Resolver o Simulado FEPESE - Nível Superior

0 / 31

Raciocínio Lógico

1

Um cubo de arestas medindo 3 cm foi formado por 27 cubinhos brancos de arestas medindo 1 cm. Após montado, esse cubo teve todas suas faces pintadas de azul. Em seguida, o cubo foi desmontado, e restaram cubinhos com faces pintadas de branco ou azul. O total de cubinhos com exatamente duas faces pintadas de azul é

  • A 15
  • B 6
  • C 8
  • D 12
  • E 1
2

Os 72 alunos de uma escola devem, nas aulas de educação física, participar de treinos em uma, duas ou três modalidades esportivas, entre futebol, atletismo e natação. Sabendo que 33 alunos treinam futebol, 34 treinam atletismo e 26 treinam natação, e que 4 alunos treinam as três modalidades, o número de alunos que treinam exatamente duas modalidades é

  • A 27
  • B 16
  • C 19
  • D 22
  • E 13
3

Considere a sequência numérica em que o primeiro termo é 1, o segundo termo é um inteiro positivo k, e os demais termos são definidos como a soma de todos os termos anteriores, isto é, an = an − 1 + ... + a1 . Se o 13° termo é 6144, o valor de k é

  • A 8
  • B 6
  • C 3
  • D 4
  • E 5
4

Observando o padrão de formação da sequência infinita (2, 1, 3, 1, 1, 4, 1, 1, 1, 5, 1, 1, 1, 1, 6, …), nota-se que os termos iguais a 1 aparecem nas posições 2, 4, 5, 7, 8, 9, 11, e assim por diante. A 300ª vez em que o termo igual a 1 aparece nessa sequência está na posição

  • A 342.
  • B 330.
  • C 336.
  • D 324.
  • E 348.
5

Beatriz, Érica, Juliana e Natália têm idades de 20 a 22 anos, e sabem as idades umas das outras. Em um treinamento de teatro, as meninas que tinham idade ímpar deveriam sempre falar a verdade e as meninas que tinham idade par deveriam sempre mentir. Nesse treinamento elas tiveram o seguinte diálogo:


Beatriz: Eu tenho 20 anos.

Érica: Nenhuma de nós tem 21 anos.

Juliana: A soma das idades de Érica e Natália é igual a 41 anos.

Natália: A soma da minha idade com a idade de Juliana é igual a 42 anos.

Beatriz: Érica tem 21 anos.


A somas das idades, em anos, de Beatriz, Érica, Juliana e Natália é igual a:

  • A 83.
  • B 82.
  • C 81.
  • D 84.
  • E 85.
6

Omar, Ryan, Téo, Yan e Zion estão, nessa ordem, em uma fila, olhando para a frente, e sobre a cabeça de cada um deles foi colocado um chapéu, sem que eles vissem a cor do próprio chapéu. Omar está no fim da fila, de maneira que ele consegue ver os chapéus dos quatro outros garotos. Ryan vê os três na frente dele, Téo enxerga os chapéus de Yan e Zion, Yan só enxerga o de Zion. Zion não consegue ver nenhum chapéu. Eles foram informados de que 2 dos chapéus são de cor branca e os outros 3 chapéus são pretos. Ryan, falando primeiro, disse: “Eu não sei a cor do meu chapéu”. Yan, ao ouvir o que Ryan disse, falou em seguida: “Agora eu sei a cor do meu chapéu”. Omar, então, falou: “A cor do meu chapéu é diferente da cor do chapéu de Téo”. Das duplas enumeradas nas alternativas, estão usando chapéus da mesma cor:

  • A Omar e Ryan.
  • B Omar e Yan.
  • C Ryan e Téo.
  • D Ryan e Zion.
  • E Yan e Zion.
7

Ari, Beto, Cerne, Dani e Eli têm, cada um, 10 ou 11 ou 12 broches. Quem tem 11 broches sempre fala a verdade e quem tem 10 ou 12 broches sempre mente. Considere as seguintes frases que eles disseram:


Ari: Eu e Beto temos, juntos, 21 broches.

Beto: Eu e Cerne não temos, juntos, 21 broches.

Cerne: Eu e mais alguém temos, juntos, 22 broches.

Dani: Eu e Eli temos, juntos, 24 broches.

Eli: Eu e Ari temos, juntos, 21 broches.

Beto: Eu tenho 12 broches.

Cerne: Alguém tem 12 broches.

Dani: Eli tem 12 broches.


O total de broches que essas cinco pessoas têm é

  • A 53.
  • B 56.
  • C 55.
  • D 57.
  • E 54.
8

Considere as afirmações a seguir e o respectivo valor lógico atribuído a cada uma.


I. Eliana é programadora ou Carlos é analista. VERDADEIRA.

II. Bruno é agente administrativo ou Denise é chefe de departamento. VERDADEIRA.

III. Se Ana é supervisora, então Bruno é agente administrativo. FALSA.

IV. Denise é chefe de departamento e Eliana é programadora. FALSA.


A partir dessas informações, é correto concluir que

  • A Ana não é supervisora.
  • B Denise não é chefe de departamento.
  • C Bruno é agente administrativo.
  • D Eliana é programadora.
  • E Carlos é analista.
9

A negação da frase “Todos os analistas são inteligentes ou nenhum técnico é capacitado” é dada por

  • A Existe analista que não é inteligente ou existe algum técnico que não é capacitado.
  • B Não existe analista inteligente ou algum técnico é capacitado.
  • C Nenhum analista é inteligente ou todo técnico é capacitado.
  • D Existe analista que não é inteligente e existe técnico que é capacitado.
  • E Se nenhum técnico é capacitado, então todos os analistas são inteligentes.

Português

10
Leia trecho da crônica de Luís Fernando Veríssimo para responder às questão.

Vá entender___________. que depois dos 7 a 1 o torcedor brasileiro, desencantado, passaria _______ badminton, balé aquático ou outro esporte que não envolvesse bola ou qualquer coisa vagamente esférica. O desastre na Copa de 2014 não só _______ não éramos mais o país do futebol como fomentaria nosso ódio pelo futebol. O futebol seria para nós como a História para Stephen Dedalus, aquele personagem do James Joyce: um pesadelo do qual estaríamos tentando acordar. Mas não. Assimilamos a derrota até com certa resignação filosófica. Depois da derrota para o Uruguai em 1950, correram boatos de suicídios em massa, de torcedores ateando fogo _______ vestes, do Bigode engolindo formicida e do Barbosa pedindo asilo numa embaixada estrangeira. Depois dos 7 a 1 não houve nada parecido, nem boatos de coisa parecida. Foi uma desilusão dolorida, não foi uma tragédia.

(Luis Fernando Veríssimo [org. Adriana Falcão e Isabel Falcão],
“O bum”. Ironias do tempo, 2018. Adaptado.)

As informações do texto permitem concluir que a hipótese de que

  • A o torcedor brasileiro deixaria de exaltar suas tragédias não foi levada a termo, uma vez que a sua resignação filosófica foi insuficiente para minimizar a derrota por 7 a 1 da Copa de 2014.
  • B o futebol deixaria de ser o esporte preferido do brasileiro começou a virar realidade, uma vez que outros esportes que não envolvem bola caíram no gosto dos torcedores.
  • C o Brasil deixaria de ser o país do futebol virou realidade, uma vez que os torcedores encararam a derrota por 7 a 1 como uma verdadeira tragédia, tal como aquela para o Uruguai em 1950.
  • D o brasileiro deixaria de gostar de futebol depois do desastre da Copa de 2014 não se concretizou, uma vez que os torcedores aceitaram o sofrimento imposto pela derrota por 7 a 1 sem revoltas.
  • E a Copa de 2014 deixaria de incomodar rapidamente o torcedor brasileiro foi deixada de lado, uma vez que o espírito de sofrimento e tragédia de 1950 se instalou no país.
11
“[...]
O de amendoim
que se chamava midubim e não era torrado era cozido
Me lembro de todos os pregões:
Ovos frescos e baratos
Dez ovos por uma pataca

Foi há muito tempo...
A vida não me chegava pelos jornais nem pelos livros
Vinha da boca do povo na língua errada do povo
Língua certa do povo
Porque ele é que fala gostoso o português do Brasil
Ao passo que nós
O que fazemos
É macaquear
A sintaxe lusíada

A vida com uma porção de coisas que eu não entendia
bem
Terras que não sabia onde ficavam
Recife...
Rua da União...
A casa de meu avô...
Nunca pensei que ela acabasse!
Tudo lá parecia impregnado de eternidade
Recife...
Meu avô morto.
Recife morto, Recife bom, Recife brasileiro
como a casa de meu avô.”

(Evocação do Recife – Manuel Bandeira). Disponível em:
<https://www.escritas.org/pt/t/9074/evocacao-do-recife>.
Acesso em: 1º ago. 2019.

Nos versos “Recife... / Rua da União... / A casa de meu avô...”, as reticências desempenham a função de

  • A indicar que a ideia expressa pelos versos se perpetua no pensamento do eu lírico e não termina com o fim da frase.
  • B assinalar uma suspensão no ritmo da fala provocada por uma hesitação nas ideias expressas pelo eu lírico.
  • C mostrar a interrupção do fluxo de ideias do eu lírico, e a mudança do assunto que vinha sendo tratado até ali.
  • D marcar o corte na fala do eu lírico, pela interferência da fala de outro personagem presente no poema.

Direito Ambiental

12

Uma estação de tratamento de esgotos está emitindo poluição odorífica, atingindo vários bairros de um determinado Município, fato este que chegou ao conhecimento da Promotoria de Meio Ambiente do Município. Diante desse fato hipotético, assinale a alternativa correta.

  • A O promotor de justiça deve instaurar inquérito criminal para apuração dos fatos, antes de eventual propositura de ação.
  • B A situação retrata hipótese de interesses ou direitos coletivos em sentido estrito, por serem transindividuais, de natureza indivisível, tendo como titulares grupo de pessoas ligadas entre si.
  • C Deve ser proposta ação civil pública por qualquer cidadão atingido pela poluição, para defesa de interesses ou direitos individuais homogêneos, por danos decorrentes de origem comum.
  • D É possível propositura da ação coletiva fundada em violação de interesses ou direitos difusos, por tratar-se de dano transindividual, de natureza indivisível, cujos titulares são pessoas indeterminadas e ligadas por circunstâncias de fato.
  • E Tratando-se de dano ao meio ambiente, a legitimidade para a propositura da ação coletiva é exclusiva do Ministério Público da Área do Meio Ambiente.
13

No que tange às diretrizes nacionais para o saneamento básico, nos termos da Lei no 11.445/2007, assinale a alternativa correta.

  • A Os recursos hídricos integram os serviços públicos de saneamento básico.
  • B Por decisão do poder público, o lixo originário de atividades comerciais, industriais e de serviços cuja responsabilidade pelo manejo não seja atribuída ao gerador pode ser considerado resíduo sólido urbano.
  • C Os titulares dos serviços públicos de saneamento básico não podem delegar a organização, a regulação, a fiscalização e a prestação desses serviços.
  • D Grandes usuários dos serviços de água poderão negociar suas tarifas com o prestador de serviços, mediante contrato específico, independentemente da oitiva do órgão regulador.
  • E Os reajustes de tarifas de serviços públicos e privados de saneamento básico serão realizados observando-se o intervalo mínimo de 06 (seis) meses, de acordo com as normas legais, regulamentares e contratuais.
14

Nos termos da Lei no 12.651/2012, assinale a alternativa correta.

  • A As restingas, como fixadoras de dunas ou estabilizadoras de mangues, são consideradas Área de Preservação Permanente.
  • B É vedada a intervenção ou a supressão de vegetação em Área de Preservação Permanente, ainda que nas hipóteses de interesse social ou de baixo impacto ambiental.
  • C É dispensada a autorização do órgão ambiental competente para a execução regular de atividade de segurança nacional e obras de interesse da defesa civil.
  • D A inserção do imóvel rural em perímetro urbano definido mediante lei municipal desobriga o proprietário ou posseiro da manutenção da área de Reserva Legal.
  • E O manejo florestal sustentável da vegetação da Reserva Legal com propósito comercial independe de autorização do órgão competente.
15

De acordo com as súmulas do Superior Tribunal de Justiça, assinale a alternativa correta.

  • A As obrigações ambientais não possuem natureza propter rem, sendo inadmissível cobrá-las do proprietário ou possuidor atual e/ou dos anteriores, à escolha do credor.
  • B Não se admite a aplicação da teoria do fato consumado em tema de Direito Ambiental.
  • C A inversão do ônus da prova não se aplica às ações de degradação ambiental.
  • D O Ministério Público tem legitimidade exclusiva para propor ação civil pública em defesa do patrimônio público.
  • E Quanto ao dano ambiental, não se admite a condenação do réu à obrigação de fazer ou à de não fazer cumulada com a de indenizar.
16

De acordo com a Lei Federal n.° 12.305 (de 2 de agosto de 2010), não constitui(em) destinação final ambientalmente adequada para os resíduos sólidos:

  • A reutilização e reciclagem.
  • B reutilização e compostagem.
  • C recuperação e aproveitamento energético.
  • D aquelas admitidas pelos órgãos competentes do Sisnama.
  • E deposição em terrenos urbanos não habitados.
17

Pode-se considerar, segundo a Resolução CONAMA N.° 01/86, o impacto ambiental como:

  • A qualquer alteração das propriedades físicas, químicas e biológicas do meio ambiente, causada por qualquer forma de matéria ou energia resultante das atividades humanas que, direta ou indiretamente, afetam: a saúde, a segurança e o bem-estar da população; as atividades sociais e econômicas; a biota; as condições estéticas e sanitárias do meio ambiente; a qualidade dos recursos ambientais.
  • B a alteração das propriedades físicas e químicas do meio ambiente, sem causa identificada, que afete as atividades sociais e econômicas e a qualidade dos recursos ambientais.
  • C pequenas modificações das propriedades biológicas do meio ambiente, resultante da própria natureza, que afetam a qualidade dos recursos ambientais.
  • D qualquer modificação benéfica das propriedades físicas, químicas e biológicas do meio ambiente, causada pela biota local que, direta ou indiretamente, afete a saúde e o bem-estar da população, mesmo que não altere as condições estéticas e sanitárias do meio ambiente e a qualidade dos recursos ambientais.
  • E grande alteração nas propriedades do meio ambiente, causada por qualquer forma de matéria ou energia resultante das mudanças climáticas que, direta ou indiretamente, afetem a segurança econômica e as condições estéticas dos centros urbanos.
18

De acordo com os princípios do Plano Nacional de Prevenção, Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais com Produtos Químicos Perigosos, analise as proposições abaixo.
1) Conforme o princípio de 'Direito de Saber à Participação', todos devem ter acesso a informações sobre os riscos à saúde e ao meio ambiente. 2) O “direito à saúde e ao meio ambiente saudável” é o marco norteador de todas as ações requeridas para implantação do P2R2. 3) Devem-se buscar os meios e condições legais para a aplicação do princípio do Poluidor-Pagador.
Está(ão) correta(s):

  • A 1, apenas.
  • B 2, apenas.
  • C 1 e 3, apenas.
  • D 2 e 3, apenas.
  • E 1, 2 e 3.
19

Acerca das diretrizes estratégicas para a elaboração do Plano Nacional de Prevenção, Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais, com Produtos Químicos Perigosos, considere os tópicos a seguir.
1) Viabilização de recursos públicos, para treinamento inicial de equipes envolvidas na atuação do P2R2. 2) Criação de uma estrutura organizacional privada que permita atingir as metas e os objetivos visados pela política nacional do meio ambiente. 3) Estabelecimento de leis e normas junto ao poder público, para agir nos segmentos que atuam com produtos químicos perigosos. 4) Adoção de um planejamento preventivo que evite a ocorrência de acidentes com produtos químicos.
Faz(em) parte das citadas diretrizes, apenas:

  • A 1 e 2.
  • B 3 e 4.
  • C 2.
  • D 3.
  • E 4.
20

De acordo com o Anexo II do Decreto n° 5.824/2006, são atividades do ambiente organizacional “Ciências Biológicas” das Instituições Federais de Educação, exceto

  • A tratamento de pele de animais mortos.
  • B documentação de peças anatômicas de cadáveres e pequenas peças cirúrgicas.
  • C preparação, classificação e catalogação de vegetais e animais.
  • D controle de estoque de material usado em laboratório.
  • E realização de análise de peças anatômicas.
21

No que se refere ao lançamento de efluentes, como a Resolução Conama N.° 357, de 17 de março de 2005, define “condições de lançamento”?

  • A Condições adotadas para o controle de lançamentos de efluentes no corpo receptor.
  • B Condições adotadas nas atividades de gestão, de acordo com unidades de medida e cronograma preestabelecidos, de caráter obrigatório.
  • C Condições adotadas para a realização de atividades esporádicas com grande possibilidade de ingerir água.
  • D Condições adotadas para o controle de lançamentos de água pura no corpo receptor.
  • E Condições adotadas para permitir que um corpo de água possa fluir para um rio maior ou para um lago ou reservatório.

Engenharia Ambiental e Sanitária

22

Leia o relato da situação hipotética a seguir.


O engenheiro ambiental está trabalhando no projeto do sistema de abastecimento de água da cidade de Tamanduá para que se possa abastecer a população até o ano de 2033.

Considere:

- a única fonte de abastecimento é um manancial subterrâneo com vazão de 40 L/s;

- a população do município, em 2033, será de 20.000 habitantes;

- o índice de perdas de água atual no sistema é de 35%;

- o consumo per capita é de 200 L/hab/dia;

- o consumo de água na ETA é de 4%;

- o K1 é de 1,25.


Qual é o índice de perdas adequado no sistema de abastecimento de água para que a população possa ser abastecida?

  • A 2% de perdas no sistema.
  • B 5% de perdas no sistema.
  • C 12% de perdas no sistema.
  • D 20% de perdas no sistema.
23

As águas brutas utilizadas para abastecimento público possuem partículas finamente divididas em suspensão e partículas coloidais, necessitando de um tratamento químico capaz de propiciar sua deposição com um baixo período de detenção. Nessa etapa, geralmente são empregados o sulfato de alumínio ou o sulfato ferroso e é denominada como

  • A desinfecção.
  • B floculação.
  • C coagulação.
  • D filtração.
24

A água que passa por camadas ferruginosas, na falta de oxigênio suficiente, dissolve sais de ferro sob forma de sais ferrosos. Quando, por exemplo, retirada de um poço, essa água apresenta o inconveniente de manchar roupa e pias, além de corroer as tubulações. Para a remoção deste ferro em águas de abastecimento público durante a elaboração do projeto da ETA, deve-se prever uma etapa anterior ao tratamento convencional constituída por

  • A adição de carvão ativado.
  • B simples aeração.
  • C filtração rápida.
  • D desinfecção.
25

O sistema de esgoto sanitário é separado em partes, as quais têm funções específicas. Uma delas diz respeito à tubulação da rede coletora que recebe apenas contribuição de esgoto de outros coletores. Esta parte do sistema recebe o nome de

  • A coletor tronco.
  • B coletor principal.
  • C coletor predial.
  • D coletor de esgoto.
26

Uma série de testes de DBO padrão foram realizados pelo Método Winkler em três diferentes diluições. Os valores de oxigênio dissolvido inicial e oxigênio dissolvido final de cada amostra estão apresentados na Tabela a seguir.



O valor de DBO padrão encontrado é:

  • A 75,0 mg/L.
  • B 76,5 mg/L.
  • C 78,0 mg/L.
  • D 81,3 mg/L.
27

A concentração de oxigênio dissolvido (OD) saturado em mananciais de superfície tem a pressão e a temperatura como fatores de interferência. Assim sendo, OD de saturação será maior quando o manancial superficial estiver localizado em uma região

  • A com temperatura de 20 ºC e 500 metros de altitude.
  • B com temperatura de 25 ºC e 500 metros de altitude.
  • C com temperatura de 15 ºC e 1000 metros de altitude.
  • D com temperatura de 22 ºC e 1000 metros de altitude.
28

O amostrar de grandes volumes, também conhecido como Hi-vol, é um equipamento historicamente utilizado no monitoramento da qualidade do ar na medição de

  • A fumaça.
  • B monóxido de carbono.
  • C particulado.
  • D hidrocarboneto.
29

O Rio Meia Ponte, em sua passagem pela cidade de Goiânia, tem, para água limpa, a temperatura de 22 ºC e altitude de 750 m, o ODsat de 8,1 mg/L. Medições de vazão efetuadas nesse rio apresentam vazão mínima (Q7-10) de 23,2 m³/s. Considerando o lançamento de efluentes de uma população de 1.200.000 habitantes, com uma carga de DBO per capita de 0,060 kg/hab.dia, pode-se concluir que o lançamento desse efluente deixaria esse rio

  • A isento de oxigênio dissolvido.
  • B com concentrações de oxigênio dissolvido de 5 mg/L, mínima para a sobrevivência de peixes menos resistentes.
  • C com concentrações de oxigênio dissolvido de 2 mg/L, mínima para a sobrevivência de peixes mais resistentes.
  • D com concentração de oxigênio dissolvido mínima para manutenção de todo o ecossistema aquático.
30

Observe a figura a seguir que apresenta a trajetória do oxigênio dissolvido, de demanda bioquímica de oxigênio (DBO) e tipos de organismos ao longo de cinco zonas de autodepuração.



Na figura, o número 4 representa a zona

  • A de degradação.
  • B de águas limpas.
  • C de decomposição ativa.
  • D de recuperação.
31

Na estação de tratamento, o esgoto bruto é submetido a uma série de etapas que visam à remoção dos poluentes para o seu posterior lançamento em mananciais. Sobre estas etapas, tem-se que:

  • A o principal objetivo do tratamento secundário é a remoção de sólidos suspensos e matéria orgânica.
  • B o tratamento primário é indispensável em qualquer projeto, pois destina-se à remoção de sólidos grosseiros.
  • C inclui-se em tratamento primário a unidade destinada à medição de vazão.
  • D inclui-se em tratamento secundário os sistemas alagados construídos.
Voltar para lista