Resolver o Simulado Nível Médio

0 / 40

Administração Pública

1

As organizações são grupos sociais formais fundamentais para o funcionamento da sociedade moderna. De acordo com Maximiano (2012), um dos principais autores que contribuíram com os estudos sobre as organizações foi Max Weber, o qual definiu o tipo ideal de burocracia – um modelo abstrato que retrata elementos que constituem qualquer organização formal do mundo real.
Sobre as características do tipo ideal de burocracia, é INCORRETO afirmar que

  • A as organizações são constituídas com base em normas e regulamentos explícitos (formalidade).
  • B nas organizações a obediência é devida ao cargo e não aos seus ocupantes (impessoalidade).
  • C as burocracias são formadas por funcionários que ocupam cargos e fazem deles um meio de vida (profissionalismo).
  • D os funcionários usam a organização para realizar objetivos pessoais ou utilizam recursos da organização para benefício próprio (patrimonialismo).
2

São exemplos de rotinas administrativas típicas do setor público:

  • A Gestão de estoques, programação financeira de pagamentos e apuração do lucro ou prejuízo da Prefeitura em um dado período.
  • B Gestão de estoques, realização do pagamento de dividendos aos acionistas da Prefeitura e organização de certames licitatórios.
  • C Gestão de estoques, programação financeira de pagamentos e organização de certames licitatórios.
  • D Organização do ambiente de trabalho, organização da contabilidade e realização de reuniões entre os acionistas da Prefeitura.
  • E Organização do ambiente de trabalho, organização da contabilidade e distribuição dos lucros da Prefeitura.
3

Um dos grandes desafios na administração pública é a questão do atendimento ao cidadão. O usuário do serviço público tem direito à adequada prestação dos serviços, devendo os agentes públicos e os prestadores de serviços públicos estar sempre atentos a esse aspecto. Um dos avanços é a utilização da Carta de Serviços ao Usuário, que deverá trazer informações claras e precisas em relação a cada um dos serviços prestados, apresentando informações específicas do órgão, bem como os compromissos e padrões de qualidade do atendimento.
É CORRETO afirmar que os serviços públicos e o atendimento ao usuário serão realizados de forma adequada ao princípio da

  • A validade.
  • B atualidade.
  • C assiduidade.
  • D eficácia
  • E pessoalidade.
4

Leia as afirmativas a seguir:

I. Incorporar padrões elevados de conduta pela alta administração para orientar o comportamento dos agentes públicos, em consonância com as funções e as atribuições de seus órgãos e de suas entidades; assim como implementar controles internos fundamentados na gestão de risco, que privilegiará ações estratégicas de prevenção antes de processos sancionadores, são exemplos de diretrizes da governança pública.

II. O processo de armazenagem (também chamado de armazenamento), compreende as atividades administrativas e operacionais de recebimento, armazenamento, distribuição dos materiais aos usuários e controle físico de materiais estocados. Estas atividades rotineiras em qualquer organização devem ser precedidas por estudos que objetivem localizar indevidamente os pontos de estocagem, a capacidade de armazenamento desses pontos, instalações o equipamento e o layout mais adequado.

III. A logística é o processo que integra, coordena e controla a movimentação de materiais, inventários e informações relacionadas para satisfazer as necessidades dos usuários dos serviços. Assim, a logística propicia condições para que as informações, produtos e insumos sejam distribuídos rapidamente.

Marque a alternativa CORRETA:

  • A Nenhuma afirmativa está correta.
  • B Apenas uma afirmativa está correta.
  • C Apenas duas afirmativas estão corretas.
  • D Todas as afirmativas estão corretas.
5
Em relação a Organização Administrativa, leia o excerto abaixo. “A execução centralizada de atividades públicas pelos entes federados ocorre mediante a atuação da respectiva _____. Na _____ o Estado distribui algumas de suas atribuições para outras pessoas, físicas ou jurídicas.
Assinale a alternativa que preencha correta e respectivamente as lacunas.
  • A Administração Direta / Descentralização
  • B Administração Indireta / Centralização
  • C Administração Indireta / Descentralização
  • D Administração Direta / Centralização

Direito Administrativo

6
A Administração Pública Municipal é o conjunto de órgãos e entidades institucionais, orçamentários, financeiros patrimoniais e humanos dotados de poder normativo, regulamentar, de polícia, disciplinar e hierárquico, destinado ao fomento, intervenção, serviço público, legislativo e execução das decisões do governo para a consecução dos interesses coletivos. Com base nessa informação, analise as afirmativas abaixo e dê valores Verdadeiro (V) ou Falso (F). ( ) A Administração Pública Municipal direta compreende os órgãos e serviços da estrutura administrativa do Poder Executivo ou do Poder Legislativo. ( ) A Administração Pública indireta compreende as entidades dotadas de personalidade jurídica própria realizada por autarquia, fundação de direito público ou privado, empresa pública, e sociedade de economia mista. ( ) A Administração pública direta e indireta de todos os Poderes do Município de Cuiabá obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta de cima para baixo.
  • A V, V, F
  • B V, V, V
  • C F, F, F
  • D V, F, V

Administração Pública

7

Leia as afirmativas a seguir:

I. Frequentemente, um indicador é definido como uma divisão entre duas variáveis básicas, ou seja, é formado por um numerador e um denominador, ambos compostos por dados que podem ser obtidos pelos membros da organização. Eventualmente, porém, ele pode ser complexo na sua fórmula, envolvendo muitas variáveis. Em todo caso, porém, é imprescindível que seja claro, atenda à necessidade do decisor e que esteja adequadamente documentado.

II. Direcionar ações para a busca de resultados para a sociedade, encontrando soluções tempestivas e inovadoras para lidar com a limitação de recursos e com as mudanças de prioridades; e promover a simplificação administrativa, a modernização da gestão pública e a integração dos serviços públicos, especialmente aqueles prestados por meio eletrônico, são exemplos de diretrizes da governança pública.

Marque a alternativa CORRETA:

  • A As duas afirmativas são verdadeiras.
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas.
8

Leia as afirmativas a seguir:

I. A governança pública representa um conjunto de mecanismos de liderança, estratégia e controle postos em prática para avaliar, direcionar e monitorar a gestão, com vistas à condução de políticas públicas e à prestação de serviços de interesse da sociedade. São princípios da governança pública a capacidade de resposta, a integridade, a confiabilidade, a melhoria regulatória, a prestação de contas, a responsabilidade e a transparência.

II. Monitorar o desempenho e avaliar a concepção, a implementação e os resultados das políticas e das ações prioritárias para assegurar que as diretrizes estratégicas sejam observadas; assim como articular instituições e coordenar processos para melhorar a integração entre os diferentes níveis e esferas do setor público, com vistas a gerar, preservar e entregar valor público, são exemplos de diretrizes da governança pública.

Marque a alternativa CORRETA:

  • A As duas afirmativas são verdadeiras.
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas.
9

Leia as afirmativas a seguir:

I. A administração de materiais tem por finalidade assegurar o abastecimento de forma contínua dos insumos para assim atender às necessidades dos setores organizacionais e administrar todos os problemas relacionados a suprimentos. Para que isso ocorra deverá exercer fiscalização e controle efetivo visando a pontualidade no abastecimento, para assim proporcionar menor produtividade.

II. São diretrizes da governança pública, entre outras: editar e revisar atos normativos, pautando-se pelas boas práticas regulatórias e pela legitimidade, estabilidade e coerência do ordenamento jurídico e realizando consultas públicas sempre que conveniente; definir formalmente as funções, as competências e as responsabilidades das estruturas e dos arranjos institucionais; e promover a comunicação aberta, voluntária e transparente das atividades e dos resultados da organização, de maneira a fortalecer o acesso público à informação.

Marque a alternativa CORRETA:

  • A As duas afirmativas são verdadeiras.
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas.
10

A divulgação de informações públicas, a facilitação de acesso aos serviços públicos, o suporte à elaboração de políticas públicas e a abertura de canal para a participação do cidadão no processo decisório – mediante a utilização da tecnologia de informação e comunicação, especialmente a internet, são ações que fazem parte da chamada:

  • A governança técnica.
  • B governança privada.
  • C governança conjunta.
  • D governança eletrônica.
  • E governança instrumental.

Arqueologia

11

Com relação à seriação por frequência, assinale a alternativa CORRETA.

  • A É um método de análise que objetiva discernir as mudanças nos padrões de uso durante o ciclo de vida de um artefato.
  • B Pauta-se na premissa de que os artefatos apresentam um ciclo de vida envolvendo manufatura, uso, descarte e, em alguns casos, reciclagem, e finalmente deposição no registro arqueológico.
  • C Trata-se de um método quantitativo que visa estabelecer relações funcionais entre artefatos pertencentes a distintas tradições.
  • D Consiste na mensuração da proporção relativa de determinados tipos de artefatos, partindo da premissa de que cada tipo tem uma trajetória cronológica bem definida, marcada pelo surgimento, por um pico de popularidade e pelo gradual declínio e desaparecimento.
12

Com relação ao método de datação por carbono 14, assinale a alternativa INCORRETA.

  • A Trata-se de um método radioativo que pode ser aplicado exclusivamente a materiais orgânicos.
  • B O princípio de datação é pautado na decomposição gradual do carbono14 em um organismo morto.
  • C Após 7000+/–30 anos, o organismo morto perde metade da sua concentração de carbono original.
  • D O método foi descoberto por Willard Libby na década de 40 do século XX, lhe valendo o Prêmio Nobel de Química em 1960.
13

Com relação aos métodos de datação, assinale a alternativa INCORRETA.

  • A A termoluminescência somente é efetiva para minerais que tiveram suas cargas de elétron zeradas devido à exposição a altas temperaturas antes de serem enterrados.
  • B O método da dendrocronologia tem aplicabilidade somente nas regiões tropicais, devido ao fato de as diferenças entre as estações serem menos pronunciadas do que no Hemisfério Norte.
  • C O método do potássio-argônio é efetivo para datar rochas vulcânicas que tenham um tempo mínimo de 100.000 anos.
  • D A seriação consiste em um método relativo de datação.
14

Em que consiste a curadoria de materiais arqueológicos?

  • A É conjunto de procedimentos que visa a reconstituição por colagem das peças fragmentadas.
  • B É o conjunto de procedimentos que visa referenciar cada item recuperado em uma pesquisa arqueológica, incluindo a codificação de sua localização espacial e profundidade, organização por composição material, procedimentos de higienização e de marcação, registro físico, e inserção das informações levantadas em uma ficha de registro documental.
  • C É o processo de restauração de artefatos arqueológicos que inclui a adição de substâncias nas peças incompletas de modo a reconstituir a sua morfologia original.
  • D É o processo de musealização dos artefatos arqueológicos, visando apresentar ao público detalhes sobre os seus contextos, trajetórias de vida e funções aos quais foram destinados.
15

Na qualidade de ciência social, a arqueologia tem por objetivo(s):

  • A estabelecer tipologias de artefatos.
  • B datar os sítios arqueológicos, visando construir uma cronologia de ocupação humana de uma dada região.
  • C explicar o que aconteceu a um grupo específico de seres humanos no passado e fazer generalizações a respeito dos processos de mudança cultural.
  • D estudar os remanescentes ósseos das populações humanas do passado, visando caracterizar suas morfologias, patologias e stress ocupacional.
16

As abordagens teóricas na arqueologia têm adotado diferentes concepções de cultura.

É uma concepção característica da arqueologia histórico cultural a cultura como:

  • A um mecanismo de adaptação das sociedades humanas ao meio ambiente.
  • B a superestrutura de um modo de produção.
  • C um conjunto de normas, valores, ideias, prescrições e regras formais partilhado por um determinado grupo.
  • D estruturas de significados socialmente estabelecidas.
17

A arqueologia processual ou nova arqueologia consistiu em um movimento de renovação teórica, metodológica e conceitual que emergiu nos Estados Unidos na década de 1960.

Assinale a alternativa que caracteriza essa corrente teórica.

  • A Foco nos processos de adaptação das sociedades humanas aos seus embasamentos ambientais, a partir de uma perspectiva sistêmica.
  • B Estudo da dispersão espaço-temporal de complexos materiais, com as causas da mudança cultural sendo explicadas em termos de difusão e migração.
  • C Ênfase no subjetivismo da interpretação em decorrência do objetivismo da quantificação, privilegiando uma abordagem hermenêutica.
  • D Registro arqueológico explicado à luz dos princípios da teoria evolutiva darwinista.
18

A Teoria de Médio Alcance, elaborada por Lewis Binford em 1981, teve um grande impacto na arqueologia.

Em que consiste essa teoria?

  • A Consiste em regras abstratas que explicam as relações entre proposições teóricas, sendo relevantes para a explicação dos fenômenos arqueologicamente observáveis.
  • B É como se denominam as generalizações fundadas em regularidades repetidamente observadas, mas que podem ser refutadas pela observação de casos contrários.
  • C É uma teoria que busca explicar as causas que ocasionam as mudanças culturais em um contexto regional.
  • D Consiste no uso de dados etnográficos para estabelecer relações entre fenômenos passíveis de observação e o comportamento humano que não é diretamente observável no registro arqueológico.
19

A arqueologia pós-processual emergiu nos anos 80 do século XX.

Em relação a essa corrente teórica, assinale a alternativa INCORRETA.

  • A Visa a explorar as dimensões cognitivas e ideacionais do passado.
  • B Fundamenta-se na concepção de que o comportamento humano é padronizado, de modo que a meta da pesquisa deve ser identificar padrões no registro arqueológico que refletem os padrões de comportamento humano.
  • C Considera que os indivíduos são negociadores ativos das regras sociais, participando na criação e recriação da ordenação social.
  • D Considera que as interpretações do registro arqueológico são influenciadas por agendas políticas contemporâneas.
20

Em que consiste o método de levantamento probabilístico?

  • A No levantamento de sítios em uma região específica a partir de informações orais fornecidas pelos moradores locais.
  • B No estudo das feições hidrográficas, pedológicas, topográficas e nos padrões de vegetação, visando determinar os locais mais propícios para a localização dos sítios.
  • C No levantamento que tem por base os cursos da água e as áreas de melhor visibilidade do solo, como cortes de barrancos e áreas recentemente aradas.
  • D No emprego de métodos estatísticos, visando estabelecer, a partir de procedimentos tais como o estabelecimento de unidades amostrais em diferentes compartimentos ambientais e do uso de linhas de caminhamento, resultados que sejam minimamente tendenciosos em termos do processo de ocupação humana de uma determinada região.

Redação Oficial

21

Analise a caracterização a seguir.

Trata-se de gêneros textuais utilizados nas organizações públicas e muito usados nas comunicações internas oficiais. De linguagem simples, não é adequado o uso de preciosismos ou terminologias excessivamente técnicas nesse tipo de documento. Serve para transmitir informações para funcionários de uma mesma unidade ou local. Muito ágil e pouco burocrático, nele devem constar: destinatário, emissor, assunto ou referência, data, mensagem, fecho e assinatura.

Essa é a caracterização de

  • A ofício.
  • B relatório.
  • C formulário.
  • D memorando.
22

Com relação à comunicação e à redação oficial, assinale com V as afirmativas verdadeiras e com F as falsas.

( ) Quando se fala em redação oficial, quem comunica é o serviço público (secretarias, departamentos, ministérios, divisão, serviço, seção), e o que se comunica deve ser algum assunto relativo às atribuições do órgão em questão.

( ) Na redação oficial, deve-se considerar a intenção do emissor e a finalidade do documento, para que o texto seja adequado à finalidade e à situação comunicativa.

( ) Comunicar com objetividade e acessibilidade é a finalidade básica da redação oficial, impondo certos parâmetros ao uso que se faz da língua, de modo distinto daquele da literatura, do texto jornalístico, da correspondência particular, etc.

( ) A clareza é uma qualidade de todo texto oficial e implica em buscar uniformidade do tempo verbal em todo o texto, usar frases curtas e bem estruturadas, apresentar as orações na ordem direta, evitar intercalações excessivas e explicitar o significado da sigla em sua primeira referência.

Assinale a sequência correta.

  • A V F V F
  • B F V F F
  • C F F F V
  • D V V V V
23

Um dos documentos de registro muito utilizados nas instituições é a ata e, para sua lavratura, deve-se observar algumas normas.

Nesse contexto, assinale a alternativa que apresenta incorretamente uma dessas regras.

  • A O texto da ata pode ser digitado em computador, datilografado ou manuscrito, mas sem rasuras.
  • B Nas ocorrências de erros constatados no momento da redação da ata, emprega-se a partícula “digo”.
  • C Deve-se lavrar a ata em livro próprio ou em folhas soltas e de tal modo que impossibilite a introdução de modificações.
  • D Quando um erro for identificado após a redação de toda ata, deve-se recorrer à redação de anexo juntado às folhas da ata, com a escrita de todo parágrafo corrigido.
24

Sobre memorando, classifique as assertivas abaixo como F (falsas) ou V (verdadeiras).
(___) O memorando interno também é chamado de comunicação ou comunicação interna. (___) O papel em que é impresso o memorando externo deve ter formato meio-ofício. (___) A linguagem usada nos memorandos deve ser clara e concisa. (___) O fecho do memorando interno apresenta termo de cortesia. (___) Pode-se usar folha de continuação na elaboração de um memorando.
A sequência correta é:

  • A F – F – V – V – V
  • B F – V – F – V – V
  • C F – V – V – V – V
  • D V – F – V – F – V
  • E V – V – V – F – F
25

Com base no Manual de Redação Oficial da República, em um documento oficial o signatário é quem:

  • A recebe o documento.
  • B assina o documento
  • C redige e revisa o documento.
  • D encaminha o documento.
  • E protocola o documento.
26

A respeito das partes de um documento no padrão ofício, analise as afirmativas abaixo: I. O cabeçalho é utilizado em todas as páginas do documento, centralizado na área determinada pela formatação. II. O texto do documento deve dar uma ideia geral do que trata o documento, de forma sucinta. III. Excluídas as comunicações assinadas pelo Presidente da República, todas as demais comunicações oficiais devem informar o signatário. IV. A numeração das páginas é obrigatória apenas a partir da segunda página da comunicação. É CORRETO o que se afirma em:

  • A I, III e IV.
  • B III, apenas.
  • C I, II e III.
  • D II, III e IV
  • E III e IV.
27

Com base no Manual de Redação da Presidência da República, analise as afirmativas abaixo:
I. O Manual de Redação da Presidência da República estabelece o emprego de somente dois fechos diferentes para todas as modalidades de comunicação oficial: Para autoridades de hierarquia superior a do remetente, inclusive o Presidente da República: Respeitosamente, e, para autoridades de mesma hierarquia, de hierarquia inferior ou demais casos: Atenciosamente,. II. Nos termos da Medida Provisória nº 2.200-2, de 24 de agosto de 2001, para que o e-mail tenha valor documental, isto é, para que possa ser aceito como documento original, é necessário existir certificação digital que ateste a identidade do remetente, segundo os parâmetros de integridade, autenticidade e validade jurídica da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil. III. As comunicações administrativas devem ser sempre formais, isto é, obedecer a certas regras de forma (BRASIL, 2015a). Isso é válido tanto para as comunicações feitas em meio eletrônico (por exemplo, o e-mail, o documento gerado no SEI! o documento em html etc.), quanto para os eventuais documentos impressos. IV. A Mensagem é o instrumento de comunicação oficial entre os Chefes dos Poderes Públicos, notadamente as mensagens enviadas pelo Chefe do Poder Executivo ao Poder Legislativo para informar sobre fato da administração pública; para expor o plano de governo por ocasião da abertura de sessão legislativa; para submeter ao Congresso Nacional matérias que dependem de deliberação de suas Casas; para apresentar veto; enfim, fazer comunicações do que seja de interesse dos Poderes Públicos e da Nação.
É CORRETO o que se afirma em:

  • A I, II e III, apenas.
  • B I, III e IV, apenas.
  • C II, III e IV, apenas.
  • D I, II, III e IV
  • E II e IV, apenas.
28
Sobre as características da Redação Oficial, assinale a alternativa correta.
  • A A impessoalidade na redação oficial se dá por uma linguagem objetiva, informativa e distanciada
  • B Um texto conciso é aquele que não permite mais de uma interpretação
  • C A padronização dos textos se dá pela linguagem coloquial
  • D O texto tem clareza quando é objetivo e usa apenas termos necessários, sem redução do conteúdo
29

Tradicionalmente, o emprego dos pronomes de tratamento adota a segunda pessoa do plural, de maneira indireta, para referenciar atributos da pessoa à qual se dirige. Na redação oficial, é necessário atenção para o uso dos pronomes de tratamento:

  • A No endereçamento e no destinatário.
  • B No corpo do texto, no fechamento e no destinatário.
  • C No endereçamento, no vocativo e no fechamento.
  • D No endereçamento, no vocativo e no corpo do texto.
  • E No endereçamento, no vocativo, no corpo do texto e no fechamento.
30

De acordo com o Manual de Redação da Presidência da República, assinale a alternativa que apresenta a grafia CORRETA de local e data de um documento oficial:

  • A Nova Friburgo, 5 de setembro de 2019.
  • B Nova Friburgo/RS, 10 de Julho de 2019.
  • C Nova Friburgo, 03 de agosto de 2019.
  • D Nova Friburgo/RS, 1 de janeiro de 2019.
  • E Nova Friburgo, 15 de Maio de 2019.

Administração Geral

31
O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?
O planejamento é o conjunto de processos realizados com o objetivo de definir um rumo e os meios para se alcançar o que se pretende. Para Peter Drucker, um plano é um caminho a ser percorrido. Assim, é correto afirmar que o planejamento é o momento em que são traçados os objetivos, as metas, as atividades e definidos os processos que permitirão à organização alcançar o que deseja.

São questões básicas do planejamento em uma organização:
• O que fazer?
• Para que fazer?
• Como fazer?
• Com que recursos fazer?
• Quando fazer?
• Com quem fazer?

A resposta a essas questões básicas é o objetivo central da função de planejamento, no contexto da Administração, enquanto atividade sistêmica-integrada e que precisa envolver todas as áreas da organização. O planejamento, portanto, enquanto função administrativa possibilita a definição prévia dos planos intermediários e finais.

A função de planejamento é complexa, na medida em que afeta todas as dimensões organizacionais e requer o comprometimento de todos os integrantes para o alcance dos objetivos coletivos. É também uma função dinâmica, pois sua concepção necessita estar em sintonia com a dinamicidade dos ambientes interno e externo da entidade.

As mudanças constantes que ocorrem no ambiente, sejam de natureza demográfica, cultural, política, ambiental, social ou tecnológica, vêm a afetar a realidade organizacional e, consequentemente, o planejamento enquanto processo dinâmico.

Cabe ao gestor da organização estar atento ao processo dinâmico que caracteriza o ambiente e avaliar de que forma os planos elaborados necessitam ser adaptados. Caso contrário, a longevidade organizacional pode ser ameaçada.

A flexibilidade, a dinamicidade e a adaptação continuada às mudanças em curso no meio, são condições básicas para a função do planejamento enquanto processo que determina os objetivos organizacionais.

Enquanto pensamento aplicado à gestão das organizações de produção, o planejamento recebeu a contribuição de inúmeros autores, com destaque para as ideias de Frederick Taylor, Igor Ansoff e Alfred Chandler.

Considerando o pai da Administração Científica, Taylor estudou e aplicou os tempos e movimentos do processo produtivo, em busca da eficiência operacional e do consequente incremento da rentabilidade organizacional, definindo como funções básicas da gestão o planejamento e o controle.

Em sua obra, Taylor dá ênfase ao processo de aplicação de métodos e técnicas racionais para obtenção de melhores resultados no processo produtivo. Embora estejamos em plena sociedade do conhecimento e no cotidiano das organizações de produção ocorra a incorporação progressiva de novas tecnologias de produção, muitos dos princípios e fundamentados sistematizados por Taylor ainda se fazem presentes. Ao iniciar o estudo da Administração, a leitura desta obra clássica é recomendável.

Adaptado: Disponível em: http://bit.ly/2qkyW5S.
Com base no texto 'O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?', leia as afirmativas a seguir:
I. As mudanças constantes que ocorrem no ambiente, sejam de natureza demográfica, cultural, política, ambiental, social ou tecnológica, vêm a afetar a realidade organizacional e, consequentemente, o planejamento enquanto processo dinâmico, conforme pode ser entendido a partir das informações do texto. II. Para Taylor, são funções básicas da gestão o assistencialismo e o protecionismo, conforme pode ser entendido a partir das informações do autor.
Marque a alternativa CORRETA:
  • A As duas afirmativas são verdadeiras.
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas.
32

Leia as afirmativas a seguir:


I. A elaboração de planos táticos e de planos operacionais, evitando a necessidade de mensuração e controle, é uma das características da administração por objetivos.

II. No Microsoft Windows, o comando Shift + F10 salva todos os arquivos abertos.

III. De acordo com a Teoria Y, de McGregor, os colaboradores aceitam responsabilidades e, para elevarem seus rendimentos, esses colaboradores devem ser motivados em função de suas necessidades específicas.


Marque a alternativa CORRETA:

  • A Nenhuma afirmativa está correta.
  • B Apenas uma afirmativa está correta.
  • C Apenas duas afirmativas estão corretas.
  • D Todas as afirmativas estão corretas.
33
O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?
O planejamento é o conjunto de processos realizados com o objetivo de definir um rumo e os meios para se alcançar o que se pretende. Para Peter Drucker, um plano é um caminho a ser percorrido. Assim, é correto afirmar que o planejamento é o momento em que são traçados os objetivos, as metas, as atividades e definidos os processos que permitirão à organização alcançar o que deseja.

São questões básicas do planejamento em uma organização:
• O que fazer?
• Para que fazer?
• Como fazer?
• Com que recursos fazer?
• Quando fazer?
• Com quem fazer?

A resposta a essas questões básicas é o objetivo central da função de planejamento, no contexto da Administração, enquanto atividade sistêmica-integrada e que precisa envolver todas as áreas da organização. O planejamento, portanto, enquanto função administrativa possibilita a definição prévia dos planos intermediários e finais.

A função de planejamento é complexa, na medida em que afeta todas as dimensões organizacionais e requer o comprometimento de todos os integrantes para o alcance dos objetivos coletivos. É também uma função dinâmica, pois sua concepção necessita estar em sintonia com a dinamicidade dos ambientes interno e externo da entidade.

As mudanças constantes que ocorrem no ambiente, sejam de natureza demográfica, cultural, política, ambiental, social ou tecnológica, vêm a afetar a realidade organizacional e, consequentemente, o planejamento enquanto processo dinâmico.

Cabe ao gestor da organização estar atento ao processo dinâmico que caracteriza o ambiente e avaliar de que forma os planos elaborados necessitam ser adaptados. Caso contrário, a longevidade organizacional pode ser ameaçada.

A flexibilidade, a dinamicidade e a adaptação continuada às mudanças em curso no meio, são condições básicas para a função do planejamento enquanto processo que determina os objetivos organizacionais.

Enquanto pensamento aplicado à gestão das organizações de produção, o planejamento recebeu a contribuição de inúmeros autores, com destaque para as ideias de Frederick Taylor, Igor Ansoff e Alfred Chandler.

Considerando o pai da Administração Científica, Taylor estudou e aplicou os tempos e movimentos do processo produtivo, em busca da eficiência operacional e do consequente incremento da rentabilidade organizacional, definindo como funções básicas da gestão o planejamento e o controle.

Em sua obra, Taylor dá ênfase ao processo de aplicação de métodos e técnicas racionais para obtenção de melhores resultados no processo produtivo. Embora estejamos em plena sociedade do conhecimento e no cotidiano das organizações de produção ocorra a incorporação progressiva de novas tecnologias de produção, muitos dos princípios e fundamentados sistematizados por Taylor ainda se fazem presentes. Ao iniciar o estudo da Administração, a leitura desta obra clássica é recomendável.

Adaptado: Disponível em: http://bit.ly/2qkyW5S.
Com base no texto 'O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?', leia as afirmativas a seguir:
I. A função de planejamento, no contexto da administração, precisa envolver todas as áreas da organização, conforme pode ser entendido a partir das informações do texto. II. A função de planejamento é complexa, na medida em que afeta todas as dimensões organizacionais e requer o comprometimento de todos os integrantes para o alcance dos objetivos coletivos, de acordo com o texto.
Marque a alternativa CORRETA:
  • A As duas afirmativas são verdadeiras.
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas.
34
O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?
O planejamento é o conjunto de processos realizados com o objetivo de definir um rumo e os meios para se alcançar o que se pretende. Para Peter Drucker, um plano é um caminho a ser percorrido. Assim, é correto afirmar que o planejamento é o momento em que são traçados os objetivos, as metas, as atividades e definidos os processos que permitirão à organização alcançar o que deseja.

São questões básicas do planejamento em uma organização:
• O que fazer?
• Para que fazer?
• Como fazer?
• Com que recursos fazer?
• Quando fazer?
• Com quem fazer?

A resposta a essas questões básicas é o objetivo central da função de planejamento, no contexto da Administração, enquanto atividade sistêmica-integrada e que precisa envolver todas as áreas da organização. O planejamento, portanto, enquanto função administrativa possibilita a definição prévia dos planos intermediários e finais.

A função de planejamento é complexa, na medida em que afeta todas as dimensões organizacionais e requer o comprometimento de todos os integrantes para o alcance dos objetivos coletivos. É também uma função dinâmica, pois sua concepção necessita estar em sintonia com a dinamicidade dos ambientes interno e externo da entidade.

As mudanças constantes que ocorrem no ambiente, sejam de natureza demográfica, cultural, política, ambiental, social ou tecnológica, vêm a afetar a realidade organizacional e, consequentemente, o planejamento enquanto processo dinâmico.

Cabe ao gestor da organização estar atento ao processo dinâmico que caracteriza o ambiente e avaliar de que forma os planos elaborados necessitam ser adaptados. Caso contrário, a longevidade organizacional pode ser ameaçada.

A flexibilidade, a dinamicidade e a adaptação continuada às mudanças em curso no meio, são condições básicas para a função do planejamento enquanto processo que determina os objetivos organizacionais.

Enquanto pensamento aplicado à gestão das organizações de produção, o planejamento recebeu a contribuição de inúmeros autores, com destaque para as ideias de Frederick Taylor, Igor Ansoff e Alfred Chandler.

Considerando o pai da Administração Científica, Taylor estudou e aplicou os tempos e movimentos do processo produtivo, em busca da eficiência operacional e do consequente incremento da rentabilidade organizacional, definindo como funções básicas da gestão o planejamento e o controle.

Em sua obra, Taylor dá ênfase ao processo de aplicação de métodos e técnicas racionais para obtenção de melhores resultados no processo produtivo. Embora estejamos em plena sociedade do conhecimento e no cotidiano das organizações de produção ocorra a incorporação progressiva de novas tecnologias de produção, muitos dos princípios e fundamentados sistematizados por Taylor ainda se fazem presentes. Ao iniciar o estudo da Administração, a leitura desta obra clássica é recomendável.

Adaptado: Disponível em: http://bit.ly/2qkyW5S.
Com base no texto 'O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?', leia as afirmativas a seguir:
I. As teorias e princípios defendidos por Taylor já não são aplicáveis à gestão das organizações modernas, afirma o texto. II. O planejamento, enquanto função administrativa, possibilita a definição prévia dos planos intermediários e finais, conforme pode ser entendido a partir das informações do autor.
Marque a alternativa CORRETA:
  • A As duas afirmativas são verdadeiras
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas.
35
O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?
O planejamento é o conjunto de processos realizados com o objetivo de definir um rumo e os meios para se alcançar o que se pretende. Para Peter Drucker, um plano é um caminho a ser percorrido. Assim, é correto afirmar que o planejamento é o momento em que são traçados os objetivos, as metas, as atividades e definidos os processos que permitirão à organização alcançar o que deseja.

São questões básicas do planejamento em uma organização:
• O que fazer?
• Para que fazer?
• Como fazer?
• Com que recursos fazer?
• Quando fazer?
• Com quem fazer?

A resposta a essas questões básicas é o objetivo central da função de planejamento, no contexto da Administração, enquanto atividade sistêmica-integrada e que precisa envolver todas as áreas da organização. O planejamento, portanto, enquanto função administrativa possibilita a definição prévia dos planos intermediários e finais.

A função de planejamento é complexa, na medida em que afeta todas as dimensões organizacionais e requer o comprometimento de todos os integrantes para o alcance dos objetivos coletivos. É também uma função dinâmica, pois sua concepção necessita estar em sintonia com a dinamicidade dos ambientes interno e externo da entidade.

As mudanças constantes que ocorrem no ambiente, sejam de natureza demográfica, cultural, política, ambiental, social ou tecnológica, vêm a afetar a realidade organizacional e, consequentemente, o planejamento enquanto processo dinâmico.

Cabe ao gestor da organização estar atento ao processo dinâmico que caracteriza o ambiente e avaliar de que forma os planos elaborados necessitam ser adaptados. Caso contrário, a longevidade organizacional pode ser ameaçada.

A flexibilidade, a dinamicidade e a adaptação continuada às mudanças em curso no meio, são condições básicas para a função do planejamento enquanto processo que determina os objetivos organizacionais.

Enquanto pensamento aplicado à gestão das organizações de produção, o planejamento recebeu a contribuição de inúmeros autores, com destaque para as ideias de Frederick Taylor, Igor Ansoff e Alfred Chandler.

Considerando o pai da Administração Científica, Taylor estudou e aplicou os tempos e movimentos do processo produtivo, em busca da eficiência operacional e do consequente incremento da rentabilidade organizacional, definindo como funções básicas da gestão o planejamento e o controle.

Em sua obra, Taylor dá ênfase ao processo de aplicação de métodos e técnicas racionais para obtenção de melhores resultados no processo produtivo. Embora estejamos em plena sociedade do conhecimento e no cotidiano das organizações de produção ocorra a incorporação progressiva de novas tecnologias de produção, muitos dos princípios e fundamentados sistematizados por Taylor ainda se fazem presentes. Ao iniciar o estudo da Administração, a leitura desta obra clássica é recomendável.

Adaptado: Disponível em: http://bit.ly/2qkyW5S.
Com base no texto 'O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?', leia as afirmativas a seguir:
I. A flexibilidade, a dinamicidade e a adaptação continuada às mudanças em curso no meio são condições prejudiciais para a função planejamento, de acordo com o texto. II. São questões básicas do planejamento em uma organização, entre outras: quando fazer e com quem fazer, de acordo com o autor.
Marque a alternativa CORRETA:
  • A As duas afirmativas são verdadeiras.
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas.
36
O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?
O planejamento é o conjunto de processos realizados com o objetivo de definir um rumo e os meios para se alcançar o que se pretende. Para Peter Drucker, um plano é um caminho a ser percorrido. Assim, é correto afirmar que o planejamento é o momento em que são traçados os objetivos, as metas, as atividades e definidos os processos que permitirão à organização alcançar o que deseja.

São questões básicas do planejamento em uma organização:
• O que fazer?
• Para que fazer?
• Como fazer?
• Com que recursos fazer?
• Quando fazer?
• Com quem fazer?

A resposta a essas questões básicas é o objetivo central da função de planejamento, no contexto da Administração, enquanto atividade sistêmica-integrada e que precisa envolver todas as áreas da organização. O planejamento, portanto, enquanto função administrativa possibilita a definição prévia dos planos intermediários e finais.

A função de planejamento é complexa, na medida em que afeta todas as dimensões organizacionais e requer o comprometimento de todos os integrantes para o alcance dos objetivos coletivos. É também uma função dinâmica, pois sua concepção necessita estar em sintonia com a dinamicidade dos ambientes interno e externo da entidade.

As mudanças constantes que ocorrem no ambiente, sejam de natureza demográfica, cultural, política, ambiental, social ou tecnológica, vêm a afetar a realidade organizacional e, consequentemente, o planejamento enquanto processo dinâmico.

Cabe ao gestor da organização estar atento ao processo dinâmico que caracteriza o ambiente e avaliar de que forma os planos elaborados necessitam ser adaptados. Caso contrário, a longevidade organizacional pode ser ameaçada.

A flexibilidade, a dinamicidade e a adaptação continuada às mudanças em curso no meio, são condições básicas para a função do planejamento enquanto processo que determina os objetivos organizacionais.

Enquanto pensamento aplicado à gestão das organizações de produção, o planejamento recebeu a contribuição de inúmeros autores, com destaque para as ideias de Frederick Taylor, Igor Ansoff e Alfred Chandler.

Considerando o pai da Administração Científica, Taylor estudou e aplicou os tempos e movimentos do processo produtivo, em busca da eficiência operacional e do consequente incremento da rentabilidade organizacional, definindo como funções básicas da gestão o planejamento e o controle.

Em sua obra, Taylor dá ênfase ao processo de aplicação de métodos e técnicas racionais para obtenção de melhores resultados no processo produtivo. Embora estejamos em plena sociedade do conhecimento e no cotidiano das organizações de produção ocorra a incorporação progressiva de novas tecnologias de produção, muitos dos princípios e fundamentados sistematizados por Taylor ainda se fazem presentes. Ao iniciar o estudo da Administração, a leitura desta obra clássica é recomendável.

Adaptado: Disponível em: http://bit.ly/2qkyW5S.
Com base no texto 'O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?', leia as afirmativas a seguir:
I. Todos os princípios e fundamentados sistematizados por Taylor se encontram obsoletos em função das novas tecnologias disponíveis nas organizações, de acordo com o autor. II. O planejamento é o momento em que são traçados os objetivos, as metas, as atividades e definidos os processos que permitirão à organização alcançar o que deseja, conforme pode ser entendido a partir das informações do texto.
Marque a alternativa CORRETA:
  • A As duas afirmativas são verdadeiras.
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas.
37
O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?
O planejamento é o conjunto de processos realizados com o objetivo de definir um rumo e os meios para se alcançar o que se pretende. Para Peter Drucker, um plano é um caminho a ser percorrido. Assim, é correto afirmar que o planejamento é o momento em que são traçados os objetivos, as metas, as atividades e definidos os processos que permitirão à organização alcançar o que deseja.

São questões básicas do planejamento em uma organização:
• O que fazer?
• Para que fazer?
• Como fazer?
• Com que recursos fazer?
• Quando fazer?
• Com quem fazer?

A resposta a essas questões básicas é o objetivo central da função de planejamento, no contexto da Administração, enquanto atividade sistêmica-integrada e que precisa envolver todas as áreas da organização. O planejamento, portanto, enquanto função administrativa possibilita a definição prévia dos planos intermediários e finais.

A função de planejamento é complexa, na medida em que afeta todas as dimensões organizacionais e requer o comprometimento de todos os integrantes para o alcance dos objetivos coletivos. É também uma função dinâmica, pois sua concepção necessita estar em sintonia com a dinamicidade dos ambientes interno e externo da entidade.

As mudanças constantes que ocorrem no ambiente, sejam de natureza demográfica, cultural, política, ambiental, social ou tecnológica, vêm a afetar a realidade organizacional e, consequentemente, o planejamento enquanto processo dinâmico.

Cabe ao gestor da organização estar atento ao processo dinâmico que caracteriza o ambiente e avaliar de que forma os planos elaborados necessitam ser adaptados. Caso contrário, a longevidade organizacional pode ser ameaçada.

A flexibilidade, a dinamicidade e a adaptação continuada às mudanças em curso no meio, são condições básicas para a função do planejamento enquanto processo que determina os objetivos organizacionais.

Enquanto pensamento aplicado à gestão das organizações de produção, o planejamento recebeu a contribuição de inúmeros autores, com destaque para as ideias de Frederick Taylor, Igor Ansoff e Alfred Chandler.

Considerando o pai da Administração Científica, Taylor estudou e aplicou os tempos e movimentos do processo produtivo, em busca da eficiência operacional e do consequente incremento da rentabilidade organizacional, definindo como funções básicas da gestão o planejamento e o controle.

Em sua obra, Taylor dá ênfase ao processo de aplicação de métodos e técnicas racionais para obtenção de melhores resultados no processo produtivo. Embora estejamos em plena sociedade do conhecimento e no cotidiano das organizações de produção ocorra a incorporação progressiva de novas tecnologias de produção, muitos dos princípios e fundamentados sistematizados por Taylor ainda se fazem presentes. Ao iniciar o estudo da Administração, a leitura desta obra clássica é recomendável.

Adaptado: Disponível em: http://bit.ly/2qkyW5S.
Com base no texto 'O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?', leia as afirmativas a seguir:
I. Cabe ao gestor da organização estar atento ao processo dinâmico que caracteriza o ambiente e avaliar de que forma os planos elaborados necessitam ser adaptados, afirma o texto. Caso contrário, a longevidade organizacional pode ser ameaçada. II. De acordo com o texto, o processo de planejamento compreende as atividades relacionadas ao levantamento de dados sobre o que foi efetivamente executado, à comparação desses dados com o que foi realizado no período e à tomada de ações preventivas, corretivas e reparos de defeitos.
Marque a alternativa CORRETA:
  • A As duas afirmativas são verdadeiras.
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas.
38
O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?
O planejamento é o conjunto de processos realizados com o objetivo de definir um rumo e os meios para se alcançar o que se pretende. Para Peter Drucker, um plano é um caminho a ser percorrido. Assim, é correto afirmar que o planejamento é o momento em que são traçados os objetivos, as metas, as atividades e definidos os processos que permitirão à organização alcançar o que deseja.

São questões básicas do planejamento em uma organização:
• O que fazer?
• Para que fazer?
• Como fazer?
• Com que recursos fazer?
• Quando fazer?
• Com quem fazer?

A resposta a essas questões básicas é o objetivo central da função de planejamento, no contexto da Administração, enquanto atividade sistêmica-integrada e que precisa envolver todas as áreas da organização. O planejamento, portanto, enquanto função administrativa possibilita a definição prévia dos planos intermediários e finais.

A função de planejamento é complexa, na medida em que afeta todas as dimensões organizacionais e requer o comprometimento de todos os integrantes para o alcance dos objetivos coletivos. É também uma função dinâmica, pois sua concepção necessita estar em sintonia com a dinamicidade dos ambientes interno e externo da entidade.

As mudanças constantes que ocorrem no ambiente, sejam de natureza demográfica, cultural, política, ambiental, social ou tecnológica, vêm a afetar a realidade organizacional e, consequentemente, o planejamento enquanto processo dinâmico.

Cabe ao gestor da organização estar atento ao processo dinâmico que caracteriza o ambiente e avaliar de que forma os planos elaborados necessitam ser adaptados. Caso contrário, a longevidade organizacional pode ser ameaçada.

A flexibilidade, a dinamicidade e a adaptação continuada às mudanças em curso no meio, são condições básicas para a função do planejamento enquanto processo que determina os objetivos organizacionais.

Enquanto pensamento aplicado à gestão das organizações de produção, o planejamento recebeu a contribuição de inúmeros autores, com destaque para as ideias de Frederick Taylor, Igor Ansoff e Alfred Chandler.

Considerando o pai da Administração Científica, Taylor estudou e aplicou os tempos e movimentos do processo produtivo, em busca da eficiência operacional e do consequente incremento da rentabilidade organizacional, definindo como funções básicas da gestão o planejamento e o controle.

Em sua obra, Taylor dá ênfase ao processo de aplicação de métodos e técnicas racionais para obtenção de melhores resultados no processo produtivo. Embora estejamos em plena sociedade do conhecimento e no cotidiano das organizações de produção ocorra a incorporação progressiva de novas tecnologias de produção, muitos dos princípios e fundamentados sistematizados por Taylor ainda se fazem presentes. Ao iniciar o estudo da Administração, a leitura desta obra clássica é recomendável.

Adaptado: Disponível em: http://bit.ly/2qkyW5S.
Com base no texto 'O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?', leia as afirmativas a seguir:
I. Em sua obra, Taylor combateu o uso de métodos e técnicas racionais para a obtenção de melhores resultados no processo produtivo, de acordo com o texto. II. São questões básicas do planejamento em uma organização, entre outras: como fazer e com que recursos fazer, afirma o autor.
Marque a alternativa CORRETA:
  • A As duas afirmativas são verdadeiras.
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas.
39

A emissão de notas fiscais, elaboração de relatórios, controle de inadimplência e planejamento são serviços ou tarefas relacionadas ao

  • A almoxarifado.
  • B setor de contabilidade.
  • C departamento financeiro.
  • D departamento de pessoal.
40
O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?
O planejamento é o conjunto de processos realizados com o objetivo de definir um rumo e os meios para se alcançar o que se pretende. Para Peter Drucker, um plano é um caminho a ser percorrido. Assim, é correto afirmar que o planejamento é o momento em que são traçados os objetivos, as metas, as atividades e definidos os processos que permitirão à organização alcançar o que deseja.

São questões básicas do planejamento em uma organização:
• O que fazer?
• Para que fazer?
• Como fazer?
• Com que recursos fazer?
• Quando fazer?
• Com quem fazer?

A resposta a essas questões básicas é o objetivo central da função de planejamento, no contexto da Administração, enquanto atividade sistêmica-integrada e que precisa envolver todas as áreas da organização. O planejamento, portanto, enquanto função administrativa possibilita a definição prévia dos planos intermediários e finais.

A função de planejamento é complexa, na medida em que afeta todas as dimensões organizacionais e requer o comprometimento de todos os integrantes para o alcance dos objetivos coletivos. É também uma função dinâmica, pois sua concepção necessita estar em sintonia com a dinamicidade dos ambientes interno e externo da entidade.

As mudanças constantes que ocorrem no ambiente, sejam de natureza demográfica, cultural, política, ambiental, social ou tecnológica, vêm a afetar a realidade organizacional e, consequentemente, o planejamento enquanto processo dinâmico.

Cabe ao gestor da organização estar atento ao processo dinâmico que caracteriza o ambiente e avaliar de que forma os planos elaborados necessitam ser adaptados. Caso contrário, a longevidade organizacional pode ser ameaçada.

A flexibilidade, a dinamicidade e a adaptação continuada às mudanças em curso no meio, são condições básicas para a função do planejamento enquanto processo que determina os objetivos organizacionais.

Enquanto pensamento aplicado à gestão das organizações de produção, o planejamento recebeu a contribuição de inúmeros autores, com destaque para as ideias de Frederick Taylor, Igor Ansoff e Alfred Chandler.

Considerando o pai da Administração Científica, Taylor estudou e aplicou os tempos e movimentos do processo produtivo, em busca da eficiência operacional e do consequente incremento da rentabilidade organizacional, definindo como funções básicas da gestão o planejamento e o controle.

Em sua obra, Taylor dá ênfase ao processo de aplicação de métodos e técnicas racionais para obtenção de melhores resultados no processo produtivo. Embora estejamos em plena sociedade do conhecimento e no cotidiano das organizações de produção ocorra a incorporação progressiva de novas tecnologias de produção, muitos dos princípios e fundamentados sistematizados por Taylor ainda se fazem presentes. Ao iniciar o estudo da Administração, a leitura desta obra clássica é recomendável.

Adaptado: Disponível em: http://bit.ly/2qkyW5S.
Com base no texto 'O QUE SIGNIFICA O PLANEJAMENTO?', leia as afirmativas a seguir:
I. Para Peter Drucker, um plano é um caminho a ser percorrido, afirma o autor do texto em questão. II. Frederick Taylor, Igor Ansoff e Alfred Chandler são autores renomados que procuraram combater o desenvolvimento das práticas de planejamento nas organizações, de acordo com o autor.
Marque a alternativa CORRETA:
  • A As duas afirmativas são verdadeiras.
  • B A afirmativa I é verdadeira, e a II é falsa.
  • C A afirmativa II é verdadeira, e a I é falsa.
  • D As duas afirmativas são falsas.
Voltar para lista