Resolver o Simulado Nível Superior

0 / 30

Raciocínio Lógico

1

Considerando que P, Q e R são proposições lógicas simples, podemos dizer que a tabela-verdade da proposição composta ~((PQ) ∨ R) tem:

  • A 2 linhas.
  • B 4 linhas.
  • C 6 linhas.
  • D 8 linhas.
  • E 16 linhas.
2

Em uma urna foram colocadas fichas numeradas de 1 a 60.

Se uma ficha for retirada aleatoriamente dessa urna, qual é a probabilidade de se retirar uma ficha contendo um número par maior que 40?

  • A 1/6.
  • B 3/6.
  • C 2/4.
  • D 1/2.
3

Considere que o valor lógico da sentença A é a falsidade, o valor lógico de B é a verdade e o valor lógico de C é a falsidade. Sobre isso, assinale V, se verdadeiro, ou F, se falso.

( ) (AB) → C
( ) (AB) ↔ ~C
( ) (~AB) → C

A ordem correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

  • A V – V – V.
  • B V – V – F.
  • C V – F – V.
  • D F – V _ F.
  • E F – F – F.
4

Em uma escola de informática, foram entrevistados 200 alunos. Com a entrevista, pode-se concluir que 61 alunos estudam Matemática, 55 estudam Programação e 50 estudam Raciocínio Lógico. Ainda, 20 alunos estudam Matemática e Programação, 23 estudam Raciocínio Lógico e Programação e 21 estudam Matemática e Raciocínio Lógico. E 12 alunos estudam as três disciplinas, Matemática, Raciocínio Lógico e Programação. Com base nessas informações, é possível concluir que:

  • A 86 alunos não estudam nenhuma das três disciplinas.
  • B 60 alunos estudam apenas uma das três disciplinas.
  • C 34 alunos não estudam nenhuma das três disciplinas.
  • D 30 alunos estudam apenas duas disciplinas.
  • E 23 alunos estudam apenas matemática.
5
Uma caixa de chocolates pesa 255 gramas e contém 15 chocolates todos com o mesmo peso. Em uma compra foi adquirido 5,1 quilos destes chocolates. Com base nestas informações quantas unidades de chocolate foram compradas?
  • A 250.
  • B 275.
  • C 300.
  • D 325.
  • E 350.

Noções de Informática

6

Sobre os Sistemas Operacionais, assinale a alternativa correta:

  • A O Sistema operacional pode ser considerado um software aplicativo.
  • B São dispositivos lógico-físicos que realizam trocas entre o usuário e o computador.
  • C Windows e Linux são exemplos de sistemas operacionais de código aberto.
  • D Dentre as distribuições do Linux está a Tiger.
  • E Todos os sistemas operacionais que já existiram ou existem possuem interface gráfica.
7

Qual o nome da ferramenta de linha de comando para aferir informações sobre a rede em um sistema operacional Windows 10?

  • A ipconfig
  • B ifconfig
  • C ipinfo
  • D netinfo
  • E netconfig
8

Com base nas definições de Batista (2012), analise o texto abaixo:

 Os ________________são arquivos texto (.txt) enviados pelo servidor web para os browsers que visitam suas páginas.
 Os ________________ servem para informar aos servidores web quantas vezes uma mesma página é acessada pelo mesmo browser.

Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do trecho acima.

  • A cookies
  • B hubs
  • C plug-ins
  • D spans
  • E emoticons
9

Considerando o Microsoft Excel 2013, suponha que uma célula possua a fórmula “=B$3+A2”. Ao se expandir (arrastar a alça de preenchimento), o conteúdo desta célula para a célula imediatamente abaixo, obtém-se

  • A =B$4+A3.
  • B =C$3+B2.
  • C =B$4+B3.
  • D =B$3+A3.
10

Considerando que o Windows Explorer, no Microsoft Windows 10, esteja aberto e exibindo os arquivos presentes na pasta Downloads, assinale a alternativa CORRETA.

  • A Ao arrastar e soltar um arquivo da pasta Downloads para a área de trabalho, enquanto as teclas CTRL e SHIFT são pressionadas, será criado um link para o arquivo na área de trabalho.
  • B Ao arrastar e soltar um arquivo da pasta Downloads para a área de trabalho, enquanto a tecla ALT é pressionada, ele será copiado para a área de trabalho.
  • C Ao arrastar e soltar um arquivo da pasta Downloads para a área de trabalho, enquanto a tecla SHIFT é pressionada, será criado um link para o arquivo na área de trabalho.
  • D Ao arrastar e soltar um arquivo da pasta Downloads para a área de trabalho, enquanto a tecla CTRL é pressionada, ele será movido para a área de trabalho.

Português

11

O vocábulo "concluída" está corretamente acentuado por pertencer à regra especial dos hiatos. Assinale a alternativa cujas palavras deveriam ser todas acentuadas e pela mesma regra dos hiatos tônicos:

  • A ruim - cafeina - ruido - saida
  • B proibição - destruição - reunião - sanduiche
  • C poetico - boemio - bau - paraiso
  • D juiz - raiz - juizes - raizes
  • E egoismo - ciume - faisca - ruina
12
Nas primeiras décadas da Colônia Blumenau, as construções tinham características comuns as encontradas em determinadas regiões da atual Alemanha. A tipologia feita com estrutura de madeira encaixada com fechamento de tijolos aparentes não significa que não existia mais capital para "rebocar" a edificação. Os tijolos são os mesmos usados nas construções ou arquitetura Backstein Expressionimus, que, traduzindo do alemão, significa "Arquitetura Expressionista", feita com tijolos, ou expressionismo em ladrilho - arquitetura características do Norte da Alemanha, de onde é oriunda essa forma de construir. Os novos ricos da região do Vale do Itajaí, do início do século XX, e que já adotavam o novo estilo internacional Art Deco e o eclético, rebocavam suas casas urbanas (em enxaimel) e alguns no interior da colônia, criando a falsa afirmativa de que essas edificações eram tipicamente rurais e não urbanas. A Colônia Blumenau teve, em todo o seu território, a presença de edificações construídas com a técnica enxaimel trazida pelos primeiros imigrantes no final do século XIX e início do século XX.


(Fonte: Secretaria Municipal de Cultura e Relações Institucionais de Blumenau / Arquivo Histórico José Ferreira da Silva / Acervo iconográfico - Fundo Memória da Cidade - Blumenau - Arquitetura - cla: 5.7.49b / Wittmann, Angelina, Revista História Catarina, p.22-4). Disponível em: 0 ttps://www.blumenau.sc.gov.br/secretarias/fundacao-cultural/fcblu/memaoria-digital-enxaimel10. Acesso em 06/dez/2021.[adaptado]

Analise a classe gramatical das palavras retiradas do texto:

I-suas - alguns - essas - onde
II-com - de - em - as
III-não - já - tipicamente - afirmativa
IV-e - que - ou - os
V-novo - comuns - atual - aparentes

Pertencem à mesma classe gramatical:

  • A I e V, apenas.
  • B III, IV e V, apenas.
  • C I, II, III, IV e V.
  • D I, II e V, apenas.
  • E II, III e IV, apenas.
13
O texto seguinte servirá de base para responder à questão.


TENDÊNCIAS TECNOLÓGICAS 2022 - texto auxiliar para a questão.


Poder antecipar o futuro é um dos sonhos da humanidade há muito tempo. Hoje, com a capacidade computacional para realizar pesquisas, não é preciso navegar no escuro: o mercado pode ser mais previsível do que aparenta. O relatório com as tendências para 2022 é uma luz, um horizonte para estar à frente na competição.

As doze tendências em tecnologia estão separadas em três grandes esferas: integração tecnológica, pois é preciso construir uma base de TI bem fundamentada; cocriação, já que é preciso trabalhar em conjunto, time de negócios e TI, para construir a inovação; expansão corporativa, em que depois de fundamentar a estrutura e a equipe, é hora de agregar valor.


(Disponível em: https://conteudo.oraex.com.br/12-tendencias-2022? gclid=Cj0KCQiAip-PBhDVARIsAPP2xc3MmTz07q-xR4y5-1DQbWhIkr DGSVzvl3fgIz-Eof8H-Sqx8LlK164aAjPBEALw_wcB. Adaptado.)

"O relatório com as tendências para 2022 é uma luz."

Assinale a opção CORRETA:

  • A A palavra "luz" é predicativo do sujeito.
  • B A expressão "para 2022" é adjunto adnominal.
  • C O predicado é verbal.
  • D A expressão "O relatório" é o núcleo do sujeito.
14
Instrução: A questão a seguir refere-se ao texto abaixo. Os destaques ao longo do texto estão citados na questão. 

(Disponível em: https://noticias.uol.com.br/reportagens-especiais/po-de-estrela---jeferson-tenorio.htm – texto adaptado especialmente para esta prova).

Considerando o emprego do acento indicativo de crase, assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas das linhas 22, 23 e 36.

  • A Às – a – a
  • B Às – à – a
  • C Às – a – à
  • D As – à – à
  • E As – à – a
15
No mundo de hoje, as telecomunicações representam muito mais do que um serviço básico; são um meio de promover o desenvolvimento, melhorar a sociedade e salvar vidas. Isso será ainda mais verdade no mundo de amanhã.
A importância das telecomunicações ficou evidente nos dias que se seguiram ao terremoto que devastou o Haiti, em janeiro de 2010. As tecnologias da comunicação foram utilizadas para coordenar a ajuda, otimizar os recursos e fornecer informações sobre as vítimas, das quais se precisava desesperadamente. A União Internacional das Telecomunicações (UIT) e os seus parceiros comerciais forneceram inúmeros terminais satélites e colaboraram no fornecimento de sistemas de comunicação sem fio, facilitando as operações de socorro e limpeza.
Saúdo essas iniciativas e, de um modo geral, o trabalho da UIT e de outras entidades que promoveram o acesso à banda larga em zonas rurais e remotas de todo o mundo.
Um maior acesso pode significar mais progressos no domínio da realização dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. A Internet impulsiona a atividade econômica, o comércio e até a educação. A telemedicina está melhorando os cuidados com a saúde, os satélites de observação terrestre são usados para combater as alterações climáticas e as tecnologias ecológicas contribuem para a existência de cidades mais limpas.
Ao passo que essas inovações se tornam mais importantes, a necessidade de atenuar o fosso tecnológico é mais urgente.

Ban Ki-moon (secretário-geral das Nações Unidas).
Pronunciamento acerca do Dia Mundial das Telecomunicações e da Sociedade de Informação.
17 de maio de 2010. Internet: <unicrio.org.br> (com adaptações).
Com relação às ideias, aos sentidos e aos aspectos linguísticos do texto anterior, julgue o item a seguir.


Em “nos dias que se seguiram ao terremoto que devastou o Haiti” (segundo parágrafo), a colocação do pronome “se” antes da forma verbal justifica-se para reforçar a indeterminação do sujeito oracional.
16

Leia o texto de Luís Fernando Veríssimo.

Foi numa festa de família, dessas de fim de ano. Já que o bisavô estava morre não morre, decidiram tirar uma fotografia de toda a família reunida, talvez pela última vez.

A bisa e o bisa sentados, filhos, filhas, noras, genros e netos em volta, bisnetos na frente, esparramados pelo chão. Castelo, o dono da câmara, comandou a pose, depois tirou o olho do visor e ofereceu a câmara a quem ia tirar a fotografia. Mas quem ia tirar a fotografia? – Tira você mesmo, ué. – Ah, é? E eu não saio na foto?

O Castelo era o genro mais velho. O primeiro genro. O que sustentava os velhos. Tinha que estar na fotografia. – Tiro eu - disse o marido da Bitinha. – Você fica aqui - comandou a Bitinha. Havia uma certa resistência ao marido da Bitinha na família. A Bitinha, orgulhosa, insistia para que o marido reagisse. “Não deixa eles te humilharem, Mário Cesar”, dizia sempre. O Mário Cesar ficou firme onde estava, do lado da mulher.

A própria Bitinha fez a sugestão maldosa: – Acho que quem deve tirar é o Dudu… O Dudu era o filho mais novo de Andradina, uma das noras, casada com o Luiz Olavo. Havia a suspeita, nunca claramente anunciada, de que não fosse filho do Luiz Olavo. O Dudu se prontificou a tirar a fotografia, mas a Andradina segurou o filho. – Só faltava essa, o Dudu não sai.

E agora? – Pô, Castelo. Você disse que essa câmara só faltava falar. E não tem nem timer!

O Castelo impávido. Tinham ciúmes dele. Porque ele tinha um Santana do ano. Porque comprara a câmara num duty free da Europa. Aliás, o apelido dele entre os outros era “Dutifri”, mas ele não sabia.

– Revezamento - sugeriu alguém. – Cada genro bate uma foto em que ele não aparece, e… A ideia foi sepultada em protestos. Tinha que ser toda a família reunida em volta da bisa. Foi quando o próprio bisa se ergueu, caminhou decididamente até o Castelo e arrancou a câmara da sua mão. – Dá aqui. – Mas seu Domício… – Vai pra lá e fica quieto. – Papai, o senhor tem que sair na foto. Senão não tem sentido! – Eu fico implícito - disse o velho, já com o olho no visor. E antes que houvesse mais protestos, acionou a câmara, tirou a foto e foi dormir

Considerando as frases retiradas do texto:

1. “Não deixa eles te humilharem, Mário Cesar”, dizia sempre.

2. O Mário Cesar ficou firme onde estava, do lado da mulher.

Assinale a alternativa correta.

  • A Em 1, as duas vírgulas usadas são optativas.
  • B Em 1, o substantivo próprio é vocativo e em 2 é sujeito.
  • C As duas frases são períodos simples.
  • D A palavra “firme” em 2 é objeto direto de “ficar”.
  • E Nas duas vezes em que aparece o nome Mário César, ele desempenha a mesma função sintática: sujeito simples.
17

Leia o texto de Luís Fernando Veríssimo.

Foi numa festa de família, dessas de fim de ano. Já que o bisavô estava morre não morre, decidiram tirar uma fotografia de toda a família reunida, talvez pela última vez.

A bisa e o bisa sentados, filhos, filhas, noras, genros e netos em volta, bisnetos na frente, esparramados pelo chão. Castelo, o dono da câmara, comandou a pose, depois tirou o olho do visor e ofereceu a câmara a quem ia tirar a fotografia. Mas quem ia tirar a fotografia? – Tira você mesmo, ué. – Ah, é? E eu não saio na foto?

O Castelo era o genro mais velho. O primeiro genro. O que sustentava os velhos. Tinha que estar na fotografia. – Tiro eu - disse o marido da Bitinha. – Você fica aqui - comandou a Bitinha. Havia uma certa resistência ao marido da Bitinha na família. A Bitinha, orgulhosa, insistia para que o marido reagisse. “Não deixa eles te humilharem, Mário Cesar”, dizia sempre. O Mário Cesar ficou firme onde estava, do lado da mulher.

A própria Bitinha fez a sugestão maldosa: – Acho que quem deve tirar é o Dudu… O Dudu era o filho mais novo de Andradina, uma das noras, casada com o Luiz Olavo. Havia a suspeita, nunca claramente anunciada, de que não fosse filho do Luiz Olavo. O Dudu se prontificou a tirar a fotografia, mas a Andradina segurou o filho. – Só faltava essa, o Dudu não sai.

E agora? – Pô, Castelo. Você disse que essa câmara só faltava falar. E não tem nem timer!

O Castelo impávido. Tinham ciúmes dele. Porque ele tinha um Santana do ano. Porque comprara a câmara num duty free da Europa. Aliás, o apelido dele entre os outros era “Dutifri”, mas ele não sabia.

– Revezamento - sugeriu alguém. – Cada genro bate uma foto em que ele não aparece, e… A ideia foi sepultada em protestos. Tinha que ser toda a família reunida em volta da bisa. Foi quando o próprio bisa se ergueu, caminhou decididamente até o Castelo e arrancou a câmara da sua mão. – Dá aqui. – Mas seu Domício… – Vai pra lá e fica quieto. – Papai, o senhor tem que sair na foto. Senão não tem sentido! – Eu fico implícito - disse o velho, já com o olho no visor. E antes que houvesse mais protestos, acionou a câmara, tirou a foto e foi dormir

Analise as frases abaixo:

1. Minha namorada cheira à flor!

    Cheira a flor, minha namorada.

2. Não quero você aqui! Não, quero você aqui!

3. Todos nós, tiramos fotos em família! Todos nós, de vez em quando, tiramos fotos em família!

4. Fiz alusão àquela família, registrada naquela foto. Olhei àquela família, registrada naquela foto.

5. Chegarei às 14 horas em ponto, espere-me!

    Chegarei até as 14 horas em ponto, não me espere antes!

Assinale a alternativa correta.

  • A Em 1, uma das frases tem o uso indevido da crase. Também a ordem de um termo sintático está invertida na segunda delas.
  • B Na segunda frase posta em 2, o uso da vírgula é optativo e ambas as frases têm o mesmo sentido.
  • C As frases postas em 3 apresentam correto uso da vírgula, embora a vírgula colocada na primeira delas seja optativa.
  • D As frases postas em 4 estão corretas, há apenas uma troca de verbos que não prejudica o seu entendimento.
  • E As frases postas em 5 estão corretas quanto ao uso da crase e da colocação pronominal.
18

Leia o texto de Luís Fernando Veríssimo.


Foi numa festa de família, dessas de fim de ano. Já que o bisavô estava morre não morre, decidiram tirar uma fotografia de toda a família reunida, talvez pela última vez.

A bisa e o bisa sentados, filhos, filhas, noras, genros e netos em volta, bisnetos na frente, esparramados pelo chão. Castelo, o dono da câmara, comandou a pose, depois tirou o olho do visor e ofereceu a câmara a quem ia tirar a fotografia. Mas quem ia tirar a fotografia? – Tira você mesmo, ué. – Ah, é? E eu não saio na foto?

O Castelo era o genro mais velho. O primeiro genro. O que sustentava os velhos. Tinha que estar na fotografia. – Tiro eu - disse o marido da Bitinha. – Você fica aqui - comandou a Bitinha. Havia uma certa resistência ao marido da Bitinha na família. A Bitinha, orgulhosa, insistia para que o marido reagisse. “Não deixa eles te humilharem, Mário Cesar”, dizia sempre. O Mário Cesar ficou firme onde estava, do lado da mulher.

A própria Bitinha fez a sugestão maldosa: – Acho que quem deve tirar é o Dudu… O Dudu era o filho mais novo de Andradina, uma das noras, casada com o Luiz Olavo. Havia a suspeita, nunca claramente anunciada, de que não fosse filho do Luiz Olavo. O Dudu se prontificou a tirar a fotografia, mas a Andradina segurou o filho. – Só faltava essa, o Dudu não sai.

E agora? – Pô, Castelo. Você disse que essa câmara só faltava falar. E não tem nem timer!

O Castelo impávido. Tinham ciúmes dele. Porque ele tinha um Santana do ano. Porque comprara a câmara num duty free da Europa. Aliás, o apelido dele entre os outros era “Dutifri”, mas ele não sabia.

– Revezamento - sugeriu alguém. – Cada genro bate uma foto em que ele não aparece, e… A ideia foi sepultada em protestos. Tinha que ser toda a família reunida em volta da bisa. Foi quando o próprio bisa se ergueu, caminhou decididamente até o Castelo e arrancou a câmara da sua mão. – Dá aqui. – Mas seu Domício… – Vai pra lá e fica quieto. – Papai, o senhor tem que sair na foto. Senão não tem sentido! – Eu fico implícito - disse o velho, já com o olho no visor. E antes que houvesse mais protestos, acionou a câmara, tirou a foto e foi dormir.

Assinale a alternativa correta.

  • A A última frase do texto é um período composto por três orações.
  • B Na frase: “Caminhou decididamente até o Castelo”, temos um verbo transitivo direto, quanto à sua predicação.
  • C Na frase: “A própria Bitinha fez a sugestão maldosa”, a palavra “maldosa” é um substantivo comum e se refere à palavra “sugestão” e também a “Bitinha”
  • D A frase “Tiro eu, a foto” e “Tiras tu, a foto”, são idênticas quanto à estrutura e há nelas uma inversão do termo essencial: o sujeito, representado por um pronome pessoal do caso reto.
  • E Na frase: “E antes que houvesse mais protestos.”, o verbo “haver” pode ser trocado por “existir” sem prejuízo de sentido e de acordo com a norma-padrão, assim: “E antes que existisse mais protestos.”
19
Instrução: A questão refere-se ao texto abaixo. Os destaques ao longo do texto estão citados na questão. 


*COP26 – A Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima de 2021 foi a 26ª conferência das partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, realizada entre 1 e 12 de novembro de 2021 na cidade de Glasgow, na Escócia.

(Disponível em: https://climainfo.org.br/2021/11/16/racismo-ambiental-a-brasileira/ – texto adaptado especialmente para esta prova).

Analise as assertivas abaixo, que relacionam palavras do texto a um fenômeno fonético, assinalando V, se verdadeiras, ou F, se falsas.

( ) Em brasileiro e destacou há ditongo decrescente.
( ) Em bairros e qualquer aparecem ditongo e dígrafo.
( ) Em país e imobiliária há hiato.
( ) Em iguais e sociais há tritongo.

A ordem correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

  • A V – V – V – V.
  • B V – V – V – F.
  • C F – V – V – F.
  • D V – F – F – V.
  • E F – F – F – V.
20
Instrução: A questão refere-se ao texto abaixo. Os destaques ao longo do texto estão citados na questão. 



(Disponível em: https://grupoelfa.com.br/impactos-pandemia-gestao-saude/#gestao-saude-publica – texto adaptado especialmente para esta prova).

Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, as lacunas tracejadas das linhas 15, 19 e 34.

  • A à – a – a
  • B a – à – à
  • C à – à – à
  • D à – a – à
  • E a – à – a

Saúde Pública

21

Desde 1988, o Brasil tem estabelecido um sistema de saúde dinâmico e complexo (o Sistema Único de Saúde - SUS), baseado nos princípios da saúde como um direito do cidadão e um dever do Estado. (Paim et al., 2011)
Com base na Lei nº 8080/90, sobre o Sistema Único de Saúde (SUS), é CORRETO afirmar que:

  • A Os cargos e funções de chefia, direção e assessoramento, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), poderão ser exercidas em regime de tempo parcial.
  • B A assistência à saúde é livre à iniciativa privada. A participação suplementar dos serviços privados será formalizada mediante lei, observadas, a respeito, as normas de direito privado.
  • C O Ministério da Saúde estabelecerá as diretrizes a serem observadas na elaboração dos planos de saúde, em função das características epidemiológicas e da organização dos serviços em cada jurisdição administrativa.
  • D Os serviços de saúde do Sistema Único de Saúde - SUS, da rede própria ou conveniada, ficam obrigados a permitir a presença, junto à parturiente, de 1 (um) acompanhante durante todo o período de trabalho de parto, parto e pós-parto imediato.
22

Marque abaixo a única ação que não compete a direção MUNICIPAL do Sistema Único de Saúde.

  • A Coordenar e, em caráter complementar, executar ações e serviços de vigilância sanitária.
  • B Acompanhar, controlar e avaliar as redes hierarquizadas do SUS.
  • C Definir e coordenar os sistemas de rede de laboratórios de saúde pública.
  • D Coordenar e, em caráter complementar, executar ações e serviços de alimentação e nutrição.
23

Marque abaixo a alternativa que menciona uma correta competência da direção NACIONAL do Sistema Único de Saúde.

  • A Participar das ações de controle e avaliação das condições e dos ambientes de trabalho.
  • B Promover a descentralização para os municípios dos serviços e das ações de saúde.
  • C Controlar e fiscalizar os procedimentos dos serviços privados de saúde.
  • D Coordenar e participar na execução das ações de vigilância epidemiológica.
24

No capítulo II da Lei Orgânica do Sistema Único de Saúde número 8.080 há providências relacionadas aos princípios e diretrizes desse sistema.
Usando de seus conhecimentos sobre a lei citada, indique abaixo qual dos princípios está diretamente relacionado ao "acesso aos serviços de saúde".

  • A Integralidade.
  • B Igualdade.
  • C Universalidade.
  • D Equidade.
25

Analise as assertivas abaixo e depois marque a alternativa que menciona corretamente todas que fazem parte do campo de atuação do Sistema Único de Saúde.
I.Formulação e execução da política de sangue e seus derivados.
II.O incremento, em sua área de atuação, do desenvolvimento científico e tecnológico.
III.A fiscalização e a inspeção de alimentos, água e insumos para consumo animal.
IV.A colaboração na proteção do meio ambiente, nele compreendido o do trabalho. V.A ordenação da formação de recursos humanos na área acadêmico-científica.
É CORRETO o que afirma em:

  • A II, III e IV.
  • B I, II, III e IV.
  • C II, III, IV e V.
  • D I, II, IV e V.
26

A lei número 8.080 de setembro de 1990 começa dizendo que a saúde é um direito FUNDAMENTAL do ser humano, devendo o Estado prover as condições indispensáveis para seu exercício. O sistema único de saúde (SUS) é o órgão pelo qual tal providência é realizada, gratuitamente, no Brasil.
Estão incluídas ainda no campo de atuação do SUS a execução de ações, EXCETO:

  • A De saúde do trabalhador.
  • B De vigilância sanitária.
  • C De vigilância epidemiológica.
  • D De comércio farmacêutico.
27

Em relação à Lei nº 8142/90, julgue as alternativas abaixo:

I-Os usuários não devem fazer parte da composição do Conselho de Saúde.
II-Os recursos do Fundo Nacional de Saúde (FNS) nunca devem ser alocados como investimentos previstos no Plano Quinquenal do Ministério da Saúde.
III-Para receber os recursos do Fundo Nacional de Saúde (FNS), os Municípios, os Estados e o Distrito Federal deverão contar com o Fundo de Saúde e Conselho de Saúde.

Qual (is) afirmativa (s) está (ão) CORRETA (S)?

  • A I, apenas.
  • B II e III, apenas.
  • C I, II e III.
  • D II, apenas.
  • E III, apenas.
28

Sobre as competências da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, em relação ao Sistema Único de Saúde (SUS), marque a alternativa CORRETA:

  • A Compete unicamente à direção nacional do SUS promover a descentralização para os Municípios dos serviços e das ações de saúde.
  • B Compete exclusivamente à união o acompanhamento, avaliação e divulgação do nível de saúde da população e das condições ambientais.
  • C Compete à direção estadual do SUS definir e coordenar os sistemas de vigilância epidemiológica e vigilância sanitária.
  • D Compete à direção SUS planejar, organizar, controlar e avaliar as ações e os serviços de saúde e gerir e executar os serviços públicos de saúde.
  • E Compete à direção municipal do SUS formular, avaliar e apoiar políticas de alimentação e nutrição.
29

Todas as alternativas estão de acordo com os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS) descritos na Lei nº 8080/90, EXCETO:

  • A Universalidade de acesso aos serviços de saúde somente no nível primário de assistência.
  • B Capacidade de resolução dos serviços em todos os níveis de assistência.
  • C Direito à informação, às pessoas assistidas, sobre sua saúde.
  • D Integração em nível executivo das ações de saúde, meio ambiente e saneamento básico.
  • E Organização dos serviços públicos de modo a evitar duplicidade de meios para fins idênticos.
30

Sobre a organização, direção e gestão do Sistema Único de Saúde (SUS), marque a alternativa CORRETA:

  • A As comissões intersetoriais têm a finalidade de articular políticas e programas de interesse para a saúde.
  • B A direção do SUS é única, sendo exercida, unicamente, pelo Ministério da Saúde.
  • C No nível municipal, o SUS não pode organizar-se em distritos para que os recursos não sejam articulados.
  • D Os municípios não podem constituir consórcios para desenvolver em conjunto as ações e os serviços de saúde que lhes correspondam.
  • E As comissões intersetoriais, de âmbito nacional, não são subordinadas ao Conselho Nacional de Saúde.