Resolver o Simulado IBFC

0 / 40

Geografia

1
“Para a atual identificação das macrounidades do relevo brasileiro, elaborada por Ross (1989), foram fundamentais os trabalhos de Ab’Sáber e os relatórios e mapas produzidos pelo Projeto Radambrasil na série Levantamentos dos Recursos Naturais. O relevo brasileiro apresenta três tipos de unidades geomorfológicas, que refletem sua gênese: os planaltos, as depressões e as planícies” (ROSS, 2011). Considerando estas três unidades geomorfológicas brasileiras, assinale a alternativa correta.
  • A Os planaltos são grandes sistemas serranos e montanhosos, que correm em local de encontro entre duas placas tectônicas e apresentam altitudes acima de 1.200 m
  • B As depressões no território brasileiro apresentam uma característica genética muito marcante, que é o fato de não terem sido geradas pela atuação de processos erosivos, e sim antrópicos
  • C As planícies correspondem geneticamente às áreas essencialmente planas, geradas por deposição de sedimentos recentes de origem marinha, lacustre ou fluvial
  • D As depressões no Brasil estão localizadas apenas na região amazônica, devido à forte erosão fluvial, especialmente pelo rio Amazonas e seus afluentes
2
Sobre a movimentação dos corpos celestes e a influência nas marés, assinale a alternativa que completa correta e respectivamente as lacunas do texto. As marés são mudanças periódicas de curto prazo no nível dos oceanos em um determinado lugar, combinado pela força____________ da Lua e do Sol. Percebemos que as maiores marés, também chamadas de marés de sizígias, ocorrem principalmente nas Luas Cheias e Nova, isso porque há a ________ das forças gravitacionais dos dois corpos celestes. Já as marés de quadratura ocorrem nas Luas Crescente e Minguante pela divisão das forças gravitacionais dos astros ocorrerem em ____________ diferentes. Esse movimento ocorre __________ vez(es) ao dia pela rotação da Terra.
  • A Gravitacional, soma, direções, duas
  • B Gravitacional, soma, direções, uma
  • C Cinética, soma, vetores, duas
  • D Cinética, diminuição, vetores, uma
3
O trecho a seguir foi retirado do sítio do Ministério do Meio Ambiente (MMA) na internet: “Originalmente, o bioma ocupava mais de 1,3 milhões de km2 em 17 estados do território brasileiro, estendendo-se por grande parte da costa do país. Porém, devido à ocupação e atividades humanas na região, hoje resta cerca de 29% de sua cobertura original. Mesmo assim, estima-se que existam cerca de 20 mil espécies vegetais (35% das espécies existentes no Brasil, aproximadamente), incluindo diversas espécies endêmicas e ameaçadas de extinção. É composta por formações florestais nativas , como a Floresta Ombrófila Densa e outras e ecossistemas associados”.
(MMA. Bioma. Encontrado em:< http://www.mma.gov.br/biomas>). Assinale a alternativa que corresponde corretamente ao bioma descrito:
  • A Cerrado
  • B Amazônia
  • C Mata Atlântica
  • D Pantanal
4
O Cerrado é compreendido como um dos cinco biomas existentes na biogeografia brasileira. Das afirmativas a seguir, assinale a que apresenta informações corretas sobre o Cerrado:
  • A O Cerrado é compreendido como o Saara brasileiro, devido à aridez do clima
  • B As características da flora do Cerrado são compostas por uma variedade de vegetação que compõe todo o bioma, os subsistemas do Cerrado: Campo limpo, Campo sujo, Campo rupestre, Cerrado, Cerradão, Mata seca, Mata de galeria, Mata ciliar e Vereda. Além disso é considerada a “caixa d’água” do Brasil
  • C O cerrado é o menor bioma brasileiro, ocupando 2,07% do território brasileiro, perde em extensão territorial até mesmo para o Pantanal
  • D Considerada a Savana brasileira, podemos concluir que o Cerrado apresenta níveis baixíssimos de concentração de água
  • E O Cerrado é famoso não só pelas diversidades que o compõem, mas também por ser um dos biomas mais bem protegidos do Brasil, tornando-se um exemplo de respeito à natureza por todo o mundo
5
O Brasil adota o horário de verão em diversas regiões do país com o objetivo de economizar energia. Assinale a alternativa na qual está contida a principal razão para que não haja abrangência nacional desse instituto:
  • A A maior duração da luminosidade natural durante o verão nos estados brasileiros mais distantes da linha do equador
  • B A concentração de pólos consumidores de energia nas regiões Sudeste e Sul
  • C O pleno atendimento da rede de energia elétrica nas regiões Norte e Nordeste
  • D A vocação regional para o turismo, que não se beneficia do instituto
  • E A existência de quatro fusos horários distintos no país, e a complexidade em coordená-los
6

Assinale a alternativa correta.


“que preto, que branco, que índio o quê?

que branco, que índio, que preto o quê?

que índio, que preto, que branco o quê?

(...)

aqui somos mulatos

cafuzos pardos mamelucos sararás

crilouros guaranisseis e judárabes

orientupis orientupis

(…)

somos o que somos

inclassificáveis”

(adaptado) Inclassificáveis – Arnaldo Antunes


A ciência considera que a espécie humana é una e que não existem raças. O fragmento da canção, que expressa a base cultural da população brasileira, indica um processo. Assinale a alternativa que corretamente corresponde a esse processo:

  • A genocídio indígena
  • B hegemonia branca
  • C permanência de população quilombola
  • D miscigenação
  • E europerização
7

A classificação do relevo brasileiro elaborada por Jurandir Ross em 1989 se realizou compondo os estudos de Azis Ab’Saber e a análise das imagens de radar do projeto Radambrasil. Ela considera a existência de três grandes unidades de relevo, a saber: planícies, planaltos e depressões.

Analise as afirmativas a seguir e assinale a alternativa que relaciona corretamente as unidades de relevo:


I. formações marcadas por processos erosivos com grande atuação nas bordas das bacias sedimentares.

II. formações geradas por deposição de sedimentos recentes de origem marinha, lacustre ou fluvial.

III. formações circundadas por extensas áreas de depressões e que colocam em evidência os relevos mais altos que ofereceram maior dificuldade ao desgaste erosivo.


Assinale a alternativa correta.

  • A I-Planícies; II-Planaltos; III-Depressões
  • B I-Planaltos; II-Planícies; III-Depressões
  • C I-Planícies; II-Depressões; III-Planaltos
  • D I-Depressões; II-Planícies; III-Planaltos
  • E I-Depressões; II-Planaltos; III-Planícies
8
Assinale a alternativa correta. A chamada Revolução Verde teve início na segunda metade do século XX. Compreende a implantação de mudanças nas técnicas agrícolas e na estrutura fundiária, com vistas a aumentar a produção. Vários países do mundo implementaram suas medidas, incluindo o Brasil. Sobre a Revolução Verde e o seu contexto, assinale a alternativa correta:
  • A Compreende o cultivo familiar de sementes não-transgênicas, mediante uso de adubação orgânica e emprego de força animal no preparo do solo
  • B Objetiva a diversificação das espécies cultivadas, com uso intenso de adubação orgânica e emprego de força humana no preparo do solo
  • C Consiste na política de retorno da população ao campo e preconiza o cultivo de culturas tradicionais
  • D Tem início com a introdução de sementes transgênicas resistentes a herbicidas, combinação que facilita o manejo do campo
  • E Enfatiza o uso de adubos químicos, fertilizantes e agrotóxicos, e considera a mecanização do preparo do solo
9

O estudo da evolução histórica da indústria no Brasil permite compreender o desenvolvimento do setor, seus agentes e os interesses em disputa. Analise as afirmativas a seguir e assinale a alternativa correta:


I. O período de 1930 a 1956 é caracterizado pela estratégia governamental de implantação de indústrias estatais nos setores de bens de produção e infraestrutura.

II. O Plano de Metas, promovido por Juscelino Kubitschek, privilegiou o transporte rodoviário e acentuou a concentração do parque industrial na região Sudeste, agravando os contrastes regionais.

III. A Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE) foi criada durante o regime militar em 1970, período conhecido por “milagre econômico”.


Estão corretas as afirmativas:

  • A I, apenas
  • B I e II, apenas
  • C I e III, apenas
  • D II e III, apenas
  • E I, II e III
10
Os ângulos horizontais tomados a partir da direção Norte - Sul recebem nomes especiais de acordo com a posição da origem da contagem. É chamado__________ o ângulo contado a partir do Norte até o alinhamento, no sentido horário. Se esse ângulo é contado a partir da direção mais próxima, Norte ou Sul, recebe o nome de __________ . Assinale a alternativa que completa correta e respectivamente as lacunas.
  • A interno; externo
  • B azimute; rumo
  • C externo; interno
  • D rumo; azimute

História

11

O movimento conhecido como Rusga representa um capítulo importante da História do Brasil, compreendido por alguns autores como : “[...] um fenômeno político brasileiro ocorrido em 1834, no Centro-Oeste do Brasil, no período das regências, situava entre o discurso da centralização e descentralização do poder.” (Fanaia, Maria de Lourdes. “O Silêncio sobre a Rusga nos livros didáticos.” 2012).


A partir de seus conhecimentos sobre o assunto assinale a alternativa correta:

  • A Foi um movimento de intenções separatistas e independentes, assim como foi a revolução Farroupilha
  • B O movimento buscava a melhor relação entre os diferentes tipos de cultura que existem no Mato Grosso (indígenas, Afrodescentes e Lusodescendentes)
  • C O movimento da Rusga exigia uma melhor relação com os países vizinhos (Bolívia e Paraguai)
  • D A Rusga representava a disputa pelo poder local na província de Mato Grosso: de um lado, os liberais da “Sociedade dos Zelosos da Independência”; de outro, os conservadores “Caramurus”
  • E A Rusga, na realidade, foi um movimento de cunho popular, promovido por povos indígenas da região, junto aos quilombolas; que se autodenominaram “caramurus”; contrários aos ricos fazendeiros de açúcar e pecuaristas da região do Mato Grosso
12

Um dos mais graves problemas sociais e ao mesmo tempo econômico que o Brasil enfrenta é a pobreza de sua população. Sabe-se que, comumente, governos brasileiros têm utilizado políticas indutivas de crescimento econômico como medida redutora da pobreza, sem no entanto, obter resultados satisfatórios ou permanentes. Sabe-se também que, dentre as regiões que mais sofrem com a pobreza, no país, estão a Norte e Nordeste.

Estudos históricos mostram que, em razão disso, houve um conflito, no Nordeste Brasileiro, liderado por Antônio Conselheiro que ficou conhecido como Guerra de Canudos.

Sobre esse assunto, analise as afirmativas abaixo, dê valores Verdadeiro (V) ou Falso (F).


( ) A situação do Nordeste brasileiro, no final do século XIX, era muito precária. Fome, seca, miséria, violência e abandono político afetavam os nordestinos, principalmente a população mais carente. Toda essa situação, em conjunto com o fanatismo religioso, desencadeou um grave problema social.

( ) Em novembro de 1896, no sertão da Bahia, foi iniciado um conflito civil que ficou conhecido como Guerra de Canudos. Esta guerra durou quase um ano, até 05 de outubro de 1897, e, devido à força adquirida, o governo da Bahia pediu o apoio da República para conter este movimento formado por fanáticos, jagunços e sertanejos sem emprego.

( ) O beato Conselheiro, homem que passou a ser conhecido logo depois da Proclamação da República, era quem liderava este movimento. Ele acreditava que havia sido enviado por Deus para acabar com as diferenças sociais e também com os pecados republicanos, entre estes, estavam o casamento civil e a cobrança de impostos.

( ) Antônio Conselheiro por acreditar que era um enviado de Deus conseguiu reunir um grande número de adeptos que acreditavam em sua liderança e, em razão disso, ele, realmente poderia, libertá-los da situação de extrema pobreza na qual se encontravam.

( ) Devido à enorme proporção que este movimento adquiriu, o governo da Bahia não conseguiu por si só segurar a grande revolta que acontecia em seu Estado; por esta razão, pediu a interferência da República.


Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta de cima para baixo.

  • A V, F, V, V, V
  • B V, F, V, F, V
  • C F, F, V, V, F
  • D V, V, V, V, V
  • E V, F, F, F, V

Atualidades

13
Assinale a alternativa correta. Em maio de 2017, Emmanuel Macron, de 39 anos, tornou-se o político mais jovem a assumir a Presidência da França. O candidato venceu a disputa após derrotar a líder de extrema direita Marine Le Pen. A candidatura de Marine Le Pen repercutiu internacionalmente principalmente em razão de suas propostas controversas. Dentre as principais promessas de campanha de Marine Le Pen estava:
  • A Cortar relações diplomáticas com os Estados Unidos, devido à política anti-imigração proposta por Donald Trump
  • B A saída da França da União Europeia e combate à imigração ilegal no país
  • C Projeto para reformar a União Europeia e fortalecer as relações políticas e comerciais entre os países que fazem parte desse bloco econômico
  • D Formar uma aliança com a Alemanha e outros países que sofreram atentados terroristas para enviar tropas armadas à Síria, para combater o grupo extremista Estado Islâmico
  • E Encabeçar juntamente com a União Europeia novas sansões econômicas à Rússia devido à anexação da Criméia

História

14

Assinale a alternativa correta. “R$ 500 milhões. Esse é o valor estimado pelo empresário, proprietário do grupo JBS, em repasses feitos a políticos nos últimos anos. A afirmação foi feita durante depoimento à Procuradoria-Geral da República gravado em 7 de abril de 2017”.

(Uol Notícias - 19/05/2017)

O empresário mencionado na notícia acima, investigado na Operação Lava Jato e que também é o autor da gravação do áudio em conversa polêmica com o presidente Michel Temer, no Palácio do Jaburu, em março de 2017 é:

  • A Geddel Vieira
  • B Jorge Rachid
  • C Francisco de Assis
  • D Osmar Serraglio
  • E Joesley Batista
15

Analise as sentenças abaixo e a seguir e assinale a alternativa correta.


I. Em linhas gerais, a economia colonial na América portuguesa caracterizou-se pela mão de obra escrava, pelo latifúndio, pela cultura de produtos tropicais e pela exploração de metais e pedras preciosas.

II. Outras atividades também desempenharam importante papel, coexistindo com aquelas que interessavam mais diretamente à política mercantilista metropolitana.

III. Embora a agroindústria do açúcar tenha sido uma atividade estratégica importante para a economia colonial, ela foi colocada em segundo plano já que a cultura cafeeira foi priorizada por conta da farta mão de obra escrava existente à época.

IV. A implantação da agroindústria cafeeira articulou a exploração da América e África - esta fornecedora de mão de obra - e ajudou a contornar a crise do comércio oriental, num período em que o monopólio português das especiarias orientais era posto em xeque pelos holandeses e ingleses.


Estão corretas as sentenças:

  • A I e II, apenas
  • B I e III, apenas
  • C III e IV, apenas
  • D I, III e IV, apenas
  • E I, II, III e IV
16

Assinale a alternativa que completa corretamente a lacuna.


Dentro do universo colonial, é importante destacar o cotidiano das relações escravistas. Embora muitos proprietários vissem os cativos como simples “coisas” e usassem a força e outros recursos para conservá-los nessa categoria, _____________________________.

  • A os escravos, os libertos e seus descendentes foram agentes passivos mesmo diante das imposições feitas pelos proprietários
  • B os escravos, os libertos e seus descendentes foram grandes parceiros dos indígenas no início da colonização portuguesa
  • C os escravos, os libertos e seus descendentes também foram agentes transformadores de seu tempo
  • D os escravos aceitavam as imposições culturais e religiosas da cultura portuguesa e, em razão disso, não podem ser considerados agentes transformadores de seu tempo
  • E os escravos, os libertos e seus descendentes também foram agentes conservadores de seu tempo
17

Para abordar o poder simbólico da religião e sua influência na vida pessoal e social de cada indivíduo ou grupo, é necessário discutir a noção de espaço, pois a religião e o poder inerente a ela se configuram a partir de áreas simbolicamente demarcadas. Sobre o poder simbólico da religião, analise as proposições abaixo:

I. Para o homem religioso, o espaço é homogêneo.

II. No conjunto das representações do campo social, há apenas dois predicamentos de recintos: o sagrado e o não sagrado (profano).

III. A sagração dos templos e seus espaços ocorre por intermédio de rituais.


Assinale a alternativa que apresenta as afirmativas corretas:

  • A I e II, apenas
  • B I e III, apenas
  • C II e III, apenas
  • D I, II e III
18

Com a Constituição de 1824, o Brasil já teve uma única religião oficial: o Catolicismo, que perdurou até a proclamação da República. Até então, só eram permitidos templos católicos. O clero católico fazia parte do funcionalismo do Estado. É claro que eram praticadas outras religiões, mas os seus professantes sofriam discriminação e só podiam realizar seus atos religiosos em particular, no espaço privado, e não em lugares públicos. Com a República, o Brasil se tornou um Estado Laico, isto é, deixou de ter uma religião oficial e se separou da Igreja. Desta leitura dos dispositivos constitucionais-legais, fica claro que a Carta Magna do país e outros documentos legais asseguram a liberdade de culto e estabelecem que nenhuma pessoa pode ser discriminada por motivo de qualquer natureza, aí incluído o de religião. Considere estas afirmativas:

I. Preserva-se, assim, o direito subjetivo de consciência, tanto para professar quanto para não professar nenhum credo religioso.

II. Complementarmente, a lei assegura o respeito e tolerância à diversidade cultural-religiosa do país, sendo vedadas, nas escolas, quaisquer formas de proselitismo.

III. A execução destes princípios de tolerância e respeito à diversidade não é fácil, ainda mais em uma sociedade como a nossa, em que intolerâncias e desrespeitos às diversidades culturais são frequentes.

Considerando-se que a questão religiosa é uma das mais delicadas no que se refere a tais diversidades:

Assinale a alternativa correta:

  • A A afirmação I é Verdadeira (V), e as demais são Falsas (F).
  • B A afirmação II é Verdadeira (V), e as demais são Falsas (F).
  • C A afirmação III é Verdadeira (V), e as demais são Falsas (F).
  • D As afirmações I, II e III são Verdadeiras (V).
19

É preciso levar em consideração algumas atitudes, se queremos construir um mundo de tolerância, tais como:

I. Compreender o Ensino religioso como uma área de conhecimento interdisciplinar, tanto na execução curricular quanto na avaliação. Adotar a perspectiva da diversidade religiosa de modo articulado com outras dimensões de Cidadania e, desse modo, na Escola, articulando vários componentes curriculares: História, Geografia, Língua Portuguesa, Literatura etc.

II. Conhecer as religiões, as diversas expressões de religiosidade, de um modo contextualizado, cotejando informação e realidade, de modo a que o(a) educando(a) e, inclusive, o(a) educador(a) conheça(m) as próprias crenças e as situem em relação a outras, com base no princípio do valor histórico-cultural de cada uma, promovendo o sentido da tolerância e do convívio respeitoso com o diferente.

III. Evitar estudos sobre as religiões como fenômenos presentes em diversas culturas, porque cada religião deve se limitar a guardas as suas próprias tradições, vinculadas, por sua vez, somente às identidades dos grupos sociais e das pessoas.

IV. Promover o entendimento do conhecimento como aprendizado da dignidade humana, própria e do outro. Promover a construção de uma convivência fraterna, mediante diálogo ecumênico e inter-religioso, em que o respeito às diferenças tem por base um compromisso moral e ético.

Assinale a alternativa correta:

  • A Estão corretas todas as posturas, exceto a III.
  • B Estão corretas todas as posturas, exceto a II.
  • C Estão corretas todas as posturas, exceto a I.
  • D Estão corretas todas as posturas, exceto a IV.
20

Sobre o tópico “Inconfidências e Revolução de 1817: movimentos de contestação ao poder” e de acordo com as orientações pedagógicas da Secretaria de Educação de Minas Gerais, leia o trecho a seguir e assinale a alternativa correta:


Ao longo do século XX, a__________________ foi evocada em ocasiões das mais diversas para legitimar ações do presente. Já a _______________ , muitas vezes relegada a segundo plano no processo de construção da independência do Brasil, é hoje vista por muitos historiadores como um importantíssimo movimento de enfrentamento da monarquia.


Assinale a alternativa que completa correta e respectivamente as lacunas.

  • A Balaiada - Sabinada.
  • B Sabinada - Inconfidência Mineira.
  • C Revolta Canudos - Revolução Constitucionalista.
  • D Inconfidência Mineira - Revolução Pernambucana.

Direitos Humanos

21

O Conselho Econômico e Social da ONU aprovou através da sua Resolução 663 C I (XXIV), de 31 de julho de 1957, aditada pela resolução 2076 (LXII) de 13 de maio de 1977 e, em 25 de maio de 1984, através da Resolução 1984/47, 13 (treze) procedimentos para a aplicação efetiva das Regras Mínimas para o Tratamento de Presos.


Assinale a alternativa incorreta:

  • A O objetivo primário das Regras Mínimas é estabelecer os princípios que devem nortear minimamente uma organização penitenciária
  • B As Regras Mínimas podem ser aplicadas independentemente da cultura, religião, etnia sem prejuízo ao indivíduo recluso
  • C Os conceitos que balizam a aplicação das Regras inspiram-se em elementos essenciais que se mostraram mais adequados ao sistema penitenciário moderno
  • D As Regras Mínimas não estão destinadas a determinar a organização dos estabelecimentos para delinquentes juvenis ou instituições de reeducação
  • E Em 22 de maio de 2015, as Nações Unidas oficializaram a atualização do novo quadro de normas incorporando novas doutrinas de Direitos Humanos, as Regras Mínimas também a partir desta data são conhecidas como as “Regras de Mandela” (Mandela’s Rules)
22

A Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotada e proclamada pela Assembléia Geral das Nações Unidas (Resolução 217 A III) em 10 de dezembro 1948, destaca:


I. Todo ser humano tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal.

II. Todo ser humano tem o direito de ser, em todos os lugares, reconhecido como pessoa perante a lei.

III. Todo ser humano acusado de um ato delituoso tem o direito de ser presumido culpado até que a sua inocência tenha sido provada de acordo com a lei.

IV. Todo ser em julgamento público pode ter asseguradas todas as garantias necessárias à sua defesa dependendo do delito praticado.

V. Todo ser humano tem direito, em plena igualdade, a uma justa e pública audiência por parte de um tribunal independente e imparcial, para decidir seus direitos e deveres ou fundamento de qualquer acusação criminal contra ele.


Assinale a alternativa correta:

  • A I, II, V apenas
  • B II, III, IV, apenas
  • C II, IV apena
  • D III apenas
  • E I, II, III apenas
23

A partir de 1945, com a criação das Nações Unidas, após a Segunda Guerra Mundial, normas e tratados têm conferido uma forma legal à prática dos direitos humanos para todos. A Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotada e proclamada pela Assembléia Geral das Nações Unidas (Resolução 217 A III) em 10 de dezembro 1948, dispõem em seus artigos: “Todo ser humano tem direito à instrução. A instrução será ______, pelo menos nos graus elementares e fundamentais. A instrução elementar será obrigatória. A instrução técnico-profissional será _____ a todos, bem como a instrução superior, esta baseada no mérito.


Assinale a alternativa que completa correta e respectivamente as lacunas.

  • A Paga, acessível
  • B Parcialmente paga, gratuita
  • C Paga, gratuita
  • D Gratuita, paga
  • E Gratuita, acessível
24
Assinale a alternativa correta. Segundo a CONVENÇÃO AMERICANA DE DIREITOS HUMANOS (1969), toda pessoa acusada de um delito tem direito durante o processo às seguintes garantias mínimas:
  • A O processo penal deve ser privado, de modo a preservar os interesses da justiça e da sociedade
  • B O direito do acusado de ser assistido gratuitamente por um tradutor ou intérprete, caso não compreenda ou não fale a língua do juízo ou tribunal
  • C A comunicação prévia e pormenorizada ao acusado da acusação formulada deve ser obrigatoriamente bilíngue (inglês e língua oficial do pais, no qual aconteceu o delito)
  • D A concessão ao acusado do tempo e dos meios necessários à preparação de sua defesa será de 30 (trinta) dias corridos, a contar da publicação em órgão oficial
  • E Toda pessoa terá o direito de ser ouvida, com as devidas garantias e dentro do prazo máximo de 7 (sete) dias, por um juiz ou Tribunal competente, independente e imparcial, estabelecido anteriormente por lei, na apuração de qualquer acusação penal formulada contra ela, ou na determinação de seus direitos e obrigações de caráter civil, trabalhista, fiscal ou de qualquer outra natureza
25

A criminalidade é um problema social, que a sociedade brasileira ano a ano percebe seu crescimento sem no entanto vislumbrar a curto prazo uma solução no mínimo satisfatória. Ao longo de cinco décadas, os Estados utilizaram como “um guia” as “Regras Mínimas para o Tratamento de Presos”, a partir de 2015 as mesmas foram revisionadas (Regras de Mandela) e, temos agora uma observância mais atenta.


Sobre isso, analise as afirmativas abaixo, dê valores Verdadeiro (V) ou Falso (F).


( ) As administrações prisionais e demais autoridades competentes devem oferecer educação, formação profissional e trabalho, bem como outras formas de assistência apropriadas e disponíveis, inclusive aquelas de natureza reparadora, moral, espiritual, social, esportiva e de saúde.

( ) Os objetivos de uma sentença de encarceramento ou de medida similar restritiva de liberdade são, prioritariamente, de proteger a sociedade contra a criminalidade e de reduzir a reincidência. Tais propósitos só podem ser alcançados se o período de encarceramento for utilizado para assegurar, na medida do possível, a reintegração de tais indivíduos à sociedade após sua soltura, para que possam levar uma vida autossuficiente, com respeito às leis.

( ) Toda unidade prisional tem a liberdade de decidir se deve ter uma biblioteca para uso de todas as categorias de presos, adequadamente provida de livros de lazer e de instrução, e os presos devem ser incentivados a fazer uso dela.

  • A V,F,V
  • B F,F,V
  • C F,V,V
  • D V,V,V
  • E V,V,F
26

O Congresso Nacional brasileiro aprovou por meio do Decreto Legislativo nº 231, de 29 de maio de 2003, PROTOCOLO ADICIONAL À CONVENÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS CONTRA O CRIME ORGANIZADO TRANSNACIONAL RELATIVO À PREVENÇÃO, REPRESSÃO E PUNIÇÃO DO TRÁFICO DE PESSOAS, EM ESPECIAL MULHERES E CRIANÇAS.


Os Estados Partes deste Protocolo declaram que uma _____ eficaz para prevenir e _____ o tráfico de pessoas, em especial mulheres e crianças, exige por parte dos ______, de trânsito e de destino uma abordagem global e internacional, que inclua _______ destinadas a prevenir esse tráfico, punir os traficantes e proteger as vítimas desse tráfico, designadamente protegendo os seus ______, internacionalmente reconhecidos.


Assinale a alternativa que preencha CORRETA e respectivamente as lacunas:

  • A atitude, diminuir, países de origem, forças, filhos
  • B ação, combater, países de origem, ações, cidadãos
  • C reação conjunta, diminuir, estados, estratégias, compatriotas
  • D ação, combater, países de origem, medidas, direitos fundamentais
  • E intervenção, diminuir, estados, medidas, cidadãos
27
Assinale a alternativa que NÃO está de acordo com as Regras Mínimas das Nações Unidas para o Tratamento dos Presos. (Regra 33 - Instrumentos de Coação.)
  • A A sujeição a instrumentos tais como algemas, correntes, ferros e coletes de força podem e precisam ser usados como aplicação de sanção em rebeliões
  • B É expressamente proibido o uso de correntes e ferros como instrumento de coação
  • C Por ordem do diretor, depois de se terem esgotado todos os outros meios de dominar o recluso, a fim de o impedir de causar prejuízo a si próprio ou a outros ou de causar estragos materiais; nestes casos o diretor deve consultar o médico com urgência e apresentar relatório à autoridade administrativa superior
  • D Em caso, de medida de precaução contra uma evasão durante uma transferência, os instrumentos de coação são permitidos desde que sejam retirados logo que o recluso compareça perante uma autoridade judicial ou administrativa
  • E Autoriza-se o uso por razões médicas sob indicação do médico responsável
28
De acordo com o preceituado no Decreto nº 40/1991 (Convenção Contra a Tortura e Outros Tratamentos ou Penas Cruéis, Desumanos ou Degradantes), não deve ser considerado “tortura”:
  • A qualquer ato pelo qual dores ou sofrimentos agudos, físicos ou mentais, são infligidos intencionalmente a uma pessoa a fim de obter, dela ou de uma terceira pessoa, informações ou confissões
  • B qualquer ato pelo qual dores físicas venham a ser impostas para infligir castigo por ato que uma terceira pessoa tenha cometido
  • C qualquer ato pelo qual sofrimentos agudos de natureza mental venham a ser infligidos para o fim de intimidar ou coagir determinada pessoa
  • D qualquer ato pelo qual dores ou sofrimentos agudos, físicos ou mentais, são infligidos por qualquer motivo baseado em discriminação de qualquer natureza
  • E qualquer ato pelo qual dores ou sofrimentos que sejam consequência unicamente de sanções legítimas, ou que sejam inerentes a tais sanções ou delas decorram
29

A Convenção da Haia sobre os Aspectos Civis do Sequestro Internacional de Crianças:

  • A visa garantir o retomo da criança ilicitamente transferida ou retida indevidamente ao país da sua residência habitual.
  • B tem por objetivo garantir a punição do genitor que perpetrou o sequestro.
  • C permite que se impeça o retomo da criança ao país da residência habitual quando se alegar violação à ordem pública brasileira.
  • D não autoriza o retomo de crianças brasileiras ao país estrangeiro de residência habitual, pois a criança brasileira tem o direito de residir no país.
  • E somente autoriza que o retomo da criança seja solicitado pela via da Autoridade Central.
30
No que se refere ao Histórico dos Direitos Humanos, assinale a alternativa incorreta:
  • A A Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948 representa uma resposta civilizatória em face das atrocidades que ocorreram durante a segunda guerra mundial
  • B Os direitos humanos representam reivindicações universalmente válidas, independentemente do fato de serem reconhecidas ou não pelas leis
  • C O movimento contemporâneo pelos direitos humanos teve origem na reconstrução da sociedade ocidental ao final da segunda guerra mundial
  • D Os direitos humanos surgiram com a declaração universal dos direitos humanos

Português

31

Leia com atenção a tirinha abaixo e responda a questão.



Sobre a interpretação do quadrinho, assinale a alternativa correta.

  • A Os quatro quadrinhos são justificativas que sustentam e caracterizam a afirmação inicial do título induzindo o leitor a se apaixonar e comprar livros.
  • B A sequência de afirmações nos quatro quadrinhos descrevem hábitos de pessoas que sofrem com o consumo excessivo de livros.
  • C O primeiro quadrinho demonstra como a personagem sente dificuldades com as regras de acentuação gráfica pela ausência do hábito de leitura.
  • D O adjetivo “viciado” presente no título da tirinha possui uma conotação positiva se amparado pela descrição de satisfação vivenciada pela personagem nos quatro quadrinhos.
32

Carta ao Leitor

Nunca te vi, sempre te amei


(...)

De todas as tarefas que fazem parte da rotina de redação de Galileu, a mais prazerosa certamente é ler as cartas dos leitores. Os fãs da revista são de fato especiais e suas cartas traduzem isso. São criativos, curiosos, observadores e não deixam passar nada. Fazem perguntas tão difíceis quanto imprevisíveis. Querem saber de tudo: do monstro do Lago Ness ao Projeto Genoma Humano. E não se contentam com respostas pela metade. Ler as dúvidas que aparecem nas cartas, os comentários sobre as reportagens passadas e as sugestões de futuras é gratificante para qualquer jornalista. Ainda mais para nós, jornalistas de Galileu, que adoramos um bom desafio.

Felizmente, a revista conta com uma arma secreta para satisfazer tantas pessoas exigentes. Vou apresentá-la agora: Luiz Francisco Senne, nosso secretário de produção, professor de português, roqueiro, colecionador de discos de vinil e livros usados, e responsável pelo atendimento aos leitores. Kiko, como é muito mais conhecido, sabe também driblar as angústias dos nossos jovens amigos em apuros.

Muitos pedem ajuda a Galileu quando recebem dos professores uma tarefa complicada e não sabem a quem recorrer. Kiko responde delicada mas firmemente: não dá para fazer o trabalho escolar no lugar do aluno (é festa agora?). Mas simpatiza com o drama de leitores como este cuja mensagem é reproduzida acima: “Vocês não poderiam dar uma dica de como ir bem numa prova de física porque o meu cérebro está cansado?” Atendendo ao apelo levado aos repórteres por Kiko, Galileu oferece a seus leitores a matéria “Os cientistas alertam: não deveríamos existir”, do editor Marcelo Ferroni. Ela mostra que a física pode ser criativa em vez de uma aula chata. Quer ver?

                                                  Martha San Juan França, Diretora de Redação 

Leia atentamente ao texto “Nunca te vi, mas sempre te amei” publicado na seção “Carta ao leitor” da revista Galileu e assinale a alternativa correta.
  • A Simpático aos dramas dos leitores, Kiko se recusa a fazer as tarefas dos alunos, principalmente quando se trata de tarefas com questões delicadas e complexas.
  • B No título “nunca te vi, mas sempre te amei”, a palavra “te” faz referência a Martha San Juan França, Diretora de Redação da revista Galileu.
  • C Luiz Francisco Senne é apontado como “professor de português, roqueiro, colecionador de discos de vinil e livros usados”, o que o ajuda a efetivamente ser um excelente responsável pelo atendimento dos leitores.
  • D O trecho “Querem saber de tudo: do monstro do Lago Ness ao Projeto Genoma Humano.” exemplifica a imprevisibilidade temática das perguntas feitas pelos leitores, que abordam assuntos de natureza mítica-fantástica a temas de concreta relevância científica.
33

Leia com atenção a história mítica “La Loba” escrita por Clarissa Pinkola Estés, com tradução de Waldéa Barcellos, para responder a questão.


La Loba (Adaptado)


Existe uma velha que vive num lugar oculto de que todos sabem, mas que poucos já viram. Como nos contos de fadas da Europa oriental, ela parece esperar que cheguem até ali pessoas que se perderam, que estão vagueando ou à procura de algo.

Ela é circunspecta, quase sempre cabeluda e invariavelmente gorda, e demonstra especialmente querer evitar a maioria das pessoas. Ela sabe crocitar e cacarejar, apresentando geralmente mais sons animais do que humanos. (...)

O único trabalho de La Loba é o de recolher ossos. Sabe-se que ela recolhe e conserva especialmente o que corre o risco de se perder para o mundo. Sua caverna é cheia dos ossos de todos os tipos de criaturas do deserto: o veado, a cascavel, o corvo. Dizem, porém, que sua especialidade reside nos lobos.

Ela se arrasta sorrateira e esquadrinha as montanhas (...), leitos secos de rios, à procura de ossos de lobos e, quando consegue reunir um esqueleto inteiro, quando o último osso está no lugar e a bela escultura branca da criatura está disposta à sua frente, ela senta junto ao fogo e pensa na canção que irá cantar.

Quando se decide, ela se levanta e aproxima-se da criatura, ergue seus braços sobre o esqueleto e começa a cantar. É aí que os ossos das costelas e das pernas do lobo começam a se forrar de carne, e que a criatura começa a se cobrir de pelos. La Loba canta um pouco mais, e uma proporção maior da criatura ganha vida. Seu rabo forma uma curva para cima, forte e desgrenhado.

La Loba canta mais, e a criatura-lobo começa a respirar. E La Loba ainda canta, com tanta intensidade que o chão do deserto estremece, e enquanto canta, o lobo abre os olhos, dá um salto e sai correndo pelo desfiladeiro.

Em algum ponto da corrida, quer pela velocidade, por atravessar um rio respingando água, quer pela incidência de um raio de sol ou de luar sobre seu flanco, o lobo de repente é transformado numa mulher que ri e corre livre na direção do horizonte.

Por isso, diz-se que, se você estiver perambulando pelo deserto, por volta do pôr-do-sol, e quem sabe esteja um pouco perdido, cansado, sem dúvida você tem sorte, porque La Loba pode simpatizar com você e lhe ensinar algo — algo da alma.

(Fonte: ESTÉS, Clarissa Pinkola. Mulheres que correm com os lobos. Mitos e histórias do arquétipo da mulher selvagem. Tradução Waldéa Barcellos. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 1994, pg. 43-44.)

Sobre a interpretação da história, assinale a alternativa incorreta.
  • A La Loba é uma personagem mítica que recolhe ossos, especialmente ossos de lobo e, quando consegue recolher e formar um esqueleto inteiro, por meio de seu canto, consegue atribuir vida novamente à criatura-lobo.
  • B La Loba simpatiza com o que pode se perder no mundo, por isso, recolhe ossos abandonados em lugares como montanhas e leitos secos de rios e também parece esperar no deserto por pessoas perdidas que estejam à procura de algo.
  • C As palavras “circunspecta”, “crocitar” e “cacarejar” são palavras que, na tessitura textual, são responsáveis por caracterizar La Loba como mais próxima dos animais que dos seres humanos.
  • D As criaturas-lobo, revividas pelo canto de La Loba, ao saírem correndo pelo desfiladeiro, em algum momento de sua corrida, quer pela velocidade ou quer por terem sido tocadas por algo – como a água, um raio de sol ou de luar – transformam-se em mulheres.
34

Carta ao Leitor

Nunca te vi, sempre te amei


(...)

De todas as tarefas que fazem parte da rotina de redação de Galileu, a mais prazerosa certamente é ler as cartas dos leitores. Os fãs da revista são de fato especiais e suas cartas traduzem isso. São criativos, curiosos, observadores e não deixam passar nada. Fazem perguntas tão difíceis quanto imprevisíveis. Querem saber de tudo: do monstro do Lago Ness ao Projeto Genoma Humano. E não se contentam com respostas pela metade. Ler as dúvidas que aparecem nas cartas, os comentários sobre as reportagens passadas e as sugestões de futuras é gratificante para qualquer jornalista. Ainda mais para nós, jornalistas de Galileu, que adoramos um bom desafio.

Felizmente, a revista conta com uma arma secreta para satisfazer tantas pessoas exigentes. Vou apresentá-la agora: Luiz Francisco Senne, nosso secretário de produção, professor de português, roqueiro, colecionador de discos de vinil e livros usados, e responsável pelo atendimento aos leitores. Kiko, como é muito mais conhecido, sabe também driblar as angústias dos nossos jovens amigos em apuros.

Muitos pedem ajuda a Galileu quando recebem dos professores uma tarefa complicada e não sabem a quem recorrer. Kiko responde delicada mas firmemente: não dá para fazer o trabalho escolar no lugar do aluno (é festa agora?). Mas simpatiza com o drama de leitores como este cuja mensagem é reproduzida acima: “Vocês não poderiam dar uma dica de como ir bem numa prova de física porque o meu cérebro está cansado?” Atendendo ao apelo levado aos repórteres por Kiko, Galileu oferece a seus leitores a matéria “Os cientistas alertam: não deveríamos existir”, do editor Marcelo Ferroni. Ela mostra que a física pode ser criativa em vez de uma aula chata. Quer ver?

                                                  Martha San Juan França, Diretora de Redação 

De acordo com o texto acima e com a Gramática Normativa da Língua Portuguesa, assinale a alternativa incorreta:
  • A No trecho “Kiko, como é muito mais conhecido, sabe também driblar as angústias dos nossos jovens amigos em apuros.”, o termo destacado é classificado como Verbo Transitivo Direto e Indireto.
  • B No trecho “Muitos pedem ajuda a Galileu quando recebem dos professores uma tarefa complicada”, a oração destacada é classificada como Oração Subordinada Adverbial Temporal.
  • C No trecho “Ainda mais para nós, jornalistas de Galileu, que adoramos um bom desafio.” a expressão destacada é classificada como Aposto.
  • D No trecho “Ela mostra que a física pode ser criativa em vez de uma aula chata.”, o termo destacado é classificado como conjunção integrante.
35

Leia com atenção a história mítica “La Loba” escrita por Clarissa Pinkola Estés, com tradução de Waldéa Barcellos, para responder a questão.


La Loba (Adaptado)


Existe uma velha que vive num lugar oculto de que todos sabem, mas que poucos já viram. Como nos contos de fadas da Europa oriental, ela parece esperar que cheguem até ali pessoas que se perderam, que estão vagueando ou à procura de algo.

Ela é circunspecta, quase sempre cabeluda e invariavelmente gorda, e demonstra especialmente querer evitar a maioria das pessoas. Ela sabe crocitar e cacarejar, apresentando geralmente mais sons animais do que humanos. (...)

O único trabalho de La Loba é o de recolher ossos. Sabe-se que ela recolhe e conserva especialmente o que corre o risco de se perder para o mundo. Sua caverna é cheia dos ossos de todos os tipos de criaturas do deserto: o veado, a cascavel, o corvo. Dizem, porém, que sua especialidade reside nos lobos.

Ela se arrasta sorrateira e esquadrinha as montanhas (...), leitos secos de rios, à procura de ossos de lobos e, quando consegue reunir um esqueleto inteiro, quando o último osso está no lugar e a bela escultura branca da criatura está disposta à sua frente, ela senta junto ao fogo e pensa na canção que irá cantar.

Quando se decide, ela se levanta e aproxima-se da criatura, ergue seus braços sobre o esqueleto e começa a cantar. É aí que os ossos das costelas e das pernas do lobo começam a se forrar de carne, e que a criatura começa a se cobrir de pelos. La Loba canta um pouco mais, e uma proporção maior da criatura ganha vida. Seu rabo forma uma curva para cima, forte e desgrenhado.

La Loba canta mais, e a criatura-lobo começa a respirar. E La Loba ainda canta, com tanta intensidade que o chão do deserto estremece, e enquanto canta, o lobo abre os olhos, dá um salto e sai correndo pelo desfiladeiro.

Em algum ponto da corrida, quer pela velocidade, por atravessar um rio respingando água, quer pela incidência de um raio de sol ou de luar sobre seu flanco, o lobo de repente é transformado numa mulher que ri e corre livre na direção do horizonte.

Por isso, diz-se que, se você estiver perambulando pelo deserto, por volta do pôr-do-sol, e quem sabe esteja um pouco perdido, cansado, sem dúvida você tem sorte, porque La Loba pode simpatizar com você e lhe ensinar algo — algo da alma.

(Fonte: ESTÉS, Clarissa Pinkola. Mulheres que correm com os lobos. Mitos e histórias do arquétipo da mulher selvagem. Tradução Waldéa Barcellos. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 1994, pg. 43-44.)

Com base na análise textual da história “La Loba”, analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa correta.


I. Os dois primeiros parágrafos da história podem ser caracterizados como descritivos pelo fato de o narrador ter como prioridade a caracterização da personagem, marcando, assim, a inexistência de progressão temporal.

II. O trecho “Quando se decide, ela se levanta e aproxima-se da criatura, ergue seus braços sobre o esqueleto e começa a cantar. É aí que os ossos das costelas e das pernas do lobo começam a se forrar de carne, e que a criatura começa a se cobrir de pelos”, pode ser caracterizado como narrativo pela existência de uma progressão temporal.

III. A história pode ser compreendida como um texto argumentativo visto que defende um mito e conta com a descrição e a narração estratégias argumentativas para sustentar a existência de La Loba.

IV. O texto acima apresenta uma unidade de sentido, pois apresenta progressão temporal, encadeamento lógico e centralidade temática, podendo, assim, ser caracterizado como dissertativo.


Estão corretas as afirmativas:

  • A I, II e III apenas.
  • B I e II apenas.
  • C III apenas.
  • D III e IV apenas.
36

Leia a tirinha de “Hagar”, criada pelos cartunistas Dik Browne e Chris Browne, e responda à questão.



Considerando a tirinha acima e a Gramática Normativa da Língua Portuguesa, analise as afirmativas abaixo e dê valores Verdadeiro (V) ou Falso (F).


( ) A possibilidade de existir um espião na tripulação é confirmada pelo texto não-verbal da tira.

( ) A palavra “Psst”, no primeiro quadrinho, é um advérbio de negação.

( ) No trecho “sobre nosso ataque a Inglaterra” a palavra destacada deveria, obrigatoriamente, receber o acento grave, indicativo de crase.

( ) A expressão “Por que”, no primeiro quadrinho”, deveria receber acento circunflexo, sendo reescrita como “Por quê”.

( ) A oração “que o rei tenha implantando um espião entre nós!!” é uma Oração Subordinada Substantiva Subjetiva.


Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta de cima para baixo.

  • A F, F, V, F, V.
  • B V, V, F, V, F.
  • C V, F, V, F, V.
  • D V, V, F, F, F.
37

Leia com atenção o poema “Guardar” do poeta brasileiro Antonio Cícero e responda à questão.


Guardar

Guardar uma coisa não é escondê-la ou trancá-la.

Em cofre não se guarda coisa alguma.

Em cofre perde-se a coisa à vista.

Guardar uma coisa é olhá-la, fitá-la, mirá-la por admirá-la, isto

é, iluminá-la ou ser por ela iluminado.

Guardar uma coisa é vigiá-la, isto é, fazer vigília por ela, isto

é, velar por ela, isto é, estar acordado por ela, isto é,

estar por ela ou ser por ela.

Por isso, melhor se guarda o voo de um pássaro

Do que de um pássaro sem voos.

Por isso se escreve, por isso se diz, por isso se publica, por

isso se declara e declama um poema:

Para guardá-lo:

Para que ele, por sua vez, guarde o que guarda:

Guarde o que quer que guarda um poema:

Por isso o lance do poema:

Por guardar-se o que se quer guardar.

                                                                                                   (Fonte: Pensador)

Com base na leitura e interpretação do poema acima, assinale a alternativa incorreta.
  • A A centralidade temática do poema consiste na tentativa do eu-lírico compreender e ressignificar de forma profunda e particular o sentido da palavra “guardar”.
  • B Nos versos “Por isso, melhor se guarda o voo de um pássaro/ Do que um pássaro sem voos”, o eu-lírico busca, de forma poética, parafrasear a imagem do ditado popular “mais vale um pássaro na mão do que dois voando”, preservando o seu sentido original.
  • C Nos versos “Em cofre não se guarda coisa alguma/ Em cofre perde-se a coisa à vista”, o poema cria um paradoxo ao desconstruir a utilidade, por definição, atribuída ao objeto cofre afirmando que uma coisa em um cofre se perde de algum modo.
  • D O eu-lírico compreende que escrever, publicar, declarar e declamar um poema é uma forma de guardar o assunto que este poema contém.
38

Leia com atenção a história mítica “La Loba” escrita por Clarissa Pinkola Estés, com tradução de Waldéa Barcellos, para responder a questão.


La Loba (Adaptado)


Existe uma velha que vive num lugar oculto de que todos sabem, mas que poucos já viram. Como nos contos de fadas da Europa oriental, ela parece esperar que cheguem até ali pessoas que se perderam, que estão vagueando ou à procura de algo.

Ela é circunspecta, quase sempre cabeluda e invariavelmente gorda, e demonstra especialmente querer evitar a maioria das pessoas. Ela sabe crocitar e cacarejar, apresentando geralmente mais sons animais do que humanos. (...)

O único trabalho de La Loba é o de recolher ossos. Sabe-se que ela recolhe e conserva especialmente o que corre o risco de se perder para o mundo. Sua caverna é cheia dos ossos de todos os tipos de criaturas do deserto: o veado, a cascavel, o corvo. Dizem, porém, que sua especialidade reside nos lobos.

Ela se arrasta sorrateira e esquadrinha as montanhas (...), leitos secos de rios, à procura de ossos de lobos e, quando consegue reunir um esqueleto inteiro, quando o último osso está no lugar e a bela escultura branca da criatura está disposta à sua frente, ela senta junto ao fogo e pensa na canção que irá cantar.

Quando se decide, ela se levanta e aproxima-se da criatura, ergue seus braços sobre o esqueleto e começa a cantar. É aí que os ossos das costelas e das pernas do lobo começam a se forrar de carne, e que a criatura começa a se cobrir de pelos. La Loba canta um pouco mais, e uma proporção maior da criatura ganha vida. Seu rabo forma uma curva para cima, forte e desgrenhado.

La Loba canta mais, e a criatura-lobo começa a respirar. E La Loba ainda canta, com tanta intensidade que o chão do deserto estremece, e enquanto canta, o lobo abre os olhos, dá um salto e sai correndo pelo desfiladeiro.

Em algum ponto da corrida, quer pela velocidade, por atravessar um rio respingando água, quer pela incidência de um raio de sol ou de luar sobre seu flanco, o lobo de repente é transformado numa mulher que ri e corre livre na direção do horizonte.

Por isso, diz-se que, se você estiver perambulando pelo deserto, por volta do pôr-do-sol, e quem sabe esteja um pouco perdido, cansado, sem dúvida você tem sorte, porque La Loba pode simpatizar com você e lhe ensinar algo — algo da alma.

(Fonte: ESTÉS, Clarissa Pinkola. Mulheres que correm com os lobos. Mitos e histórias do arquétipo da mulher selvagem. Tradução Waldéa Barcellos. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 1994, pg. 43-44.)

De acordo com o texto e a Norma Culta da Língua Portuguesa, assinale a alternativa correta:
  • A No trecho “e a bela escultura branca da criatura está disposta à sua frente”, o acento grave é facultativo no termo destacado.
  • B No trecho “Por isso, diz-se que, se você estiver perambulando pelo deserto”, as palavras destacadas desempenham mesma função sintática”.
  • C Nos trechos “quando o último osso”, “quer pela incidência” e “um rio respingando água”, as palavras destacadas recebem acento gráfico devido à mesma regra gramatical.
  • D No trecho “Sabe-se que ela recolhe e conserva especialmente o que corre o risco de se perder para o mundo”, as palavras destacadas têm a mesma classificação morfológica.
39

Leia com atenção um trecho da matéria “A leitura em cada fase da primeira infância” e responda à questão.


A leitura deve ser uma atividade da escola e da família, começando quando o bebê ainda está no útero. Para você, que atua na Primeira Infância (período da gestação aos seis anos), cabe a tarefa de mostrar aos pais como ler faz bem às crianças, ajudando seus filhos a se tornarem bons leitores.

Quanto mais palavras a criança conhecer, aos dois anos de idade, mais ela estará preparada para vivenciar suas relações sociais e aproveitar a pré-escola, obtendo melhores resultados em leitura e matemática, com mais autocontrole e menos ansiedade. Estas foram as principais conclusões de pesquisadores das universidades do Estado da Pensilvânia, Califórnia Irvine e Columbia (EUA).

Por isso, o papel dos pais é essencial, já que esse contato com a leitura deve começar durante a gestação e se intensificar no dia a dia da família. 

Mas como contar histórias para o feto? Qual o texto mais adequado para um recém-nascido? Poesia também é bom? Dúvidas pertinentes que você pode ajudar a sanar, dando algumas orientações. No caso de pais “grávidos”, vale a leitura, em voz alta, de livros que eles curtam, assim como cantar, recitar poemas e conversar com o bebê, acariciando a barriga da mãe.

Para crianças maiores, dos três aos cinco anos, as histórias podem ser mais complexas, como os contos de fadas. A diversidade também é legal. Ler notícias de jornais, revistas, tirinhas de histórias em quadrinhos, tudo é novidade. Estimular a criança a ler para os pais é outra atividade importante e desafiadora.

O importante é que, em qualquer idade, o hábito de ler faça parte do cotidiano da escola e da família, assim como comer, brincar e dormir.

                                                                   (Fonte: Blog Desenvolvimento Infantil)

Com base na interpretação do texto anterior, assinale a alternativa incorreta:
  • A No trecho “Para você, que atua na Primeira Infância (período da gestação aos seis anos), cabe a tarefa de mostrar aos pais como ler faz bem às crianças, ajudando seus filhos a se tornarem bons leitores.”, a palavra destacada é um pronome de tratamento utilizado, nesse contexto, para se referir a certa categoria profissional.
  • B A primeira infância é definida no texto como o período compreendido dos 0 aos 6 anos, tendo, como marco do encerramento desta etapa, a entrada da criança na pré-escola.
  • C No trecho “No caso de pais ‘grávidos’, vale a leitura, em voz alta, de livros que eles curtam”, a utilização de aspas, no termo destacado, ressalta a intencionalidade do autor em usar uma expressão coloquial.
  • D É possível afirmar que brincar, comer e dormir estão no mesmo patamar de importância que a leitura para o desenvolvimento infantil, podendo ser compreendido, então, como um hábito cotidiano necessário.
40

Leia com atenção o poema “Guardar” do poeta brasileiro Antonio Cícero e responda à questão.


Guardar

Guardar uma coisa não é escondê-la ou trancá-la.

Em cofre não se guarda coisa alguma.

Em cofre perde-se a coisa à vista.

Guardar uma coisa é olhá-la, fitá-la, mirá-la por admirá-la, isto

é, iluminá-la ou ser por ela iluminado.

Guardar uma coisa é vigiá-la, isto é, fazer vigília por ela, isto

é, velar por ela, isto é, estar acordado por ela, isto é,

estar por ela ou ser por ela.

Por isso, melhor se guarda o voo de um pássaro

Do que de um pássaro sem voos.

Por isso se escreve, por isso se diz, por isso se publica, por

isso se declara e declama um poema:

Para guardá-lo:

Para que ele, por sua vez, guarde o que guarda:

Guarde o que quer que guarda um poema:

Por isso o lance do poema:

Por guardar-se o que se quer guardar.

                                                                                                   (Fonte: Pensador)

Considerando o poema acima e a Gramática Normativa da Língua Portuguesa, analise as afirmativas abaixo e dê valores Verdadeiro (V) ou Falso (F).


( ) No trecho “Guardar uma coisa não é escondê-la”, o termo destacado corresponde ao Pronome Pessoal do caso oblíquo “a” corretamente grafado quando colocado após um verbo no infinitivo.

( ) No trecho “Em cofre não se guarda coisa alguma.”, o termo destacado é uma Locução Adverbial.

( ) No trecho “mirá-la por admirá-la, isto é, iluminá-la” a expressão destacada pode ser substituída, sem alteração de sentido, pelo termo “ou seja”.

( ) No trecho “Por isso, melhor se guarda o voo de um pássaro”, o termo destacado é uma Conjunção Coordenativa Adversativa.

( ) No trecho “Guarde o que quer que guarda um poema”, o termo destacado é um artigo definido.


Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta de cima para baixo.

  • A V, V, V, F, V.
  • B V, V, V, F, F.
  • C F, F, V, V, F.
  • D F, V, F, F, F.
Voltar para lista