Resolver o Simulado Analista - Ciências Contábeis - CESPE

0 / 30

Contabilidade de Custos

1

A tabela a seguir apresenta informações referentes aos saldos de contas do mês de julho de 2019 de determinada fábrica que adota o custeio por absorção. De acordo com essas informações, o

  • A custo primário corresponde a R$ 46.000.
  • B lucro líquido auferido é de R$ 218.000.
  • C custo dos produtos acabados corresponde a R$ 55.000.
  • D lucro bruto auferido é de R$ 243.000.
  • E custo dos produtos vendidos é de R$ 83.000.
2

A tabela a seguir mostra dados referentes a uma indústria que comercializa apenas unidades inteiras.
Considerando-se o custeio variável e a análise custo versus volume versus lucro, é correto afirmar que

  • A a margem de contribuição unitária é de R$ 13.
  • B o custo variável será reduzido para R$ 40, caso a produção aumente para 6.000 unidades.
  • C uma variação favorável de R$ 5 nos custos variáveis unitários deverá fazer que a empresa comece a auferir lucro, antes dos tributos sobre lucro, com faturamento bruto de R$ 110.530.
  • D um aumento nos gastos fixos na ordem de 20% levará a empresa a vender, pelo menos, 2.100 unidades de produto para cobrir todos os custos.
  • E o ponto de equilíbrio contábil será de 1.300 unidades, caso a indústria consiga uma isenção tributária.
3

A secretaria de saúde de determinado estado da Federação formalizou a previsão de recursos para aquisição de equipamentos médicos necessários ao atendimento à população e, na sequência, tomou as providências cabíveis para a compra. A tabela a seguir mostra as informações acerca da referida aquisição. Tendo-se como referência a tabela apresentada, é correto afirmar que, no ativo imobilizado da secretaria, o gestor deverá contabilizar o valor de

  • A R$ 4.800.000.
  • B R$ 5.260.000.
  • C R$ 5.285.000.
  • D R$ 5.335.000.
  • E R$ 5.347.000.
4

O sistema de custos do governo federal é um mecanismo de fomento à transparência pública. O gestor público, ao utilizar as informações geradas pelo sistema de custos, tem subsídios para tomar decisões a respeito de
I produzir ou terceirizar. II descontinuar ou permanecer com as atividades. III comprar ou alugar bens. IV contratar ou demitir servidores. V comparar custo realizado com custo orçado.
Estão certos apenas os itens

  • A I e IV.
  • B I e V.
  • C II, III e IV.
  • D I, II, III e V.
  • E II, III, IV e V.
5

Com relação a conceitos e características dos custos fixos e variáveis, julgue os itens seguintes.


I Determinado item de custo cujo consumo por unidade produzida seja o mesmo em cada período é um custo variável, uma vez que seu valor global depende do volume produzido.

II Determinado item de custo cujo valor unitário se altere a cada período em função do volume produzido é um custo variável.

III Para que determinado item de custo seja caracterizado como fixo, é necessário considerar um período, o valor total de custos incorridos nesse período, seu comportamento em função do volume de atividades no período e sua relação com o produto produzido.

IV Determinado item de custo fixo cujo valor global se altere mês a mês por força de alteração na política de preços dos fornecedores não se torna variável em razão da sua característica de não recorrente.


Estão certos apenas os itens

  • A I e III.
  • B I e IV.
  • C II e IV.
  • D I, II e III.
  • E II, III e IV.
6

Julgue os itens a seguir, relativos a produção por ordem.


I Pelo critério da proporcionalidade do custo total, a relação percentual entre a receita total contratada e o custo total previsto aplicada sobre os custos reais incorridos define o valor da receita a ser apropriada no período.

II Pelo critério da proporcionalidade do custo total, a relação percentual entre os custos reais incorridos no período e o custo total previsto aplicada sobre a receita total contratada define o valor da receita a ser apropriada no período.

III O critério da proporcionalidade do custo de conversão exclui do custo total previsto os valores relativos a matéria-prima e mão de obra direta para o estabelecimento de uma relação percentual entre custo e receita totais, relação essa que é utilizada para definição do valor da receita a ser apropriada no período.

IV O critério da proporcionalidade do custo de conversão exclui do custo total previsto os valores relativos a mão de obra direta e custos indiretos de produção para estabelecimento de uma relação percentual entre custo e receita totais, relação essa que é utilizada para definição do valor da receita a ser apropriada no período.

V O critério da proporcionalidade do custo de conversão exclui do custo total previsto os valores relativos a matéria-prima para estabelecimento de uma relação percentual entre custo e receita totais, relação essa que é utilizada para definição do valor da receita a ser apropriada no período.


Assinale a opção correta.

  • A Apenas os itens I e II estão certos.
  • B Apenas os itens III e IV estão certos.
  • C Apenas os itens I, II e V estão certos.
  • D Apenas os itens III, IV e V estão certos.
  • E Todos os itens estão certos.
7

As seguintes informações referem-se a uma empresa industrial hipotética.



Considerando essas informações, assinale a opção correta, com relação à taxa de aplicação de custos indiretos de produção nessa empresa e à análise de suas variações.

  • A A variação total de custos indiretos de produção é R$ 1.000.000.
  • B A variação total de custos indiretos de produção é R$ 1.600.000.
  • C A variação em função do volume das atividades é R$ 1.000.000.
  • D A taxa predeterminada de custos indiretos de produção é R$ 3.750.
  • E A taxa real de custos indiretos de produção é R$ 4.000.
8

Julgue os próximos itens, relativos a custo estimado e a custo padrão.


I Custo estimado e custo padrão corrente têm a mesma fundamentação técnica e, portanto, são sinônimos.

II O custo padrão ideal considera os melhores fatores de produção que devem estar à disposição da empresa, sem incorporar ineficiências.

III Um dos aspectos que diferenciam o custo padrão ideal do custo padrão corrente é o fato de o primeiro ser uma meta de longo prazo, enquanto o segundo se refere a metas de curto e médio prazos.

IV O custo padrão corrente é mais adequado para elaboração de orçamentos de produção que o custo padrão ideal.


Estão certos apenas os itens

  • A I e II.
  • B I e III.
  • C III e IV.
  • D I, II e IV.
  • E II, III e IV.
9

Texto 2A4-I


Os dados a seguir são relativos a uma empresa que fabrica carros elétricos.


• preço de venda: R$ 50.000/unidade

• custos e despesas variáveis: R$ 40.000/unidade

• custos e despesas fixas: R$ 1.000.000 por período


A empresa operou, no período X1, com um volume de vendas de 120 unidades e, no período X2, com 150 unidades.

A partir das informações do texto 2A4-I, assinale a opção correta, com relação a margem de segurança.

  • A No nível de 120 unidades vendidas, a margem de segurança é de 20%.
  • B No nível de 120 unidades vendidas, a margem de segurança é superior a 15% e inferior a 20%.
  • C No nível de 120 unidades vendidas, a receita total pode ser diminuída em 18% antes de entrar na faixa de prejuízo.
  • D No nível de 150 unidades vendidas, a margem de segurança é superior a 35%.
  • E No nível de 150 unidades vendidas, a receita total pode ser diminuída em R$ 2.600.000 antes de entrar na faixa de prejuízo.
10

Texto 2A4-I


Os dados a seguir são relativos a uma empresa que fabrica carros elétricos.


• preço de venda: R$ 50.000/unidade

• custos e despesas variáveis: R$ 40.000/unidade

• custos e despesas fixas: R$ 1.000.000 por período


A empresa operou, no período X1, com um volume de vendas de 120 unidades e, no período X2, com 150 unidades.

Considerando-se o aumento do volume de vendas de 120 unidades para 150 unidades na empresa referida no texto 2A4-I, é correto afirmar que, nas condições apresentadas, a alavancagem operacional é

  • A negativa
  • B de 100%.
  • C de duas vezes.
  • D de duas a cinco vezes.
  • E de cinco a oito vezes.

Administração Pública

11

A reforma do Estado orientada pela expansão da administração indireta como forma de flexibilizar a administração, é fundamentalmente identificada com o(a)

  • A Decreto-lei n.º 200/1967
  • B Programa Nacional de Desburocratização (PrND).
  • C Departamento Administrativo do Serviço Público (DASP).
  • D Secretaria da Modernização (SEMOR).
  • E Plano Diretor de Reforma do Aparelho de Estado.
12

A autoridade competente para classificar uma informação como ultrassecreta no âmbito da administração pública federal, de acordo com a Lei de Acesso à Informação, é o

  • A vereador.
  • B governador de estado.
  • C comandante do Exército.
  • D prefeito de município.
  • E deputado federal.
13

Acerca de governança no setor público, assinale a opção correta.

  • A A governança de órgãos e entidades da administração pública envolve três funções básicas: avaliar; direcionar; orientar e certificar os resultados.
  • B Exemplo de accountability vertical é o processo de impeachment de presidente da República.
  • C O princípio de equidade na governança pública diz respeito ao zelo que os agentes de governança devem ter pela sustentabilidade das organizações visando a sua longevidade e incorporando considerações de ordem social e ambiental na definição dos negócios e operações.
  • D A governança no setor público pode ser analisada sob as seguintes perspectivas: sociedade e Estado; entes federativos, esferas de poder e políticas públicas; órgãos e entidades; e atividades intraorganizacionais.
  • E Os componentes dos mecanismos de governança pública são assinalados pela liderança, pelo comando e pelo controle.
14

Os movimentos de Reforma do Estado, ao ensejar importantes transformações na estrutura e no funcionamento do Estado, visam fortalecer capacidades institucionais de entrega de valor público por meio de políticas públicas e serviços públicos de qualidade. A respeito da evolução da administração pública no Brasil, assinale a opção correta.

  • A A Reforma Desenvolvimentista de 1967 buscou criar o serviço público profissional, competente e livre das amarras da burocracia, desenvolvendo sistemas e estruturas voltadas ao planejamento e à gestão do Estado.
  • B A Reforma Burocrática de 1936 procurou criar condições institucionais para que administradores públicos e políticos administrassem o Estado com mais autonomia e responsabilidade a partir do controle a posteriori.
  • C A Reforma Gerencial dos anos 1990 estabeleceu maior clareza na distinção entre a administração direta e a administração indireta, dando mais autonomia de gestão às autarquias, fundações e empresas públicas.
  • D A Reforma da Constituição de 1988 reafirma os princípios de uma administração pública moderna e profissional estabelecida nas reformas da década de 60 do século passado.
  • E A Reforma do Novo Serviço Público foi consolidada neste século e postula a conexão entre cidadãos e seus governos por meio de processos democráticos de compartilhamento da escolha pública.
15

Governos tradicionalmente burocráticos continuam operando com excessivo foco em insumos e recursos e não em resultados e impactos. Nesse sentido, assinale a opção correta acerca da gestão por resultado na produção de serviços públicos.

  • A Essa gestão tem como princípios delegar competências, reagrupar funções e suprimir órgãos desnecessários.
  • B A referida gestão visa planejar, descentralizar e delegar competências, focando apenas na coordenação e no controle.
  • C Nesse tipo de gestão, o excesso de regras e burocracias fazem que se perca de vista as pessoas que deveriam estar servindo.
  • D Na gestão em apreço, o papel do cidadão é olhar para além do autointeresse, é enxergar o interesse público mais amplo.
  • E Um dos princípios dessa gestão consiste em olhar cidadãos como cidadão, e não meramente como eleitores, clientes ou consumidores.
16

Considerando o modelo patrimonial que marca nossa herança e os elementos da prática de gestão do Estado, assinale a opção correta.

  • A O patrimonialismo pode ser visto como uma superposição estreita entre a dimensão pública e a privada, possibilitando essa imbricação o surgimento de uma estrutura que mais tarde será importante para fortalecimento do Estado de bem-estar nacional.
  • B A noção de patrimonialismo está arraigada a uma concepção de sociedade marcada por liberdades individuais, com exaltação máxima do indivíduo que atue em nome de seus interesses particulares.
  • C Na definição de modelos de gestão pública, são marcantes a dimensão pública e a privada; no patrimonialismo elas se caracterizam como extensão uma da outra
  • D O patrimonialismo encontra-se profundamente engendrado na lógica inaugurada pelo Estado moderno e encontra apoio em muitas formações sociais até os dias atuais.
  • E Após as muitas reformas administrativas ocorridas nos Estados modernos, elementos de práticas de gestão contemporâneas estão imunes às lógicas identificadas no patrimonialismo.
17

Na esfera da gestão pública, a participação da sociedade é um princípio constitucional que proporciona a interação do Estado com a sociedade. Quanto à efetivação desse princípio na administração pública, há várias teses, uma das quais defende a ideia de que participação da sociedade na administração pública

  • A pode ocupar o lugar da representação política exercida legitimamente pelos representantes do povo.
  • B pode servir de instrumento de manobra e de indicações políticas dos prefeitos locais
  • C é onerosa ao poder público por causa dos custos decisórios que essa participação demanda.
  • D é um instrumento importante para a transparência da gestão pública.
  • E pode gerar decisões que favoreçam grupos privilegiados no processo de tomada de decisão.
18

Governos em todo o mundo utilizam as tecnologias da informação e comunicação (TIC), em especial a Internet, para serviços, transações, disponibilização de informações, entre outras aplicações. No Brasil, já existem experiências em todos os níveis de governo no uso das TIC para melhorar o acesso às informações públicas. No que se refere ao assunto tratado, é correto afirmar que, na utilização das TIC, o principal desafio para alcançar a combinação ideal dos princípios de eficiência, transparência e accountability consiste em

  • A estabelecer padrões de interação entre os órgãos de controle.
  • B ampliar o acesso à Internet nos municípios brasileiros.
  • C ampliar o número de instâncias participativas tanto no formato presencial como no formato digital.
  • D criar aplicativos de serviços que proporcionem aos cidadãos maior rapidez e agilidade.
  • E construir indicadores de transparência da gestão pública e transformar essas informações em medidas compreensíveis para o cidadão.
19

As conferências de políticas públicas são um formato utilizado para aperfeiçoar as relações entre Estado e sociedade civil e para cumprir o princípio da participação, que compõe o texto constitucional. Nesse sentido, determinado município do estado de Rondônia convocou uma conferência para discutir aspectos da política educacional municipal. Para facilitar o diálogo e permitir a apresentação de propostas como resultado do evento, a administração local deve implantar mecanismos e estabelecer procedimentos.

Considerando essa situação hipotética, julgue se os procedimentos listados nos itens a seguir, que poderão ser estabelecidos pela administração local, refletem boas práticas para uma gestão que promova a participação na administração pública.

I Escolher delegados para o evento a partir das prioridades da administração municipal, sem que se considere a diversidade do setor.

II Excluir do temário questões relativas ao orçamento da educação local.

III Convidar para mediar os grupos de discussão servidores técnicos com elevada experiência em mediação de processos semelhantes.

IV Construir uma plataforma digital para consulta e validação das propostas apresentadas.

V Organizar os participantes por ordem alfabética e, seguindo essa ordem, dividi-los em vários grupos para discussão dos temas propostos.

Estão certos apenas os itens

  • A I e II.
  • B I e V.
  • C II e III.
  • D III e IV.
  • E IV e V.
20

Acerca de governança no setor público, assinale a opção correta.

  • A O princípio de equidade na governança pública diz respeito ao zelo que os agentes de governança devem ter pela sustentabilidade das organizações visando a sua longevidade e incorporando considerações de ordem social e ambiental na definição dos negócios e operações.
  • B A governança no setor público pode ser analisada sob as seguintes perspectivas: sociedade e Estado; entes federativos, esferas de poder e políticas públicas; órgãos e entidades; e atividades intraorganizacionais.
  • C Os componentes dos mecanismos de governança pública são assinalados pela liderança, pelo comando e pelo controle.
  • D A governança de órgãos e entidades da administração pública envolve três funções básicas: avaliar; direcionar; orientar e certificar os resultados.
  • E Exemplo de accountability vertical é o processo de impeachment de presidente da República.

Contabilidade Geral

21

O atributo de auditoria em que a quantidade e a qualidade das evidências obtidas devam convencer o gestor público de que os achados, as conclusões, as recomendações e as determinações da auditoria estão bem fundamentados denomina-se

  • A confiabilidade.
  • B suficiência.
  • C relevância
  • D exatidão.
  • E validade.
22

Com relação a demonstrações contábeis, julgue os itens seguintes.
I A demonstração do valor adicionado (DVA) expressa, em termos econômicos, o quanto cada entidade contribuiu para a geração de riqueza no país. II A demonstração das mutações do patrimônio líquido (DMPL) expressa o conjunto de transformações ocorridas nesse grupo patrimonial; ela é obrigatória, segundo pronunciamentos do CPC e a Lei n.º 6.404/1976. III Segundo a Lei n.º 6.404/1976, a demonstração de lucros ou prejuízos acumulados (DLPA) é uma demonstração obrigatória para todas as sociedades por ações e empresas de grande porte, podendo ser apresentada como demonstração independente ou como uma coluna da DMPL. IV Resultado abrangente é a mutação do patrimônio líquido provocada por transações e outros eventos não derivados de transações com os sócios enquanto proprietários da entidade contábil.
Assinale a opção correta.

  • A Apenas o item II está certo.
  • B Apenas o item III está certo.
  • C Apenas os itens I e II estão certos.
  • D Apenas os itens I e IV estão certos.
  • E Apenas os itens III e IV estão certos.
23

No balancete do último mês findo, as disponibilidades de uma empresa eram compostas pelas seguintes contas e saldos:
• fundo fixo de caixa: R$ 2.500; • caixa em moeda estrangeira: R$ 5.000; • depósitos bancários no Banco Alpha: R$ 5.200; • depósitos bancários no Banco Beta: R$ 1.200; • numerários em trânsito: R$ 4.000; •aplicações financeiras de liquidez imediata: R$ 10.000; • certificados de depósito bancário a vencer em mais de 180 dias: R$ 50.000.
Informações complementares:
• o caixa em moeda estrangeira, já convertido para a moeda nacional na data do balancete, está sujeito a fortes oscilações diárias em seu montante; • a conta-corrente no Banco Beta está negativa; • metade das aplicações financeiras de liquidez imediata está comprometida com uma obrigação que vencerá em dois meses.
Visando apurar o fluxo de caixa do período, é correto afirmar que, a partir das informações apresentadas, o saldo de caixa e equivalentes de caixa a ser considerado será de

  • A R$ 15.500.
  • B R$ 16.700.
  • C R$ 21.700.
  • D R$ 25.500.
  • E R$ 76.700.
24
Tabela 3A10-I



A tabela anterior contém informações sobre as demonstrações contábeis de uma empresa comercial, referentes ao ano de 2018.

Complementarmente às informações contidas na tabela 3A10-I, foram apresentados dados relativos à demonstração dos fluxos de caixa da empresa em análise, conforme o quadro a seguir, com valores em reais. Sabendo-se que o fluxo sobre lucro auxilia os analistas de demonstrações financeiras a classificar empresas que possuem melhor desempenho em setores específicos, é correto afirmar que o fluxo sobre lucro da referida empresa é

  • A superior a 35% e inferior a 40%.
  • B superior a 40% e inferior a 50%.
  • C superior a 50% e inferior a 60%.
  • D superior a 75% e inferior a 85%.
  • E superior a 85%.
25

Acerca dos conceitos gerais, mensuração, registro, divulgação de ativos, passivos e políticas contábeis, assinale a opção correta.

  • A Uma mudança de política contábil pode ser exemplificada como a aplicação de uma nova política para transações, eventos ou circunstâncias que não ocorreram anteriormente ou que eram caracterizadas como imateriais.
  • B A reversão da perda por desvalorização do ágio pago por rentabilidade futura ocorrerá no período subsequente ao de sua apuração.
  • C Caso o valor justo líquido das despesas de venda de um ativo corresponda a R$ 13.500 e o valor em uso desse ativo seja igual a R$ 10.900, o valor recuperável será de R$ 10.900.
  • D O reconhecimento de uma provisão passiva não poderá existir se a empresa não souber exatamente o valor da despesa que originou essa provisão.
  • E Caso uma empresa receba uma multa e o departamento jurídico determine que a multa é realmente devida pela empresa, o contador realizará o registro da provisão passiva bem como sua divulgação em nota explicativa
26

O orçamento que consiste em resumo do orçamento detalhado e que é elaborado a partir do projeto executivo, com etapas ou valores parciais expressos em grupos de serviços a serem executados, é denominado orçamento

  • A de estimativa de custo.
  • B preliminar.
  • C estimativo.
  • D sintético.
  • E analítico.
27

Os indicadores financeiros são mais que simples números. Por meio deles, é possível verificar a situação da gestão financeira de uma empresa, eventuais gargalos ou oportunidades de melhoria que podem elevar a capacidade de geração de empregos e lucros para a empresa.

Assinale a opção em que os indicadores mostrados são considerados indicadores financeiros.

  • A ticket médio; taxa de conversão interna
  • B produto interno bruto (PIB); renda per capita
  • C turnover; índice de lucratividade
  • D índice de rentabilidade; grau de endividamento
  • E tempo médio de atendimento (TMA); tempo médio de espera (TME)
28

Assinale a opção que apresenta apenas contas integrantes do ativo do balanço patrimonial de uma empresa.

  • A estoques; contas a receber
  • B caixa; empréstimos
  • C empréstimos; debêntures
  • D capital social; fornecedores
  • E obrigações tributárias; caixa
29

Segundo o Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC – Estrutura Conceitual para Elaboração e Divulgação de Relatório Contábil-Financeiro), os relatórios contábeis-financeiros “objetivam fornecer informações que sejam úteis na tomada de decisões econômicas e avaliações por parte dos usuários em geral, não tendo o propósito de atender finalidade ou necessidade específica de determinados grupos de usuários”. Ainda que destinados a usuários em geral, esses relatórios destinam-se prioritariamente à tomada de decisão por parte

  • A dos administradores e gestores em geral.
  • B do fisco.
  • C dos governos em geral.
  • D dos órgãos supervisores.
  • E dos investidores existentes e potenciais.
30

Acerca do reconhecimento e avaliação inicial e às mensurações posteriores de itens patrimoniais ativos, julgue os itens a seguir.
I Os valores a receber são representados por instrumentos financeiros liquidáveis em dinheiro ou equivalente e, como tais, devem ser avaliados continuamente ao valor justo. II Em geral, os bens em estoque são mensurados ao custo de aquisição ou de fabricação, desde que esses não superem o seu valor realizável líquido. III É possível mensurar o valor justo de propriedades para investimento, contudo, caso não seja possível fazê-lo, de forma confiável e contínua, deve-se utilizar o método do custo nessa mensuração. IV O método de depreciação que se embasa na receita que é gerada pela atividade que inclui a utilização de ativo é o mais apropriado para se reconhecer o desgaste dos bens de produção, por considerar sua efetiva utilização.
Assinale a opção correta.

  • A Apenas o item I está certo.
  • B Apenas o item IV está certo.
  • C Apenas os itens I e III estão certos.
  • D Apenas os itens II e III estão certos.
  • E Apenas os itens II e IV estão certos.
Voltar para lista