Resolver o Simulado Enfermeiro

0 / 40

Noções de Informática

1

No Mozilla Firefox, a navegação privada permite que você navegue de forma mais segura em computadores públicos. Dentre as funcionalidades abaixo, qual funcionalidade NÃO esta correta, ao utilizar a navegação privada do Mozilla Firefox?

  • A A navegação privada não salva o histórico de paginas visitadas, após terminar a seção
  • B A navegação privada não salva cookies, eliminando rastros após terminar a sessão
  • C A navegação privada deixa você anônimo na internet, mascarando sua identidade e sua atividade on-line
  • D Nada que foi digitado na caixa de texto em páginas web, nem na barra de pesquisa, é salvo para preenchimento automático de formulários
  • E Arquivos temporários da Internet (arquivos em cache) e arquivos que sites salvam para uso off-line não são salvos
2

No Windows 8, além das diversas funções e recursos existentes para facilitar o seu dia a dia, é possível utilizar teclas de atalhos no teclado para ajudar você a fazer o que quiser mais rápido. Qual a combinação de teclas de atalho para minimizar todas as janelas abertas e ir direto para sua área de trabalho?

  • A Tecla do logotipo do Windows + L
  • B Tecla do logotipo do Windows + F
  • C Tecla do logotipo do Windows + M
  • D Tecla do logotipo do Windows + E
  • E Tecla do logotipo do Windows + F1
3

No Microsoft Excel, considere uma planilha com as células abaixo já preenchidas. Sabe-se que a célula D1 possui uma função que resulta no número exibido:



Assinale a alternativa que indica corretamente qual função foi digitada na célula D1.

  • A =MEDIA(A1:D1)*SOMA(A1:C1)
  • B =SOMA(A1;B1;C1;D1)-6
  • C =PROCV(A1:C1)
  • D =MEDIA(A1;B1;C1)*SOMA(A1:C1)
4

Dos itens abaixo, os que podem ser considerados periféricos de computador são

  • A arquivos impressos pelo computador.
  • B Pacote Office (Word, Excel e Power Point).
  • C mouse, teclado e monitor.
  • D arquivos salvos no computador.
5

Considere que a seguinte planilha foi elaborada no Microsoft Excel 2016, instalado em um computador com Windows 10.




As colunas da planilha estão identificadas pelas letras A e B, no topo da imagem, e as linhas pelos números de 1 a 8, no canto esquerdo da imagem.


Após inserir a função

=CONT.SE(A1:A7;SE(A1="A";"A";"B")) na célula A8, será exibido, nessa célula, o número

  • A 2
  • B 3
  • C 4
  • D 5
  • E 6
6

Qual o nome do Servidor que atua como intermediário entre um cliente e outro servidor? Normalmente é utilizado em empresas para aumentar o desempenho de acesso a determinados serviços ou permitir que mais de uma máquina se conecte à Internet.

  • A Filtro antispam
  • B Firewall
  • C Proxies
  • D SSH
  • E Spyware
7

Sobre as noções de segurança da informação, assinale a alternativa correta.

  • A Além da tríade básica da Segurança da Informação, ou seja, os 03 (três) princípios: confidencialidade, integridade e disponibilidade (conhecidos como CID), podemos elencar também os princípios da autenticidade (propriedade em que, uma vez a mensagem assinada digitalmente por um emissor, ele não poderá negar sua autenticidade) e o não-repúdio (propriedade que permite confirmar a veracidade da informação prestada).
  • B Além da tríade básica da Segurança da Informação, ou seja, os 03 (três) princípios: confidencialidade, integridade e disponibilidade (conhecidos como CID), podemos elencar também os princípios da autenticidade (propriedade que permite confirmar a veracidade da informação prestada) e o não-repúdio (propriedade em que, uma vez a mensagem assinada digitalmente por um emissor, ele não poderá negar sua autenticidade).
  • C Além da tríade básica da Segurança da Informação, ou seja, os 03 (três) princípios: confidencialidade, integridade e disponibilidade (conhecidos como CID), não constam na Norma ISO 27001 os princípios da autenticidade e o não-repúdio.
  • D Além da tríade básica da Segurança da Informação, ou seja, os 03 (três) princípios: confidencialidade, integridade e disponibilidade (conhecidos como CID), não constam na Norma ISO 27001 os princípios da auditoria e privacidade.
  • E Além da tríade básica da Segurança da Informação, ou seja, os 03 (três) princípios: confidencialidade, integridade e disponibilidade (conhecidos como CID), não fazem parte da Norma ISO 27001 os princípios da auditoria, legalidade e privacidade.
8

Sobre o Excel, qual a opção NÃO ESTÁ CORRETA:

  • A no excel 2010, para congelar painéis na planilha, clique na guia exibição e no botão Congelar Painéis do grupo janelas.
  • B a função CONVERTER é utilizada para converter um numero de um sistema de medidas para outro que poder ser, por exemplo, peso, distância, tempo, pressão, força, energia, etc.
  • C para classificar dados no Excel em ordem crescente ou decrescente, de acordo com seu proposito, basta selecionar os dados a serem classificados, e na guia Pagina Inicial, clique no botão Classificar e Filtrar, em seguida escolher Classificar A a Z ou Classificar Z a A.
  • D para somar os itens da coluna A, da linha 1 até linha 5, basta selecionar a célula A6 e selecionar a função AUTOSOMA disponível na guia INSERIR.
  • E no Excel, é possível gerar números aleatórios utilizando duas funções: ALEATÓRIO e ALEATÓRIOENTRE.
9

Sobre Microsoft Power Point, analise as afirmativas a seguir:


I. O ícone pode ser encontrado na aba “Inserir” e tem a função de exibir o valor matemático correspondente à variável pi (3,141592...).

II. O texto selecionado será apagado ao se utilizar o ícone .

III. Os ícones inserem ‘formas’ e ‘gráficos’ no slide selecionado, respectivamente.


É correto o que se afirma

  • A apenas em III.
  • B apenas em II e III.
  • C apenas em I e II.
  • D apenas em I e III.
10

Considere que a seguinte planilha foi elaborada no Microsoft Excel 2016, instalado em um computador com Windows 10.











As colunas da planilha estão identificadas pelas letras A e B, no topo da imagem, e as linhas pelos números de 1 a 6, no canto esquerdo da imagem.


Após inserir a função =MAIOR(A1:A5;4) na célula A6, será exibido, nessa célula, o número

  • A 1
  • B 2
  • C 3
  • D 4
  • E 5

Enfermagem

11

Na unidade de clínica médica foi prescrito para o paciente 10mg de decadron de 8/8hs. Na unidade está disponível frasco de 4mg/mL de 2,5 mL. Quanto(s) frasco(s) o paciente receberá durante 03 dias?

  • A 01 frasco.
  • B 05 frascos.
  • C 03 frascos.
  • D 09 frascos.
12

Nitratos são medicamentos que promovem vasodilatação arterial e principalmente venosa, diminuem a pré e pós-carga ventricular, trabalho cardíaco e o consumo de oxigênio. Não devem ser utilizados de rotina visto que diminuem mortalidade e sim morbidade. São utilizados para alívio de dor isquêmica, congestão pulmonar e diminuição pressórica. Logo após o primeiro ECG, nos casos em que houver dor torácica isquêmica, deve ser administrado nitrato (dinitrato de isossorbida 5mg ou monitrato de isossorbida 5mg) por via:

  • A Endovenosa.
  • B Oral.
  • C Subcutânea.
  • D Sublingual.
13
O medico do Pronto Atendimento de Garuva solicitou na prescrição do paciente A.M.J administração de 1.000 ml de soro glicosado (SG) à 5% de 6 em 6 horas, quantas gotas por minuto deverá correr a infusão?
  • A 5,5 gotas/min;
  • B 55,5 gotas/min;
  • C 54,4 gotas/min;
  • D Nenhuma das alternativas está correta.
14
Foi prescrito Penicilina Cristalina 2.400.000 UI. Na unidade de saúde tem-se o frasco ampola de 10.000.000 UI. Assinale a alternativa que apresenta o volume aproximado que deve ser aspirado, ao adicionar 6mL de água destilada ao frasco, para obter a dose prescrita.
  • A 1,4mL.
  • B 1,8mL.
  • C 2,4mL.
  • D 4,8mL.
15

C.A, 18 anos, sexo feminino, portadora de diabete tipo 1, eutrófica, está internada para tratamento clínico. Ao verificar a prescrição médica, o técnico de enfermagem (TE) constatou que 30 minutos antes do almoço a paciente deveria receber 10 unidades de insulina simples, por via subcutânea. Para administrar corretamente essa medicação, o TE deve

  • A manter o frasco de insulina na geladeira, em temperatura entre 2 e 8 ºC, até o momento da aplicação.
  • B agitar vigorosamente o frasco de insulina, para sua homogeneização antes da aplicação
  • C aplicar a insulina, preferencialmente na região abdominal, com distância de um a dois dedos da cicatriz umbilical.
  • D dispensar a realização de prega subcutânea quando utilizar seringa de insulina com agulha de 4 mm de comprimento.
  • E retirar imediatamente a agulha do tecido subcutâneo após injetar a insulina.
16

Um dos seis Passos de Segurança do Paciente, determinados no Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP), é

  • A identificar primeiro e último nome do paciente.
  • B melhorar a comunicação entre enfermeiros e técnicos de enfermagem.
  • C melhorar a segurança dos médicos no ato de prescrever e dos profissionais de enfermagem durante a administração de medicamentos.
  • D assegurar a cirurgia em local de intervenção, procedimentos e pacientes corretos.
17

São várias as causas das úlceras, que requerem tratamento de alto custo, especialmente as úlceras chamadas de vasculogênicas, que são provenientes, em sua grande maioria, de distúrbios circulatórios nos membros inferiores. Quanto às características destas lesões é correto afirmar que as úlceras

  • A venosas são mais frequentes e se localizam no terço médio da perna e na região do maléolo radial.
  • B de maior frequência se localizam na região distal dos membros inferiores, [acrescentar na] região retromaleolar, no calcâneo e nos dedos dos pés e são chamadas de arteriais ou isquêmicas.
  • C de maior incidência ocorrem em função de traumas e se localizam no terço médio proximal da perna, sendo chamadas de estase.
  • D neuropáticas têm maior incidência nos membros inferiores, preferencialmente nas proeminências ósseas, e surgem de forma indiscriminada e com presença de dor intensa.
18

A Portaria nº 529, de 1º de abril de 2013, do Ministério da Saúde institui o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP) em razão da magnitude que os Eventos Adversos têm no Brasil. No âmbito dos objetivos específicos estabelecidos nessa Portaria, considera-se a seguinte recomendação:

  • A promover a produção de cartazes distribuídos por todas as instituições em que constem os passos do Programa Nacional de Segurança do Paciente e processos de aprimoramento da equipe de Enfermeiros gestores e assistenciais de enfermagem sobre segurança do paciente.
  • B estimular a cultura de segurança com ênfase no aprendizado e aprimoramento organizacional, engajamento dos profissionais na prevenção de incidentes, com ênfase em sistemas seguros, incluindo os processos de responsabilização individual.
  • C produzir e difundir conhecimentos sobre segurança do paciente exclusivamente para profissionais de saúde que atuam em instituições de saúde. O assunto segurança do paciente não deve ser atividade curricular no ensino técnico, na graduação e na pós-graduação na área da saúde.
  • D promover e apoiar a implementação de iniciativas direcionadas à segurança do paciente em diferentes áreas da atenção, organização e gestão de serviços de saúde, por meio da implantação da gestão de risco e de Núcleos de Segurança do Paciente nos estabelecimentos de saúde.
19

Frente a um indivíduo agressivo, em condição de intenso sofrimento manifestado pelo desejo de realizar ato autolesivo com o objetivo de morte, o enfermeiro/socorrista deve, entre outros cuidados,

  • A estabelecer o ritmo da conversação sem pressa para chegar ao desfecho do atendimento, transmitindo ao paciente a sensação de que ele não está sozinho.
  • B aproximar-se de forma silenciosa, sem ser visto pelo paciente, buscando retirar objetos ou condições que promovam risco de heteroagressão ou autoagressão.
  • C simular/autorizar a presença da imprensa como forma de distração para ganhar tempo até a chegada de equipe de apoio e/ou facilitação da negociação.
  • D ao iniciar a abordagem, solicitar a mudança de local para iniciar a conversa com privacidade.
  • E buscar sensibilizar o paciente falando sobre outras pessoas que estiveram em dificuldades até piores e conseguiram melhorar.
20

Uma das práticas recomendadas na etapa de inspeção de materiais cirúrgicos corresponde à avaliação dos motivos para o aparecimento de manchas nos instrumentais que geralmente estão associadas à qualidade da água utilizada, tanto no processo de lavagem quanto na geração do vapor.
A esse respeito, assinale a alternativa correta.

  • A Manchas claras e escuras decorrem da esterilização de materiais cromados junto a materiais de aço inox no mesmo pacote.
  • B Depósitos com coloração que reflete as cores do arco íris podem ser resultantes do uso de detergentes impróprios e depósitos inorgânicos.
  • C Resíduos amarelados, ou com coloração marrom- -escura, podem indicar presença de íons de metais pesados na água da lavagem.
  • D Películas escuras ocorrem em razão dos instrumentais terem sido secos por evaporação da água ao ar livre.
  • E Manchas cinza-azuladas podem ser resultantes de resíduos de substâncias degermantes.

Português

21

Considere o seguinte trecho:


A popularização do modelo de educação _____ distância (EAD) tornou-a praticamente um sinônimo de acesso _____ tecnologia, refletindo os tempos atuais de amplo acesso _____ internet. No entanto, esse modelo já é secular. Data de meados de 1904 o primeiro curso profissionalizante por correspondência no Brasil. Após essa fase, tornaram-se comuns os cursos por rádio e televisão. O advento da internet – considerada a principal ferramenta do EAD – e a popularização dos microcomputadores pessoais impulsionaram _____ modalidade.

(Disponível em: http://www.amanha.com.br/posts/view/7188/un inter-democratizando-o-conhecimento)


Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas acima, na ordem em que aparecem no texto.

  • A à – à – à – à
  • B à – à – à – a
  • C à – a – à – à
  • D a – à – à – a
22

Em relação às regras de concordância verbal, assinale a alternativa CORRETA:

  • A Precisam-se de encanadores.
  • B Plastifica-se documentos.
  • C Necessita-se de porteiros.
  • D Aluga-se apartamentos na praia.
23

Leia: 


No contexto da tira, funciona como verbo de ligação:
  • A parece
  • B disse
  • C jogar
  • D jogando
24

Considere o seguinte trecho de um texto publicado na revista Mente Curiosa (Ano 3, nº 49, fev. 2019): As selfiessão comuns nas redes sociais. O termo americano não tem tradução para o português, elas basicamente funcionam como __________. O que as pessoas não sabem é que essas publicações revelam muito sobre a __________ de quem posta e têm um impacto direto na de quem vê.


Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas acima, na ordem em que aparecem no texto.

  • A auto retrato – auto estima.
  • B autorretrato – autoestima.
  • C auto-retrato – autoestima.
  • D auto-retrato – auto-estima.
  • E autorretrato – auto-estima
25

As regras da Nova Ortografia - que passaram a fazer parte do nosso vocabulário oficialmente em 2016 - trouxeram algumas modificações, tais como a escrita da palavra "supercidadão". Seguindo as orientações de uso/desuso do hífen, assinale a alternativa que contém uma grafia "antiga" não aceita pela nova regra:

  • A Super-radical
  • B Hiperautoritário
  • C Superamigável
  • D Hiper-racional
  • E Super-moderno
26

A questão diz respeito ao Texto. Leia-o atentamente antes de respondê-la.



(Adaptado de Folha de S.Paulo, em 29/01/2020)

Através do uso dos sinais de pontuação, o autor pode marcar na escrita uma explicação relacionada à ideia principal. Assinale a alternativa em que esse recurso foi utilizado no texto:

  • A “... e, quando vou a livrarias, sempre me assusto com a insuficiência do que é oferecido.” (linhas 1 a 3).
  • B “... seja comprado como uma espécie de subproduto do curso, da palestra ou da exposição que se realizou naquele dia.” (linhas 6 a 8).
  • C “Tudo bem quanto às livrarias, portanto.” (linha 9).
  • D “Vão surgindo 'lojas' que são como depósitos, onde você acessa um terminal de computador (...)” (linhas 12 a 14).
  • E “O que fazer para manter as lojas de pé?” (linhas 18 e 19).
27

(Aurélien Casta. Le monde diplomatique. 7 de janeiro de 2020.)

Assinale a alternativa em que a palavra, no TEXTO I, apresente papel adjetivo.

  • A que (linha 5)
  • B menos (linha 7)
  • C estudantes (linha 14)
  • D vinte (linha 30)
28



(Fonte: https://br.pinterest.com/pin/804525920905262076/?lp=true,

acesso em fevereiro de 2020.)


“Só precisa de cuidado e paciência”, o verbo destacado é classificado segundo os estudos de regência verbal como:

  • A intransitivo.
  • B transitivo direto e indireto.
  • C transitivo direto.
  • D transitivo indireto.
  • E verbo de ligação.
29

A questão diz respeito ao Texto. Leia-o atentamente antes de respondê-la.



(Adaptado de Folha de S.Paulo, em 29/01/2020)

“... em vez de simplesmente entregarem ao turista o lugar para onde ele vai.” (linhas 32 a 34). É correto afirmar que o verbo “vai” utilizado na frase acima está regido de forma:

  • A Correta, pois apresenta o sentido de “deslocar-se para algum lugar”, sendo, contudo, preferível a utilização da preposição “a”.
  • B Incorreta, pois apresenta o sentido de “desejar algo”, devendo ser regido pela preposição “a”.
  • C Incorreta, pois apresenta o sentido de “chegar a outro nível”, devendo ser regido pela preposição “de”.
  • D Correta, pois apresenta o sentido de “emancipar-se”.
  • E Correta, pois apresenta o sentido de “ir além dos limites de algo”.
30

Segundo os autores de um novo estudo, a Stupendemys geographicus tinha uma distribuição geográfica ampla, num grande arco que ia do estado do Acre ao norte da Venezuela, passando pelo Peru e pela Colômbia. (linhas 7 a 11)


No trecho acima, há

  • A onze artigos e oito preposições.
  • B nove artigos e seis preposições.
  • C dez artigos e sete preposições.
  • D doze artigos e nove preposições.

Conhecimentos Gerais

31

Sobre o trabalho escravo no Brasil, é correto afirmar que

  • A os trabalhadores vinculados ao trabalho escravo são livres para desenvolverem outras atividades, mas por opção permanecem na atividade.
  • B está associado a atividades de exploração madeireira, pecuária, mineração e produção de carvão.
  • C não há evidências e registros confiáveis sobre a ocorrência de trabalho escravo no Brasil na atualidade.
  • D ocorre com mais frequência em pequenas propriedades familiares nas regiões Sul e Sudeste do Brasil.
  • E se manifesta na periferia das grandes cidades de maneira mais acentuada que nas áreas rurais.
32

A escravidão moderna caracterizou-se por trazer à tona uma realidade nova ao já secular comércio de escravos ocorrido no continente africano. (Lilia Schwarcz e Heloísa Starling. Brasil: uma biografia. 1. ed. São Paulo: Cia das Letras, 2015)

De acordo com as autoras, na obra Brasil: uma biografia, a referida nova realidade consiste

  • A na conquista rápida e efetiva dos reinos tribais africanos pelas forças expedicionárias lusitanas, a fim de monopolizar o comércio de escravos para a América, interrompendo, assim, o fluxo de tráfico escravista para o oriente médio e tornando os portugueses os maiores comerciantes de gente do período.
  • B na mudança de escala do comércio de africanos escravizados, tanto no que se refere ao volume de cativos, quanto no emprego crescente da violência. Isso alterou a dinâmica de guerras e das redes de relacionamento internas dos estados africanos.
  • C no fim das hostilidades entre europeus e africanos, com relação à religiosidade e à adoção do cristianismo por parte de alguns reinos, na lucratividade e na monopolização do trabalho escravizado, bem como do comércio que o sustentava, gerando assim cisões irreversíveis na diplomacia entre os continentes.
  • D no modo como os reinos africanos constituídos se fortaleceram em alianças internas, após a influência europeia pressioná-los a aderir às alianças de benefício unilateral, que exaltavam a presença europeia no continente africano.
  • E no esvaziamento do comércio de escravos na costa atlântica em detrimento de uma intensificação das rotas de comércio de escravos estabelecidas entre os reinos africanos e o mundo muçulmano, configurando-se este último na maior expressão do escravismo moderno.
33

Já observamos que, de 1929 ao ponto mais baixo da depressão, a renda monetária no Brasil se reduziu entre 25 e 30 por cento. Nesse mesmo período, o índice de preços dos produtos importados subiu 33 por cento. Compreende-se, assim, que a redução no quantum das importações tenha sido superior a 60 por cento. Depreende-se facilmente a importância crescente que, como elemento dinâmico, irá logrando a procura interna nessa etapa de depressão. Ao manter-se a procura interna com maior firmeza que a externa, o setor que produzia para o mercado interno passa a oferecer melhores oportunidades de inversão que o setor exportador. Cria-se, em consequência, uma situação praticamente nova na economia brasileira.
(Celso Furtado. Formação econômica do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 2007. Adaptado)
A “situação praticamente nova na economia brasileira”, segundo Furtado, refere-se

  • A ao estabelecimento de mecanismos de transferência de capitais do setor agrário para o financeiro.
  • B à passagem da hegemonia econômica dos cafeicultores paulistas para os industriais nordestinos.
  • C à elaboração de uma política econômica voltada a ampliar as disparidades regionais do país.
  • D à preponderância do setor ligado ao mercado interno no processo de formação de capital.
  • E ao abandono dos mecanismos públicos de proteção à agricultura de exportação, especialmente do algodão.
34

Os objetos de conhecimento que preconizam discutir o tema da “Integração mundial e suas interpretações: globalização e mundialização”, segundo a Base Nacional Comum Curricular do curso de Geografia, devem ser apresentados em qual ano escolar?

  • A 7° ano.
  • B 5° ano.
  • C 6° ano.
  • D 8° ano.
  • E 9° ano.
35

As ideias separatistas nasciam do profundo desequilíbrio entre o poder político e o poder econômico que se observava nos fins do Império, oriundo do empobrecimento das áreas de onde provinham tradicionalmente os elementos que manipulavam o poder e concomitantemente do desenvolvimento de outras áreas que não possuíam a devida representação no governo. As transformações econômicas e sociais que se processam durante a segunda metade do século XIX acarretam o aparecimento de uma série de aspirações novas provocando numerosos conflitos. [...] (Emília Viotti da Costa. Da Monarquia à República: momentos decisivos. Fund. Ed. Unesp, 1999)
Para Emília Viotti da Costa, o tal “desequilíbrio entre o poder político e o poder econômico” refere-se

  • A ao novo patamar econômico atingido pelas províncias de São Paulo e de Minas Gerais que, desde 1870, produziam café essencialmente com a mão de obra livre do imigrante europeu, em contraposição às províncias do Norte, que reforçavam a escravidão com a compra de escravos do Sul.
  • B à província de Minas Gerais, produtora agropastoril com a mão de obra cativa e forte opositora às políticas do Império, condição diversa de São Paulo que, com o avanço da produção cafeeira, usou a sua grande bancada de parlamentares para defender a transformação do escravo em trabalhador livre.
  • C à bancada do Partido Liberal das províncias decadentes economicamente desde 1850, caso de Minas Gerais e Bahia, que defendiam a manutenção da escravatura, em contraponto ao vigoroso apoio do Partido Conservador aos projetos que encaminhassem o fim da escravidão.
  • D à fragilização econômica dos barões do café do Vale do Paraíba, que, ainda assim, detinham um forte poder político, e ao Oeste Paulista, que se tornou, a partir de 1880, a região mais dinâmica do país, embora com uma participação política relativamente pequena.
  • E à perda da importância política das províncias do Centro-Sul em virtude da Reforma Eleitoral de 1883 e, ao mesmo tempo, a uma reorganização econômica das províncias do Norte, a partir da produção de açúcar e algodão, e com o uso da mão de obra oriunda da imigração subsidiada.
36

A escravidão moderna caracterizou-se por trazer à tona uma realidade nova ao já secular comércio de escravos ocorrido no continente africano.
(Lilia Schwarcz e Heloísa Starling. Brasil: uma biografia. 1. ed. São Paulo: Cia das Letras, 2015)
De acordo com as autoras, na obra Brasil: uma biografia, a referida nova realidade consiste

  • A no modo como os reinos africanos constituídos se fortaleceram em alianças internas, após a influência europeia pressioná-los a aderir às alianças de benefício unilateral, que exaltavam a presença europeia no continente africano.
  • B no fim das hostilidades entre europeus e africanos, com relação à religiosidade e à adoção do cristianismo por parte de alguns reinos, na lucratividade e na monopolização do trabalho escravizado, bem como do comércio que o sustentava, gerando assim cisões irreversíveis na diplomacia entre os continentes.
  • C na conquista rápida e efetiva dos reinos tribais africanos pelas forças expedicionárias lusitanas, a fim de monopolizar o comércio de escravos para a América, interrompendo, assim, o fluxo de tráfico escravista para o oriente médio e tornando os portugueses os maiores comerciantes de gente do período.
  • D no esvaziamento do comércio de escravos na costa atlântica em detrimento de uma intensificação das rotas de comércio de escravos estabelecidas entre os reinos africanos e o mundo muçulmano, configurando-se este último na maior expressão do escravismo moderno.
  • E na mudança de escala do comércio de africanos escravizados, tanto no que se refere ao volume de cativos, quanto no emprego crescente da violência. Isso alterou a dinâmica de guerras e das redes de relacionamento internas dos estados africanos.
37

A escravidão moderna caracterizou-se por trazer à tona uma realidade nova ao já secular comércio de escravos ocorrido no continente africano.

(Lilia Schwarcz e Heloísa Starling. Brasil: uma biografia. 1. ed. São Paulo: Cia das Letras, 2015)


De acordo com as autoras, na obra Brasil: uma biografia, a referida nova realidade consiste

  • A no fim das hostilidades entre europeus e africanos, com relação à religiosidade e à adoção do cristianismo por parte de alguns reinos, na lucratividade e na monopolização do trabalho escravizado, bem como do comércio que o sustentava, gerando assim cisões irreversíveis na diplomacia entre os continentes.
  • B na conquista rápida e efetiva dos reinos tribais africanos pelas forças expedicionárias lusitanas, a fim de monopolizar o comércio de escravos para a América, interrompendo, assim, o fluxo de tráfico escravista para o oriente médio e tornando os portugueses os maiores comerciantes de gente do período.
  • C no modo como os reinos africanos constituídos se fortaleceram em alianças internas, após a influência europeia pressioná-los a aderir às alianças de benefício unilateral, que exaltavam a presença europeia no continente africano.
  • D na mudança de escala do comércio de africanos escravizados, tanto no que se refere ao volume de cativos, quanto no emprego crescente da violência. Isso alterou a dinâmica de guerras e das redes de relacionamento internas dos estados africanos.
  • E no esvaziamento do comércio de escravos na costa atlântica em detrimento de uma intensificação das rotas de comércio de escravos estabelecidas entre os reinos africanos e o mundo muçulmano, configurando-se este último na maior expressão do escravismo moderno.
38

Já observamos que, de 1929 ao ponto mais baixo da depressão, a renda monetária no Brasil se reduziu entre 25 e 30 por cento. Nesse mesmo período, o índice de preços dos produtos importados subiu 33 por cento. Compreende-se, assim, que a redução no quantum das importações tenha sido superior a 60 por cento. Depreende-se facilmente a importância crescente que, como elemento dinâmico, irá logrando a procura interna nessa etapa de depressão. Ao manter-se a procura interna com maior firmeza que a externa, o setor que produzia para o mercado interno passa a oferecer melhores oportunidades de inversão que o setor exportador. Cria-se, em consequência, uma situação praticamente nova na economia brasileira. (Celso Furtado. Formação econômica do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 2007. Adaptado)
A “situação praticamente nova na economia brasileira”, segundo Furtado, refere-se

  • A à elaboração de uma política econômica voltada a ampliar as disparidades regionais do país.
  • B ao estabelecimento de mecanismos de transferência de capitais do setor agrário para o financeiro.
  • C à passagem da hegemonia econômica dos cafeicultores paulistas para os industriais nordestinos.
  • D ao abandono dos mecanismos públicos de proteção à agricultura de exportação, especialmente do algodão.
  • E à preponderância do setor ligado ao mercado interno no processo de formação de capital.
39

As ideias separatistas nasciam do profundo desequilíbrio entre o poder político e o poder econômico que se observava nos fins do Império, oriundo do empobrecimento das áreas de onde provinham tradicionalmente os elementos que manipulavam o poder e concomitantemente do desenvolvimento de outras áreas que não possuíam a devida representação no governo. As transformações econômicas e sociais que se processam durante a segunda metade do século XIX acarretam o aparecimento de uma série de aspirações novas provocando numerosos conflitos. [...]
(Emília Viotti da Costa. Da Monarquia à República: momentos decisivos. Fund. Ed. Unesp, 1999)
Para Emília Viotti da Costa, o tal “desequilíbrio entre o poder político e o poder econômico” refere-se

  • A à bancada do Partido Liberal das províncias decadentes economicamente desde 1850, caso de Minas Gerais e Bahia, que defendiam a manutenção da escravatura, em contraponto ao vigoroso apoio do Partido Conservador aos projetos que encaminhassem o fim da escravidão.
  • B à província de Minas Gerais, produtora agropastoril com a mão de obra cativa e forte opositora às políticas do Império, condição diversa de São Paulo que, com o avanço da produção cafeeira, usou a sua grande bancada de parlamentares para defender a transformação do escravo em trabalhador livre.
  • C ao novo patamar econômico atingido pelas províncias de São Paulo e de Minas Gerais que, desde 1870, produziam café essencialmente com a mão de obra livre do imigrante europeu, em contraposição às províncias do Norte, que reforçavam a escravidão com a compra de escravos do Sul.
  • D à fragilização econômica dos barões do café do Vale do Paraíba, que, ainda assim, detinham um forte poder político, e ao Oeste Paulista, que se tornou, a partir de 1880, a região mais dinâmica do país, embora com uma participação política relativamente pequena.
  • E à perda da importância política das províncias do Centro-Sul em virtude da Reforma Eleitoral de 1883 e, ao mesmo tempo, a uma reorganização econômica das províncias do Norte, a partir da produção de açúcar e algodão, e com o uso da mão de obra oriunda da imigração subsidiada.
40

As ideias separatistas nasciam do profundo desequilíbrio entre o poder político e o poder econômico que se observava nos fins do Império, oriundo do empobrecimento das áreas de onde provinham tradicionalmente os elementos que manipulavam o poder e concomitantemente do desenvolvimento de outras áreas que não possuíam a devida representação no governo.

As transformações econômicas e sociais que se processam durante a segunda metade do século XIX acarretam o aparecimento de uma série de aspirações novas provocando numerosos conflitos. [...]

(Emília Viotti da Costa. Da Monarquia à República: momentos decisivos. Fund. Ed. Unesp, 1999)


Para Emília Viotti da Costa, o tal “desequilíbrio entre o poder político e o poder econômico” refere-se

  • A à fragilização econômica dos barões do café do Vale do Paraíba, que, ainda assim, detinham um forte poder político, e ao Oeste Paulista, que se tornou, a partir de 1880, a região mais dinâmica do país, embora com uma participação política relativamente pequena.
  • B à bancada do Partido Liberal das províncias decadentes economicamente desde 1850, caso de Minas Gerais e Bahia, que defendiam a manutenção da escravatura, em contraponto ao vigoroso apoio do Partido Conservador aos projetos que encaminhassem o fim da escravidão.
  • C ao novo patamar econômico atingido pelas províncias de São Paulo e de Minas Gerais que, desde 1870, produziam café essencialmente com a mão de obra livre do imigrante europeu, em contraposição às províncias do Norte, que reforçavam a escravidão com a compra de escravos do Sul.
  • D à província de Minas Gerais, produtora agropastoril com a mão de obra cativa e forte opositora às políticas do Império, condição diversa de São Paulo que, com o avanço da produção cafeeira, usou a sua grande bancada de parlamentares para defender a transformação do escravo em trabalhador livre.
  • E à perda da importância política das províncias do Centro-Sul em virtude da Reforma Eleitoral de 1883 e, ao mesmo tempo, a uma reorganização econômica das províncias do Norte, a partir da produção de açúcar e algodão, e com o uso da mão de obra oriunda da imigração subsidiada.
Voltar para lista