Resolver o Simulado CESPE - Nível Superior

0 / 35

Administração Financeira e Orçamentária

1

Para os efeitos da Lei de Responsabilidade Fiscal, considera-se renúncia tributária a concessão de

  • A subsídio, parcelamento e ampliação da base de cálculo.
  • B parcelamento, alteração indiscriminada de alíquota e subsídio.
  • C isenção em caráter geral, alteração indiscriminada de alíquota e parcelamento.
  • D remissão, subsídio e outros benefícios que correspondam a tratamento diferenciado.
  • E remissão, isenção em caráter geral e outros subsídios que correspondam a tratamento diferenciado.
2

A área de atuação governamental na qual determinada despesa será realizada é identificada pela classificação

  • A funcional.
  • B institucional.
  • C por natureza.
  • D por programa.
  • E por modalidade.
3
A respeito de dívida flutuante e dívida fundada, assinale a opção correta, de acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal.
  • A Caso ultrapassados os limites da dívida flutuante no primeiro quadrimestre do último ano do mandato, será proibida a contratação de operação de crédito por antecipação de receita.
  • B É vedado ao gestor público contrair, nos últimos dois quadrimestres do mandato, obrigação de despesa que contribua para o aumento da dívida pública.
  • C Caso os limites de despesa de pessoal estabelecidos não sejam atingidos, estará proibida a realização de operação de crédito,ressalvado o refinanciamento do principal da dívida mobiliária.
  • D O ente que deseje realizar uma transferência voluntária deverá comprovar que cumpre os limites constitucionais da dívida e os relativos à educação e à saúde.
  • E O orçamento anual deve conter o anexo de riscos fiscais,que, por sua vez, trata, dentre outros, dos riscos fiscais de dívida fundada e flutuante.
4

Relativamente à receita pública e seus conceitos, estágios e fontes, julgue os itens seguintes.

I O direito sobre o crédito tributário é registrado e reconhecido, administrativamente, no momento da inscrição em dívida ativa, gerando-se as condições para a aplicação do regime de competência contábil.

II A previsão de receitas é o estágio que precede a fixação das despesas que irão compor as leis do orçamento, o que permite estimar as necessidades de financiamento do governo.

III A renda obtida pelo aluguel de imóveis públicos a terceiros é exemplo de receita de capital. Assinale a opção correta.

  • A Apenas o item I está certo.
  • B Apenas o item II está certo.
  • C Apenas os itens I e III estão certos.
  • D Apenas os itens II e III estão certos.
  • E Todos os itens estão certos.
5
A legislação e os normativos vigentes autorizam as entidades públicas a utilizar a dotação específica destinada a despesas de exercícios anteriores para pagar
  • A uma compra de material de expediente que, em razão de sua urgência, não pôde subordinar-se ao processo normal da execução orçamentária.
  • B uma despesa relativa à aquisição de computadores recebidos no ano X1, com o devido atesto da nota fiscal, mas que só foi paga no ano X2.
  • C uma compra de medicamentos empenhada no ano X1, mas cuja entrega e consequente pagamento só foram feitos no ano X2.
  • D uma despesa com aluguel que prescreveu no ano X1,mas cuja prescrição foi interrompida no ano X2, em razão da permanência do direito do credor.
  • E um contrato de serviços terceirizados licitado, porém não empenhado em razão da ausência de assinatura do contrato.
6

Conforme a nova contabilidade aplicada ao setor público brasileiro e a Lei n.º 4.320/1964, os regimes contábeis de competência e caixa da receita pública configuram-se, respectivamente, nos estágios de

  • A previsão e arrecadação.
  • B previsão e recolhimento.
  • C lançamento e arrecadação.
  • D lançamento e recolhimento.
  • E arrecadação e recolhimento.
7
O suprimento de fundos poderá ser concedido
  • A a servidor que já seja responsável por dois suprimentos,desde que não esteja respondendo a processo administrativo.
  • B mesmo que não seja precedido de empenho na dotação própria,desde que as despesas não possam subordinar-se ao processo normal de aplicação.
  • C a servidor declarado em alcance, desde que exerça cargo de confiança.
  • D a servidor que tenha a seu cargo guarda ou utilização do material a adquirir, desde que não haja na repartição outro servidor.
  • E mesmo que o valor da despesa ultrapasse o limite estabelecido em ato normativo próprio, desde que seja feito em caráter de urgência.
8

Em sentido estrito, a denominação receita pública inclui

  • A todo ingresso de recurso desprovido de caráter compensatório.
  • B qualquer operação de adiantamento de receita orçamentária (ARO).
  • C apenas os ingressos previstos na lei orçamentária anual.
  • D as emissões de papel-moeda.
  • E os depósitos em caução.
9
Para compatibilizar o fluxo dos pagamentos com o fluxo dos recebimentos na etapa do planejamento da despesa orçamentária em caso de frustração da receita estimada no orçamento,será necessário
  • A abrir novas fontes de financiamento de receita por meio de créditos adicionais, para acomodar os compromissos já empenhados.
  • B cancelar as despesas já empenhadas e liquidadas para que não haja necessidade de buscar socorro no mercado financeiro.
  • C solicitar dotação por meio da descentralização de créditos orçamentários, atingindo-se, assim, os resultados previstos na lei de diretrizes orçamentárias.
  • D manter a despesas empenhadas na condição de despesas em liquidação, até que a arrecadação da receita seja restabelecida.
  • E estabelecer limitação de empenho e movimentação financeira.
10

Assinale a opção que indica o momento do processo orçamentário em que é feita a avaliação do cumprimento do programa de trabalho, expresso em termos monetários e em termos de realizações de obras e prestação de serviços.

  • A descentralização
  • B planejamento
  • C fiscalização
  • D execução
  • E controle
11

Os programas de governo descrevem os instrumentos de organização da ação governamental e estão divididos em projetos, atividades e operações especiais. A respeito disso, julgue os itens a seguir.

I Um projeto é representado por um conjunto de operações no tempo das quais resulta um produto que permite a expansão ou o aperfeiçoamento de uma ação de governo. Exemplo disso é a construção de um posto de saúde para atendimento à saúde primária.

II As operações especiais são despesas relacionadas à contraprestação direta sob a forma de bens ou serviços. Exemplo disso é a compra de materiais e medicamentos para uma nova unidade de saúde.

III Uma atividade corresponde a uma operação que, realizada de modo contínuo e permanente, é indispensável para a manutenção da ação de governo. Exemplo disso é a contratação de profissionais da saúde para integrar o corpo de servidores de uma nova unidade de saúde.

Assinale a opção correta.

  • A Apenas o item I está certo.
  • B Apenas o item II está certo.
  • C Apenas os itens I e III estão certos.
  • D Apenas os itens II e III estão certos.
  • E Todos os itens estão certos.
12

A descentralização de créditos orçamentários ocorre quando efetuada movimentação de parte do orçamento para que outras unidades administrativas possam executar as despesas orçamentárias. Nesse procedimento, obrigatoriamente se preserva

  • A A a unidade gestora.
  • B o órgão executante.
  • C a entidade responsável.
  • D a estrutura programática.
  • E o ente federativo original.
13

O papel do Estado e sua atuação nas finanças públicas são explicados pelas funções econômicas por ele desempenhadas. Assinale a opção que apresenta a correta definição para cada uma das funções econômicas indicadas.

  • A Alocativa: promove ajustamentos na alocação de recursos; distributiva: realiza ajustamentos na distribuição de renda; estabilizadora: mantém a estabilidade econômica.
  • B Alocativa: promove a alocação de recursos na distribuição de renda; distributiva: realiza o equilíbrio no balanço de pagamentos; estabilizadora: mantém a estabilidade no nível de preços.
  • C Alocativa: promove ajustamentos na alocação de recursos; produtiva: fomenta a geração de empregos; estabilizadora: mantém a estabilidade econômica.
  • D Distributiva: realiza ajustamentos na distribuição de renda; produtiva: fomenta a geração de empregos nos diversos segmentos de governo; estabilizadora: mantém a estabilidade econômica.
  • E Distributiva: realiza o equilíbrio no balanço de pagamentos; produtiva: fomenta a produção de bens de serviços nos diversos segmentos de governo; estabilizadora: mantém a estabilidade do nível de preços.
14

São receitas exclusivamente correntes pertencentes à lei orçamentária anual (LOA)

  • A a tributária, a patrimonial, a de serviços e as operações de crédito.
  • B a tributária, a de contribuições, a patrimonial e a amortização de empréstimos.
  • C a tributária, a de contribuições, a de serviços e a alienação de bens.
  • D a tributária, a de contribuições, as operações de crédito e a agropecuária.
  • E a tributária, a patrimonial, a de serviços e a industrial.
15

Com base na Lei Complementar n.º 101/2000, julgue os itens subsequentes.

I É função da lei de diretrizes orçamentárias (LDO) estabelecer normas relativas ao sistema de custos do setor público.

II Torna-se impedido de receber transferências voluntárias o ente público que não realizar a previsão ou a efetiva arrecadação de todos os tributos de sua competência.

III Despesa obrigatória de caráter continuado consiste de despesa corrente fruto de dispositivo legal hábil que estabeleceu a obrigação legal de sua execução por um período superior a dois exercícios.

Assinale a opção correta

  • A Apenas o item I está certo.
  • B Apenas o item II está certo.
  • C Apenas os itens I e III estão certos.
  • D Apenas os itens II e III estão certos.
  • E Todos os itens estão certos.
16

A classificação orçamentária que permite a comparação de dotações recebidas pelos órgãos que integram o orçamento público é a classificação

  • A por categoria econômica.
  • B por identificador de uso.
  • C programática.
  • D institucional.
  • E funcional.
17

Com relação ao sistema de planejamento e de orçamento, julgue os itens a seguir.

I O plano plurianual de um ente público estadual deve prever
a aquisição de veículos, em razão de isso ser classificado como despesa de capital.
II Viola o princípio da exclusividade o ente público municipal
que autorizar, em seu orçamento anual, a contratação de empréstimos no exterior.
III Conforme disposição legal vigente, um dos três orçamentos
que compõe a lei de diretrizes orçamentárias é o orçamento da seguridade social.
IV O orçamento anual pode prever autorização de execução acima do que tiver sido fixado originariamente.

Estão certos apenas os itens
  • A I e III.
  • B I e IV.
  • C II e IV.
  • D I, II e III.
  • E II, III e IV.
18

No que tange ao orçamento-programa, assinale a opção correta.

  • A A alocação de recursos visa exclusivamente à aquisição de insumos para a execução orçamentária dos programas.
  • B O principal critério para classificação orçamentária é o que indica a entidade responsável pela execução do programa.
  • C É necessária a criação de alternativas para se determinar uma escala de prioridades a serem executadas.
  • D O orçamento-programa apresenta vinculação com o planejamento governamental na execução de programas, projetos e atividades do Estado.
  • E Metas e resultados a serem alcançados devem ser estabelecidos necessariamente com base no menor custo das ações e aquisições demandadas pelos programas.
19
A técnica-orçamentária que utiliza o orçamento com função precípua de controle político é chamada de
  • A orçamento clássico.
  • B orçamento por desempenho.
  • C orçamento por resultados.
  • D orçamento burocrático.
  • E orçamento-programa.
20

A Lei Complementar n.º 101/2000 tem por objetivo estabelecer normas de

  • A contabilidade pública.
  • B direito financeiro.
  • C finanças públicas.
  • D direito público.
  • E gestão pública.

Economia

21

Tabela 5A3-I

        Uma economia apresentou os seguintes dados em determinado ano, mostrados na tabela a seguir, em unidades monetárias (u.m.).


De acordo com a tabela 5A3-I, o produto interno bruto a preços de mercado da economia é, em u.m., igual a

  • A 820.
  • B 830.
  • C 840.
  • D 850.
  • E 860.
22

Tabela 5A3-I

        Uma economia apresentou os seguintes dados em determinado ano, mostrados na tabela a seguir, em unidades monetárias (u.m.).


Com base na tabela 5A3-I, se essa economia apresentar uma poupança interna de 100 u.m., o saldo do balanço de pagamentos em conta-corrente será, em u.m., de

  • A 30.
  • B 50.
  • C 70.
  • D 90.
  • E 100.
23

De acordo com as estatísticas fiscais divulgadas pelo Banco Central do Brasil em junho de 2019, os resultados primários acumulados, nos últimos 12 meses, foram os seguintes:

• déficit do governo central de R$ 110 bilhões;

• superávit dos governos regionais de R$ 20 bilhões;

• superávit das empresas estatais de R$ 3 bilhões.

Considerando-se que, no mesmo período, os juros nominais do setor público consolidado, apropriados sobre a dívida líquida, atingiram R$ 357 bilhões, é correto afirmar que a necessidade de financiamento do setor público, para o período, foi igual a

  • A R$ 444 bilhões.
  • B R$ 447 bilhões.
  • C R$ 467 bilhões
  • D R$ 487 bilhões.
  • E R$ 490 bilhões.
24

Texto 5A3-II

Um país, em determinado ano, realizou as seguintes transações com o exterior, expressas em u.m.:

       • recebimento de 200 milhões em investimento direto;

    • importação de 60 milhões em bens, pagando 30 milhões à vista e recebendo do         exterior financiamento do restante;

        • doação em bens ao exterior no valor de 20 milhões;

     • exportação de 100 milhões em bens, recebendo 40 milhões de pagamento à vista e         concedendo ao exterior financiamento do restante;

      • reinvestimento de 20 milhões de lucro obtido por subsidiária de empresa estrangeira instalada no país.

Conforme o texto 5A3-II, o saldo do balanço de pagamentos em transações correntes, em u.m., do referido país foi de

  • A 10 milhões.
  • B 40 milhões.
  • C 60 milhões.
  • D 80 milhões.
  • E 110 milhões.
25

Considerando-se um consumidor que possua uma função utilidade do tipo Cobb-Douglas, em que somente os bens x e y sejam consumidos, se o governo aumentar em 20% o imposto exclusivamente sobre o bem x, então, o consumidor maximizador

  • A reduzirá o consumo dos dois bens.
  • B será estimulado a aumentar o consumo do bem y via efeito substituição.
  • C será estimulado a aumentar o consumo do bem y via efeito renda.
  • D não alterará o consumo do bem y.
  • E terá aumento em sua função utilidade.
26

Texto 5A3-II

Um país, em determinado ano, realizou as seguintes transações com o exterior, expressas em u.m.:

       • recebimento de 200 milhões em investimento direto;

    • importação de 60 milhões em bens, pagando 30 milhões à vista e recebendo do         exterior financiamento do restante;

        • doação em bens ao exterior no valor de 20 milhões;

     • exportação de 100 milhões em bens, recebendo 40 milhões de pagamento à vista e         concedendo ao exterior financiamento do restante;

      • reinvestimento de 20 milhões de lucro obtido por subsidiária de empresa estrangeira instalada no país.

De acordo com texto 5A3-II, as reservas internacionais desse país, em u.m.,

  • A diminuíram em 110 milhões.
  • B diminuíram em 140 milhões.
  • C aumentaram em 210 milhões.
  • D aumentaram em 230 milhões.
  • E aumentaram em 260 milhões.
27

Admitindo o consumo unicamente dos bens x e y, assinale a opção correta, a respeito dos efeitos renda e substituição, de acordo com a teoria clássica do consumidor.

  • A O efeito renda está associado a um movimento ao longo da curva de rendimentos.
  • B O efeito substituição não afeta a curva de indiferença.
  • C Se os bens x e y forem substitutos perfeitos, o consumidor só consumirá um deles.
  • D Não haverá equilíbrio quando a função utilidade do consumidor assumir a forma U = x + y.
  • E A relação absoluta dos preços dos bens é o que determina o equilíbrio de mercado.
28

Considerando o modelo Mundell-Fleming em uma pequena economia aberta, com livre mobilidade de capitais, julgue os itens a seguir.

I Uma política fiscal expansionista tem efeito máximo sobre a renda agregada, caso a taxa de câmbio seja flexível.

II Uma política monetária expansionista tem efeito positivo sobre a renda, caso a taxa de câmbio seja flutuante.

III Uma política fiscal contracionista não tem efeito sobre a renda agregada, caso a taxa de câmbio seja fixa.


Assinale a opção correta.

  • A Apenas o item I está certo.
  • B Apenas o item II está certo.
  • C Apenas os itens I e III estão certos.
  • D Apenas os itens II e III estão certos.
  • E Todos os itens estão certos.
29

Considerando uma economia hipotética que opera com pleno emprego e possui 100 trabalhadores, assinale a opção correta, sabendo que cada trabalhador pode produzir 4 pães ou 3 camisas.

  • A A economia produz 400 camisas.
  • B Se a economia produz 200 pães e 150 camisas, ela é ineficiente.
  • C A produção de 800 pães é eficiente.
  • D Um ponto interno à curva de possibilidades de produção é Pareto eficiente.
  • E Todos os pontos ao longo da curva de possibilidades de produção são sempre igualmente eficientes.
30

Atuando como regulador, como financiador e como agente produtor, o Estado brasileiro interveio de diversas formas a fim de contribuir para o aumento dos investimentos na economia. Com relação ao papel do Estado, assinale a opção correta.

  • A O papel financiador do Estado inclui as funções clássicas de alocação, estabilização e distribuição.
  • B É função do Estado realizar, de forma direta e exclusiva, o atendimento às necessidades de natureza essencial, como saúde e saneamento.
  • C O papel do Estado como produtor justifica-se pela necessidade de produção de bens dos quais os consumidores são excluídos caso não paguem por eles.
  • D O Estado tem conseguido, ao longo da história, manter o crescimento das despesas estatais em ritmo menos acelerado que o crescimento econômico.
  • E O papel do Estado como agente produtor nas décadas de 50 a 80 do século passado favoreceu o crescimento da economia a taxas superiores às da economia mundial.

Raciocínio Lógico

31

Considere a situação hipotética seguinte, que aborda compreensão de estruturas lógicas.

No processo de manutenção de um computador, as seguintes afirmações são válidas:

p: se aumentar o tamanho da memória ou instalar um novo antivírus, então a velocidade da internet aumentará;

q: se a velocidade da Internet aumentar, então os aplicativos abrirão mais rapidamente.

Concluída a manutenção, foi verificado que a velocidade da Internet não aumentou.

Nessa situação, é correto concluir que

  • A os aplicativos não abrirão mais rápido.
  • B o tamanho da memória não foi aumentado e também não foi instalado um novo antivírus.
  • C ou o tamanho da memória não foi aumentado ou um novo antivírus não foi instalado.
  • D o tamanho da memória pode ter sido aumentado, mas um novo antivírus não foi instalado.
  • E um novo antivírus pode ter sido instalado, mas o tamanho da memória não foi aumentado.
32

Os funcionários de uma repartição foram distribuídos em sete grupos de trabalhos, de modo que cada funcionário participa de exatamente dois grupos, e cada dois grupos têm exatamente um funcionário em comum.


Nessa situação, o número de funcionários da repartição é igual a

  • A 7.
  • B 14.
  • C 21.
  • D 28.
  • E 35.
33

Texto 1A10-I


No exercício de suas atribuições profissionais, auditores fiscais sempre fazem afirmações verdadeiras, ao passo que sonegadores sempre fazem proposições falsas. 

Em uma audiência para tratar de autuações, formou-se uma fila de 200 pessoas, constituída apenas de auditores fiscais e sonegadores. A primeira pessoa da fila afirma que todos os que estão atrás dela são sonegadores. Todas as demais pessoas da fila afirmam que a pessoa que está imediatamente à sua frente é sonegadora.


Nessa situação hipotética, de acordo com o texto 1A10-I, a quantidade de sonegadores que estão nessa fila é igual a

  • A 0.
  • B 99.
  • C 100.
  • D 199.
  • E 200.
34

Argumento CB1A5-II

No argumento seguinte, as proposições P1, P2 e P3 são as premissas, e C é a conclusão.

  • P1: Se os recursos foram aplicados em finalidade diversa da prevista ou se a obra foi superfaturada, então a prestação de contas da prefeitura não foi aprovada.
  • P2: Se a prestação de contas da prefeitura não foi aprovada, então a prefeitura ficou impedida de celebrar novos convênios ou a prefeitura devolveu o dinheiro ao governo estadual.
  • P3: A obra não foi superfaturada, e a prefeitura não devolveu o dinheiro ao governo estadual.
  • C: A prefeitura ficou impedida de celebrar novos convênios.

As proposições P1, P2, P3 e C, que integram o argumento CB1A5-II, são compostas por diversas proposições simples, e o argumento CB1A5-II pode ser escrito, na forma simbólica, como P1∧P2∧P3→C. Dessa forma, na tabela-verdade do argumento CB1A5-II, a quantidade mínima de linhas que precisam ser preenchidas para se determinar a validade ou invalidade do argumento é igual a

  • A 4.
  • B 8.
  • C 16.
  • D 32.
  • E 64.
35

Argumento CB1A5-II

No argumento seguinte, as proposições P1, P2 e P3 são as premissas, e C é a conclusão.

  • P1: Se os recursos foram aplicados em finalidade diversa da prevista ou se a obra foi superfaturada, então a prestação de contas da prefeitura não foi aprovada.
  • P2: Se a prestação de contas da prefeitura não foi aprovada, então a prefeitura ficou impedida de celebrar novos convênios ou a prefeitura devolveu o dinheiro ao governo estadual.
  • P3: A obra não foi superfaturada, e a prefeitura não devolveu o dinheiro ao governo estadual.
  • C: A prefeitura ficou impedida de celebrar novos convênios.

Com relação ao argumento CB1A5-II, assinale a opção correspondente à proposição equivalente à negação da proposição P1.

  • A “Os recursos foram aplicados em finalidade diversa da prevista ou a obra foi superfaturada, mas a prestação de contas da prefeitura foi aprovada”.
  • B “Os recursos foram aplicados em finalidade diversa da prevista e a obra foi superfaturada, mas a prestação de contas da prefeitura foi aprovada”.
  • C “Os recursos não foram aplicados em finalidade diversa da prevista e a obra não foi superfaturada, mas a prestação de contas da prefeitura foi aprovada”.
  • D “Se os recursos não foram aplicados em finalidade diversa da prevista e a obra não foi superfaturada, então a prestação de contas da prefeitura foi aprovada”.
  • E “Se a prestação de contas da prefeitura foi aprovada, então os recursos não foram aplicados em finalidade diversa da prevista e a obra não foi superfaturada”.
Voltar para lista