Resolver o Simulado CESPE

0 / 80

Direito Administrativo

1

O controle externo da atividade financeira da administração pública compreende as funções de fiscalização financeira propriamente dita, de consulta, de informação, de julgamento, corretivas, de ouvidor e sancionatórias. No que se refere ao controle externo pelo Poder Judiciário, assinale a opção correta.

  • A O Poder Judiciário não pode realizar controle externo, já que o Brasil adotou o sistema da jurisdição una, em que, paralelamente ao Poder Judiciário, atuam os órgãos do contencioso administrativo fiscal que exercem, como aquele, função jurisdicional sobre lides de que a administração pública seja parte interessada.
  • B O Poder Judiciário pode realizar controle externo, já que o Brasil adotou o sistema da jurisdição dual, em que cabe ao Poder Judiciário atuar em casos excepcionais de decisão teratológica ou de flagrante inconstitucionalidade.
  • C O Poder Judiciário pode realizar controle externo, já que o Brasil adota o sistema da jurisdição una, em que o Poder Judiciário tem o monopólio da função jurisdicional, cabendo-lhe apreciar, com força de coisa julgada, lesões ou ameaças a direitos individuais e coletivos.
  • D O Poder Judiciário pode realizar controle externo somente em casos excepcionais, já que o Brasil adotou o sistema da jurisdição una, em que a decisão emanada de órgão financeiro da administração pública faz coisa julgada, a qual somente pode ser revista mediante ação rescisória.
  • E O Poder Judiciário não pode realizar controle externo, já que o Brasil adotou o sistema da jurisdição dual, em que, paralelamente ao Poder Judiciário, atuam os órgãos do contencioso administrativo fiscal que exercem, como aquele, função jurisdicional sobre lides de que a administração pública seja parte interessada.

Legislação Estadual

2

Instaurou-se processo administrativo disciplinar para apurar suposta prática de ato ímprobo por servidor de determinado tribunal de contas. Encerrada a fase de instrução e de defesa do servidor, foi apresentado relatório da comissão processante propondo que lhe fosse aplicada suspensão de sessenta dias. Posteriormente, a autoridade julgadora, em decisão motivada, lavrou decisão impondo ao servidor pena de demissão, por entender ter sido comprovada a prática de ato de improbidade.


Nessa situação hipotética,


I a autoridade julgadora não poderia ter agravado a pena indicada no relatório da comissão processante.

II a pena de demissão não poderia ter sido aplicada ao servidor, diante da ausência de decisão judicial condenatória em ação de improbidade.

III a autoridade estava vinculada quanto à aplicação da pena de demissão.

IV cabem pedido de reconsideração e recurso hierárquico em relação à decisão.


Estão certos apenas os itens

  • A I e II.
  • B I e III.
  • C III e IV.
  • D I, II e IV.
  • E II, III e IV.

Direito Administrativo

3

A empresa X, contratada após processo licitatório na modalidade de concorrência, com o objetivo de reformar imóvel pertencente à administração pública, deixou de realizar 30% da obra licitada, o que equivale a R$ 250.000, em decorrência de graves problemas financeiros.


Nessa situação hipotética, conforme previsão da Lei n.º 8.666/1993, para a contratação de nova empresa para finalizar a obra remanescente

  • A pode-se dispensar a licitação, desde que contratada a empresa classificada em segundo lugar no processo licitatório original.
  • B deve-se realizar novo processo licitatório na modalidade de concorrência.
  • C deve-se realizar novo processo licitatório na modalidade convite.
  • D pode-se optar pela contratação direta, por configurar hipótese de inexigibilidade de licitação.
  • E pode-se dispensar de licitação, desde que obedecida a ordem de classificação e mantidos os termos oferecidos ao licitante vencedor.
4

Pessoas jurídicas de direito privado, sem fins lucrativos, instituídas por servidores públicos, em nome próprio, sob a forma de fundação, associação ou cooperativa, para a prestação, em caráter privado, de serviços sociais não exclusivos do Estado e que mantêm vínculo jurídico com entidades da administração direta ou indireta, em regra por meio de convênio, denominam-se

  • A entidades de apoio.
  • B serviços sociais autônomos.
  • C organizações sociais.
  • D autarquias em regime especial.
  • E organizações da sociedade civil de interesse público.
5

A permissão, uma das formas de delegação do serviço público, ocorre quando o Estado transfere

  • A tanto a titularidade quanto a prestação do serviço ao particular mediante a formalização de vínculo de natureza precária.
  • B apenas a prestação de serviços públicos ao particular mediante a formalização de vínculo de natureza precária.
  • C apenas a prestação de serviços públicos, desde que a pessoa jurídica ou consórcio de empresas mediante a formalização de vínculo de natureza precária.
  • D tanto a titularidade quanto a prestação do serviço, desde que a pessoa jurídica ou consórcio de empresas mediante a formalização de vínculo de natureza precária.
  • E apenas a prestação de serviços públicos, desde que a pessoa física mediante a formalização de vínculo de natureza precária.
6

A responsabilidade por ato comissivo do Estado está sujeita à teoria

  • A subjetiva, o que significa ser imprescindível a demonstração de dolo ou culpa e ser possível reconhecer o dever de indenizar em face de comportamentos lícitos ou ilícitos.
  • B objetiva, o que significa ser imprescindível a demonstração de dolo ou culpa e ser possível reconhecer o dever de indenizar em face de comportamentos lícitos ou ilícitos.
  • C subjetiva, o que significa ser prescindível a demonstração de dolo ou culpa e ser possível reconhecer o dever de indenizar apenas em face de comportamentos ilícitos.
  • D objetiva, o que significa ser prescindível a demonstração de dolo ou culpa e ser possível reconhecer o dever de indenizar em face de comportamentos ilícitos e lícitos.
  • E objetiva, o que significa ser prescindível a demonstração de dolo ou culpa e ser possível reconhecer o dever de indenizar apenas em face de comportamentos ilícitos.
7

A administração possui posição de superioridade em relação aos administrativos, além de possuir prerrogativas e obrigações que não são extensíveis aos particulares. Além disso, os assuntos públicos possuem preferência em relação aos particulares. Essas características da administração pública decorrem do princípio da

  • A supremacia do interesse público, previsto expressamente na legislação ordinária.
  • B presunção de legitimidade, previsto implicitamente na Constituição Federal e na legislação ordinária.
  • C supremacia do interesse público, previsto implicitamente na Constituição Federal e expressamente na legislação ordinária.
  • D legalidade, previsto expressamente na Constituição Federal e na legislação ordinária.
  • E segurança jurídica, previsto expressamente na Constituição Federal.
8

Assinale a opção que apresenta o poder da administração pública que limita o exercício dos direitos individuais em benefício do interesse público.

  • A poder hierárquico
  • B poder de disciplinar
  • C poder de polícia
  • D poder regulamentar
  • E poder discricionário
9

João, servidor público ocupante exclusivamente de cargo em comissão, foi exonerado ad nutum pela administração pública sob a justificativa de falta de verba, motivo que constou expressamente do ato administrativo que determinou sua exoneração. Logo em seguida, João descobriu que o mesmo órgão havia contratado outro servidor para substituí-lo, tendo-o investido na mesma vaga por ele ocupada.


Nessa situação, João

  • A não poderá reclamar o seu retorno, tendo em vista que os cargos em comissão são de livre nomeação e exoneração.
  • B poderá reclamar o seu retorno, independentemente do motivo apresentado pela administração pública para a exoneração.
  • C não poderá reclamar o seu retorno, pois os motivos invocados no ato exoneratório não se comunicam com a nova investidura do servidor, ainda que para o mesmo cargo.
  • D poderá reclamar o seu retorno em razão da teoria dos motivos determinantes se comprovar a não ocorrência da situação declarada.
  • E não poderá reclamar seu retorno, pois a teoria dos motivos determinantes somente poderia ser aplicada nos casos de servidores públicos estáveis.
10

O controle exercido pelo TCU

  • A é constituído por ações como o levantamento, a auditoria, a inspeção bem como o julgamento dos atos considerados ilegais.
  • B ocorre unicamente por meio de ofício, se executado na fiscalização de editais de licitação de bens.
  • C é complementado pelo controle interno exercido pelos órgãos de fiscalização próprios.
  • D estende-se a todas as atividades realizadas pelas agências reguladoras, exceto a avaliação dos atos praticados em relação às concessões de serviço público.
  • E abrange os atos do executivo, se exercido de modo prévio, a fim de verificar a legalidade de tais atos.
11

O controle jurisdicional da administração pública

  • A ocorre apenas em relação aos atos e contratos realizados pela própria administração.
  • B reavalia os critérios de conveniência e oportunidade dos atos que sejam privativos do administrador público.
  • C pode ser realizado de forma ampla e irrestrita.
  • D desencadeia-se por provocação e é realizado por juízes dotados de independência.
  • E acompanha a realização do ato para verificar a regularidade da formação deste.
12

No que concerne ao controle administrativo, o meio utilizado para denunciar irregularidades feitas na própria administração é denominado

  • A pedido de reconsideração.
  • B representação.
  • C recurso administrativo.
  • D revisão.
  • E reclamação administrativa.
13

O controle da administração pública pelos tribunais de contas

  • A compreende, para fins de registro, a apreciação da legalidade dos atos de admissão de pessoal, a qualquer título, salvo os de nomeações para os cargos em comissão, bem como os atos de concessões de aposentadorias, reformas e pensões.
  • B alcança os órgãos integrantes da administração direta, exceto aqueles que executem atividades meio do Poder Legislativo e do Judiciário.
  • C abrange o julgamento anual das contas prestadas pelo presidente da República e a apreciação dos relatórios sobre a execução dos planos de governo.
  • D envolve a aplicação de sanções em casos de ilegalidades ou irregularidades de contas, à exceção das multas, que devem ser aplicadas pelo Judiciário.
  • E compreende a legalidade dos atos de que resultem a previsão da receita e a fixação da despesa.
14

O exercício direto do controle parlamentar pode ser exercido

  • A pelo Congresso Nacional, com o auxílio do Tribunal de Contas da União (TCU).
  • B pelo Poder Judiciário, com a autorização do Senado.
  • C pelo Congresso Nacional, com o auxílio do Ministério Público.
  • D pelo Poder Judiciário, com o apoio da Controladoria Geral da República.
  • E pelos próprios órgãos do Congresso Nacional, a exemplo das comissões parlamentares.
15

O controle destinado a investigar a atividade administrativa bem como o resultado alcançado pelo ato praticado de acordo com a conveniência e oportunidade da administração é denominado controle

  • A administrativo.
  • B legislativo.
  • C de legalidade.
  • D de mérito.
  • E interno.
16

De acordo com a Lei n.º 8.666/1993 (Lei de Licitações), é inexigível a licitação na hipótese de

  • A guerra ou grave perturbação da ordem.
  • B não acudirem interessados à licitação anterior e esta não puder ser repetida sem prejuízo para a administração.
  • C compras de gêneros perecíveis no tempo necessário para a realização dos processos licitatórios correspondentes.
  • D aquisição de materiais e equipamentos que só possam ser fornecidos por produtor ou empresa comercial exclusivos.
  • E contratação de serviços de publicidade, de natureza singular, com profissionais de notória especialização.

Direito Constitucional

17

À luz das disposições constitucionais e doutrinárias a respeito de cargos e funções públicas, julgue os itens a seguir.


I Os cargos e as funções públicas são acessíveis a brasileiros e estrangeiros, na forma da lei.

II Função é o conjunto de atribuições exercidas pelo servidor, sem que lhe corresponda um cargo ou emprego público.

III Assim como ocorre com o cargo, o exercício da função exige a prévia realização de concurso público.

IV Os cargos em comissão devem ser preenchidos por servidores ocupantes de cargo efetivo.


Estão certos apenas os itens

  • A I e II.
  • B I e III.
  • C III e IV.
  • D I, II e IV.
  • E II, III e IV.

Direito Administrativo

18

A concessão de serviço público

  • A deve ser precedida de licitação, não lhe sendo aplicáveis as hipóteses de dispensa previstas na lei de licitações.
  • B transfere ao concessionário a titularidade do serviço público concedido.
  • C transfere ao concessionário a responsabilidade por prejuízos causados a terceiros, que é subjetiva nesse caso.
  • D prevê a alteração unilateral do contrato pelo poder público no que se refere ao núcleo do objeto do empreendimento.
  • E pressupõe o pagamento de remuneração ao concessionário, sendo vedada a alteração do valor originalmente pactuado.
19

Direito administrativo é o sistema dos princípios jurídicos que regulam a atividade do Estado para o cumprimento de seus fins, de utilidade pública.

Maria Sylvia Zanella Di Pietro. Direito administrativo. 22.ª ed. São Paulo: Atlas, 2009, p. 44 (com adaptações)


No fragmento de texto precedente, define-se direito administrativo conforme

  • A a escola do serviço público.
  • B o critério do Poder Executivo.
  • C o critério negativo ou residual.
  • D o critério teleológico.
  • E o critério da administração pública.
20

Considere que a administração pública deseje desfazer ato administrativo porque determinado destinatário descumpriu condições obrigatórias para que continuasse a desfrutar de determinada situação jurídica. Nessa situação, a administração deverá adotar a seguinte modalidade de desfazimento do ato:

  • A invalidação.
  • B revogação.
  • C cassação.
  • D convalidação.
  • E ratificação.

Administração Pública

21

Entre os princípios norteadores da gestão por resultados na administração pública incluem-se a tomada de decisão

  • A centralizada e a cobrança de responsabilidade dos gestores, mas não dos agentes.
  • B centralizada e o foco no processo de gestão.
  • C descentralizada e o foco no processo de gestão.
  • D descentralizada e o foco nos resultados.
  • E descentralizada e a cobrança de responsabilidade dos agentes, mas não dos gestores.
22

A avaliação constitui um instrumento imprescindível para o conhecimento da viabilidade de programas e projetos governamentais. Nesse sentido, avaliar a eficácia consiste em

  • A obter explicações a respeito de programas e projetos governamentais a partir da perspectiva de pesquisadores.
  • B determinar ações que ajudem a otimizar o desempenho de instituições e programas.
  • C avaliar a relação entre as metas e os instrumentos explícitos e os resultados de determinado programa governamental.
  • D examinar a relação entre a implementação e o impacto social de determinado programa governamental.
  • E avaliar a relação entre o esforço empregado para implementar determinada política pública e os seus resultados.
23

Vários atores participam e influenciam, direta ou indiretamente, o processo de formulação de políticas públicas, a exemplo de atores estatais ou públicos, entre os quais se incluem

  • A os burocratas e os designados politicamente.
  • B as organizações de terceiro setor e os meios de comunicação.
  • C os empresários e as sociedades civis organizadas.
  • D os grupos de interesse e os fornecedores.
  • E os políticos e os grupos de pressão.

Direito Administrativo

24

A participação popular, importante instrumento para a promoção da transparência dos atos administrativos, pode se dar por meio de

  • A inspeção.
  • B avaliação de competências.
  • C processo administrativo disciplinar.
  • D audiência pública.
  • E sindicância.
25

Na administração pública, uma entidade criada por lei específica, com personalidade de direito público e patrimônio próprio, que desempenha atribuições públicas típicas e tem capacidade de autoadministração sob controle estatal é denominada

  • A ente de cooperação.
  • B consórcio público.
  • C autarquia.
  • D fundação pública.
  • E empresa governamental.

Direito Constitucional

26

A partir da Constituição da República de 1988, o federalismo passou a ser a forma de Estado adotada no Brasil. No federalismo,

  • A os entes federados detêm autonomia financeira, administrativa e política.
  • B qualquer ente federado está impedido de intervir em outro ente federado.
  • C os entes federados são autônomos e soberanos.
  • D o poder central concentra o poder político.
  • E os municípios são subordinados aos estados.

Administração Pública

27

Tendo tomado as devidas providências para a solução de um processo que tramita em determinado órgão público, um cidadão, reiteradas vezes, já se dirigiu ao setor de atendimento e, embora tenha recebido tratamento respeitoso e gentil dos atendentes, com esclarecimentos acerca dos procedimentos necessários para finalizar o problema, continua sendo informado de que o processo permanece inconcluso.


Nessa situação hipotética, a pendência deve-se ao fato de o órgão em questão apresentar problema relacionado à falta de

  • A cortesia.
  • B eficiência.
  • C discrição.
  • D comunicabilidade.
  • E tolerância.

Arquivologia

28

No desenvolvimento de suas atividades, um servidor notou o extravio de um processo administrativo. Imediatamente, informou o fato à autoridade competente do órgão, a qual iniciou a apuração dos fatos por meio de sindicância.


Nessa situação hipotética, a sindicância instaurada pela autoridade do órgão constitui requisito inicial do procedimento de

  • A entrada.
  • B desentranhamento.
  • C reconstituição de processo.
  • D encerramento de volume.
  • E abertura de volume.

Direito Administrativo

29

Serviço autônomo com personalidade jurídica de direito público, patrimônio e receita próprios, criado por lei para executar atividades típicas da administração pública que requeiram, para seu melhor funcionamento, gestão administrativa e financeira descentralizada é o conceito de

  • A consórcio público.
  • B autarquia.
  • C empresa pública.
  • D fundação pública.
  • E sociedade de economia mista.

Administração Pública

30

A governança na gestão pública envolve o gerenciamento de recursos humanos, econômicos e sociais com o propósito de gerar

  • A controle social.
  • B economicidade.
  • C transparência.
  • D accountability.
  • E desenvolvimento.

Administração Financeira e Orçamentária

31

Um instrumento de gestão pública no qual a população é convidada a definir anualmente as prioridades de investimento do governo em seu município é

  • A a conferência municipal.
  • B a parceria entre sociedade e Estado.
  • C o orçamento participativo.
  • D a ouvidoria municipal.
  • E o fundo municipal.

Administração Pública

32

A reforma da administração pública conduzida durante o governo de Getúlio Vargas tinha por objetivo tornar o Estado

  • A mais profissional e menos patrimonialista, ou seja, um Estado autoritário e burocrático.
  • B menos profissional e menos patrimonialista, isto é, um Estado de bem-estar social.
  • C mais profissional e mais patrimonialista, ou seja, um Estado regulador.
  • D mais patrimonialista e menos burocrático, ou seja, um Estado de bem-estar social.
  • E menos patrimonialista e menos burocrático, isto é, um Estado regulador.
33

A partir da instituição do Plano Diretor da Reforma do Estado, em 1995, a gestão por resultados foi incorporada à administração pública com o objetivo de tornar a gestão pública

  • A mais descentralizada e com gestores com maior autonomia e maior nível de responsabilidade individual.
  • B mais descentralizada, mas com gestores com menor autonomia e maior nível de responsabilidade individual.
  • C mais descentralizada, mas com gestores com menor autonomia e menor nível de responsabilidade individual.
  • D menos descentralizada e com gestores com maior autonomia e maior nível de responsabilidade individual.
  • E menos descentralizada e com gestores com menor autonomia e menor nível de responsabilidade individual.
34

O modelo de administração que admite o cidadão como cliente dos serviços do Estado denomina-se

  • A nova governança pública.
  • B patrimonialista.
  • C burocrático.
  • D estado de bem-estar social.
  • E administração pública gerencial.
35

O processo de burocratização que instituiu um modelo de gestão pública pautado no uso do poder racional-legal e na incorporação da racionalidade técnica e do profissionalismo ocorreu no governo de

  • A Getúlio Vargas.
  • B Juscelino Kubitschek.
  • C Fernando Henrique Cardoso.
  • D Luís Inácio Lula da Silva.
  • E Eurico Gaspar Dutra.
36

O modelo de administração pública no qual não há distinção na forma de gerenciar bens públicos e privados denomina-se

  • A neoliberal.
  • B de bem-estar social.
  • C gerencialista.
  • D patrimonialista.
  • E burocrático.
37

O objetivo da nova gestão pública é

  • A assegurar a impessoalidade e a racionalidade técnica na gestão pública por meio da burocratização dos processos.
  • B fomentar a eficiência da administração por meio da redução de custos e da melhora na qualidade dos serviços.
  • C promover o poder racional-legal como estratégia de combate à corrupção e ao nepotismo.
  • D garantir o acesso à propriedade privada para o gestor e os seus servidores.

Administração de Recursos Materiais

38

No setor público, as opções de compra, sempre que possível, devem ser compatíveis em termos de especificações técnicas e de desempenho, assim como em termos de condições de manutenção, assistência técnica e garantias oferecidas. Essa exigência caracteriza o denominado princípio da

  • A comparabilidade.
  • B equivalência.
  • C similaridade.
  • D padronização.

Administração Pública

39

De acordo com a arquitetura de processos definida pelo Mapa Estratégico 2016–2021 do TRE/BA, os macroprocessos essenciais à existência do tribunal, que recebem apoio de processos internos e estão diretamente relacionados ao objetivo maior do órgão, são os macroprocessos

  • A finalísticos.
  • B de apoio.
  • C de suporte.
  • D gerenciais.
  • E de governança.

Legislação dos Tribunais Eleitorais (TSE e TREs)

40

De acordo com seu Mapa Estratégico 2016–2021, os valores organizacionais do TRE/BA incluem a

  • A transparência.
  • B acessibilidade.
  • C modernidade.
  • D celeridade.
  • E credibilidade.

Noções de Informática

41

Entre os vários tipos de programas utilizados para realizar ataques a computadores, aquele capaz de se propagar automaticamente pelas redes, enviando cópias de si mesmo entre computadores, é conhecido como

  • A botnet.
  • B spyware.
  • C backdoor.
  • D trojan.
  • E worm.
42

Assinale a opção que apresenta, respectivamente, as extensões dos arquivos dos softwares Microsoft Excel 2010, Microsoft Word 97-2003, Bloco de Notas e BrOffice Impress em suas configurações padrão.

  • A .xlsx, .doc, .txtx e .odp
  • B .xls, .docx, .txt e .odt
  • C .xlsx, .docx, .txtx e .odp
  • D .xlsx, .doc, .txt e .odp
  • E .xls, .doc, .txt e .odt
43

Na computação em nuvem (cloud computing), que mudou a visão de pessoas físicas e jurídicas acerca de recursos de tecnologia da informação, o modelo que oferece um ambiente sob demanda para desenvolvimento, teste e gerenciamento de aplicações de software é denominado

  • A infraestrutura como serviço (IaaS).
  • B big data como serviço (BDaaS).
  • C software como serviço (SaaS).
  • D plataforma como serviço (PaaS).
  • E dados como serviço (DaaS).
44

Ao produzir um texto utilizando o programa Microsoft Word 2016, um usuário realizou, de modo sucessivo, os seguintes procedimentos:


• selecionou parte do texto e, logo em seguida, acionou o atalho formado pelas teclas e ;

• digitou algumas palavras;

• acionou o atalho formado pelas teclas e ;

• digitou mais algumas palavras.


Caso, a seguir, o usuário pretenda inserir, novamente, por meio do atalho formado pelas teclas e , o texto selecionado no início do procedimento descrito,

  • A nada ocorrerá, pois o trecho selecionado mediante as teclas   e  já foi usado; nesse caso, o usuário deverá selecionar o texto novamente e acionar o atalho formado pelas teclas   e
  • B será exibida uma caixa de diálogo contendo a parte do texto inicialmente selecionada para a área de transferência.
  • C aparecerá uma mensagem de erro, pois o Word 2016 não possibilita a execução reiterada de procedimentos.
  • D o texto selecionado no primeiro procedimento será inserido a partir do ponto em que o cursor estiver posicionado.
  • E o documento não sofrerá alteração, pois não há texto na área de transferência em virtude de o usuário já ter acionado o atalho formado pelas teclas   e  anteriormente. 
45

Determinado tipo de vírus eletrônico é ativado quando um documento por ele infectado é aberto, podendo então, nesse momento, infectar não apenas outros documentos, mas também um gabarito padrão de documento, de modo que cada novo documento criado sob esse gabarito seja infectado. Tal vírus, cuja propagação ocorre quando documentos por ele infectados são remetidos por correio eletrônico para outros usuários, é conhecido como

  • A vírus de programa.
  • B vírus de macro.
  • C backdoor.
  • D hoax.
  • E vírus de setor de carga (boot sector).
46

Um usuário, utilizando o Windows 8, executou o procedimento adequado para compactar oito arquivos, com extensões identificadoras de diversos tipos de aplicativos, em um único arquivo com a extensão zip. Um dos oito arquivos, denominado aula.pptx, estava aberto durante o procedimento de compactação.


Nesse caso,

  • A os arquivos não terão sido compactados, pois só arquivos com a mesma extensão podem ser compactados em conjunto.
  • B todos os oito arquivos terão sido compactados.
  • C todos os arquivos terão sido compactados, com exceção do arquivo aula.pptx.
  • D o arquivo zip terá sido gerado, mas não conterá nenhum arquivo compactado.
  • E o arquivo aula.pptx não terá sido compactado, pois a compactação em zip restringe-se a arquivos de texto.
47

Ao se clicar com o botão direito do mouse sobre uma guia do programa de navegação Google Chrome, em sua versão mais recente, contendo determinada página da Internet, e selecionar a opção Fixar guia, na lista exibida, será possível

  • A criar na área de trabalho do computador um ícone de atalho, o qual, ao ser selecionado, abrirá a página exibida.
  • B transformar a guia do navegador em uma nova janela.
  • C adicionar a página exibida pela guia à lista de páginas favoritas.
  • D duplicar a guia aberta, criando-se, assim, uma cópia da página exibida.
  • E criar um ícone no canto superior esquerdo do navegador, o qual permitirá o acesso direto à página exibida.
48

Determinado tipo de vírus eletrônico é ativado quando um documento por ele infectado é aberto, podendo então, nesse momento, infectar não apenas outros documentos, mas também um gabarito padrão de documento, de modo que cada novo documento criado sob esse gabarito seja infectado. Tal vírus, cuja propagação ocorre quando documentos por ele infectados são remetidos por correio eletrônico para outros usuários, é conhecido como

  • A vírus de setor de carga (boot sector).
  • B vírus de programa.
  • C vírus de macro.
  • D backdoor.
  • E hoax.
49

Um usuário, utilizando o Windows 8, executou o procedimento adequado para compactar oito arquivos, com extensões identificadoras de diversos tipos de aplicativos, em um único arquivo com a extensão zip. Um dos oito arquivos, denominado aula.pptx, estava aberto durante o procedimento de compactação.


Nesse caso,

  • A o arquivo aula.pptx não terá sido compactado, pois a compactação em zip restringe-se a arquivos de texto.
  • B os arquivos não terão sido compactados, pois só arquivos com a mesma extensão podem ser compactados em conjunto.
  • C todos os oito arquivos terão sido compactados.
  • D todos os arquivos terão sido compactados, com exceção do arquivo aula.pptx.
  • E o arquivo zip terá sido gerado, mas não conterá nenhum arquivo compactado.
50

Ao se clicar com o botão direito do mouse sobre uma guia do programa de navegação Google Chrome, em sua versão mais recente, contendo determinada página da Internet, e selecionar a opção Fixar guia, na lista exibida, será possível

  • A criar um ícone no canto superior esquerdo do navegador, o qual permitirá o acesso direto à página exibida.
  • B criar na área de trabalho do computador um ícone de atalho, o qual, ao ser selecionado, abrirá a página exibida.
  • C transformar a guia do navegador em uma nova janela.
  • D adicionar a página exibida pela guia à lista de páginas favoritas.
  • E duplicar a guia aberta, criando-se, assim, uma cópia da página exibida.
51

Ao produzir um texto utilizando o programa Microsoft Word 2016, um usuário realizou, de modo sucessivo, os seguintes procedimentos:


• selecionou parte do texto e, logo em seguida, acionou o atalho formado pelas teclas e ;

• digitou algumas palavras;

• acionou o atalho formado pelas teclas e ;

• digitou mais algumas palavras.


Caso, a seguir, o usuário pretenda inserir, novamente, por meio do atalho formado pelas teclas e , o texto selecionado no início do procedimento descrito,

  • A será exibida uma caixa de diálogo contendo a parte do texto inicialmente selecionada para a área de transferência.
  • B aparecerá uma mensagem de erro, pois o Word 2016 não possibilita a execução reiterada de procedimentos.
  • C o texto selecionado no primeiro procedimento será inserido a partir do ponto em que o cursor estiver posicionado.
  • D o documento não sofrerá alteração, pois não há texto na área de transferência em virtude de o usuário já ter acionado o atalho formado pelas teclas anteriormente.
  • E nada ocorrerá, pois o trecho selecionado mediante as teclas já foi usado; nesse caso, o usuário deverá selecionar o texto novamente e acionar o atalho formado pelas teclas e
52

Ao utilizar um computador no qual está instalado o sistema operacional Windows 8, um usuário efetuou com o mouse um clique duplo no ícone do aplicativo X. Alguns segundos após ter sido aberto, o aplicativo apresentou a informação de que não estava respondendo.


Nessa situação hipotética, para que o aplicativo X seja encerrado, o usuário deverá

  • A inicializar o aplicativo Gerenciador de Tarefas, localizar na janela deste o aplicativo X, clicar sobre ele com o botão da direita e, então, selecionar a opção Finalizar tarefa.
  • B pressionar, no teclado, a tecla para encerrar de forma forçada o aplicativo X.
  • C efetuar novamente um clique duplo no ícone do aplicativo X para abri-lo corretamente, pois esta ação fechará a janela que não estava respondendo.
  • D inicializar outro aplicativo, por meio de clique duplo, já que, ao se abrir um novo aplicativo, a janela de X, que não estava respondendo, será finalizada automaticamente.
  • E pressionar simultaneamente a tecla do Windows e a tecla , para exibir em segundo plano a lista de programas que estão travando o sistema e, nela, localizar e encerrar o aplicativo X.
53

Os comandos para deletar um arquivo em um utilitário de linha de comando no Windows e no Linux são, respectivamente,

  • A del e delete.
  • B del e rm.
  • C delete e remove.
  • D del e remove.
  • E delete e rm.
54

Acerca do uso do Windows Explorer (WE) para o gerenciamento de arquivos, pastas e programas sob os sistemas Windows Vista e Windows 7 Professional, assinale a opção correta.

  • A No WE, para ver a data de modificação de um arquivo, uma possibilidade é selecionar a opção Lista entre as opções de visualização de pastas.
  • B No WE, para se verificar que processador e que quantidade de memória RAM estão instalados no computador, uma opção é clicar o ícone Computador com o botão direito do mouse e, em seguida, escolher a opção Propriedades.
  • C Em sua configuração padrão, a área da janela do WE apresenta dois painéis: o do lado esquerdo mostra a árvore de pastas e os arquivos; no do lado direito, visualiza-se o conteúdo dos arquivos.
  • D O WE permite que o usuário criptografe o conteúdo de uma pasta mediante a seguinte sequência de procedimentos: clicar o botão direito do mouse, selecionar a opção Criptografar e digitar a senha desejada.
  • E O WE não permite que arquivos localizados na pasta c:\Windows\system32 sejam removidos, pois eles são arquivos de configuração do sistema operacional.
55

O sistema operacional Microsoft Windows disponibiliza uma pasta que contém um conjunto de ferramentas para a configuração e a personalização do ambiente, além de alguns dispositivos, como a instalação e a desinstalação de programas, a configuração de redes e Internet, a realização de becape etc. Essa pasta é conhecida como

  • A Área de transferência.
  • B Painel de Controle.
  • C Windows Explorer.
  • D Barra de tarefas.
  • E Área de trabalho, ou desktop.
56

A distribuição do Linux de código aberto que se caracteriza por ser não comercial, amplamente utilizada e baseada na Debian/GNU, denomina-se

  • A Linspire.
  • B Fedora
  • C Slackware Linux.
  • D Ubuntu.
  • E Gentoo Linux.
57

No ambiente BrOffice, o software apropriado para a elaboração de eslaides de apresentação, com a inserção de textos, tabelas, imagens e figuras e a inclusão de anotações em cada eslaide, denomina-se

  • A Writer.
  • B LibreOffice.
  • C PaintBrush.
  • D Impress.
  • E PowerPoint.
58

Em documentos do Microsoft Word, para a configuração de margens, orientação de página e divisão do texto em colunas, assim como para a configuração de recuo e espaçamento de parágrafos, utilizam-se opções disponibilizadas na guia

  • A Design.
  • B Layout da Página.
  • C Página Inicial.
  • D Arquivo.
  • E Exibição.
59

Assinale a opção correta a respeito dos conceitos de Internet e intranet.

  • A Os serviços disponibilizados na intranet de uma corporação nunca estão disponíveis a usuários que não estejam diretamente usando tal rede.
  • B Uma intranet pode ser construída simplesmente pelo uso de endereços IP em uma rede na qual se compartilhem recursos.
  • C Entre as ferramentas necessárias para o uso da Internet estão os browsers.
  • D Embora tenha público restrito, a intranet de uma corporação pode ser ligada à Internet.
60

Assinale a opção que apresenta um tipo de malware capaz de registrar as teclas que são digitadas em uma estação de trabalho, fazer capturas de tela e até mesmo acessar arquivos em drives locais e(ou) compartilhados.

  • A boot
  • B cavalo de troia
  • C macro
  • D melissa

Português

61


No texto 1A1AAA, as relações sintático-semânticas do período “Embora fosse temido, o apagamento era necessário, assim como o esquecimento também o é para a memória” (ℓ. 20 e 21) seriam preservadas caso a conjunção “Embora” fosse substituída por

  • A Por conseguinte.
  • B Ainda que.
  • C Consoante.
  • D Desde que.
  • E Uma vez que.
62


A correção gramatical e os sentidos do texto 1A1BBB seriam mantidos caso se inserisse uma vírgula logo após

  • A “alertas” (ℓ.28).
  • B “também” (ℓ.3).
  • C “tempo” (ℓ.10).
  • D “lista” (ℓ.15).
  • E “processo” (ℓ.22).
63


O texto 1A1BBB é construído sobre uma série de dicotomias conceituais, isto é, de pares de noções opostas entre si, a exemplo do formado pelos termos

  • A “mudança” (ℓ.4) e “reiteração” (ℓ.5).
  • B “ao longo do tempo” (ℓ.10) e “alterações cumulativas” (ℓ. 10 e 11).
  • C “contingência” (ℓ. 20) e “acidente” (ℓ. 21).
  • D “Desigualdade” (ℓ.20) e “concentração” (ℓ.25).
  • E “disciplina” (ℓ.1) e “ciência” (ℓ.4).
64


No texto 1A1AAA, o termo “o” — em “Ela o é por definição” (ℓ.15) — remete ao elemento

  • A “O que faz com que a memória se torne seletiva” (ℓ.13).
  • B “o mundo atual” (ℓ.14).
  • C “a memória” (ℓ.13).
  • D “seletiva” (ℓ.13).
  • E “um funil poderoso” (ℓ. 15 e 16).
65


No texto 1A1AAA, ao utilizar a expressão “Isso sem contar” (ℓ.8), a autora sugere que “os processos de evocação de memórias, planejamento para o futuro e imaginação” (ℓ. 8 a 10) fazem parte do conjunto de

  • A ações cerebrais cujo funcionamento depende do processamento conjunto de estímulos externos.
  • B processos necessários à construção de registros duradouros dos estímulos recebidos pelo cérebro a cada momento.
  • C dados necessários para que o cérebro construa uma imagem do indivíduo e do ambiente que o cerca.
  • D atividades internas desempenhadas pelo cérebro, ao mesmo tempo que este recebe estímulos externos.
  • E estímulos advindos do cérebro de um indivíduo, imprescindíveis para a formação de novas memórias.
66


No texto 1A1BBB, o trecho “4.040 ações judiciais sobre assédio sexual no trabalho” (ℓ. 6 e 7) tem a mesma função sintática de

  • A ‘mais protegidas para falar’ (ℓ. 17 e 18).
  • B “chantagem de um superior sobre um subordinado” (ℓ. 19 e 20).
  • C “queixas de assédio” (ℓ.15).
  • D ‘por medo de serem culpabilizadas’ (ℓ.12).
  • E “mais e mais casos de assédio sexual ” (ℓ. 1 e 2).
67


As opções a seguir apresentam propostas de reescrita do período “Se um colega constrange o outro, em tese, não há crime, embora tal comportamento possa dar causa a reparação por dano moral.” (ℓ. 21 a 23). Assinale a opção que apresenta proposta de reescrita que, além de manter o sentido original da informação, preserva a correção gramatical do texto.

  • A Caso um colega constrange o outro, em tese, não é crime, mas pode gerar reparação por dano moral.
  • B Hipoteticamente, à medida que um colega constrange o outro, não há crime, logo não pode haver reparação por dano moral.
  • C Teoricamente, se um colega constrange o outro, há vantagem sexual, o que pode causar reparação por dano moral.
  • D Em tese, embora não seja crime, o fato de um colega constranger o outro pode justificar reparação por dano moral.
  • E Quando um colega molesta o outro é crime, ou seja, esse ato pode ensejar reparação por dano moral.
68


As opções a seguir apresentam propostas de reescrita do período “Se um colega constrange o outro, em tese, não há crime, embora tal comportamento possa dar causa a reparação por dano moral.” (ℓ. 21 a 23). Assinale a opção que apresenta proposta de reescrita que, além de manter o sentido original da informação, preserva a correção gramatical do texto.

  • A Teoricamente, se um colega constrange o outro, há vantagem sexual, o que pode causar reparação por dano moral.
  • B Em tese, embora não seja crime, o fato de um colega constranger o outro pode justificar reparação por dano moral.
  • C Quando um colega molesta o outro é crime, ou seja, esse ato pode ensejar reparação por dano moral.
  • D Caso um colega constrange o outro, em tese, não é crime, mas pode gerar reparação por dano moral.
  • E Hipoteticamente, à medida que um colega constrange o outro, não há crime, logo não pode haver reparação por dano moral.
69


Com relação a aspectos linguísticos do texto 1A1AAA, assinale a opção correta.

  • A A correção gramatical do texto seria preservada caso se substituísse a forma verbal “Foram” (ℓ.3) por Houveram.
  • B O sentido do segundo período do segundo parágrafo seria preservado caso as vírgulas que sucedem as palavras “desastre” (ℓ.11) e “novembro” (ℓ.12) fossem suprimidas.
  • C A correção gramatical do texto seria mantida se a expressão “foram registrados” (.7) fosse substituída por registrou-se.
  • D O vocábulo “deles” (.4) remete à expressão “dez acidentes” (.3).
  • E A substituição do termo “que” (.11) por o qual prejudicaria a correção gramatical do texto.
70


A pontuação empregada no texto 1A1AAA permaneceria correta se,


I no primeiro parágrafo, o segundo travessão fosse eliminado.

II na linha 1, fosse inserida vírgula logo após “2017”.

III na linha 14, fosse inserida vírgula logo após ‘1997’.

IV na linha 15, a vírgula logo após ‘persistente’ fosse eliminada.


Assinale a opção correta.

  • A Nenhum item está certo.
  • B Apenas o item III está certo.
  • C Apenas o item IV está certo.
  • D Apenas os itens I e II estão certos.
  • E Todos os itens estão certos.
71


Julgue os itens que se seguem, acerca dos aspectos linguísticos do seguinte período do texto CG1A1AAA: “Porém, o sentido do discurso, a ideologia que o alimenta, precisa impregná-lo de palavras e conceitos que anunciem os valores humanos que decantam a paz, que lhe proclamam e promovem” (ℓ. 31 a 34).


I O termo “o sentido do discurso” exerce função de sujeito da forma verbal “precisa”.

II O verbo decantar foi empregado no sentido de purificar.

III O pronome “que” possui o mesmo antecedente nas três ocorrências no trecho “precisa impregná-lo de palavras e conceitos que anunciem os valores humanos que decantam a paz, que lhe proclamam e promovem”.


Assinale a opção correta.

  • A Apenas o item I está certo.
  • B Apenas o item II está certo.
  • C Apenas os itens I e II estão certos.
  • D Apenas os itens I e III estão certos.
  • E Todos os itens estão certos.
72


A correção gramatical e o sentido original do texto 1A1BBB seriam preservados caso se substituísse

  • A “orais” (ℓ.23) por comunicativos.
  • B “equivocada” (ℓ.4) por desordenada.
  • C “precedência” (ℓ.13) por preferência.
  • D “intrínseco” (ℓ.16) por inerente.
  • E “inegável” (ℓ.21) por incerta.
73


No texto 1A1BBB,

  • A o vocábulo “constante” (ℓ.8) foi empregado para qualificar o termo “aspecto” (ℓ.6).
  • B a expressão “sobre a”, nas linhas 13 e 15, tem o sentido de a respeito da.
  • C o trecho “Quando nos referimos” (ℓ.1) tem o mesmo sentido de Caso nos refiramos.
  • D o vocábulo “logo” (ℓ.2) tem o sentido adverbial de imediatamente.
  • E o termo “lugar” (ℓ.5) foi empregado para delimitar parte de um espaço ou região.
74


Em cada uma das opções a seguir, é mostrada uma proposta de reescrita para o seguinte período do texto 1A1BBB: “Não há por que negar que a fala é mais antiga que a escrita e que esta lhe é posterior e, em certo sentido, dependente” (ℓ. 19 a 21). Assinale a opção em que a proposta apresentada mantém o sentido original e a correção gramatical do referido trecho.

  • A Não há por que negar que a fala será mais antiga que a escrita e que esta lhe seria posterior e, nesse sentido, dependente.
  • B Não há por que negar que a fala é mais antiga do que a escrita e que a fala é posterior à ela e, em certo sentido, dependente.
  • C Não há razão para negar que a fala é mais antiga que a escrita e que essa última é posterior e, em certo sentido, dependente da primeira.
  • D Não tem por que negar que a fala é mais que a escrita e que esta lhe é posterior e, em sentido certo, dependente.
  • E Não se pode negar de que a fala é mais antiga que a escrita e de que esta lhe é posterior e, em certo sentido, dependente.
75


Conforme as ideias do texto 1A1BBB,

  • A o desenvolvimento da fala e o surgimento da escrita são eventos que, sob o enfoque histórico, se deram exatamente nessa ordem.
  • B há uma ideologia compartilhada pelas sociedades contemporâneas de associar a escrita a uma manifestação superior à fala.
  • C do ponto de vista linguístico, fala e escrita são manifestações idênticas, não havendo diferenças entre elas nem superioridade de uma sobre a outra.
  • D ao longo da história e nas diversas civilizações, identificam-se momentos de maior e de menor valorização da língua escrita.
  • E em sociedades letradas, a comunicação por meio da escrita supera a comunicação por meio da fala.
76


Predomina no texto 1A1AAA a tipologia

  • A narrativa.
  • B prescritiva.
  • C argumentativa.
  • D descritiva.
  • E expositiva.
77


Seria mantida a correção gramatical do texto 1A1AAA, embora com alteração do sentido original, caso se inserisse uma vírgula logo após a palavra

  • A “grande” (ℓ.19).
  • B “como” (ℓ.21).
  • C “arquivos” (ℓ.22).
  • D “missão” (ℓ.10).
  • E “inúteis” (ℓ.17).
78


Infere-se do texto 1A1AAA que a escrita é uma

  • A tecnologia ambígua, pois é capaz de, ao mesmo tempo, preservar informações úteis e contribuir para a disseminação de textos inúteis.
  • B atividade que transforma escritos em arquivos, garantindo, assim, a integridade das informações frente às inconstâncias da história.
  • C invenção da primeira fase da modernidade, voltada a manter vivas as memórias sociais e culturais.
  • D forma de evitar o desaparecimento de informações importantes que não deveriam ser esquecidas ou perdidas.
  • E manifestação efêmera, que podia ser registrada, depois apagada e, mais tarde, recuperada pela reescrita.
79


No último parágrafo do texto 1A1BBB, a autora sugere que a responsabilidade pela existência da desigualdade social é de todos os indivíduos, entre eles incluído o leitor, o que é denotado pela

  • A alusão à “concentração dos benefícios públicos” (ℓ.25).
  • B escolha do termo “apostar” (ℓ.28) para definir sua posição quanto ao tema.
  • C utilização dos pronomes “nos” (ℓ.22) e “nossas” (ℓ.23).
  • D recusa a definir a desigualdade como “natural” (ℓ.21).
  • E referência a escolhas “institucionais” (ℓ.24).
80


Cada uma das opções seguintes apresenta uma proposta de reescrita do seguinte trecho do texto 1A1BBB: “Quando se trata de enfrentar a desigualdade, não há saída fácil ou receita de bolo” (ℓ. 26 e 27). Assinale a opção em que a reescrita, além de manter o sentido da informação originalmente apresentada, preserva a correção gramatical.

  • A Não existe solução simples nem prescrição adequada para eliminar a desigualdade.
  • B Se tratarmos de afrontar à desigualdade, não existirá instruções precisas nem solução fácil.
  • C Naquilo que tange ao combate à desigualdade, não há solução fácil, tampouco fórmula simples.
  • D No que se refere à enfrentar a desigualdade, não existe remédio simples, nem dosagem certa.
  • E O enfrentamento da desigualdade se trata de algo sem saída fácil e sem receita secreta.
Voltar para lista