Resolver o Simulado Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) - FUNDEP (Gestão de Concursos) - Nível Médio

0 / 47

Português

1

TEXTO II


                     Caxambu, a cidade com a maior estância

                                 hidromineral do mundo


A pequena cidade de Caxambu, localizada no sul de Minas Gerais, é a cidade com a maior estância hidromineral do Brasil. Segundo a prefeitura, é o maior complexo hidromineral do mundo! A cidade conta com 12 fontes de águas minerais em seu bucólico Parque das Águas, onde as pessoas podem experimentar as águas e fazer massagens e banhos com água mineral.

Podemos dizer que Caxambu é uma pacata cidade do interior. Com seus 20 mil habitantes, o município é tranquilo e possui uma população hospitaleira. Muitos turistas chegam à cidade com o intuito de descansar, afinal stress não é uma palavra comum no vocabulário dos moradores da cidade. Por isso, há quem desembarque em Caxambu fugindo da agitação dos grandes centros urbanos, mas ainda são os aposentados o principal público que visita a cidade.

O turismo na região é antigo. Já no século XIX, a família real saía do Rio de Janeiro para visitar Caxambu em busca das propriedades medicinais das águas da cidade. Devido a visitantes tão importantes, algumas fontes foram batizadas com nomes de membros da família real, com destaque para a fonte Dom Pedro, em que há uma coroa.

Uma história interessante: a visita da Princesa Isabel a Caxambu, em 1868. Ela visitou a cidade acompanhada de seu marido, Conde d’Eu, com a intenção de beber das águas terapêuticas e curar sua infertilidade. A Princesa bebeu águas ricas em ferro e reverteu seu quadro de anemia. Não se sabe se foi devido a isso, mas ela conseguiu engravidar e, por gratidão, presenteou a cidade com a Igreja de Santa Isabel.

ZIG, Felipe. Disponível em: < https://goo.gl/ptZorn>. Aceso em: 26 set. 2017 [Fragmento].

Assinale a alternativa em que a palavra destacada não pode ser substituída, feitas as devidas concordâncias, pela palavra ou locução entre colchetes.

  • A “[...] em seu bucólico Parque das Águas [...]” [CAMPESTRE]
  • B “[...] Caxambu é uma pacata cidade do interior.” [TRANQUILA]
  • C “Segundo a prefeitura, é o maior complexo hidromineral do mundo!” [BALNEÁRIO]
  • D “[...] com a intenção de beber das águas terapêuticas e curar sua infertilidade.” [CURATIVAS]
2

TEXTO II


                     Caxambu, a cidade com a maior estância

                                 hidromineral do mundo


A pequena cidade de Caxambu, localizada no sul de Minas Gerais, é a cidade com a maior estância hidromineral do Brasil. Segundo a prefeitura, é o maior complexo hidromineral do mundo! A cidade conta com 12 fontes de águas minerais em seu bucólico Parque das Águas, onde as pessoas podem experimentar as águas e fazer massagens e banhos com água mineral.

Podemos dizer que Caxambu é uma pacata cidade do interior. Com seus 20 mil habitantes, o município é tranquilo e possui uma população hospitaleira. Muitos turistas chegam à cidade com o intuito de descansar, afinal stress não é uma palavra comum no vocabulário dos moradores da cidade. Por isso, há quem desembarque em Caxambu fugindo da agitação dos grandes centros urbanos, mas ainda são os aposentados o principal público que visita a cidade.

O turismo na região é antigo. Já no século XIX, a família real saía do Rio de Janeiro para visitar Caxambu em busca das propriedades medicinais das águas da cidade. Devido a visitantes tão importantes, algumas fontes foram batizadas com nomes de membros da família real, com destaque para a fonte Dom Pedro, em que há uma coroa.

Uma história interessante: a visita da Princesa Isabel a Caxambu, em 1868. Ela visitou a cidade acompanhada de seu marido, Conde d’Eu, com a intenção de beber das águas terapêuticas e curar sua infertilidade. A Princesa bebeu águas ricas em ferro e reverteu seu quadro de anemia. Não se sabe se foi devido a isso, mas ela conseguiu engravidar e, por gratidão, presenteou a cidade com a Igreja de Santa Isabel.

ZIG, Felipe. Disponível em: < https://goo.gl/ptZorn>. Aceso em: 26 set. 2017 [Fragmento].

Releia o trecho a seguir.


“A cidade conta com 12 fontes de águas minerais em seu bucólico Parque das Águas, onde as pessoas podem experimentar as águas e fazer massagens e banhos com água mineral.”


Em relação ao uso da palavra destacada, assinale a alternativa CORRETA.

  • A A conjunção destacada foi utilizada incorretamente, pois não deve se referir a lugar físico.
  • B O pronome foi utilizado corretamente, fazendo referência ao substantivo já mencionado.
  • C O autor utilizou corretamente a preposição para designar um lugar específico.
  • D O autor utilizou incorretamente o advérbio, uma vez que deveria ter utilizado “aonde”.
3

TEXTO II


                     Caxambu, a cidade com a maior estância

                                 hidromineral do mundo


A pequena cidade de Caxambu, localizada no sul de Minas Gerais, é a cidade com a maior estância hidromineral do Brasil. Segundo a prefeitura, é o maior complexo hidromineral do mundo! A cidade conta com 12 fontes de águas minerais em seu bucólico Parque das Águas, onde as pessoas podem experimentar as águas e fazer massagens e banhos com água mineral.

Podemos dizer que Caxambu é uma pacata cidade do interior. Com seus 20 mil habitantes, o município é tranquilo e possui uma população hospitaleira. Muitos turistas chegam à cidade com o intuito de descansar, afinal stress não é uma palavra comum no vocabulário dos moradores da cidade. Por isso, há quem desembarque em Caxambu fugindo da agitação dos grandes centros urbanos, mas ainda são os aposentados o principal público que visita a cidade.

O turismo na região é antigo. Já no século XIX, a família real saía do Rio de Janeiro para visitar Caxambu em busca das propriedades medicinais das águas da cidade. Devido a visitantes tão importantes, algumas fontes foram batizadas com nomes de membros da família real, com destaque para a fonte Dom Pedro, em que há uma coroa.

Uma história interessante: a visita da Princesa Isabel a Caxambu, em 1868. Ela visitou a cidade acompanhada de seu marido, Conde d’Eu, com a intenção de beber das águas terapêuticas e curar sua infertilidade. A Princesa bebeu águas ricas em ferro e reverteu seu quadro de anemia. Não se sabe se foi devido a isso, mas ela conseguiu engravidar e, por gratidão, presenteou a cidade com a Igreja de Santa Isabel.

ZIG, Felipe. Disponível em: < https://goo.gl/ptZorn>. Aceso em: 26 set. 2017 [Fragmento].

Releia o trecho a seguir.


“[...] stress não é uma palavra comum no vocabulário dos moradores da cidade. Por isso, há quem desembarque em Caxambu fugindo da agitação dos grandes centros urbanos [...]”


O conectivo destacado nesse trecho indica que a:

  • A segunda parte desse trecho faz uma ressalva em relação à primeira.
  • B primeira parte desse trecho é uma concessão para que a segunda parte ocorra.
  • C primeira parte desse trecho compara uma situação com a segunda.
  • D segunda parte desse trecho é uma conclusão da primeira.
4

TEXTO II


                     Caxambu, a cidade com a maior estância

                                 hidromineral do mundo


A pequena cidade de Caxambu, localizada no sul de Minas Gerais, é a cidade com a maior estância hidromineral do Brasil. Segundo a prefeitura, é o maior complexo hidromineral do mundo! A cidade conta com 12 fontes de águas minerais em seu bucólico Parque das Águas, onde as pessoas podem experimentar as águas e fazer massagens e banhos com água mineral.

Podemos dizer que Caxambu é uma pacata cidade do interior. Com seus 20 mil habitantes, o município é tranquilo e possui uma população hospitaleira. Muitos turistas chegam à cidade com o intuito de descansar, afinal stress não é uma palavra comum no vocabulário dos moradores da cidade. Por isso, há quem desembarque em Caxambu fugindo da agitação dos grandes centros urbanos, mas ainda são os aposentados o principal público que visita a cidade.

O turismo na região é antigo. Já no século XIX, a família real saía do Rio de Janeiro para visitar Caxambu em busca das propriedades medicinais das águas da cidade. Devido a visitantes tão importantes, algumas fontes foram batizadas com nomes de membros da família real, com destaque para a fonte Dom Pedro, em que há uma coroa.

Uma história interessante: a visita da Princesa Isabel a Caxambu, em 1868. Ela visitou a cidade acompanhada de seu marido, Conde d’Eu, com a intenção de beber das águas terapêuticas e curar sua infertilidade. A Princesa bebeu águas ricas em ferro e reverteu seu quadro de anemia. Não se sabe se foi devido a isso, mas ela conseguiu engravidar e, por gratidão, presenteou a cidade com a Igreja de Santa Isabel.

ZIG, Felipe. Disponível em: < https://goo.gl/ptZorn>. Aceso em: 26 set. 2017 [Fragmento].

Releia o trecho a seguir.


“[...] há quem desembarque em Caxambu fugindo da agitação dos grandes centros urbanos, mas ainda são os aposentados o principal público que visita a cidade.”


Assinale a alternativa em que a substituição da palavra destacada altera o sentido original do trecho.

  • A Há quem desembarque em Caxambu fugindo da agitação dos grandes centros urbanos, portanto ainda são os aposentados o principal público que visita a cidade.
  • B Há quem desembarque em Caxambu fugindo da agitação dos grandes centros urbanos, todavia ainda são os aposentados o principal público que visita a cidade.
  • C Há quem desembarque em Caxambu fugindo da agitação dos grandes centros urbanos, contudo ainda são os aposentados o principal público que visita a cidade.
  • D Há quem desembarque em Caxambu fugindo da agitação dos grandes centros urbanos, porém ainda são os aposentados o principal público que visita a cidade.
5

TEXTO II


                     Caxambu, a cidade com a maior estância

                                 hidromineral do mundo


A pequena cidade de Caxambu, localizada no sul de Minas Gerais, é a cidade com a maior estância hidromineral do Brasil. Segundo a prefeitura, é o maior complexo hidromineral do mundo! A cidade conta com 12 fontes de águas minerais em seu bucólico Parque das Águas, onde as pessoas podem experimentar as águas e fazer massagens e banhos com água mineral.

Podemos dizer que Caxambu é uma pacata cidade do interior. Com seus 20 mil habitantes, o município é tranquilo e possui uma população hospitaleira. Muitos turistas chegam à cidade com o intuito de descansar, afinal stress não é uma palavra comum no vocabulário dos moradores da cidade. Por isso, há quem desembarque em Caxambu fugindo da agitação dos grandes centros urbanos, mas ainda são os aposentados o principal público que visita a cidade.

O turismo na região é antigo. Já no século XIX, a família real saía do Rio de Janeiro para visitar Caxambu em busca das propriedades medicinais das águas da cidade. Devido a visitantes tão importantes, algumas fontes foram batizadas com nomes de membros da família real, com destaque para a fonte Dom Pedro, em que há uma coroa.

Uma história interessante: a visita da Princesa Isabel a Caxambu, em 1868. Ela visitou a cidade acompanhada de seu marido, Conde d’Eu, com a intenção de beber das águas terapêuticas e curar sua infertilidade. A Princesa bebeu águas ricas em ferro e reverteu seu quadro de anemia. Não se sabe se foi devido a isso, mas ela conseguiu engravidar e, por gratidão, presenteou a cidade com a Igreja de Santa Isabel.

ZIG, Felipe. Disponível em: < https://goo.gl/ptZorn>. Aceso em: 26 set. 2017 [Fragmento].

Analise as afirmativas a seguir.


I. Um dos principais atrativos da viagem a Caxambu é a tranquilidade da cidade.

II. A causa da infertilidade da Princesa era sua anemia.

III. Um dos principais atrativos da viagem a Caxambu são as fontes de águas minerais.


De acordo com o texto, estão corretas as afirmativas:

  • A I e II, apenas.
  • B I e III, apenas.
  • C II e III, apenas.
  • D I, II e III.
6

TEXTO I


O Parque das Águas de Caxambu, principal atração turística da cidade localizada no Sul de Minas Gerais, ganha nova gestão a partir do dia 1º de outubro de 2017. A Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), proprietária do empreendimento, assume a administração do espaço, que estava sob gestão da Prefeitura Municipal desde 1989. O funcionamento do Parque das Águas e o acesso da comunidade e dos turistas serão mantidos, permanecendo o valor de R$ 5,00 para os turistas e R$ 2,50 para a comunidade caxambuense. O plano da Empresa para o empreendimento, incluindo o balneário, prioriza a recuperação dos ativos, por meio de melhorias em calhas, telhado, equipamentos (duchas, banheiras, sauna) e instalações (rede de água quente, louças, metais, bomba, drenagem), além de limpeza geral e revitalização de pisos e paredes, por exemplo.

Em junho deste ano, o setor de Engenharia da Codemig realizou vistoria no local, para avaliação das condições das edificações e dos equipamentos do parque, visando o recebimento do patrimônio público estadual que se encontrava sob gestão da Prefeitura Municipal. O custo total estimado para colocar em melhores condição de uso foi orçado em aproximadamente R$ 11 milhões, incluindo serviços no balneário (caldeira, pinturas, equipamentos, pisos, paredes, telhado, calhas, instalações, limpeza geral), na área da piscina, nas lojas, na área do pedalinho, nas portarias, nos fontanários e coreto, além de redes internas, quadras, brinquedos, pavimentações, cercamento, regularização do AVCB, desassoreamento do lago, iluminação e instalações elétricas, entre outros.

A equipe de trabalho da Codemig assumirá as operações do parque e do balneário a partir de outubro, em substituição aos servidores da Prefeitura e os de livre nomeação que até então prestam serviços no espaço e estão vinculados à Administração Municipal.

Em paralelo, a Codemig está preparando licitação para captar um parceiro privado visando à formação de uma Sociedade em Conta de Participação para o negócio de águas minerais e seus correlatos. Dados apresentados pela Prefeitura Municipal de Caxambu apontaram que o resultado financeiro do Parque é historicamente deficitário: o resultado de 2013 a 2016 teve déficit acumulado de R$ 1.089.695,64 — parte do prejuízo deve-se ao número excessivo de empregados contratados pela Administração Municipal para atuação no Parque e à não cobrança dos aluguéis referentes a cessão de espaço.

Em meio a esse cenário contábil de reiteradas perdas e frente aos desafios que se impõem ao alcance e à manutenção da viabilidade econômica em um mercado cada vez mais competitivo, a Codemig considerou essencial a construção conjunta de uma solução eficaz e efetiva. A Empresa busca potencializar o dinamismo do empreendimento, ampliar o público-alvo do local e valorizar a eficiência na prestação dos serviços à população, além de contribuir para maior projeção de Caxambu e Minas Gerais no segmento turístico, respeitando sempre as comunidades local e regional.

A Codemig reconhece a importância do Parque das Águas de Caxambu para além das esferas local e regional, valorizando o espaço como rico e diversificado patrimônio. Empresa pública indutora do desenvolvimento de Minas Gerais, a Codemig atua em prol do crescimento econômico sustentável, do bem-estar dos mineiros e da preservação de acervos turísticos e históricos do estado.

[...]

CODEMIG. Disponível em:  <https://goo.gl/VhUow>. Acesso em: 25 set. 2017 [Fragmento adaptado].

O título que melhor representa esse texto é:

  • A O que deve ser feito pela Codemig para viabilizar o Parque das Águas
  • B O prejuízo do Parque das Águas: como evitar
  • C Codemig assume gestão do Parque das Águas de Caxambu a partir de outubro
  • D A importância do turismo hidromineral para a cidade de Caxambu
7

TEXTO I


O Parque das Águas de Caxambu, principal atração turística da cidade localizada no Sul de Minas Gerais, ganha nova gestão a partir do dia 1º de outubro de 2017. A Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), proprietária do empreendimento, assume a administração do espaço, que estava sob gestão da Prefeitura Municipal desde 1989. O funcionamento do Parque das Águas e o acesso da comunidade e dos turistas serão mantidos, permanecendo o valor de R$ 5,00 para os turistas e R$ 2,50 para a comunidade caxambuense. O plano da Empresa para o empreendimento, incluindo o balneário, prioriza a recuperação dos ativos, por meio de melhorias em calhas, telhado, equipamentos (duchas, banheiras, sauna) e instalações (rede de água quente, louças, metais, bomba, drenagem), além de limpeza geral e revitalização de pisos e paredes, por exemplo.

Em junho deste ano, o setor de Engenharia da Codemig realizou vistoria no local, para avaliação das condições das edificações e dos equipamentos do parque, visando o recebimento do patrimônio público estadual que se encontrava sob gestão da Prefeitura Municipal. O custo total estimado para colocar em melhores condição de uso foi orçado em aproximadamente R$ 11 milhões, incluindo serviços no balneário (caldeira, pinturas, equipamentos, pisos, paredes, telhado, calhas, instalações, limpeza geral), na área da piscina, nas lojas, na área do pedalinho, nas portarias, nos fontanários e coreto, além de redes internas, quadras, brinquedos, pavimentações, cercamento, regularização do AVCB, desassoreamento do lago, iluminação e instalações elétricas, entre outros.

A equipe de trabalho da Codemig assumirá as operações do parque e do balneário a partir de outubro, em substituição aos servidores da Prefeitura e os de livre nomeação que até então prestam serviços no espaço e estão vinculados à Administração Municipal.

Em paralelo, a Codemig está preparando licitação para captar um parceiro privado visando à formação de uma Sociedade em Conta de Participação para o negócio de águas minerais e seus correlatos. Dados apresentados pela Prefeitura Municipal de Caxambu apontaram que o resultado financeiro do Parque é historicamente deficitário: o resultado de 2013 a 2016 teve déficit acumulado de R$ 1.089.695,64 — parte do prejuízo deve-se ao número excessivo de empregados contratados pela Administração Municipal para atuação no Parque e à não cobrança dos aluguéis referentes a cessão de espaço.

Em meio a esse cenário contábil de reiteradas perdas e frente aos desafios que se impõem ao alcance e à manutenção da viabilidade econômica em um mercado cada vez mais competitivo, a Codemig considerou essencial a construção conjunta de uma solução eficaz e efetiva. A Empresa busca potencializar o dinamismo do empreendimento, ampliar o público-alvo do local e valorizar a eficiência na prestação dos serviços à população, além de contribuir para maior projeção de Caxambu e Minas Gerais no segmento turístico, respeitando sempre as comunidades local e regional.

A Codemig reconhece a importância do Parque das Águas de Caxambu para além das esferas local e regional, valorizando o espaço como rico e diversificado patrimônio. Empresa pública indutora do desenvolvimento de Minas Gerais, a Codemig atua em prol do crescimento econômico sustentável, do bem-estar dos mineiros e da preservação de acervos turísticos e históricos do estado.

[...]

CODEMIG. Disponível em:  <https://goo.gl/VhUow>. Acesso em: 25 set. 2017 [Fragmento adaptado].

Esse texto, retirado da página da Codemig, possui, como objetivo principal:

  • A expor a opinião da Companhia.
  • B noticiar um fato.
  • C convencer o leitor.
  • D corroborar a decisão da Companhia.
8

TEXTO I


O Parque das Águas de Caxambu, principal atração turística da cidade localizada no Sul de Minas Gerais, ganha nova gestão a partir do dia 1º de outubro de 2017. A Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), proprietária do empreendimento, assume a administração do espaço, que estava sob gestão da Prefeitura Municipal desde 1989. O funcionamento do Parque das Águas e o acesso da comunidade e dos turistas serão mantidos, permanecendo o valor de R$ 5,00 para os turistas e R$ 2,50 para a comunidade caxambuense. O plano da Empresa para o empreendimento, incluindo o balneário, prioriza a recuperação dos ativos, por meio de melhorias em calhas, telhado, equipamentos (duchas, banheiras, sauna) e instalações (rede de água quente, louças, metais, bomba, drenagem), além de limpeza geral e revitalização de pisos e paredes, por exemplo.

Em junho deste ano, o setor de Engenharia da Codemig realizou vistoria no local, para avaliação das condições das edificações e dos equipamentos do parque, visando o recebimento do patrimônio público estadual que se encontrava sob gestão da Prefeitura Municipal. O custo total estimado para colocar em melhores condição de uso foi orçado em aproximadamente R$ 11 milhões, incluindo serviços no balneário (caldeira, pinturas, equipamentos, pisos, paredes, telhado, calhas, instalações, limpeza geral), na área da piscina, nas lojas, na área do pedalinho, nas portarias, nos fontanários e coreto, além de redes internas, quadras, brinquedos, pavimentações, cercamento, regularização do AVCB, desassoreamento do lago, iluminação e instalações elétricas, entre outros.

A equipe de trabalho da Codemig assumirá as operações do parque e do balneário a partir de outubro, em substituição aos servidores da Prefeitura e os de livre nomeação que até então prestam serviços no espaço e estão vinculados à Administração Municipal.

Em paralelo, a Codemig está preparando licitação para captar um parceiro privado visando à formação de uma Sociedade em Conta de Participação para o negócio de águas minerais e seus correlatos. Dados apresentados pela Prefeitura Municipal de Caxambu apontaram que o resultado financeiro do Parque é historicamente deficitário: o resultado de 2013 a 2016 teve déficit acumulado de R$ 1.089.695,64 — parte do prejuízo deve-se ao número excessivo de empregados contratados pela Administração Municipal para atuação no Parque e à não cobrança dos aluguéis referentes a cessão de espaço.

Em meio a esse cenário contábil de reiteradas perdas e frente aos desafios que se impõem ao alcance e à manutenção da viabilidade econômica em um mercado cada vez mais competitivo, a Codemig considerou essencial a construção conjunta de uma solução eficaz e efetiva. A Empresa busca potencializar o dinamismo do empreendimento, ampliar o público-alvo do local e valorizar a eficiência na prestação dos serviços à população, além de contribuir para maior projeção de Caxambu e Minas Gerais no segmento turístico, respeitando sempre as comunidades local e regional.

A Codemig reconhece a importância do Parque das Águas de Caxambu para além das esferas local e regional, valorizando o espaço como rico e diversificado patrimônio. Empresa pública indutora do desenvolvimento de Minas Gerais, a Codemig atua em prol do crescimento econômico sustentável, do bem-estar dos mineiros e da preservação de acervos turísticos e históricos do estado.

[...]

CODEMIG. Disponível em:  <https://goo.gl/VhUow>. Acesso em: 25 set. 2017 [Fragmento adaptado].

Analise as afirmativas a seguir.


I. No trecho “[...] o resultado de 2013 a 2016 teve déficit acumulado de R$ 1.089.695,64 — parte do prejuízo deve-se ao número excessivo de empregados contratados pela Administração Municipal [...]”, o travessão pode ser substituído por ponto e vírgula.

II. No trecho “[...] incluindo serviços no balneário (caldeira, pinturas, equipamentos, pisos, paredes, telhado, calhas, instalações, limpeza geral) [...]”, os parênteses podem ser substituídos por travessões.

III. No trecho “[...] o resultado financeiro do Parque é historicamente deficitário: o resultado de 2013 a 2016 teve déficit acumulado de R$ 1.089.695,64 [...]”, o sinal de dois-pontos pode ser substituído por ponto-final.


Mantendo o sentido original dos trechos e de acordo com a norma padrão, estão corretas as afirmativas:

  • A I e II, apenas.
  • B I e III, apenas.
  • C II e III, apenas.
  • D I, II e III.
9

TEXTO I


O Parque das Águas de Caxambu, principal atração turística da cidade localizada no Sul de Minas Gerais, ganha nova gestão a partir do dia 1º de outubro de 2017. A Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), proprietária do empreendimento, assume a administração do espaço, que estava sob gestão da Prefeitura Municipal desde 1989. O funcionamento do Parque das Águas e o acesso da comunidade e dos turistas serão mantidos, permanecendo o valor de R$ 5,00 para os turistas e R$ 2,50 para a comunidade caxambuense. O plano da Empresa para o empreendimento, incluindo o balneário, prioriza a recuperação dos ativos, por meio de melhorias em calhas, telhado, equipamentos (duchas, banheiras, sauna) e instalações (rede de água quente, louças, metais, bomba, drenagem), além de limpeza geral e revitalização de pisos e paredes, por exemplo.

Em junho deste ano, o setor de Engenharia da Codemig realizou vistoria no local, para avaliação das condições das edificações e dos equipamentos do parque, visando o recebimento do patrimônio público estadual que se encontrava sob gestão da Prefeitura Municipal. O custo total estimado para colocar em melhores condição de uso foi orçado em aproximadamente R$ 11 milhões, incluindo serviços no balneário (caldeira, pinturas, equipamentos, pisos, paredes, telhado, calhas, instalações, limpeza geral), na área da piscina, nas lojas, na área do pedalinho, nas portarias, nos fontanários e coreto, além de redes internas, quadras, brinquedos, pavimentações, cercamento, regularização do AVCB, desassoreamento do lago, iluminação e instalações elétricas, entre outros.

A equipe de trabalho da Codemig assumirá as operações do parque e do balneário a partir de outubro, em substituição aos servidores da Prefeitura e os de livre nomeação que até então prestam serviços no espaço e estão vinculados à Administração Municipal.

Em paralelo, a Codemig está preparando licitação para captar um parceiro privado visando à formação de uma Sociedade em Conta de Participação para o negócio de águas minerais e seus correlatos. Dados apresentados pela Prefeitura Municipal de Caxambu apontaram que o resultado financeiro do Parque é historicamente deficitário: o resultado de 2013 a 2016 teve déficit acumulado de R$ 1.089.695,64 — parte do prejuízo deve-se ao número excessivo de empregados contratados pela Administração Municipal para atuação no Parque e à não cobrança dos aluguéis referentes a cessão de espaço.

Em meio a esse cenário contábil de reiteradas perdas e frente aos desafios que se impõem ao alcance e à manutenção da viabilidade econômica em um mercado cada vez mais competitivo, a Codemig considerou essencial a construção conjunta de uma solução eficaz e efetiva. A Empresa busca potencializar o dinamismo do empreendimento, ampliar o público-alvo do local e valorizar a eficiência na prestação dos serviços à população, além de contribuir para maior projeção de Caxambu e Minas Gerais no segmento turístico, respeitando sempre as comunidades local e regional.

A Codemig reconhece a importância do Parque das Águas de Caxambu para além das esferas local e regional, valorizando o espaço como rico e diversificado patrimônio. Empresa pública indutora do desenvolvimento de Minas Gerais, a Codemig atua em prol do crescimento econômico sustentável, do bem-estar dos mineiros e da preservação de acervos turísticos e históricos do estado.

[...]

CODEMIG. Disponível em:  <https://goo.gl/VhUow>. Acesso em: 25 set. 2017 [Fragmento adaptado].

Releia os trechos a seguir.


I. “[...] para captar um parceiro privado visando à formação de uma Sociedade em Conta de Participação [...]”

II. “[...] parte do prejuízo deve-se ao número excessivo de empregados contratados pela Administração Municipal para atuação no Parque e à não cobrança dos aluguéis [...]”

III. “Em meio a esse cenário contábil de reiteradas perdas e frente aos desafios que se impõem ao alcance e à manutenção da viabilidade econômica [...]”


Em relação aos acentos indicativos de crase, são obrigatórios os que constam em:

  • A I e II, apenas.
  • B I e III, apenas.
  • C II e III, apenas.
  • D I, II e III.
10

TEXTO I


O Parque das Águas de Caxambu, principal atração turística da cidade localizada no Sul de Minas Gerais, ganha nova gestão a partir do dia 1º de outubro de 2017. A Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), proprietária do empreendimento, assume a administração do espaço, que estava sob gestão da Prefeitura Municipal desde 1989. O funcionamento do Parque das Águas e o acesso da comunidade e dos turistas serão mantidos, permanecendo o valor de R$ 5,00 para os turistas e R$ 2,50 para a comunidade caxambuense. O plano da Empresa para o empreendimento, incluindo o balneário, prioriza a recuperação dos ativos, por meio de melhorias em calhas, telhado, equipamentos (duchas, banheiras, sauna) e instalações (rede de água quente, louças, metais, bomba, drenagem), além de limpeza geral e revitalização de pisos e paredes, por exemplo.

Em junho deste ano, o setor de Engenharia da Codemig realizou vistoria no local, para avaliação das condições das edificações e dos equipamentos do parque, visando o recebimento do patrimônio público estadual que se encontrava sob gestão da Prefeitura Municipal. O custo total estimado para colocar em melhores condição de uso foi orçado em aproximadamente R$ 11 milhões, incluindo serviços no balneário (caldeira, pinturas, equipamentos, pisos, paredes, telhado, calhas, instalações, limpeza geral), na área da piscina, nas lojas, na área do pedalinho, nas portarias, nos fontanários e coreto, além de redes internas, quadras, brinquedos, pavimentações, cercamento, regularização do AVCB, desassoreamento do lago, iluminação e instalações elétricas, entre outros.

A equipe de trabalho da Codemig assumirá as operações do parque e do balneário a partir de outubro, em substituição aos servidores da Prefeitura e os de livre nomeação que até então prestam serviços no espaço e estão vinculados à Administração Municipal.

Em paralelo, a Codemig está preparando licitação para captar um parceiro privado visando à formação de uma Sociedade em Conta de Participação para o negócio de águas minerais e seus correlatos. Dados apresentados pela Prefeitura Municipal de Caxambu apontaram que o resultado financeiro do Parque é historicamente deficitário: o resultado de 2013 a 2016 teve déficit acumulado de R$ 1.089.695,64 — parte do prejuízo deve-se ao número excessivo de empregados contratados pela Administração Municipal para atuação no Parque e à não cobrança dos aluguéis referentes a cessão de espaço.

Em meio a esse cenário contábil de reiteradas perdas e frente aos desafios que se impõem ao alcance e à manutenção da viabilidade econômica em um mercado cada vez mais competitivo, a Codemig considerou essencial a construção conjunta de uma solução eficaz e efetiva. A Empresa busca potencializar o dinamismo do empreendimento, ampliar o público-alvo do local e valorizar a eficiência na prestação dos serviços à população, além de contribuir para maior projeção de Caxambu e Minas Gerais no segmento turístico, respeitando sempre as comunidades local e regional.

A Codemig reconhece a importância do Parque das Águas de Caxambu para além das esferas local e regional, valorizando o espaço como rico e diversificado patrimônio. Empresa pública indutora do desenvolvimento de Minas Gerais, a Codemig atua em prol do crescimento econômico sustentável, do bem-estar dos mineiros e da preservação de acervos turísticos e históricos do estado.

[...]

CODEMIG. Disponível em:  <https://goo.gl/VhUow>. Acesso em: 25 set. 2017 [Fragmento adaptado].

Releia o excerto a seguir.


“A Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), proprietária do empreendimento, assume a administração do espaço [...]”


Em relação ao trecho destacado, assinale a alternativa CORRETA.

  • A Está isolado por vírgulas por se tratar de aposto explicativo.
  • B Trata-se de termo integrante da oração deslocado, por isso foi separado por vírgulas.
  • C Por se tratar de vocativo, deve ser isolado por vírgulas.
  • D Foi separado por vírgula por ser um termo essencial da oração.

Matemática

11

Observe os números a seguir.



Somando esses números em pares, obtém-se 31 como resultado, exceto com um deles, que sobra.


Qual é o número que sobra?

  • A 7
  • B 9
  • C 13
  • D 18
12

Heitor faz judô de 5 em 5 dias e faz aulas de inglês de 3 em 3 dias.


De quantos em quantos dias, ele pratica as duas atividades no mesmo dia?

  • A De 34 em 34 dias.
  • B De 16 em 16 dias.
  • C De 15 em 15 dias.
  • D De 8 em 8 dias.
13

Veja, a seguir, a oferta da loja Magazine Bom Preço:

Aproveite a Promoção!

Forno Micro-ondas

De R$ 720,00

Por apenas R$ 504,00

Nessa oferta, o desconto é de:

  • A 70%.
  • B 50%.
  • C 30%.
  • D 10%.
14

João participou da última edição da Volta Internacional da Pampulha, uma das grandes provas do calendário brasileiro, realizada no primeiro domingo de dezembro em Belo Horizonte. O percurso total dessa prova é de 17,8 km. João conseguiu percorrer 9,75 km da prova.

Quantos quilômetros faltaram para ele concluir o percurso?

  • A 28,55 km
  • B 17,80 km
  • C 9,75 km
  • D 8,05 km
15

Um equipamento importado trouxe todas as medidas registradas em polegadas (in) e em pés (ft). Com a informação de que 1 polegada é igual a 2,54 centímetros e de que um pé é igual a 12 polegadas, fez-se uma regra de conversão de pés para centímetros.


Considerando m a medida em centímetros e ft a medida em pés, assinale a alternativa que apresenta a expressão que faz essa conversão corretamente.

  • A m = ft . 2,54
  • B m = ft . 30,48
  • C m = ft/2,54
  • D m = ft/30,48
16

Os mergulhos em altitudes elevadas, acima de 300 metros acima do nível do mar, exigem cuidados especiais. Um importante cuidado é a correção da tabela de mergulho. Certo método de correção utilizado considera uma profundidade fictícia em metros (PF), a ser utilizada nos cálculos de descompressão em tabelas, no lugar da profundidade real do mergulho em metros (PR). Para se obter o valor de PF, se utiliza a expressão , em que Alt é a altitude (elevação) em metros da superfície do local de mergulho. Em uma cidade com 1.000 metros de altitude, um mergulhador usou para consultar a tabela a profundidade fictícia de 7,6 metros. Assim, a profundidade real do mergulho, em metros, é:

  • A 0,7
  • B 6,77
  • C 8,53
  • D 630,8
17

Um carro percorre, em média, uma distância de 10 km com 1 litro de gasolina na estrada e 6 km com 1 litro de gasolina na cidade. Em uma semana, esse carro consumiu 50 litros de gasolina, percorrendo 70% da distância em estrada e 30% na cidade.


Qual é a distância, aproximada, em quilômetros, percorrida nessa semana?

  • A 360 km
  • B 400 km
  • C 417 km
  • D 440 km
18

Arthur tem 1.104 peças e pretende armazená-las em caixas, de tal forma que todas as caixas tenham a mesma quantidade de peças e que nenhuma peça fique fora de uma caixa. Ele tem no depósito caixas que acomodam um número exato de peças, que pode variar de 1 a 100.

Quantas peças podem ser acomodadas na maior caixa que pode ser utilizada satisfazendo a condição dada?

  • A 4
  • B 11
  • C 24
  • D 92
19

Em uma praia, a maré varia de acordo com o ciclo da lua. No ciclo da lua nova, a maré baixa ocorre às 9h30 do primeiro dia do ciclo. Nos dias seguintes, a maré baixa ocorre 45 minutos mais tarde a cada dia.

Qual é o horário da maré baixa no quinto dia do ciclo?

  • A 11h55
  • B 12h15
  • C 13h15
  • D 13h45
20

Para organizar o mapa da região central de uma cidade,foi utilizado como referência o plano cartesiano que tinha a praça central como origem. Dois postos de vigilância foram montados nas posições P₁ (–2, 4) P₂ (6, –2).
Considerando que as unidades utilizadas são dadas em hectômetros (100 metros), é CORRETO afirmar que a distância entre os postos de vigilância é:

  • A 100 metros.
  • B 500 metros.
  • C 800 metros.
  • D 1.000 metros.

Biologia

21
Considere que um pesquisador precisa manter suas culturas de Escherichia coli sempre vivas e ativas em um experimento de curta duração. Assinale a alternativa que apresenta corretamente o método indicado para a manutenção dessas culturas.
  • A Secagem em sílica
  • B Repique contínuo
  • C Liofilização
  • D Criopreservação em NL2
22
São problemas que podem ocorrer quando se conservam microrganismos por longos períodos, EXCETO:
  • A mutação genética
  • B contaminação exógena.
  • C acúmulo de nutrientes.
  • D perda de viabilidade.
23
As técnicas de eletroforese são usadas para a separação e análise de amostras de biomoléculas. Essas técnicas diferenciam trechos de amostras que migram por um campo elétrico em um gel. Essas técnicas são utilizadas para as seguintes biomoléculas:
  • A proteínas e lipídeos
  • B lipídeos e carboidratos
  • C carboidratos e ácidos nucleicos
  • D ácidos nucleicos e proteínas
24
São estruturas celulares que podem ser observadas ao microscópio ótico em uma lâmina à fresco, EXCETO:
  • A cloroplastos de planta aquática Elodea.
  • B parede celular da purpurina, Tradescantia.
  • C cromossomos de lambari, Astianax spp.
  • D células de tecido epitelial de bochecha humana.
25
Considere que, em uma visita técnica, um professor e seu grupo de alunos coletaram flores e folhas com o objetivo de montar um herbário para a sua escola. Assinale a afirmativa que apresenta a melhor maneira de conservação das amostras para esse fim.
  • A Imersão em álcool absoluto.
  • B Congelamento em ultrafreezer –80 ºC
  • C Conservação em solução álcool/formol (1:1).
  • D Montagem de exsicatas.

Física

26

Um egípcio, ao se mudar de sua cidade na Alexandria para uma cidade de Minas Gerais, se depara com a diferença de tensão elétrica fornecida às residências, que, em sua maioria, são de aproximadamente 110 V, enquanto em sua cidade são de 220 V.


Para que um chuveiro funcionasse no Brasil (110 V) da mesma maneira que funciona no Egito (220 V), podem ser feitas as seguintes modificações na resistência do chuveiro:


I. Aumentar seu comprimento.


II. Aumentar sua área.


III. Alterar para um material de menor resistividade elétrica.


Estão corretas as seguintes modificações:

  • A I e II, apenas.
  • B II e III, apenas.
  • C I e III, apenas.
  • D I, II e III.
27

Para estudar impulso e quantidade de movimento, alguns estudantes são convidados a fazer um experimento no qual deverão atirar um projétil, cuja ponta é feita de um material que se fixa ao objeto a ser acertado. O objeto de 200 g encontra-se em repouso sobre uma superfície lisa e, ao ser atingido pelo projétil, cuja massa é de 40 g, passa a se deslocar com uma velocidade de 2 m/s.

Desprezando os atritos, pode-se afirmar que a velocidade com que o projétil atingiu o objeto foi de:

  • A 12,0 km/h.
  • B 43,2 km/h.
  • C 10,0 m/s.
  • D 7,2 m/s.
28

Uma esfera condutora de um metro de diâmetro está eletrizada negativamente e encontra-se em equilíbrio eletrostático no vácuo completamente isolada de outros corpos.

Sabendo que a uma distância de 40 m de seu centro o campo elétrico é de 900 V/m, qual é a intensidade do campo elétrico e do potencial elétrico a uma distância de 20 cm do centro dessa esfera, respectivamente?

(Considere a constante eletrostática de 9 x 109 N.m2 /C2 )

  • A 3,6 x 107 V/m / – 7,2 x 106 V
  • B 0 V/m / – 7,2 x 106 V
  • C 3,6 x 107 V/m / – 2,88 x 106 V
  • D 0 V/m / – 2,88 x 106 V
29

Dois blocos A e B de materiais distintos possuem massa de, respectivamente, 200 g e 100 g. Para que eles obtenham a mesma variação de temperatura, é necessário fornecer ao bloco A o triplo da quantidade de calor fornecida a B.

Nesse caso, pode-se afirmar que:

  • A o coeficiente de dilatação volumétrico de A é 2,5 vezes maior que o de B.
  • B a capacidade térmica de A é 1,5 vezes maior que a de B.
  • C o calor específico de A é 1,5 vezes maior que o de B.
  • D a massa específica de B é 2,5 vezes maior que a de B.
30

Um professor faz duas montagens em um laboratório de óptica. Na primeira delas, uma fonte de luz coerente incide sobre uma minúscula fenda, na qual a luz é projetada em um determinado anteparo. Na segunda, a mesma fonte de luz incide sobre duas fendas minúsculas e também é projetada sobre esse anteparo.

Com esses dois experimentos, o professor pretende mostrar os fenômenos ópticos, respectivamente:

  • A refração e interferência.
  • B difração e polarização.
  • C difração e interferência.
  • D refração e polarização.

Química

31

Considere que um técnico de laboratório busque maneiras de melhorar o processo pela qual o minério de ferro, contendo Fe2O3 , é convertido em ferro. Em seus testes, ele realizou a seguinte reação em pequena escala.


Fe2O3 (s) + 3CO(g) → 2Fe(s) + 3CO2(g)


Nessas condições, admitindo que há 150 g de Fe2O3 como reagente limitante, qual é aproximadamente o rendimento teórico de ferro?

  • A 53 g
  • B 105 g
  • C 210 g
  • D 420 g
32

Uma substância branca, solúvel em água e sólida A foi aquecida em uma mufla a altas temperaturas. Essa substância se decompõe para formar novas substâncias B e C. A substância B é muito útil na produção de vidros e cerâmicas. A substância C é um gás, da combustão completa entre carbono e oxigênio.

Baseando-se nessas informações, é correto afirmar que as substâncias A,B e C são, respectivamente:

  • A Na2CO3 , CaO e CO.
  • B Na2CO3 , Na2O e CO2 .
  • C CaCO3 , Na2O e CO2 .
  • D CaCO3 , CaO e CO.
33

Considere que, em um experimento de titulação, um estudante obteve o resultado conforme a figura a seguir.



Assinale a alternativa que expressa a leitura correta feita pelo aluno no volume obtido na bureta em mililitros, sabendo que sua incerteza é de ±0,01 mL.

  • A 8,1 mL
  • B 8,10 mL
  • C 7,9 mL
  • D 7,90 mL
34

A formação do gás monóxido de nitrogênio (NO) a partir de gás nitrogênio (N2 ) e gás oxigênio (O2 ) fornece um exemplo prático importante das variações na constante de equilíbrio e velocidade de reação com a temperatura. Considere a equação de equilíbrio e a variação da entalpia padrão a seguir para a reação de formação do gás monóxido de nitrogênio.


½ N2(g) + ½ O2(g) NO(g) ∆H0 = +90,4 kJ


Sobre o equilíbrio químico envolvido no processo, assinale com V as afirmativas verdadeiras e com F as falsas.


( ) O aumento da temperatura do sistema produz mais monóxido de nitrogênio.

( ) O aumento da temperatura diminui o valor numérico da constante de equilíbrio.

( ) A adição de NO ao sistema aumenta o valor numérico da constante de equilíbrio.

( ) A adição de O2 ao sistema produz mais monóxido de nitrogênio.


Assinale a sequência CORRETA.

  • A V F F V
  • B F V V F
  • C V F V F
  • D F V F V
35

Os métodos potenciométricos de análise baseiam-se na medida do potencial de células eletroquímicas, sem o consumo apreciável de corrente. Seus valores absolutos de potencial de meia-célula não podem ser determinados no laboratório. Isto é, apenas os potenciais de célula relativos podem ser medidos experimentalmente.

Numere a COLUNA II de acordo com a COLUNA I relacionando os componentes de uma célula às suas principais características.

COLUNA I

1. Eletrodo de referência

2. Ponte salina

3. Eletrodo indicador


COLUNA II

( ) O potencial de junção deve ser extremamente baixo, e, consequentemente, no processamento da célula pode ser desprezado.

( ) Tem um potencial que varia de uma forma conhecida com alterações na concentração de um analito.

( ) O potencial não varia sob temperatura constante, independentemente da composição da solução do analito.

Assinale a sequência CORRETA.

  • A 2 3 1
  • B 3 2 1
  • C 1 3 2
  • D 1 2 3

Direito do Idoso

36

Considerando o conjunto de direitos garantidos pelo Estatuto do Idoso, é INCORRETO afirmar:

  • A Se os familiares não tiverem condições econômicas de prover o sustento de um idoso, esse provimento passa a constituir obrigação do poder público, no âmbito da assistência social.
  • B A obrigação de prestar alimento ao idoso é solidária, podendo o idoso optar entre os prestadores.
  • C É vedada a discriminação do idoso nos planos de saúde, sendo autorizada apenas a cobrança de valores diferenciados em razão da idade.
  • D A participação de idosos em atividades culturais e de lazer será proporcionada mediante descontos de, no mínimo, cinquenta por cento nos ingressos para eventos artísticos, culturais e de lazer, bem como o acesso preferencial aos respectivos locais.

Direito Penal

37

Assinale a alternativa em que a conduta descrita caracteriza crime de tortura.

  • A Submeter alguém, sob guarda, poder ou autoridade, com emprego de violência, à grave ameaça e a intenso sofrimento físico ou mental, como forma de aplicar castigo pessoal ou medida de caráter preventivo.
  • B Abandonar pessoa que está sob seu cuidado, guarda, vigilância ou autoridade e, por qualquer modo, incapaz de defender-se dos riscos resultantes do abandono.
  • C Expor à perigo a vida ou a saúde de pessoa sob sua autoridade, guarda ou vigilância, para fim de educação, guarda ou custódia, quer privando-a de alimentação ou cuidados indispensáveis, quer sujeitando-a a trabalho excessivo ou inadequado, quer abusando de meios de correção ou disciplina
  • D Exigir do empregado serviço superior às suas forças, defesos por lei, contrários aos bons costumes ou alheios ao contrato.

Direito Constitucional

38

Embora se trate de um direito fundamental, a propriedade deve cumprir uma função social. É essa a razão pela qual a Constituição da República prevê que, em caso de perigo público iminente, a propriedade privada pode ser:

  • A desapropriada mediante indenização posterior, justa e em dinheiro
  • B desapropriada mediante indenização prévia paga em títulos da dívida pública.
  • C ocupada temporariamente, mediante caução e indenização posterior
  • D requisitada pela autoridade competente mediante indenização posterior, se houver dano.

Direitos Humanos

39

Analise as informações seguintes relativas a importantes documentos históricos sobre os Direitos Humanos.

I. Outorgado pelo Rei João Sem Terra, no século XII, como resultado, sobretudo, da pressão exercida pelo clero e pelos barões descontentes com os constantes aumentos de impostos, reconhece a liberdade da igreja, limita os poderes do rei, impedindo o exercício do poder de modo absoluto, e reconhece a necessidade da concordância dos contribuintes para a instituição de tributos.


II. Idealizado e redigido por representantes de diversas origens e culturas jurídicas provenientes de todas as regiões do mundo, inspirou as constituições de vários Estados modernos, tornando-se a mais relevante declaração de Direitos Humanos em nível internacional.


III. Datada de 1628 e baseada em cartas e estatutos anteriores, a Declaração constitui um marco no desenvolvimento dos Direitos Humanos, tendo previsto que ninguém precisaria pagar tributos sem o consentimento de todos representado pela aprovação do parlamento. Previa também, entre outros direitos, que ninguém poderia ser preso sem justa-causa.


Os documentos a que se referem os itens I, II e III são, respectivamente:

  • A Habeas Corpus Act, Declaração de Independência dos Estados Unidos da América e Petition of Rights.
  • B Magna Carta, Declaração Universal dos Direitos do Homem e Petition of Rights.
  • C Magna Carta, Declaração dos Universal Direitos do Homem e do Cidadão e Bill of Rights
  • D Habeas Corpus Act, Declaração de Direitos da Constituição Francesa de 1848 e Magna Carta.

Conhecimentos Gerais

40

Analise os seguintes enunciados relacionados aos Direitos Fundamentais.


I. Proibição de qualquer discriminação no tocante a salário e critério de admissão do trabalhador portador de deficiência.


II. Proibição de trabalho noturno, perigoso ou insalubre a menores de dezoito anos e de qualquer trabalho a menores de dezesseis, salvo na condição de aprendiz, a partir de quatorze anos.


III. Intervalo para repouso de, no mínimo, sessenta minutos em jornada de trabalho noturno igual ou superior a seis horas.


IV. Repouso semanal remunerado preferencialmente aos sábados ou domingos. São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais expressamente previstos na Constituição Brasileira de 1988:

  • A I e IV, apenas.
  • B I e II, apenas.
  • C I, II e III, apenas.
  • D I, II, III e IV.

Matemática

41

Um gancho é lançado descrevendo a trajetória modelada pela função h(t) = –t2 + 7/2t + 2 , em que h é a altura alcançada e t o tempo de lançamento. A altura máxima obtida pelo gancho no lançamento é:

  • A 7/4
  • B 81/16
  • C 115/16
  • D 81/4
42

Um caminhão-tanque, com capacidade de 5.000 litros, tem uma bomba com vazão de 450 litros por minuto.

A quantidade, em litros, restante no tanque após 7 minutos de funcionamento da bomba, considerando que esse tanque estava totalmente carregado, é:

  • A 1.850 L.
  • B 1.950 L
  • C 3.150 L.
  • D 8.150 L.

Química

43

Considere os compostos I, II e III a seguir.


Assinale com V as afirmativas verdadeiras e com F as falsas.

( ) Os compostos I e II são isômeros de função.

( ) Os compostos I e III são isômeros de posição.

( ) Os compostos II e III são isômeros de cadeia.

( ) Os compostos I, II e III são isômeros planos.

Assinale a sequência CORRETA.

  • A V F F V
  • B V V F F
  • C F V V F
  • D F F V V
44

Quando cortamos uma cebola, a partir de reações químicas é liberada uma substância gasosa (substância A). Esse gás, ao entrar em contato com a água existente nos olhos, provoca uma outra reação química que a transforma em outra substância (substância B), que causa a irritação das terminações nervosas desses órgãos, resultando na sensação de ardência.

A figura a seguir mostra as substâncias A e B, respectivamente.

Considerando as duas substâncias, fizeram-se as seguintes afirmações:


I. Sendo o enxofre o átomo central, as geometrias das substâncias A e B são, respectivamente, linear e tetraédrica.

II. A substância A é solúvel em água porque o par de elétrons não ligante do enxofre favorece o fato de o composto ser polar.

III. A substância B que provoca irritação nos olhos é um ácido forte e uma substância polar.

Estão CORRETAS as afirmativas:

  • A I, II e III.
  • B I e II, apenas.
  • C I e III, apenas
  • D II e III, apenas.
45

As equações químicas a seguir representam o processo de síntese dos óxidos de bário e alumínio e suas respectivas entalpias de transformação.


2Ba(s) + O2 (g) → 2 BaO(s) ΔHº = –1.107 kJ

2Al(s) + 3/2O2 (g) → Al2 O3 (s) ΔHº = –1.676 kJ


O metal bário é produzido pela reação do metal alumínio com óxido de bário. A partir dessas informações, a variação da entalpia para a reação de produção do metal bário é igual a:

  • A +15,5 kJ.
  • B –15,5 kJ.
  • C +569 kJ.
  • D –569 kJ.
46

O resultado da análise laboratorial das amostras de água coletadas no Rio Doce, em Minas Gerais, apontou níveis acima das concentrações aceitáveis de metais pesados na lama que escorreu para o rio com o rompimento das barragens na cidade de Mariana. Com relação ao limite de lançamento de efluente no rio, a concentração de manganês estabelecida pela legislação brasileira é de 1,0 mg/L.

Considerando que em um volume de 100.000 litros da água do rio foram encontrados 6 Kg de manganês, quantas vezes a concentração de manganês foi superior ao valor estabelecido pela legislação?

  • A 10
  • B 60
  • C 100
  • D 600

Direitos Humanos

47
Analise o seguinte trecho do preâmbulo da Declaração Universal dos Direitos Humanos:
"[...] considerando que o reconhecimento da dignidade inerente a todos os membros da família humana e de seus direitos iguais e inalienáveis é o fundamento da liberdade, da justiça e da paz no mundo, [...]"
Assinale a alternativa que NÃO está de acordo com as ideias contidas no trecho acima.
  • A Para haver liberdade, justiça e paz no mundo, é importante que se reconheça a dignidade de todo ser humano.
  • B Todo ser humano tem o direito de ser livre para fazer tudo o que desejar.
  • C A igualdade de direitos é um princípio fundamental da justiça.
  • D A dignidade humana é condição para que haja paz no mundo.
Voltar para lista