Resolver o Simulado Assistente Social - COPEVE-UFAL - Nível Superior

0 / 30

Serviço Social

1

A profissão do assistente social é regulamentada pela Lei nº 8.662/1993. Essa lei atribui aos assistentes sociais determinadas competências e atribuições privativas. Como atribuição(ões) privativa(s) do assistente social, destaca(m)-se:

  • A Encaminhar providências e prestar orientação social a indivíduos, grupos e à população.
  • B Planejar, executar e avaliar pesquisas que possam contribuir para a análise da realidade social e para subsidiar ações profissionais.
  • C Coordenar, elaborar, executar, supervisionar e avaliar estudos, pesquisas, planos, programas e projetos na área de Serviço Social.
  • D Orientar indivíduos e grupos de diferentes segmentos sociais no sentido de identificar recursos e de fazer uso destes no atendimento e na defesa de seus direitos.
  • E Elaborar, implementar, executar e avaliar políticas sociais junto a órgãos da administração pública, direta ou indireta, empresas, entidades e organizações populares.
2

As manifestações da questão social constituem o objeto da prática profissional dos assistentes sociais. Segundo Iamamoto & Carvalho (2005:77), “a questão social não é senão as expressões do processo de formação e desenvolvimento da classe operária e de seu ingresso no cenário político da sociedade, exigindo seu reconhecimento como classe por parte do empresariado e do Estado. É a manifestação, no cotidiano da vida social, da contradição entre o proletariado e a burguesia, a qual passa a exigir outros tipos de intervenção mais além da caridade e da repressão”. Do texto, infere-se que a questão social

  • A é fenômeno típico do capitalismo e de suas contradições.
  • B constitui fenômeno natural intrínseco a toda ordem social.
  • C é um fenômeno anterior ao capitalismo, intrínseco ao desenvolvimento histórico das sociedades.
  • D é fenômeno decorrente da dificuldade e incapacidade dos indivíduos de se adaptarem ao desenvolvimento social.
  • E é um fenômeno que não pode ser superado no capitalismo, restando ser administrado através da caridade e da filantropia.
3

A Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) estabelece como diretrizes para a organização da assistência social a descentralização político-administrativa, a participação da população e a primazia da responsabilidade estatal na condução da política de assistência social em cada esfera governamental. As ações das esferas de governo devem acontecer de forma articulada, não obstante a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios possuírem suas respectivas competências. Por exemplo, é de competência exclusiva dos Estados

  • A efetuar o pagamento dos auxílios natalidade e funeral.
  • B atender às ações assistenciais de caráter de emergência.
  • C responder pela concessão do benefício de prestação continuada.
  • D prestar os serviços assistenciais cujos custos ou ausência de demanda municipal justifiquem uma rede regional de serviços.
  • E destinar recursos financeiros para o custeio do pagamento dos auxílios natalidade e funeral, mediante critérios estabelecidos pelo respectivo Conselho de Assistência Social.
4

A inserção da assistência social como política de seguridade, tal como se encontra expresso na Constituição Federal de 1988 e na Lei Orgânica da Assistência Social de 1993, aponta para o caráter de proteção social dessa política em articulação com as demais políticas voltadas à garantia dos direitos sociais. A Política Nacional de Assistência Social de 2004 considera três tipos de segurança que devem ser garantidos em termos de proteção social no âmbito dessa política pública. Dentre essas seguranças e seus papéis, encontra-se a segurança de

  • A acolhida, primordial na política de assistência social, que deve prover necessidades humanas básicas relacionadas à alimentação, ao vestuário e ao abrigo.
  • B convívio ou vivência familiar, que pode ser demandada em virtude da ocorrência de desastres ou acidentes naturais, além da profunda destituição e abandono.
  • C sobrevivência (de rendimento e de autonomia), que deve compensar o valor do salário mínimo inadequado de modo a assegurar que todos tenham uma forma monetária para garantir sua sobrevivência.
  • D acolhida, que deve, necessária e independentemente da situação, bem como de forma permanente e ininterrupta, operar com a provisão de necessidades humanas, tais como alimentação, vestuário e abrigo.
  • E convívio ou vivência familiar, que pode ser demandada em virtude da necessidade de separação da família ou da parentela por múltiplas situações, como violência familiar, drogadição, alcoolismo, entre outras.
5

A Política Nacional de Assistência Social de 2004 estabeleceu como seu público usuário cidadãos e grupos que se encontram em situações de vulnerabilidade e risco. No âmbito da política pública de assistência social seus usuários deverão ter seus direitos sociais assegurados através do provimento de serviços, programas, projetos e benefícios organizados e ofertados por níveis de proteção social. Assinale a alternativa correta em relação à política pública de assistência social e às proteções sociais afiançadas.

  • A A proteção social básica deve prover serviços, programas, projetos e benefícios conforme identificação das situações de vulnerabilidade apresentadas, tais como os benefícios eventuais.
  • B O que distingue a proteção social básica da proteção social especial é que, enquanto a primeira está voltada para as situações de risco, a segunda volta-se para situações de vulnerabilidade.
  • C A proteção social especial deve prover serviços, programas, projetos e benefícios conforme identificação das situações apresentadas, dentre os quais se destaca o benefício de prestação continuada.
  • D A proteção social básica é destinada à população que vive em situação de risco social, objetivando prevenir essas situações, desenvolvendo potencialidades e aquisições e fortalecendo os vínculos familiares e comunitários.
  • E A proteção social básica destina-se a famílias e indivíduos que se encontrem em situações caracterizadas por ocorrência de abandono, abuso sexual, situações de rua, trabalho infantil, cumprimento de medidas socioeducativas, entre outras.
6

Analisando a emergência do Serviço Social como profissão, Netto (2011) afirmou que, não obstante existir uma relação de continuidade entre o Serviço Social profissional e as práticas filantrópicas e assistenciais anteriores, é uma relação de ruptura que se instaura como decisiva para o surgimento do Serviço Social como profissão em relação a suas protoformas. O que caracteriza, para Netto, essa relação de ruptura a partir da qual emerge o Serviço Social profissional?

  • A A evolução das tradicionais formas de ajuda e de caridade.
  • B A racionalização da assistência e a abertura dos cursos de Serviço Social.
  • C A utilização de um instrumental operativo de natureza técnica e de embasamento teórico.
  • D A incorporação pelas atividades filantrópicas e assistenciais de parâmetros técnico-científicos.
  • E A inserção do assistente social numa relação de assalariamento e o fato do significado social dessa prática profissional inscrever-se no quadro da reprodução das relações sociais da ordem monopólica.
7

Joana, assistente social há 20 anos, atua em um Centro de Referência de Assistência Social – CRAS, na cidade de Maceió. Com longa experiência na área de Serviço Social, seus serviços são requisitados com certa frequência pelo Poder Judiciário. Na última semana, ela recebeu uma convocação da Justiça para atuar, na qualidade de perito, no processo que investiga a culpabilidade dos indiciados na violência contra a idosa Maria das Neves, viúva, 73 anos de idade, que Joana conhece, pois ela é frequentadora do grupo de idosos “Renascer”, localizado no CRAS onde trabalha. Na observância do Código de Ética Profissional, no capítulo que trata da relação entre assistentes sociais e a Justiça, Joana:
I. deve apresentar à Justiça um Relatório Social com a descrição ou o relato do que foi possível conhecer por meio de estudo social sobre o caso da idosa Maria das Neves. No parecer social do laudo social que acompanha o relatório encaminhado à Justiça, Joana deverá expor suas conclusões testemunhando fatos sigilosos da usuária de que tenha conhecimento no exercício profissional, ainda que esses fatos extrapolem o âmbito da competência profissional, pois ela teve autorização da idosa; II. deve recusar a convocação da Justiça, haja vista que é vedado ao assistente social atuar como perito em situações que não se caracterizam como área de sua competência ou de sua atribuição profissional; tal impedimento se enquadra no enunciado da questão, pois Joana atua no âmbito da Política de Assistência Social, e não na área Sócio-Jurídica; III. tem o dever de comparecer perante a autoridade que emitiu a convocação, se, no caso em questão, a Justiça exigir o seu depoimento, para declarar que está obrigada a guardar sigilo profissional nos termos do Código de Ética Profissional.
Dos itens, verifica-se que está(ão) correto(s) apenas

  • A I.
  • B III.
  • C I e II.
  • D I e III.
  • E II e III.
8

Segundo Silva (2004), há consenso de que o Estado de Bem-Estar Social define-se, de modo geral, pela responsabilidade do Estado pelo bem-estar dos seus membros. Dadas as afirmativas acerca dos modelos de Estado de Bem-Estar Social utilizados nas análises da área,
I. As características do Modelo Liberal permitem denominá-lo de residual. II. O Modelo Conservador é, também, denominado de corporativo, contratual e meritocrático. III. O Modelo Social-Democrático é concebido como total-redistributivo.
verifica-se que está(ão) correta(s)

  • A I, apenas.
  • B II, apenas.
  • C I e III, apenas.
  • D II e III, apenas.
  • E I, II e III.
9

Uma das atribuições dos Conselhos Tutelares é atender crianças e adolescentes sempre que seus direitos estejam sendo ameaçados ou violados por ação e omissão da sociedade ou do Estado; por falta, omissão ou abuso dos pais ou responsáveis; e em razão de sua conduta. Nessas situações, o Conselho Tutelar poderá:


I. prestar orientação, apoio e acompanhamento temporários;

II. afastar a criança ou adolescente do convívio familiar;

III. incluir em serviços e programas oficiais ou comunitários de proteção, apoio e promoção da família, da criança e do adolescente;

IV. requisitar tratamento médico, psicológico ou psiquiátrico, em regime hospitalar ou ambulatorial.


Dos itens, verifica-se que estão corretos apenas

  • A I e II.
  • B I e III.
  • C II e III.
  • D II e IV.
  • E I, III e IV.
10

Dadas as afirmativas,
I. O assistente social pode ter cassada a sua inscrição profissional após decorrido dois anos de suspensão por falta de pagamento de anuidades e taxas. II. A punibilidade do assistente social, por falta sujeita a processo ético e disciplinar, prescreve em 5 (cinco) anos, contados da data da verificação do fato respectivo. III. Será eliminado dos quadros dos CRESS o assistente social que fizer falsa prova dos requisitos exigidos nos Conselhos. IV. A advertência pública, suspensão e a cassação do exercício profissional de um assistente social serão efetivadas através de publicação em Diário Oficial e em outro órgão da imprensa, e afixado na sede do Conselho Regional onde estiver inserido o denunciado e na Delegacia Seccional do CRESS da jurisdição de seu domicílio.
verifica-se que, de acordo com o código de Ética do Assistente Social, está(ão) correta(s)

  • A I, apenas.
  • B II, apenas.
  • C I e III, apenas.
  • D II, III e IV, apenas.
  • E I, II, III e IV.

Português

11

Assinale a alternativa correta no tocante à concordância verbal das frases abaixo:

  • A Deverão haver muitas oportunidades de emprego com a abertura de novas lojas
  • B Não houve condições climáticas para o avião decolar
  • C Fazem 5 anos que houve a implantação do Programa Mais Médicos
  • D Existe ainda muitas crianças que faz muito sacrifício para chegar à escola
  • E Deve existir condições para que todos tenha acesso ao programa
12

Assinale a opção em que o advérbio empregado apresenta sentido inadequado ao sentido da frase.

  • A A saída de todas as turmas se dará concomitantemente
  • B O médico atenderá primordialmente as crianças
  • C Independentemente da situação do trânsito, temos que viajar
  • D Havia muita água na pista, por isso o carro deliberadamente derrapou
  • E Sempre há problemas no atendimento, mormente quando faltam funcionários.
13

Marque a alternativa correta em relação à concordância verbal e à ortografia nas frases abaixo:

  • A Há alguns anos atrás existia máquinas de datilografia
  • B Fazem muitas semanas que os alunos estão em greve
  • C A muitos anos a cidade enfrenta essa onda de violência
  • D Desde a muitos anos que esse programa não existe mais no País
  • E Há muitos anos não chove naquela região
14

Não são antônimos os adjetivos da letra:

  • A 1 – Insignificante – importante 2– Unívoco – heterogêneo
  • B 1 – Atarantado – centrado 2– Contraditório – compatível
  • C 1 – Pródigo – magnânimo 2 – Efêmero – passageiro
  • D 1 – Resiliente – inflexível 2 – Concomitante – alternado
  • E 1 – Condescendente – intransigente 2 – Grandiloquente – tímido
15

Com relação à palavra bullying, podemos afirmar que é um(a):

  • A Modismo linguístico
  • B Empréstimo linguístico
  • C Vocábulo criado pela mídia
  • D Estrangeirismo
  • E Invasão linguística
16

Em qual das frases a conjunção ou locução conjuntiva não está utilizada no conceito indicado entre parênteses:

  • A TANTO os alunos QUANTO as alunas participaram do torneio de futebol (Comparação)
  • B SE tivessem sido seguidas as recomendações de segurança, não teria acontecido a tragédia (Certeza)
  • C CONQUANTO estivéssemos cansados, assistimos à palestra até o final. (Oposição)
  • D A Universidade encaminhou o pedido ao MEC, HAJA VISTA não mais haver verba disponível no orçamento. (Causa)
  • E PARA o Diretor, participação de professores e alunos fez o sucesso da jornada pedagógica. (Conformidade)
17

Escolha a opção abaixo em que a figura de linguagem não está identificando corretamente o texto correspondente.

  • A Metáfora
    A lua foi ao cinema Passava um filme engraçado A história de uma estrela Que não tinha namorado (Paulo Leminski)
  • B Antítese
    Onde queres revólver, sou coqueiro E onde queres dinheiro, sou paixão Onde queres descanso, sou desejo E onde sou só desejo, queres não E onde não queres nada, nada falta E onde voas bem alto, eu sou o chão E onde pisas o chão, minha alma salta E ganha liberdade na amplidão (Caetano Veloso)
  • C Hipérbole
    Gastou rios de dinheiro com o intercâmbio na Austrália
  • D Eufemismo
    Coitado do Daniel, não foi feliz na prova da OAB
  • E Metáfora
    Eu acredito é na rapaziada Que segue em frente e segura o rojão Eu ponho fé é na fé da moçada Que não foge da fera e enfrenta o leão. (Gonzaguinha)
18

“Muita saúva e pouca saúde, os males do Brasil são”


Com relação a essa famosa frase dita pelo personagem Macunaíma, do livro homônimo, de Mário de Andrade, escolha a opção correta:

  • A “saúva” e ”saúde” não mais devem conter acento agudo de acordo com o recente Acordo Ortográfico
  • B “males” é plural tanto de “mal” quanto de “mau”
  • C O verbo poderia ficar no singular porque os predicativos estão no singular
  • D Se estivesse na ordem direta, a frase não poderia conter vírgula
  • E É indiferente usar vírgula ou dois pontos após “saúde”
19

Vício na Fala

Para dizerem milho dizem mio

Para melhor dizem mió

Para pior pió

Para telha dizem teia

Para telhado dizem teiado

E vão fazendo telhados

(Oswald de Andrade, Pau Brasil, Ed.Globo,)


Aponte a afirmativa CORRETA sobre esse poema em que o sujeito está indeterminado.

  • A Trata-se de cidadãos que certamente conhecem a norma culta, mas que usam conforme seu interesse, evidenciado pelo verso final “E vão fazendo telhados”
  • B Esse linguajar utiliza gírias típicas da zona rural
  • C Existe uma parte da população excluída do uso do padrão culto da Língua, mas que se comunica através de outros níveis de linguagem
  • D Esses falantes preferem não utilizar a linguagem normativa para se comunicar melhor em suas profissões
  • E Essa é linguagem oral dos analfabetos, normalmente agricultores do interior dos pequenos municípios
20

Escolha a opção em que a frase NÃO usa palavras ou expressões em sentido conotativo:

  • A O público espumava xingamentos e vaias ao árbitro da partida
  • B O atleta mais importante do time foi perseguido por muitas lesões nesta temporada
  • C A torcida do Flamengo abraçou a equipe na busca pelo título
  • D Saiu barato para o jogador a punição com suspensão por apenas dois jogos
  • E A multidão nas ruas aplaudia a passagem dos maratonistas

Raciocínio Lógico

21

Num aniversário infantil, foram oferecidos pelos pais da criança, cachorro quente, bolo e brigadeiro. Considere as afirmações feitas pela mãe do aniversariante:


• a quantidade de pessoas que comeram apenas brigadeiro é a mesma quantidade de pessoas que comeram apenas bolo;

• 5 pessoas comeram apenas cachorro quente e brigadeiro;

• 40 pessoas comeram os três pratos servidos no aniversário;

• 5 pessoas comeram apenas cachorro quente e bolo;

• 5 pessoas comeram apenas brigadeiro e bolo;

• 4 pessoas comeram apenas brigadeiro;

• 7 pessoas comeram cachorro quente.


Baseado nas informações acima, é correto afirmar:

  • A A quantidade de convidados para o aniversário foi de 165 pessoas
  • B A quantidade de convidados para o aniversário foi de 110 pessoas
  • C 15 pessoas comeram os três pratos oferecidos no aniversário
  • D 55 pessoas comeram os três pratos oferecidos no aniversário
  • E Não é possível saber a quantidade exata de pessoas que foram ao aniversário
22

Dadas as afirmativas sobre conjuntos,
I. Se A ⊆ C e B ⊆ C, então A = B. II. Se A ⊆ B e B ⊆ C, então A ⊆ C. III. Se A ⊆ B e B ⊆ A, então A = B. IV. Se A ⊆ B, A e B não são disjuntos.
verifica-se que estão corretas apenas

  • A I e III.
  • B I e IV.
  • C II e IV.
  • D I, II e III.
  • E II, III e IV.
23

Considerando que os símbolos ¬, ∧, ∨ e → representam negação, conjunção, disjunção e implicação, respectivamente, indique em qual conjunto de fórmulas não é possível inferir contradição.

  • A {A ∧ B, A → C, ¬C}
  • B {¬(A ∧ B), ¬(¬A ∨ ¬B)}
  • C {¬A ∨ B, A ∨ C, ¬B ∧ C}
  • D {A ∨ ¬B, B ∧ C, ¬A ∧ C}
  • E {¬A → ¬B ∧ B, A → ¬B ∧ B}
24

Considerando que os símbolos ¬, ∧, ∨, ∀ e ∃ representam negação, conjunção, disjunção, quantificador universal e quantificador existencial, respectivamente, as equivalências lógicas das fórmulas ¬∃xP(x) ∧ ∃yQ(y) e ∀x(¬P(x) → ¬Q(x)) são, respectivamente,

  • A ∀x ¬P(x) ∧ ∃yQ(y) e ∀x(Q(x) → P(x)).
  • B ∃x ¬P(x) ∧ ∃yQ(y) e ∀x(Q(x) → P(x)).
  • C ∃x ¬P(x) ∧ ∃yQ(y) e ¬∀x(P(x) → Q(x)).
  • D ∃x ¬P(x) ∧ ∃yQ(y) e ¬∃x(P(x) → Q(x)).
  • E ∀x ¬P(x) ∧ ∃yQ(y) e ¬∃x(P(x) → Q(x)).
25

Dadas as afirmativas sobre a sequência de pares ordenados (1, 1), (2, 3), (5, 4), (8, 7), (9, 16), (32, 11), ..., supondo-a construída a partir de uma lei de formação,
I. A soma das componentes do seu oitavo termo é um múltiplo de 3. II. A soma das primeiras componentes dos seus dez primeiros termos é maior que 600. III. As segundas componentes dos seus termos de ordem ímpar são potências de 2.
verifica-se que está(ão) correta(s)

  • A I, II e III.
  • B II e III, apenas.
  • C I e III, apenas.
  • D II, apenas.
  • E I, apenas.
26

Dadas as afirmativas,


I. Se todo carro é branco, então necessariamente existe algum carro branco.

II. Se existe algum estudante que está atrasado, então necessariamente existe algum estudante que não está atrasado.

III. Se é falso que todos os livros estejam à venda, então necessariamente nenhum livro está à venda.

IV. Se alguma casa não está ocupada, então necessariamente é falso que todas as casas estejam ocupadas.


verifica-se que estão corretas apenas

  • A I e IV.
  • B II e III.
  • C III e IV.
  • D I, II e III.
  • E I, II e IV.
27

Considerando que os símbolos ¬, ∧, ∨ e → representam negação, conjunção, disjunção e implicação, respectivamente, qual combinação de valores verdade resulta numa interpretação FALSA para a fórmula (A ∧ C ∧ D) → ((A ∧ ¬B) ∨ (B∧ ¬D))?

  • A A, B, C e D falsos.
  • B A, B, C e D verdadeiros.
  • C A, B e C falsos e D verdadeiro.
  • D A e B falsos e C e D verdadeiros.
  • E A e C falsos e B e D verdadeiros.
28

Considerando que os símbolos ¬, ∧, ∨, ∀ e ∃ representam negação, conjunção, disjunção, quantificador universal e quantificador existencial, respectivamente, e dado o conjunto de premissas {∀ x (¬P(x) ∧ Q(x))}, qual informação abaixo pode ser inferida?

  • A ∀ x (P(x) ∧ Q(x))
  • B ∃ x (P(x) ∧ Q(x))
  • C ∀ x P(x)
  • D ∀ x Q(x)
  • E ∃ x P(x)
29

Considerando que os símbolos ∧ e → representam conjunção e implicação, respectivamente, quantas interpretações da fórmula (A ∧ B) → (B∧ C) são verdadeiras?

  • A 7
  • B 5
  • C 3
  • D 2
  • E 1
30

Qual das proposições abaixo pode ser inserida no conjunto de premissas {(2 ∈ (A ∩ B)), (B ⊆ C), (A ⊆ B), (5 ∈ (B - A)), (3 ∈ (C – B ))} de forma a não criar uma contradição?

  • A A = B
  • B 5 ∈ A
  • C 2 ∈ C
  • D 3 ∈ (A ∪ B)
  • E (A ∩ B) = C
Voltar para lista