Resolver o Simulado Assistente Social - CESPE

0 / 55

Acessibilidade

1

Com base nas disposições da Lei n.º 10.048/2000 que trata de atendimento prioritário, assinale a opção correta.

  • A As pessoas obesas não têm direito ao atendimento prioritário previsto nas legislações citadas; ainda estão em andamento debates acerca da produção de um estatuto próprio para o grupo.
  • B Como incentivo, a referida legislação prevê a concessão de subvenção estatal às instituições bancárias que executarem políticas de atendimento prioritário a idosos e pessoas com deficiência.
  • C Os veículos das concessionárias de transporte coletivo deverão ter reserva de assentos, devidamente identificados, para idosos, gestantes, lactantes, pessoas com deficiência e pessoas com criança de colo.
  • D A referida legislação prevê as penalidades para os servidores públicos que infringirem as regras de atendimento prioritário, não sendo aplicável legislação específica para essas pessoas.
  • E As penalidades previstas na referida legislação serão elevadas em 50% no caso de reincidência.
2

De acordo com a legislação que versa sobre a prioridade de atendimento a pessoa com deficiência, a concessionária que disponibilizar veículo de transporte coletivo sem assento reservado para pessoa com deficiência estará sujeita a

  • A multa única relativa ao veículo irregular.
  • B apreensão imediata do veículo e suspensão das atividades até a regularização do veículo.
  • C suspensão das atividades, até a regularização do veículo.
  • D apreensão imediata do veículo e multa.
  • E multa diária até a regularização do veículo.
3

Assinale a opção que indica o processo destinado a propiciar às pessoas com deficiência a aquisição de conhecimentos, habilidades e aptidões para o exercício de profissão ou de ocupação, permitindo-lhes nível suficiente de desenvolvimento profissional para ingresso no campo de trabalho.

  • A colocação competitiva no mercado de trabalho
  • B reabilitação profissional
  • C programa de estímulo ao empreendedorismo
  • D programa de estímulo ao trabalho autônomo
  • E habilitação profissional
4

A respeito de medidas judiciais destinadas à proteção de interesses coletivos, difusos, individuais homogêneos e individuais indisponíveis das pessoas com deficiência, julgue os itens a seguir.


I A sentença que concluir pela carência ou pela improcedência da ação estará sujeita ao duplo grau de jurisdição.

II Em caso de desistência ou abandono da ação, a titularidade ativa deverá ser assumida necessariamente pelo MP.

III Certidão necessária à instrução do feito poderá ser negada caso a justificativa para o indeferimento do pedido seja o fato de o interesse público impor sigilo àquela informação.

IV Por ausência de legitimidade, as fundações ou autarquias que incluam entre suas finalidades institucionais a proteção dos interesses e a promoção de direitos da pessoa com deficiência deverão representar ao MP ou à DP os atos que ensejem a propositura de medida judicial.


Estão certos apenas os itens

  • A I e III.
  • B I e IV.
  • C II e IV.
  • D I, II e III.
  • E II, III e IV.
5

A lei que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida conceitua componentes de obras de urbanização — como os referentes a pavimentação, saneamento, encanamento para esgotos etc. — como

  • A mobiliário urbano.
  • B tecnologia assistiva.
  • C elemento de urbanização.
  • D acessibilidade.
  • E desenho universal.
6

A curatela de pessoa com deficiência é medida protetiva extraordinária

  • A que impõe aos curadores o dever de representar os curatelados e de prestar semestralmente contas de sua atuação ao juiz.
  • B incompatível com a nomeação de curador provisório, haja vista a natureza definitiva da curatela.
  • C que afetará somente os atos relacionados aos direitos de natureza patrimonial e negocial indicados na sentença.
  • D que poderá ser instituída por iniciativa do próprio interditando, mediante escritura pública, conforme o CPC.
  • E proporcional às necessidades e às circunstâncias de cada caso, sendo um instituto igual ao da modalidade de decisão apoiada.
7

Segundo as normas de acessibilidade de pessoas com deficiências ou com mobilidade reduzida, consideram-se ajudas técnicas os produtos, instrumentos, equipamentos ou tecnologias adaptadas ou especialmente projetadas para melhorar a funcionalidade desse grupo social, favorecendo a sua autonomia pessoal, total ou assistida.


Caberá ao poder público promover a inclusão de conteúdos temáticos referentes a ajudas técnicas


I na educação profissional.

II no ensino fundamental.

III no ensino médio.

IV na graduação e pós-graduação.


Assinale a opção correta.

  • A Apenas os itens I, II e IV estão certos.
  • B Apenas os itens I, II e III estão certos.
  • C Apenas os itens II, III e IV estão certos.
  • D Apenas os itens I, III e IV estão certos.
  • E Todos os itens estão certos.
8

As adaptações, modificações e ajustes necessários e adequados que não acarretem ônus desproporcional e indevido, quando requeridos em cada caso, a fim de assegurar que a pessoa com deficiência possa gozar ou exercer, em igualdade de condições e oportunidades com as demais pessoas, todos os direitos e liberdades fundamentais, são consideradas

  • A adaptações razoáveis.
  • B acessibilidade.
  • C elemento de urbanização.
  • D tecnologia assistiva.
  • E modificações inclusivas.
9

O juiz que tiver conhecimento, no curso de processo judicial, de fatos que caracterizem ameaça ou violação a direitos da pessoa com deficiência, para providências cabíveis, ele deve remeter as peças

  • A ao órgão de defesa dos direitos humanos.
  • B ao presidente do tribunal, que deliberará a respeito.
  • C à Defensoria Pública.
  • D ao delegado de polícia.
  • E ao Ministério Público.
10

À luz do Estatuto da Pessoa com Deficiência, a concepção de ambiente a ser usado por todas as pessoas, sem a necessidade de adaptação ou de projeto específico, incluindo os recursos de tecnologia assistiva caracteriza o(a)

  • A adaptação razoável.
  • B elemento urbanizado.
  • C mobiliário assistivo.
  • D acessibilidade
  • E desenho universal.

Português

11

Texto 1A2-I


      Conforme o Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), a expectativa de vida para ambos os sexos no Rio Grande do Sul foi superior à do Brasil em 1991, 2000 e 2010. Entre os vinte e sete estados brasileiros, o Rio Grande do Sul (RS) era em 2010 o quarto estado com a maior esperança de vida ao nascer, tendo sido superado pelo Distrito Federal, Santa Catarina e São Paulo. De acordo com o IBGE, a expectativa de vida ao nascer, no RS, para ambos os sexos, passou de 72,4, em 2000, para 77,8 em 2016.

      Os estudos de evolução demonstram que a transição demográfica começou mais cedo em relação à maior parte dos estados brasileiros e tornou-se mais evidente nas últimas décadas, o que caracterizou o rápido aumento absoluto e relativo das faixas de população adulta e idosa. Em relação ao sexo, as diferenças ficam ainda mais evidentes quando se constata a maior esperança de vida ao nascer entre as mulheres — que em 2016 atingiu 81,1 anos, ao passo que entre os homens alcançou 74,3 anos. Como resultado, o número de mulheres é superior ao número de homens, principalmente nas faixas de idade mais avançadas.

                                     Internet: <www.fazenda.rs.gov.br> (com adaptações).

Depreende-se das informações do texto 1A2-I que, no Rio Grande do Sul, a esperança de vida ao nascer

  • A aumentou entre os homens em 2000.
  • B diminuiu entre as mulheres em 2000.
  • C aumentou entre os homens em 2016.
  • D diminuiu entre homens e mulheres em 2000.
  • E diminuiu entre as mulheres em 2016.
12

Texto 1A2-I


      Conforme o Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), a expectativa de vida para ambos os sexos no Rio Grande do Sul foi superior à do Brasil em 1991, 2000 e 2010. Entre os vinte e sete estados brasileiros, o Rio Grande do Sul (RS) era em 2010 o quarto estado com a maior esperança de vida ao nascer, tendo sido superado pelo Distrito Federal, Santa Catarina e São Paulo. De acordo com o IBGE, a expectativa de vida ao nascer, no RS, para ambos os sexos, passou de 72,4, em 2000, para 77,8 em 2016.

      Os estudos de evolução demonstram que a transição demográfica começou mais cedo em relação à maior parte dos estados brasileiros e tornou-se mais evidente nas últimas décadas, o que caracterizou o rápido aumento absoluto e relativo das faixas de população adulta e idosa. Em relação ao sexo, as diferenças ficam ainda mais evidentes quando se constata a maior esperança de vida ao nascer entre as mulheres — que em 2016 atingiu 81,1 anos, ao passo que entre os homens alcançou 74,3 anos. Como resultado, o número de mulheres é superior ao número de homens, principalmente nas faixas de idade mais avançadas.

                                     Internet: <www.fazenda.rs.gov.br> (com adaptações).

Infere-se do texto 1A2-I que a transição demográfica no Rio Grande do Sul

  • A iniciou-se antes da ocorrida em São Paulo e no Distrito Federal.
  • B resultou em aumento da população idosa.
  • C impactou outros estados da região Sul, como Santa Catarina.
  • D tornou-se mais evidente no início do século XX.
  • E afetou o nível de qualidade da saúde da população idosa.
13


A pontuação empregada no texto 1A1AAA permaneceria correta se,


I no primeiro parágrafo, o segundo travessão fosse eliminado.

II na linha 1, fosse inserida vírgula logo após “2017”.

III na linha 14, fosse inserida vírgula logo após ‘1997’.

IV na linha 15, a vírgula logo após ‘persistente’ fosse eliminada.


Assinale a opção correta.

  • A Nenhum item está certo.
  • B Apenas o item III está certo.
  • C Apenas o item IV está certo.
  • D Apenas os itens I e II estão certos.
  • E Todos os itens estão certos.
14


Com relação a aspectos linguísticos do texto 1A1AAA, assinale a opção correta.

  • A A correção gramatical do texto seria preservada caso se substituísse a forma verbal “Foram” (ℓ.3) por Houveram.
  • B O sentido do segundo período do segundo parágrafo seria preservado caso as vírgulas que sucedem as palavras “desastre” (ℓ.11) e “novembro” (ℓ.12) fossem suprimidas.
  • C A correção gramatical do texto seria mantida se a expressão “foram registrados” (.7) fosse substituída por registrou-se.
  • D O vocábulo “deles” (.4) remete à expressão “dez acidentes” (.3).
  • E A substituição do termo “que” (.11) por o qual prejudicaria a correção gramatical do texto.
15


As opções a seguir apresentam propostas de reescrita do período “Se um colega constrange o outro, em tese, não há crime, embora tal comportamento possa dar causa a reparação por dano moral.” (ℓ. 21 a 23). Assinale a opção que apresenta proposta de reescrita que, além de manter o sentido original da informação, preserva a correção gramatical do texto.

  • A Teoricamente, se um colega constrange o outro, há vantagem sexual, o que pode causar reparação por dano moral.
  • B Em tese, embora não seja crime, o fato de um colega constranger o outro pode justificar reparação por dano moral.
  • C Quando um colega molesta o outro é crime, ou seja, esse ato pode ensejar reparação por dano moral.
  • D Caso um colega constrange o outro, em tese, não é crime, mas pode gerar reparação por dano moral.
  • E Hipoteticamente, à medida que um colega constrange o outro, não há crime, logo não pode haver reparação por dano moral.
16


As opções a seguir apresentam propostas de reescrita do período “Se um colega constrange o outro, em tese, não há crime, embora tal comportamento possa dar causa a reparação por dano moral.” (ℓ. 21 a 23). Assinale a opção que apresenta proposta de reescrita que, além de manter o sentido original da informação, preserva a correção gramatical do texto.

  • A Caso um colega constrange o outro, em tese, não é crime, mas pode gerar reparação por dano moral.
  • B Hipoteticamente, à medida que um colega constrange o outro, não há crime, logo não pode haver reparação por dano moral.
  • C Teoricamente, se um colega constrange o outro, há vantagem sexual, o que pode causar reparação por dano moral.
  • D Em tese, embora não seja crime, o fato de um colega constranger o outro pode justificar reparação por dano moral.
  • E Quando um colega molesta o outro é crime, ou seja, esse ato pode ensejar reparação por dano moral.
17


No texto 1A1BBB, o trecho “4.040 ações judiciais sobre assédio sexual no trabalho” (ℓ. 6 e 7) tem a mesma função sintática de

  • A ‘mais protegidas para falar’ (ℓ. 17 e 18).
  • B “chantagem de um superior sobre um subordinado” (ℓ. 19 e 20).
  • C “queixas de assédio” (ℓ.15).
  • D ‘por medo de serem culpabilizadas’ (ℓ.12).
  • E “mais e mais casos de assédio sexual ” (ℓ. 1 e 2).
18


Julgue os itens que se seguem, acerca dos aspectos linguísticos do seguinte período do texto CG1A1AAA: “Porém, o sentido do discurso, a ideologia que o alimenta, precisa impregná-lo de palavras e conceitos que anunciem os valores humanos que decantam a paz, que lhe proclamam e promovem” (ℓ. 31 a 34).


I O termo “o sentido do discurso” exerce função de sujeito da forma verbal “precisa”.

II O verbo decantar foi empregado no sentido de purificar.

III O pronome “que” possui o mesmo antecedente nas três ocorrências no trecho “precisa impregná-lo de palavras e conceitos que anunciem os valores humanos que decantam a paz, que lhe proclamam e promovem”.


Assinale a opção correta.

  • A Apenas o item I está certo.
  • B Apenas o item II está certo.
  • C Apenas os itens I e II estão certos.
  • D Apenas os itens I e III estão certos.
  • E Todos os itens estão certos.
19


No texto 1A1AAA, ao utilizar a expressão “Isso sem contar” (ℓ.8), a autora sugere que “os processos de evocação de memórias, planejamento para o futuro e imaginação” (ℓ. 8 a 10) fazem parte do conjunto de

  • A ações cerebrais cujo funcionamento depende do processamento conjunto de estímulos externos.
  • B processos necessários à construção de registros duradouros dos estímulos recebidos pelo cérebro a cada momento.
  • C dados necessários para que o cérebro construa uma imagem do indivíduo e do ambiente que o cerca.
  • D atividades internas desempenhadas pelo cérebro, ao mesmo tempo que este recebe estímulos externos.
  • E estímulos advindos do cérebro de um indivíduo, imprescindíveis para a formação de novas memórias.
20


No texto 1A1AAA, o termo “o” — em “Ela o é por definição” (ℓ.15) — remete ao elemento

  • A “O que faz com que a memória se torne seletiva” (ℓ.13).
  • B “o mundo atual” (ℓ.14).
  • C “a memória” (ℓ.13).
  • D “seletiva” (ℓ.13).
  • E “um funil poderoso” (ℓ. 15 e 16).
21


O texto 1A1BBB é construído sobre uma série de dicotomias conceituais, isto é, de pares de noções opostas entre si, a exemplo do formado pelos termos

  • A “mudança” (ℓ.4) e “reiteração” (ℓ.5).
  • B “ao longo do tempo” (ℓ.10) e “alterações cumulativas” (ℓ. 10 e 11).
  • C “contingência” (ℓ. 20) e “acidente” (ℓ. 21).
  • D “Desigualdade” (ℓ.20) e “concentração” (ℓ.25).
  • E “disciplina” (ℓ.1) e “ciência” (ℓ.4).
22


A correção gramatical e os sentidos do texto 1A1BBB seriam mantidos caso se inserisse uma vírgula logo após

  • A “alertas” (ℓ.28).
  • B “também” (ℓ.3).
  • C “tempo” (ℓ.10).
  • D “lista” (ℓ.15).
  • E “processo” (ℓ.22).
23


Cada uma das opções seguintes apresenta uma proposta de reescrita do seguinte trecho do texto 1A1BBB: “Quando se trata de enfrentar a desigualdade, não há saída fácil ou receita de bolo” (ℓ. 26 e 27). Assinale a opção em que a reescrita, além de manter o sentido da informação originalmente apresentada, preserva a correção gramatical.

  • A Não existe solução simples nem prescrição adequada para eliminar a desigualdade.
  • B Se tratarmos de afrontar à desigualdade, não existirá instruções precisas nem solução fácil.
  • C Naquilo que tange ao combate à desigualdade, não há solução fácil, tampouco fórmula simples.
  • D No que se refere à enfrentar a desigualdade, não existe remédio simples, nem dosagem certa.
  • E O enfrentamento da desigualdade se trata de algo sem saída fácil e sem receita secreta.
24


No último parágrafo do texto 1A1BBB, a autora sugere que a responsabilidade pela existência da desigualdade social é de todos os indivíduos, entre eles incluído o leitor, o que é denotado pela

  • A alusão à “concentração dos benefícios públicos” (ℓ.25).
  • B escolha do termo “apostar” (ℓ.28) para definir sua posição quanto ao tema.
  • C utilização dos pronomes “nos” (ℓ.22) e “nossas” (ℓ.23).
  • D recusa a definir a desigualdade como “natural” (ℓ.21).
  • E referência a escolhas “institucionais” (ℓ.24).
25


O efeito textual pretendido pela autora ao empregar a pergunta que encerra o segundo parágrafo do texto 1A1AAA é o de

  • A apontar a impossibilidade de o cérebro, ao mesmo tempo, processar estímulos e registrá-los na memória.
  • B menosprezar os leitores que acreditam ser possível se lembrar de tudo o que lhes ocorre.
  • C obter diretamente dos leitores respostas honestas à indagação proposta.
  • D modificar o modo como os leitores lidam com os dados provenientes do mundo exterior.
  • E provocar os leitores a refletir sobre os processos de recepção de estímulos e formação de memórias.

Direito do Idoso

26

De acordo com as disposições do Estatuto do Idoso em relação aos procedimentos na administração pública, é assegurada a prioridade de atendimento somente às pessoas com idade a partir de

  • A sessenta e cinco anos, não havendo qualquer prioridade especial.
  • B sessenta anos, não havendo qualquer prioridade especial.
  • C sessenta e cinco anos, havendo prioridade especial aos maiores de oitenta anos.
  • D setenta anos, não havendo qualquer prioridade especial.
  • E sessenta anos, havendo prioridade especial aos maiores de oitenta anos.
27

A respeito da defesa das pessoas idosas e das pessoas com deficiência, assinale a opção correta.

  • A Embora o Ministério Público tenha legitimidade para ajuizar ação civil pública para a defesa de direitos coletivos dos idosos, o órgão não a detém para tutelar, em juízo, direito individual de idoso em situação de risco.
  • B Em caso de abandono de ação coletiva ajuizada por associação em defesa dos direitos dos idosos, compete privativamente ao Ministério Público assumir a titularidade ativa da ação.
  • C A curatela de pessoa com deficiência constitui medida extraordinária e afetará tão somente os atos relacionados aos direitos de natureza patrimonial e negocial.
  • D A condição de acolhimento em instituições de longa permanência prejudica o direito do idoso ou da pessoa com deficiência ao recebimento de benefício de prestação continuada.
  • E A deficiência não afeta a plena capacidade civil da pessoa, exceto para o exercício do direito de guarda e de adoção.
28

Constitui crime contra o idoso punível com detenção

  • A obstar o acesso de alguém a qualquer cargo público por motivo de idade.
  • B induzir pessoa idosa sem discernimento de seus atos a outorgar procuração.
  • C deixar de cumprir, sem justo motivo, a execução de ordem judicial expedida nas ações em que for parte pessoa idosa.
  • D discriminar pessoa idosa, dificultando seu acesso a operações bancárias.
  • E lavrar ato notarial que envolva pessoa idosa sem discernimento de seus atos, sem a devida representação legal.
29

Se o idoso não tiver condições econômicas de prover seu próprio sustento, os alimentos serão

  • A providos pelo poder público, desde que o idoso tenha mais de setenta anos.
  • B divididos entre os parentes, respeitada a ordem legal.
  • C prestados subsidiariamente pelos netos, se houver.
  • D prestados solidariamente, podendo o idoso optar entre os prestadores.
  • E obtidos mediante transação, desde que homologada por um juiz.
30

Um idoso ajuizou ação em face de entidade não governamental de atendimento à pessoa idosa, visando apurar irregularidades praticadas por essa entidade.


Considerando essa situação hipotética, assinale a opção correta.

  • A Depois de apresentada a defesa, o juiz poderá designar audiência de instrução e julgamento.
  • B Antes de citar o réu, o juiz deverá intimar o Ministério Público para firmar acordo visando eliminar as irregularidades.
  • C Recebida a petição inicial, deverá ser marcada audiência de conciliação, na qual o dirigente da entidade deverá apresentar defesa escrita.
  • D Havendo motivo grave, poderá o juiz, antes de ouvir o Ministério Público, decretar liminarmente o afastamento provisório do dirigente da entidade.
  • E Caso, ao final do processo, seja aplicada pena de multa, esta deverá ser imposta à entidade.
31

Vera, com sessenta e oito anos de idade, aposentada e com renda mensal de dois salários mínimos, pretende viajar de ônibus de Rio Branco – AC para o Rio de Janeiro – RJ, usufruindo de seu direito à gratuidade da passagem, mas, chegando ao guichê para requerer sua passagem, foi informada de que as vagas gratuitas, na data e horário em que ela desejava embarcar, já estavam ocupadas.


Nessa situação hipotética, de acordo com a legislação, Vera

  • A poderá pleitear desconto do valor da passagem em um dos demais assentos do veículo no horário desejado, caso haja vagas.
  • B terá direito a desconto da passagem apenas no ônibus seguinte ao pretendido, se neste não houver vaga gratuita, desde que parta até vinte e quatro horas após o primeiro horário desejado.
  • C poderá comprar a passagem para o horário desejado e pleitear reembolso do valor pago, caso não haja vaga gratuita em ônibus que parta nas quarenta e oito horas seguintes.
  • D poderá pleitear a gratuidade da passagem no horário desejado, em vaga não reservada a idosos, caso ainda haja assentos vagos.
  • E terá direito à gratuidade da passagem, em vaga não reservada, no ônibus seguinte ao pretendido, caso também não haja para ele vagas gratuitas.
32

Com relação à política nacional do idoso e de acordo com a legislação pertinente, compete ao Conselho Municipal do Idoso, no âmbito político-administrativo,

  • A promover as articulações necessárias à implementação dessa política.
  • B emitir parecer acerca de proposta orçamentária referente a promoção e assistência social do idoso.
  • C supervisionar, acompanhar, fiscalizar e avaliar essa política.
  • D coordenar as ações relativas a essa política.
  • E participar da formulação e avaliação de tal política.
33

Um idoso, que tem filhos maiores e capazes, vive em condições precárias, sem recursos para prover seus próprios alimentos.


Nessa situação hipotética,

  • A se comprovado que os filhos não têm condições econômicas para prover alimentos, caberá à previdência social provê-los.
  • B caso ocorra transação relativa a alimentos, esta poderá ser celebrada perante promotor público ou DP.
  • C a obrigação alimentar ao idoso será solidária, cabendo ao filho com melhores condições econômicas ser o prestador.
  • D a obrigação alimentar ao idoso será solidária, cabendo ao filho mais velho, se tiver condições econômicas, ser o prestador.
  • E caso se determine que os filhos prestem alimentos, esse provimento se dará na forma especial prevista no Estatuto do Idoso.
34

Jorge, servidor idoso do Tribunal Regional Eleitoral, ao dirigir-se de carro à sede do tribunal, com o intuito de tratar de assuntos relativos à sua aposentadoria, não encontrou vaga de idoso e estacionou em local distante da entrada do prédio. Ao chegar ao setor de recursos humanos do tribunal, Jorge solicitou atendimento preferencial, no entanto, o funcionário responsável negou o pedido, alegando estar muito ocupado. Por fim, após mais de uma hora de espera, Jorge desistiu do atendimento e foi embora.


Considerando essa situação hipotética e à luz do Estatuto do Idoso, assinale a opção correta.

  • A O Tribunal Regional Eleitoral deve assegurar, pelo menos, 15% das suas vagas de estacionamento para idosos.
  • B O setor de recursos humanos poderá exigir o comparecimento pessoal de Jorge à repartição para assinatura de documentos relativos à sua aposentadoria, ainda que ele esteja enfermo.
  • C O funcionário que negou atendimento preferencial a Jorge está sujeito ao pagamento de multa administrativa de até mil reais e multa cível a ser arbitrada pelo juiz.
  • D Jorge, por ser servidor do Tribunal Regional Eleitoral, não goza do direito de atendimento preferencial no setor de recursos humanos do órgão.
  • E Caso Jorge ajuíze ação para tratar de sua aposentadoria, não será assegurada a ele prioridade na tramitação do processo.
35

À luz do Estatuto do Idoso, consideram-se idosos os indivíduos com idade igual ou superior a

  • A setenta anos.
  • B sessenta anos.
  • C cinquenta e cinco anos.
  • D sessenta e cinco anos, se for homem, e sessenta anos, se for mulher.
  • E sessenta anos, se for homem, e cinquenta e cinco anos, se for mulher.

Serviço Social

36

A unidade familiar que se estende para além da presença de pais e filhos, sendo composta por parentes próximos com os quais a(s) criança(s) ou adolescente(s) mantêm vínculos de afinidade e afetividade por meio da convivência, é denominada família

  • A nuclear.
  • B padrão.
  • C monoparental.
  • D ampliada.
  • E natural.
37

Na gestão pública democrática, a administração de políticas sociais voltada à defesa dos interesses das classes subalternas deve ter como referência o modelo de

  • A administração pública gerencialista, devido ao seu explícito alinhamento com os interesses populares, expresso por meio de seu poder racional-legal.
  • B administração patrimonialista, que considera o aparelho de Estado como a extensão da participação direta, combatendo o nepotismo e a corrupção.
  • C administração pública burocrática, que garante autonomia ao administrador na gestão dos recursos humanos, materiais e financeiros.
  • D planejamento estratégico, que busca ultrapassar a democracia representativa, combinando-a com a democracia participativa.
  • E planejamento normativo ou tradicional, cujas técnicas e métodos permitem, sozinhos, criar estratégias políticas de gestão que atendam aos interesses populares.
38

No trabalho interdisciplinar com outras categorias profissionais, o assistente social

  • A pode integrar comissões interdisciplinares de ética em seu local de trabalho.
  • B desenvolve o relatório contendo a sua opinião técnica em conjunto com profissionais de outras áreas.
  • C tem sua identidade, competência e particularidade profissionais diluídas em nome de um objetivo comum.
  • D contribui para a verticalização das relações de poder entre os campos profissionais implicados no trabalho.
  • E trabalha isoladamente, limitando a troca de informação a um sistema de referência e contrarreferência.
39

No Brasil, o projeto ético-político profissional do serviço social se fundamenta na teoria marxista e, nesse sentido, a prática contemporânea do serviço social

  • A é polarizada pelos interesses das classes sociais e participa tanto do processo de reprodução dos interesses hegemônicos quanto das possibilidades de transformação.
  • B compreende as relações sociais dos indivíduos no plano de suas vivências imediatas, visando alcançar a regularidade, as abstrações e as relações invariáveis.
  • C busca a eficiência e a eficácia na intervenção profissional, enfrentando a marginalidade e a pobreza em uma perspectiva de integração da sociedade.
  • D enfrenta a questão social por meio de intervenções que priorizam a formação da família e do indivíduo para solucionar problemas e atender suas necessidades materiais e sociais.
  • E desenvolve uma ação tecnicista, mediante propostas de trabalho voltadas para o aperfeiçoamento de instrumentos e técnicas de intervenção na busca de padrões de eficiência.
40

No âmbito das práticas do serviço social, o parecer social

  • A expressa o posicionamento do assistente social quanto a um objeto de estudo, podendo ser parte final de um laudo ou realizado em razão de determinação judicial.
  • B deve ser encaminhado ao setor solicitante acompanhado de estudo socioeconômico.
  • C pode ser realizado por profissional de outra categoria, desde que supervisionado por um assistente social.
  • D deve omitir a identificação dos sujeitos envolvidos na situação, de modo a preservar o sigilo e a identidade deles.
  • E é fruto de um estudo no qual o assistente social utiliza instrumentos de coleta de dados para comprovar as informações fornecidas pelo usuário.
41

Julgue os itens a seguir, com base no Estatuto da Criança e do Adolescente.


I Em situações de confirmação de maus-tratos a criança, a autoridade judiciária poderá determinar, como medida cautelar, o afastamento do agressor da moradia comum, mesmo que este seja um dos pais da criança.

II Em caso de confirmação de castigo físico ou tratamento cruel, os órgãos do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente devem conferir máxima prioridade ao atendimento de crianças na faixa etária da segunda infância.

III Se um adolescente tiver seus direitos ameaçados ou violados, competirá ao Conselho Tutelar, como medida de proteção, o afastamento do adolescente do convívio familiar.

IV A medida de internação de adolescentes em virtude de prática de ato infracional só pode ser aplicada em situações de grave ameaça ou violência a pessoas.


Estão certos apenas os itens

  • A I e II.
  • B I, II e III.
  • C I e IV.
  • D II, III e IV.
  • E III e IV.
42

O benefício de prestação continuada concedido a pessoa com deficiência será suspenso no caso de o beneficiário

  • A receber a título de herança patrimônio capaz de prover sua manutenção.
  • B ser acolhido por instituição assistencial pública ou particular, como, por exemplo, abrigo ou instituição congênere.
  • C receber imóvel para fixação de residência, mediante doação de programa social concedido pelo poder público.
  • D completar dois anos de recebimento do benefício.
  • E passar a exercer atividade remunerada na condição de aprendiz.
43

Maria, assistente social, transgênero, cumpre jornada de trabalho de trinta horas semanais no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e supervisiona três estagiárias de serviço social. Um juiz da vara de família da região solicitou que Maria comparecesse à audiência para depor na condição de testemunha de um caso que havia sido atendido por ela em conjunto com uma psicóloga do CRAS onde Maria trabalha. O acompanhamento do caso havia sido iniciado por outra assistente social, que já não trabalha mais na instituição e não repassara informações sigilosas sobre o caso à Maria, que a substitui.


Considerando a situação hipotética apresentada, assinale a opção correta.

  • A Devido ao atendimento em parceria com a psicóloga, a opinião técnica deve ser elaborada de forma conjunta entre as duas profissionais.
  • B Em seu trabalho cotidiano, é permitido que Maria assine documentos com o seu nome civil ou com o seu nome social, juntamente com o número do seu registro profissional.
  • C Ao depor como testemunha, Maria deve limitar-se a prestar esclarecimentos de natureza técnica, sendo-lhe vedado prestar informações sobre fatos presenciados.
  • D O desconhecimento de informações sigilosas por Maria é fato previsto pelo Conselho Federal de Serviço Social (CFESS), uma vez que, por norma, apenas o material técnico não sigiloso deve ser repassado a assistente social substituto.
  • E Desde que assegurados os requisitos básicos para a execução do estágio, Maria poderia supervisionar mais uma estagiária.
44

Em relação à dimensão técnico-operativa do serviço social, assinale a opção correta.

  • A Na dimensão técnico-operativa, há primazia da teoria sobre a prática, considerando-se a importância da teoria para construir um quadro explicativo do objeto, em contraponto ao conjunto de técnicas e instrumentos de valor operacional.
  • B Devido à especificidade do seu processo de trabalho, o instrumental utilizado pelo assistente social pode ser aplicado e analisado isoladamente, por ser condicionado a normatizações institucionais.
  • C Os instrumentos e as técnicas utilizadas pelo serviço social são, predominantemente, quantitativos, para possibilitar a análise das condições socioeconômicas e a inserção dos usuários em programas e políticas sociais.
  • D Os instrumentos constituem a atuação de uma profissão dentro das relações sociais, a partir de condições estritamente subjetivas e das técnicas que compõem uma prática profissional.
  • E Os instrumentais técnico-operativos são mediadores das demandas sociais do cidadão e das potencialidades de concretização do projeto eticopolítico do serviço social.
45

Com relação à institucionalização do serviço social no Estado Novo (1937 – 1945), assinale a opção correta.

  • A A partir da instituição do Serviço Nacional de Aprendizagem Nacional (SENAI), as práticas de intervenção do assistente social foram atualizadas por ações junto às famílias da juventude operária.
  • B A adesão ideológica do serviço social à racionalidade capitalista levou à fusão da composição cristã-humanista do assistente social, com o caráter mais social que assume o capital.
  • C As primeiras ações profissionais nas favelas do Rio de Janeiro ocorreram em virtude do aumento da delinquência urbana e seu consequente reflexo na imagem do governo brasileiro.
  • D As primeiras intervenções do serviço social nas favelas do Rio de Janeiro indicavam que o motivo da favelização era o desemprego.
  • E A criação da Legião Brasileira de Assistência propiciou uma transformação qualitativa no serviço social ao romper com os tradicionais fundamentos do serviço social de casos individuais.
46

Segundo a legislação nacional da seguridade social, é previsto o benefício

  • A de prestação continuada, no âmbito da assistência social.
  • B moradia por desabamento, no âmbito da previdência social.
  • C da renda mensal vitalícia, no âmbito da assistência social.
  • D do auxílio-natalidade, no âmbito da previdência social.
  • E do auxílio-funeral, no âmbito da previdência social.
47

Considerando-se os conceitos, usos e as finalidades do parecer social, é correto afirmar que esse instrumento técnico-operativo

  • A expõe necessidades dos usuários e sugestões de apontamentos para o atendimento das demandas desses indivíduos, garantindo-lhes proteção e viabilização da acessibilidade aos direitos.
  • B propõe uma discussão sem que ocorra qualquer finalização, seja de caráter conclusivo ou indicativo, a partir de referenciais teóricos, éticos e técnicos.
  • C apresenta exposição extensa dos objetivos do trabalho e é analisado a partir de abordagem subjetiva da questão ou situação social.
  • D contém a mesma estrutura do laudo social, atividade restrita ao campo sociojurídico.
  • E apresenta dados a fim de expor determinada situação, a partir de um instrumental definido para os casos estudados, sem que haja a emissão de opinião profissional.
48

No que concerne ao serviço social e à prática profissional do assistente social na consolidação dos direitos sociais e da cidadania, assinale a opção correta.

  • A O assistente social é um profissional que deve se posicionar a favor da equidade e da justiça social, na perspectiva da universalização do acesso aos bens e serviços relativos aos programas e às políticas sociais.
  • B A ideia de cidadania é eminentemente técnica e vinculada a valores e direitos universais invariáveis de acordo com as determinações de diferentes contextos sociais.
  • C O assistente social, mesmo na contemporaneidade, ainda não explicitou seu compromisso eticopolítico com a cidadania e com os direitos sociais.
  • D O serviço social goza de garantias e proteções consistentes, sendo assim uma prática autônoma e independente da política governamental.
  • E O serviço social, desde o seu nascedouro, caracteriza-se por uma prática voltada à consolidação dos direitos sociais e da cidadania.
49

Acerca do movimento de reconceituação do serviço social na América Latina e no Brasil, assinale a opção correta.

  • A O Brasil foi pioneiro no processo de reconceituação do serviço social na América Latina e inovou ao ter proposto a melhoria do sistema capitalista por meio de recursos de modernização tecnológica.
  • B O debate brasileiro no âmbito da tradição marxista representa um processo de superação do movimento de reconceituação latino-americano.
  • C A aproximação das pautas desse movimento com as ideias expressas nas obras originais de Karl Marx levou ao rompimento definitivo do serviço social com o conservadorismo.
  • D O início da aproximação do Serviço Social com o marxismo promoveu a delimitação de espaços para a atuação profissional e espaços para a militância política.
  • E Na América Latina, ao contrário do Brasil, o movimento foi caracterizado pela homogeneidade teórica para a compreensão das relações sociais que fundamentam a prática profissional.
50

Uma das mais recentes políticas setoriais aprovadas no país é o Plano Nacional de Educação (PNE). Assinale a opção correta de acordo com o disposto nessa legislação.

  • A O PNE institui os órgãos de assistência social para a realização de busca ativa dos estudantes ausentes da rede de ensino, com a finalidade de preservar o direito à educação a partir dos dois anos de idade.
  • B Entre as diretrizes do PNE inclui-se a promoção humanística, científica, cultural e tecnológica do país.
  • C O monitoramento e a avaliação das metas e da execução do PNE devem ser realizados semestralmente pelo Conselho Nacional de Docência e Ensino.
  • D Uma das metas do PNE é alfabetizar 80% das crianças de até nove anos de idade ou até completarem o 2.º ano do ensino fundamental.
  • E Uma das estratégias do PNE é a redução gradativa do financiamento aos entes federados para que as demais esferas de governo assumam a política de valorização dos profissionais do magistério.
51

A respeito da dimensão técnico-operativa do serviço social, assinale a opção correta.

  • A A ação do assistente social, fundamentada na garantia dos direitos e na materialização dos valores humanísticos expressos no projeto eticopolítico, é definida pela dimensão técnico-operativa.
  • B As determinações históricas da prática política, que se revelam nas dimensões produtiva, investigativa e sociopolítica das instituições, são consideradas na dimensão técnico-operativa.
  • C Essa dimensão evidencia as diretrizes que orientam a prática profissional e que são voltadas para a defesa da liberdade, da justiça social e da igualdade, dos princípios democráticos e dos direitos.
  • D A dimensão técnico-operativa do serviço social, devido à sua especificidade, está reduzida aos instrumentos e técnicas.
  • E As estratégias e táticas definidas para orientar a ação profissional, os instrumentos, as técnicas e habilidades profissionais, bem como a orientação metodológica e eticopolítica dos agentes profissionais estão entre os elementos da dimensão técnico-operativa.
52

Considerando os conceitos, as demandas, os instrumentais utilizados e a potencialidade do trabalho realizado pelo assistente social, assinale a opção correta.

  • A No processo de trabalho, os assistentes sociais, como profissionais capacitados e únicos conhecedores das necessidades de um grupo, devem estabelecer a metodologia e os objetivos do trabalho a ser desenvolvido.
  • B O significado do trabalho com grupos no serviço social é pautado pelas dinâmicas utilizadas pelo grupo, sendo desnecessário que o profissional conheça as técnicas empregadas nessas dinâmicas.
  • C O grupo é uma estrutura social rígida, representada por uma totalidade formada e limitada pela soma das partes e pelas necessidades individuais dos seus membros.
  • D O assistente social deve considerar que um grupo está formalmente constituído mesmo quando seus membros não atribuam significado às ações coletivas realizadas por seus membros.
  • E O trabalho no grupo possibilita ao assistente social uma aproximação com a realidade vivenciada pelos indivíduos, o que permite ao profissional perceber situações sociais anteriormente desconhecidas.
53

O neotomismo e o positivismo legitimaram concepções acerca do homem e da sociedade que fortaleceram, no serviço social conservador, a perspectiva a respeito da

  • A natureza contraditória da prática profissional e sua participação no processo de reprodução social dos interesses de classes.
  • B condição de exploração e das relações sociais que sustentam o trabalho alienado.
  • C profunda desigualdade da sociedade capitalista.
  • D ética pautada em valores democráticos, cujo foco está nos direitos e formação política do profissional.
  • E característica humanitária do Estado e do empresariado.
54

Com relação à violência doméstica e familiar contra a mulher, assinale a opção correta, conforme a Lei n.º 11.340/2006 (Lei Maria da Penha).

  • A Compete à equipe multiprofissional subsidiar o juiz, por meio de laudos ou verbalmente em audiência, e desenvolver trabalho de orientação à vítima, ao agressor e aos familiares.
  • B A mulher vítima de violência tem direito à readaptação e à reversão quando servidora pública, e, em caso de necessidade, de afastamento do local de trabalho.
  • C Nos casos da não localização do agressor pelo poder judiciário, a intimação poderá ser entregue pela vítima como forma de agilizar o processo.
  • D Essa lei visa coibir todos os tipos de violência contra a mulher, sejam eles no âmbito doméstico, no trabalho ou no trânsito.
  • E A violência doméstica está configurada por ação fundamentada no gênero a qual provoque lesão e morte, ficando os casos de omissão e dano patrimonial tratados por leis específicas.
55

Com relação ao processo de elaboração e execução de um projeto de pesquisa, assinale a opção correta.

  • A A relevância de uma pesquisa é determinada pelas contribuições que ela pode oferecer ao pesquisador para a compreensão teórica, a abordagem metodológica ou para a intervenção prática.
  • B Quanto à metodologia, na escolha das fontes de informação, se o pesquisador optar por dados institucionais já existentes, ele estará utilizando fontes primárias.
  • C Uma das técnicas de pesquisa mais utilizadas para a coleta dos dados é o estabelecimento das categorias quantitativas ou qualitativas.
  • D A análise é um processo de descrição dos dados obtidos, isento de interpretação ou reflexão a respeito das informações adquiridas ao longo da pesquisa.
  • E As pesquisas sociais voltadas à investigação de uma determinada realidade para atuação prática restringem-se a duas fases: execução e apresentação dos resultados obtidos.
Voltar para lista