Resolver o Simulado Nível Médio

0 / 35

Direito Financeiro

1

Sobre administração pública, orçamento, receitas e despesas, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.


( ) Compete privativamente ao Presidente da República enviar ao Congresso o PPA, LDO e LOA.

( ) O empenho não cria obrigação, mas reserva dotação orçamentária para garantir o pagamento estabelecido na relação contratual existente entre o Estado e seus fornecedores e prestadores de serviços.

( ) O empenho pode ser efetuado sob três modalidades: ordinário, global e por estimativas.

( ) Recursos provenientes da amortização de empréstimos e resultantes do superávit do orçamento corrente são receitas correntes.


Assinale a sequência correta.

  • A V, V, V, F
  • B V, V, F, F
  • C F, F, V, V
  • D F, F, F, V

Administração Pública

2

Entre as características próprias do modelo de Administração Pública patrimonialista destaca-se

  • A disseminação de práticas como clientelismo e nepotismo.
  • B nítida separação entre patrimônio público e o dos governantes.
  • C departamentalização da Administração e especialização técnica dos funcionários.
  • D ausência de controles formais e ênfase no controle de resultados.
  • E foco na preservação do patrimônio público com ênfase na meritocracia.
3

O sistema que viabiliza o cadastramento de fornecedores de materiais e serviços para os órgãos e as entidades da administração pública federal direta, autárquica e fundacional, no âmbito do Sistema Integrado de Serviços Gerais (SISG), é denominado

  • A Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (SICAF).
  • B Sistema de Concessão de Passagens e Diárias (SCPD).
  • C Projeto Eletrônico Nacional (PEN).
  • D Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (SIAFI).
  • E Sistema Eletrônico de Informações (SEI).
4

Considerando os conceitos de eficiência e eficácia, correlacione as colunas e assinale a alternativa com a sequência correta.

COLUNA 1

1 – Eficiência

2 – Eficácia

COLUNA 2

( ) Otimizar a utilização dos recursos.

( ) Cumprir tarefas e obrigações.

( ) Ênfase nos meios.

( ) Atingir objetivos.

( ) Obter resultados.

  • A 1 – 1 – 1 – 2 – 2
  • B 2 – 1 – 1 – 2 – 1
  • C 1 – 1 – 2 – 2 – 2
  • D 2 – 1 – 1 – 2 – 2
5
Um princípio importante da Gestão da Qualidade Total estabelece o usuário como a pessoa mais importante em uma organização. O foco no usuário está intimamente relacionado com uma atitude ética do servidor público. Para um bom atendimento ao usuário do serviço público, o servidor deve utilizar alguns princípios. Assinale a alternativa correta referente a esses princípios.
  • A O servidor público deve fazer o que o solicitante do serviço deseja, mesmo contrário às normativas do órgão.
  • B O serviço prestado deve ter um padrão de qualidade que varie ao longo do tempo, proporcionando inovações.
  • C O servidor público deve atender a uma real necessidade do usuário.
  • D O servidor público deve atender ao solicitante rapidamente, liberando-o assim para que possa fazer outras atividades.
  • E O servidor público deve ter um padrão de atendimento único aos usuários.
6
As duas ações que se completam para compor o Atendimento de Excelência no serviço público, são:
  • A Logística e Cooperação.
  • B Divisão de Tarefas e Sequência Lógica.
  • C Treinamento e Responsabilização.
  • D Colaboração e Motivação.
  • E Atendimento e Tratamento.
7
O modelo da Administração Pública que tem como características a tendência ao nepotismo e a corrupção, bem como o fato da esfera pública se misturar com a esfera privada é:
  • A Burocrática.
  • B Racional legal.
  • C Ditatorial.
  • D Gerencial.
  • E Patrimonialista.
8

Apresenta-se as lacunas.


I - Efetividade

II - Eficiência

III - Eficácia


( ) Utilizar da melhor forma os recursos.

( ) Fazer bem alguma tarefa.

( ) Atingir os resultados e metas.

( ) Impacto das ações.

( ) Relacionado ao modo, ao meio de se fazer.


A sequência correta é:

  • A II, II, III, I e II.
  • B I, I, III, I e III.
  • C II, II, III, II e I.
  • D III, II, I, I e II.
  • E II, II, I, III e II.

Psicologia

9
Determinada organização pública federal contratou os serviços de uma consultoria especializada a fim de auxiliar no processo de avaliação de desempenho de seus servidores. Analisando os resultados da avaliação realizada, os consultores perceberam uma forte incidência do denominado “efeito halo”. Isso significa que durante o processo de avaliação
  • A os avaliadores deixaram que suas preferências ou antipatias comprometessem o resultado final.
  • B ocorreu generalizações por parte dos avaliadores em relação a um aspecto do avaliado que se sobressaiu aos demais aspectos afetando todo o conjunto dos demais tópicos avaliados.
  • C ocorreu a aplicação de critérios excessivamente rigorosos de avaliação, comprometendo o resultado final pelo excesso de rigor.
  • D os avaliadores não quiseram se indispor com os servidores apresentando resultados medianos e neutros, deixando de apontar as reais deficiências dos avaliados.
  • E os avaliadores limitaram-se apenas aos resultados recentes dos avaliados, deixando de considerar sua atuação e trajetória ao longo do tempo.

Administração Pública

10
São disfunções da Burocracia, exceto:
  • A Perda da visão global da organização.
  • B Lentidão no processo decisório.
  • C Rigidez e apreço extremos às regras.
  • D Ênfase excessiva nos grupos informais.
  • E Dificuldade de resposta às mudanças no meio externo.
11
São características da Administração Pública Burocrática, exceto:
  • A Hierarquia e Impessoalidade.
  • B Profissionalização e Previsibilidade.
  • C Caráter legal das normas e regulamentos.
  • D Formalismo.
  • E Flexibilidade.
12
A _________________ remete à obrigação de membros de um órgão administrativo ou representativo de prestar contas a instâncias controladoras ou a seus representados (sociedade como um todo ou a própria administração). Estamos falando de:
  • A Efetividade.
  • B Governança.
  • C Accountability.
  • D Fixação de Despesas.
  • E Contraprestação Direta.
13

Os modelos teóricos da Administração Pública mudaram e evoluíram. Hoje, o modelo adotado pela Administração Pública brasileira tem na forma de controle dos resultados seu principal diferencial entre os modelos passados, e é denominado de:

  • A racional-legal.
  • B gestão por excelência.
  • C gerencial.
  • D racional-formal
  • E qualidade total.
14

Instituir cotas no ensino superior para grupos sociais menos favorecidos, trata-se de uma política pública classificada, quanto à sua natureza, de políticas:

  • A materiais.
  • B constitutivas.
  • C redistributivas.
  • D horizontais.
  • E verticais.
15

As exigências da nova ordem econômica mundial, o crescimento das demandas por serviços públicos, a expansão das funções sociais do Estado e a necessidade de demonstrar a eficiência da administração, levou a adoção de um novo modelo teórico de administração pública no Brasil. Esse novo modelo busca introduzir a cultura e técnicas gerenciais modernas, regra geral, oriundas da iniciativa privada, sucedendo os modelos adotados anteriormente, intitulados de:

  • A Administração Pública Gerencial e Plano Diretor de Reforma do Estado (Pdrae)
  • B Plano Diretor de Reforma do Estado (Pdrae) e gestão de custos.
  • C gestão de riscos e política de integridade
  • D reforma gerencial e gestão de custos.
  • E patrimonialista e burocrática.

Administração Geral

16

O fenômeno da cultura organizacional comporta aspectos

  • A de diferentes naturezas, porém todos extremamente fechados e de difícil percepção e identificação por aqueles que não integram a organização.
  • B tanto formais e abertos, denominados por alguns estudiosos como artefatos observáveis, quanto fechados, estes denominados pressupostos básicos.
  • C de fácil assimilação pelos integrantes da organização e passíveis de rápida modificação a partir de influências externas.
  • D que não comportam alteração, salvo a partir dos denominados ritos de degradação que surgem a partir da desconstrução dos valores predicados pela organização.
  • E extrínsecos à organização, como fatores ambientais e sociais, que, quando isolados, redundam no fenômeno da contracultura.

Administração Pública

17

Marque a opção que representa o correto preenchimento da lacuna no texto a seguir:
O _______ expõe que o planejamento procura maximizar os resultados e minimizar as dificuldades, ou deficiências.

  • A Princípio das maiores eficiência, eficácia e efetividade;
  • B Princípio da contribuição aos objetivos;
  • C Princípio da precedência do planejamento;
  • D Princípio da maior influência (ou penetração) e abrangência.

Direito Administrativo

18

No _______ o administrador deve utilizar critérios objetivos definidos no ato convocatório, com isso afasta a possibilidade da utilização de critérios subjetivos não previstos no edital, mesmo que favoreça a Administração Pública. Assinale a opção que diz respeito ao conceito do princípio anteriormente citado.

  • A Princípio do julgamento objetivo;
  • B Princípio da vinculação ao instrumento convocatório;
  • C Princípio da impessoalidade;
  • D Princípio da moralidade e probidade administrativa.

Administração Pública

19

Governança é um termo referente a um sistema de mecanismos e incentivos que se prestam a monitorar e regular as organizações. Busca assegurar que as atividades organizacionais não firam os interesses dos respectivos proprietários e da sociedade em geral, contribuindo, ainda, para a perenidade das atividades organizacionais.


Com base no exposto, assinale a alternativa que apresenta os elementos essenciais da boa governança organizacional aplicada às entidades públicas.

  • A Agilidade, produtividade, redução de pessoal e economia de recursos.
  • B Transparência, eficiência, rastreabilidade e ética.
  • C Auditoria, burocracia, consultoria e advocacia administrativa.
  • D Planejamento, decisão, controle e ação corretiva
  • E Sustentabilidade, meio ambiente, sociedade e economia.
20

Segundo Paludo (2013), podemos afirmar que a administração pública é executora, instrumental, hierarquizada, possui competência limitada, possui responsabilidade técnica; é dependente, neutra e tem apenas poder administrativo. Marque a alternativa que NÃO condiz com as características da administração pública:

  • A A Administração Pública deve tratar a todos igualmente, perseguindo o bem comum da coletividade. Não pode, pois, a Administração favorecer/discriminar pessoas, políticos, determinada categoria ou região, em detrimento dos demais, sob pena de desvio de finalidade e ofensa ao ordenamento jurídico vigente.
  • B A Administração Pública é um instrumento do Estado para a promoção do desenvolvimento do país e do bem comum da sociedade. É o meio de que se valem o Estado e o Governo para realização de seus fins.
  • C A Administração, direta ou indireta, centralizada ou descentralizada, executa as atividades desejadas pelo Estado, tendo em vista o interesse particular sobre o interesse público, de modo a garantir o bem-estar de certos grupos específicos da sociedade.
  • D A Administração Pública só possui poder para decidir e comandar a área de sua competência. A competência, por sua vez, é estabelecida por lei e fixa os limites da atuação administrativa, de seus órgãos e agentes.
  • E A Administração Pública obedece a normas jurídicas e técnicas ao prestar serviços públicos e praticar atos administrativos. Os agentes públicos são responsáveis pelos atos que praticam, e estão sujeitos à prestação de contas perante a própria Administração, os órgãos de controle e a sociedade.

Administração Geral

21

Sobre as teorias contemporâneas da liderança, numere a coluna da direita de acordo com a da esquerda.


1. Líder Transacional

2. Líder Autêntico

3. Líder Carismático

4. Líder Transformacional


( ) É reconhecido pelos seguidores como detentor de habilidades heroicas ou extraordinárias de liderança.

( ) Guia seus seguidores em direção a metas estabelecidas, esclarecendo a função e os requisitos da tarefa.

( ) Inspira os seguidores para transcender seus interesses pessoais para o bem da organização e pode ter um efeito extraordinário sobre estes.

( ) Compartilha informações, incentiva a comunicação aberta e é fiel a seus ideais.


Assinale a sequência correta.

  • A 3, 1, 4, 2
  • B 3, 4, 2, 1
  • C 2, 1, 4, 3
  • D 4, 2, 1, 3
22

Toda cultura organizacional apresenta diferentes níveis, são eles:

  • A Custo, diferenciação e foco.
  • B Artefatos, valores compartilhados e pressupostos básicos fundamentais.
  • C Existência, relacionamento e crescimento.
  • D Realização, afiliação e poder.
  • E Fatores higiênicos e fatores motivacionais.
23

O processo de liderança voltado às políticas de Recursos Humanos deve conter os seguintes tópicos:

  • A Finalidade, compromisso, área de abrangência e limitação, princípios, procedimentos e, normalmente, fluxograma de processo.
  • B Sustentabilidade, viabilidade financeira, princípios e compromisso.
  • C Reconhecimento, premiação, oportunidades, sustentabilidade e área de abrangência.
  • D Finalidade, oportunidades, ascensão profissional e fluxograma de processos.
  • E Recursos financeiros, desenvolvimento profissional, compromisso, princípios e finalidade.
24

No que concerne aos níveis fundamentais da cultura organizacional, ordinariamente apontados pela doutrina, tem-se que os valores representam

  • A os aspectos mais visíveis da cultura, sendo também denominados artefatos observáveis.
  • B a camada intermediária da cultura, nem sempre sendo possível visualizá-los com facilidade.
  • C os pressupostos básicos da cultura, situados em seu nível mais profundo.
  • D os aspectos exógenos da cultura, apenas vislumbrados por agentes externos.
  • E a forma de consolidação da cultura, também denominados ritos de confirmação.
25

Os estilos clássicos de liderança desenvolvidos a partir dos estudos de Kurt Lewin nos anos de 1930, que passaram a ser conhecidos como os Três de White e Lippitt, são:

  • A carismático, legitimado e impositivo.
  • B consultivo, participativo e diretivo.
  • C autocrático, democrático e liberal.
  • D burocrático, gerencial e consensual.
  • E autocrático, burocrático e gerencial.
26

Uma das teorias difundidas que busca explicar o fenômeno da motivação no ambiente organizacional é a Teoria da Hierarquia das Necessidades Humanas, apresentada por Maslow, segundo a qual

  • A o indivíduo médio não possui motivação para o trabalho, razão pela qual necessita ser compelido à realização de tarefas a partir de uma sequência de incentivos e desincentivos, na forma de reforço positivo e negativo.
  • B cada indivíduo possui uma escala própria de necessidades a serem supridas, alguns deles priorizando aspectos de valorização e estima em detrimento de necessidades básicas, de forma que descabe uma hierarquização padronizada das necessidades humanas.
  • C a motivação é um fenômeno complexo, que envolve a combinação de diferentes variáveis, algumas objetivas e outras subjetivas, as quais podem ser agrupadas na forma de uma pirâmide em cujo topo estão as necessidades de subsistência.
  • D determinadas necessidades básicas, como as fisiológicas e de segurança, precedem outras como as sociais e de autorrealização, de forma que o indivíduo somente se sentirá estimulado a buscar estas últimas se as primeiras já estiverem satisfeitas.
  • E a forma mais eficiente de motivar os indivíduos para a realização de tarefas e persecução dos objetivos da organização é mediante o estabelecimento de uma pirâmide organizacional, individualizando as condutas e sua relação com as metas estabelecidas.
27

A prática de comparar, por meio de algum parâmetro mensurável, o desempenho de uma operação fundamental de uma organização com uma operação semelhante em outras organizações é chamado de

  • A reengenharia.
  • B empowerment.
  • C design thinking.
  • D benchmarking.
28

A gestão da qualidade surgiu como uma filosofia de comprometimento da organização como um todo para o aprimoramento contínuo, tendo como objetivo principal o alcance de elevados níveis de qualidade de produtos e serviços. É considerado(a) fator determinante da qualidade

  • A o envolvimento genuíno dos funcionários, através da participação e do trabalho em equipe para lidar com problemas significativos.
  • B a diminuição dos níveis de autoridade hierárquica concedidos aos gerentes de nível médio e supervisores.
  • C a redução progressiva dos padrões de exigência relativos às habilidades dos funcionários e dos gerentes.
  • D a não inclusão de representantes e de líderes sindicais dos funcionários, para não atrapalhar o processo de gestão
  • E a deliberada e proposital desconsideração quanto a outros aspectos relevantes da vida organizacional.
29

A fragilidade e parcialidade da Teoria Clássica e da Teoria das Relações Humanas, a necessidade de um modelo de organização racional e o crescente tamanho e complexidade das empresas são alguns dos aspectos relacionados à origem de qual teoria?

  • A Teoria da Burocracia.
  • B Administração por Objetivos.
  • C Teoria Neoclássica da Administração.
  • D Teoria Estruturalista da Administração.
30

Quanto aos estilos de liderança, marque V para verdadeiro ou F para falso e, em seguida, assinale a alternativa com a sequência correta.

( ) Liderança autocrática: o líder centraliza as decisões e impõe suas ordens ao grupo.

( ) Liderança democrática: o líder conduz e orienta o grupo e incentiva a participação democrática das pessoas.

( ) Liderança liberal: o líder delega totalmente as decisões ao grupo e deixa-o totalmente à vontade, mantendo certo controle.

  • A V – F – F
  • B V – V – V
  • C V – V – F
  • D F – V – V

Administração Financeira e Orçamentária

31

Conforme o princípio orçamentário da exclusividade, a lei orçamentária anual não conterá dispositivo estranho à previsão da receita e à fixação da despesa, não se incluindo nesta proibição:

  • A A autorização para a abertura de créditos suplementares e a contratação de operações de crédito.
  • B A vigência dos créditos especiais e extraordinários.
  • C A abertura de créditos suplementares e especiais.
  • D A vigência dos créditos especiais e suplementares.
  • E A contratação de operações de crédito e a abertura de créditos adicionais.
32

Tradicionalmente, o ciclo orçamentário é considerado como a sequência de fases ou etapas em que se processam as atividades típicas do orçamento público, sendo, portanto, uma premissa utilizada pela Secretaria de Orçamento Federal (SOF) para orientar o desenvolvimento do seu trabalho de elaboração da proposta orçamentária em cada exercício. Assim, após a elaboração do projeto de lei orçamentária, a próxima etapa do ciclo orçamentário corresponde a:

  • A Votação, sanção e estudo da lei orçamentária.
  • B Votação e execução orçamentária e financeira.
  • C Apreciação e publicação da lei orçamentária.
  • D Discussão, estudo e avaliação da execução orçamentária.
  • E Apreciação, estudo e proposição de emendas.
33

Quanto ao impacto no patrimônio, as despesas podem ser classificadas em efetivas e não efetivas ou por mutações patrimoniais. As despesas correntes, via de regra, são despesas efetivas, e as despesas de capital, via de regra, são despesas não efetivas. Portanto, pode haver despesa corrente não efetiva, como por exemplo as despesas com:

  • A Amortização da dívida e restituição de depósitos.
  • B Outras despesas de capital, encargos sociais e juros.
  • C Aluguéis, pessoal e encargos e investimentos.
  • D Aquisição de materiais para estoque e com adiantamentos (Suprimentos de Fundo).
  • E Inversões financeiras e aluguéis.
34

Entre os elementos que devem, obrigatoriamente, constar da Lei de Diretrizes Orçamentárias - LDO, insere-se o Anexo de Riscos Fiscais,

  • A no qual é demonstrada a estimativa e compensação da renúncia de receita e da margem de expansão das despesas obrigatórias de caráter continuado.
  • B que representa a evolução do patrimônio líquido do ente, nos últimos três exercícios, destacando a origem e a aplicação dos recursos obtidos com a alienação de ativos.
  • C onde serão avaliados os passivos contingentes e outros riscos capazes de afetar as contas públicas, informando as providências a serem tomadas, caso se concretizem.
  • D que contempla as metas anuais, em valores correntes e constantes, relativas a receitas, despesas, resultados nominal e primário e montante da dívida pública.
  • E fixando o limite máximo de endividamento do ente e os limites globais e prudencial de gastos com pessoal e custeio para o exercício seguinte.
35

O orçamento público que se caracteriza por realizar a alocação de recursos visando à aquisição de meios e por utilizar como principais critérios classificatórios as unidades administrativas e os elementos de despesa e o orçamento público que se caracteriza por realizar a alocação de recursos visando à consecução de objetivos e metas e por utilizar como principal critério classificatório a funcional-programática correspondem, respectivamente, ao

  • A orçamento tradicional e ao orçamento-programa
  • B orçamento tradicional e ao orçamento clássico.
  • C orçamento impositivo e ao orçamento clássico.
  • D orçamento-programa e ao orçamento por resultado.
  • E orçamento por desempenho e ao orçamento clássico.
Voltar para lista