Resolver o Simulado Nível Médio

0 / 44

Português

1
Leia atentamente o texto abaixo para responder à questão.

Projeto brasileiro pretende mapear genoma de 15 mil pessoas para prever e tratar doenças
Por Filipe Domingues, G1/ 10/12/2019 12h00



    Um projeto liderado por uma cientista brasileira vai identificar as principais características genéticas dos brasileiros para prever doenças e antecipar tratamentos. Lançada nesta terça-feira (10), em São Paulo, a iniciativa "DNA do Brasil" quer mapear o genoma de 15 mil pessoas de 35 a 74 anos de idade e se tornar o maior levantamento do tipo já realizado no país. A ideia é que em cinco anos já se tenham os primeiros resultados. "O desafio é entender quais variações genéticas estão associadas a quais características das pessoas", disse a pesquisadora Lygia da Veiga Pereira, da Universidade de São Paulo (USP), na abertura do projeto. "Nós somos o resultado do nosso genoma mais o nosso estilo de vida. O genoma é a receita do nosso corpo."
    Além da geneticista, estão envolvidos na parceria o Ministério da Saúde que oferecerá dados epidemiológicos da população brasileira por meio do projeto ELSA Brasil; organizações privadas como a Dasa, empresa da área de saúde, que financiará e realizará o sequenciamento das primeiras 3 mil amostras; a Illumina que vai fornecer os insumos e a Google Cloud que fará o armazenamento e proteção dos dados. As descobertas que os cientistas fizerem poderão ser traduzidas em inovações tanto na área de pesquisa genética quanto nos diagnósticos e tratamentos de doenças como o câncer, a hipertensão, o diabetes, depressão, esquizofrenia e algumas doenças raras. Ao descobrir que determinada proteína presente no corpo de uma pessoa permite manter o colesterol baixo, é possível "editar" o DNA do paciente para imitar o comportamento deste elemento. [...]
    O diretor médico da Dasa, Gustavo Campana, lembrou que 80% das 8 mil doenças consideradas raras têm origem genética. Já os cânceres hereditários são de 5 a 12% dos casos. Portanto, além da previsão de tais doenças, o mapeamento dos genes e sua associação com as características da população brasileira podem permitir avanços em "terapêutica gênica", ou seja, métodos de tratamento que atuam diretamente nos genes ± o mais famoso deles é o CRISPR, a técnica de edição do DNA. "Esse projeto é um marco da genética populacional no Brasil," disse Campana.[...]
O estudo entre gênero e tipo de texto expõe que há diferenças. A este respeito, assinale a alternativa que preencha correta e respectivamente as lacunas abaixo.
O texto é _____ textual classificado como _____, que circula no meio _____ com o objetivo de trazer informações mais aprofundadas que a _____, isto porque há citações, dados estatísticos entre outros detalhes que são coletados através de pesquisa.
  • A um tipo / reportagem / jornalístico / notícia
  • B um gênero / notícia / midiático / reportagem
  • C um gênero / reportagem / jornalístico / notícia
  • D um tipo / notícia / jornalístico / reportagem
2

O texto I compara, de modo figurado, o estado de reclusãoem que muitos usuários excessivos de celulares se encontram com a condição de pessoas que vivem em ilhas. Tal recurso expressivo pode ser classificado como
  • A metonímia.
  • B sinédoque.
  • C catacrese.
  • D metáfora.
3

Referente aos processos de formação de palavras, informe se é verdadeiro (V) ou falso (F) o que se afirma a seguir e assinale a alternativa com a sequência correta.

( )
No excerto“(...) exposição a conteúdos inadequados; (...)”, os termos destacados formaram-se a partir do mesmo processo, ou seja, derivação sufixal.
( )Em “O estudo, conduzido com 262 voluntários, comprova que há relação entre o vício em smartphone e a percepção de perda de produtividade.”, os substantivos destacados formaram-se por derivação regressiva, isto é, subtração da desinência “r” e consequente troca da vogal dos verbos equivalentes no infinitivo (“estudar” e “perder”).
( )
No excerto“(...) prolongam desnecessariamente o tempo de realização de atividades.”, o termo emdestaque formou-se pelo acréscimo do prefixo “des” e do sufixo “mente” à base “necessária” um caso de derivação parassintética.
( ) Em “(...) como bombeiros sem equipamentos, frustrados e impotentes, (...)”, o termo destacado formou-se por derivação prefixal, uma vez que houve a anexação do prefixo de negação “im” à base “pontente”.
  • A V V F F.
  • B V F V F.
  • C F V F V.
  • D F F V V.
4

Leia a charge, para responder às questões de números 09 e 10. 


Assinale a alternativa que reescreve fala da charge de acordo com a norma-padrão de concordância.

  • A Já se completou dois anos que terminei meu mestrado e trabalho com Uber.
  • B Quantos anos já fazem que você trabalha com Uber?
  • C Vão fazer uns dois anos que terminei meu mestrado e trabalho com Uber.
  • D Faz muitos anos, já, que você trabalha com Uber?
  • E Conta-se uns dois anos que estou trabalhando com Uber.
5
INSTRUÇÃO: Leia o texto I a seguir para responder à questão.

TEXTO I

Por que uso de antibióticos na agropecuária
preocupa médicos e cientistas


Há quatro anos, em uma fazenda de criação intensiva em Xangai, na China, um exame feito em um porco prestes a ser abatido encontrou uma bactéria resistente ao antibiótico colistina. O achado acendeu um alerta que ecoou pelo mundo – cada vez mais temeroso com a capacidade que micro-organismos têm demonstrado em driblar tratamentos à base de antibióticos.

A bactéria resistente encontrada no suíno, uma Escherichia coli, levou os cientistas da China a aprofundar os exames – agora, também em frangos de fazendas de quatro províncias chinesas, nas carnes cruas desses animais à venda em mercados de Guangzhou, e em amostras de pessoas hospitalizadas com infecções nas províncias de Guangdong e Zhejiang.

Eles encontraram uma “alta prevalência” do Escherichia coli com o gene MCR-1, que dá às bactérias uma alta resistência à colistina e tem potencial de se alastrar para outras bactérias, como a Klebsiella pneumoniae e Pseudomonas aeruginosa. O MCR-1 foi encontrado em 166 de 804 animais analisados, e em 78 de 523 amostras de carne crua.

Já nos humanos, a incidência foi menor, mas se mostrou presente em 16 amostras de 1.322 pacientes hospitalizados.

“Por causa da proporção relativamente baixa de amostras positivas coletadas em humanos na comparação com animais, é provável que a resistência à colistina mediada pelo MCR-1 tenha se originado em animais e posteriormente se alastrado para os humanos”, explicou em 2015 Jianzhong Shen, da Universidade de Agricultura em Pequim, um dos autores do estudo, cujos resultados foram publicados no periódico The Lancet Infectious Diseases.

Mas como esse material genético resistente pode ter passado dos animais para os humanos? O caminho de “transmissão” de microrganismos (bactérias, parasitas, fungos, etc.) resistentes é uma incógnita não só para o caso dos porcos, frangos e pacientes na China, mas para o uso veterinário e médico de antibióticos como um todo.

Pode ser que esses microrganismos ou resquícios de antibióticos (restos dos medicamentos que, em contato com os micróbios, podem estimular sua resistência) possam estar se alastrando pelos alimentos, ou ainda através do lixo hospitalar, lençóis freáticos, rios e canais de esgoto – e a investigação para desvendar as rotas de bactérias tem motivado inúmeras pesquisas no Brasil e no mundo.

" As bactérias não têm fronteiras: a resistência pode passar de um lugar a outro sem passaporte e de várias formas”, explica Flávia Rossi, doutora em patologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e integrante do Grupo Consultivo da OMS para a Vigilância Integrada da Resistência Antimicrobiana (WHO-Agisar). “Com a globalização, não só o transporte de pessoas é rápido, como os alimentos da China chegam ao Brasil e vice-versa. Essa cadeia mimetiza o que acontece com o clima: estamos todos interligados. Por isso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) vem trabalhando com o enfoque de ‘One Health’ (‘Saúde única’ em português, a perspectiva de que a saúde das pessoas, dos animais e o ambiente estão conectados).”

Agora, a dimensão global do problema ganhou um mapeamento inédito juntando pesquisas já feitas medindo a presença de microrganismos resistentes em alimentos de origem animal em países de baixa e média renda – e o Brasil aparece no grupo de lugares com situação preocupante. Não quer dizer que o estudo considere o país como um todo, mas pontos que já foram submetidos a pesquisas, como abatedouros de bois em cidades gaúchas ou em uma fazenda produtora de leite e queijo em Goiás.

ALVIM, Mariana. BBC News. Disponível em: <https://www.bbc.com/portuguese/geral-50119820>. Acesso em: 16 nov. 2019.





INSTRUÇÃO: Leia o texto II a seguir para responder à questão .





Releia este trecho.


“O achado acendeu um alerta que ecoou pelo mundo – cada vez mais temeroso com a capacidade que micro-organismos têm demonstrado em driblar tratamentos à base de antibióticos.”


A figura de linguagem que confere características humanas a objetos ou animais, como ocorre nesse trecho, é chamada de

  • A metáfora.
  • B prosopopeia.
  • C sinestesia.
  • D metonímia.
6
INSTRUÇÃO: Leia o texto IV a seguir para responder à questão .

TEXTO IV

“Causou-me certa irritação ler um folheto, no consultório do meu médico, alertando sobre o perigo de parar de tomar comprimidos de antibiótico antes do tempo prescrito. Não há nada de errado no aviso em si, mas a justificativa apresentada preocupou-me. O folheto explica que as bactérias são ‘espertas’ e ‘aprendem’ a lidar com antibióticos. Presumivelmente os autores acharam que o fenômeno da resistência aos antibióticos seria mais fácil de entender se eles o chamassem de aprendizado em vez de seleção natural. Mas falar em esperteza e aprendizado para bactérias é confundir o público, e sobretudo não ajuda o paciente a compreender por que ele deve seguir a instrução de continuar tomando comprimidos até o fim. […] Se entre as bactérias houver variação genética que as torne mais suscetíveis ao antibiótico do que outras, uma dose intermediária será sob medida para uma seleção benéfica aos genes que favorecem a resistência.” 

Disponível em: <encurtador.com.br/dCKMP >.
Acesso em: 16 nov. 2019 [Fragmento adaptado].

Releia este trecho.


“Se entre as bactérias houver variação genética que as torne mais suscetíveis ao antibiótico do que outras, uma dose intermediária será sob medida para uma seleção benéfica aos genes que favorecem a resistência.”


A conjunção que aparece no início do excerto confere a ele uma ideia

  • A restritiva.
  • B concessiva.
  • C condicional.
  • D circunstancial.
7

INSTRUÇÃO: Leia o texto a seguir para responder à questão .


TEXTO I


Amazônia Centro do Mundo


Encontro histórico reúne, neste momento, líderes da

floresta, ativistas climáticos internacionais, cientistas do

clima e da Terra e alguns dos melhores pensadores do

Brasil


Neste momento, na Terra do Meio, coração da maior floresta tropical do planeta, uma formação humana inédita está reunida para criar uma aliança pela Amazônia. É um encontro de diferentes em torno de uma ideia comum: barrar a destruição da floresta e dos povos da floresta, hoje devorada por predadores de toda ordem. Entre eles, as grandes corporações de mineração e o agronegócio insustentável. É também um encontro para salvar a nós mesmos e as outras espécies, estas que condenamos ao nos tornarmos uma força de destruição. Nesta luta, devemos ser liderados pelos povos da floresta – os indígenas, beiradeiros e quilombolas que mantêm a Amazônia ainda viva e em pé. Este é um encontro de descolonização. Por isso, não um encontro na Europa nem um encontro nas capitais do Sudeste do Brasil. Deslocar o que é centro e o que é periferia é imperativo para criar futuro. Na época em que nossa espécie vive a emergência climática, o maior desafio de nossa trajetória, a Amazônia é o centro do mundo. É em torno dela que nós, os que queremos viver e fazer viver, precisamos atravessar muros e superar barreiras para criar um comum global.


[...]


Todas estas pessoas deixaram suas casas e seus países convidadas por mim, pelo Instituto Ibirapitanga, pelo Instituto Socioambiental e pela Associação dos Moradores da Reserva Extrativista Rio Iriri. Algumas viajaram semanas num barco à vela, para conhecer de forma profunda, com seu corpo no corpo do território, a floresta e os povos da floresta. É instinto de sobrevivência o que as move, mas é também amor. É movimento de vida numa geopolítica que impõe a morte da maioria para o benefício e os lucros da minoria que controla o planeta. É uma pequena grande COP da Floresta criada a partir das bases. Aqui, não há cúpula.


[...]


No encontro Amazônia Centro do Mundo haverá população da cidade e da floresta. E também os produtores rurais que colocam alimento na mesa da população, aqueles que respeitam os povos tradicionais e atuam preservando a Amazônia, porque sabem que dela depende o seu sustento. Sabemos que há fazendeiros que destroem a floresta, mas também sabemos que há agricultores que a respeitam e têm mudado suas práticas para responder aos desafios do colapso climático que atingirá a todos, produtores que respeitam a lei e a democracia e que também querem viver em paz. Pessoas que perceberam que precisam não apenas parar de desmatar, mas reflorestar a floresta.


O fim do mundo não é um fim. É um meio. É o que os povos indígenas nos mostram em sua resistência de mais de 500 anos à força de destruição promovida pelos não indígenas. À tentativa de extermínio completo, seja pela bala, seja pela assimilação. Hoje, meio milênio depois da barbárie produzida pelos europeus, as populações indígenas não apenas não se deixaram engolir como aumentam. E erguem, mais uma vez, suas vozes para denunciar que os brancos quebraram todos os limites e constroem rapidamente um apocalipse que, desta vez, atinge também os colonizadores: a maior floresta tropical do mundo está perto de alcançar o ponto de não retorno. Dizem isso muito antes do que qualquer cientista do clima. Alguns de seus ancestrais plantaram essa floresta. Eles sabem.


Como Raoni tem repetido há décadas:


“Se continuar com as queimadas, o vento vai aumentar, o sol vai ficar muito quente, a Terra também. Todos nós, não só os indígenas, vamos ficar sem respirar. Se destruir a floresta, todos nós vamos silenciar”. Os humanos, estes que sempre temeram a catástrofe na larga noite do mundo, tornaram-se a catástrofe que temiam. Alteraram o clima do planeta. Ameaçaram a sobrevivência da própria espécie na única casa que dispõem. Mas não todos os humanos. Uma minoria dos humanos, abrigada nos países desenvolvidos demais, consumiu o planeta. As consequências, porém, já são sentidas pelas maiorias pobres e pelos povos que não cabem nas categorias de rico e de pobre impostas pelo capitalismo.


[...] 


BRUM, Eliane. El País. Disponível em: <encurtador.com.br/

BHTV1>. Acesso em: 16 nov. 2019.

A conjunção “mas” pode assumir diferentes significados em um texto.


Assinale a alternativa cujo significado dessa conjunção está incorretamente expresso entre parênteses.

  • A “É instinto de sobrevivência o que as move, mas é também amor.” (ADIÇÃO)
  • B “[...] há fazendeiros que destroem a floresta, mas também sabemos que há agricultores que a respeitam [...]” (RETIFICAÇÃO)
  • C “[...] precisam não apenas parar de desmatar, mas reflorestar a floresta.” (OPOSIÇÃO)
  • D “Ameaçaram a sobrevivência da própria espécie na única casa que dispõem. Mas não todos os humanos.” (RETIFICAÇÃO)
8
INSTRUÇÃO: Leia o texto I a seguir para responder à questão.

TEXTO I

Por que uso de antibióticos na agropecuária
preocupa médicos e cientistas


Há quatro anos, em uma fazenda de criação intensiva em Xangai, na China, um exame feito em um porco prestes a ser abatido encontrou uma bactéria resistente ao antibiótico colistina. O achado acendeu um alerta que ecoou pelo mundo – cada vez mais temeroso com a capacidade que micro-organismos têm demonstrado em driblar tratamentos à base de antibióticos.

A bactéria resistente encontrada no suíno, uma Escherichia coli, levou os cientistas da China a aprofundar os exames – agora, também em frangos de fazendas de quatro províncias chinesas, nas carnes cruas desses animais à venda em mercados de Guangzhou, e em amostras de pessoas hospitalizadas com infecções nas províncias de Guangdong e Zhejiang.

Eles encontraram uma “alta prevalência” do Escherichia coli com o gene MCR-1, que dá às bactérias uma alta resistência à colistina e tem potencial de se alastrar para outras bactérias, como a Klebsiella pneumoniae e Pseudomonas aeruginosa. O MCR-1 foi encontrado em 166 de 804 animais analisados, e em 78 de 523 amostras de carne crua.

Já nos humanos, a incidência foi menor, mas se mostrou presente em 16 amostras de 1.322 pacientes hospitalizados.

“Por causa da proporção relativamente baixa de amostras positivas coletadas em humanos na comparação com animais, é provável que a resistência à colistina mediada pelo MCR-1 tenha se originado em animais e posteriormente se alastrado para os humanos”, explicou em 2015 Jianzhong Shen, da Universidade de Agricultura em Pequim, um dos autores do estudo, cujos resultados foram publicados no periódico The Lancet Infectious Diseases.

Mas como esse material genético resistente pode ter passado dos animais para os humanos? O caminho de “transmissão” de microrganismos (bactérias, parasitas, fungos, etc.) resistentes é uma incógnita não só para o caso dos porcos, frangos e pacientes na China, mas para o uso veterinário e médico de antibióticos como um todo.

Pode ser que esses microrganismos ou resquícios de antibióticos (restos dos medicamentos que, em contato com os micróbios, podem estimular sua resistência) possam estar se alastrando pelos alimentos, ou ainda através do lixo hospitalar, lençóis freáticos, rios e canais de esgoto – e a investigação para desvendar as rotas de bactérias tem motivado inúmeras pesquisas no Brasil e no mundo.

" As bactérias não têm fronteiras: a resistência pode passar de um lugar a outro sem passaporte e de várias formas”, explica Flávia Rossi, doutora em patologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e integrante do Grupo Consultivo da OMS para a Vigilância Integrada da Resistência Antimicrobiana (WHO-Agisar). “Com a globalização, não só o transporte de pessoas é rápido, como os alimentos da China chegam ao Brasil e vice-versa. Essa cadeia mimetiza o que acontece com o clima: estamos todos interligados. Por isso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) vem trabalhando com o enfoque de ‘One Health’ (‘Saúde única’ em português, a perspectiva de que a saúde das pessoas, dos animais e o ambiente estão conectados).”

Agora, a dimensão global do problema ganhou um mapeamento inédito juntando pesquisas já feitas medindo a presença de microrganismos resistentes em alimentos de origem animal em países de baixa e média renda – e o Brasil aparece no grupo de lugares com situação preocupante. Não quer dizer que o estudo considere o país como um todo, mas pontos que já foram submetidos a pesquisas, como abatedouros de bois em cidades gaúchas ou em uma fazenda produtora de leite e queijo em Goiás.

ALVIM, Mariana. BBC News. Disponível em: <https://www.bbc.com/portuguese/geral-50119820>. Acesso em: 16 nov. 2019.





INSTRUÇÃO: Leia o texto II a seguir para responder à questão .





Releia este trecho.


“[...] que dá às bactérias uma alta resistência [...]” Em relação ao acento indicativo de crase nesse trecho, considere as afirmativas a seguir e a relação proposta entre elas.


I. O acento é regido pelo verbo “dar”,


PORQUE


II. esse verbo, no trecho, é transitivo indireto.


Em relação a essas afirmativas e a relação proposta entre elas, assinale a alternativa correta.

  • A Ambas as afirmativas estão corretas, e a II justifica a I.
  • B Ambas as afirmativas estão corretas, mas a II não justifica a I.
  • C A I é uma afirmativa verdadeira, e a II é falsa.
  • D A II é uma afirmativa verdadeira, mas a I é falsa.

Matemática

9
Um profissional recebe R$ 160,00 por cada dia trabalhado. Se esse profissional trabalhar exatamente20 dias em cada mês, durante 1 semestre, então a quantia que sobra para esse profissional, sabendo que,em cada mês desse período,existe uma despesa com pagamentos de contas igual a R$ 1.500,00, é igual a
  • A R$ 10.200,00.
  • B R$ 12.400,00.
  • C R$ 9.000,00.
  • D R$ 8.400,00.
10
As questões de números 21 a 24 foram elaboradas com base em informações apresentadas no site do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e estão relacionadas ao Município de São Roque. 

Para o ano de 2019, a população estimada no município é de 91016 pessoas. Se essa estimativa é maior em 12195 pessoas do que a população identificada no censo de 2010, então é verdade que a população identificada no referido censo era de

  • A 77821.
  • B 78821.
  • C 79921.
  • D 81181.
  • E 89921.
11

Uma verba municipal foi dividida para três escolas de um município: a escola A rebebeu a quarta parte da verba municipal, a escola B recebeu dois terços do valor não recebido pela escola A, e a escola C recebeu o restante, o que correspondeu a R$ 1,4 milhão. O valor total da verba municipal dividida foi de

  • A R$ 5,6 milhões.
  • B R$ 5,4 milhões.
  • C R$ 5,2 milhões.
  • D R$ 5,0 milhões.
  • E R$ 4,8 milhões.
12
As questões de números 21 a 24 foram elaboradas com base em informações apresentadas no site do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e estão relacionadas ao Município de São Roque. 

No ano de 2017, 22593 pessoas, no município, eram consideradas ocupadas, ou seja, estavam trabalhando. Sabendo-se que esse número correspondia a 25,5% da população do município, no referido ano, conclui-se, corretamente, que a população de São Roque, em 2017, era de

  • A 39425 pessoas.
  • B 47826 pessoas.
  • C 81920 pessoas.
  • D 88600 pessoas.
  • E 90100 pessoas.
13

Arthur tem uma foto 3X4 (3 cm de largura por 4 cm de comprimento) e quer ampliá-la de forma que a nova foto tenha 13,5 cm de largura.


Qual será o comprimento da foto ampliada?

  • A 7,8 cm.
  • B 10,2 cm.
  • C 12 cm.
  • D 18 cm.
14

No gráfico a seguir, estão representadas as temperaturas máximas e mínimas previstas para quatro capitais brasileiras no dia 30/11/2019.



De acordo com as informações desse gráfico, é correto afirmar:

  • A Nesse dia, a temperatura mínima no Rio de Janeiro foi mais alta que a temperatura mínima em Vitória.
  • B Nesse dia, a temperatura máxima em Belo Horizonte foi igual à temperatura máxima em São Paulo.
  • C Nesse dia, a temperatura mínima em Belo Horizonte foi mais alta que a temperatura mínima em São Paulo.
  • D Nesse dia, a temperatura mínima em Vitória foi mais alta que a temperatura mínima no Rio de Janeiro.
15

Numa aula de Matemática, Cristina estava construindo figuras geométricas usando recortes e colagens. Em sua primeira tarefa, ela recortou dois quadrados, sendo que o lado do segundo quadrado tinha 7 cm a mais que o lado do primeiro.
Sabendo-se que a área desse quadrado excede em 203 cm² a área do primeiro, qual é a medida do lado do primeiro quadrado que Cristina recortou?

  • A 11 cm.
  • B 18 cm.
  • C 44 cm.
  • D 72 cm.
16

Marcela reservou uma quantia para comprar uma blusa. Porém, ao chegar à loja, percebeu que precisava de 20% a mais do que tinha para poder comprá-la.


Considerando que, se tivesse o dobro da quantia reservada ela poderia comprar a blusa e ainda lhe sobrariam R$ 48,00,


Assim, a quantia que Marcela reservou foi:

  • A R$ 48,00.
  • B R$ 60,00.
  • C R$ 72,00.
  • D R$ 80,00.

Atualidades

17

O número de matrículas de estudantes negros e pardos nas universidades e faculdades públicas no Brasil ultrapassou, pela primeira vez, o de brancos. Em 2018, esse grupo passou a representar 50,3% dos estudantes do ensino superior da rede pública, segundo a pesquisa Desigualdades Sociais por Cor ou Raça no Brasil, publicada nesta quarta-feira (13/10/19) pelo IBGE. Embora representem hoje mais da metade dos estudantes nas universidades federais, esse grupo ainda permanece sub-representado [...]
Disponível em: <https://brasil.elpais.com/brasil/2019/11/13/ politica/1573643039_261472.html>. Acesso em: 14 nov. 2019.

Os dados da pesquisa do IBGE revelam que a

  • A existência de uma política de redução da população branca permite à população negra e parda, estável, ocupar vagas ociosas no ensino público superior.
  • B miscigenação racial no Brasil favorece a ascensão econômica da população negra e parda, levando-a a ocupar as universidades públicas brasileira.
  • C população negra e parda do Brasil representa mais da metade da população total – 55,8% de acordo com o IBGE – por isso ela ainda está sub-representada.
  • D taxa de 50,3% de negros e pardos nas universidades públicas brasileiras revela a não existência de desigualdades sociais e raciais em seu interior.
18

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) instalou na última quarta-feira (30 de outubro de 2019) a Câmara Setorial da Cadeia Produtiva Cervejeira. [...] Até então, o Mapa tinha duas câmaras exclusivas para bebidas: a da Viticultura, Vinhos e Derivados e a da Cachaça. [...]

Mapa instala Câmara Setorial da Cadeia Produtiva Cervejeira. O Tempo, 2 nov. 2019, p. 12.

A criação de uma câmara setorial exclusiva para o setor cervejeiro pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento está relacionada à(ao)

  • A definição da cerveja como um elemento da cadeia alimentar.
  • B proteção do produtor artesanal frente às grandes empresas cervejeiras.
  • C controle da produção de cerveja artesanal, devido à presença de riscos alimentares.
  • D fato de o Brasil ser o terceiro maior produtor de cerveja no mundo.
19

Enquanto 12,6 milhões de pessoas procuram emprego no país, 160 mil postos de trabalho na área de tecnologia da informação não possuem profissionais para ocupá-los em 2019 [...]. O estudo mostra que 75% das empresas têm dificuldade para recrutar profissionais de TI. [...] ”Temos tecnologias novas todos os dias. São poucos os candidatos que conseguem acompanhar esse movimento. [...] Mas a faculdade forma 30 pessoas por ano, e a gente tem uma única empresa com cem vagas por mês”, diz (a consultora sênior da empresa Michael Page).

O TEMPO. Sobram vagas para desenvolvedores de software.

3 nov. 2019, p. 10.


De acordo com o texto, há dificuldades por parte de empresas em contratar profissionais de Tecnologia da Informação (TI) porque

  • A as empresas exigem formação de nível superior em TI, e as faculdades, apegadas ao tradicionalismo pedagógico, não conseguem ampliar vagas para formação desses profissionais.
  • B o surgimento de tecnologias novas todos os dias é o fator que leva à rejeição das pessoas de ingressarem na área de TI, pois isso tende a demandar delas estudo constante.
  • C os profissionais de TI, por serem muito especializados, permanecem por longos períodos em seus postos de trabalho, causando estagnação na área.
  • D um número sensível de vagas ofertadas na área de TI não encontra, entre pessoas que buscam emprego, profissionais habilitados para ocupá-las.
20

Cerca de 700 pessoas morreram de dengue neste ano na América Latina. O Brasil é o país mais afetado, com 485 mortes, seguido por Honduras (82), Colômbia (35), Guatemala (34) e México (20), segundo a Organização Pan Americana da Saúde (Opas).

O TEMPO, 9 nov. 2019, p. 23.

De acordo com o texto, é correto afirmar sobre a dengue:

  • A A quantidade de mortes entre os países da América Latina está equilibrada.
  • B É uma doença tipicamente tropical, encontrada exclusivamente no Brasil.
  • C Provocou muitas mortes na América Latina em 2019, com forte impacto no Brasil.
  • D Tem merecido pouca atenção devido aos impactos desprezíveis em outros países.

Sistemas Operacionais

21

O comando que permite que o computador se desligue sozinho depois de 60 minutos, no sistema operacional Linux, é

  • A shutdown -h ++60
  • B shutdown -h +60
  • C shutdown -i - f 60
  • D shutdown -i +60
22

No ambiente Windows, alguns comandos ajudam o administrador a executar tarefas com maior rapidez. Entre eles, um está relacionado ao utilitário de verificação do disco. Trata‐se do comando

  • A chkdsk.
  • B clipbrd.
  • C control.
  • D dcomcnfg.
  • E defrag.
23

Em relação aos conceitos de sistemas de arquivos, é correto afirmar que:

  • A os arquivos são unidades lógicas de informação, criadas por processos que permitem aos usuários saber a sua localização física no disco.
  • B se vários usuários compartilham o mesmo servidor de arquivos, esses usuários ficam restritos a um mesmo diretório-raiz, ficando impedidos de criar sua própria hierarquia.
  • C as chamadas de sistema que podem gerenciar diretórios mostram maior variação de sistema para sistema do que as chamadas para gerenciar arquivos.
  • D os sistemas de arquivos são armazenados em discos, onde o setor 1 (um) do disco é chamado ibr (initial boot record), que é usado para inicializar o sistema e, imediatamente em seguida, tem-se o gerenciamento de espaço livre.
  • E para assegurar a proteção individual de arquivos e diretórios, um sistema de arquivos deve prover mecanismos de proteção, entre os quais a proteção com base em portas de acesso.
24

No Linux, qual característica de um sistema de arquivos permite manter um “log” do que está acontecendo com os arquivos e, ao ocorrer uma falha, usar esse log para restaurar a sua consistência de forma eficiente?

  • A Spooling
  • B Sketching
  • C Caching
  • D Journaling
  • E Logging

Áudio e Vídeo

25

Conforme compreendido por Jane Barnwell no clássico livro Fundamentos de produção cinematográfica, a angulação Plongée, ou seja, a câmera alta, “é posicionada acima da linha dos olhos apontando para baixo, olhando o sujeito de cima para baixo”. Dentre as opções abaixo, qual a que sugere o efeito causado pela angulação citada?

  • A Autoridade.
  • B Neutralidade.
  • C Vulnerabilidade.
  • D Direcionalidade.
  • E Olhar assustador.
26

Blu-ray é um disco ótico gravável ou regravável, que suporta, no máximo:

  • A 4.7 Gb em camada simples e 9.4 Gb em camada dupla.
  • B 9.4 Gb em camada simples e 18.8 Gb em camada dupla.
  • C 12.5 Gb em camada simples e 25.0 em camada dupla.
  • D 25 Gb em camada simples e 50Gb em camada dupla.
  • E 90 minutos em formato HD.
27

Preciso gravar uma cena em estúdio com fundo verde de Chroma Key. O ideal é:

  • A Manter o fundo radicalmente mais iluminado que o meu assunto.
  • B Iluminar em igual quantidade, tanto meu assunto, quanto o fundo.
  • C Iluminar o fundo com uma luz uniforme, independente da luz do assunto.
  • D Utilizar uma ou duas luzes que tanto iluminem o assunto quanto o fundo.
  • E Iluminar o fundo com luz uniforme, desde que o assunto esteja mais claro que o fundo.
28

O sistema de captação sonora que costumamos chamar de “Boom”, não consta apenas de microfone e vara, mas de vários instrumentos que se complementam, a fim de possibilitar ao técnico de som captar o som direto em situações diversas. Marque abaixo a opção em que todos os ítens (não improvisados) estejam associados ao sistema “Boom".

  • A Microfone shotgun, esponja e tripé girafa.
  • B Microfone shotgun, pêlos “corta vento” e tripé girafa.
  • C Microfone shotgun, shock mount, esponja, tripé girafa.
  • D Microfone shotgun, shock mount, zeppelin e suporte armador.
  • E Microfone shotgun, shock mount, zeppelin e pêlos “corta vento”.
29

"A cabeça de câmera se move para cima ou para baixo a partir de uma posição fixa no eixo vertical. Pode ser usado para revelar a altura de um prédio alto ou alguém prestar a pular do telhado do prédio” (p. 75, 2013). Esta definição dada por Jane Bardwell, corresponde a que movimento de câmera dentre os citados abaixo:

  • A Tilt.
  • B Dolly.
  • C Chicote.
  • D Steadycam.
  • E Travelling ou carrinho.
30

Nos primórdios do cinema silencioso, filmava-se a 16 quadros por segundo (16 qps). Mas, a taxa de 24 qps logo se consolidou como sendo a que garantia maior naturalidade aos movimentos captados. Já a televisão, quando criada nos anos 40, adotou 30 frames por segundo como taxa. A estas taxas chama-se:

  • A FireWire.
  • B Frame rate.
  • C Diafragma.
  • D Aspect ratio.
  • E Resolução horizontal.
31

Para o técnico de som, um grande desafio é o de captar um coral com um único microfone. Em geral, nem todas as vozes estão presentes na mesma intensidade, quando apenas um microfone é escolhido. Qual a solução de microfonação deve ser a mais adequada para captar o som de um coral, se estiver por cima de todos os músicos, levando em conta que se deseja captar o som como um todo, ou seja, não apenas em uma direção?

  • A Lapela.
  • B Uni direcional.
  • C Bi direcional.
  • D Omni direcional.
  • E Microfone shotgun.
32

A qualidade da iluminação está relacionada diretamente à intensidade da luz no set de filmagem. As fontes luminosas pequenas e intensas de luz, produzidas por refletores, criam imagens nítidas e claras, mas com sombras escuras e bem definidas. A este tipo de luz, os fotógrafos chamam:

  • A Luz dura.
  • B Luz coada.
  • C Luz de efeito.
  • D Luz suave ou High key.
  • E Luz de barndoor (bandó).
33

No que se refere à exposição da lente à luz, ”quanto mais "degraus" entre o preto e o branco absolutos, maior é a latitude da imagem, quanto menos "degraus", menor é sua latitude”. Fonte: http://www.fazendovideo.com.br/infotec/latitude.ht ml
Compreende-se o significado de “latitude”, como:

  • A Dispositivo que mede a distancia da lente até o objeto a ser fotografado.
  • B Processo destinado a medir a luz incidente no local em que se for fotografar.
  • C O mesmo que a quantidade de f-stops que uma lente pode fornecer ao fotógrafo.
  • D Dispositivo destinado a medir a luz refletida no local em que se for fotografar.
  • E O mesmo que Dynamic-Range, opção que o fotógrafo tem para duplicação de frames em uma sequência de imagens.
34

“No método de trabalho do som direto, a captação e o registro da voz ocupam posição de destaque, tornando-se, no set, o principal foco de atenção do técnico de som.” (p. 174, 2018) Livro O som do filme, uma introdução. Org. Rodrigo Carreiro. Ed. UFPR, 2018. Tanto no filme de ficção como no documentário, o apelo vocalcêntrico exige do técnico de som uma preocupação principal. No entanto, seu trabalho não se resume a captar a voz. Cabe ao profissional levar registros de som feitos no set, tais como:

  • A Dublagem.
  • B Trilha sonora.
  • C Som de foley.
  • D Som ambiente.
  • E Som da respiração
35

Sobre as fontes luminosas captadas em suporte digital, sabe-se que a cor da luz é impressa através da leitura do sensor para arranjos e combinações de três cores básicas (vermelho, verde e azul). A interseção entre as três cores produz qual cor?

  • A Cinza.
  • B Ciano.
  • C Branco.
  • D Magenta.
  • E Amarelo.
36

A temperatura de cor pode ser medida pelo Kelvinômetro. Qual a medida correta dentre as discriminadas abaixo?

  • A Luz incandescente, 60K.
  • B Luz de vela, 660K.
  • C Luz halógena, 1.200K
  • D Luz da lua em noite de lua cheia, 4.100K.
  • E Luz de refletor HMI, 25.000K.
37

A continuidade temporária e espacial entre planos consecutivos em uma cena diz respeito a que técnica de continuidade no cinema?

  • A Chronus ou Cronos.
  • B Raccord ou racord.
  • C Sequência de espacialidade.
  • D Sequência de temporalidade.
  • E Direção dinâmica constante.
38

Pela profundidade de campo se percebe que na área onde os objetos estão focados não ocorrem grandes desajustes de nitidez. Se diz que algo tem grande profundidade de campo quando há um largo espaço de nitidez entre objetos separados espacialmente. Os dois fatores que mais afetam a profundidade de campo são:

  • A ISO da câmera e obturador da lente.
  • B Distância focal e abertura da lente.
  • C Distância focal e obturador da lente.
  • D Translucidez da lente e ISO da câmera.
  • E Distância focal da lente e ISO da câmera.
39

A função do balanço do branco da câmera tem como princípio informar a esta sobre a temperatura de cor do local onde acontece a captação de imagem. A maior parte das câmeras possui ajuste automático e manual. Os profissionais, em geral, ajustam o branco manualmente. Quando o branco não está bem ajustado, a imagem sofre efeitos indesejáveis, modificando o tom das cores e desvirtuando o que é visto pelos olhos do fotógrafo. Marque, dentre as opções abaixo, a que contém a informação correta sobre o processo de White balance (balanço do branco).

  • A Em geral, o WB distingue entre cores primárias e secundárias, tão somente.
  • B Quanto maior o número de Kelvin, mais alta a temperatura de cor, mais fria e azulada é a luz.
  • C Quanto maior o número de Kelvin, mais alta a temperatura de cor, mais quente e azulada é a luz.
  • D Quanto maior o número de Kelvin, mais alta a temperatura de cor, mais quente e avermelhada é a luz.
  • E Em geral, o WB trabalha com configurações pré ajustadas pelo fabricante da câmera, não permitindo ao profissional modificar estes ajustes.
40

Poucas foram as artes no século XX que dependeram tanto das tecnologias digitais como o cinema e o vídeo. Se pensarmos na dependência das tecnologias ligadas à informática, esta ação cresce em importância. O computador está presente em vários processos de realização audiovisual, como, por exemplo, na Logagem, na edição, na aplicação de cenários e elementos visuais, na animação gráfica, entre outros.
Marque nas opções abaixo a que se refere completamente a processos ou profissionais apenas ligados ao computador, na realização audiovisual.

  • A Up convert, edição A-B roll, animação 3D.
  • B Data loader, trilha sonora original, transfer to film.
  • C Kinescopia, decupagem sonora, realismo fotográfico.
  • D Down converting, animação 3D, naturalismo fotográfico.
  • E Streaming, colorização em RAW, automação de mídia Blu-Ray.
41

O estilo italiano de filmar no pós guerra ficou conhecido como Neo realismo, uma resposta da indústria italiana às limitações impostas pelo período. Essa forma quase documental de filmar celebrava a saída do estúdio para as ruas e o uso de não atores nas cenas, a fim de retratar a dureza de filmar em uma Itália destruída pela guerra. O estilo em questão faz clara opção por um tipo marcante de iluminação:

  • A Noturna, para não mostrar os defeitos do filme.
  • B Noturna, para demonstrar a falta de perspectiva.
  • C Noturna, para poder controlar a luz dos refletores.
  • D Solar, para demonstrar um tempo novo que se descortinava.
  • E Natural, para economizar com deslocamento de refletores artificiais.
42

A luz pode se dispersar em diferentes direções, conforme o processo a que seja submetida, visto que, em geral, ela viaja em linha reta. Mas, os profissionais de iluminação costumam suavizar a "luz dura" através de um processo que faz a mesma atravessar um material translúcido chamado de filtro de gelatina, que atenua a luz. O processo pelo qual passa a luz quando é submetida a este filtro chama-se:

  • A Ativação.
  • B Reflexão.
  • C Dispersão.
  • D Marcação.
  • E Duplicação.
43
Fade é um signo de transição utilizado na montagem cinematográfica. É correto afirmar sobre os efeitos que podem causar no filme:
  • A Fades aumentam o ritmo do filme.
  • B Fades e Dissolves reproduzem o mesmo efeito.
  • C Fades só são usados no início ou no final do filme.
  • D Fades diminuem o ritmo do filme mais do que a fusão.
  • E Fades são transições de duas imagens que vão se fundindo até uma terceira, que é uma tela preta.
44

A linguagem clássica do cinema estabelecida a partir da experiência de diretores do cinema americano, tais como David W. Griffith e Charles Chaplin, convencionou chamar de “planos” os enquadramentos de câmera, conforme a especificidade de cada um, se mais aberto ou fechado. Marque dentre as opções abaixo a única que contém apenas as siglas de planos psicológicos.

  • A GPG, PG e PC.
  • B PA, PP e PPP.
  • C PG, PC e PA.
  • D PG, PP e PD.
  • E PG, PA e PP.
Voltar para lista