Resolver o Simulado Nível Superior

0 / 40

Biomedicina - Análises Clínicas

1

A gasometria tem por objetivo avaliar indiretamente a capacidade pulmonar quanto à proporção adequada de oxigênio e remoção de dióxido de carbono, bem como observar os processos de reabsorção ou excreção renais de íons bicarbonato na tentativa de manter o pH corporal normal. Leia com atenção os itens abaixo e preencha os parênteses com V (verdadeiro) ou F (falso), relativamente aos procedimentos usados para coletar amostras para obtenção desses parâmetros.
( ) de punção arterial. ( ) com heparinização da seringa. ( ) com imediata centrifugação da amostra. ( ) sem contato do sangue com o oxigênio do ar. ( ) após a retração espontânea e total do coágulo.
A sequência correta, de cima para baixo, é:

  • A V, V, F, V, F.
  • B F, V, V, V, F.
  • C V, F, F, V, V.
  • D F, V, F, V, V.
  • E V, F, V, V, F.
2

O procedimento de identificação do microrganismo Salmonella spp. preconiza a caracterização de colônias incolores ou transparentes (lactose negativas) quando cultivadas no meio:

  • A caldo tetrationato.
  • B caldo Selenito.
  • C agar Skirrow.
  • D agar Mac Conkey.
  • E agar Manitol Salgado.
3

Anticorpos antinucleares ocorrem em mais de 98% dos indivíduos com lúpus eritematoso, quando pesquisados por IFI, utilizando-se células HEp-2. O(s) autoanticorpo(s) específico(s) de maior utilidade clínica na doença é(são):

  • A anti-RNP ribossomal.
  • B anti-PCNA.
  • C anti-SS-A/Ro e anti-SS-B/La.
  • D anti-dsDNA (anti-DNA de dupla hélice) e antinucleossomo.
  • E anti-U1 RNP.
4

Após coletada amostra de sangue para um hemograma, a contagem automatizada revelou uma plaquetopenia. Entretanto, ao observar a lâmina por microscopia, foram evidenciados diversos grumos plaquetários no esfregaço sanguíneo, indicando a possibilidade de ________ e sugerindo a necessidade da coleta de nova amostra em _______. Para o correto preenchimento das lacunas acima têm de ser usados, respectivamente, os termos:

  • A trombocitopenia induzida por drogas / edta.
  • B pseudotrombocitopenia ao edta / citrato.
  • C hiperesplenismo / seringa heparinizada.
  • D leucemia / aspirado de medula óssea.
  • E trombocitopenia por infiltração medular / lâminas seriadas.
5

A técnica de coloração denominada por Mucicarmim de Mayer permite a diferenciação das várias espécies de leveduras, identificando especificamente:

  • A Candida guilliermondii.
  • B Candida albicans.
  • C Candida glabrata.
  • D Cryptococcus gattii
  • E Cryptococcus neoformans.
6

Dos citados embaixo, o parasita relacionado à diarreia disentérica (quadro agudo com fezes muco-sanguinolentas) é:

  • A Giardia lamblia.
  • B Entamoeba histolytica.
  • C Strongyloides stercoralis.
  • D Ancylostoma duodenale.
  • E Cryptosporidium parvum.
7

Um paciente relatou que acordou as 7h da manhã e urinou exatos 144 ml, tendo, porém, desprezado todo o conteúdo no vaso sanitário; a partir desse primeiro evento, passou a colecionar todas as demais micções num frasco grande fornecido pelo laboratório. Manteve o frasco em geladeira até pontualmente as 7h da manhã do dia seguinte, quando coletou a última urina. O volume total recebido no laboratório foi de 1.872 mL e o seu volume urinário minuto foi calculado como sendo:

  • A 0,78 mL/min.
  • B 0,84 mL/min.
  • C 1,3 mL/min.
  • D 1,4 mL/min.
  • E 3,12 mL/min.
8

Uma identificação bacteriana com resultados positivos nos testes de fermentação do manitol em agar manitol salgado, coloração de Gram, catalase e coagulase, será indicativo para o diagnóstico da espécie:

  • A Staphylococcus epidermidis.
  • B Escherichia coli.
  • C Staphylococcus aureus.
  • D Clostridium tetani.
  • E Pseudomonas aeruginosa.
9

A coleta de material com “swab” anal para pesquisa de ovos está indicada nas duas parasitoses seguintes:

  • A giardíase e enterobíase.
  • B tricuríase e amebíase.
  • C enterobíase e criptosporidiose.
  • D enterobíase e teníase.
  • E tricuríase e giardíase.
10

De acordo com a padronização dos protocolos laboratoriais, todos os tubos para coleta sanguínea identificados por suas características, incluindo cor da tampa e aditivos, deverão ser trocados ou preenchidos conforme a necessidade, obedecendo à seguinte ordem de coleta, ou seja, iniciando a sequência da esquerda para direita desta forma:

  • A hemocultura, azul, vermelho, roxo, cinza, verde.
  • B citrato, soro, heparina, edta, fluoreto, hemocultura.
  • C hemocultura, soro, heparina, edta, fluoreto, citrato.
  • D cinza, roxo, verde, vermelho, azul, hemocultura.
  • E hemocultura, citrato, soro, heparina, edta, fluoreto.
11

No dia 04 de janeiro é celebrado o Dia do Hemofílico. A hemofilia é uma doença hemorrágica, caracterizada pela ausência de determinadas proteínas no sangue responsáveis pelo processo de coagulação. Sobre o processo de coagulação, é correto afirmar que:

  • A o fator tecidual tromboplastina é o ativador da via intrínseca da cascata de coagulação.
  • B a trombina converte o fibrinogênio solúvel do plasma em fibrina.
  • C na cascata de coagulação não há interconexão entre as vias extrínseca e intrínseca.
  • D a via extrínseca da cascata de coagulação é iniciada pela ativação do fator XII, cininogênio e calicreína do tecido lesado.
  • E a geração de plasmina nos sítios de lesão potencializa a formação do trombo.
12

Duas características microscópicas das larvas rabditoides de Strongyloides stercoralis permitem diferenciá-las das larvas também rabditoides dos ancilostomídios. São elas:

  • A cápsula bucal curta e primórdio genital inaparente.
  • B cápsula bucal longa e primórdio genital nítido.
  • C primórdio genital nítido e extremidade posterior afiada.
  • D cápsula bucal longa e extremidade posterior entalhada.
  • E cápsula bucal curta e primórdio genital nítido.
13

Paciente apresentou complicações respiratórias, evoluindo para um processo de acidose metabólica. A alternativa que representa os valores observados de gasometria arterial para confirmação deste diagnóstico é:

  • A pH = 7,29; pCO2 = 48 mmHg e HCO3 - = 20 mEq/L.
  • B pH = 7,25; pCO2 = 30 mmHg e HCO3 - = 28 mEq/L.
  • C pH = 7,54; pCO2 = 50 mmHg e HCO3 - = 32 mEq/L.
  • D pH = 7,45; pCO2 = 35 mmHg e HCO3 - = 25 mEq/L.
  • E pH = 7,35; pCO2 = 40 mmHg e HCO3 - = 22 mEq/L.
14

O exame laboratorial que consiste na determinação do tempo de coagulação de um plasma citratado, após adição de tromboplastina (fator III) e de cálcio, na temperatura de 37°C, é tempo de:

  • A sangramento.
  • B retração do coágulo.
  • C tromboplastina parcial ativada.
  • D protrombina.
  • E trombina.
15

No exame parasitológico de uma criança com diarreia prolongada, fezes amolecidas e esteatorreicas foram observados cistos de aproximadamente 12 x 8 µm, de forma oval e membrana bi-refringente, contendo 4 núcleos e uma estrutura interna fibrilar (axonema). O protozoário com essas características microscópicas e que se associa ao quadro clínico descrito é:

  • A Entamoeba coli.
  • B Endolimax nana.
  • C Giardia lamblia.
  • D Blastocystis hominis.
  • E Entamoeba histolytica.
16

A associação americana de diabetes divulgou recentemente os critérios para o diagnóstico de diabetes, que são:

  • A glicemia ao acaso acima de 180 mg/dL, glicemia de jejum maior ou igual a 110 mg/dL ou resultado da glicemia de 2 horas após receber 75 gramas de glicose maior ou igual a 180 mg/dL.
  • B glicemia ao acaso acima de 220 mg/dL, glicemia de jejum maior ou igual a 109 mg/dL ou resultado da glicemia de 2 horas após receber 75 gramas de glicose maior ou igual a 220 mg/dL.
  • C glicemia ao acaso acima de 200 mg/dL, glicemia de jejum maior ou igual a 126 mg/dL ou resultado da glicemia de 2 horas após receber 75 gramas de glicose maior ou igual a 200 mg/dL.
  • D glicemia ao acaso acima de 160 mg/dL, glicemia de jejum maior ou igual a 106 mg/dL ou resultado da glicemia de 2 horas após receber 75 gramas de glicose maior ou igual a 200 mg/dL.
  • E glicemia ao acaso acima de 180 mg/dL, Glicemia de jejum maior ou igual a 126 mg/dL ou resultado da glicemia de 2 horas após receber 75 gramas de glicose maior ou igual a 180 mg/dL.
17

Paciente apresenta leucocitose acentuada, acompanhada de anemia e plaquetopenia intensas. Na contagem diferencial do esfregaço sanguíneo, há predomínio de blastos contendo bastonetes de Auer. Esses achados laboratoriais são indicativos de uma leucemia:

  • A linfoide aguda.
  • B linfoide crônica.
  • C mieloide aguda.
  • D mieloide crônica.
  • E mielomonocítica crônica.
18

Partindo de duas soluções I e II, preparadas a partir de hidróxido de sódio, ambas com concentrações e quantidades distintas, calcule a concentração final da mistura das duas a partir dos dados fornecidos abaixo:
Dados: Solução I = 90 mL de NaOH 1,5 N Solução II = 10 mL de NaOH 3,0 N Pesos Atômicos = Na-23, O-16 e H-1
O resultado é:

  • A 0,45 N.
  • B 0,66 N.
  • C 1,20 N.
  • D 1,50 N.
  • E 1,65 N.
19

Além dos sinais clínicos característicos, como dor precordial, com irradiação para membros superiores, mandíbula e/ou dorso, duração da dor de 30 minutos ou mais, náusea, sudorese e palidez, o infarto agudo do miocárdio é confirmado precisamente com aumento dos níveis séricos das enzimas:

  • A creatina-quinase total e fração MB e isoenzimas, troponina T e I, mioglobina, lactato desidrogenase, alanina amino transferase, aspartato amino transferase.
  • B creatina-quinase total e fração MB, lactato desidrogenase, alanina amino transferase, aspartato amino transferase.
  • C creatina-quinase total e fração MB, troponina T e I, lactato desidrogenase, aspartato amino transferase.
  • D creatina-quinase total e fração MB, troponina T e I, mioglobina, lactato desidrogenase, alanina amino transferase.
  • E creatina-quinase total e fração MB, troponina T e I, mioglobina, aspartato amino transferase.
20

Os “Anéis de Cabot” são restos do fuso mitótico que aparecem como uma estrutura em formato de anel ou do número oito, no interior de:

  • A linfócitos.
  • B neutrófilos.
  • C monócitos.
  • D plaquetas.
  • E hemácias.
21

A anemia drepanocítica ou anemia falciforme é uma doença hematológica hereditária, caracterizada pela produção anormal da hemoglobina, gerando hemácias deformadas. A doença é causada por uma mutação pontual, que leva à substituição de um ácido glutâmico para uma valina na cadeia beta da globina. Nessa mutação, há troca de:

  • A um aminoácido alifático para um aminoácido negativo.
  • B um aminoácido alifático para um aminoácido positivo.
  • C um aminoácido aromático para um aminoácido alifático.
  • D um aminoácido positivo para um aminoácido negativo.
  • E um aminoácido não carregado para um aminoácido aromático.
22

Os resíduos de saúde são classificados entre os grupos A, B, C, D e E. São exemplos de resíduos dos grupos A, B e E, respectivamente:

  • A bactérias, azida sódica e bisturis.
  • B vírus, bactérias e fungos.
  • C isótopos, pilhas e baterias.
  • D vidros, bisturis e agulhas.
  • E fraldas, absorventes e papel higiênico já usados.
23

Com relação aos métodos de Hoffmann e Ziehl-Neelsen, está correto afirmar que:

  • A ambos podem detectar nematoides nas fezes.
  • B ambos são utilizados na identificação do helminto Schistosoma mansoni.
  • C são métodos eficazes em exames de urina.
  • D identificam mutações no DNA.
  • E estão relacionados a detecção de tuberculose ou parasitas nas fezes.
24

Com relação às bactérias Gram-positivas e Gram-negativas, é INCORRETO afirmar que:

  • A as Gram-positivas obtêm coloração violeta ou azul escura através da técnica de Gram.
  • B as Gram-positivas obtêm coloração violeta ou azul através do uso de Coomassie Blue.
  • C a parede celular de Gram-negativas apresenta lipopolissacarídeos.
  • D as Gram-positivas apresentam peptidoglicano na sua parede celular.
  • E as Gram-negativas são coradas com a safranina.
25

O sedimento urinário é considerado anormal quando na presença do(s) seguinte(s) constituinte(s):

  • A muco.
  • B raras células epiteliais.
  • C dez leucócitos por campo.
  • D uma hemácia por campo.
  • E um piócito por campo.
26

Testes para avaliar os níveis séricos da enzima transaminase glutâmico-pirúvica (TGP), também chamada de alanina aminotransferase (ALT), têm vários objetivos. O seguinte objetivo está INCORRETO:

  • A detectar e avaliar o tratamento de doença hepática aguda, especialmente hepatite crônica ou cirrose sem icterícia.
  • B distinguir entre comprometimento tecidual miocárdio e hepático (usado com aspartato aminotransferase).
  • C avaliar a hepatotoxicidade de algumas drogas.
  • D sugerir a infecção pelo vírus da hepatite.
  • E prevenir o aneurisma de artéria hepática.
27

Sobre as técnicas de identificação de fungos, é INCORRETO afirmar que:

  • A o teste da uréase é utilizado para a detecção de fungos do gênero histoplasma.
  • B o microcultivo em lâmina contendo ágar fubá-Tween 80 é utilizado para identificar fungos filamentosos.
  • C as leveduras são identificadas micromorfologicamente pela técnica do microcultivo em lâmina contendo ágar fubá-Tween 80.
  • D a fermentação de carboidratos é uma técnica utilizada para a identificação bioquímica de leveduras.
  • E o exame microscópio direto com tinta nanquim é utilizado em amostras de urina, secreções ou exsudatos para a visualizaçãoo de leveduras capsuladas do gênero Cryptococcus.

Biologia

28

As reações de reconhecimento entre antígeno e anticorpo são a base dos imunoensaios. Com relação aos imunoensaios, avalie se é correto afirmar que:

I. Nos ensaios de imunodifusão, o antígeno ou o anticorpo se difunde em um meio gelificado e, quando se encontram, formam precipitados com cristais.

II. Os imunoensaios utilizam marcadores específicos para a emissão do sinal que será detectado pelos equipamentos de leitura. Nos ensaios fluorimétricos e quimioluminescentes, a detecção do sinal é realizada pela contagem de fótons de luz.

III. No ensaio de nefelometria, as reações de precipitação entre antígeno e anticorpo produzem um aumento da absorção da luz incidente, enquanto que na turbidimetria produzem um aumento da intensidade de luz dispersa. Ambas as técnicas podem ser aplicadas nas determinações de proteínas de significado clínico em qualquer fluido corporal, desde que essas proteínas apresentem tamanho molecular suficientemente grande para a formação dos imunocomplexos de precipitação.

IV. A técnica de imunofluorescência indireta é caracterizada pela detecção de um antígeno em células ou tecidos que foram preparados em blocos de parafina e reagido com anticorpo específico marcado com fluorocromo.

Assinale a alternativa correta.

  • A apenas a afirmativa I está correta.
  • B apenas a afirmativa II está correta.
  • C apenas as afirmativas I e II estão corretas.
  • D apenas as afirmativas III e IV estão corretas.
  • E as afirmativas I, II, III e IV estão corretas.

Biomedicina - Análises Clínicas

29

O esfregaço sanguíneo é uma técnica chave na realização do hemograma. Por isso, a sua padronização deve ser mandatória em laboratórios de hematologia. A coloração de esfregaços sanguíneos é feita com:

  • A Leishman.
  • B Brometo de Etídio.
  • C Azul de cresil.
  • D Coomassie Blue.
  • E Lugol.
30

O termo poiquilocitose é empregado para definir alterações morfológicas no seguinte tipo celular:

  • A Macrófago.
  • B Hepatócito.
  • C Eritrócito.
  • D Adipócito.
  • E Células tronco.

Técnicas em Laboratório

31

O pH da solução obtida pela mistura de 0,10 mol de ácido acético (Ka = 1,8x10-5) e 0,20 mol de acetato de sódio, sendo dissolvidos em água até obter o volume de 500 mL de solução, é igual a

Dados: Kw = 1,0x10-14; log 1,8 = 0,26; log 3,6 = 0,56; log 5,6 = 0,75; log 9,0 = 0,95.

  • A 4,44.
  • B 5,05.
  • C 4,05.
  • D 5,25.
  • E 4,74.
32
A cromatografia engloba um grupo de métodos que possibilita separar substâncias muito semelhantes de misturas complexas. Sobre esse tema, assinale a alternativa correta.
  • A A fase estacionária deve ser miscível à fase móvel.
  • B Na cromatografia gasosa, a fase fixa é sempre sólida.
  • C Em todas as separações cromatográficas, a amostra é transportada por uma fase móvel.
  • D Na cromatografia de fase reversa, a fase estacionária é polar e a fase móvel apolar.
  • E Em cromatografia de fase normal, o composto mais polar é eluído primeiro.
33
As espectrometrias de massas atômica e molecular são métodos amplamente utilizados por suas vantagens em relação à espectrometria óptica. Sobre esse tema, assinale a alternativa correta.
  • A A espectrometria de massa é um método analítico não quantitativo.
  • B Os métodos espectrofotométricos são pouco aplicáveis a sistemas orgânicos e inorgânicos.
  • C A espectrometria no ultravioleta é visível e tem uma ampla aplicação em análises qualitativas.
  • D Moléculas orgânicas, inorgânicas e biológicas podem ser estudadas por espectrometria de massa.
  • E A água é sempre o solvente de escolha para análises de espectrofotometria no UV e visível.
34
Métodos cromatográficos são extremamente úteis na identificação e quantificação de moléculas simples e complexas. Em relação aos aspectos teóricos e práticos da Cromatografia Gasosa (CG) e da Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE), assinale a alternativa correta.
  • A Para a separação efetiva entre isômeros cis/trans de ésteres de ácidos graxos por CG, faz-se necessária uma coluna com fase estacionária completamente apolar.
  • B Espectrometria de massas com ionização por electrospray (ESI-MS) é preferencialmente acoplável à cromatografia gasosa.
  • C A eluição isocrática é feita com um único solvente ou com uma mistura de solventes de composição constante.
  • D Quanto maior o diâmetro das partículas em colunas empacotadas, maior será a resolução cromatográfica, pelo fato de promoverem uma vazão mais uniforme através da coluna.
  • E Pesticidas organoclorados apresentam melhor detectabilidade com um Detector de Ionização de Chama (DIC) do que um Detector de Captura de Elétrons (DCE).
35
A respeito da titulação, técnica de análise clássica comumente utilizada em laboratórios de pesquisa, indústrias e análises forenses, assinale a alternativa correta.
  • A O método volumétrico de oxirredução (iodimetria) pode ser utilizado para quantificação de ácido ascórbico.
  • B O carbonato de sódio anidro é empregado para a padronização de solução de hidróxido de sódio.
  • C O ponto final da titulação corresponde ao momento em que a quantidade (em mol) de reagente-padrão adicionado é estequiometricamente equivalente à quantidade (em mol) de analito presente.
  • D Na titulação simultânea de íons cloreto e iodeto com solução de AgNO3 (Kps AgCl = 1,8x10-10; Kps AgI =8,3x10-17), o primeiro ponto de equivalência corresponde à precipitação dos íons Cl-.
  • E As titulações envolvendo o quelante EDTA ocorrem na proporção 1:1 apenas com cátions de metais alcalinos.
36
Os métodos espectroscópicos de análise têm sido amplamente empregados para a elucidação de estruturas moleculares, bem como na determinação qualitativa e quantitativa de compostos orgânicos e inorgânicos. Sobre os conceitos teóricos e aplicações dos métodos espectroscópicos, assinale a alternativa correta.
  • A O material óptico de uma cubeta composto por vidro silicato comum é completamente adequado para o uso na região do Ultravioleta (UV).
  • B Uma molécula em solução consegue absorver diferentes comprimentos de onda da região do UV-Vis, sendo que todos esses comprimentos de onda são absorvidos com a mesma intensidade.
  • C Nos espectrômetros infravermelhos com transformada de Fourier (FTIR), não é possível a detecção simultânea de todos os comprimentos de onda.
  • D Na espectroscopia de absorção atômica com ionização em chama, o espectro de um átomo é sempre igual ao do seu íon.
  • E O Ferro (II) reage com a 1,10 fenantrolina (o-fenantrolina) formando um complexo colorido, o qual possibilita sua detecção na região do UV-Vis.
37

Sobre a criopreservação de células de mamíferos, assinale a opção CORRETA:

  • A O processo de congelamento de células deve ser realizado em segundos à minutos, evitando assim a formação de cristais de gelo.
  • B Meios de congelamento devem conter agentes crioprotetores, como o Dimetilsulfóxido (DMSO) e Glicerol.
  • C O descongelamento de amostras criopreservadas em DMSO deve ser lento e gradual, para preservar a viabilidade celular.
  • D Os protocolos de criopreservação de células são universais e não dependem da origem celular.
38

Sobre o acondicionamento de amostras biológicas, assinale a opção INCORRETA:

  • A O armazenamento à -20ºC é ideal para o armazenamento a curto prazo de amostras e reagentes que não são estáveis em temperaturas mais quentes.
  • B Os materiais biológicos fixados com conservantes, como Bouin, formalina ou álcool, podem tipicamente ser armazenados à temperatura ambiente.
  • C O armazenamento à -80ºC é indicado para armazenamento a longo prazo de materiais biológicos, pois reduzem a degradação, por exemplo, de ácidos nucléicos e proteínas.
  • D O congelamento em temperaturas ultrabaixas (-150 a -190°C) é ideal para amostras sensíveis e que suportam grande quantidade de ciclos de congelamento e descongelamento.
39

Comparado com a detecção de analitos por ELISA (ensaio de imunoabsorção enzimática), os ensaios de detecção simultânea de múltiplos analitos usando microesferas fluorescentes apresentam as seguintes vantagens:

  • A Utilizam maior quantidade de amostra para detecção de menor quantidade de analitos.
  • B Utilizam grande variedade de anticorpos policlonais para detecção de cada analito.
  • C Utilizam menor quantidade de amostra para detecção da mesma quantidade de analitos.
  • D Utilizam sistemas de detecção baseados em enzimas e fluorocromos e não usam curva padrão.
40

Assim como na microscopia de luz, na microscopia eletrônica de transmissão é preciso contrastar as diferentes estruturas teciduais e celulares para que elas possam ser visualizadas no microscópio. São reagentes utilizados para esse fim os itens abaixo, EXCETO:

  • A Vermelho Congo.
  • B Vermelho de rutênio.
  • C Ácido fosfotúngstico.
  • D Citrato de chumbo.
Voltar para lista