
  • D Acervo.
  • E Processo.
Voltar para lista