Resolver o Simulado Psicólogo - Nível Superior

0 / 49

Psicologia

1

No campo da psicologia da educação, acerca da Teoria SócioHistórica de Vygotsky, assinale a alternativa CORRETA.

  • A Define os quatro estágios de desenvolvimento sobre a inteligência da criança.
  • B Estabelece as sete inteligências ou habilidades do indivíduo: linguística, lógico-matemática, espacial, musical, cinestésico-corporal, intrapessoal e impessoal.
  • C O indivíduo é determinado nas interações sociais e é moldado pela cultura que ele próprio cria.
  • D Sistematiza o conceito de Condicionamento Operante a partir de observações do comportamento humano.
2

Algumas psicopatologias têm, em circunstâncias de trabalho, ambiente propício para se manifestarem e acometerem os sujeitos trabalhadores. Uma dessas psicopatologias pode ser descrita como uma afecção psicógena persistente na qual os sintomas são expressão simbólica de um conflito psíquico cujo desenvolvimento está vinculado a um contexto organizacional ou profissional. A psicopatologia descrita é a (o)

  • A neurose profissional.
  • B síndrome de fadiga.
  • C transtorno de personalidade antissocial.
  • D neurose psicossomática.
  • E delirium tremens.
3

No âmbito do trabalho, existem preocupações diversas com a saúde do trabalhador. As questões relacionadas à saúde mental ganham terreno significativo nessas discussões. Nesse quesito, um tema tem chamado a atenção de estudiosos: a ansiedade. A ansiedade pode variar em forma e intensidade de pessoa para pessoa, e em função de vários fatores, como contexto, ambiente familiar etc. Entre as diversas formas de manifestação dos transtornos de ansiedade, tem-se o transtorno de ansiedade generalizada, que pode ser caracterizado como

  • A a presença de variações de humor, em que se oscila entre mania e depressão.
  • B a re-experiência de sentimentos associados a um evento traumático anterior.
  • C a permanência da ansiedade, independentemente da situação que estimula o indivíduo.
  • D ataques frequentes de pânico.
  • E a presença de grande dificuldade em manter o foco e atenção em uma atividade.
4

Assinale a alternativa que apresenta elementos característicos da síndrome de burnout.

  • A Despersonalização e sensação de perseguição.
  • B Reduzida realização pessoal no trabalho e sensação de perseguição.
  • C Exaustão emocional e esgotamento cognitivo.
  • D Exaustão emocional e despersonalização.
  • E Reduzida realização pessoal no trabalho e esgotamento cognitivo.
5

Um dos métodos de avaliação de desempenho considerados tradicionais é o da pesquisa de campo, que é considerado muito eficaz, porém demorado e financeiramente oneroso. O método por pesquisa de campo é composto por fases. São consideradas fases desse método a (o)

  • A entrevista inicial entre gerentes e um especialista em avaliação e a aplicação de dinâmicas de grupo.
  • B planejamento de providências e o acompanhamento de resultados.
  • C entrevista semiestruturada com formato 360º entre supervisores e o planejamento de providências.
  • D entrevista complementar e a aplicação de dinâmicas de grupo.
  • E aplicação de dinâmicas de grupo e o acompanhamento de resultados.
6

No contexto da avaliação de desempenho, a literatura descreve diferentes atores como responsáveis pela execução da avaliação. Nessa perspectiva, existe a avaliação conhecida por 360º. Esta caracteriza-se pelo fato de

  • A as informações a respeito do desempenho serem coletadas por todas as pessoas ao redor do funcionário – supervisores, funcionários, colegas e clientes.
  • B os funcionários avaliarem o desempenho dos próprios supervisores.
  • C a avaliação ser realizada por um comitê geralmente composto pelo supervisor imediato do funcionário e por três ou quatro outros supervisores.
  • D a própria equipe de trabalho avaliar o desempenho de cada um dos respectivos membros.
  • E o indivíduo ser o responsável pelo seu desempenho e por sua monitoração, com a ajuda do respectivo superior.
7

Configuram-se como métodos de avaliação de desempenho o método

  • A de escalas gráficas e o método sequencial de Stanford.
  • B de classificação alternada e o método de comparação alternada
  • C de classificação alternada e o método dos incidentes críticos.
  • D de escalas gráficas e o método do ciclo de Goldberg.
  • E dos incidentes críticos e o método sequencial de Stanford.
8

Um relevante teste psicológico categorizado como técnica gráfica é o house, tree, person (HTP). A utilização desse teste é indicada em casos de avaliação

  • A dos aspectos motores de crianças na segunda infância.
  • B de aspectos relacionais no âmbito da família.
  • C de aspectos cognitivos em adolescentes.
  • D de aspectos psicomotores em adultos.
  • E da personalidade e das respectivas interações com o ambiente.
9

Importante e conhecido instrumento psicológico, o chamado teste gestáltico visomotor é também conhecido como teste Bender. Em um processo de avaliação psicológica, o uso desse teste é indicado para avaliação de

  • A deficits cognitivos em dependentes de álcool.
  • B labilidade emocional em portadores de transtornos mentais.
  • C hiperabilidades neurocognitivas em portadores do espectro autista.
  • D traços de psicopatia paranoide em usuários de metanfetamina.
  • E aspectos cognitivos em idosos institucionalizados.
10

Um importante instrumento nos processos de avaliação psicológica é a entrevista clínica, que pode ser classificada quanto aos respectivos aspectos formais. Constituem tipos de entrevista clínica, segundo essa classificação, entrevistas

  • A projetadas e entrevistas semiestruturadas.
  • B projetivas e entrevistas estruturadas.
  • C de livre estruturação e entrevistas injuntivas.
  • D semiestruturadas e entrevistas de livre estruturação.
  • E projetivas e entrevistas semidisjuntivas.
11

Segundo a Resolução n° 9/2018 do Conselho Federal de Psicologia, que estabelece diretrizes para a realização de avaliação psicológica no exercício profissional de psicólogas e psicólogos, são consideradas(os) fontes fundamentais de informação

  • A entrevistas psicológicas e registros de observação de comportamentos.
  • B registros de observação de comportamentos e relatórios de equipes multiprofissionais.
  • C testes psicológicos em aprovação pelo Conselho Federal de Psicologia e anamnese.
  • D relatórios de equipes multiprofissionais e testes psicológicos aprovados pelo Conselho Federal de Psicologia.
  • E anamnese e relatórios de equipes multiprofissionais.
12

De acordo com Villemor-Amaral, 2008, analise as assertivas abaixo: I. Qualquer avaliação psicológica tem como objetivo fornecer informações para que sejam tomadas decisões sobre a pessoa avaliada. II. As técnicas projetivas destinam-se à investigação da personalidade e não podem ser utilizadas em contextos que indiquem a forma como cada sujeito percebe seu entorno. III. As técnicas projetivas possibilitam a avaliação de áreas sadias e patológicas da personalidade, retratando o mundo interno do indivíduo e revelando seu equilíbrio e recursos para lidar com seus conflitos.
Assinale a alternativa que indica as assertivas que estão corretas:

  • A I, II
  • B I, III
  • C II, III
  • D I, II, III
13

(PALACIOS, 2004) Os problemas afetivos e de conduta são muito comuns na infância e adolescência. Sobre eles, podemos afirmar que:

  • A Os problemas emocionais revelam-se em sintomas esteriotipados como agressão, mentira, roubo e vandalismo.
  • B Em situações de conflitos, o agressor pode obter reforços perversos que levem a consolidar e generalizar seu padrão de agressor.
  • C Os alunos com dificuldades de aprendizagem apresentam menor probabilidade de terem problemas emocionais, falta de habilidades sociais e problemas de conduta.
  • D Os problemas de conduta costumam manisfestar-se em forma de ansiedade ou angústia, acompanhadas de manifestações como choro, tristeza, retraimento social e dificuldades de concentração.
14

(OMS, 2013) Uma família mostra um relatório neuropsicológico com a seguinte orientação à escola:
O aluno apresenta diagnóstico de transtorno hipercinético (F90 – CID-10). Sugere-se a adaptação das atividades educativas às necessidades específicas do aluno.
É esperado que o aluno apresente características como:

  • A Diminuição da capacidade de concentração, associadas em geral à fadiga importante, mesmo após um esforço mínimo.
  • B Falta de perseverança nas atividades que exigem um envolvimento cognitivo e uma tendência a passar de uma atividade a outra sem acabar nenhuma, ambas associadas a uma atividade global desorganizada.
  • C Comportamento provocador, desobediente ou perturbador e não acompanhado de comportamentos delituosos ou de condutas agressivas ou dissociais graves.
  • D Nervosismo persistente, tremores, tensão muscular, transpiração, sensação de vazio na cabeça, palpitações, tonturas e desconforto epigástrico.
15

(COLL, 1994) Um dos papeis do psicólogo escolar é auxiliar os professores na implementação de metodologias de ensino que favoreçam a aprendizagem e o desenvolvimento integral dos alunos. Sobre a organização social das atividades de aprendizagem e seus impactos, pode-se afirmar que:

  • A A execução coletiva da tarefa favorece produções mais elaboradas quando comparadas a produções individuais.
  • B Na atividade grupal, quando um dos alunos impõe seu ponto de vista aos demais, observam-se progressos nas aptidões intelectuais dos membros.
  • C A organização competitiva das atividades escolares tende a efeitos mais favoráveis sobre a aprendizagem do que as organizações cooperativa e individualista.
  • D Para que os alunos possam elaborar conjuntamente uma noção ou resolver um problema, é necessário que um dos membros já domine ou conheça a solução.
16

(Coll, 2004) Sobre a adolescência, podemos afirmar:

  • A Para Freud, esse período supõe o início do estágio de latência e o ressurgimento dos impulsos sexuais após a puberdade.
  • B Erickson denominou essa fase de “moratória social” por se tratar de uma época com status tão específico como o da infância.
  • C Robert Havighurst considera que o adolescente precisa confrontar tarefas evolutivas como a aceitação do próprio corpo, a consolidação do papel de gênero, o estabelecimento de relações mais maduras com os companheiros de ambos os sexos e a independência emocional dos pais.
  • D Segundo Piaget, é na adolescência que o sujeito alcança a capacidade de combinar todos os elementos do problema, de todas as maneiras possíveis, para determinar suas possíveis relações causais. A aquisição dessa habilidade cognitiva acontece quando o sujeito atinge o estágio operatório concreto.
17

(FIORINI, 1987) Nas psicoterapias, dois ou mais interlocutores estabelecem uma comunicação próxima em estilo à relação interpessoal cotidiana. O funcionamento desta relação dependerá de várias condições do paciente e também da capacidade do terapeuta em oferecer contribuições específicas ao vínculo. As atitudes do terapeuta que prejudicam essa relação estão relacionadas em:

  • A O terapeuta contribui para criar um clima de liberdade, criatividade e permissividade.
  • B O terapeuta oferece evidências ambíguas de que é capaz de compreender o que o paciente expressa.
  • C O terapeuta desempenha um papel ativo, estimulante da tarefa e das capacidades do paciente propícias à tarefa.
  • D O terapeuta evidencia, em seus gestos e em seu tom de voz, afeto profundo, porém discreto, não invasor e palpável ao paciente.
18

(FENSTERSEIFER, 2008) A escolha do instrumento que será utilizado em uma avaliação psicológica deve ser pautada pelos seguintes fatores: I. Os objetivos da avaliação. II. A orientação teórica e a preparação do avaliador para o uso de determinada técnica. III. As características da cultura – precisa ser validado no local de aplicação. IV. As características do sujeito.
Assinale a alternativa que indica as afirmativas corretas:

  • A Apenas I.
  • B Apenas III e IV.
  • C Apenas I, II e IV.
  • D Apenas I, II e III.
19

“_____________ poderia ser compreendido(a) como uma crítica do percurso de uma ação, (...). Enquanto o planejamento dimensiona o que se vai construir, ___________ subsidia essa construção, porque fundamenta novas decisões”. (Luckesi, 2011, p. 116)
Indique a alternativa que preenche adequadamente as lacunas.

  • A O planejamento.
  • B O projeto.
  • C A avaliação.
  • D O diagnóstico.
20

(CUNHA, 2000) A entrevista clínica se difere quanto à forma, objetivos, aspecto formal e sua finalidade. As entrevistas podem ser: 1. De anamnese 2. Sistêmicas 3. Diagnósticas 4. De devolução 5. Triagem
Relacione corretamente os itens e indique a alternativa que apresenta a resposta correta. I. Tem por objetivo principal avaliar a demanda do sujeito e fazer um encaminhamento. II. Levantamento detalhado da história de desenvolvimento da pessoa, principalmente na infância. III. Exame e análise explícitos ou cuidadosos de uma condição na tentativa de compreendê-la, explicá-la e possivelmente modificá-la. Implica descrever, avaliar, relacionar e inferir, tendo em vista a modificação daquela condição. IV. Avaliação da estrutura ou da história relacional ou familiar. Podem também avaliar aspectos importantes da rede social de pessoas e famílias. V. Tem por finalidade comunicar ao sujeito o resultado da avaliação, bem como permitir ao sujeito expressar seus pensamentos e sentimentos em relação às conclusões e recomendações do avaliador.
Está correta a alternativa:

  • A 1- II; 2-IV, 3-III, 4-V, 5-I
  • B 1- III; 2- IV; 3-D; 4-V; 5- I
  • C 1- I ; 2- V; 3- II; 4- IV; 5- III.
  • D 1- II; 2-III; 3-IV; 4-V; 5-I

Português

21

O liberalismo é uma importante teoria política e econômica que exprime os anseios da burguesia. Surge em oposição ao absolutismo dos reis e à teoria econômica do mercantilismo, defendendo os direitos da iniciativa privada e restringindo o mais possível as atribuições do Estado. Locke foi o primeiro teórico liberal.

Presenciou na Inglaterra as lutas pela deposição dos Stuarts, tendo se refugiado na Holanda por razões políticas. De lá regressa quando, vitoriosa a Revolução de 1688, Guilherme de Orange é chamado para consolidar a nova monarquia parlamentar inglesa. (Maria Lúcia de Arruda Aranha in História da Educação).

As expressões “defendendo” e “restringindo”, utilizadas no texto, referem-se a(o):

  • A gerúndio.
  • B imperativo.
  • C pretérito perfeito.
  • D subjuntivo.
  • E futuro do pretérito.
22

Aldrovando Cantagalo veio ao mundo em virtude dum erro de gramática. Durante sessenta anos de vida terrena pererecou como um peru em cima da gramática. E morreu, afinal, vítima dum novo erro de gramática. Mártir da gramática, fique este documento da sua vida como pedra angular para uma futura e bem merecida canonização.

Havia em Itaoca um pobre moço que definhava de tédio no fundo de um cartório.

Escrevente. Vinte e três anos. Magro. Ar um tanto palerma. Ledor de versos lacrimogêneos e pai duns acrósticos dados à luz no “Itaoquense”, com bastante sucesso.

Vivia em paz com as suas certidões quando o frechou venenosa seta de Cupido. Objeto amado: a filha mais moça do coronel Triburtino, o qual tinha duas, essa Laurinha, do escrevente, então nos dezessete, e a do Carmo, encalhe da família, vesga, madurota, histérica, manca da perna esquerda e um tanto aluada.

Triburtino não era homem de brincadeira. Esguelara um vereador oposicionista em plena sessão da câmara e desd’aí se transformou no tutu da terra. Toda gente lhe tinha um vago medo; mas o amor, que é mais forte que a morte, não receia sobrecenhos enfarruscados nem tufos de cabelos no nariz.

Ousou o escrevente namorar-lhe a filha, apesar da distância hierárquica que os separava. Namoro à moda velha, já se vê, pois que nesse tempo não existia a gostosura dos cinemas. Encontros na igreja, à missa, troca de olhares, diálogos de flores – o que havia de inocente e puro. Depois, roupa nova, ponta de lenço de seda a entremostrar-se no bolsinho de cima e medição de passos na rua d’Ela, nos dias de folga. Depois, a serenata fatal à esquina, com o

Acorda, donzela...

Sapecado a medo num velho pinho de empréstimo. Depois, bilhetinho perfumado.

Aqui se estrepou...

Escrevera nesse bilhetinho, entretanto, apenas quatro palavras, afora pontos exclamativos e reticências:

Anjo adorado!

Amo-lhe!

Para abrir o jogo bastava esse movimento de peão. Ora, aconteceu que o pai do anjo apanhou o bilhetinho celestial e, depois de três dias de sobrecenho carregado, mandou chamá-lo à sua presença, com disfarce de pretexto – para umas certidõesinhas, explicou.

Apesar disso, o moço veio um tanto ressabiado, com a pulga atrás da orelha. Não lhe erravam os pressentimentos. Mas o pilhou portas aquém, o coronel trancou o escritório, fechou a carranca e disse:

- A família Triburtino de Mendonça é a mais honrada desta terra, e eu, seu chefe natural, não permitirei nunca – nunca, ouviu? – que contra ela se cometa o menor deslize.

Parou. Abriu uma gaveta. Tirou de dentro o bilhetinho cor-de-rosa, desdobrou-o.

- É sua esta peça de flagrante delito?

O escrevente, a tremer, balbuciou medrosa confirmação.

- Muito bem! Continuou o coronel em tom mais sereno. Ama, então, minha filha e tem a audácia de o declarar... Pois agora…

O escrevente, por instinto, ergueu o braço para defender a cabeça e relanceou os olhos para a rua, sondando uma retirada estratégica.

- ... é casar! Concluiu de improviso o vingativo pai.

O escrevente ressuscitou. Abriu os olhos e a boca, num pasmo. Depois, tornando a si, comoveu-se e, com lágrimas nos olhos disse, gaguejante:

- Beijo-lhe as mãos, coronel! Nunca imaginei tanta generosidade em peito humano! Agora vejo com que injustiça o julgam aí fora!…

Velhacamente o velho cortou-lhe o fio das expansões.

- Nada de frases, moço, vamos ao que serve: declaro-o solenemente noivo de minha filha!

E voltando-se para dentro, gritou:

- Do Carmo! Venha abraçar o teu noivo!

O escrevente piscou seis vezes e, enchendo-se de coragem, corrigiu o erro.

- Laurinha, quer o coronel dizer…

O velho fechou de novo a carranca.

- Sei onde trago o nariz, moço. Vassuncê mandou este bilhete à Laurinha dizendo que ama- “lhe”. Se amasse a ela deveria dizer amo-“te”. Dizendo “amo-lhe” declara que ama a uma terceira pessoa, a qual não pode ser senão a Maria do Carmo. Salvo se declara amor à minha mulher (…).


(LOBATO, Monteiro. O Colocador de Pronomes. In: PINTO, Edith Pimentel (org.). O Português do Brasil: textos críticos e teóricos II - 1920-1945 – Fontes para a teoria e a história. São Paulo: Edusp, [1924] 1981, p. 51-79.)

Assinale a opção que corresponde à descrição temporal do verbo sublinhado em “Esguelara um vereador oposicionista em plena sessão da câmara...”.

  • A O tempo verbal expressa um fato ocorrido num momento anterior ao atual, mas que não foi completamente terminado.
  • B O tempo verbal manifesta ação pretérita concluída antes de outra ação do passado ter se iniciado.
  • C A locução verbal destacada é formada pela terceira pessoa do plural do pretérito perfeito do indicativo, eliminando-se a terminação – AM e adicionando o sufixo adequado.
  • D O verbo neste tempo deve formar-se com o verbo auxiliar “ter” (ou “haver” na linguagem formal) no pretérito imperfeito, seguido do particípio passado do verbo principal.
23

Atenção: Para responder à questão, baseie-se no texto abaixo.


Os intelectuais e a escrita


    Poderia uma função social para os intelectuais − quer dizer, poderiam os próprios intelectuais − ter existido antes da invenção da escrita? Dificilmente. Sempre houve uma função social para xamãs, sacerdotes, magos e outros servos e senhores de ritos, e é de supor que também para aqueles que hoje chamaríamos de artistas. Mas como existir intelectuais antes da invenção de um sistema de escrita e de números que precisava ser manipulado, compreendido, interpretado, aprendido e preservado? Entretanto, com o advento desses modernos instrumentos de comunicação, cálculo e, acima de tudo, memória, as exíguas minorias que dominavam essas habilidades provavelmente exerceram mais poder social durante uma época do que os intelectuais jamais voltaram a exercer.
    Os que dominavam a escrita, como nas primeiras cidades das primeiras economias agrárias da Mesopotâmia, puderam se tornar o primeiro “clero”, classe de governantes sacerdotais. Até os séculos XIX e XX, o monopólio da capacidade de ler e escrever no mundo alfabetizado e a instrução necessária para dominá-la também implicavam um monopólio de poder, protegido da competição pelo conhecimento de línguas escritas especializadas, ritual ou culturalmente prestigiosa.
    De outro lado, a pena jamais teve mais poder do que a espada. Os guerreiros sempre conquistaram os escritores, mas sem estes últimos não poderia ter havido nem Estados, nem grandes economias, nem, menos ainda, os grandes impérios históricos do mundo antigo.

(Adaptado de: HOBSBAWM, Eric. Tempos fraturados. São Paulo: Companhia das Letras, 2013, p. 226-227)

São exemplos de uma mesma função sintática os elementos sublinhados na frase:

  • A Sempre houve uma função social para xamãs, sacerdotes, magos e outros servos.
  • B Mas como existir intelectuais antes da invenção da escrita?
  • C Os que dominavam a escrita puderam se tornar o primeiro clero.
  • D O monopólio da capacidade de ler e escrever no mundo alfabetizado e a instrução necessária para dominá-lo implicavam um monopólio de poder.
  • E Os guerreiros sempre conquistaram os escritores, mas sem estes últimos jamais poderia ter havido Estados.
24

No texto que segue, algumas palavras em destaque foram transcritas sem o necessário acento gráfico.


Medo que seduz


No Brasil, algumas editoras, como a carioca DarkSide, têm se dedicado a relançar classicos[1] do terror. (...) São histórias de fantasmas, busca pela eternidade, sonhos e pesadelos — tudo aquilo que desafia o conforto da razão. A variedade ilustra o que o organizador Alcebíades Diniz, em seu posfacio[2], chama de “expansão do fantástico”, representada no livro não só pelos temas e abordagens, mas tambem[3] pela origem dos textos, escritos originalmente em ingles[4], espanhol, alemão e russo.

DAMASCENO, Renan. Medo que seduz. Estado de Minas. Caderno Pensar, p. 1, 1 jun. 2018. Adaptado.


A justificativa correta para a acentuação de cada palavra numerada encontra-se em

  • A [4] uma oxítona.
  • B [3] uma proparoxítona.
  • C [2] um monossílabo tônico.
  • D [1] uma paroxítona terminada em hiato.
25

Atenção: Leia abaixo o Capítulo I do romance Dom Casmurro, de Machado de Assis, para responder à questão.

Uma noite destas, vindo da cidade para o Engenho Novo, encontrei num trem da Central um rapaz aqui do bairro, que eu conheço de vista e de chapéu. Cumprimentou-me, sentou-se ao pé de mim, falou da lua e dos ministros, e acabou recitando-me versos. A viagem era curta, e os versos pode ser que não fossem inteiramente maus. Sucedeu, porém, que como eu estava cansado, fechei os olhos três ou quatro vezes; tanto bastou para que ele interrompesse a leitura e metesse os versos no bolso.

– Continue, disse eu acordando.

– Já acabei, murmurou ele.

– São muito bonitos.

Vi-lhe fazer um gesto para tirá-los outra vez do bolso, mas não passou do gesto; estava amuado. No dia seguinte entrou a dizer de mim nomes feios, e acabou alcunhando-me Dom Casmurro. Os vizinhos, que não gostam dos meus hábitos reclusos e calados, deram curso à alcunha, que afinal pegou. Nem por isso me zanguei. Contei a anedota aos amigos da cidade, e eles, por graça, chamam-me assim, alguns em bilhetes: “Dom Casmurro, domingo vou jantar com você.” – “Vou para Petrópolis, dom Casmurro; a casa é a mesma da Renânia; vê se deixas essa caverna do Engenho Novo, e vai lá passar uns quinze dias comigo.” – “Meu caro dom Casmurro, não cuide que o dispenso do teatro amanhã; venha e dormirá aqui na cidade; dou-lhe camarote, dou-lhe chá, dou-lhe cama; só não lhe dou moça.

Não consultes dicionários. Casmurro não está aqui no sentido que eles lhe dão, mas no que lhe pôs o vulgo de homem calado e metido consigo. Dom veio por ironia, para atribuir-me fumos de fidalgo. Tudo por estar cochilando! Também não achei melhor título para a minha narração; se não tiver outro daqui até ao fim do livro, vai este mesmo. O meu poeta do trem ficará sabendo que não lhe guardo rancor. E com pequeno esforço, sendo o título seu, poderá cuidar que a obra é sua. Há livros que apenas terão isso dos seus autores; alguns nem tanto.

(ASSIS, Machado de. Dom Casmurro. São Paulo: Companhia das Letras, 2016, p. 79-80.)

...como eu estava cansado, fechei os olhos três ou quatro vezes... (1° parágrafo)


Em relação à oração que a sucede, a oração destacada expressa sentido de

  • A causa.
  • B comparação.
  • C consequência.
  • D proporção.
  • E conclusão.
26

O dicionário Houaiss lista um conjunto de valores mais frequentes da preposição em: tempo, lugar, maneira de ser, estado, modo, distribuição, forma como se pratica uma ação, finalidade, conformidade, equivalência e valor.


Assinale a frase em que essa preposição tem seu valor corretamente identificado.

  • A “Comecei uma dieta, cortei a bebida e alguns pratos e, em catorze dias, perdi duas semanas.” / distribuição.
  • B “Se você insiste em emagrecer meu conselho é: coma o quanto quiser. Apenas não engula.” / maneira de ser.
  • C “Difícil coisa é, cidadãos, entrar em discussão com a barriga vazia.” / estado.
  • D “Tomei comprimidos, mas desisti de me matar por esse método. Gasta-se uma fortuna em clínicas de desintoxicação.” / finalidade.
  • E “A família é um conjunto de pessoas que se defendem em bloco e se atacam em particular.” / modo.
27

Em todas as frases a seguir foram sublinhados o adjetivo e o termo substantivo a que ele se refere e com que concorda; assinale a frase em que essa referência está indicada corretamente.

  • A “Ser marido é um trabalho de tempo integral.”
  • B “A cachaça de Minas é das mais saborosas do país.”
  • C “Os maridos das mulheres de que gostamos são sempre uns imbecis.”
  • D “É preciso realmente que um homem morra para que outros possam apurar o seu justo valor.”
  • E “Há quem esteja disposto a morrer para fazer com que morram os seus inimigos.”
28

Assinale a frase em que a forma sublinhada está corretamente grafada.

  • A “Sabe-se lá por quê, quando faço a barba no banho, se tento cantarolar um motivo breve e atual, me corto.”
  • B “Marido e mulher amavam os hóspedes, porquê sem eles acabavam brigando.”
  • CPor que amou muito, Madalena teve seus pecados perdoados.”
  • D “Eis os crimes porque os homens devem ser punidos por Deus.”
  • E “Às vezes somos castigados sem saber porquê.”
29

“O homem nunca poderá ser igual a um animal: ou se eleva e torna-se melhor, ou se precipita e torna-se muito pior”.
Sobre as ocorrências do vocábulo se nesse pensamento, assinale a afirmativa correta.

  • A A primeira ocorrência mostra valor diferente da terceira.
  • B Todas as ocorrências possuem valor diferente.
  • C Todas as ocorrências exemplificam reciprocidade.
  • D Todas as ocorrências mostram valor de reflexividade.
  • E A segunda ocorrência tem valor diferente das demais.
30

Assinale a frase em que o se pode ter não só o valor de reciprocidade mas também o de reflexividade

  • A “Nas grandes coisas, os homens se mostram como lhes convém se mostrar; nas pequenas mostram-se como são”.
  • B “Pelas roupas rasgadas mostram-se os vícios menores; as vestes de cerimônia e as peles escondem todos eles”.
  • C “É preciso sempre desculpar-se por ter agido bem – nada fere mais do que isso”.
  • D “Os maiores males sempre se infiltraram na vida dos homens sob a ilusória aparência do bem”.
  • E “Ao lermos os grandes filósofos, temos a impressão de que todos se conheciam muito bem”.

Direito Constitucional

31

Considere que, por meio de decisões judiciais, tenham sido determinadas as seguintes providências:


I. Suspensão das atividades de associação de torcedores de agremiação esportiva cujos dirigentes estejam envolvidos na prática reiterada de atos ilícitos.

II. Realização de busca e apreensão de aparelhos celulares e microcomputadores na casa de suspeito investigado pela prática de crime contra a vida.

III. Interceptação das comunicações telefônicas de servidores públicos supostamente envolvidos na prática de atos de improbidade administrativa, para produção de provas no curso de processo administrativo disciplinar.


São compatíveis com a Constituição Federal APENAS as decisões judiciais referidas em

  • A I, independentemente de trânsito em julgado; e II, vedado, neste caso, o cumprimento da determinação durante o período noturno.
  • B I, desde que se trate de decisão transitada em julgado; e III, autorizado o empréstimo de prova para instrução de eventual processo penal.
  • C II, autorizado o cumprimento da determinação a qualquer hora do dia ou da noite; e III, autorizado o empréstimo de prova para instrução de eventual processo penal.
  • D I, independentemente de trânsito em julgado; e III, vedado, neste caso, porém, o empréstimo de provas para outros fins.
  • E I, desde que se trate de decisão transitada em julgado; e II, autorizado o cumprimento da determinação a qualquer hora do dia ou da noite.
32

No tocante ao partido político, assinale a alternativa que está em consonância com o disposto na Constituição Federal.

  • A Nas suas coligações nas eleições proporcionais é obrigatória a vinculação entre as suas candidaturas em âmbito nacional, estadual, distrital ou municipal.
  • B O caráter regional, a prestação de contas à Justiça Eleitoral e o funcionamento parlamentar de acordo com a lei são preceitos que devem nortear a sua criação e atuação.
  • C Após adquirir personalidade jurídica, na forma da lei civil, deverá registrar seus estatutos no Tribunal Regional Eleitoral.
  • D A eleição de pelo menos quinze Deputados Federais distribuídos em pelo menos um terço das unidades da Federação é um dos requisitos para recebimento de recursos do fundo partidário.
  • E O recebimento de recursos financeiros de entidades estrangeiras deve, dentre outras exigências, ser autorizado por lei complementar federal.
33

Sobre o tema do controle de constitucionalidade assinale a alternativa correta:

  • A No caso de declaração incidental de inconstitucionalidade em controle concentrado, o Senado será comunicado da decisão e, em juízo discricionário, poderá suspender a execução da lei viciada, quando então a decisão adquire efeito erga omnes.
  • B Segundo a teoria da transcendência, além do dispositivo, também são vinculantes os motivos determinantes da decisão e as considerações dispensáveis para a resolução da causa.
  • C Não cabe arguição de descumprimento de preceito fundamental quando o fundamento da controvérsia constitucional recair sobre lei ou ato normativo municipal.
  • D A jurisprudência do STF firmou-se no sentido de que a arguição de descumprimento de preceito fundamental é, via de regra, meio idôneo para processar questões controvertidas derivadas de normas secundárias e de caráter tipicamente regulamentar.
  • E Em sede de mandado de injunção individual, a superveniência de lei regulamentadora, após ter sido regulamentada a mora, somente afetará a situação do autor se a aplicação da norma editada lhe for mais favorável.
34

Dentre as classificações atribuídas às Constituições, é correto assinalar que a Constituição Brasileira de 1988 é

  • A cesarista quanto à origem e sintética quanto à extensão.
  • B dogmática quanto ao modo de elaboração e heterônoma quanto à sua origem de decretação.
  • C rígida quanto à alterabilidade e analítica quanto à extensão.
  • D pactuada quanto à origem e analítica quanto à extensão.
  • E histórica quanto ao modo de elaboração e plástica quanto à alterabilidade.
35

Com base no que estabelece a Constituição Federal, o Estado brasileiro se submeteu à jurisdição do Tribunal Penal Internacional, o qual tem competência expressa para julgar os crimes

  • A de guerra, hediondos, tráfico internacional de drogas e de tortura.
  • B de terrorismo, contra a humanidade, de tortura e de extermínio em massa.
  • C políticos, desumanos, hediondos e de tortura.
  • D de genocídio, contra a humanidade, de guerra e de agressão.
  • E de racismo, contra o Estado Democrático de Direito, contra a humanidade e tortura coletiva.
36
Avalie as seguintes asserções e a relação proposta entre elas.
I. “Os princípios fundamentais constituem os alicerces, a base, a fundação do edifício jurídico constitucional, condição para que as demais normas assentem sobre a matriz político-constitucional do Estado. Em nossa Constituição, o princípio republicano, não o princípio democrático, alicerça a temática insculpida no art. 37, caput.”
PORQUE
II. “O princípio democrático é postulado do regime político e o princípio republicano é postulado da forma de governo.”
A respeito dessas asserções, assinale a alternativa correta.
  • A A segunda afirmativa é falsa e a primeira verdadeira.
  • B A primeira afirmativa é falsa e a segunda é verdadeira.
  • C As duas afirmativas são verdadeiras e a segunda justifica a primeira.
  • D As duas afirmativas são verdadeiras, mas a segunda não justifica a primeira.
37

Alfred, estrangeiro, casou-se com uma brasileira e veio residir no Brasil, local onde teve seus dois filhos e onde faleceu. Sabendo-se que a lei de seu país de origem é mais favorável, em termos de sucessão, aos seus filhos e esposa brasileiros, a sucessão de seus bens situados no Brasil será regulada, de acordo com a Constituição Federal, pela lei

  • A brasileira ou estrangeira, cabendo a escolha aos herdeiros.
  • B brasileira, pois aqui se encontram os bens.
  • C estrangeira, pois a sucessão rege-se sempre pelo local de origem da pessoa falecida.
  • D estrangeira, por ser mais benéfica à sua esposa e aos seus filhos.
  • E brasileira, tendo em vista que os herdeiros aqui residem.
38

A Constituição da República Federativa do Brasil, de 1988, assegura que é cargo privativo de brasileiro nato:

  • A Ministro do Superior Tribunal de Justiça.
  • B Ministro de Estado da Defesa.
  • C Ministro do Tribunal Superior do Trabalho.
  • D Ministro do Tribunal Federal de Recursos.
39

É constitucionalmente possível, apesar das limitações constitucionais ao poder constituinte derivado, segundo a doutrina nacional predominante,

  • A a alteração na titularidade dos poderes constituintes originário e derivado reformador.
  • B a edição, ainda este ano, da centésima Emenda Constitucional, pois a intervenção federal no Rio de Janeiro, prevista para durar até 31 de dezembro de 2018, não configura nenhuma limitação temporal ao poder de reforma.
  • C a Constituição ser emendada mediante proposta de iniciativa popular.
  • D a dupla revisão, com a revogação da cláusula pétrea num primeiro momento e a posterior abolição do direito por ela protegido.
  • E a hipotética redução da maioridade penal de 18 para 16 anos.
40

O racismo e os crimes hediondos constituem, segundo a Constituição (CRFB),

  • A ambos crimes inafiançáveis e insuscetíveis de graça ou anistia.
  • B crime inafiançável e insuscetível de graça ou anistia, o primeiro, e crimes inafiançáveis e imprescritíveis, os segundos.
  • C ambos crimes inafiançáveis e imprescritíveis.
  • D crime inafiançável e imprescritível, o primeiro, e crimes inafiançáveis e insuscetíveis de graça ou anistia, os segundos.
  • E ambos crimes inafiançáveis, mas prescritíveis, pois o ordenamento constitucional não admite a ideia de imprescritibilidade.

Ética na Administração Pública

41
Hoje as organizações são cobradas no sentido de enfrentarem as questões éticas em quatro níveis da atividade empresarial: o nível da sociedade, dos stakeholders, das políticas internas e do indivíduo. Considerando a que se referem os quatro níveis das questões éticas, assinale a alternativa correta.
  • A O nível da sociedade tem como foco como as pessoas devem se tratar dentro de uma empresa. Envolve perguntas como: devemos ser honestos uns com os outros, independente das consequências?
  • B O nível dos stakeholders considera questões de âmbito social mais estrito. Envolve perguntas como: qual o papel da organização em relação ao capitalismo?
  • C O nível das políticas internas trata do quanto a empresa deve se envolver com partidos políticos e candidatos, trazendo a política para dentro da organização. Envolve perguntas como: é essa a ideologia político-partidária que queremos seguir?
  • D O nível do indivíduo diz respeito ao nível “pessoal” das questões morais. Envolve perguntas como: que obrigações temos – tanto como seres humanos quanto como trabalhadores – para com os nossos chefes, subordinados ou colegas?
  • E O alcance da ética nos quatro níveis significa menos direitos e mais deveres para indivíduos, empresa e sociedade.
42

A gestão da Ética nas empresas públicas e privadas, além do alcance dos objetivos operacionais e administrativos, busca a adesão de normas de condutas específicas. Um código de conduta nas empresas apresenta determinadas funções. Que resposta é uma das funções de um código de ética de uma empresa?

  • A Função Cognitiva.
  • B Função de Controle.
  • C Função Organizacional.
  • D Função Educacional.
43

Os servidores públicos são profissionais que possuem um vínculo de trabalho profissional com órgãos e entidades do governo.


Em referência à Ética Profissional e aos principais deveres do servidor público, não se pode afirmar:

  • A Justificar o retardo de qualquer prestação de contas, condição essencial da gestão dos bens, direitos e serviços da coletividade a seu cargo.
  • B Desempenhar, a tempo, as atribuições do cargo, função ou emprego público de que seja titular.
  • C Tratar cuidadosamente os usuários dos serviços, aperfeiçoando o processo de comunicação e contato com o público.
  • D Ter respeito à hierarquia, porém sem nenhum temor de representar contra qualquer comprometimento indevido da estrutura em que se funda o Poder Estatal.
44

Quanto à ética no Setor Público, assinale a alternativa correta.

  • A É desnecessário estabelecer um padrão de comportamento a ser observado pelos servidores, uma vez que o agir ético deve se basear nas decisões e nos conceitos individuais dos servidores públicos.
  • B A promoção da ética no serviço público prescinde da atuação permanente de Conselhos ou Comissões de Ética.
  • C A ética, por tratar-se de elemento subjetivo, torna desnecessário fornecer aos servidores públicos diretrizes que afirmem o que deve e o que não deve ser feito.
  • D A gestão de ética no serviço público deve abordar o exercício das seguintes funções: normalização; educação; monitoramento; e aplicação de sistemas de consequências em caso de atividades antiéticas.
  • E Todo servidor deve ter estabelecido o conceito do que é ético ou antiético, motivo que leva a instituição de códigos de ética de servidores públicos a ser desnecessária.
45

Texto para a questão.


Promoção da ética pública

    

    O que constitui um padrão ético para o Setor Público? A CF estabelece, em seu artigo 37, os princípios norteadores da atuação da Administração Pública: legalidade; impessoalidade; moralidade; publicidade; e eficiência.

    Assim, quando se fala em promover um padrão ético para o Setor Público, significa resgatar a noção de "serviço público" em sua essência original, qual seja, "servir ao público". O padrão ético do serviço público deve refletir, desse modo, em seus valores, princípios, ideais e regras, a necessidade de honrar a confiança depositada no Estado pela sociedade.


Manual de Integridade Pública e Fortalecimento da Gestão: orientações para o gestor municipal / presidência da República, Controladoria-Geral da União. 3.a ed. Brasília: CGU, 2013 (com adaptações).

O agir ético do servidor deve

  • A decidir apenas entre o legal e o ilegal, podendo desprezar o elemento ético de sua conduta.
  • B observar o conveniente e o inconveniente, sem analisar o que é honesto e desonesto.
  • C decidir apenas entre o legal e o ilegal, o justo e o injusto.
  • D observar que a moralidade da Administração Pública se limita à distinção entre o bem e o mal.
  • E desempenhar sua função sem desprezar o elemento ético de sua conduta.
46

Texto para a questão.


Promoção da ética pública

    

    O que constitui um padrão ético para o Setor Público? A CF estabelece, em seu artigo 37, os princípios norteadores da atuação da Administração Pública: legalidade; impessoalidade; moralidade; publicidade; e eficiência.

    Assim, quando se fala em promover um padrão ético para o Setor Público, significa resgatar a noção de "serviço público" em sua essência original, qual seja, "servir ao público". O padrão ético do serviço público deve refletir, desse modo, em seus valores, princípios, ideais e regras, a necessidade de honrar a confiança depositada no Estado pela sociedade.


Manual de Integridade Pública e Fortalecimento da Gestão: orientações para o gestor municipal / presidência da República, Controladoria-Geral da União. 3.a ed. Brasília: CGU, 2013 (com adaptações).

No que se refere à ética na função pública, assinale a alternativa correta.

  • A A atenção da moralidade nas relações entre particulares, no âmbito privado, é desconsiderada para a construção da futura moralidade na administração da coisa pública.
  • B Atualmente, aquele que exerce função pública não precisa se comportar de acordo com a moral comum, uma vez que o homem comum e o homem que exerce função pública devem seguir códigos de ética distintos.
  • C O Estado não necessita de gozar de credibilidade para gerir a coisa pública, o que o torna isento de buscar transparência e moralidade.
  • D Os atos e procedimentos administrativos realizados pelo agente público podem expressar a vontade individual do agente.
  • E O agir ético do Estado, ou das instituições públicas que o compõem, é exercido por pessoas físicas, que devem se pautar pela ética.
47

Assinale a alternativa que indica um efeito da economia global sobre os padrões éticos e morais nas organizações.

  • A Um maior afastamento das organizações nas comunidades é observado.
  • B Maior propensão ao voluntariado e à filantropia é constatado.
  • C As diferenças culturais apresentam menor relevância.
  • D Os princípios de responsabilidade social perdem importância.
  • E Os valores éticos morais estão se tornando cada vez mais homogêneos e rigorosos.

Gestão de Pessoas

48

Com relação à definição de valores instrumentais, assinale a alternativa correta.

  • A Equivalem às condições de existência desejáveis.
  • B Correspondem à preocupação com o meio ambiente.
  • C Referem-se às metas que uma pessoa gostaria de atingir durante a própria vida.
  • D São os modos preferenciais de comportamento para se atingir as respectivas metas de vida.
  • E Remetem à valorização da ambição profissional como forma de crescimento.

Ética na Administração Pública

49

Em todos os órgãos e entidades da Administração Pública Federal direta, indireta autárquica e fundacional, ou em qualquer órgão ou entidade que exerça atribuições delegadas pelo poder público, deverá ser criada uma Comissão de Ética. Sobre tais Comissões, previstas no Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal, as alternativas estão corretas, EXCETO:

  • A A Comissão de Ética é encarregada de orientar e aconselhar sobre a ética profissional do servidor, no tratamento com as pessoas e com o patrimônio público, competindo-lhe conhecer concretamente de imputação ou de procedimento susceptível de censura.
  • B A pena máxima aplicável ao servidor público pela Comissão de Ética é a de suspensão de 30 (trinta) dias e sua fundamentação constará do respectivo parecer, assinado por todos os seus integrantes, com ciência do faltoso.
  • C Para fins de apuração do comprometimento ético, entende-se por servidor público todo aquele que, por força de lei, contrato ou de qualquer ato jurídico, preste serviços de natureza permanente, temporária ou excepcional, ainda que sem retribuição financeira, desde que ligado direta ou indiretamente a qualquer órgão do poder estatal.
  • D À Comissão de Ética incumbe fornecer, aos organismos encarregados da execução do quadro de carreira dos servidores, os registros sobre sua conduta ética, para o efeito de instruir e fundamentar promoções e para todos os demais procedimentos próprios da carreira do servidor público.
Voltar para lista