Resolver o Simulado LEGALLE Concursos - Nível Médio

0 / 43

Português

1
Leia atentamente o texto abaixo para responder à questão.

Projeto brasileiro pretende mapear genoma de 15 mil pessoas para prever e tratar doenças
Por Filipe Domingues, G1/ 10/12/2019 12h00



    Um projeto liderado por uma cientista brasileira vai identificar as principais características genéticas dos brasileiros para prever doenças e antecipar tratamentos. Lançada nesta terça-feira (10), em São Paulo, a iniciativa "DNA do Brasil" quer mapear o genoma de 15 mil pessoas de 35 a 74 anos de idade e se tornar o maior levantamento do tipo já realizado no país. A ideia é que em cinco anos já se tenham os primeiros resultados. "O desafio é entender quais variações genéticas estão associadas a quais características das pessoas", disse a pesquisadora Lygia da Veiga Pereira, da Universidade de São Paulo (USP), na abertura do projeto. "Nós somos o resultado do nosso genoma mais o nosso estilo de vida. O genoma é a receita do nosso corpo."
    Além da geneticista, estão envolvidos na parceria o Ministério da Saúde que oferecerá dados epidemiológicos da população brasileira por meio do projeto ELSA Brasil; organizações privadas como a Dasa, empresa da área de saúde, que financiará e realizará o sequenciamento das primeiras 3 mil amostras; a Illumina que vai fornecer os insumos e a Google Cloud que fará o armazenamento e proteção dos dados. As descobertas que os cientistas fizerem poderão ser traduzidas em inovações tanto na área de pesquisa genética quanto nos diagnósticos e tratamentos de doenças como o câncer, a hipertensão, o diabetes, depressão, esquizofrenia e algumas doenças raras. Ao descobrir que determinada proteína presente no corpo de uma pessoa permite manter o colesterol baixo, é possível "editar" o DNA do paciente para imitar o comportamento deste elemento. [...]
    O diretor médico da Dasa, Gustavo Campana, lembrou que 80% das 8 mil doenças consideradas raras têm origem genética. Já os cânceres hereditários são de 5 a 12% dos casos. Portanto, além da previsão de tais doenças, o mapeamento dos genes e sua associação com as características da população brasileira podem permitir avanços em "terapêutica gênica", ou seja, métodos de tratamento que atuam diretamente nos genes ± o mais famoso deles é o CRISPR, a técnica de edição do DNA. "Esse projeto é um marco da genética populacional no Brasil," disse Campana.[...]
O estudo entre gênero e tipo de texto expõe que há diferenças. A este respeito, assinale a alternativa que preencha correta e respectivamente as lacunas abaixo.
O texto é _____ textual classificado como _____, que circula no meio _____ com o objetivo de trazer informações mais aprofundadas que a _____, isto porque há citações, dados estatísticos entre outros detalhes que são coletados através de pesquisa.
  • A um tipo / reportagem / jornalístico / notícia
  • B um gênero / notícia / midiático / reportagem
  • C um gênero / reportagem / jornalístico / notícia
  • D um tipo / notícia / jornalístico / reportagem
2
Leia atentamente o texto abaixo para responder à questão.

Projeto brasileiro pretende mapear genoma de 15 mil pessoas para prever e tratar doenças
Por Filipe Domingues, G1/ 10/12/2019 12h00



    Um projeto liderado por uma cientista brasileira vai identificar as principais características genéticas dos brasileiros para prever doenças e antecipar tratamentos. Lançada nesta terça-feira (10), em São Paulo, a iniciativa "DNA do Brasil" quer mapear o genoma de 15 mil pessoas de 35 a 74 anos de idade e se tornar o maior levantamento do tipo já realizado no país. A ideia é que em cinco anos já se tenham os primeiros resultados. "O desafio é entender quais variações genéticas estão associadas a quais características das pessoas", disse a pesquisadora Lygia da Veiga Pereira, da Universidade de São Paulo (USP), na abertura do projeto. "Nós somos o resultado do nosso genoma mais o nosso estilo de vida. O genoma é a receita do nosso corpo."
    Além da geneticista, estão envolvidos na parceria o Ministério da Saúde que oferecerá dados epidemiológicos da população brasileira por meio do projeto ELSA Brasil; organizações privadas como a Dasa, empresa da área de saúde, que financiará e realizará o sequenciamento das primeiras 3 mil amostras; a Illumina que vai fornecer os insumos e a Google Cloud que fará o armazenamento e proteção dos dados. As descobertas que os cientistas fizerem poderão ser traduzidas em inovações tanto na área de pesquisa genética quanto nos diagnósticos e tratamentos de doenças como o câncer, a hipertensão, o diabetes, depressão, esquizofrenia e algumas doenças raras. Ao descobrir que determinada proteína presente no corpo de uma pessoa permite manter o colesterol baixo, é possível "editar" o DNA do paciente para imitar o comportamento deste elemento. [...]
    O diretor médico da Dasa, Gustavo Campana, lembrou que 80% das 8 mil doenças consideradas raras têm origem genética. Já os cânceres hereditários são de 5 a 12% dos casos. Portanto, além da previsão de tais doenças, o mapeamento dos genes e sua associação com as características da população brasileira podem permitir avanços em "terapêutica gênica", ou seja, métodos de tratamento que atuam diretamente nos genes ± o mais famoso deles é o CRISPR, a técnica de edição do DNA. "Esse projeto é um marco da genética populacional no Brasil," disse Campana.[...]
Analise as afirmativas e assinale a alternativa correta.
I. A Dasa é uma empresa da área de saúde que financiará e realizará a cessação das primeiras 3 mil amostras. II. O Ministério da Saúde oferecerá dados epidemiológicos da população brasileira através do projeto ELSA Brasil. III. A Google Cloud que fará o armazenamento e a derrelição dos dados.
  • A Apenas a afirmativa III está correta.
  • B Apenas as afirmativas II e III estão corretas.
  • C Apenas as afirmativas I e II estão corretas.
  • D Apenas a afirmativa II está correta.
3
Quanto ao uso do acento grave, assinale a alternativa correta.
  • A Um formoso papagaio voava à meia altura.
  • B É importante obedecer às normas de trânsito para não perder a habilitação.
  • C O assunto tem à possibilidade de ir muito além da sala de aula.
  • D O cachorro obedece à Afonso, devido a seu treinamento.
4
Acerca das regras de ortografia, assinale a alternativa incorreta.
  • A "Há muitos tipos de agressão e é um problema contínuo e social." A palavra em destaque é grafada com "ss" pois é substantivo derivado de verbo terminado em "gredir".
  • B "Sempre que possível, faça uma limpeza interior." A palavra em destaque é grafada com "z" pois é um substantivo abstrato derivado de adjetivo.
  • C "Sejam todos bem vindos ao grande espetáculo da noite!" A palavra em destaque é grafada sem hífen desde a alteração do Novo Acordo Ortográfico.
  • D "É possível que os noivos viajem e façam a viagem de seus sonhos." Os vocábulos em destaque são grafados com "j" e "g" porque são compostos por um verbo e um substantivo, respectivamente.
5
Analise as afirmativas abaixo e dê valores Verdadeiro (V) ou Falso (F).
( ) Alfredo, filho de dona Arlinda, alumiou o caminho. O vocábulo em destaque é uma variação do verbo "iluminar" e está no pretérito imperfeito. ( ) Mário e eu fomos os melhores do time, no oitavo ano. O vocábulo em destaque é a forma conjugada do verbo "ser" e está no pretérito mais-que-perfeito. ( ) Quando ela vir os anúncios, poderá escolher o que melhor lhe convier. O vocábulo em destaque é a forma conjugada do verbo "ver" no futuro do subjuntivo. ( ) O anfitrião da festa foi homenageado pelos convidados. O vocábulo em destaque é a forma conjugada do verbo "ir" no pretérito perfeito.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta de cima para baixo.
  • A F, F, V, F.
  • B V, F, F, F.
  • C F, V, V, V.
  • D V, V, F, V.
6
Quanto às normas de acentuação gráfica, assinale a alternativa correta.
  • A diastole, esplendor, pincel, caqui.
  • B bambu, atras, paranoico, diarreia.
  • C paranoia, raiz, gratuito, recorde.
  • D pivo, rubrica, menu, flor.
7

Analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa correta.


I. O verbo "haver", com o sentido de "existir", é impessoal e não admite sujeito; assim deve ser usado na 3ª pessoa do singular.

II. O verbo "fazer", na indicação de tempo decorrido, deve concordar com o numeral a que ele se refere.

III. O verbo "passar", na indicação de tempo e acompanhado da preposição "de", p impessoal e deve permanecer na 3ª pessoa do singular.

  • A Apenas as afirmativas I e II estão corretas.
  • B Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
  • C Apenas as afirmativas II e III estão corretas.
  • D As afirmativas I, II e III estão corretas.
8
Leia atentamente o texto abaixo para responder à questão.

Projeto brasileiro pretende mapear genoma de 15 mil pessoas para prever e tratar doenças
Por Filipe Domingues, G1/ 10/12/2019 12h00



    Um projeto liderado por uma cientista brasileira vai identificar as principais características genéticas dos brasileiros para prever doenças e antecipar tratamentos. Lançada nesta terça-feira (10), em São Paulo, a iniciativa "DNA do Brasil" quer mapear o genoma de 15 mil pessoas de 35 a 74 anos de idade e se tornar o maior levantamento do tipo já realizado no país. A ideia é que em cinco anos já se tenham os primeiros resultados. "O desafio é entender quais variações genéticas estão associadas a quais características das pessoas", disse a pesquisadora Lygia da Veiga Pereira, da Universidade de São Paulo (USP), na abertura do projeto. "Nós somos o resultado do nosso genoma mais o nosso estilo de vida. O genoma é a receita do nosso corpo."
    Além da geneticista, estão envolvidos na parceria o Ministério da Saúde que oferecerá dados epidemiológicos da população brasileira por meio do projeto ELSA Brasil; organizações privadas como a Dasa, empresa da área de saúde, que financiará e realizará o sequenciamento das primeiras 3 mil amostras; a Illumina que vai fornecer os insumos e a Google Cloud que fará o armazenamento e proteção dos dados. As descobertas que os cientistas fizerem poderão ser traduzidas em inovações tanto na área de pesquisa genética quanto nos diagnósticos e tratamentos de doenças como o câncer, a hipertensão, o diabetes, depressão, esquizofrenia e algumas doenças raras. Ao descobrir que determinada proteína presente no corpo de uma pessoa permite manter o colesterol baixo, é possível "editar" o DNA do paciente para imitar o comportamento deste elemento. [...]
    O diretor médico da Dasa, Gustavo Campana, lembrou que 80% das 8 mil doenças consideradas raras têm origem genética. Já os cânceres hereditários são de 5 a 12% dos casos. Portanto, além da previsão de tais doenças, o mapeamento dos genes e sua associação com as características da população brasileira podem permitir avanços em "terapêutica gênica", ou seja, métodos de tratamento que atuam diretamente nos genes ± o mais famoso deles é o CRISPR, a técnica de edição do DNA. "Esse projeto é um marco da genética populacional no Brasil," disse Campana.[...]
De acordo com o texto, assinale a alternativa correta.
  • A Há um projeto liderado por brasileiros que vai identificar as principais características genéticas humanas, em pacientes da USP, para curar doenças hereditárias.
  • B As descobertas poderão ser inovações tanto na área de empirismo genético quanto nos diagnósticos e tratamentos de doenças.
  • C A Illumina financiará e realizará o sequenciamento das primeiras 3 mil amostras dos dados epidemiológicos da população.
  • D O estudo será realizado em adultos e idosos com o intuito de reconhecer, pelo perfil genético, a possibilidade de futuras doenças e preceder tratamentos.
9
Leia atentamente o texto abaixo para responder à questão.

Projeto brasileiro pretende mapear genoma de 15 mil pessoas para prever e tratar doenças
Por Filipe Domingues, G1/ 10/12/2019 12h00



    Um projeto liderado por uma cientista brasileira vai identificar as principais características genéticas dos brasileiros para prever doenças e antecipar tratamentos. Lançada nesta terça-feira (10), em São Paulo, a iniciativa "DNA do Brasil" quer mapear o genoma de 15 mil pessoas de 35 a 74 anos de idade e se tornar o maior levantamento do tipo já realizado no país. A ideia é que em cinco anos já se tenham os primeiros resultados. "O desafio é entender quais variações genéticas estão associadas a quais características das pessoas", disse a pesquisadora Lygia da Veiga Pereira, da Universidade de São Paulo (USP), na abertura do projeto. "Nós somos o resultado do nosso genoma mais o nosso estilo de vida. O genoma é a receita do nosso corpo."
    Além da geneticista, estão envolvidos na parceria o Ministério da Saúde que oferecerá dados epidemiológicos da população brasileira por meio do projeto ELSA Brasil; organizações privadas como a Dasa, empresa da área de saúde, que financiará e realizará o sequenciamento das primeiras 3 mil amostras; a Illumina que vai fornecer os insumos e a Google Cloud que fará o armazenamento e proteção dos dados. As descobertas que os cientistas fizerem poderão ser traduzidas em inovações tanto na área de pesquisa genética quanto nos diagnósticos e tratamentos de doenças como o câncer, a hipertensão, o diabetes, depressão, esquizofrenia e algumas doenças raras. Ao descobrir que determinada proteína presente no corpo de uma pessoa permite manter o colesterol baixo, é possível "editar" o DNA do paciente para imitar o comportamento deste elemento. [...]
    O diretor médico da Dasa, Gustavo Campana, lembrou que 80% das 8 mil doenças consideradas raras têm origem genética. Já os cânceres hereditários são de 5 a 12% dos casos. Portanto, além da previsão de tais doenças, o mapeamento dos genes e sua associação com as características da população brasileira podem permitir avanços em "terapêutica gênica", ou seja, métodos de tratamento que atuam diretamente nos genes ± o mais famoso deles é o CRISPR, a técnica de edição do DNA. "Esse projeto é um marco da genética populacional no Brasil," disse Campana.[...]
Observe o enunciado a seguir: "Além da geneticista, estão envolvidos na parceria o Ministério da Saúde que oferecerá dados epidemiológicos da população brasileira por meio do projeto ELSA Brasil". Sobre a classificação das palavras em destaque, assinale a alternativa incorreta.
  • A O vocábulo "Além da" é classificado gramaticalmente como locução prepositiva.
  • B O vocábulo "por" é classificado gramaticalmente como conjunção subordinativa adverbial.
  • C O vocábulo "na" é classificado gramaticalmente como preposição formada pela contração da preposição "em" com o artigo "a".
  • D O vocábulo "oferecerá" é classificado gramaticalmente como verbo.
10
Leia atentamente o texto abaixo para responder à questão.

Projeto brasileiro pretende mapear genoma de 15 mil pessoas para prever e tratar doenças
Por Filipe Domingues, G1/ 10/12/2019 12h00



    Um projeto liderado por uma cientista brasileira vai identificar as principais características genéticas dos brasileiros para prever doenças e antecipar tratamentos. Lançada nesta terça-feira (10), em São Paulo, a iniciativa "DNA do Brasil" quer mapear o genoma de 15 mil pessoas de 35 a 74 anos de idade e se tornar o maior levantamento do tipo já realizado no país. A ideia é que em cinco anos já se tenham os primeiros resultados. "O desafio é entender quais variações genéticas estão associadas a quais características das pessoas", disse a pesquisadora Lygia da Veiga Pereira, da Universidade de São Paulo (USP), na abertura do projeto. "Nós somos o resultado do nosso genoma mais o nosso estilo de vida. O genoma é a receita do nosso corpo."
    Além da geneticista, estão envolvidos na parceria o Ministério da Saúde que oferecerá dados epidemiológicos da população brasileira por meio do projeto ELSA Brasil; organizações privadas como a Dasa, empresa da área de saúde, que financiará e realizará o sequenciamento das primeiras 3 mil amostras; a Illumina que vai fornecer os insumos e a Google Cloud que fará o armazenamento e proteção dos dados. As descobertas que os cientistas fizerem poderão ser traduzidas em inovações tanto na área de pesquisa genética quanto nos diagnósticos e tratamentos de doenças como o câncer, a hipertensão, o diabetes, depressão, esquizofrenia e algumas doenças raras. Ao descobrir que determinada proteína presente no corpo de uma pessoa permite manter o colesterol baixo, é possível "editar" o DNA do paciente para imitar o comportamento deste elemento. [...]
    O diretor médico da Dasa, Gustavo Campana, lembrou que 80% das 8 mil doenças consideradas raras têm origem genética. Já os cânceres hereditários são de 5 a 12% dos casos. Portanto, além da previsão de tais doenças, o mapeamento dos genes e sua associação com as características da população brasileira podem permitir avanços em "terapêutica gênica", ou seja, métodos de tratamento que atuam diretamente nos genes ± o mais famoso deles é o CRISPR, a técnica de edição do DNA. "Esse projeto é um marco da genética populacional no Brasil," disse Campana.[...]
A Sintaxe estuda a disposição e relação que as palavras exercem dentro de um enunciado ou texto. A este respeito, assinale a alternativa que apresenta corretamente a função da expressão em destaque a seguir: "O diretor médico da Dasa, Gustavo Campana, lembrou que 80% das 8 mil doenças consideradas raras têm origem genética."
  • A Aposto.
  • B Sujeito.
  • C Vocativo.
  • D Complemento Nominal.

Matemática

11
Um digitador precisa cadastrar todas as empresas comerciais de uma cidade. No primeiro dia de cadastramento, o digitador conseguiu cadastrar 2/7 do total de empresas e, no segundo dia, o digitador conseguiu cadastrar a metade do total de empresas cadastradas no dia anterior. Dessa forma, é correto afirmar que
  • A nos dois dias de cadastramento, o digitador cadastrou 4/7 do total de empresas
  • B ainda resta mais da metade das empresas para serem cadastradas.
  • C ainda resta menos da metade das empresas para serem cadastradas.
  • D nos dois dias de cadastramento, o digitador cadastrou exatamente a metade do total de empresas.
12
Duas peças teatrais foram apresentadas em um teatro, em dois horários distintos. A primeira peça começou às 19h, com duração de 1 hora e a segunda começou às 20h 30min, com a mesma duração da peça anterior. 260 pessoas compareceram ao teatro durante a apresentação dessas duas peças, sendo que, desse total, 180 pessoas assistiram à primeira peça teatral e 60 pessoas assistiram às duas peças teatrais. Dessa forma, a quantidade de pessoas que assistiu à segunda peça teatral é igual a
  • A 70.
  • B 100.
  • C 120.
  • D 140.
13
Um profissional recebe R$ 160,00 por cada dia trabalhado. Se esse profissional trabalhar exatamente20 dias em cada mês, durante 1 semestre, então a quantia que sobra para esse profissional, sabendo que,em cada mês desse período,existe uma despesa com pagamentos de contas igual a R$ 1.500,00, é igual a
  • A R$ 10.200,00.
  • B R$ 12.400,00.
  • C R$ 9.000,00.
  • D R$ 8.400,00.
14
As questões de números 21 a 24 foram elaboradas com base em informações apresentadas no site do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e estão relacionadas ao Município de São Roque. 

No ano de 2017, 22593 pessoas, no município, eram consideradas ocupadas, ou seja, estavam trabalhando. Sabendo-se que esse número correspondia a 25,5% da população do município, no referido ano, conclui-se, corretamente, que a população de São Roque, em 2017, era de

  • A 39425 pessoas.
  • B 47826 pessoas.
  • C 81920 pessoas.
  • D 88600 pessoas.
  • E 90100 pessoas.
15

Uma verba municipal foi dividida para três escolas de um município: a escola A rebebeu a quarta parte da verba municipal, a escola B recebeu dois terços do valor não recebido pela escola A, e a escola C recebeu o restante, o que correspondeu a R$ 1,4 milhão. O valor total da verba municipal dividida foi de

  • A R$ 5,6 milhões.
  • B R$ 5,4 milhões.
  • C R$ 5,2 milhões.
  • D R$ 5,0 milhões.
  • E R$ 4,8 milhões.
16

Uma sala de aula, com perímetro de 22 metros, tem o comprimento equivalendo a 1,2 vezes a sua largura. A área dessa sala de aula, em metros quadrados, é igual a

  • A 24.
  • B 26.
  • C 28.
  • D 30.
  • E 32.
17

De um terreno no formato de triângulo retângulo, sabe-se que o maior e o menor lados medem 25 metros e 15 metros, respectivamente. A medida do terceiro lado desse terreno é igual a

  • A 19,5 metros.
  • B 20,0 metros.
  • C 20,5 metros.
  • D 21,0 metros.
  • E 21,5 metros.
18
As questões de números 21 a 24 foram elaboradas com base em informações apresentadas no site do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e estão relacionadas ao Município de São Roque. 

Para o ano de 2019, a população estimada no município é de 91016 pessoas. Se essa estimativa é maior em 12195 pessoas do que a população identificada no censo de 2010, então é verdade que a população identificada no referido censo era de

  • A 77821.
  • B 78821.
  • C 79921.
  • D 81181.
  • E 89921.

Legislação Municipal

19

Diego foi eleito vereador do município de Cuiabá e não pôde comparecer à sessão solene de posse, por motivos familiares. De acordo com a Lei Orgânica do Município de Cuiabá, caso não haja posse do vereador no prazo legal ocorrerá a perda do mandato, salvo justo motivo aceito:

  • A pela maioria absoluta dos membros da Câmara
  • B pelos integrantes da Mesa Diretora da Câmara
  • C pela maioria simples dos membros da Câmara
  • D pelos integrantes do partido político do vereador com assento na Câmara
20

Déborah foi aprovada em concurso para a carreira do magistério do município de Cuiabá e, após o período legal, veio a ser confirmada no cargo e requereu promoção. Nos termos da Lei municipal, a promoção dar-se-á em virtude da nova habilitação ou titulação, imediatamente superior ao que ocupa na carreira, devidamente comprovada. Trata-se da promoção de:

  • A desempenho
  • B nível
  • C cargo
  • D posto
21

O art. 123 da Lei Orgânica do Município de São José do Rio Preto, publicada em 1990, traz o rol dos impostos que podem ser instituídos e cobrados pelo Município. Faz parte desse rol, no entanto, um imposto que atualmente não pode ser instituído nem cobrado pelo Município de São José do Rio Preto.


Esse é o imposto sobre

  • A a propriedade territorial rural.
  • B o adicional do imposto de renda.
  • C vendas a varejo de combustíveis líquidos e gasosos, exceto óleo diesel.
  • D a transmissão “inter vivos”, a qualquer título, por ato oneroso, de bens imóveis, por natureza ou acessão física, e de direitos reais sobre imóveis, exceto os de garantia, bem como cessão de direitos à sua aquisição.
  • E a transmissão “causa mortis” e a doação.
22

De acordo com a Lei Complementar Municipal n° 225, de 12 de maio de 2015, são atribuições, deveres e obrigações do agente de trânsito do Município de Bombinhas:


1. preencher os Autos de Infração, quando constatada a ocorrência de alguma infração prevista no Código de Trânsito Brasileiro.

2. intervir em acidentes, congestionamentos ou outro evento que venha a prejudicar a fluidez do trânsito, bem como apurar os casos de crimes de trânsito.

3. fiscalizar o transporte de pessoas e cargas, excetuado o transporte de produtos perigosos.

4. ser educado e cortês ao falar com os usuários.


Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas.

  • A São corretas apenas as afirmativas 1 e 4.
  • B São corretas apenas as afirmativas 1, 2 e 3.
  • C São corretas apenas as afirmativas 1, 2 e 4.
  • D São corretas apenas as afirmativas 1, 3 e 4.
  • E São corretas apenas as afirmativas 2, 3 e 4.
23

A Lei Orgânica do Município de Fortaleza, a respeito da Administração Municipal, estatui que:

  • A o prazo de validade do concurso público é de três anos, prorrogável, por igual período, uma única vez.
  • B é permitida a acumulação de dois cargos públicos privativos da área da saúde quando houver compatibilidade de horários.
  • C as pessoas jurídicas de direito público e as de direito privado prestadoras de serviço público somente responderão pelos danos que seus agentes, nessa qualidade, causarem a terceiros, se comprovado que atuaram com dolo ou culpa.
  • D são bens públicos de uso especial aqueles sobre os quais o Município exerce os direitos de proprietário e são considerados como bens patrimoniais disponíveis.
  • E as terras públicas não utilizadas ou subutilizadas serão prioritariamente alienadas por meio de leilão.

Administração Geral

24
O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?
O planejamento é o conjunto de processos realizados com o objetivo de definir um rumo e os meios para se alcançar o que se pretende. Para Peter Drucker, um plano é um caminho a ser percorrido. Assim, é correto afirmar que o planejamento é o momento em que são traçados os objetivos, as metas, as atividades e definidos os processos que permitirão à organização alcançar o que deseja.

São questões básicas do planejamento em uma organização:
• O que fazer?
• Para que fazer?
• Como fazer?
• Com que recursos fazer?
• Quando fazer?
• Com quem fazer?

A resposta a essas questões básicas é o objetivo central da função de planejamento, no contexto da Administração, enquanto atividade sistêmica-integrada e que precisa envolver todas as áreas da organização. O planejamento, portanto, enquanto função administrativa possibilita a definição prévia dos planos intermediários e finais.

A função de planejamento é complexa, na medida em que afeta todas as dimensões organizacionais e requer o comprometimento de todos os integrantes para o alcance dos objetivos coletivos. É também uma função dinâmica, pois sua concepção necessita estar em sintonia com a dinamicidade dos ambientes interno e externo da entidade.

As mudanças constantes que ocorrem no ambiente, sejam de natureza demográfica, cultural, política, ambiental, social ou tecnológica, vêm a afetar a realidade organizacional e, consequentemente, o planejamento enquanto processo dinâmico.

Cabe ao gestor da organização estar atento ao processo dinâmico que caracteriza o ambiente e avaliar de que forma os planos elaborados necessitam ser adaptados. Caso contrário, a longevidade organizacional pode ser ameaçada.

A flexibilidade, a dinamicidade e a adaptação continuada às mudanças em curso no meio, são condições básicas para a função do planejamento enquanto processo que determina os objetivos organizacionais.

Enquanto pensamento aplicado à gestão das organizações de produção, o planejamento recebeu a contribuição de inúmeros autores, com destaque para as ideias de Frederick Taylor, Igor Ansoff e Alfred Chandler.

Considerando o pai da Administração Científica, Taylor estudou e aplicou os tempos e movimentos do processo produtivo, em busca da eficiência operacional e do consequente incremento da rentabilidade organizacional, definindo como funções básicas da gestão o planejamento e o controle.

Em sua obra, Taylor dá ênfase ao processo de aplicação de métodos e técnicas racionais para obtenção de melhores resultados no processo produtivo. Embora estejamos em plena sociedade do conhecimento e no cotidiano das organizações de produção ocorra a incorporação progressiva de novas tecnologias de produção, muitos dos princípios e fundamentados sistematizados por Taylor ainda se fazem presentes. Ao iniciar o estudo da Administração, a leitura desta obra clássica é recomendável.

Adaptado: Disponível em: http://bit.ly/2qkyW5S.
Com base no texto 'O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?', leia as afirmativas a seguir:
I. Para Peter Drucker, um plano é um caminho a ser percorrido, afirma o autor do texto em questão. II. Frederick Taylor, Igor Ansoff e Alfred Chandler são autores renomados que procuraram combater o desenvolvimento das práticas de planejamento nas organizações, de acordo com o autor.
Marque a alternativa CORRETA:
  • A As duas afirmativas são verdadeiras.
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas.
25
O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?
O planejamento é o conjunto de processos realizados com o objetivo de definir um rumo e os meios para se alcançar o que se pretende. Para Peter Drucker, um plano é um caminho a ser percorrido. Assim, é correto afirmar que o planejamento é o momento em que são traçados os objetivos, as metas, as atividades e definidos os processos que permitirão à organização alcançar o que deseja.

São questões básicas do planejamento em uma organização:
• O que fazer?
• Para que fazer?
• Como fazer?
• Com que recursos fazer?
• Quando fazer?
• Com quem fazer?

A resposta a essas questões básicas é o objetivo central da função de planejamento, no contexto da Administração, enquanto atividade sistêmica-integrada e que precisa envolver todas as áreas da organização. O planejamento, portanto, enquanto função administrativa possibilita a definição prévia dos planos intermediários e finais.

A função de planejamento é complexa, na medida em que afeta todas as dimensões organizacionais e requer o comprometimento de todos os integrantes para o alcance dos objetivos coletivos. É também uma função dinâmica, pois sua concepção necessita estar em sintonia com a dinamicidade dos ambientes interno e externo da entidade.

As mudanças constantes que ocorrem no ambiente, sejam de natureza demográfica, cultural, política, ambiental, social ou tecnológica, vêm a afetar a realidade organizacional e, consequentemente, o planejamento enquanto processo dinâmico.

Cabe ao gestor da organização estar atento ao processo dinâmico que caracteriza o ambiente e avaliar de que forma os planos elaborados necessitam ser adaptados. Caso contrário, a longevidade organizacional pode ser ameaçada.

A flexibilidade, a dinamicidade e a adaptação continuada às mudanças em curso no meio, são condições básicas para a função do planejamento enquanto processo que determina os objetivos organizacionais.

Enquanto pensamento aplicado à gestão das organizações de produção, o planejamento recebeu a contribuição de inúmeros autores, com destaque para as ideias de Frederick Taylor, Igor Ansoff e Alfred Chandler.

Considerando o pai da Administração Científica, Taylor estudou e aplicou os tempos e movimentos do processo produtivo, em busca da eficiência operacional e do consequente incremento da rentabilidade organizacional, definindo como funções básicas da gestão o planejamento e o controle.

Em sua obra, Taylor dá ênfase ao processo de aplicação de métodos e técnicas racionais para obtenção de melhores resultados no processo produtivo. Embora estejamos em plena sociedade do conhecimento e no cotidiano das organizações de produção ocorra a incorporação progressiva de novas tecnologias de produção, muitos dos princípios e fundamentados sistematizados por Taylor ainda se fazem presentes. Ao iniciar o estudo da Administração, a leitura desta obra clássica é recomendável.

Adaptado: Disponível em: http://bit.ly/2qkyW5S.
Com base no texto 'O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?', leia as afirmativas a seguir:
I. São questões básicas do planejamento em uma organização, entre outras: o que fazer e para que fazer, afirma o autor. II. A função de planejamento é dinâmica, pois sua concepção necessita estar em sintonia com a dinamicidade dos ambientes interno e externo da entidade, de acordo com o autor.
Marque a alternativa CORRETA:
  • A As duas afirmativas são verdadeiras.
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas.
26
O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?
O planejamento é o conjunto de processos realizados com o objetivo de definir um rumo e os meios para se alcançar o que se pretende. Para Peter Drucker, um plano é um caminho a ser percorrido. Assim, é correto afirmar que o planejamento é o momento em que são traçados os objetivos, as metas, as atividades e definidos os processos que permitirão à organização alcançar o que deseja.

São questões básicas do planejamento em uma organização:
• O que fazer?
• Para que fazer?
• Como fazer?
• Com que recursos fazer?
• Quando fazer?
• Com quem fazer?

A resposta a essas questões básicas é o objetivo central da função de planejamento, no contexto da Administração, enquanto atividade sistêmica-integrada e que precisa envolver todas as áreas da organização. O planejamento, portanto, enquanto função administrativa possibilita a definição prévia dos planos intermediários e finais.

A função de planejamento é complexa, na medida em que afeta todas as dimensões organizacionais e requer o comprometimento de todos os integrantes para o alcance dos objetivos coletivos. É também uma função dinâmica, pois sua concepção necessita estar em sintonia com a dinamicidade dos ambientes interno e externo da entidade.

As mudanças constantes que ocorrem no ambiente, sejam de natureza demográfica, cultural, política, ambiental, social ou tecnológica, vêm a afetar a realidade organizacional e, consequentemente, o planejamento enquanto processo dinâmico.

Cabe ao gestor da organização estar atento ao processo dinâmico que caracteriza o ambiente e avaliar de que forma os planos elaborados necessitam ser adaptados. Caso contrário, a longevidade organizacional pode ser ameaçada.

A flexibilidade, a dinamicidade e a adaptação continuada às mudanças em curso no meio, são condições básicas para a função do planejamento enquanto processo que determina os objetivos organizacionais.

Enquanto pensamento aplicado à gestão das organizações de produção, o planejamento recebeu a contribuição de inúmeros autores, com destaque para as ideias de Frederick Taylor, Igor Ansoff e Alfred Chandler.

Considerando o pai da Administração Científica, Taylor estudou e aplicou os tempos e movimentos do processo produtivo, em busca da eficiência operacional e do consequente incremento da rentabilidade organizacional, definindo como funções básicas da gestão o planejamento e o controle.

Em sua obra, Taylor dá ênfase ao processo de aplicação de métodos e técnicas racionais para obtenção de melhores resultados no processo produtivo. Embora estejamos em plena sociedade do conhecimento e no cotidiano das organizações de produção ocorra a incorporação progressiva de novas tecnologias de produção, muitos dos princípios e fundamentados sistematizados por Taylor ainda se fazem presentes. Ao iniciar o estudo da Administração, a leitura desta obra clássica é recomendável.

Adaptado: Disponível em: http://bit.ly/2qkyW5S.
Com base no texto 'O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?', leia as afirmativas a seguir:
I. Taylor estudou e aplicou os conhecimentos sobre tempos e movimentos do processo produtivo a fim de reduzir a eficiência operacional e a rentabilidade organizacional, conforme pode ser entendido a partir das informações do texto. II. O planejamento é o conjunto de processos realizados com o objetivo de definir um rumo e os meios para se alcançar o que se pretende, de acordo com o texto.
Marque a alternativa CORRETA:
  • A As duas afirmativas são verdadeiras.
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas
27

A emissão de notas fiscais, elaboração de relatórios, controle de inadimplência e planejamento são serviços ou tarefas relacionadas ao

  • A almoxarifado.
  • B setor de contabilidade.
  • C departamento financeiro.
  • D departamento de pessoal.
28

Leia as afirmativas a seguir:


I. Definir os meios que serão utilizados para a realização do trabalho e decidir os métodos a serem utilizados a fim de atingir o resultado desejado são atividades pertinentes à etapa de executar (Do), do ciclo PDCA.

II. A liderança é o elemento promotor da gestão, responsável pela orientação, estímulo e comprometimento para o alcance e melhoria dos resultados organizacionais e deve atuar de forma aberta, democrática, inspiradora e motivadora das pessoas, visando ao desenvolvimento da cultura da excelência, a promoção de relações de qualidade e a proteção do interesse público.

III. Na etapa de agir (Act), do ciclo PDCA, caso o trabalho desvie do padrão estabelecido, deve-se evitar tomar ações para corrigi-lo.


Marque a alternativa CORRETA:

  • A Nenhuma afirmativa está correta.
  • B Apenas uma afirmativa está correta.
  • C Apenas duas afirmativas estão corretas.
  • D Todas as afirmativas estão corretas.
29

A amplitude de controle refere-se ao número de colaboradores que um administrador, coordenador ou gerente consegue dirigir com eficiência e eficácia e onde a organização e coordenação de pessoal é otimizada.

São fatores relevantes para se estabelecer a amplitude ideal, exceto:

  • A Nível de diferenciação salarial e formação dos subordinados.
  • B Localização de funcionários; se estão na mesma localização física ou em lugares separados.
  • C Características do trabalho em si; ou seja, se é simples, rotineiro e estável ou complexo e dinâmico.
  • D Número ou percentual de subordinados que executam atividades parelhas ou semelhantes.
30

Leia as afirmativas a seguir:


I. Para Herzberg, a delegação de responsabilidade, a liberdade de decisão e a oportunidade de promoção são fatores que prejudicam a motivação no ambiente de trabalho.

II. Na etapa de planejamento (Check), do ciclo PDCA, o servidor deve mensurar os resultados obtidos e modificar os processos adotados.

III. Na perspectiva do ciclo PDCA, caso o trabalho desvie do padrão estabelecido, o servidor deve evitar tomar ações para corrigi-lo.


Marque a alternativa CORRETA:

  • A Nenhuma afirmativa está correta.
  • B Apenas uma afirmativa está correta.
  • C Apenas duas afirmativas estão corretas.
  • D Todas as afirmativas estão corretas.
31

Leia as afirmativas a seguir:


I. Na teoria de Herzberg, os fatores higiênicos são chamados também de satisfacientes, pois quando estão precários provocam satisfação.

II. De acordo com a Teoria Y, de McGregor, as pessoas não gostam de trabalhar e o trabalho é um transtorno para os colaboradores.

III. No gráfico de Pareto, as alturas das colunas simbolizam o número de vezes que o item estudado aconteceu (frequência) e se apresenta sempre em ordem decrescente de ocorrência.


Marque a alternativa CORRETA:

  • A Nenhuma afirmativa está correta.
  • B Apenas uma afirmativa está correta.
  • C Apenas duas afirmativas estão corretas.
  • D Todas as afirmativas estão corretas.
32

Leia as afirmativas a seguir:


I. Subordinam-se ao regime da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, além dos órgãos da administração direta, os fundos especiais, as autarquias, as fundações públicas, as empresas públicas, as sociedades de economia mista e demais entidades controladas direta ou indiretamente pela União, estados, Distrito Federal e municípios.

II. Na etapa de planejamento (Check), do ciclo PDCA, são verificados os processos e avaliados os resultados obtidos.

III. O ativo permanente compreende as aplicações que permaneceram no patrimônio de uma entidade por uma longa data, ou seja, por um período de 2 a 6 meses.


Marque a alternativa CORRETA:

  • A Nenhuma afirmativa está correta.
  • B Apenas uma afirmativa está correta.
  • C Apenas duas afirmativas estão corretas.
  • D Todas as afirmativas estão corretas.
33

Leia as afirmativas a seguir:


I. Através de um gráfico de controle, é possível determinar um limite para um determinado item ou ilustrar quando algo sai do controle e ultrapassa o limite pré-determinado.

II. O diagrama de causa e efeito é um gráfico de barras que relaciona as possíveis causas que contribuem para um determinado efeito acontecer.

III. Na etapa de verificação (Check), do ciclo PDCA, é obrigatório alterar todos os métodos empregados.


Marque a alternativa CORRETA:

  • A Nenhuma afirmativa está correta.
  • B Apenas uma afirmativa está correta.
  • C Apenas duas afirmativas estão corretas.
  • D Todas as afirmativas estão corretas.
34

Leia as afirmativas a seguir:


I. No balanço patrimonial, o ativo realizável a longo prazo compreende os componentes de bens e direitos que serão realizados em prazos superiores a um exercício social.

II. A expressão “caminho crítico” refere-se à sequência de atividades com maior duração no diagrama de rede e que representa a menor duração que um projeto pode ter naquele momento.

III. Na etapa de planejamento (Check), do ciclo PDCA, o servidor público deve mensurar os resultados obtidos e modificar os processos adotados.


Marque a alternativa CORRETA:

  • A Nenhuma afirmativa está correta.
  • B Apenas uma afirmativa está correta.
  • C Apenas duas afirmativas estão corretas.
  • D Todas as afirmativas estão corretas.
35
O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?
O planejamento é o conjunto de processos realizados com o objetivo de definir um rumo e os meios para se alcançar o que se pretende. Para Peter Drucker, um plano é um caminho a ser percorrido. Assim, é correto afirmar que o planejamento é o momento em que são traçados os objetivos, as metas, as atividades e definidos os processos que permitirão à organização alcançar o que deseja.

São questões básicas do planejamento em uma organização:
• O que fazer?
• Para que fazer?
• Como fazer?
• Com que recursos fazer?
• Quando fazer?
• Com quem fazer?

A resposta a essas questões básicas é o objetivo central da função de planejamento, no contexto da Administração, enquanto atividade sistêmica-integrada e que precisa envolver todas as áreas da organização. O planejamento, portanto, enquanto função administrativa possibilita a definição prévia dos planos intermediários e finais.

A função de planejamento é complexa, na medida em que afeta todas as dimensões organizacionais e requer o comprometimento de todos os integrantes para o alcance dos objetivos coletivos. É também uma função dinâmica, pois sua concepção necessita estar em sintonia com a dinamicidade dos ambientes interno e externo da entidade.

As mudanças constantes que ocorrem no ambiente, sejam de natureza demográfica, cultural, política, ambiental, social ou tecnológica, vêm a afetar a realidade organizacional e, consequentemente, o planejamento enquanto processo dinâmico.

Cabe ao gestor da organização estar atento ao processo dinâmico que caracteriza o ambiente e avaliar de que forma os planos elaborados necessitam ser adaptados. Caso contrário, a longevidade organizacional pode ser ameaçada.

A flexibilidade, a dinamicidade e a adaptação continuada às mudanças em curso no meio, são condições básicas para a função do planejamento enquanto processo que determina os objetivos organizacionais.

Enquanto pensamento aplicado à gestão das organizações de produção, o planejamento recebeu a contribuição de inúmeros autores, com destaque para as ideias de Frederick Taylor, Igor Ansoff e Alfred Chandler.

Considerando o pai da Administração Científica, Taylor estudou e aplicou os tempos e movimentos do processo produtivo, em busca da eficiência operacional e do consequente incremento da rentabilidade organizacional, definindo como funções básicas da gestão o planejamento e o controle.

Em sua obra, Taylor dá ênfase ao processo de aplicação de métodos e técnicas racionais para obtenção de melhores resultados no processo produtivo. Embora estejamos em plena sociedade do conhecimento e no cotidiano das organizações de produção ocorra a incorporação progressiva de novas tecnologias de produção, muitos dos princípios e fundamentados sistematizados por Taylor ainda se fazem presentes. Ao iniciar o estudo da Administração, a leitura desta obra clássica é recomendável.

Adaptado: Disponível em: http://bit.ly/2qkyW5S.
Com base no texto 'O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?', leia as afirmativas a seguir:
I. As mudanças constantes que ocorrem no ambiente, sejam de natureza demográfica, cultural, política, ambiental, social ou tecnológica, vêm a afetar a realidade organizacional e, consequentemente, o planejamento enquanto processo dinâmico, conforme pode ser entendido a partir das informações do texto. II. Para Taylor, são funções básicas da gestão o assistencialismo e o protecionismo, conforme pode ser entendido a partir das informações do autor.
Marque a alternativa CORRETA:
  • A As duas afirmativas são verdadeiras.
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas.
36

Leia as afirmativas a seguir:


I. A elaboração de planos táticos e de planos operacionais, evitando a necessidade de mensuração e controle, é uma das características da administração por objetivos.

II. No Microsoft Windows, o comando Shift + F10 salva todos os arquivos abertos.

III. De acordo com a Teoria Y, de McGregor, os colaboradores aceitam responsabilidades e, para elevarem seus rendimentos, esses colaboradores devem ser motivados em função de suas necessidades específicas.


Marque a alternativa CORRETA:

  • A Nenhuma afirmativa está correta.
  • B Apenas uma afirmativa está correta.
  • C Apenas duas afirmativas estão corretas.
  • D Todas as afirmativas estão corretas.
37
O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?
O planejamento é o conjunto de processos realizados com o objetivo de definir um rumo e os meios para se alcançar o que se pretende. Para Peter Drucker, um plano é um caminho a ser percorrido. Assim, é correto afirmar que o planejamento é o momento em que são traçados os objetivos, as metas, as atividades e definidos os processos que permitirão à organização alcançar o que deseja.

São questões básicas do planejamento em uma organização:
• O que fazer?
• Para que fazer?
• Como fazer?
• Com que recursos fazer?
• Quando fazer?
• Com quem fazer?

A resposta a essas questões básicas é o objetivo central da função de planejamento, no contexto da Administração, enquanto atividade sistêmica-integrada e que precisa envolver todas as áreas da organização. O planejamento, portanto, enquanto função administrativa possibilita a definição prévia dos planos intermediários e finais.

A função de planejamento é complexa, na medida em que afeta todas as dimensões organizacionais e requer o comprometimento de todos os integrantes para o alcance dos objetivos coletivos. É também uma função dinâmica, pois sua concepção necessita estar em sintonia com a dinamicidade dos ambientes interno e externo da entidade.

As mudanças constantes que ocorrem no ambiente, sejam de natureza demográfica, cultural, política, ambiental, social ou tecnológica, vêm a afetar a realidade organizacional e, consequentemente, o planejamento enquanto processo dinâmico.

Cabe ao gestor da organização estar atento ao processo dinâmico que caracteriza o ambiente e avaliar de que forma os planos elaborados necessitam ser adaptados. Caso contrário, a longevidade organizacional pode ser ameaçada.

A flexibilidade, a dinamicidade e a adaptação continuada às mudanças em curso no meio, são condições básicas para a função do planejamento enquanto processo que determina os objetivos organizacionais.

Enquanto pensamento aplicado à gestão das organizações de produção, o planejamento recebeu a contribuição de inúmeros autores, com destaque para as ideias de Frederick Taylor, Igor Ansoff e Alfred Chandler.

Considerando o pai da Administração Científica, Taylor estudou e aplicou os tempos e movimentos do processo produtivo, em busca da eficiência operacional e do consequente incremento da rentabilidade organizacional, definindo como funções básicas da gestão o planejamento e o controle.

Em sua obra, Taylor dá ênfase ao processo de aplicação de métodos e técnicas racionais para obtenção de melhores resultados no processo produtivo. Embora estejamos em plena sociedade do conhecimento e no cotidiano das organizações de produção ocorra a incorporação progressiva de novas tecnologias de produção, muitos dos princípios e fundamentados sistematizados por Taylor ainda se fazem presentes. Ao iniciar o estudo da Administração, a leitura desta obra clássica é recomendável.

Adaptado: Disponível em: http://bit.ly/2qkyW5S.
Com base no texto 'O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?', leia as afirmativas a seguir:
I. A função de planejamento, no contexto da administração, precisa envolver todas as áreas da organização, conforme pode ser entendido a partir das informações do texto. II. A função de planejamento é complexa, na medida em que afeta todas as dimensões organizacionais e requer o comprometimento de todos os integrantes para o alcance dos objetivos coletivos, de acordo com o texto.
Marque a alternativa CORRETA:
  • A As duas afirmativas são verdadeiras.
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas.
38
O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?
O planejamento é o conjunto de processos realizados com o objetivo de definir um rumo e os meios para se alcançar o que se pretende. Para Peter Drucker, um plano é um caminho a ser percorrido. Assim, é correto afirmar que o planejamento é o momento em que são traçados os objetivos, as metas, as atividades e definidos os processos que permitirão à organização alcançar o que deseja.

São questões básicas do planejamento em uma organização:
• O que fazer?
• Para que fazer?
• Como fazer?
• Com que recursos fazer?
• Quando fazer?
• Com quem fazer?

A resposta a essas questões básicas é o objetivo central da função de planejamento, no contexto da Administração, enquanto atividade sistêmica-integrada e que precisa envolver todas as áreas da organização. O planejamento, portanto, enquanto função administrativa possibilita a definição prévia dos planos intermediários e finais.

A função de planejamento é complexa, na medida em que afeta todas as dimensões organizacionais e requer o comprometimento de todos os integrantes para o alcance dos objetivos coletivos. É também uma função dinâmica, pois sua concepção necessita estar em sintonia com a dinamicidade dos ambientes interno e externo da entidade.

As mudanças constantes que ocorrem no ambiente, sejam de natureza demográfica, cultural, política, ambiental, social ou tecnológica, vêm a afetar a realidade organizacional e, consequentemente, o planejamento enquanto processo dinâmico.

Cabe ao gestor da organização estar atento ao processo dinâmico que caracteriza o ambiente e avaliar de que forma os planos elaborados necessitam ser adaptados. Caso contrário, a longevidade organizacional pode ser ameaçada.

A flexibilidade, a dinamicidade e a adaptação continuada às mudanças em curso no meio, são condições básicas para a função do planejamento enquanto processo que determina os objetivos organizacionais.

Enquanto pensamento aplicado à gestão das organizações de produção, o planejamento recebeu a contribuição de inúmeros autores, com destaque para as ideias de Frederick Taylor, Igor Ansoff e Alfred Chandler.

Considerando o pai da Administração Científica, Taylor estudou e aplicou os tempos e movimentos do processo produtivo, em busca da eficiência operacional e do consequente incremento da rentabilidade organizacional, definindo como funções básicas da gestão o planejamento e o controle.

Em sua obra, Taylor dá ênfase ao processo de aplicação de métodos e técnicas racionais para obtenção de melhores resultados no processo produtivo. Embora estejamos em plena sociedade do conhecimento e no cotidiano das organizações de produção ocorra a incorporação progressiva de novas tecnologias de produção, muitos dos princípios e fundamentados sistematizados por Taylor ainda se fazem presentes. Ao iniciar o estudo da Administração, a leitura desta obra clássica é recomendável.

Adaptado: Disponível em: http://bit.ly/2qkyW5S.
Com base no texto 'O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?', leia as afirmativas a seguir:
I. As teorias e princípios defendidos por Taylor já não são aplicáveis à gestão das organizações modernas, afirma o texto. II. O planejamento, enquanto função administrativa, possibilita a definição prévia dos planos intermediários e finais, conforme pode ser entendido a partir das informações do autor.
Marque a alternativa CORRETA:
  • A As duas afirmativas são verdadeiras
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas.
39
O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?
O planejamento é o conjunto de processos realizados com o objetivo de definir um rumo e os meios para se alcançar o que se pretende. Para Peter Drucker, um plano é um caminho a ser percorrido. Assim, é correto afirmar que o planejamento é o momento em que são traçados os objetivos, as metas, as atividades e definidos os processos que permitirão à organização alcançar o que deseja.

São questões básicas do planejamento em uma organização:
• O que fazer?
• Para que fazer?
• Como fazer?
• Com que recursos fazer?
• Quando fazer?
• Com quem fazer?

A resposta a essas questões básicas é o objetivo central da função de planejamento, no contexto da Administração, enquanto atividade sistêmica-integrada e que precisa envolver todas as áreas da organização. O planejamento, portanto, enquanto função administrativa possibilita a definição prévia dos planos intermediários e finais.

A função de planejamento é complexa, na medida em que afeta todas as dimensões organizacionais e requer o comprometimento de todos os integrantes para o alcance dos objetivos coletivos. É também uma função dinâmica, pois sua concepção necessita estar em sintonia com a dinamicidade dos ambientes interno e externo da entidade.

As mudanças constantes que ocorrem no ambiente, sejam de natureza demográfica, cultural, política, ambiental, social ou tecnológica, vêm a afetar a realidade organizacional e, consequentemente, o planejamento enquanto processo dinâmico.

Cabe ao gestor da organização estar atento ao processo dinâmico que caracteriza o ambiente e avaliar de que forma os planos elaborados necessitam ser adaptados. Caso contrário, a longevidade organizacional pode ser ameaçada.

A flexibilidade, a dinamicidade e a adaptação continuada às mudanças em curso no meio, são condições básicas para a função do planejamento enquanto processo que determina os objetivos organizacionais.

Enquanto pensamento aplicado à gestão das organizações de produção, o planejamento recebeu a contribuição de inúmeros autores, com destaque para as ideias de Frederick Taylor, Igor Ansoff e Alfred Chandler.

Considerando o pai da Administração Científica, Taylor estudou e aplicou os tempos e movimentos do processo produtivo, em busca da eficiência operacional e do consequente incremento da rentabilidade organizacional, definindo como funções básicas da gestão o planejamento e o controle.

Em sua obra, Taylor dá ênfase ao processo de aplicação de métodos e técnicas racionais para obtenção de melhores resultados no processo produtivo. Embora estejamos em plena sociedade do conhecimento e no cotidiano das organizações de produção ocorra a incorporação progressiva de novas tecnologias de produção, muitos dos princípios e fundamentados sistematizados por Taylor ainda se fazem presentes. Ao iniciar o estudo da Administração, a leitura desta obra clássica é recomendável.

Adaptado: Disponível em: http://bit.ly/2qkyW5S.
Com base no texto 'O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?', leia as afirmativas a seguir:
I. A flexibilidade, a dinamicidade e a adaptação continuada às mudanças em curso no meio são condições prejudiciais para a função planejamento, de acordo com o texto. II. São questões básicas do planejamento em uma organização, entre outras: quando fazer e com quem fazer, de acordo com o autor.
Marque a alternativa CORRETA:
  • A As duas afirmativas são verdadeiras.
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas.
40
O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?
O planejamento é o conjunto de processos realizados com o objetivo de definir um rumo e os meios para se alcançar o que se pretende. Para Peter Drucker, um plano é um caminho a ser percorrido. Assim, é correto afirmar que o planejamento é o momento em que são traçados os objetivos, as metas, as atividades e definidos os processos que permitirão à organização alcançar o que deseja.

São questões básicas do planejamento em uma organização:
• O que fazer?
• Para que fazer?
• Como fazer?
• Com que recursos fazer?
• Quando fazer?
• Com quem fazer?

A resposta a essas questões básicas é o objetivo central da função de planejamento, no contexto da Administração, enquanto atividade sistêmica-integrada e que precisa envolver todas as áreas da organização. O planejamento, portanto, enquanto função administrativa possibilita a definição prévia dos planos intermediários e finais.

A função de planejamento é complexa, na medida em que afeta todas as dimensões organizacionais e requer o comprometimento de todos os integrantes para o alcance dos objetivos coletivos. É também uma função dinâmica, pois sua concepção necessita estar em sintonia com a dinamicidade dos ambientes interno e externo da entidade.

As mudanças constantes que ocorrem no ambiente, sejam de natureza demográfica, cultural, política, ambiental, social ou tecnológica, vêm a afetar a realidade organizacional e, consequentemente, o planejamento enquanto processo dinâmico.

Cabe ao gestor da organização estar atento ao processo dinâmico que caracteriza o ambiente e avaliar de que forma os planos elaborados necessitam ser adaptados. Caso contrário, a longevidade organizacional pode ser ameaçada.

A flexibilidade, a dinamicidade e a adaptação continuada às mudanças em curso no meio, são condições básicas para a função do planejamento enquanto processo que determina os objetivos organizacionais.

Enquanto pensamento aplicado à gestão das organizações de produção, o planejamento recebeu a contribuição de inúmeros autores, com destaque para as ideias de Frederick Taylor, Igor Ansoff e Alfred Chandler.

Considerando o pai da Administração Científica, Taylor estudou e aplicou os tempos e movimentos do processo produtivo, em busca da eficiência operacional e do consequente incremento da rentabilidade organizacional, definindo como funções básicas da gestão o planejamento e o controle.

Em sua obra, Taylor dá ênfase ao processo de aplicação de métodos e técnicas racionais para obtenção de melhores resultados no processo produtivo. Embora estejamos em plena sociedade do conhecimento e no cotidiano das organizações de produção ocorra a incorporação progressiva de novas tecnologias de produção, muitos dos princípios e fundamentados sistematizados por Taylor ainda se fazem presentes. Ao iniciar o estudo da Administração, a leitura desta obra clássica é recomendável.

Adaptado: Disponível em: http://bit.ly/2qkyW5S.
Com base no texto 'O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?', leia as afirmativas a seguir:
I. Todos os princípios e fundamentados sistematizados por Taylor se encontram obsoletos em função das novas tecnologias disponíveis nas organizações, de acordo com o autor. II. O planejamento é o momento em que são traçados os objetivos, as metas, as atividades e definidos os processos que permitirão à organização alcançar o que deseja, conforme pode ser entendido a partir das informações do texto.
Marque a alternativa CORRETA:
  • A As duas afirmativas são verdadeiras.
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas.
41
O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?
O planejamento é o conjunto de processos realizados com o objetivo de definir um rumo e os meios para se alcançar o que se pretende. Para Peter Drucker, um plano é um caminho a ser percorrido. Assim, é correto afirmar que o planejamento é o momento em que são traçados os objetivos, as metas, as atividades e definidos os processos que permitirão à organização alcançar o que deseja.

São questões básicas do planejamento em uma organização:
• O que fazer?
• Para que fazer?
• Como fazer?
• Com que recursos fazer?
• Quando fazer?
• Com quem fazer?

A resposta a essas questões básicas é o objetivo central da função de planejamento, no contexto da Administração, enquanto atividade sistêmica-integrada e que precisa envolver todas as áreas da organização. O planejamento, portanto, enquanto função administrativa possibilita a definição prévia dos planos intermediários e finais.

A função de planejamento é complexa, na medida em que afeta todas as dimensões organizacionais e requer o comprometimento de todos os integrantes para o alcance dos objetivos coletivos. É também uma função dinâmica, pois sua concepção necessita estar em sintonia com a dinamicidade dos ambientes interno e externo da entidade.

As mudanças constantes que ocorrem no ambiente, sejam de natureza demográfica, cultural, política, ambiental, social ou tecnológica, vêm a afetar a realidade organizacional e, consequentemente, o planejamento enquanto processo dinâmico.

Cabe ao gestor da organização estar atento ao processo dinâmico que caracteriza o ambiente e avaliar de que forma os planos elaborados necessitam ser adaptados. Caso contrário, a longevidade organizacional pode ser ameaçada.

A flexibilidade, a dinamicidade e a adaptação continuada às mudanças em curso no meio, são condições básicas para a função do planejamento enquanto processo que determina os objetivos organizacionais.

Enquanto pensamento aplicado à gestão das organizações de produção, o planejamento recebeu a contribuição de inúmeros autores, com destaque para as ideias de Frederick Taylor, Igor Ansoff e Alfred Chandler.

Considerando o pai da Administração Científica, Taylor estudou e aplicou os tempos e movimentos do processo produtivo, em busca da eficiência operacional e do consequente incremento da rentabilidade organizacional, definindo como funções básicas da gestão o planejamento e o controle.

Em sua obra, Taylor dá ênfase ao processo de aplicação de métodos e técnicas racionais para obtenção de melhores resultados no processo produtivo. Embora estejamos em plena sociedade do conhecimento e no cotidiano das organizações de produção ocorra a incorporação progressiva de novas tecnologias de produção, muitos dos princípios e fundamentados sistematizados por Taylor ainda se fazem presentes. Ao iniciar o estudo da Administração, a leitura desta obra clássica é recomendável.

Adaptado: Disponível em: http://bit.ly/2qkyW5S.
Com base no texto 'O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?', leia as afirmativas a seguir:
I. Cabe ao gestor da organização estar atento ao processo dinâmico que caracteriza o ambiente e avaliar de que forma os planos elaborados necessitam ser adaptados, afirma o texto. Caso contrário, a longevidade organizacional pode ser ameaçada. II. De acordo com o texto, o processo de planejamento compreende as atividades relacionadas ao levantamento de dados sobre o que foi efetivamente executado, à comparação desses dados com o que foi realizado no período e à tomada de ações preventivas, corretivas e reparos de defeitos.
Marque a alternativa CORRETA:
  • A As duas afirmativas são verdadeiras.
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas.
42
O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?
O planejamento é o conjunto de processos realizados com o objetivo de definir um rumo e os meios para se alcançar o que se pretende. Para Peter Drucker, um plano é um caminho a ser percorrido. Assim, é correto afirmar que o planejamento é o momento em que são traçados os objetivos, as metas, as atividades e definidos os processos que permitirão à organização alcançar o que deseja.

São questões básicas do planejamento em uma organização:
• O que fazer?
• Para que fazer?
• Como fazer?
• Com que recursos fazer?
• Quando fazer?
• Com quem fazer?

A resposta a essas questões básicas é o objetivo central da função de planejamento, no contexto da Administração, enquanto atividade sistêmica-integrada e que precisa envolver todas as áreas da organização. O planejamento, portanto, enquanto função administrativa possibilita a definição prévia dos planos intermediários e finais.

A função de planejamento é complexa, na medida em que afeta todas as dimensões organizacionais e requer o comprometimento de todos os integrantes para o alcance dos objetivos coletivos. É também uma função dinâmica, pois sua concepção necessita estar em sintonia com a dinamicidade dos ambientes interno e externo da entidade.

As mudanças constantes que ocorrem no ambiente, sejam de natureza demográfica, cultural, política, ambiental, social ou tecnológica, vêm a afetar a realidade organizacional e, consequentemente, o planejamento enquanto processo dinâmico.

Cabe ao gestor da organização estar atento ao processo dinâmico que caracteriza o ambiente e avaliar de que forma os planos elaborados necessitam ser adaptados. Caso contrário, a longevidade organizacional pode ser ameaçada.

A flexibilidade, a dinamicidade e a adaptação continuada às mudanças em curso no meio, são condições básicas para a função do planejamento enquanto processo que determina os objetivos organizacionais.

Enquanto pensamento aplicado à gestão das organizações de produção, o planejamento recebeu a contribuição de inúmeros autores, com destaque para as ideias de Frederick Taylor, Igor Ansoff e Alfred Chandler.

Considerando o pai da Administração Científica, Taylor estudou e aplicou os tempos e movimentos do processo produtivo, em busca da eficiência operacional e do consequente incremento da rentabilidade organizacional, definindo como funções básicas da gestão o planejamento e o controle.

Em sua obra, Taylor dá ênfase ao processo de aplicação de métodos e técnicas racionais para obtenção de melhores resultados no processo produtivo. Embora estejamos em plena sociedade do conhecimento e no cotidiano das organizações de produção ocorra a incorporação progressiva de novas tecnologias de produção, muitos dos princípios e fundamentados sistematizados por Taylor ainda se fazem presentes. Ao iniciar o estudo da Administração, a leitura desta obra clássica é recomendável.

Adaptado: Disponível em: http://bit.ly/2qkyW5S.
Com base no texto 'O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?', leia as afirmativas a seguir:
I. Em sua obra, Taylor combateu o uso de métodos e técnicas racionais para a obtenção de melhores resultados no processo produtivo, de acordo com o texto. II. São questões básicas do planejamento em uma organização, entre outras: como fazer e com que recursos fazer, afirma o autor.
Marque a alternativa CORRETA:
  • A As duas afirmativas são verdadeiras.
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas.
43

Henry Fayol é um dos integrantes da Escola Clássica da Administração. Uma das primeiras contribuições do autor foi a de dividir a empresa em seis funções distintas.
Associe as colunas, relacionando corretamente a função à sua atividade correspondente.
Funções 1- Comercial 2- Financeira 3- De administração 4- De segurança 5- De contabilidade 6- Técnica
Atividades ( ) Produção e manufatura. ( ) Compra, venda e troca. ( ) Procura e utilização do capital. ( ) Proteção da propriedade e das pessoas. ( ) Registro de estoques, balanço, custos e estatísticas. ( ) Planejamento, organização, comando, coordenação e controle.
A sequência correta dessa associação é

  • A 6; 4; 1; 3; 2; 5.
  • B 4; 3; 1; 6; 5; 2.
  • C 4; 2; 5; 3; 6; 1.
  • D 6; 1; 2; 4; 5; 3.
Voltar para lista