Questões de Metalurgia

Limpar Busca

A martensita, fase metaestável formada em aços após têmpera, é formada por uma transformação

  • A não difusional, a partir da bainita.
  • B difusional, a partir da fase austenítica.
  • C difusional, a partir da perlita.
  • D não difusional, a partir da fase austenítica.

A corrosão eletrolítica pode gerar danos severos em instalações metálicas.

A corrosão eletrolítica é gerada

  • A pelo contato de dois metais com diferentes potencias de eletrodo.
  • B pelo contato com um metal catódico.
  • C por uma diferente concentração de oxigênio no meio.
  • D por correntes parasitas externas ao sistema.

Nos aços em geral, após o tratamento de têmpera para formação de estrutura martensítica, qual o tratamento térmico deve ser empregado e sua finalidade?

  • A Normalização; empregado para aumentar a dureza do aço.
  • B Revenimento; empregado para aumentar a ductilidade e tenacidade do aço.
  • C Revenimento; empregado para aumentar a dureza do aço.
  • D Solubilização; empregado para aumentar a ductilidade e tenacidade do aço.

O micrômetro é um instrumento de medição que possui uma escala e um tambor com dados em milímetros. A menor unidade de medição do tambor é igual a 0,01 mm, conforme a figura a seguir.

Considerando essas características, a medição mostrada na figura e a sua incerteza são iguais a:

  • A 42,975 ± 0,005 mm
  • B 42,475 ± 0,005 mm
  • C 42,975 ± 0,001 mm
  • D 42,475 ± 0,001 mm

A normalização de um aço-C hipoeutetóide é um tratamento térmico que visa a

  • A aumentar a tenacidade de um aço após o tratamento de têmpera.
  • B refinar uma microestrutura perlítica/ferrítica previamente grosseira e torná-la mais uniforme.
  • C levar a formação de uma microestrutura bainítica.
  • D transformar uma microestrutura perlítica/ferrítica previamente refinada em uma microestrutura grosseira.